Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

Este tópico está classificado nas salas: Pessoas | Famílias | Regiões

Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203643 | luizsillos | 20 Jul 2008 03:37

Amigos,

No registo de batismo de um irmão de minha 7.ª avó Ana Jacinta de Aboim, filha de Francisco Lopes Limpo e sua mulher Apolônia Pombeiro de Aboim, consta que esta, seria natural da Vila de Serpa, filha de Afonso Guerreiro Camacho de Aboim e de sua mulher Catarina Bravo.

Como encontrei muitos homónimos desse meu 9.º avô na base do Geneall, gostaria de saber se alguém conhece a ascendência do referido casal?

Grato,
Luiz Gustavo de Sillos

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203714 | luizsillos | 21 Jul 2008 12:45 | Em resposta a: #203643

Renovo pedido.

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203820 | LSV | 22 Jul 2008 19:34 | Em resposta a: #203714

Envie-me todos os dados que tem para os poder tentar cruzar com o meu trabalho em preparação sobre a Família Guerreiro. Envie para o meu mail luissoveral@sapo.pt, verei o que lhe posso adiantar.
Cumprimentos
Luís Soveral Varella

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203922 | zmcm | 23 Jul 2008 19:28 | Em resposta a: #203643

Caro Luis Gustavo de Sillos:
Veja p.f. a partir de:
OFCA - Os Fonsecas da Casa de Amins em Chorente
António Júlio Limpo Trigueiros
Edição do Autorª Edição
Barcelos, 1998

cump,
Miguel Cabrita Matias

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203923 | luizsillos | 23 Jul 2008 19:31 | Em resposta a: #203922

Caro Miguel,

Grato! O amigo podia adiantar-me se neste trabalho constam os pais de Afonso e de sua mulher Catarina Bravo?

Grato,
Luiz

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203936 | LSV | 23 Jul 2008 20:53 | Em resposta a: #203922

Caro Miguel

Vi esta tua mensagem que me interessou bastante porque não consigo localizar nos meus apontamentos para o meu trabalho sobre os Guerreiro, e onde faço um estudo tão exaustivo quanto possível, o Afonso Guerreiro Camacho de Aboim, de Serpa, nem a sua mulher, que Luiz Sillos procura. Tens dados sobre eles? Se os tens agradecia que mos enviasses.
Não tenho esse trabalho do Padre António Júlio. Estive com ele há cerca de uma mês e conversámos bastante sobre esta Família. Não sabia da existência deste dito Afonso, nem sabia que ele tinha alguma referência ao mesmo nesse trabalho dele.
Abraço
Luís

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#203971 | Henrique Figueira | 24 Jul 2008 10:28 | Em resposta a: #203820

Caro Confrade Luís Soveral Varella,

Os meus Guerreiro, têm origem em Alcoutim, de onde era o meu 6º avô Diogo Mestre Guerreiro, nat. de Matim Longo, Capitão-mor de Alcoutim.
Diogo c.c. Maria Viegas Pires e tiveram o Capitão Jerónimo Mestre Guerreiro e o Capitão José Guerreiro Mestre (nat. Monte do Tremelgo, Alcoutim). Este último c.c. Ana Bárbara Jacinto Colaço, filha de Belchior Afonso Varela (nat. Almodôvar) e de Josefa Luisa da Palma (Mértola). Tiveram: Bárbara, Mariana e Belchior Afonso Guerreiro (n. 10 Fev. 1817, Tremelgo, Alcoutim). Este Belchior Afonso era o meu 4º avô destes Guerreiro.

Não saberá, porventura, a ascendência destes "Mestre Guerreiro" de Alcoutim?

Com os melhores cumprimentos,
Henrique Albino Figueira

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#204021 | LSV | 24 Jul 2008 21:20 | Em resposta a: #203971

Tenho vários Mestre Guerreiro de Alcoutim incluindo uma ramo de que eu descendo. Não tenho no entanto documentado esse Diogo Mestre Guerreiro de que fala também porque embora tenha passado a pente fino os paroquiais de Alcoutim, fi-lo apenas nos primeiros anos com o fim de os ligar aos de Almodôvar.
Talvez subindo mais uma ou duas gerações seja possível entroncá-los o que seria interessante pois são certamente dos que tenho estudados em Alcoutim.
Cumprimentos
Luís Soveral Varella

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#204025 | zmcm | 24 Jul 2008 21:54 | Em resposta a: #203936

Caro Luis:
De facto não tenho mas já tive em tempo, infelizmente perdi-o com um crach informático que tive cá em casa.
Aconselhei a consulta da dita obra que me lembro ter bastante informação sobre Guerreiros e também porque me chamou a atenção do apelido "Limpo" que sei ser apelido de ascendentes do P Júlio Trigueiros SJ, pelo que, creio que a probabilidade de encontrar alguma coisa é grande.


abraço
Miguel

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#204026 | zmcm | 24 Jul 2008 21:56 | Em resposta a: #203923

Caro Luiz:
Infelizmente não o posso ajudar, apenas mencionei a obra por me parecer ter fortes probabilidades de encontrar alguma pista.

cumprimentos,
Miguel Cabrita Matias

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#204027 | luizsillos | 24 Jul 2008 22:00 | Em resposta a: #204026

Caro Miguel:

Muito agradecido! Vou rever os batismos dos filhos de Francisco Lopes Limpo e Apolónia Pombeira de Aboim, para ver se encontro alguma pista. Como Francisco Lopes Limpo nasceu em 1711, e o primeiro filho dele, em 1733, creio que poderei encontrar seu casamento na freguesia de São Salvador, Vila de Serpa, e quem sabe, obter dados mais concretos sobre o sogro Alfonso Guerreiro Camacho de Aboim.

Cumprimentos,
Luiz Gustavo

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#204061 | Henrique Figueira | 25 Jul 2008 10:24 | Em resposta a: #204021

Caro Luís Soveral Varella,

Obrigado pela atenção.
O meu 4º avô era proprietário da Herdade do Poço Seco, Ourique. Nesta Vila foi várias vezes Presidente da Câmara nos princípios do séc. XIX. Sempre houve na família a referência de que seria natural do Monte do Tremelgo (MartimLongo, Alcoutim), o que vim a constatar ser correcto. Há outras histórias, como a existência de uma pedra de armas, mas ainda não consegui descobrir de que parte da família podia ser (Mestre? Guerreiro?), nem se não passará de lenda...

Deixo-lhe os dads que tenho e que obtive, a maioria, através dos registos paroquiais (baptismos) existentes na Torre do Tombo. Assim:
- Bárbara (n. 6 Set. 1813, MartimLongo)
- Belchior Afonso Guerreiro (n. 10 Fev. 1817, ML e do qual descendo)
- Mariana (n. 24 Out. 1819, ML).

Filhos de José Guerreiro Mestre (1809 - Capitão, natural do Monte do Tremelgo, Alcoutim) e de Ana Bárbara Jacinto Colaço (nat. Monte do Tremelgo). Este José Gº Mestre era irmão de Jerónimo Mestre Guerreiro (Capitão) e filhos de Diogo Mestre Guerreiro (Capitão-mor de Alcoutim e Provedor da Misericórdia em 1771/72, 79/80, 96/97, 1801/02) e de D. Maria Viegas (S. Brás de Alportel).

Com os melhores cumprimentos,
Henrique Albino Figueira

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#204218 | LSV | 27 Jul 2008 18:12 | Em resposta a: #204061

Caro Henrique Albino Figueira

Penso que esses Mestre Guerreiro poderão ser descendentes do casal Afonso Guerreiro (Aboim) e Maria Mestre, casados (em 4º e 6º grau de consanguinidade) no 1º quartel do séc. XVII e que foram moradores no termo de Martimlongo, tal como a sua descendência. Ele foi também capitão, mas de ordenanças, lavrador do monte dos Castelhanos, rico e honrado e ainda juiz geral de Alcoutim como o tinha sido seu Pai. Destes Mestre Guerreiro, a linha que tenho estudada, está ainda em finais do séc. XVII em Martimlongo, passando depois a Vaqueiros, também no concelho de Alcoutim.
Mas é ainda cedo para se adiantar alguma coisa. Uma busca pelos paroquiais de Alcoutim, que estão na TT, certamente permitirá avançar 2 ou 3 gerações e tirar a limpo esta questão.
Cumprimentos
Luís Soveral Varella

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#207731 | Henrique Figueira | 08 Set 2008 19:31 | Em resposta a: #204218

Caro confrade Luis Sobral Varella,

Depois de pesquisar na TT os meus Guerreiro de Martim Longo, já possuo mais dados.
Assim, o Capitão-mor Diogo Mestre Guerreiro (n. 1747, Martim Longo), também Provedor da Misericórdia de Alcoutim c.c. D. Maria Viegas Pires.
Era filho do Capitão-mor Martinho Fernandes (n. 1706. M. L.) e de D. Maria Mestra (M.L.), esta era filha de Francisco Vaz e de Maria Mestra (ambos de Mértola). Era neto do Capitão Baltasar Fernandes (M.L.) e de Catarina Guedelha (M.L.).

Não percebo de onde vem o apelido Guerreiro, sendo que o Diogo é o primeiro a usá-lo... Se me puder ajudar, obrigado.

Com os melhores cumprimentos,
Henrique Albino Figueira

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#207761 | LSV | 09 Set 2008 00:05 | Em resposta a: #207731

Caro Henrique Albino Figueira

Essas novas informações deixaram-me um tanto baralhado porque não sei de facto entroncar esse ramo.
Acho que o aprofundamento dessa linha nos paroquiais poderá deslindar a questão, se bem que penso que o apelido Guerreiro deverá ter vindo pela linha Mestre, e deste modo provavelmente de Mértola.
Muito sinceramente acredito pouco nos apelidos que são dados e usados "vindos do nada", referindo-me também, salvo raríssimas excepções, ao dito e propagado, para mim sem fundamento, uso dos apelidos dos padrinhos. Assim, estou convencido que se trata de facto de uma linha de Guerreiro a explorar.
Cumprimentos
Luís Soveral Varella

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#293585 | Jpteixeira | 29 Dez 2011 13:43 | Em resposta a: #207731

Caro Henrique Figueira:
Também eu tenho ascendentes do sítio do Tremelgo, Martim Longo e que são "Teixeiras". Descendo do casal Pedro Teixeira e Gregória Guedelha, os quais faleceram nas datas de 24-07-1685 e 25-09-1689, respetivamente. Julgo que há parentesco entre esta Gregória Guedelha e a sua Gregória Guedelha ( mãe de Catarina Guedelha, casada com o capitão Baltazar Fernandes).
Assim, gostaria de saber se tem algum informação sobre o casamento de Bartolomeu Luís e Gregória Guedelha, pais da sua Catarina Guedelha.
A hipótese que coloco é esta Gregória Guedelha (cc Bartolomeu Luís) ser a mesma pessoa que casou depois com Pedro Teixeira, dado que este era de Alcoutim e ela do Tremelgo.

Com os melhores cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#294322 | Henrique Figueira | 09 Jan 2012 14:56 | Em resposta a: #293585

Caro Júlio Sousa,

Desculpe só agora responder à sua mensagem.

Efectivamente tinha a informação de que "Pedro Teixeira não quis ser enterrado com a sua segunda mulher, Gregória Guedelha" e de que este era familiar de Sebastião Teixeira, de Martim Longo.

A minha ascendente Catarina (Fernandes) Guedelha era realmente filha de Bartolomeu Luís e de Gregória Guedelha, já defuntos em 1691, moradores no Monte do Tremelgo.
Sei que casa em 7-05-1691, solteira, com o Capitão Baltazar Fernandes, solteiro, filho de André Fernandes, já defunto e de Maria da Horta, morador em Martim Longo.
Não tenho mais dados.

Tendo em conta a hipótese que me coloca, e tendo em conta que a minha Catarina Guedelha já havia falecido em 1691, e a sua morre em 25-09-1689, é perfeitamente possível tratar-se da mesma pessoa. Contudo, sem confirmação, era preferível não arriscar... Há homónimo(a)s...

Teremos que esclarecer o assunto pedindo mais assentos.

Com os melhores cumprimentos,
Henrique Albino Figueira

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#294382 | Jpteixeira | 10 Jan 2012 00:51 | Em resposta a: #294322

Caro Henrique:

Muito obrigado pela sua resposta. Na verdade, apesar de, por vezes, as coincidências iludirem, julgo que a sua Catarina Guedelha é meia irmã do meu Sebastião Teixeira. Por enquanto estou apenas no campo das hipóteses, mas com a consulta do casamento de Bartolomeu Luís e Gregória Guedelha talvez cheguemos a alguma conclusão. Ou mesmo com o casamento de Pedro Teixeira com Gregória Guedelha, ocorrido cerca de 1670. Infelizmente só tenho os casamento de Martim Longo a partir de 1685 e por isso não "apanhei" aquele casamento.
Se o Henrique tiver mais alguma informação de Martim Longo que queira aqui colocar, agradeço.

Com os melhores cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#294408 | Henrique Figueira | 10 Jan 2012 13:44 | Em resposta a: #294382

Caro Júlio Sousa,

É muito provável que sejam meios irmãos. Lamento não ter mais dado algum, mas sim, o assento de casamento de Pedro Teixeira com Gregória Guedelha, cerca de 1670, resolveria tudo.
Tenho que um dia destes ir à procura na TT.

De resto, para contextualizar esta nossa pesquisa, era interessante poder ter em conta as famílias da governança de Alcoutim.
"Triangulando" informação, pode chegar-se à conclusão de que Teixeiras, Fernandes/Guerreiro Mestre, Guedelhas, Hortas eram famílias que se uniram e que pertenciam à principalidade da vila. Tratar-se-á de um normal caso de aliança familiar, que tinha em conta a preservação do património.
Desconheço, infelizmente se a aliança se movia por uma questão de "riqueza" ou outra (política, militar, etc.), mas que ela ocorreu, ocorreu. Normalmente casavam no mesmo meio social...

Quem talvez nos podesse ajudar nesta análise seria o José Varzeano, de Alcoutim, reponsável pelo blog "Alcoutim Livre". É grande conhecedor das dinâmicas familiares do concelho de Alcoutim.

Com os melhores cumprimentos,
Henrique Albino Figueira

Resposta

Link directo:

RE: gente do Tremelgo (Martim Longo) - Alcoutim

#294693 | Jpteixeira | 14 Jan 2012 00:15 | Em resposta a: #294408

Caro Henrique:

Obrigado pela sua pronta resposta. Infelizmente só agora estou a responder à sua mensagem, dado os diversos afazeres profissionais em que estive envolvido desde 3ªfeira e até hoje.
Quanto à questão da importância do sítio do Tremelgo no contexto da governança de Alcoutim, também não sei responder à questão. Agora o que sei é que os seus "Fernandes" eram da aldeia de Martim Longo e é justamente pelo casamento de Baltazar Fernandes com Catarina Fernandes (Guedelha), em 07-05-1691 que, aparentemente, advém a importância do sítio do Tremelgo, onde impera a família Guedelha. Aliás, a partir desta data, neste sítio, vão co-habitar os Guedelhas, os fernandes e os Teixeira e ainda a governança militar e os padres, mistura explosiva em termos de poder até ao séc. XIX.
Por outro lado, o primeiro capitão-mor daquela família e seu avô, Martinho Fernandes, casou com Maria Mestre, filha de Francisco Vaz e Maria Mestre, de S. João de Mértola. Julgo que há parentesco entre os noivos e este parentesco pode ser importante para percebermos a escolha de Martinho Fernandes para capitão-mor de Alcoutim.
Martinho Fernandes é referido como sargento-mor em 28-08-1758 e ainda em 26-03-1771. Mas passados cerca de 5 meses sobre esta última data, mais precisamente a 04-08-1771, já é referido como capitão-mor. Ao falecer a 25-12-1778, deve ter-lhe sucedido no cargo o seu filho Diogo Mestre Guerreiro, este também nascido no Tremelgo. Mais tarde sucede a este José Brito Magro, nascido em Alcoutim mas casado no Tremelgo com Rosa Jacinta, filha do cap. Sebastião Teixeira e de Luzia Mestre (meus ascendentes) e a este sucede o seu filho Sebastião Teixeira último capitão-mor de Alcoutim e muitas vezes confundido com o anterior, apesar de se tratar de avô e neto, respetivamente.
Quanto ao seu último parágrafo, na alusão que faz ao senhor José Varzeano, concordo em parte consigo, mas apenas no que refere ao final do séc. XIX, princípios do séc. XX. Mas estamos a falar dos séc. XVII e XVIII...e, portanto, nada feito.
Não sei se tem a informação que estou a indicar sobre o seu avô Martinho Fernandes. Se não tiver diga que eu mando-lhe as imagens de onde a retirei.

Cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: gente do Tremelgo (Martim Longo) - Alcoutim

#294726 | Henrique Figueira | 14 Jan 2012 16:26 | Em resposta a: #294693

Caro Júlio Sousa,

Obrigado por mais essas achegas acerca dos meus Fernandes. Não tinha essas informações acerca de Martinho Fernandes.
Se puder enviar as imagens ficava agradecido.

Com os melhores cumprimentos,
Henrique Albino Figueira

Resposta

Link directo:

Pedro Teixeira c.c. Gregória Guedelha

#305025 | Jpteixeira | 05 Mai 2012 18:55 | Em resposta a: #294408

Caro Henrique Figueira:

Tenho notícias sobre o casamento de Pedro Teixeira com Gregória Guedelha. Dado que tal matéria foge ao tema deste tópico, vou colocar a mensagem no tópico Famílias Teixeira de Martim longo e Tavira.

Cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#311720 | golfinha | 11 Ago 2012 15:58 | Em resposta a: #294322

Caro Senhor,

Um dos ramos da minha ascendência é todo Fernandes de Martinlongo e a Fernandes mais antiga que tenho (princípio de 1700 provavelmente) é Genebra Fernandes.Como verifico que sabe muito sobre Martinlongo, pergunto-lhe se alguma vez encontrou alguns dados referentes a este nome.

Com os meus melhores cumprimentos,
Arminda

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#311731 | Jpteixeira | 11 Ago 2012 17:40 | Em resposta a: #311720

Cara Arminda:

Olá, como está?

Tenho os dados que necessita. Genebra Fernandes casou com João Cavalo (viúvo de Maria Raveza) na data de 04-11-1705, na Igeja Paroquial de Martim Longo.
Genebra é filha de Manuel Fernandes e de Beatriz Raveza, do Povo de Martim Longo.
Vou enviar-lhe o registo de casamento para o seu email.

Cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Afonso Guerreiro Camacho de Aboim

#311757 | golfinha | 12 Ago 2012 00:04 | Em resposta a: #311731

Caro Júlio,

Olá, como vai?
Estou-lhe imensamente agradecida.
Muito, muito obrigada e muitos cumprimentos.
Arminda

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 29 Jan 2023, 16:51

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen