RE: Brasão

Este tópico está classificado nas salas: Heráldica

Brasão

#32805 | tfp | 06 Jan 2003 10:51

Será que alguem me pode ajudar a decifrar a quem pertence este brasão ?

O mesmo encontra-se num palácio localizado na Praça Carlos Alberto no Porto, tendo sido habitado pelo Conde da Trindade. Dado que o dito brasão tem uma coroa de Conde, o meu palpite é que seja o seu brasão de armas.

Alguém me pode confirmar ?

Cumprimentos

Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32806 | tfp | 06 Jan 2003 10:52 | Em resposta a: #32805

Imagens do brasão em:

http://natura.di.uminho.pt/~tfp/brasao.jpg
http://natura.di.uminho.pt/~tfp/casa.jpg

obrigado

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32807 | Saborra | 06 Jan 2003 11:02 | Em resposta a: #32806

Caro Tiago Pedroso,

As armas que figuram no brasão são plenas de Sousas. Verifica-se ainda uma diferença no canto superior esquerdo.
Tendo em conta que o 1º Conde da Trindade (e único penso eu) tinha como apelidos Sousa Basto, é muito provável que fossem as armas de Sousa que eram por ele utilizadas. Desconheço mais dados sobre esse titular e baseio-me inteiramente ainda na sua informação de que a casa pertenceu ao Conde da Trindade.

Os meus cumprimentos

Miguel Arrobas

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32815 | magalp | 06 Jan 2003 12:29 | Em resposta a: #32805

Caro Tiago

Rigorosamente, esse brasão d'armas nada tem a ver com a Casa, mas com os seus 2ºs proprietários, os viscondes da Trindade. Para mais completa informação, transcrevo:

Praça de Carlos Alberto a Stº Ovídio

"Antigo Largo dos Ferradores e feira das Caixas (faziam-se nas tendas de marceneiros as que os emigrantes levavam, de bagagem, para o Brasil).
A actual denominação proveio do rei da Sardenha, o desditoso Carlos Alberto de Sabóia, ter pernoitado no Hotel do Pexe (como ortografou Camilo), velho solar de Balsemões - Do Visconde de Balsemão, cuja livraria hoje incorporada na BPMP, era franqueada ao público, por aquele titular, por não haver outra acessível. Foi notável poetisa a Viscondessa D. Catarina de Sousa, a "Safo portuguesa" - e depois (por compra)palacete do Visconde da Trinadade (seu brasão de mármore de Sousas do Prado, na fachada do que é hoje o "Gás e Electricidade", Serviços Municipalizados)"

Conde de Aurora, "Itinirário Romântico do Porto", pág.107.

Acrescento que li num antigo "O Tripeiro" um artigo sobre esta Casa e o seu brasão, noticiando q. o mesmo tinha sido executado em finais do séc. XIX, por um afamado Mestre canteiro, cuja oficina ainda hoje existe, perto da ESBAP, tendo custado 1$300 rs.

A monumental "História da Cidade do Porto", dirigida pelo Prof. Dr. A. Magalhães Basto, com os mais eruditos colaboradores, da sua época, tb. noticiam esta casa, naturalmente.

cmptos.
Manuel Maria Magalhães

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32817 | magalp | 06 Jan 2003 12:42 | Em resposta a: #32805

NPB, vol.III, pág. 454, confirma as ditas armas e respectivo alvará, para o visconde e único conde da Trindade, José António Sousa Basto, n.1805 m.?, C.G.
Notícia imediatamente anterior à do "nosso" Barão de Trovisqueira...
MMM

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32821 | rgc | 06 Jan 2003 13:12 | Em resposta a: #32817

Caros Senhores

Deve ser do vosso conhecimento,se assim for,desculpem a minha intervenção.Existe uma obra notável(que,por acaso,adquiri há anos de uma maneira insólita)sobre PORTAS E CASAS BRASONADAS DO PORTO e seu tempo-MCMXLIX-do grande artista -Gouvèa Portuense(Manuel Gouvêa Coutinho de Tovar e Melo),com prefácio de Conde de Campo Belo(D.Henrique)-obra numerada e assinada pelo autor,que tenho em grande apreço.
Cumprimentos.
Rafael Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32823 | Cascais | 06 Jan 2003 13:25 | Em resposta a: #32805

Caro primo Tiago Pedroso

No “Archivo Heraldico-Genealogico” do visconde de Sanches de Baena, pág. 364, vem o seguinte:

“1443. José António de Sousa Basto, visconde da Trindade, commendador das ordens de Christo, e de Isabel a Catholica, cavalleiro da muito nobre ordem da Torre e Espada do valor, lealdade e merito, e presidente da Camara municipal do Porto; filho de Joaquim de Oliveira e Sousa, e de sua mulher D. Theresa Maria e Sousa; neto materno de Francisco José Basto, e de sua mulher D. Maria José Basto.
Um escudo com as armas dos Sousa (acrescento eu: do Prado, com diferença). – Br. P. A 21 de Agosto de 1853. reg. No Cart. Da N., liv. VIII, fl. 367 v.”

Como magalp já disse esta Casa era denominada de Casa Balsemão e foi adquirida pelo Conde da Trindade, onde depois colocou o seu brasão.

A título de curiosidade; mandou o Conde da Trindade fazer, na Áustria, dois serviços muito completos com o respectivo brasão. Serviços esses que foram divididos por três ramos da família, Trindade, Valado e Valado Arnaud, tendo ainda em meu poder algumas peças de um dos serviços.

Já agora, e caso não saiba é representante do visconde da Trindade o Dr. António Augusto Rebordão e Cunha Navarro, morador na Foz do Porto.

Apenas uma correcção a magalp, esta casa que esteve alugada à EDP e depois comprada pela mesma empresa, foi adquirida há cerca de 5 anos pela CMP.

Um abraço,
José Duarte Valado Arnaud

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32838 | tfp | 06 Jan 2003 15:10 | Em resposta a: #32823

Caro primo José Arnaud,

Já agora, algumas peças desse "famoso" serviço também passaram pro ramo Castro Pereira e foi por esse motivo mesmo que pretendia identificar o brasão.

Agradeço mais um valioso esclarecimento.

Um abraço,

Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32860 | vbriteiros | 06 Jan 2003 23:20 | Em resposta a: #32821

Caro Rafael Carvalho
Primeiro dou-lhe os meus parabéns pela posse dessa obra, cuja consulta nas BP nem sempre é fácil.
Não se importa de me transcrever a leitura heráldica da pedra de armas do portão do jardim do Palácio da Bandeirinha(Palácio das Sereias), sito na Rua da Bandeirinha( o que está sobre o portão das monumentais sereias já conheço).
Desde já grato
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32861 | vbriteiros | 06 Jan 2003 23:40 | Em resposta a: #32817

Caro Senhor dos Ms
Existe uma publicação da CMP-Direcção Municipal de Cultura e Turismo, editada em 2000, sobre este Palacete com o título " O Palacete dos Viscondes de Balsemão",com 4 capítulos:1-Introdução; 2-O Sítio; 3- O Edifício; 4- Os Proprietários e os usos do Edifício.
Nesta publicação nota-se que o primitivo palacete, já com a forma actual, tinha um Brazão na esquina do prédio.O telhado apresenta uma cornija normal de casa do sec XVIII e nada da platibanda tipo sec XIX que hoje apresenta.
Existe no MSR um quadro a óleo do citado Conde da Trindade e é notável o Mausoleu destes Titulares em Agramonte.
O Brazão actual do Palacete apresenta a particularidade de ter como suporte à dextra um DRAGÃO alado!!!
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32863 | vbriteiros | 06 Jan 2003 23:53 | Em resposta a: #32823

Caro José Duarte Valado Arnaud
Poderá descrever-me a marca da porcelana austríaca? Pequeno escudete desenhado a azul com duas barras ou traços na mesma cor? Algum sinal junto , tipo letra M sobrepondo o escudete ou dois ou três algaismos juntos?
Desde já muito obrigado pela informação que me der.
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32869 | tfp | 07 Jan 2003 00:24 | Em resposta a: #32861

Caro Vasco Briteiros,

Obrigado pela sua informação, o livro que refere parece-me interessantissimo.

Quanto ao quadro que refere, haverá provavelmente mais do que um, dado que o meu avô possuía um exposto em sua casa.

A minha avó conta que existiam vários quadros expostos na secretaria de um organismo ligado à ordem da Trindade, julgo que num dos edificios secundários da Igreja dos Congregados, em frente à Câmara do Porto. Um desses quadros será de uma beleza invulgar, pelo que me foi contado, retratando D.Josefa Rosa de Amorim, mulher do Conde.

Cumprimentos,
Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32885 | Cascais | 07 Jan 2003 11:28 | Em resposta a: #32863

Caro Vasco Briteiros

Como disse havia dois serviços, um, aquele de que tenho algumas peças, não tem marca, na frente tem o brasão ao centro sendo o prato debruado exteriormente com filete a dourado e em paralelo um outro filete a azul. Decoração sóbria e simples.
Sobre este serviço, sempre ouvi dizer que tinha sido feito em Inglaterra, recentemente foi-me confirmado por um perito (Dr. Segismundo Pinto) de que a proveniência era Austríaca e não Inglesa.
O 3º visconde da Trindade, Dr. Alberto Eduardo Valado Navarro, salvo erro, ainda na primeira metade do século que findou, mandou fazer 50 peças deste serviço na VA, tb o meu tio avô Álvaro Valado Arnaud, mandou fazer na mesma fábrica de porcelanas as chávenas de café que no tempo em que o serviço foi feito ainda não se usava.

Sobre o outro serviço, quem ainda possui algumas peças é a filha do meu tio avô Álvaro.
Não sei que marca tem, mas é menos sóbrio. Como o outro tem o brasão ao centro e é debruado com umas ramagens, se não me engano a verde.

Há ainda um terceiro serviço, com motivos rurais, em que os desenhos nunca se repetem, dando a ideia de uma história ilustrada. Ao que consta, foram todos mandados fazer na mesma altura.

Um abraço,
José Duarte

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32886 | Cascais | 07 Jan 2003 11:34 | Em resposta a: #32869

Caro Tiago

Quem ainda possui um quadro do Conde da Trindade é a nossa prima Isabel Valado, viuva do Dr. Nadais de Vasconcelos.

Um abraço,
José Duarte

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32890 | magalp | 07 Jan 2003 12:08 | Em resposta a: #32861

Vasco, Senhor de Briteiros e Fronteiro da Rotunda da Boavista.

Quem não tem cão, caça com gato...
Sei que há muita literatura sobre este assunto, sobretudo a partir de deteminada polémica, nos anos 40, que fez correr muita tinta... ("O Tripeiro" - V Série, e "O Primeiro de Janeiro", principalmente)
Não a querendo retomar, até porque ficou então completamente esclarecida, só referi essa bela obra do Senhor Conde de Aurora, q.D.h., e a pequena notícia sobre a feitura do dito brasão.
Com grande pena minha, não tenho a belíssima obra que o nosso querido confrade Rafael Carvalho refere, não conhecendo o texto que se refere ao depois chamado palácio Balsemão-Trindade.

MMM

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32891 | magalp | 07 Jan 2003 12:15 | Em resposta a: #32823

Zé Duarte

Quando o Senhor Conde de Aurora publicou aquele seu livro, não existia ainda a EDP e dmoraria ainda a aparecer...
Era realmente a sede dos SMGS, cujo Presidente do CA era o Exmo. Presidente da C.M.P.

Abraços,
Manuel Maria

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32892 | Cascais | 07 Jan 2003 12:29 | Em resposta a: #32861

Caro Vasco Briteiros

Só acrescentar e a titulo de curiosidade, que em Agramonte no talhão da Ordem da Trindade este Mausoleu tem o nº 1.

Gostava de lhe pôr duas questões:

1º - Se na obra que refere " O Palacete dos Viscondes de Balsemão" vem mencionado o ano e quem vendeu esta casa? – Pois o que sei é que esta terá sido vendida em 1964, e que uma parte ainda coube ao meu avô, que com a sua parte terá comprado uma casa em Sesimbra. Mas não tenho certezas.

2º - Qual o significado do Dragão alado e do Unicórnio no suporte do escudo no brasão?

Antecipadamente grato,
José Duarte

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32893 | Cascais | 07 Jan 2003 12:36 | Em resposta a: #32891

Caro Manuel Maria Magalhães

Tem razão, e aproveito para me corrigir, onde se lê “Apenas uma correcção a magalp...” deve-se ler: Apenas um aditamento a magalp.

Um abraço,
Zé Duarte

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32894 | vbriteiros | 07 Jan 2003 12:49 | Em resposta a: #32885

Caro José Duarte
Muito obrigado pela sua pronta resposta. Tenho pena de não conseguir mais uma marca para os meus conhecimentos de marcas de porcelana.
Melhores cumprimentos
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32895 | vbriteiros | 07 Jan 2003 12:54 | Em resposta a: #32869

Caro Tiago Pedroso
Não posso de momento averiguar os retratos.
Se tiver interesse poderei perguntar, quando tiver oportunidade, no MNSR e na OT ( sou irmão).
Cumprimentos
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32896 | vbriteiros | 07 Jan 2003 13:01 | Em resposta a: #32890

Caro Manel, Ilustríssimo Purpurado do Tintol das Terras Frias do Marão.
Antes de mais muito obrigado pela visita de Domingo.
Quando quizeres poderei emprestar-te " O Palacete Balsemão".
Um grande abraço
Vasco

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32898 | magalp | 07 Jan 2003 13:08 | Em resposta a: #32894

Vasco

Tens de conhecer, e muito rápidamente, o Ilustre Prof A. Álvares Ribeiro, Catedrático Jubilado da FEUP, o "Pai" das barragens da bacia do Douro. É um expert em loiças, sobretudo inglesas. Anda sempre com "cábulas" nas algibeiras e é menino para determinar com exactidão os fabricantes e ano de fabrico!
Também é muito entendido em contrastaria de prata.
Manel

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32901 | vbriteiros | 07 Jan 2003 13:42 | Em resposta a: #32898

Manel
Estou a consultar a NP e parece que ele vem na pag 137! Pelos vistos é primo do Arq. Luís Gonzaga que vem na pág. 139, casado com uma Pereira de Lima B.C.. portanto minha parente:
- 3ª neta de José Joaquim Pereira de Lima que era irmão de Gertrudes Felizarda da Graça Pereira de Lima, minha 3ª Avó ( casou com Jose Maria Gomes Briteiros)´. As ossadas desta minha trisa estão no jazigo destes PL na lapa.
Quando quizeres marcar é só dizer , mas será melhor para o próximo mês.
Um abraço
Vasco

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32905 | vbriteiros | 07 Jan 2003 14:12 | Em resposta a: #32892

Caro José Duarte.
O livro cita em nota de roda-pé: adquirido só em 1959, á Empresa Cinema Trindade e ao 3º Visconde da Trindade e a outros herdeiros dos Barões do Valado.
(curioso que tenho aqui umas notas que citam descendentes da 1ª Viscondessa de Godim , como Tameirão Valado; são seus familiares?)
Quanto ao Dragão e Unicórnio não posso explicar a razão. A minha chamada de atenção era só para lembrar a "Aburma" e " Magalp" o símbolo do FCP.
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32907 | rgc | 07 Jan 2003 14:46 | Em resposta a: #32860

Caro Vasco Briteiros

É com muito gosto que lhe envio o que formula na sua mensagem.Ou mais se o desejar e eu tenha disponibilidade imediata por fazê-lo.

É um soberbo portal--PORTAL DAS SEREIAS(lado do rio)e PORTAL DAS SEREIAS(lado da Bandeirinha)-BARROCO DE INFLUÊNCIA ITALIANA-hERÁLDICA DE fAMÍLIA.

"Quem desce pela "Bandeirinha"logo topa ao fundo com o interessante e invulgar conjunto conhecido pela "CASA DAS SEREIAS",neste Álbum reproduzido em duas estampas.
Na primeira sobranceira ao rio,admiramos a porta de aparatosa traça ladeada de duas SEREIAS postas à maneira de cariátides.No tímpano do pequeno frontão circular e partido sobreleva-se a pedra-de-armas que me parece um pouco posterior à arquitectura inicial.
A própria coroa que é apenas coronel de nobreza não se identifica com a parte ornamental do escudo.
Todo o conjunto embora ornamental,é um tanto desproporcional entre si.
(1)dR.cARLOS DE pASSOS na sua Guia H.e A.do Porto.
(2)Consultar o Manual de Heráldica do Dr.A.de Mattos.
(3)Leitura do Dr.A.de Mattos.
(4)Este esquartelado está ao contrário da pedra-de-armas.

Leitura::esquartelado,I PORTOCARREIROS;II OSÓRIOS;III CUNHAS;IV COUTINHOS(1).
Cores:Ide oiro bilhetado de azul de sete peças;de oiro com dois lobos de vermelho,um sobre o outro;III de oiro com nove cunhas de azul;IV de oiro com cinco estrelas de vermelho.

A segunda mostra-nos o portão que ao fundo da Bandeirinha se admira.Composição bastante original na qual notáveis pormenores do séc.anterior se distinguem,permitindo a hipótese da sua construção haver sido nos primórdios do séc.XVIII.As decorativas pirâmides,as volutas postas em aleta ,as pequenas sereias num curioso arranjo,e todo um número de pequenos motivos,são de um efeito extremamente agradável.Conjunto deveras valioso.
O escudo ao gosto nacional está um pouco prejudicado por um coronel de nobresa excessivamente grande.
Representa as armas dos"PORTOCARRERO"
Cores:de oiro bilhetada de azul de sete peças,e uma bordadura composta de Castela e Leão.de oito peças.

Cumprimentos
Rafael Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32908 | Cascais | 07 Jan 2003 15:02 | Em resposta a: #32905

Caro Vasco Briteiros

Antes de mais obrigado.

Houve uma filha do 2º visconde de Godim, D. Elisa Maria de Menezes Verney de Castro Casado Geraldes Cardoso e Silva, casada com Marcos José Teixeira Leite Ribeiro Correia Pinto Tameirão Valado, este filho de Álvaro Augusto Teixeira Correia Pinto Tameirão Valado e de sua mulher D. Maria Cândida Leite Ribeiro e Silva, filha dos 1º Barões de Urgeira.
Este Álvaro Augusto era filho de Marcos José Teixeira e de sua mr. D. Adelaide Isabel Júlia Teixeira Correia Pinto Tameirão Valado, filha dos 2º Barões do Valado estes meus 4º avós.

Ainda sobre Dragões, apesar de ser adepto de Leões (são mais majestosos -J ), gosto sobre tudo de football com qualidade e neste momento ia mais depressa ver os Dragões que os Leões. Curioso ainda é que o jogo em que mais felicidade tive e até dei saltos de alegria, aconteceu no final da década de 80 no dia 27 de Maio, em Viana de Áustria, seria por se disputar em tão nobre cidade J ...

Um abraço,
Zé Duarte

Resposta

Link directo:

RE: Errata

#32909 | Cascais | 07 Jan 2003 15:12 | Em resposta a: #32908

Onde se lê "Viana" deve-se ler Viena.
Os "J" deviam ser -:).

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32911 | vbriteiros | 07 Jan 2003 15:50 | Em resposta a: #32907

Caro Rafael Carvalho
Muitíssimo obrigado.
Intriga-me essa bordadura de Castela/Leão. Vou tentar averiguar porquê!
Melhores cumprimentos
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#32912 | vbriteiros | 07 Jan 2003 16:03 | Em resposta a: #32908

com o célebre golo de Madjer!Aqui em casa um filho é Dragão outo Leâo. Por vezes é difícil e como sou Dragão pioro a situação.
Vasco

Resposta

Link directo:

RE: Brasão-P. Bandeirinha

#32913 | jpcmt | 07 Jan 2003 16:27 | Em resposta a: #32911

Meu Caro Vasco:
Manuel Abranches de Soveral no seu livro "Portocarreros do Palácio da Bandeirinha"
diz que a bordadura é usada pelos Portocarreros espanhois.
O livro, aliás, tem fotografias das várias pedras d'armas que ornamentam o edifício.
Um abraço,
João

Resposta

Link directo:

RE: Corrijo

#32914 | Cascais | 07 Jan 2003 16:35 | Em resposta a: #32885

Por vivermos num pais de doutores referi o Arq. Segismundo Pinto com Dr. ao que desde já rectifico.

Resposta

Link directo:

RE: Brasão-P. Bandeirinha

#32916 | vbriteiros | 07 Jan 2003 16:56 | Em resposta a: #32913

Caro João.
Muito obrigado pela ajuda,realmente não conhecia essa razão e na frontaria do Palácio não tem bordadura.
Um abraço amigo do
Vasco

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36874 | tfp | 01 Mar 2003 20:06 | Em resposta a: #32869

Apenas 2 rectificações importantes e pelas quais desde já me penitencio.

A igreja que referi não é obviamente a dos Congregados, mas a da Trindade. Além disso, o quadro que estava na possa do meu avô retratava não o Conde da Trindade, mas o Conde de Lagoaça.

Por outro lado, consegui uma imagem melhor do brasão onde se distingue a diferença, pelo que pedia que me ajudassem a interpretar o seu significado.

Brasão

Melhores Cumprimentos e perdoem-me mais uma vez as imprecisões

Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36877 | tfp | 01 Mar 2003 20:16 | Em resposta a: #36874

imagem em:

http://natura.di.uminho.pt/~tfp/brasao1.jpg

obrigado

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36878 | rgc | 01 Mar 2003 21:16 | Em resposta a: #36877

Caro Tiago Pedroso

Acabo de ver a maravilhosa fotografia do soberbo brasão cuja imagem aqui vem referida.
Gosto muito de Heráldica e quantas vezes tenho pensado, se fosse possível,com permissão do GENEA serem introduzidas no Forum, a propósito de certos tópicos, as imagens de muitos brasões dos nossos confrades, de pedras de armas também das famílias e por que não ? também de ex-libris heráldicos que muitos possuimos. Bem, neste pormenor, serei "suspeito" porque também uso alguns ex-libris que acho muito bonitos e desenhados por grandes artistas e heraldistas. Desculpem-me a sinceridade.

Com os melhores cumprimentos
Rafael Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36897 | tfp | 02 Mar 2003 00:59 | Em resposta a: #36878

Caro Rafael Carvalho,

Visto ser tão fiel adepto de Heráldica disponibilizo-lhe mais algumas fotografias amadoras. A maioria não tão bem conseguidas como a fotografia anterior em que tive a felicidade de ter o Sol como aliado.

http://natura.di.uminho.pt/~tfp/brasoes/

Por outro lado, e relativamente à sua ideia, julgo que seria deveras interessante, pelo menos na sala de heráldica, poder-se colocar imagens de modo a melhor descrever os conceitos associados a essa "disciplina".

Cumprimentos

Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36898 | vbriteiros | 02 Mar 2003 01:42 | Em resposta a: #36897

Caro Tiago Pedroso
Parabéns pelas imagens. Usando somente a minha memória, pareceu-me ver além das armas do Palacete da Praça Carlos Alberto no Porto, as armas de um túmulo do cemitério da Lapa-Porto e as restantes de casas de Portalegre. É assim?
Cumprimentos
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Corrijo

#36902 | ftalmeida | 02 Mar 2003 10:36 | Em resposta a: #32914

Caro Senhor,

Errou menos do que pensa.
Segismundo Pinto tem o curso de arquitectura mas também o de economia.

Cumprimentos
F.Tavares de Almeida

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36907 | morris10 | 02 Mar 2003 11:21 | Em resposta a: #32893

Caro Sr. José Duarte

Se calhar há muitas mais correcções a fazer ao sr. magalhães/magalp. Já li o livro que ele fala um ror de vezes e não vi nada do que disse ter lido. A não ser que seja uma edição feita só para ele.
O Sr. Pedroza disse muito bem do brasão de carlos alberto. Assim é que é.

Saudações heráldicas
Diogo Morris

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36922 | rgc | 02 Mar 2003 14:53 | Em resposta a: #36897

Caro Tiago Pedroso

Bem haja. Que maravilha para os olhos e para o espírito. Se me ensinar como colocar imagens deste género, neste tópico ou outro, que se abra para este efeito, sem prejuizo de chamar a atenção deste tópico e da indicação das imagens que já colocou, agradeço-lhe muito.
Com elevada consideração, cordiais cumprimentos, do
Rafael Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36933 | tfp | 02 Mar 2003 17:00 | Em resposta a: #36898

Caro Vasco Briteiros,

A sua memória não o atraiçoa. Realmente são 2 fotografias de jazigos da Lapa, as já mencionadas do Conde da Trindade e as restantes são de Portalegre. Todas, excepto duas, uma tirada no velho burgo de Castelo de Vide e outra, que é mais uma inscrição, tirada em Marvão.

Com os melhores cumprimentos

Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36935 | tfp | 02 Mar 2003 17:23 | Em resposta a: #36922

Caro Rafael Carvalho,

O que coloquei neste tópico foram apenas referencias para paginas que criei com o intuito de disponibilizar as imagens (visto este forum não o permitir).

Daí que se pretender disponibilizar imagens para que outros vejam, terá de criar uma página na internet ou recorrer a serviços de disponibilização de ficheiros (existem multiplas soluções a que pode recorrer sem encargos).

Como não posso fazer referências aqui a outros sites deixo-lhe o meu contacto:

tfp arroba netcabo ponto pt

Com os melhores cumprimentos

Tiago Pedroso

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36936 | vbriteiros | 02 Mar 2003 17:30 | Em resposta a: #36933

Caro Tiago Pedroso
Fiquei encantado com a sua resposta! Os meus neurónios ainda funcionam!! Por vezes baseio-me demasiado na minha memória visual. A idade todavia não perdoa e hà dias falhei redondamente numa resposta a jpcmt sobre Wellington.
Cumprimentos
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#36970 | aburma | 02 Mar 2003 23:04 | Em resposta a: #32908

Caro Zé Duarte,

Correndo embora o risco de ser atropelado por algum bólide, atrevo-me a aventar que a presença desse dragão no citado brasão se relacionará com a mesma mítica figura constante das armas da cidade do Porto, fazendo estas últimas parte do emblema do F.C. Porto.

Cumprimento-o pelo seu bom gosto futebolístico: este ano tem realmente valido a pena!

Um abraço

Alexandre

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#37017 | magalp | 03 Mar 2003 13:23 | Em resposta a: #36907

Mr. Morris 10


Saído entre as brumas de cacete na mão disposto a desancar tudo e todos q. lhe cheirem a monárquia e monárquicos!
Calculo q. seja um “aposentado” dos tais 150 da Rotunda, já com a visão muito reduzida... se puser umas lentes mais grossas, se souber português e voltar a ler as obras que citei, constatará que não me enganei, como muito levianamente afirmou e redondamente enganou.

Cheguei a dar-lhe alguns créditos acompanhando o confrade “numérico” que logo se desvaneceram com a sua verborreia chã, balofa, perversamente acutilante, dirigida a amigos de mistura com louvores a outros, aparentemente para provocar uma cisão...
Coisa reles... Tão reles e fraca quanto era o velho e desengonçado Morris 10, um automóvel usado para o serviço exclusivo dos Directores de Serviço da CMP, há 50 anos atrás, hoje substituído por Mercedes e Audis...
Era uma coisa fraquita, muito embora o seu símbolo fosse um Touro... “gripavam” facilmente e partiam com grande frequência as molas e semi-eixos; tb. pegavam mal a quente e a frio muito mais, não dispensando a manivela...

Curiosamente, encontro realmente muitas afinidade entre esse velho modelo de Birmingham e a sua pessoa! E porque os conselhos são gratuitos, dou-lhe um. Vá-se tratar depressa, pois corre o risco de expedir mais depressa do q. julga, marchando para o tal Reino dos pobres-de-espírito a uma velocidade bem superior à que o seu Morris atinge! Cá para mim terá areia a mais no carburador, ou partiu o distribuidor!
Outro ainda. Não pense em ir aos Açores, pois por lá ainda se caça a varapau e bem podem confundi-lo com um coelho peçonhento! Ali, mesmo em república, os D’Ávila tem ainda muita influencia!

M.M. Magalhães

Resposta

Link directo:

re: Brasão

#37022 | tfp | 03 Mar 2003 14:28 | Em resposta a: #37017

Caro M.M. Magalhães,

Não tive oportunidade, por terrível distracção, de lhe agradecer as informações anteriores, facto pelo qual peço que me desculpe.

Com os melhores cumprimentos

Tiago Faro Pedroso

Resposta

Link directo:

re: Brasão

#37026 | magalp | 03 Mar 2003 14:49 | Em resposta a: #37022

Caro Tiago

Não tem de quê. Era o que tinha muito à mão e pude consultar.

Abraços
MM

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#37044 | Cascais | 03 Mar 2003 18:07 | Em resposta a: #36970

Caro Alexandre

Ser atropelado por um bólide até causa uma certa honra, o pior são os carochas a precisar de ir à inspecção, que circulam em contra mão, a alta velocidade e sem travões à altura.

Sobre essas figuras míticas (dragão e unicórnio) representadas neste brasão, ainda hoje não alcanço o significado.
Já sobre as cinco condecorações que adornam o escudo, posso adiantar quatro delas; Grã Cruz O. de Isabel a Católica; Comenda da O. de Carlos III; Comenda da O. de Cristo; e Torre e Espada. Estas informações interessam mais ao Tiago, mas aqui ficam.

Um abraço,
Zé Duarte

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#49860 | magalp | 16 Out 2003 12:47 | Em resposta a: #32901

Vasco

E os Brito e Cunha tb. têm imponente jazigo perpétuo na Lapa, claro, não fossem eles netos da mais distinta vítima da Alçada, no tenebroso catafalco da Praça Nova, em 1828...
É um enigma para mim a razão pela qual António Benardo B.C. não embarcou na "Belfast", com destino a Inglaterra, pois o relevo q. tinha como influente liberal, justificaria lugar marcado naquela fragata... se calhar alguém lhe tomou o lugar!

Claro q. o Professor Agostinho Álvares Ribeiro é primo direito do Arq. Luís Gonzaga (Guizé), mas o seu ramo - Sousa Guedes Álvares Ribeiro (ANP/1985 III/II, pg. 137), é o único q. não é mencionadao aqui na BD.
Se calhar GP também tinham acções da "Companhia Velha" e não esqueceram da célebre venda de há 40 anos! lol lol
Outro abraço
Manel

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#58115 | manuel silveira | 16 Fev 2004 17:52 | Em resposta a: #32907

Caro Rafael Carvalho e demais Conforenses:

1 - Por acaso não sabem se há alguma edição nova e corrigida da obra “Portocarreros do Palácio da Bandeirinha” que citou, da autoria de Manuel Abranches de Soveral (a primeira é de 1997, parece..)?

2 - Ou já agora se conhecem obra, além das “Casas Armoriadas do concelho dos Arcos de Valdevez” de Manuel Novais e outros, em que se estabelece a relação dos “Portocarrero”, da “Bandeirinha” (que também tinham Casa em Melres, de que não lembro o nome, mas que era ligado a morgadio, bem como à Torre de Portocarreiro e Paço de Pombal, o que cito de memória) com os “Araújo e Gama ("Souza e Castro)”” da Casa do Terreiro ou «do Conselheiro” em Arcos de Valdevez, que agora pertence à Câmara Municipal e também foi pertença dos “Portocarrero” e do Visconde de São Paio dos Arcos, que tinha os apelidos supra, (aliás os Sousa e Castro tinham também a Casa da Veiga, se não confundo, no mesmo concelho?).


Cumprimenta-os e agradece,

16.02.2004 + Manuel Silveira

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#58117 | jpcmt | 16 Fev 2004 18:22 | Em resposta a: #58115

Caro Manuel Silveira:

No "site" do Dr. Manuel Abranches de Soveral há uma "errata e aditamentos" aos "Portocarreros do Palácio da Bandeirinha".

Cumprimentos,
J. de Castro e Mello Trovisqueira

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#58158 | MSPAGraça | 17 Fev 2004 13:18 | Em resposta a: #58115

Caro Manuel Silveira

Para além das «Emendas e Aditamentos», citados por J. de Castro e Mello Trovisqueira, há ainda um pequeno opúsculo de António Monteiro Novais Sanhudo de Portocarreiro, intitulada «"Portocarreros do Palácio da Bandeirinha" uma leitura atenta : análise crítica de genealogia e heráldica». Marco de Canaveses: Papelaria Santo António, 1998 (39 p.), onde se fazem diversas críticas e adiantamentos ao trabalho de Manuel de Abranches Soveral.

Melhores cumprimentos
Manuel Azevedo Graça

Resposta

Link directo:

RE: Brasão

#253151 | Samuel C O Castro | 14 Abr 2010 17:50 | Em resposta a: #58115

Prezado Manuel Silveira e demais colegas,

Saberia me dizer se o interessante relato que está aqui em http://books.google.es/books?id=nu0vAAAAYAAJ&pg=PT41&dq=%22dami%C3%A3o+lemos+castro%22&lr=&hl=pt-BR&cd=162#v=onepage&q=maria%20rita%20de%20sampayo%20da%20cunha%20e%20castro&f=false sobre a Maria Rita de Sampayo da Cunha e Castro, da Casa da Bandeirinha, tem algo há ver (relação de parentesco) com os Araújo e Gama (Souza e Castro", que referiste em sua mensagem de 16-02-2004 ? Saberiam me dizer a ascendência dela?

Agradeço a atenção de todos. Fraterno abraço.

Samuel de Castro

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 27 Dez 2014, 15:04

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen