conde de Regalados

Este tópico está classificado nas salas: Títulos | Famílias | Direito

conde de Regalados

#156526 | abreu.pms | 18 Mai 2007 12:32

Quem é hoje o Titular desse titulo?

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#158811 | MPA00 | 08 Jun 2007 00:23 | Em resposta a: #156526

Caro Abreu.pms

Não obstante haver confrades mais habilitados do que eu neste fórum para esclarecer esta matéria, de forma a que não fique sem uma resposta, ficam os seguintes esclarecimentos:

Pedro Gomes de Abreu, senhor de Regalados e de toda a casa de seu Pai, perdeu tudo, por se passar a Castella, em 1640, e lá o fez D.Philippe IV, conde de Regalados.
Revertendo estes senhorios à coroa, D. João IV os deu a D. Gastão Coutinho, governador da Provincia do Minho, capitão geral de Tangere, e comendador de Caldellas; porem os irmãos de Pedro Gomes de Abreu, que se conservaram fieis á sua patria, se oppozeram a esta doação, ficando D. Gastâo só com o senhorio de Regalados.
(D. Gastão era tambem descendente dos antigos senhores de Regalados, por ser 3º neto de Lopo Gomes de Abreu senhor de Regalados e Valladares)

Melhores cumprimentos

Miguel Pinto de Abreu

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#159891 | DD | 18 Jun 2007 16:23 | Em resposta a: #158811

Caro Miguel Pinto de Abreu,vi que respondendo às dúvidas de Abreu.pms, informa que Lopo de Gomes de Abreu era senhor de Regalados e Valladares.
Suponho que se está a referir ao antigo concelho de Valadares, hoje freguesia do concelho de Monção.
Ora sendo Valadares da Casa do Infantado ( instituida por D.João V) agradecia como ficou a ser seu senhorio, sendo certo que ali existiam outras Casas, entre elas as os Mendonça Machado de Araújo que, também ali, tinham senhorio.
Muito agradecia que me ajudasse a decifrar este assunto.
Com cumprimentos e grato,Dario Rocha.

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#159903 | MPA00 | 18 Jun 2007 17:33 | Em resposta a: #159891

Caro Dario Rocha

D. João IV, por alvará de 11 de Agosto de 1654, instituiu a Casa do Infantado, em favor do filho segundo dos nossos monarcas, e fez lhe doação nesse mesmo ano, dos bens sequestrados ao marquês de Castelo Rodrigo e a outros fidalgos, que também haviam seguido o partido de Espanha. O primeiro senhor da Casa do Infantado foi o infante D. Pedro, mais tarde rei D. Pedro II. Esta casa, que se tornou mais grandiosa pelos rendimentos, honras e privilégios, extinguiu-se em 1834, tendo sido D. Miguel o seu ultimo proprietário.
Suponho que o senhorio de Valladares terá sido retirado aos Abreus senhores de Regalados após a passagem a Espanha do seu ramo primógenito, e integrado os bens da Casa do Infantado em 1654.

Melhores cumprimentos

Miguel Pinto de Abreu

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#159923 | Abreu Coutinho | 18 Jun 2007 20:01 | Em resposta a: #156526

Na minha modesta opinião quem terá a representação genealógica do Senhorio de Regalados e o respectivo título, provavelmente é quem for detentor da chefia do nome e armas dos “Abreus”.

Com os meus cumprimentos,

João de Abreu Coutinho

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#159966 | MPA00 | 19 Jun 2007 00:08 | Em resposta a: #159891

Caro Dario Rocha

Em correcção ao anteriormente esposto relativo a estes antepassados Abreus senhores de Valladares:

Entraram no senhorio de Valladares os Abreus, sendo o 1º, Vasco Gomes de Abreu, senhor da casa, torre e couto de Abreu, em Merufe, alcaide -mór de Lapella, Melgaço e Castro Laboreiro, em tempo de D. Pedro I e de seu filho D. Fernando I. Nas guerras que houve entre Portugal e Castella (por causa das pretenções de D. João I de Castella, com fundamento de ter casado com D. Beatriz, filha de D. Leonor Telles de Menezes) este Abreu, não quiz entregar ao nosso D. João I, em 1385, o castello de Melgaço, onde se achava, pelo que o rei portuguez lhe tirou o senhorio de Valladares e outros.
(Vasco Gomes de Abreu, era parente de D. Aldonça de Vasconcellos, mãe da rainha D. Leonor Telles de Menezes, e, por isso seu partidário)

Na freguesia de Merufe ha uma torre (que foi coutada) com uma aldeia chamada Pica de Abreu (Pinheiro de Abreu) solar dos Abreus, dos quais e desta torre já se acham noticias no tempo do conde D. Henrique.
Era então senhor da Pica, Gonçalo Rodrigues de Abreu, que foi vassalo, e companheiro do conde nas suas batalhas, e de seu filho, Lourenço de Abreu, senhor do mesmo couto, que se achou com D. Afonso Henriques na batalha de Arcos de Vez, em 1129.
Foi este Lourenço de Abreu, que por ordem de D. Afonso Henriques, construiu o castelo e torre de Lapella, contra os gallegos.
Este couto foi do marquez de Tenorio, e cada morador lhe pagava, um alqueire de cevada. (veio à casa de Tenorio, por aquele marquez ser neto de D. Maria de Abreu de Noronha, condessa de Crescente)
A alcaidaria- de Lapella, andou na casa dos Abreus de Merufe, até que a venderam ao Marquez de Vila Real, que a perdeu, com a vida, em 1641, por traidor à patria.
Entre as muitas e grandes quintas que os Abreus tiveram nesta ribeira, tinham tambem foros em Villa-Bôa e Valladares, com titulo de direitos reaes.
De Lourenço de Abreu, foi filho e herdeiro, Gonçalo Rodrigues de Abreu, rico-homem de D. Sancho I e de D. Afonso II, e se achou na tomada de Elvas, em 1225.
Dos Abreus de Meruffe procedem os Abreus da Torre da Grade (ver tópico Abreus da Grade), os da casa de Anquião em Fornellos, de Ponte do Lima, os de Atães de
Moure, os do Sol, os morgados da Tábua, os de Villar junto a Viseu, os da quinta de Cousinguem, os dos Arcos, os da Barca, os de Candoso e muitas outras familias nobres. Na India foram senhores de Fenapôr.
A casa dos Abreus Lima, ramo dos que foram alcaides-mor de Lapella e senhores de Regalados, é a actual do Ameal.
Os Abreus da casa de Anquião procede de D. Rodrigo de Mello Lima, senhor comendatário de Refojos de Lima, filho segundo de D. Leonel de Lima, 1º Visconde de Vila Nova de Cerveira.
D. Rodrigo deu a casa de Anquião a sua filha, D. Joanna de Mello, que casou com João Gomes de Abreu, filho segundo de Leonel de Abreu, senhor de Regalados.

Melhores cumprimentos

Miguel Pinto de Abreu

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#160076 | DD | 19 Jun 2007 19:09 | Em resposta a: #159966

Caro Miguel Pinto de Abreu
Agradeço sinceramente os utilissimos elementos históricos da Família Abreu Lima, que muito considero e respeito,recordando com muita saudade o Senhor Dr Gaspar de Abreu.
Grato e com os melhores cumprimentos
Dario Rocha

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#160079 | DD | 19 Jun 2007 19:17 | Em resposta a: #159903

Caro Isabel Roque
Repito os meus agradecimentos e rectifico o erro de escrita quando referi D.João V quando queria referir, na mensagem anterior D.João IV
Cordiais saudações de
Dario Rocha

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#336461 | mmalheiro | 08 Out 2013 16:28 | Em resposta a: #159966

Olá, boa tarde,

Chamo-me Maurício Malheiro e sou de Pico de Regalados. O nome do meu avô paterno era António Fernando de Jesus Abreu Araújo Malheiro (neto de Dona Barbara do Espirito Santo de Abreu Araújo Malheiro). O meu avô falava que a nossa familia tinha ligações aos Abreus de Arcos de Valdevez e Ponte de Lima. Estou a iniciar uma pesquisa genealógica e consegui obter o assento de nascimento da minha trisavó no arquivo Municipal de Vila Real. Tentrei obter o assento de nascimento da mãe, mas não consegui encontrar.
Mas o assunto que me fez responder a esta mensagem tem a ver com uma curiosidade: Sempre me intriguei com o nome da freguesia onde nasci - Pico de Regalados - Regalados deve ter a ver com os senhores de Regalados, mas Pico não faço a menor ideia. Relativo a relevo não pode ser pois a zona é plana. Existem duas lendas mas sem grande nexo. Ao ler o texto que escreveu reparei no nome de uma Aldeia - Pica de Abreu - Já encontrei registos relativos a Pico de Regalados onde se refere Vila da Pica. Será que os Abreus Senhores de Regalados deram o nome Pico de Regalados por causa da ligação deles a Pica de Abreu?

Cumprimentos,

Maurício Malheiro

Resposta

Link directo:

RE: conde de Regalados

#336489 | Cellanova | 09 Out 2013 10:42 | Em resposta a: #336461

Caro confrade,


À uns tempos encontrei os assentos dos Senhores de Regalados, depois Condes de Regalados. Estes não foram baptizados na dita paróquia, mas sim, numa outra, na jurisdição de Regalados (Coucieiro), ou seja, o senhorio englobava várias freguesias, de entre elas, Regalados.


Cumprimentos,
RMS

Resposta

Link directo:

conde de Regalados

#423357 | elodie424 | 17 Abr 2020 22:09 | Em resposta a: #336489

Boa tarde a todos,

iniciei recentemente uma pesquisa genealógica, e queria aproveitar este tópico para obter alguna ajuda.

A minha pesquisa termina num antepassado de nome Ana de Abreu, natural de Coucieiro, que terá nascido no final do século 17, sei que de alguma forma se encontra ligada à casa dos Abreus de Regalados, pois existe na minha família um anel com o Brazão dos Abreus que se transmite ao primogenito de cada geração.

Agradecendo desde já a ajuda que me possam falcultar.

Melhores cumprimentos para todos.

Resposta

Link directo:

conde de Regalados

#423360 | Cellanova | 18 Abr 2020 00:19 | Em resposta a: #423357

Boa noite,
Provavelmente deve ser algum colateral (primo ou primo-neto). A família dos condes já tinha falecido, quase toda sem geração, em Espanha. Segundo o testemunho do conde Francisco Gomes de Abreu, em 1651, só existia a geração do seu irmão Gaspar (que casou com a sua sobrinha, que era a senhora do Solar de Beja).
Cumprimentos,

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 05 Jul 2022, 00:36

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen