"Genealogia do Exército"

Este tópico está classificado nas salas: Arquivos

"Genealogia do Exército"

#188362 | FIGUEIRA | 14 Mar 2008 21:52

Notícia publicada hoje no jornal Metro (METRO - Portugal; Edição Lisboa/Sul; Sexta-Feira, 14 de Março de 2008, Ano 5, N.º 724), na pág. 2:

"»acontece hoje
(...)
Genealogia do Exército
PROJECTO Assinatura do protocolo entre o Banco Santader Totta e o Exército Português para o desenvolvimento de um projecto de genealogia, que prevê a digitalização de registos militares dos séculos XVIII e XIX. Às 17 horas, no Museu Militar - Estado Maior do Exército."

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188408 | FJMMP | 15 Mar 2008 01:30 | Em resposta a: #188362

Bravo, até que enfim. Vamos esperar.

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188422 | JoséSandeVasconcelos | 15 Mar 2008 03:56 | Em resposta a: #188362

Da página net do Exército:

"SANTANDER TOTTA PATROCINA PROJECTO DE GENEALOGIA DO EXÉRCITO PORTUGUÊS…
Decorreu em 14 de Março de 2008, no Museu Militar, em Lisboa, a Assinatura de um Protocolo entre o Banco Santander Totta e o Exército Português, para o desenvolvimento de um projecto de genealogia, que prevê a digitalização de todos os registos militares existentes no Exército, referentes aos séculos XVIII e XIX.

Este protocolo foi celebrado pelo Exmo. Presidente Executivo do Banco Santander Totta, Exmo. Sr. Dr. Nuno Amado, e o Comando do Exército através de S. Ex.ª o Chefe do Estado-Maior do Exército, General José Luís Pinto Ramalho, do qual resultará o desenvolvimento do projecto, que terá uma duração de cinco anos.

Este projecto de Genealogia permitirá a recuperação, manutenção e divulgação de todos as informações contidas nos registos militares existentes no Exército, relativos aos séculos XVIII e XIX, através da criação de uma base de dados, em suporte informático.

Para além do Banco Santander Totta, este projecto tem também o alto patrocínio institucional da Presidência da República, do Ministério da Defesa Nacional, do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, do Ministério da Cultura e da Fundação Calouste Gulbenkian. "

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#188447 | chartri | 15 Mar 2008 12:35 | Em resposta a: #188422

Meus caros

Sobre os Generais exitem já 3 volumes editados e que podem ser encomendados na livraria do Guarda Mor:

http://www.guardamor.com.pt/livro.php?id=334

http://www.guardamor.com.pt/livro.php?id=603

Sera uma "coisa" deste genero que ira ser feito para todos os outros postos, mas dispoinivel em formato digital. Mas lembro que não teremos a genealogia de cada militar, mas tão somente a digitalização dos registos militares. Verifiquei que os registos militares, mesmo os dos generais, estão, em muitos casos. muito incompletos.

Mas sera uma preciosa ajuda nos nossos estudos genealógicos. Ajuda que obtive consultando muitos destes registos quando elaborei o livro sobre a minha família. Hoje, para alguns dos generais meus antepassados o meu livro http://www.guardamor.com.pt/livro.php?id=965 apresenta a sua genealogia

Cumprimentos

Ricardo Charters d'Azevedo

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188448 | João Mamed | 15 Mar 2008 12:45 | Em resposta a: #188447

Caro Ricardo Charters d'Azevedo,

Gostaria de saber até que data estes livros se referem, ou para ser mais directo, gostava de saber se o meu tio-avô, general de cavalaria Julio Augusto de Oliveira é mencionado.

Obrigado pela sua atenção,

Com os meus cumprimentos,

joão mamede

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188466 | chartri | 15 Mar 2008 16:09 | Em resposta a: #188448

Meu caro João Mamede

Os livros só consideram os generais que o eram a data de 1910. Daí que não encontei o seu avô

tente ir ao Arquivo Histórico Militar no Museu Militar, com entrada pelo Largo de Santa Apólónia. Aí poderá solicitar o dossier dele e vê-lo dois dias depois

Cumprimentos

Ricardo Charters d'azevedo

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188468 | FJMMP | 15 Mar 2008 16:24 | Em resposta a: #188448

Caros Confrades

Sobre a genealogia militar, e sobre a história militar falta ainda fazer muito, principalmente de uma forma sistemática.

Falta por exemplo a história das diversas unidades militares, de uma forma agrupada. Por exemplo se quizermos saber quais eram as unidades militares que estavam em Santa Catarina, Brasil em 1790, e quais eram os seus oficiais, a pesquisa é um quebra cabeças muito difícil.

Já no que diz respeito a Ordenanças e Milicias o excelente livro "As Ordenanças e as Milícias em Portugal-Subsídios para o seu Estudo" de Nuno Gonçalo Pereira Borrego é uma obra que permite rapidamente conhecer as unidades militares deste tipo e os seus oficiais, facilitando o estudos das actividadee e acções que empreenderam.

Falta pelo menos fazer o mesmo para as unidades regulares do exército, ou seja a história dos regimentos de 1640 aos nossos dias. Se as campanhas na Europa se encontram mais ou menos descritas, não obstante as fontes serem muito variadas e nenhuma suficientemente exaustiva, já sobre os regimentos e outras unidades que foram enviadas para as Colónias as informações são relativamente escassas no que se refere aos séculos XVII, XVIII e XIX.
A história dos "fazedores e soldados do Império" ainda tem muito por fazer.

Tenho dois antepassados, meu quinto e quarto avô, cuja história militar estou a fazer e sei as dificuldades que tenho encontrado. Meu quinto avô passou por Santa Catarina, Rio Janeiro, Macau, Diu, e outros territórios. Não obstante a documentação que existe, e figurar no referido "Livro dos Generais", ainda tenho muitas lacunas no percurso.

O mesmo se aplica ao filho que entre ser alferes no Batalhão do Imperador D. Pedro I em Montevideu em 1826, e Tenente Coronel do exército real em Diu em 1840, existe um percurso que ainda não consegui reconstituir.

Com os meus cumprimentos

Francisco de Melo Parente

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército&a

#188471 | manuelr | 15 Mar 2008 16:55 | Em resposta a: #188468

Caro Francisco de Melo Parente

Sobre as Unidades Militares (falo pelo Exército), penso que não existe nenhuma que não tenha a sua História feita e entregue em publicação na Região Militar respectiva, sendo o Anuário (de eleboração obrigatória) a actualização permanente da História da Unidade.
Quanto a mim não será muito pacífia a forma como uma Unidade é herdeira do espólio e tradições de uma Unidade extinta, mas é um princípio e evita o esquecimento do que foi a História da Unidade extinta, porque assumida pela herdeira.
Da História da Unidade constam sempre os locais onde esteve aquartelada, os Combates que travou, as menções e condecorações que teve e normalmente os Comandantes. Com a realização dos Anuários, passaram a constar o nome dos Oficiais, Sargentos e Praças, assim como os factos mais relevantes desse ano.
No Arquivo Histórico Militar existe um Índice com o nome dos Oficiais (não sei de que postos haverá mais), onde pode ser consultado o seu Processo (inclusivé Batalhas onde esteve, ferimentos que teve, etc.).
No que respeita ao Ultramar, embora tivessem que ser feitos relatórios de qualquer acção anti-terrorista (não sei falar de outra maneira), não sei como isso foi tratado, coligido ou sequer compilado para tratamento histórico.

Cordiais cumprimentos
Manuel da Silva Rolão

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exércitoa

#188481 | FJMMP | 15 Mar 2008 18:11 | Em resposta a: #188471

Caro Manuel da Silva Rolão

As Unidades Militares existentes têm de facto os Anuários, e mantêm a espólio da Unidade extinta.

Não tenho a certeza que todas as extintas sejam representadas por Unidades Militares actuais, nomeadamente as que se deslocaram para territórios ultramarinos nos séculos XVII, XVIII e XIX.

Sei que no Brasil algumas Unidades Militares existentes se consideram herdeiras e representantes de Unidades militares do tempo colonial, no entanto mantenho que a História das Unidades Militares não está feita de uma forma sistemática.

Alguns exemplos, quem representa actualmente o 1º e 2ºs regimentos de Linha do Rio de Janeiro existentes em 1822? ou a Divisão dos Voluntários do Princípe Regente, colocada em Montevideu, e que terá sido a última Unidade a ser evacuada da América do Sul após a independência do Brasil?

Falta de facto fazer escrever de uma forma organizada a Históra das nossas Unidades Militares do Exército entre 1640 e a actualidade.

Da guerra colonial, 1961 a 1974, já existem váriasde dos períodos das duas guerras mundiais já existem vérios livros publicados com a identificação colocação e movimentação das nossas Unidades do Exército.

Com os meus Cumprimentos

Francisco de Melo Parente

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188486 | João Mamed | 15 Mar 2008 18:42 | Em resposta a: #188466

Caro Ricardo Charters d'Azevedo,

agradeço imenso a sua mensagem e o seu tempo.

Meus cumprimentos,

joão mamede

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#188500 | Mavasc | 15 Mar 2008 21:17 | Em resposta a: #188466

Caro Ricardo Chartes

Procuro Luís de Albuquerque, General de Brigada,
* 06.07.1838 + 29.08.1901, casou com Virgínia Júlia de Castilho.

Por acaso há alguma menção?

Com os meus melhores cumprimentos

Maria Benedita

Resposta

Link directo:

Genealogia Militar

#188529 | FJMMP | 16 Mar 2008 01:09 | Em resposta a: #188500

Cara D. MAria Benedita

O General de Brigada Luís de Albuquerque vem mensionado no livro "Os Generais do Exército Português", II Vol. II Tomo, pág 321 ref. 19-1331.

Se estiver interessada posso-lhe enviar uma cópia ´do conteúdo por correio electrónico.

Com os meus cumprimentos

Francisco de Melo Parente

Resposta

Link directo:

Genealogia do Exército - Gen. Luis de Albuquerque

#188531 | chartri | 16 Mar 2008 01:24 | Em resposta a: #188500

Cara Maria Benedita

"Luis de Albuquerque
General de Brigada (1838-1901)
Nasceu a 6 de Julho de 1838 e faleceu a 29 de Agosto de 1901.
Oficial de Cavalaria, assentou praça em 3 de Fevereiro de 1854, tendo sido sucessivamente promovido: a Alferes a 23 de Agosto de 1867; a Tenente, em 15 de Abril de 1874; a Capitão, em 20 de Abril de 1881; a Major, em 23 de Abril de 1890 e a Tenente Coronel, em 9 de Março de 1890. Foi-lhe concedida a antiguidade de Coronel a 14 de Dezembro de 1894, quando foi reformado a 16 de Setembro de 1895 com a graduação de General de Brigada.
Foi agraciado com o Grau de Oficial da Ordem de S. Bento de Avis e com a Medalha Militar de Prata, da Classe de Comportamento Exemplar.
(AHM-DIV/3/7/572, 1065, 1714, 1818)"

Cumprimentos

Ricardo Charters d'Azevedo

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército - Gen. Luis de Albuquerque

#188544 | Mavasc | 16 Mar 2008 08:58 | Em resposta a: #188531

Caro Ricardo Chaters

Bem-haja pela informação que me disponibiliza.

Com os meus melhores cumprimentos

Maria Benedita

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia Militar

#188545 | Mavasc | 16 Mar 2008 09:03 | Em resposta a: #188529

Meu caro Francisco de Melo Parente

Muito lhe agradeço a disponibilidade. O confrade Ricardo Charters enviou a informação que consta da mensagemda 1h e 24 m. Se tiver mais qualquer coisa muito agradecia que enviasse para beneditavasconcelosarrobahotmail.com

Com os meus melhores cumprimentos

Maria Benedita

Resposta

Link directo:

para conhecimento

#188865 | alentejo | 19 Mar 2008 04:12 | Em resposta a: #188362

a montanha vai parir um rato

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#188866 | alentejo | 19 Mar 2008 04:20 | Em resposta a: #188447

Caro Ricardo Charters d'Azevedo,

Os livros dos Generais que refere deveriam ser apreendidos e os "organizadores" levarem umas chibatadas na parada, à moda do séc. XIX. Se fôr preciso fundamento aqui os "porquês", tenho todas as entradas anotadas, corrigidas e aumentadas. Contar botas no Grafanil é uma coisa, fazer biografias de Generais é outra.

Um forte abraço do

NB

Resposta

Link directo:

RE: para conhecimento

#188872 | pbrehm | 19 Mar 2008 08:04 | Em resposta a: #188865

Caríssimos,

Desconheço o projecto em causa, pelo que me abstenho de o comentar. No entanto sinto que devo aqui partilhar a minha (boa) experiência neste domínio.
Alertado pelo confrade Ricardo Charters d'Azevedo, que fez o favor de me ter enviado cópia da página do livro dos Generais onde constava a referência a meu bisavô Silvério Pereira da Silva, fui ao Arquivo Histórico Militar para tentar obter mais informações. Efectivamente lá estava o dossier, onde pude descobrir muitos dados biográficos importantes para a pesquisa que estou a levar a cabo. Descobri também algumas incorrecções (poucas) e imprecisões, mas nada além do que também é normal e frequente encontrar nos registos paroquiais e outras fontes genealógicas. As pistas que esses documentos me revelaram permitiram-me levar as pesquisas a outras direcções e fontes. Além disto, aproveitei as horas naquele Arquivo para pesquisar outros antepassados que sabia terem sido oficiais do exército e lá estavam. Penso que a genealogia é isto mesmo e todo o trabalho com vista a facilitar a pesquisa é sempre de louvar. Talvez a designação deste proecto devesse ser mais no campo da biografia do que genealogia mas isso não lhe retira importância como fonte genealógica.

Cumprimentos,
Paulo B rehm

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#188878 | chartri | 19 Mar 2008 11:23 | Em resposta a: #188866

Meu Caro Nuno Borrego

Concordo consigo, até porque fui prof civil na Academia Militar....

mas temos de perceber que a única coisa que fizeram foi a "leitura" dos registos militares e não procuram "ir mais longe". Perguiça? Por outro lado não pedem muito dinheiro por eles....

Mas como local que nos dá pistas para pesquisar, serve. Foi assim que o utilisei para apoio á elaboração do meu livro "Villa Portela..." Até nos dá prazer ver que fazemos melhor , bastando "trabalhar" um pouco mais.

Tambem encontrei algumas deficiencias no Dicionário Biográfico Parlamentar editado pela Assembleia da República e coordenado pela Filomena Monica. E aqui a responsabilidade é bem maior.

Ja agora gostava de o felicitar pelo recem publicado 1º Vol das Habilitações das Ordens Militares (http://www.guardamor.com.pt/livro.php?id=999). Muito útil: encontrei, por exemplo, uns avós, que sabia naturalmente da sua existencia, mas não tinha os nomes. Tal me permitiu fazer a ligação de dois ramos da minha família um de Porto de Mós e outro de Ansião: uns Pinto do Rego com uns Cêa, ou Ceia. Não pude ir a apresentação pos estava nesse dia em Bruxelas. Para quando os outros volumes?

Cumprimentos amigos
Ricardo Charters d'Azevedo

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#188950 | JAVSO | 19 Mar 2008 22:23 | Em resposta a: #188878

Caro Ricardo Charters de Azevedo

Antes de mais, as minhas felicitações pelo seu excelente livro.

Peço desculpa por esta intomissão, mas a referência ao Dicionário Biográfico Parlamentar, que foi editado pela Assembleia da República, coordenação de Filomena Mónica, além de tratar por forma desiquilibrada dos vários parlamentares, tem erros ou omissões, que detectei em relação a um dos meus bisavós maternos, que se chamava Manuel Baltazar Mendes Leite de Vasconcelos ou Manuel Baltazar Leite de Vasconcelos e a quem a mencionada obra se lembrou de chamar "Manuel Mendes Baltasar Leite Vasconcelos", repetindo, em poucas linhas, o nome dos pais. Talvez o tenha feito por, inicialmente, ter posto em primeiro lugar o nome da mãe e da segunda o do pai em primeiro lugar. Omitiu o partido a que pertencia e, referindo-o como juiz de Felgueiras, lugar que, efectivamente, só exerceu como substituto, omitiu, ainda, que foi presidente da câmara municipal de Felgueiras. Ver Dicionário . . ., 16, vol. III, p. 1017.

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#188951 | JAVSO | 19 Mar 2008 22:25 | Em resposta a: #188950

Caro Ricardo Charters de Azevedo

As minhas mais sinceras desculpas pela falta de assinatura da minha mensagem

Com os meus melhores e mais cordiais cumprimentos,

José Alfredo Soares de Oliveira

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#188957 | chartri | 19 Mar 2008 22:58 | Em resposta a: #188951

Meu Caro José Alfredo Soares de Oliveira
Muito obrigado sobre a apreciação que faz ao livro de que sou co-autor.

Sobre os Dicionários, o Parlamentar e outros, tem sempre um defeito de não haver equilibrio no tratamento dos indivíduos. O tempo, e o material existente, dificultam a tarefa.

Cumprimentos

Ricardo Charters d'Azevedo

Resposta

Link directo:

RE: "Genealogia do Exército"

#198064 | jorge74 | 26 Mai 2008 19:54 | Em resposta a: #188422

Bem, então boa parte do serviço já está feito desde o ano passado com o arquivo on-line "Da Guerra Peninsular à Regeneração", do Arquivo Histórico Militar:

http://infogestnet.exercito.pt/infogestnet/default.aspx

Mas realmente, se puderem melhorar a qualidade de algum trabalho anterior, não faria mal a ninguém. Há coisas que parecem fotocópias das primeiras máquinas...

Jorge Quinta-Nova

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército

#198147 | correa | 27 Mai 2008 11:09 | Em resposta a: #188951

Caro Ricardo Charters de Azevedo

Onde poderei encontrar informações sobre o capitão Domingos de Azevedo Pereira

do Forte de S.Julião da Barra, cerca de 1680?

Meus cumprimentos e agradecimentos

A.Correia

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército - Gen. Luis de Albuquerque

#252409 | Augusto Tavares | 29 Mar 2010 13:21 | Em resposta a: #188544

Caríssima Maria Benedita,

Tenho ideia de já há tempos termos trocado mensagens sobre Luís de Albuquerque e sua mulher, mas não as encontro aqui no fórum. Consegue localizá-las? Já sabe qual a ligação de D. Virgínia Júlia com a família Castilho?

Cordiais cumprimentos,

Augusto

Resposta

Link directo:

RE: Genealogia do Exército - Gen. Luis de Albuquerque

#252421 | Mavasc | 29 Mar 2010 18:20 | Em resposta a: #252409

Caríssimo Augusto Tavares

Trocámos mensagens sobre o General Luís Albuquerque e seu irmão José no tópico "Recenceamento Eleitoral em Coimbra 1930"http://www.geneall.net/P/forum_msg.php?id=226489&fview=e
Minha prima Helena confirma a existência desse Tio-Avô, José, e diz-me que há um primo que tem todos esses elementos, mas, até agora, e apesar da minha insistência, nada me foi disponibilizado.
Mantenho, contudo, que terei todo o gosto em lhe facultar quaisquer elementos que encontre.

Com os meus melhores cumprimentos

Maria Benedita

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 07 Mar 2021, 11:24

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen