Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

Este tópico está classificado nas salas: Pessoas | Famílias | Regiões

Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199276 | Eliana Linhares | 05 Jun 2008 00:30

Caros Senhores
Procuro informações sobre imigrantes ingleses, mais especificamente Joseph Murat, que se casou no Porto em 1723.
Sei que o governo português mantinha uma vigilância severo sobre todos os estrangeiros.
Onde encontrarei dados sobre suas atividades comerciais?
Confesso que já acessei o site do Arquivo do Porto mas não tive sucesso em me fazer compreender.
Desde já obrigada,
Eliana Quintella de Linhares

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199282 | Jotarodrigues1979 | 05 Jun 2008 01:44 | Em resposta a: #199276

Como deve saber, Joseph Murat (por vezes escrito Muratt) casou na Feitoria Inglesa, a 08-05-1723, com Mrs. Anne Sergeant (talvez viúva ?). Tiveram pelo menos os seguintes filhos:
-Mary Elizabeth, b. 09-02-1724
-John , b. 08-04-1725
-Margaret, b 17-01-1730
-Richard, b. 02-11-1730
Peter, b. 28-04-1734

Este ultimo parece ter permanecido no Porto, pois há registos de diversos baptismos de filhos dum Peter Murat cerca de 20 e poucos anos depois do seu nascimento.

Joseph Murat tinha, possivelmente, um parente a residir no Porto, pois há baptismos de filhos de um John Queriol (?) Murat, casado com Lydia, em 1837-1839

Sugeria uma consulta aos Livros da Imposição do Vinho, onde poderá figurar como exportador ou mandatário de exportador.
Uma leitura da obra "Oporto Old and New", de Charles Sellers poderá trazer informações sobre a sua ocupação, mesmo que não tenha tido ligações à exportação de vinho.
Cumprimentos
Joao Stevenson Rodrigues

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199288 | mtt | 05 Jun 2008 02:57 | Em resposta a: #199282

Caro João Stevenson Rodrigues
Tenho ideia de me ter dito, em outro Tópico, que se interessava pela família Sandman.
Eis uma notícia que refere um dos seus membros:
---------------------------------------------------------
Chegada.– O vapor Falcão entrou ontem às 10 horas e meia da manhã vindo de Lisboa, conduzindo 40 passageiros; entre eles o exc.mo conde de Vinhais, e os snrs João Allen, e sua família; Joaquim da Costa Lima, e sua família; Fladgate, e sua senhora, e T. G. Sandman.
O Nacional, 21 de Agosto de 1847.
---------------------------------------------------------
Cumprimentos,
Manuel.

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199309 | Jotarodrigues1979 | 05 Jun 2008 09:44 | Em resposta a: #199288

Caro Manuel
Muito obrigado por mais essa "achega" biografica. O viajante devia regressar de Lisboa, talvez depois duma nova tentativa de conseguir apoio financeiro de sua irmã. Encontrei há dias uma carta que nos deixa ver que em Março desse mesmo ano tinha estado em Londres numa tentativa mal sucedida de refazer a vida comercial.
Cumprimentos
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199314 | Jotarodrigues1979 | 05 Jun 2008 10:23 | Em resposta a: #199276

Em aditamento à minha mensagem anterior, a firma H.T. Murat foi admitida como membro da British Association, do Porto, em 1882.
Por outro lado, foram admitidos como membros "individuais" da British Association: Henry T. Murat : em 1875
John H.Q. Murat : em 1900
Estes dados foram obtidos em apêndices do livro "The Factory House at Oporto", por John Delaforce. (Christopher Helm Publishers Ltd, Bromley, Kent - 1979)
Naquela obra nada mais consta sobre aquela firma/pessoas, mas o facto de serem membros da British Association - Factory House mostra, com pequenissima margem de erro, que estariam envolvidos na exportação de vinhos.
A consulta dos "Livros da Imposição do Vinho" ou dos arquivos da Feitoria poderá trazer alguns dados mais interessantes.
Se tiver acesso à obra "Baco & Hermes", de António Barros Cardoso (que de momento não tenho disponível) poderá confirmar se eram de facto negoiantes de vinho e qual a sus importância (tem inúmeras estatísticas).
Cumprimentos
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199407 | Eliana Linhares | 05 Jun 2008 20:48 | Em resposta a: #199282

Caro Sr. João Stevenson Rodrigues.
O queme interessa mesmo são as atividades comerciais de Joseph Murat.
Seus filhos e netos já são meus velhos conhecidos.
Como sou brasileira e moro no Rio de Janeiro pergunto:
Esses livros da Imposição do Vinho estão acessíveis na Internet?
Seria uma maravilha.
Procurarei ver se encontro por aqui "O Porto Old and New".
Confesso que já andei indagando em diversas Bibliotecas e Sociedades de Portugueses e não tive sorte.
Muitíssimo obrigada por suas indicaçoes.
Eliana Quintella de Linhares

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199409 | Eliana Linhares | 05 Jun 2008 21:01 | Em resposta a: #199314

Caro Sr. João S. Rodrigues

Obrigada por mais essas informações.

Henry Tute Murat e John Henry Queriol Murat são neto e bisneto de Peter Murat.
Que a família comercializava com vinho eu já desconfiava.

Verei como obter ou consultar esses livros.
Mais uma vez obrigada.
Eliana

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199421 | mtt | 05 Jun 2008 21:54 | Em resposta a: #199309

Caro João Stevenson Rodrigues
Penso que deve considerar a hipótese de o viajante provir de Londres.
O chamado paquete do norte, que trazia passageiros do Havre de Grace e de Inglaterra (Plymouth?), não entrava na barra do Douro; apenas pairava ao largo, à espera da lancha que lá ia levar e receber a mala do correio, e algum destemido viajante que se arriscasse ao transbordo em precárias condições.
Foi devido às condições do mar serem inapropriadas a esta operação que o seu bem conhecido arcebispo “in partibus infidelis” ficou em terra, quando pretendia seguir para Londres, onde prosseguiria a carreira comercial que se havia tornado inviável no Porto, por ter sido exposta a autoria de um poema herói-cómico que escrevera e que tinha indisposto contra ele a generalidade das baronias e viscondados portuenses. Se as condições do mar tivessem sido outras nesse dia, não teria ele chegado a ir para Coimbra, e a sua biografia teria sido em tudo diferente da que conhecemos.
Quem vinha de França ou de Inglaterra para o Porto, tinha duas alternativas ao acima descrito transbordo em pleno mar: desembarcava em Vigo, fazendo depois o trajecto por terra, opção dos bacharéis recém-formados a quem os pais pagavam uma estadia em Londres ou Paris e, de uma maneira geral, de quem suportasse o incómodo e a demora de uma viagem por terra; ou em Lisboa, fazendo depois o trajecto para norte no vapor da carreira, opção dos que tinham mais idade, ou família que não quisessem expor às perigosas e péssimas estradas e às sempre problemáticas dormidas.
Também me parece merecer reflexão a possibilidade de a viagem estar ligada ao final da Patuleia: a convenção de Gramido, 19 de Junho de 1847, é apenas um mês anterior à notícia. Quem estivesse instalado em Inglaterra, por não querer sujeitar-se às vicissitudes da guerra civil, e pretendesse voltar a Portugal, dificilmente poderia chegar mais cedo.
Cumprimentos,
Manuel.

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199432 | Jotarodrigues1979 | 05 Jun 2008 22:31 | Em resposta a: #199409

Eliana
a obra "Oporto Old and New", de Charles Sellers, é uma raridade bibliográfica editada nos fins do sec XIX. Não a encontrará à venda, excepto nalgum leilão, e a cotação actual, dizem, anda pelos € 600,00. Mas pode ser que a encontre numa boa biblioteca pública, como acontece aqui.
Os livros de "Imposição do Vinho" são manuscritos que se encontram arquivados no Arquivo Histórico do Porto. Um dia destes poderei passar lá e ver se encontro a conta corrente de Joseph Murat. Depois lhe direi.
Entretanto, com um telefonema, consegui algumas informações mais, extraídas da obra "Baco & Hermes", de António Barros Cardoso (1ª edição 2003).
Muito resumidamente, Joseph Murat começa a negociar em vinhos em 1719 e prossegue até 1731, com uma média anual de 222 pipas compradas e 202 exportadas. Era portanto um exportador médio.
Várias gerações de descendentes seus prosseguem o negócio, como era vulgar, primeiro em nome individual e depois como sócios de várias firmas.
A última a que parecem estar ligados é a "Noble & Murat", constituida em 1831.
Os meus cumprimentos
João Stevenson Rodrigues

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199433 | Jotarodrigues1979 | 05 Jun 2008 22:48 | Em resposta a: #199421

Caro Manuel
Tem toda a razão. Chegava de Inglaterra ! Entre as muitas papeladas que esperam em pastas que eu tenha tempo para as ordenar e talvez incluir no estudo de que lhe falei, encontrei uma carta do nosso viajante para uma das suas filhas, escrita já do Porto e datada de 28 de Agosto de 1847, onde diz "aqui cheguei com o E. a salvamento mas incomodado da saúde (...) pois creio que o callor e a mudança de clima e de comidas etc, etc ...
De Junho há uma outra carta, esta escrita ainda de Londres, onde se mostra muito preocupado com o que possa acontecer à família que deixou no Porto "dados os terriveis acontecimentos que aí se têm vivido".
Era sem dúvida uma referencia à Patuleia.
Fico-lhe muito grato por estes seus "ensinamentos" !
Um abraço
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199435 | Jotarodrigues1979 | 05 Jun 2008 22:55 | Em resposta a: #199432

Eliana
Resta acrescentar que embora haja o hábito de referir estas firmas como exportadoras de vinho do Porto (é mais prestigiante...) quase todas elas, como a dos meus antepassados Stevenson, se dedicavam ao comércio geral : exportavam principalmente vinho, laranjas e sal e importavam bacalhau seco (de Inglaterra ou da Terra Nova, no actual Canadá), tecidos, ferro vidro e ... bom, tudo o que fosse vendável e pudesse dar lucro !
Cumprimentos
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199438 | Adilia M | 05 Jun 2008 23:12 | Em resposta a: #199432

Caro João,

Será que lhe posso pedir o favor, se chegar a ir ao Arquivo Histórico do Porto, de ver se existe algo no nome do meu trisavó Frederick Lorentzen? Era capitão de navios na empresa J H Andresen mas também negociante e fornecedor de navios. Faleceu no Porto em 1903.

Como moro na Inglaterra não me posso deslocar ao arquivo. Se não se importar, ficarei muito agradecida.

Adília

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199454 | Jotarodrigues1979 | 06 Jun 2008 00:47 | Em resposta a: #199438

Adilia
Para datas recentes creio que os movimentos de entradas e saídas de navios não estraão ainda no AHP. Que tipo de informação procura ?
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199456 | Eliana Linhares | 06 Jun 2008 01:22 | Em resposta a: #199432

Caro Sr. João. Não sei nem como agradecer.
Acho que descobri uma forma de consultar O Porto Old and New.
Os Mórmons têm em microffileme.
Pedirei o micro filme.
Espero que não demore muito.
Mais uma vez, muito obrigada.
Eliana

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199496 | Jotarodrigues1979 | 06 Jun 2008 13:06 | Em resposta a: #199456

Eliane
Repetindo-me um pouco em relação ao que lhe disse em mensagens anteriores, vou colar aqui um e.mail que acabei de receber dum amigo a quem telefonei ontem pedindo ajuda sobre os seus Murat:

"NOBLE & MURAT.
Firma exportadora de Vinho do Porto fundada em 1831, com uma grande actividade até final do século XIX. Teve como seu antecessor mais antigo Timothy Harris que manifestou vinhos na “Imposição” no período de 1700 a 1713 dos quais exportou uma média anual de 669,5 pipas. A razão social mudou em 1723 para Harris, Page & Pratt; em 1729 para Page & Pratt: em 1730 para John Page , em 1754 para John Page & Son; em 1760 para John & Charles Page & Cº; em 1761 para Page, Campion & Cº; em 1771 para Charles Page; em 1800 para Page & Cº e em 1802 para Page, Noble & Cº. Os sócios fundadores desta firma manifestaram na “Imposição” em seus nomes, vinhos dos quais exportaram: Joseph Murat , no período de 1719 a 1731, uma média anual de 202 pipas. William Harris, no período de 1720 a 1728, uma média anual de 861 pipas; John Page , no período de 1729 a 1756, uma média anual de 445 pipas; Birquid Pratt , no período de 1730 a 1735 uma média anual de 677 pipas (in Baco & Hermes” de António Barros Cardoso).
No livro Baco & Hermes – 1º volunme, pag.348 a pag. 350 existe um capítulo dedicado a esta firma." (fim de transcrição do e.mail)

Uma busca aos livros da "Imposição do Vinho" (**) poderá eventualmente informar-nos: onde morou a pessoa ao longo dos seus anos de actividade, se foi empregado ou aprendiz doutro comerciante, quem eram os seus empregados despachantes, os seus transportadores, fiadores, etc. Nada de muito importante, mas a que um curioso coca-bichinhos como eu acha graça ...

(**) Não sei se sabe o que eram os livros da "Imposição do Vinho" : eram as contas correntes de todos os negociantes de vinho estabelecidos no Porto e Gaia. Todo o vinho entrado nestas cidades, quer viesse de Viana do Castelo, quer do Douro ou mesmo do Sul era sujeito a um imposto se fosse vendido no mercado local. Ou ficava isento, se fosse exportado.
Cumprimentos
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199497 | Eliana Linhares | 06 Jun 2008 13:22 | Em resposta a: #199496

Caro João.

Também gosto dos detalhes. Acho que nos dão uma boa idéia do que nossos antepassados faziam.
Adorei estas informações.
Ontem, tentei acessar no Adporto.pt esses livros da Imposição dos Vinhos, mas não consegui nada. É horrível estar com um oceano entre você e teus locais de pesquisa.

Ainda ontem , estive olhando o futuro!!!!!!!!!! Ainda era 5.6.2008 para nós e eu estava recebendo mensagens de 6.6.2008, enviadas por você!!!!!!!!!!!!!!!
Tenho que dar um jeito de ir à Portugal e revirar o
arquivo do Porto.
Muitíssimo Obrigada. Eliana

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199680 | Adilia M | 08 Jun 2008 16:45 | Em resposta a: #199454

Caro João,

Agradeço-lhe imenso a boa vontade.

Eu gostaria de saber mais sobre o meu trisavo mas a distância impede-me. Sei através dos registos da Igreja Anglicana (St. James) que era Fornecedor de Navios ("Ship Chandler") apartir de 1875. Antes disso, era Capitão de Navios.

Sei que capitaneava o brigue Fortuna, da firma JH Andresen, pois encontrei-o nas inspecção de embarcações em Nova York em 1870 e 1871. Nada mais consegui saber sobre que outras embarcações capitaneou ou até mesmo sobre o brigue Fortuna.

Depois disso só tenho o óbito em Março de 1903, onde consta como Capitão de Navios.

Desconheço que bens ou serviços fornecia a navios.

Existe algum tipo de Almanaque para essa época?

Qualquer pista ou acréscimo será muito bem vinda.

Obrigada,
Adilia

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#199751 | Jotarodrigues1979 | 09 Jun 2008 02:05 | Em resposta a: #199680

Adilia
Não vou esquecer o assunto, embora esteja um pouco fora das investigações que sei fazer.
Mas prometo tentar !
Cumprimentos
Joao

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#200251 | Jotarodrigues1979 | 13 Jun 2008 13:13 | Em resposta a: #199680

Estive hoje no Arquivo Histórico da Cidade (vulgo "Casa do Infante") onde fiz uma 1ª tentativa de colher informações. Infelizmente o pessoal de serviço pouco mais sabia do que eu, e remeteram-me para a Associação comercial do Porto, onde irei brevemente. Entretanto vou fazer também uma tentativa junto de alguns Andresen - pode ser que algum arquivo se conserve nas mãos da família.
Há a hipotese de consultar um almanaque ou a imprensa da época : se por acaso o nosso confrade MTT nos lêr, talvez esteja em posição de dar uma ajuda.
De qualquer forma, tentarei outras fontes.
Cumprimentos
João Stevenson Rodrigues

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#200253 | Adilia M | 13 Jun 2008 13:34 | Em resposta a: #200251

Agradeço-lhe imenso a ajuda.

Cumprimentos,
Adilia

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#200261 | Jotarodrigues1979 | 13 Jun 2008 14:19 | Em resposta a: #199456

Estive esta manhã no Arquivo Histórico da Cidade (não confundir com o Arquivo Distrital do Porto) e lá fiz uma busca um bocadinho ao acaso dos "Livros da Imposição do Vinho".
Confirmei que Joseph Murat aparece como exportador em 1719, mas faltou ver se em anos anteriores fora "praticante" de alguém.
Vivia então na Rua da Reboleira, no centro histórico do Porto e bem perto do cais, hoje uma rua cheia de bares e habitada por famílias pobres, mas, à época, uma rua de mercadores cujas casas, já então antigas, na sua grande maioria ainda hoje mantêm a sua traça original.
Pedi fotocópias das folhas 55 e 55v porque contêm numerosas assinaturas de Joseph Murat, que então parecia não ter empregados despachantes. Pode-se ver tb a origem dos vinhos que comprava, os transportadores e o seu fiador perante o fisco.
Depois saltei para o livro de 1723. Pedi fotocópias das folhas 162 a 163v. Nesse ano Joseph Murat já reside na Rua Nova, uma rua então considerada moderna e "larguíssima", onde as habitações eram amplas e sólidas - e quase todas habitadas por ingleses (daí ter sido conhecida como a Rua Nova dos Ingleses). Actualmente tem o nome de Rua da Alfandega. Joseph Murat tem já ajudantes / praticantes a trabalhar para si, nomeadamente Cristopher Roberts e Benjamin Boyden. Este ultimo vem a ser exportador.
O ultimo despacho é já feito em nome de Joseph Murat & Cª. - mas fica-se sem saber quem se lhe associou.
Se quiser deixar aqui o seu mail ou enviá-lo para mgb1970@sapo.pt mandar-lhe-hei, dentro de uns 12 dias, digitalizações dos documentos pedidos
Os meus cumprimentos
João Stevenson Rodigues

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#200290 | Eliana Linhares | 13 Jun 2008 22:33 | Em resposta a: #200261

Caro Sr. João.
Estou pasma!
Fico-lhe muitíssimo grata por tanta bondade.
Enviarei meu e-mail para o endereço que o Sr. indicou.
Como poderei reembolsa-lo pelas despeças feitas com essas fotocópias?
Abraços, Eliana

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231242 | yelkcub | 04 Jun 2009 07:48 | Em resposta a: #200290

Apologies for writing in English:
I am interested in researching my ancestors, the PAGE family, who worked in the wine trade in Porto during the 18th and early 18th centuries. I would value any information and advice.
Muito obrigado
Ian (in Cornwall, UK)

yelkcub@hotmail.com

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231245 | valboa | 04 Jun 2009 09:42 | Em resposta a: #231242

Hello Ian

There are still on our days some '' PAGE '' menbers, possibly descendents of your ancestors in Oporto.

You should contact the British Consulate in Oporto that i know is situated on
Avenida da Boavista.

However the registration on the phone book shows:

Embaixada Britânica
Rua da Cerca, 326
4150-201 Porto
telefone - + 351.226109633

I think this is the adress of the British School in Oporto, but they will inform you acordingly.

regards
jorge Albuquerque da Quinta

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231249 | yelkcub | 04 Jun 2009 10:37 | Em resposta a: #231245

Hello Jorge,
Many thanks for your quick reply. I will do as you suggested and write today to the British Consulate. It's interesting that there are still people called Page in the Porto area. I visited the city some years ago, before I knew that my ancestors had lived there: I enjoyed my visit very much.
With thanks and best wishes
Ian

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231253 | valboa | 04 Jun 2009 11:35 | Em resposta a: #231249

Hello IAN

Despiste my information the anuary book of the telephone for Oporto do not shows any PAGE name, but i am sure that they must still exist.
On the Lisbon one you have :

- Maria António Pinto Leitão Page - tele. - +.351.218850241

-Renée Michel Page - +.351.212450433

I have no idea if they are descendents of your ancestors but you can try. The telephone number are on the book, so are public.

regards
J.A.Q.

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231293 | yelkcub | 04 Jun 2009 20:33 | Em resposta a: #231253

Thanks again, Jorge. I will keep the telephone numbers on file. First I'm going to contact the British Consulate. Later I may telephone the PAGE people in Lisbon. They must indeed be descendants of the British Page family who were wine merchants in Porto during the 18th century.
Also, I think there is a historical archive in Porto itself - the Arquivo do Porto: perhaps I should write to them to ask if they have any records about the Page family.
Best wishes from Cornwall
Ian

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231305 | José Allen | 04 Jun 2009 22:45 | Em resposta a: #231293

I wonder if you ever tryed : "Family Search / Advanced Search / I.G.I / Southwet Europ / Portugal / Surname PAGE. I got this :

A recent book (Baco & Hermes, by Antonio Barros Cardoso, published by Grupo de Estudos de História da Viticultura Duriense e do Vinho do Porto, Oporto, 2003) gives us a surprising amount of information about British merchants in Oporto and their multiple activities they seldom were Port wine exporters, exclusively). I see that John Page, for instance, between 1728 and 1746 was the consignee of 48 ships, carrying iron, cereals, wool, rice, leather, sardines, catle, amunitions, uniforms, , tobaco, etc.
These ships mainly sailed from London, but also from Hamburg, Bilbao, Carolina, Vigo, Cadiz and others.
Kindest regards
José Allen

PAGE SURNAME in Portugal, St. James Parish, Oporto :


1. CAETANA MAURICIA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: < 1817>

2. MATILDA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 27 JAN 1793

3. MATILDA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 13 FEB 1793 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

4. MATILDA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 27 JAN 1793

5. MATILDA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 12 JUN 1793 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

6. CHARLES PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 09 JUN 1778 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

7. CHARLES LINDSEY PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 08 OCT 1839 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

8. ANN PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 19 FEB 1788 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

9. ANNA BENJAMINA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 07 AUG 1729 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

10. AMELIA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 08 NOV 1732 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

11. EMMA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 15 JUL 1783

12. EMMA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 28 JUL 1783 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

13. SARAH PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 14 FEB 1757 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

14. PRISCILLA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 1747 Oporto, Porto, Portugal

15. PRISCILLA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 22 JUN 1747 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

16. ELIZABETH PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 03 NOV 1729 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

17. PETER PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 28 MAY 1744 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

18. SAMUEL PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 06 JAN 1736 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

19. CATHERINE AURORA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 10 OCT 1838 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

20. STEPHEN PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 16 JAN 1737 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

21. CAROLINE PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 26 JUN 1781 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

22. GREGORY PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 02 SEP 1746 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

23. ISABEL PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 20 FEB 1777

24. ISABEL PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 09 JUN 1778 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

25. ISABELLA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 02 APR 1842 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

26. THOMAS PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 17 JUL 1741 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

27. Priscilla Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 1747 Oporto, Porto, Portugal

28. John Parsons Page - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 04 SEP 1755 , Porto, Portugal

29. CHARLES PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 20 APR 1739 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

30. WILLIAM PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 13 FEB 1738 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

31. WILLIAM PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 26 JUL 1779 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

32. CHRISTOPHER EDWARD PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 13 MAR 1740 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

33. CHARLOTTA MARIA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 18 SEP 1749 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

34. Ignacia Maia Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 26 MAR 1865 Sao Pedro, Buarcos, Coimbra, Portugal

35. Charlotta Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 18 SEP 1749 , Porto, Portugal

36. Isabel Page - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 20 FEB 1777

37. Matilda Page - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 27 JAN 1793

38. Priscilla Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 1747 Oporto, Porto, Portugal

39. William Emanuel Page - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 13 FEB 1738 , Porto, Portugal

40. Christopher Edward Page - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 13 MAR 1741 Oporto, Porto, Portugal

41. Gegory Page - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 02 SEP 1746 Oporto, Porto, Portugal

42. Charlotte OR a Maria Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 18 SEP 1749 Oporto, Porto, Portugal

43. Pricilla Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 22 JUN 1747 Oporto, Porto, Portugal

44. SURTEES PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 28 AUG 1844 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

45. JOHN PARSON PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 04 SEP 1755 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

46. JOHN PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 03 JUL 1775 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

47. JOHN PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 09 NOV 1730 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

48. Surtees Page - International Genealogical Index
Gender: Male Birth: 1845 Oporto, Porto, Portugal

49. Maria Maia Paige - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 18 APR 1860

50. Maria Maia Paige - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 06 MAY 1860 Sao Pedro, Buarcos, Coimbra, Portugal

51. Thareza Maia Page - International Genealogical Index
Gender: Female Birth: 22 NOV 1857

52. Thareza Maia Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 08 DEC 1857 Sao Pedro, Buarcos, Coimbra, Portugal

53. Pricilla Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 22 JUN 1747 Oporto, Porto, Portugal

54. Christopher Edward Page - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 13 MAR 1741 Oporto, Porto, Portugal

55. Gegory Page - International Genealogical Index
Gender: Male Christening: 02 SEP 1746 Oporto, Porto, Portugal

56. Charlotte OR a Maria Page - International Genealogical Index
Gender: Female Christening: 18 SEP 1749 Oporto, Porto, Portugal

57. ANN PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Death: 22 OCT 1788

58. Emma Page - International Genealogical Index
Gender: Female Death:

59. CAETANA MAURICIA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: < 1838>

60. ELIZABETH PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 29 APR 1749 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

61. CHARLOTTE MA. PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 15 JUL 1766 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

62. ISABEL PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 24 OCT 1799 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

63. J. PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Marriage: 26 AUG 1754 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

64. AMELIA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 30 MAR 1750 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

65. SARAH PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 30 OCT 1774 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

66. CHARLES PAGE - International Genealogical Index
Gender: Male Marriage: 25 AUG 1774 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

67. MARGARET PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 26 MAY 1863 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

68. PRISCILLA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 05 SEP 1774 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

69. EMMA PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 03 JUN 1802 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

70. SARAH PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 04 OCT 1733 British Factory Chaplaincy, Oporto, Porto, Portugal

71. Emma Page - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 03 JUN 1802 , Porto, Portugal

72. John Page - International Genealogical Index
Gender: Male Marriage: 26 AUG 1754 , Porto, Portugal

73. ISABEL PAGE - International Genealogical Index
Gender: Female Marriage: 24 OCT 1799 British Factory Chaplaincy, Lisboa, Lisboa, Portugal

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231327 | valboa | 05 Jun 2009 08:28 | Em resposta a: #231305

Meu caro José Allen

Voçê será por acaso o José Alberto?
Se for ,acontece que estive a ler um entrevista um dia destes sobre as magnificas camélias da quinta.

Escola Italiana diz alguma coisa?
O meu mail é

albuquerque.quinta@sapo.pt

Um abraço
jorge

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231328 | yelkcub | 05 Jun 2009 08:41 | Em resposta a: #231305

Many thanks for your interesting and informative posting, which certainly helps build up a picture of quite a large extended Page family - no doubt, as you observe, engaged in a variety of commercial activities.
I wonder how these English immigrants were received by the local Portuguese population?
I was recently in London, researching in the National Archive. I looked at the original documents concerning a court case in 1839. The case was brought against my ancestor Thomas Page by John Allen.
With thanks and best wishes
Ian Buckley

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231330 | valboa | 05 Jun 2009 09:33 | Em resposta a: #231305

Veio dirigido a mim por engano.

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII 05-06-2009, 08:41
Autor: yelkcub [responder para o fórum]
--------------------------------------------------------------------------------

Many thanks for your interesting and informative posting, which certainly helps build up a picture of quite a large extended Page family - no doubt, as you observe, engaged in a variety of commercial activities.
I wonder how these English immigrants were received by the local Portuguese population?
I was recently in London, researching in the National Archive. I looked at the original documents concerning a court case in 1839. The case was brought against my ancestor Thomas Page by John Allen.
With thanks and best wishes
Ian Buckley

[Voltar] [Topo

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231331 | José Allen | 05 Jun 2009 09:37 | Em resposta a: #231328

Dear Ian
I don't know where you live - therefore I have no idea if you have a chance of reading "Baco & Hermes", a most complete work about English merchants in Oporto in the period 1700-1756. Should you have any interest in details concerning the Page family please contact me trough gen.regis@hotmail.com and I will e.mail copies of any pages concerning your ancestors.
I never heard about any dispute between my gr.gr. grandfather John Allen and Thomas Page. That looks quite interesting ! Is it possible to know what was it about ?
Kind regards
José Allen

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231332 | José Allen | 05 Jun 2009 09:42 | Em resposta a: #231327

Caro Jorge
Sim, sou esse mesmo - e a escola italiana foi a minha escola primária entre 1952 e 1956 ...
Fomos colegas ?
Cumprimentos
J.A. Allen

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231334 | valboa | 05 Jun 2009 10:22 | Em resposta a: #231332

Meu caro José Alberto

Claro que fomos colegas. Eu sou o Jorge Quinta. Signorina Morelli e D. Etelvina.
Já não te vejo há uns tempos, mas ainda nos encontamos quando estavas na Coats e lá trabalhava o meu cunhado Pedro Mesquita.
Se quiseres falamos pelo mail que te mandei.
Ainda me lembro dos '' corsários'' a tocarem na casa das ' Pimentas ' e de uns anos teus na quinta no freixo para aí com dez anos.

um abraço
jorge

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231704 | kee | 10 Jun 2009 19:18 | Em resposta a: #200261

Prezado Senhor:
Um antepassado meu de seu nome William Elder esteve ligado à importação de bens e à exportação de vinhos. Casou em Cascais em 1802, tendo-se fixado em Lisboa. Mais tarde o seu filho Lino Elder manteve o mesmo tipo de actividade comercial.
Como poderei averiguar se esteve ligado à exportação de Vinho do Porto?
Antecipadamente grato.
J. J. Sá-Chaves

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231710 | aeiou2 | 10 Jun 2009 20:14 | Em resposta a: #231704

Consulte os Livros de Imposição do Vinho, no Arquivo Histórico do Porto, na casa do Infante,Porto
Maria

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231742 | kee | 11 Jun 2009 20:34 | Em resposta a: #231710

Prezada Maria

Muito obrigado pela sua informação.
Logo que possível irei ao Porto.
Cumprimentos,

J. J. Sá-chaves

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231745 | aeiou2 | 11 Jun 2009 20:55 | Em resposta a: #231742

De nada.

São extremamente prestáveis.
Saiu há pouco tempo um livro Hermes e Baco,parece que o nome é assim e talvez na Ferrin saibam. Trás nomes e muitas pessoas ligadas ao comércio do vinho em geral e do V do Porto em particular.

Há anos atrás encontrei esse apelido Elder, mas neste momento não me recordo.
Talvez no Arquivo Histórico Militar.Mas vou puxar pela memória e talvez amanhã me lembre.Nest altura estou com pouco tempo
Cumprimetos
Maria

Resposta

Link directo:

RE: Imigração Inglesa no Porto Séc. XVIII

#231821 | aeiou2 | 13 Jun 2009 05:47 | Em resposta a: #231742

Há também os Almanaques no mesmo AHM do Porto
Maria

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 22 Out 2017, 12:45

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen