Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

Este tópico está classificado nas salas: Pessoas | Famílias | Regiões | Brasil

Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#59152 | ncouto | 29 Fev 2004 10:51

Busco informações sobre a família de Vitorino Cordeiro do Couto, natural da Ilha Terceira (Açores), que deve ter nascido por volta de 1840. Veio para o Brasil como construtor de pontes e túneis ferroviários. Era casado com Antonia Lucia Lisboa do Couto, não posso precisar se casou-se na Ilha Terceira ou no Brasil.

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#122876 | fatimaV | 16 Jul 2006 05:05 | Em resposta a: #59152

Sr.
Tenho antepassados com esse sobrenome João Gonçalves do Couto que se casou com Francisaca Máxima e teve um filho com o mesmo nome do pai, que por sua vez se casou co Maria do Espírito Santo. Curiosamente o nome da filha não tem o sobrenome dos pais ; Gertrudes Rosa do Carmo, nascida em 09/01/1862. a Gertrudes nasceu em Ribeirinha, Terceira. Não tenho informação do 1º João Couto nem seus antecedentes.
Atenciosamente,
Fátima

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#162462 | adricouto | 12 Jul 2007 02:10 | Em resposta a: #59152

Tb busco informações sobre o casal Vitorino Cordeiro do Couto e sua mulher Antonia Lucia Lisboa do Couto. Meu bisavô- Celso Cordeiro do Couto era irmão do Sr Vitorino. Nascido na região do rio Paraibuna no RJ, por lá meu bisavô se casou, criou os filhos, e era o administrador das 3 fazendas de café sob propriedade da famía. Por volta de 1907, qdo meu avô-Elpidio Cordeiro do Couto estava com aprox 11 anos, houve uma forte crise do café e a família perdeu as fazendas. Alguns vieram para Minas, estando meu avô entre eles.
Tenho muita vontade de conhecer a origem e história da minha família. Desde criança sempre enfatizaram que o nosso sobrenome é "do Couto", pois a família "Couto" se distingue da nossa.
Sou brasileira e ficarei muito agradecida por informações.
adricouto

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#162730 | ngcouto | 14 Jul 2007 23:52 | Em resposta a: #162462

Prezada ADRICOUTO

Os dados que consegui reunir até hoje sobre meu bisavô, Vitorino Cordeiro do Couto, casado com Antônia Lúcia Lisboa do Couto são os seguintes:

Vitorino era português, oriundo da Ilha Terceira, nos Açores.
Veio para o Brasil como construtor de pontes e túneis para a Estrada de Ferro Central do Brasil, tendo sido incumbido da execução das pontes sobre o Rio Paraibuna, entre Serraria e Juiz de Fora, e também de túneis.

Trabalhando nesse trecho, tornou-se enamorado da região, organizando fazendas de sua propriedade, tais como a de “Santo Antonio”, “São Fidelis”, “Rio das Pedras” e “Três Ilhas”, todas importantes pelas suas plantações.

Entre Cotegipe (hoje distrito de Simão Pereira) e a Fazenda “Santo Antonio”, o trajeto era feito em bondes puxados por cavalos.

Com minha bisavó, Antônia Lúcia, teve os seguintes filhos:

• Avelina, casada com o Marechal Manoel Rodrigues Campos, que, dentre outros cargos,foi diretor da Escola Militar do Realengo, no Rio de Janeiro.
• Maria do Carmo, casada com o Capitão Luiz Belo Lisboa, professor militar do exército.
• José Ayres do Couto, advogado e delegado de Polícia no Rio de Janeiro. Concluiu sua carreira como Magistrado, em Minas, na região da Zona da Mata.
• João Ayres do Couto, influente comerciante de café, o primeiro dos Couto a residir em Itapecerica, em data anterior a 1903.
• Celso Cordeiro do Couto, funcionário da Central do Brasil, chefe de numerosa família, educou dignamente seus filhos, tornando-os estimados e respeitados na sociedade, em Minas e São Paulo.
• Alberto Cordeiro do Couto, meu avô, nasceu em 12 de julho de 1876, na antiga Rancharia, hoje Simão Pereira. Estudou no Rio e em São Paulo, tendo feito o curso de engenheiro topográfico-agrimensor na Escola Politécnica do Rio de Janeiro, passando logo a trabalhar como topógrafo para o Governo Federal, demarcando ferrovias, dentre elas a que chegou até Itapecerica. Em Itapecerica casou-se com Maria da Conceição de Araújo Couto. Morou em Divinópolis de 1923 a 1929, fundando uma escola noturna para adultos. Em 1933 lutou para a continuidade da Escola Normal “Imaculada Conceição”, em Itapecerica, contando com a confiança e ajuda de amigos que lhe emprestaram recursos, trocados por “debêntures de quinhentos mil réis”. Vovô Beto foi o guardião, diretor e professor da Escola Normal “Imaculada Conceição” até sua morte em agosto de 1948.
Teve 15 filhos, dos quais conheci 11, sendo meu pai, Alberto Couto Filho o mais velho, nascido em Itapecerica em 1909 e falecido em 1979. A única filha viva do vovô Beto é tia Concita, atualmente morando em Itapecerica.


ADRICOUTO, acredito que estejamos falando da mesma família, porém, no seu relato, Celso Cordeiro do Couto seria irmão do Vitorino Cordeiro do Couto, contrariando as informações acima, que indicam ser o Celso filho do Vitorino.

Os meus registros indicam que o Celso Cordeiro do Couto teve, entre outros, um filho chamado Vitorino que casou com Iracema e teve 6 filhos (Benjamim, Ivo, Elpidio, Alaíde, Zilda e Conceição).


Nasci e moro em Petrópolis, RJ, e gostaria de receber comentários seus sobre os meus “históricos genealógicos”. Meu e-mail: ncouto@metrofer.com.br


Atenciosamente,

Nelson Guedes Couto

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#162774 | adricouto | 15 Jul 2007 19:15 | Em resposta a: #162730

Caro Nelson,

Estamos, mesmo, falando da mesma família. Cf descrevi na msg que lhe enviei ao e-mail particular, sou filha de Jorge Malaquias do Couto, e neta de Elpídio Cordeiro do Couto. Nasci e moro em BH, e espero que possamos trocar muitas informações sobre "nossos" históricos genealógicos.

um abraço,

Adriana Carvalho do Couto

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#269766 | Andreza Couto | 03 Fev 2011 05:56 | Em resposta a: #162774

estava procurando algumas coisa a familia couto e acabei emcontrado o comentarios de vcs.
eu tabm sou da familia couto,so nao sei e da mesma familia.
meu avô se chamava Taparaiaz Couto.
e meu Nome e Andreza Santos Couto.^^

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#270400 | ngcouto | 11 Fev 2011 01:18 | Em resposta a: #269766

ANDREZA,

CERTAMENTE NÃO SOMOS DO MESMO RAMO DA FAMÍLIA COUTO, POIS NÃO IDENTIFICO NA ÁRVORE GENEALÓGICA QUE CONSEGUÍ MONTAR ATÉ O MEU TRISAVÔ, JOÃO JACYNTHO DO COUTO, NENHUMA PESSOA COM O NOME DE SEU AVÔ.

O MEU RAMO DOS COUTO VEIO DA ILHA TERCEIRA DE SÃO MIGUEL DO ARQUIPÉLAGO DOS AÇORES, ACREDITO QUE POR VOLTA DE 1840.

LAMENTO NÃO PODER AJUDAR E DESEJO BOA SORTE NAS SUAS PESQUISAS.

NELSON COUTO

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#305680 | dionea | 12 Mai 2012 16:11 | Em resposta a: #59152

Eu estou agora pesquisando sobre meu av^` do Couto. Encontrei muito no site famuily search. Na verdade quase tudo. So faltou a cidade de origem. Mas como no site encontrei a data de casamento terei agora a vista nos documentos que e ele entregou para a habilitaáo de casamento. No Arquivo nacional do rio dejaneiro tendo a data do casamento encontrara os documentos. A data do casamento, como filiaçao e ano de nascimento pide ser localizado no familysearch.

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#305681 | dionea | 12 Mai 2012 16:18 | Em resposta a: #269766

Andze, eu tb busco a cidade de meu avo que veio para o brasil entre 1905 a 1908 ou 09. Ja sei que o sobrenome do Couto é muito comum em todo portugal. Mas creio que o meu avo veio das aldeias do norte. O nome do pai dele era Marcelino do couto e a mae Maria de oliveira. sei que ele tinha uma irma de nome Clara. Busco pessoas portuguesas de familia do couto cujo bisavò se chame Marcelino do couto. Nao creio que seu avo seja irmao do meu. mas quem sabe, né?Que tenhamos sorte em niossa pesquisas

Resposta

Link directo:

RE: Familia Couto - Ilha Terceira - Açores

#305689 | joseccouto | 12 Mai 2012 17:11 | Em resposta a: #305680

Caros Confrades, já experimentaram consultar a obra do Dr. Jorge Forjaz, "Genealogias da Ilha Terceira"? É uma obra com nove volumes. Sei que nesta obra de que vos falo o apelido Couto, vem bastante desenvolvido, no entanto não está lá tudo. É uma questão de aprofundarem um pouco mais as vossas investigações e irem consultando as "Genealogias da Ilha Terceira".
Boa Sorte,

Um Abraço,

José Carlos Couto

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 28 Dez 2014, 03:05

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen