Familias de Nisa

Este tópico está classificado nas salas: Famílias | Arquivos | Regiões

Familias de Nisa

#227034 | fmcarita | 21 Abr 2009 13:21

Procurar à escala nacional nos registos paroquiais dos séculos XVI-XVII, se possível, a saga genenealógica das famílias de Nisa, de modo a poder descortinar o seu contributo para a onomástica pessoal portuguesa. Este é um desafio lançado a todos os genealogias portugueses que tenham as suas origens na vila de Nisa e/ou Concelho de Nisa e, que queiram assim partilhar as suas informações, sejam eles residentes ou não em Portugal Continental.


Atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227043 | FSA | 21 Abr 2009 14:28 | Em resposta a: #227034

Caro FMCarita,
Descendo de gentes de Nisa e estou muito interessado em partilhar as informações que possuo dessa minha ascendência.
Embora tenha consultado ainda muito pouco do Arqvº Distrital de Portalegre, só lá estive uma vez, onde estão depositados os Registos Paroquiais de Nisa, tenho bastante informação desses meus costados pois existe vária informação na Torre do Tombo e Registos Paroquiais de Abrantes. A família em causa é, em especial, a dos Soares Galhardo.

Com os meus cumpriemntos,

Fernando Serrão Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227060 | fmcarita | 21 Abr 2009 18:12 | Em resposta a: #227043

Caro Fernando Serrão Andrade

Sobre a família Soares Galhardo tenho fotocópia de uma lembrança genealógica manuscrita escrita por Fernando Freire Temudo Soares da Fonseca, onde faz o entroncamento nos Soares Galhardo, a lembrança começa a ser redigida em 2 de Janeiro de 1749 e termina em 22 de Novembro de 1787. O manuscrito, de que possuo fotocópia encontra-se no Arquivo da Santa Casa da Misericórdia de Nisa.

Tenho igualmente fotocópia da entrada Galhardos do nobiliário das Familias de Portugal de Jacinto Manso de Lima existente na Biblioteca Nacional que nos dá um entroncamento dos Soares Galhardo diferente daquele que encontramos na lembraça acima nomeada.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227066 | FSA | 21 Abr 2009 19:05 | Em resposta a: #227060

Não sou ninguém para contradizer Manso de Lima mas, no Arqº Hist.cº da C.M. de Abrantes existe uma Instituição e Construção de uma Capela na Igreja de S.João Baptista, um documento de 1578, (salvo erro) em que a sequência genealógica nela explicita não deixa qualquer dúvida quanto à descendência de Juzarte Soares Galhardo, casado com Maria Ribeira, irmão de Diogo Rui e João Soares Galhardo que com Catarina Pillada, viúva de Fernão, irmão dos anteriores, constroem e instituem a dita capela chamada da "Invocação do Sagrado Nome de Jesus" ou de "S. Martinho". Entre outras propriedades pertencentes a esssa capela, há muitas e muito extensas em Nisa.
É curioso que Diogo Soares Galhardo, nomeia seu herdeiro ao sobrinho Luis Soares Galhardo filho de seu Irmão Fernão Soares Galhardo.
Na minha opinião e também na opinião de um grande e habilitado conhecedor da história Abrantina, sobre a qual já escreveu muitos e bons livros - refiro-me ao Sr. Prof. J Candeias Silva - O Juzarte é o que teve as armas dos Galhardo com a tal diferença, descritas em Sanches de Baena.
O Fernão Soares Galhardo é o Alcaide Mór da Vila de Seda.
A Catarina Pillada é a viúva do Alcaide e o Luis é o filho do dito Alcaide que casou com Brites Vilhegas. Estes últimos moraram em Nisa na rua da Cadeia Velha, na casa que tem uma janelas com cantaria em que se podem ver umas vieiras e umas flores de liz, e que hoje é dos viscondes de Vieiros, se não me engano.
Pode dar-me essa memória genealógica? Interessa-me muito também esse costado Fonseca que surge em Pedro Fonseca Ribeiro, irmão do meu antepassado Juzarte Soares Galhardo, filhos de Luís Soares Galhardo e de sua mulher Ana Maria Cordeiro Saraiva, natural do Sardoal e viveram em Nisa.
Este Pedro Fonseca Ribeiro é homónimo de um outro que viveu em Abrantes no Séc. XVI. Este foi Inquiridor, Contador e Distribuidor dos Órfãos da Vila de Abrantes de 1575 a...( ?) por alvará de 16.08.1575 (Cf. Chancelaria de D. Sebastião, Liv. 33, fl. 219 verso, (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640”), Escrivão da Misericódia de Abrantes (Cf. Livro de Registos, nº34 fl. 14).
Casou com D. Joana de Almeida, filha de Nuno de Almeida, (filho 2º do Dr. Fernão Álvares de Almeida).
Espero poder ser-lhe útil com quaisquer documentos e outros dados que lhe possam interessar.
Com os meus agradecimentos,
Fernando Serrão d´Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227180 | fmcarita | 22 Abr 2009 15:26 | Em resposta a: #227066

Caro Fernando Serrão de Andrade
A propósito de Pedro da Fonseca Ribeiro de Nisa:
«...Pedro da Fonseca Ribeiro Soares Galhardo, que nasceu em Nisa aos seis dias do mês de Julho de 1626 na freguesia do Espírito Santo de Nisa, o qual era filho de do capitão Luís Soares Galhardo de Nisa que foi casado com Maria Saraiva da vila do Sardoal filha de Pedro Cordeiro Saraiva pessoa ilustre da vila do Sardoal, e das principais famílias da dita vila, e o dito Luís Soares Galhardo meu bisavó era filho de outro Luís Soares Galhardo de Nisa que fez muitos serviços à coroa deste reino como consta das certidões que tenho o qual era filho de Zuzarte Soares Galhardo a quem o el rei deu as armas, que a monarquia Potuguesa fala, descendem estes Soares Galhardos de Fernando Soares Galhardo de Albergaria alcaide mor da vila de Seda e em meu poder estão várias certidões de cartas, as próprias em poder de meu primo Francisco José Soares de Alvega...» in Lembrança de Fernando Freire Temudo de Andrade

Pensamos que o primo referido é de seu nome completo Francisco José Caldeira Soares Galhardo e Mendanha.


atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227188 | FSA | 22 Abr 2009 16:33 | Em resposta a: #227180

Caro fmcarita,

Tenho alguns dados que obtive na Torre do Tombo que corrigem alguns pequenos lapsos de Felgueiras Gayo.
Relativamente ao Pai de Pedro Ribeiro da Fonseca Soares Galhardo, não sabia que tinha sido Capitão. Envio-lhe o que conheço dessa ascendência. Todas as informações que lhe remeto são fundadas em documentação e não se restringem nem a Manso de Lima nem a Felgueiras Gayo.
Vou tentar não misturar outros costados que, por não serem de Nisa não serão do seu interesse.

Juzarte Soares Galhardo, nasceu em Nisa em 1628. Casou em Abrantes com sua Prima, na Igreja de S. João Baptista, em (?) Abril de 1654 “… em segundo grau de consanguinidade, tinha dispensação de Sua Santidade” (Cf. Casamentos, S. João Baptista-págs 18 e18vº).
14.07.1649. Alvará. Escrivão dos Órfãos da vila de Nisa. (Registo Geral de Mercês, Ordens, liv.3, fl.170v).
20.03.1650. Carta. Escrivão dos Órfãos da vila de Nisa (Registo Geral de Mercês, Ordens, liv.3, fl.369v).
Morreu antes de 13.11.1662.
Casou com D. Joana Temuda de Almeida, Herdeira da Casa e Morgado de seu Pai, nasceu em Abrantes a 10.12.1625. Foi baptizada em casa “… por necessidade, a 21.12.1625.” (S. João Baptista, Mistos, 2 pág. 120).
13.11.1662. Alvará passado a D. Joana Temuda, Propriedade do ofício de Escrivão dos Órfãos da vila de Nisa por falecimento de Juzarte Soares Galhardo (Registo Geral de Mercês, Ordens, liv.4, fl.349).

Irmãos de Juzarte Soares Galhardo
- Pedro da Fonseca Ribeiro. Nasceu em Nisa aos 6 de Julho de 1626, era Capitão de uma Companhia de Ordenanças em 1640. Foi procurador em Côrtes da dita Villa no ano de 1679. Considerado herói na Guerra da Aclamação (Cf. Manso de Lima – Título de Galhardos §7 N94) (Cf. Memória Histórica da Notável Vila de Nisa, de José Dinis da Graça Motta e Moura – pág 171 e seguintes).
- Frei Francisco de Almeida. Nasceu em Nisa no ano de 1630. Foi Vigário da Matriz da mesma Vila da Ordem de Cristo. Instituíu uma capela com 2 missas anuais de obrigação, uma de seu Pai e outra de sua Madrasta Ignez da Fonseca Freyre (Cf. Manso de Lima – Título de Galhardos §7 N95).
- Maria, que nasceu em Nisa no ano de 1625.

Os atrás mensionados eram filhos de Luís Soares Galhardo, o qual casou 3 vezes:
1ª vez c/ D. Apolónia Alcoforado, fª de Gonçalo Alcoforado de Pina e de s. mulher Maria Themudo (S.G.).
2ª vez, no Sardoal, a 16.04.1624, com D. Maria Cordeiro Saraiva (C.G.)
3ª vez, na Vila da Cortiçada, com D. Ignez da Fonseca Freyre (S.G.).

2833. D. Ana Maria ou Maria Cordeiro Saraiva.
Natural do Sardoal, onde nasceu cerca de 1600.

Irmãos de D. Ana Maria ou Maria Cordeiro Saraiva:
- Pero Cordeiro Saraiva. Nasceu no Sardoal a 29.10.1580 (R.Pq Sardoal-MF1781 Mistos 1e2 Fls.26). Foi casado com Ana Mendes Castanho. Capitão de um Regimento da Armada. Escrivão da Misericórdia do Sardoal em 1623 (Cf. Arqº Histº da C.M. Sardoal). Faleceu a 17.11.1639 (R.Pq Sardoal-MF1781 Mistos 1e2 s/nº).
- D. Catarina Cordeiro Saraiva. Nasceu na mesma Vila a 3-XII-1587 (R.Pq Sardoal-2M Fls 91 Vrs.).

Esse Francisco Jose Soares Galhardo Caldeira de Mendanha é o que teve o famoso libelo com o Marquez de Pombal.
Há no Solar de Alvega, fundado por Fernão Soares Galhardo, primogénito de Luís Soares Galhardo e de Brites de Vilhegas, neto portanto do Alcaide de Seda, várias passagens secretas. As paredes são duplas e entre elas pode muito bem passar um homem, foram construídas pelo dito Francisco José para fugir dos esbirros do Marquez que enquanto 1º ministro de D. José I, por mais de uma vez o tentaram matar e confiscar-lhe os bens. Assim não aconteceu.

Com os meus cumprimentos,

Fernando Serrão d´Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227265 | fmcarita | 23 Abr 2009 16:29 | Em resposta a: #227188

Caro Fernando Serrão de Andrade

A propósito de Luís Soares Galhardo:

Inquisição de Évora- Processo de Adão Rodrigues da vila de Nisa
Maço 214,Documento 2019
Testemunha do Processo:
Em 9.3.1579 ,Luís Soares Galhardo, morador em Nisa,fidalgo da casa del rei, tinha 42 anos pouco mais ou menos...


Inquisição de Évora- Processo de Lopo de Aldana, natural de Alter do Chão,morador em Nisa
Processo nº 6129
Microfilme: 2177

Testemunha do processo:
Em 20.4.1583, Luís Soares Galhardo, morador na vila de Nisa, tinha 45 anos pouco mais ou menos.. o que quer dizer que teria nascido c. de 1538...

Tem ligações às famílias Sampaio, Semedo e Caldeira de Nisa?

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227280 | FSA | 23 Abr 2009 19:08 | Em resposta a: #227265

Boa tarde!

Muito obrigado por esses dados sobre esse Luís Soares Galhardo.
Sei que há uns casamentos de uns Galhardo com umas Semedo de Nisa mas, agora, não me recordo quais são.
Sim. Descendo de Caldeiras de Nisa que julgo entroncarem nos Caldeiras do Sardoal, mas ainda não tive tempo para desenvolver esse costado e pràcticamente nada sei dele. Contudo, os meus directos antepassados usavam esse apelido.
Por exemplo: o meu 7º Avô usava Caldeira. António Soares Galhardo Caldeira de Almeida que casou duas vezes. Casou 1.ª vez com D. Antónia Fradessa de Mendanha, filha de Manuel Borges de Souza e de D. Leonor da Rosa de São Payo. Tiveram:
D. Maria Fradessa de Mendanha, nasceu em Abrantes a 20.10.1727 (m.m.) (S.G.).
Casou 2ª vez, a 09.10.1729 em Abrantes, com D. Maria-Josefa-Inácia da Silva, - descendo deste matrimónio - natural de Tomar, filha de António Gomes Monteiro e de sua mulher D. Ana-Maria-Teresa da Silva, naturais de Abrantes. Ele era Licenceado em Leis. (Cf. Leitura de bacharéis, 1695 Maço 9, Letra A, nº37)
18.11.1696, Carta Patente Juiz dos Órfãos na vila de Tomar pela renúncia de Manuel da Silva (Registo Geral de Mercês, D.Pedro II, liv.8, fl.238).

Manuel Soares Galhardo Themudo Caldeira e irmão de António Soares galhardo, o anterior, também usava Caldeira.
(Cf. GAYO, Volume XII, Árvore de costados 120 vº - SOARES GALHARDOS DE ABRANTES).
Nasceu em Lisboa, S. Pedro de Alfama “… ao fundo da Rua do Vigário…”, a 01.01.1698. Viveu em Abrantes.
24.04.1738 Carta Patente. Tença de 8$000 rs pela renúncia de D. Ana Quitéria. (Registo Geral de Mercês, D.João V, liv.29, fl.255).
10.05.1738 Carta Padrão. Tença de 12$000 rs e Hábito. (Registo Geral de Mercês, D.João V, liv.29, fl.25).
28.08.1720 Alvará. Escrivão dos Órfãos na vila de Nisa (Registo Geral de Mercês, D.João V, liv.12, fl.53). Ofício herdado de seu Pai, Luis Soares Galhardo.
30.10.1731, Carta Patente. Reconhecido o direito de utilização, por sucessão, das Armas dos Soares de Albergaria Galhardo, por diferença, uma brica verde com uma flor de liz de oiro.
Casou 1.ª vez com D. Humbelina Tavares de Sousa Magalhães, natural de Viseu, (S.G.).
Casou 2ª vez, em Castelo Branco, com D. Maria Tudela de Castilho Soares Figueiroa, filha de Fernão Tudela de Castilho, Tenente de Cavalos, Juiz da Alfândega de Castelo Branco e de sua mulher D. Francisca Marques do Prado, Irmã de D. Diogo Marques, Capitão de Cavalos em Campo Maior.
Houve do 2º casamento:
Luís Soares de Albergaria Galhardo Tudela de Castilho. Nasceu nos anos 40 do Séc. XVIII, proprietário do ofício de Escrivão dos Orfãos de Nisa. Casou com D. Vicência do Avelar Cabreira Godinho. Tiveram:
Luís Soares Galhardo de Albergaria Tudela, nasceu nos anos 70 do Séc. XVIII, casou com D. Ana de Castro Ataíde. Tiveram: D. Maria do Milagre que morreu sem descendência antes de 1831.
D. Luisa Maria Tudela Soares Galhardo, nasceu nos anos 70 do Séc. XVIII e morreu cerca de 1832 (S.G.).
- Foi o meu 4º Avô, Jacinto Serrão Burguete Temudo Soares de Albergaria Galhardo, quem herdou o morgado até então administrado pela descendência de Manuel Soares Galhardo Themudo Caldeira, o qual nasceu no Sardoal a 10.07.1787, Herdeiro da Casa e Morgados de seu Pai. Casou na Capela de sua Casa a 27.06.1841.
16.12.1809 Carta Padrão, Sargento-mór do Sardoal.
Capitão-mór do Sardoal eleito em Auto de Câmara de 28.12.1808, (Cf. Arquivo Histórico-Militar e Reg.tº Histórico da C.M. Sardoal)
19.05.1818, Carta de Administração vitalícia do morgado instítuido por Pedro Mendes Carrilho nas Vilas de Abrantes e Sardoal. (Cf. Registo Geral de Mercês, D.João VI, liv.13, fl.5).
1.12.1831, Carta de Centença Cível de imediata sucessão, passada para título, como sucessor aos bens do morgado administrado por D. Luisa Maria Tudela Soares Galhardo, sua Prima e instituído por Luís Soares Galhardo de Almeida, Trisavô de Jacinto Serrão Burguete.
Condecorado Medalha de Ouro com a Real Efígie do Sr. D. Miguel I.
Financiou o Partido Miguelista.
Morreu em sua casa, no Sardoal a 28.06.1841.

Espero poder contribuir com alguns dados também.

Cumprimentos
Fernando Serrão d´Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227309 | fmcarita | 23 Abr 2009 22:28 | Em resposta a: #227280

Caro Fernando Serrão de Andrade

Estou interessado em saber de que Caldeiras se trata e como entende que eles possam entroncar nos caldeiras do Sardoal .

O meu ascendente Caldeira chama-se Diogo Caldeira casado com Joana Ribibeiro Alcoforado que vem referido em Manso de Lima em Caldeiras de Nisa.Será esse o vosso antepassado ou trata-se de outros Caldeiras de Nisa como os Sampaio Caldeira?

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227358 | FSA | 24 Abr 2009 12:45 | Em resposta a: #227309

Caro FMCarita,

Dos Caldeira de Nisa descendo de Afonso Vaz de Vilhegas casado com Brites Caldeira e, infelizmente, não sei mais desses Caldeira.
Quando digo que entroncam nos do Sardoal, refiro-me aos meus costados, Soares Galhardo e Serrão, do Sardoal, - como já lhe referi, ainda não desenvolvi o costado Caldeira - e julgo ser por via dos Cordeiro (das famílias mais antigas do Sardoal, parentes dos Parada) de Ana Maria Codeiro Saraiva, mulher de Luís Soares Galhardo, filha de Francisco Gil Saraiva e de Catarina Cordeiro.

Desculpe não ter sido suficientemente claro.

Cumprimentos
Fernando S Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227373 | fmcarita | 24 Abr 2009 16:13 | Em resposta a: #227358

Caro Fernando Serrão de Andrade

Pensamos que a sua ascendente Joana Temuda de Almeida terá casado 2ª vez em 1672 na freguesia da Matriz da vila de Nisa com Manuel Bugalho.Será só uma suspeita minha ? Ou tratar-se-à de uma homónima?
O Manuel Bugalho em questão, meu ascendente, faleceu na freguesia da Matriz em 1693.
Terá nos seus apontamentos alguma referência a estes Bugalhos da vila de Nisa?

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227410 | ffarrajota | 24 Abr 2009 22:57 | Em resposta a: #227373

Boa noite:
Tem por acaso mais informação sobre a família Bugalho. Tenho um antepassado Manuel Fernandes Bugalho (cardador) cc. Maria Fernandes, de Valezim-Seia. Tenho a data de nascimento do filho Manuel 22 Março 1647, em Valezim e não consegui encontrar o casamento. Penso que haja ligação destas famílias visto que existe a pastorícia e a indústria de laníficios tanto nas Beiras como no Alto Alentejo que liga estas províncias. Tenho encontrado bastantes alentejanos na zona de Seia, tenho uns antepassados em Seia que são oriundos de Niza, não está indicada a freguesia. Se por acaso encontrar um Francisco Lopes nascido por volta de 1670/1680 filho de Francisco Alves e Maria Costa, numa das freguesisas de Niza agradeço.
Os meus cumprimentos,
Fernanda Farrajota

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227415 | zmcm | 24 Abr 2009 23:19 | Em resposta a: #227373

caro fmcarita:
A propósito de ver este tópico lembrei-me que tenho um antepassado Semedo do qual nada sei excepto que se chamou José Semedo, natural da freguesia de Nossa Senhora da Graça de Niza, terá nascido c.1775.
Este José Semedo casou em Campo Maior a 27-5-1772 com Ana Joaquina viúva de Francisco Rodrigues de Campo Maior, este casal teve filhos com os apelidos Lopes Batuca e Semedo Batuca, desconheço de onde vêm os aplidos Lopes e Batuca cuja proveniência poderá ser Niza ou Campo Maior ( lado feminino).

Se poder ajudar agradeço,
Cumprimentos,
Miguel Cabrita Matias

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227461 | fmcarita | 25 Abr 2009 12:24 | Em resposta a: #227415

Caro Miguel Cabrita Matias

Sabe os pais de José Semedo casado em Campo Maior?

Desconheço o apelido Batuca na vila de Nisa.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227486 | zmcm | 25 Abr 2009 16:15 | Em resposta a: #227461

caro fmcarita:
infelizmente não sei, coloquei o apelido dos filhos apenas na tentativa de encontrar em Niza os pais deste José Semedo, sendo que existe a hipótese 50%, 50% destes apelidos serem de Niza ou de Campo Maior.
Obrigado
Miguel Cabrita Matias

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227587 | fmcarita | 26 Abr 2009 17:36 | Em resposta a: #227410

Cara Fernanda Farrajota

Existe em Nisa a família Semedo Bugalho.
No Arquivo Paroquial de Nisa encontra-se, no Tombo das Capelas do Espírito Santo, o testamento de Luís Pires Bugalho datado de 1579. Não nos parece que se trate dos mesmos Bugalho.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227617 | msubtil | 26 Abr 2009 20:38 | Em resposta a: #227461

Caro FMCarita,
Aprecio o trabalho em que se envolveu. Eu tencionava passar uns dias de volta dos arquivos de Nisa mas ainda não apareceu a oportunidade. O caso é sobre os Subtil, de quem há referências dispersas neste forum, como oriundos dessa localidade. Apanhou alguma coisa sobre eles? Ou dá-me uma pista para eu seguir? Creio que por volta de 1900 sairam dali irmãos para Viana do Castelo, Lisboa, Alcobaça, Bragança e prov. outros lugares, dando origem aos actuais ramos. Qualquer coisa que me possa dizer já é bom e eu agradeço. Manuel Subtil

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227652 | fmcarita | 26 Abr 2009 23:43 | Em resposta a: #227617

Caro Manuel Subtil

Penso que os Subtil em questão são originários de Amieira do Tejo.Quando tiver ocasião colocarei aqui dados genealógicos que o possam ajudar.



atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227731 | FSA | 27 Abr 2009 15:30 | Em resposta a: #227373

Caro FMCarita

Não tenho conhecimento desse segundo casamento de D. Joana Themuda de Almeida.
Poderá ser sua homónima. Tenho vários documentos dela em que é a tutora de Manuel Soares Galhardo, seu neto, enquanto a menoridade deste e creio que terá vivido mais tempo em Abrantes do que em Lisboa ou Nisa, onde também tinha casas e propriedades.
D. Joana, como já tive oportunidade de informar nasceu em Abrantes a 10.12.1625. Foi baptizada em casa “… por necessidade, a 21.12.1625.” (S. João Baptista, Mistos, 2 pág. 120). nascida a era filha única e herdeira de António Juzarte Temudo (O Moço). Este foi batizado na Igreja de Vicente em Abrantes a 16.02.1599 e casou em Abrantes, a 01.01.1624 com D. Maria de Araújo de Almeida, a qual nasceu em Abrantes e foi baptizada na Igreja de S. João Baptista a 06.02.1598 (S. João Baptista, Mistos 1, pág. 14 verso). Foram Padrinhos António Juzarte e Isabel de Mendanha (S. João Baptista, Mistos 2, pág. 256 verso).

O atrás mensionado, António Juzarte Temudo (O Moço) foi único herdeiro da Casa de seus Pais, (era filho de João Lopes Themudo e de sua mulher Maria da Rosa Freire) viveu em Abrantes onde foi Vereador em 1625 e Almotacé nos anos 1624, 1626,1627, 1632. Foi eleito uma das cabeças da saúde e guarda da Vila na sua área de residência (cf. Prof. Candeias da Silva, no livro "Abrantes-A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640"), e Escrivão da Misericórdia de Abrantes (Cf. Livro de Registos, nº100 fl. 47)

Maria de Araújo de Almeida era filha do 2º casamento de Francisco de Almeida, (O Marixal) que nasceu cerca de 1560. Surge denominado em vários Registos Paroquiais como Francisco de Almeida “Mariscal” NOTA: No Gayo, Volume XII, árvore de costados nº120 vº - SOARES GALHARDOS DE ABRANTES, aparece, erradamente, transcrito como “Francisco de Almeida Marçal”. Era, em 1582, pagem de D. João de Almeida “... e nessa condição o terá acompanhado a Alcácer-Kibir onde terão ficado cativos..." (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640”). Capitão da Companhia de Ordenanças da Coutada de Santa Margarida e de S. Miguel (do Rio Torto), onde era proprietário do Casal das Areias (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640).
Provedor da Misericórdia de Abrantes nos anos de 1624, 1628, 1636, 1638. (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640”), (Cf. Revista Zahara Vol IV) e (Cf. Livro de Registos da Misericórdia Reg. nº92 fl. 43).
Vereador nos anos: 1605, 1508-1510, 1617, 1621, 1624, 1627, 1636 (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640”).
Almotacé: 1625, 1629 (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640), Escrivão da Câmara: 1614, 1617 (Cf. Prof. Candeias da Silva “Abrantes - A Vila e seu Termo no tempo dos Filipes, 1580-1640”). Depositário do Cofre dos Orfãos, por alvará régio de 17.01.1629 (LR2, fl.350).
Após renhida demanda com seu Primo, D. João Telles de Menezes, o qual alegava ser D. Joana de Almeida, (Mãe de Francisco de Almeida) bastarda mas, provando-se o contrário, teve a sentença contra si. Herdou então Francisco de Almeida o Morgado Instituído por Fernão Álvares de Almeida e sua mulher, D. Isabel Brandão (Cf. GAYO - Tomo XVIII, título de MENEZES, pág. 204, § 11, N 14), (Cf. GAYO Tomo I, Título de Almeidas § 64 N1), (Cf. Pegas de Mayorato, Tomo 2, fls.15).
Fez testamento a 05.02.1644: “Testamento de Francisco de Almeida, marido que foi de Estácia de Araújo em que deixa por seu testamenteiro, a seu filho o Doutor Jacinto Álvares de Almeida com declaração que a primeira de suas filhas que casasse lhe deixava e nomearia o Casal das Areias e que da sua quarta a sua Alma na forma que o determinasse o dito seu fiho, e o restante dela deixava a suas quatro filhas-solteiras”. (Cf. Tombo particular)
-Em 1645: Autos da tomada de posse dados a Francisco de Almeida dos bens do Morgado instituído por Fernão Álvares de Almeida e sua mulher D. Isabel Brandão:
Capela Mór da Igreja de S. Miguel de Alfama, Casas da Rua Nova de El-Rei, Casas da Rua dos Ourives do Ouro, Casas da Rua da Tudesca, Capela sita a Nossa Senhora da Graça, Assento de Casas e Quinta de Nossa Senhora da Graça.
Deve ter morrido um pouco antes de 05.09.1650, data em que se fez a “Sorte de partilhas de meação de Francisco de Almeida, entre seus filhos” (Cf. Tombo Particular)
Está sepultado na Igreja de S. João Baptista, em sepultura perpétua dos Almeida, onde jazem seus Pais e onde jaz também o Padre Christovão Álvares de Almeida, Prior de S. Vicente da Beira (Cf. Tombo Particular).

Irmãos de Francisco de Almeida:
- D. Catarina da Fonseca que casou com Juzarte Soares Galhardo (pais de Luís Soares Galhardo que casou com D. Maria Cordeiro Saraiva - também descendo deste casal)
- Brás Álvares de Almeida que casou a 03.05.1583 com Brites Faleira (Abrantes, Igreja de S. Vicente - Mistos1 pag. 153) filha de Miguel Cordeiro, Escrivão dos Orfãos em Abrantes, Moço Fidalgo da Casa do Cardeal-Rei.Tiveram: Margarida Faleira da Silveira, mulher de Gonçalo Roiz de Andrade que tiveram: Ana Faleira, mulher de Pedro Gomes Pimentel (Manso de Lima -Título de Cordeiros de Abrantes §17 N1).
23.01.1584 Carta Régia de Escrivão dos Orfãos da Vila de Abrantes (Chancelaria de D. Filipe I, Livro 7, fl.270 vrº.), (Manso de Lima -Título de Cordeiros de Abrantes §17)
- D. Ana de Almeida.

O atrás mensionado Francisco de Almeida, casou 1ª vez com D. Joana Vieira da Silveira, filha de Miguel Cordeiro, Escrivão dos Orfãos em Abrantes, Moço Fidalgo da Casa do Cardeal-Rei e de sua mulher Brites Vieira. (Este casamento vem aqui no Geneall.net) Tiveram:
Isabel Vieira da Silveira, que casou em 1634, S. Vicente, com Álvaro de Sousa Pereira, (baptizado a 03.02.1631, S. Vicente) filho de Diogo Camelo Pereira e de Joana Uchôa de Sottomayor. Ana (bat. S.Vicente 30.08.1591), Antónia (bat.16.10.1593) e Maria (bat. 04.05.1596).

Talvez esta curta referência à ascendência de D. Joana Themuda de Almeida confirme se casou uma segunda vez. Noentanto, não me parece que tenha existido esse casamento, uma vez que já tinha 47 anos em 1672, tendo esta nascido a 10.12.1625.
Com os meus cumprimentos,

Fernando Serrão d´Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227766 | Duarte scb | 27 Abr 2009 22:07 | Em resposta a: #227358

Caro Fernando S Andrade,

Tenho uma antepassada de Sardoal com o apelido Cordeiro: chamava-se Joana Cordeira, que se casou nesta mesma terra a 24.01.1689 com João Machado. Era filha de Manuel Dias Falcão e de Maria Cordeiro. Dos seus descendentes apenas um neto tomou o apelido Cordeiro, Manuel Machado Cordeiro, nascido em 1733, no Casal da Serra, freguesia do Panascoso.

Será que tem alguma informação sobre estes Cordeiro ou sobre alguma destas famílias? Como reparei que referia o apelido e a terra do Sardoal não resisti a perguntar.

Peço desculpa pelo incómodo,
Cumprimentos,
Duarte Cruz Bucho

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227770 | fmcarita | 27 Abr 2009 22:52 | Em resposta a: #227617

Caro Manuel Subtil


Freguesia da Matriz da Vila de Nisa:

-Manuel Rodrigues Subtil , natural de Amieira do Tejo, filho de Francisco Rodrigues e de Maria da Cruz casou em... 1800 com Feliciasna Maria filha de Joaquim Martins Porto e de N... Josefa.

- José da Cruz Subtil, filho de Manuel Rodrigues Subtil e de Felícia Rosa Leirinha, casou em... 1828 com Ana Teodora filha de Joaquim Franco Serralha e de Teodora Josefa.

Freguesia do Espírito santo:

~José da Graça Subtil, filho de José Subtil e de Maria Bassa casou em... 1877 com Maria da Cruz filha de José da Cruz Teotónio e de Vicência Dinis Louro.



atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227793 | nutconcd | 28 Abr 2009 08:44 | Em resposta a: #227770

Cara(o) Confrade,

Pegando neste tópico e porque casei em (S. Matias) Monte Claro, Niza, gostaria de saber até que ponto os nomes que passo a referir serão do seu conhecimento.

1. António Ernesto de Moura Farinha Dias, nascido a 08/08/1948, em S. Matias (Monte Claro) – Nisa, + Lisboa, 27/02/1995

2. José da Cruz Dias, nascido a 04/03/1923, em S. Matias (Monte Claro), Nisa, + Nisa, 02/12/2001
3. Palmira de Moura Farinha, nascida em 23/08/1926, em S. Matias (Monte Claro), Nisa, + Lamego, 16/12/2008

Avós Paternos:
4. Domingos da Cruz Rosa, nascido a 31/10/....,
5. Maria do Carmo Dias, nascida a 15/08/...., em Albarrol(?) – Amieira do Tejo;

Avós Maternos:
6. João Dias Farinha, nascido a 07/09/..., em em S. Matias (Monte Claro) – Nisa e
7. Maria do Carmo de Moura Rosa, nascida a 14/01/..., em S. Matias (Monte Claro) – Nisa;

Bisavós Paternos:
8. João da Cruz
9. Maria da Rosa;
10. Francisco Dias
11. Joana Marques

Bisavós Maternos:
12. Ernesto Dias Farinha, nascido algures na B. Baixa
13. Maria do Rosário Farinha, nascida na Falagueira – Nisa;
14. Joaquim Maria de Moura, nascido em S. Matias (Monte Claro) – Nisa
15. Maria das Candeias, nascida a 02/02/..., em S. Matias (Monte Claro) – Nisa.

Por outro lado e apesar quase toda a minha ascendência ser beirã, curiosamente, o meu 4º e 5ºs avós eram de Nisa, como passo a indicar

1. José Maria Curado, Portalegre, Nisa, nascido cerca de 1790. Casou em 03.06.1822, Fundão, Vale de Prazeres, com Ana Fernandes nascida a 23.04.1789

2. Francisco Curado, Nisa
3. Catarina Rita, Nisa

Será que alguns dos nomes aqui referidos entronca com seus?

Melhores cumprimentos,

Maria da Conceição Valente de Moura

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227796 | agp | 28 Abr 2009 10:26 | Em resposta a: #227793

Cara Parente Maria da Conceição Valente de Moura,

Como sabe a minha nora tem costados em Nisa, nomeadamente na freguesia de São Matias. Nas minhas idas ao Arquivo distrital de Portalegre quando pesquiso nos livros dessa freguesia tenho aproveitado para seguir os costados do seu falecido marido António Ernesto de Moura Farinha Dias. Estava a guardar a surpresa para quando surgisse uma eventual ligação. Como surgiu esta oportunidade na continuação da árvore que aqui deixou, tenho a acrescentar:


4. Domingos da Cruz Rosa nasceu em Nisa, São Matias, Monte do Claro. Faleceu em Nisa, São Matias, Monte do Claro.
5. Maria do Carmo Dias
6. João Dias Farinha casou com Maria do Carmo Moura Rosa a 21 de Outubro de 1921 em Nisa, São Matias, Monte do Claro.
7. Maria do Carmo Moura Rosa nasceu aos 19 de Janeiro de 1899 em Nisa, São Matias, Monte do Claro. Faleceu aos 11 de Fevereiro de 1972 em Nisa, São Matias.

8. João da Cruz de Oliveira, lavrador, casou com Maria da Rosa aos 7 de Outubro de 1878 em Nisa, São Matias.
9. Maria da Rosa
10. Francisco da Graça Dias, jornaleiro, casou com Joana Marques Durão a 1 de Setembro de 1897 em Nisa, São Matias.
11. Joana Marques Durão, faleceu aos 29 de Setembro de 1956 em Nisa, Amieira do Tejo.
12. Ernesto Dias Farinha, sapateiro, casou com Maria do Rosário aos 27 de Novembro de 1880 em Nisa, São Matias.
13. Maria do Rosário, nasceu cerca de 1860 em Nisa, São Matias, Falagueira.
14. Joaquim Maria de Moura, lavrador, nasceu cerca de 1858 em Nisa, São Matias, casou com Maria das Candeias a 21 de Setembro de 1886 em Nisa, São Matias.
15. Maria das Candeias nasceu cerca de 1864 em Nisa, São Matias.

16. José de Oliveira nasceu nas Sarnadas de Ródão.
17. Maria José nasceu em Nisa, São Matias, Falagueira.
18. João da Rosa nasceu cerca de 1830 em Nisa, São Matias.
19. Ludovina Marques nasceu cerca de 1830 em Nisa, São Matias.
20. João Dias Delgado nasceu cerca de 1835 em Nisa, São Matias.
21. Maria Mendes Delfina nasceu cerca de 1840 em Nisa, São Matias.
22. José Marques Durão nasceu cerca de 1840 em Nisa, São Matias.
23. Ana Cardoso nasceu cerca de 1845 em Nisa, São Matias.
24. João Farinha nasceu cerca de 1830 em Nisa, São Matias, Monte dos Matos, casou com Lucinda Mendes aos 30 de Agosto de 1854 em Nisa, São Matias.
25.Lucinda Mendes nasceu cerca de 1830 em Nisa, São Matias, Monte do Claro.
26. Manuel José Delgado nasceu cerca de 1830 em Nisa, São Matias.
27. Rosária Ferreira nasceu cerca de 1835 em Nisa, São Matias, Falagueira.
28. José Maria de Moura nasceu em Nisa, São Matias.
29. Ana Francisca Tavares Vidal nasceu em Nisa, Espírito Santo.
30. José Marques nasceu cerca de 1825 em Nisa, São Matias, Falagueira, casou com Helena Mendes aos 30 de Setembro de 1855 em Nisa, São Matias.
31. Helena Mendes nasceu cerca de 1835 em Nisa, São Matias, Monte do Claro.

48. João Farinha nasceu cerca de 1800 em Nisa, São Matias.
49. Teresa Maria nasceu cerca de 1805 em Nisa, São Matias.
50. Francisco Gonçalves Ramalhete nasceu cerca de 1800.
51. Cristina Mendes
60. José Marques nasceu em Nisa, São Matias, Falagueira, casou com Maria do Rosário a 2 de Junho 1828 em Nisa, São Matias.
61. Maria do Rosário nasceu em Nisa, São Matias, Falagueira.
62. Pedro Esteves nasceu cerca de 1800 em Nisa, São Matias, casou com Teresa Angélica aos 24 de Setembro de 1827 em Nisa, São Matias.
63. Teresa Angélica nasceu cerca de 1805 em Nisa, São Matias, Monte do Claro.

122. Manuel Esteves nasceu em Nisa, São Matias.
123. Luísa Marques nasceu em Nisa, São Matias.
124. José Esteves nasceu cerca de 1770 em Nisa, São Matias.
125. Ângela Pestana nasceu cerca de 1775 em Nisa, São Matias.
126. Simão Mendes nasceu cerca de 1775 em Nisa, São Matias.
127. Angélica Jorge nasceu cerca de 1780 em Nisa, São Matias.

De José Maria Curado não vi nada.

Cumprimentos,
António G. Pereira

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227797 | fmcarita | 28 Abr 2009 10:58 | Em resposta a: #227793

Cara Maria da Conceição Valente de Moura


Do meu indíce das famílias casadas na freguesia do Espírito Santo da vila de Nisa consta o seguinte casamento realizado no ano de 1798:


- Francisco Semedo casado com Catarina Rita.


Provavelmente estes serâo os seus ascendentes, poderá pedir a certidão ao Arquivo Distrital de Portalegre.

Sou descendente de duas linhas de Curados da vila de Nisa.
Quando souber os pais do casal acima indicado poderemos trocar informações sobre a presença da família Curado na vila de Nisa.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227800 | fmcarita | 28 Abr 2009 11:19 | Em resposta a: #227731

Caro Fernando Serrão de Andrade



Ao consultar no Genea uma entrada sobre Marvão vi umas notas suas a respeito de Simoa Sanches de Faria de Marvão, sua ascendente.

No Tombo das Capelas do Espírito Santo da Vila de Nisa(Arquivo Paroquial de Nisa)encontra-se uma Brízida de Faria, natural de Marvão, falecida em ...1643, que fala de Leonor Estaça casada com Álvaro Semedo, morgado , natural da vila de Nisa e de Catarina Estaça casada com Sebastião Rodrigues.

Tem alguma informação sobre aquele Álvaro Semedo casado com Leonor Estaça?


Existe,igualmente, um casamento realizado na vila de entre Simoa Sanches de Faria com um Alcoforado da vila de Nisa em 1662 na freguesia da Matriz.


Na freguesia da Matriz existe um casamento de Maria Sanches de Faria Delicado, filha de João Dias Inchado e de Maria Estaça de Faria(este casamento encontra-se lavrado na mesma freguesia em 1670) com Sebastião Serrão de Andrade realizado em 1702, penso tratarem-se de seus ascendentes.

Tem alguma informação sobre o apelido Delicado da vila de Nisa?
Os Alcoforados de Nisa ligaram-se aos Farias e Estaços da vila de Marvão no século XVII.
Terá apontamentos sobre essas ligações familiares?

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227824 | FSA | 28 Abr 2009 14:53 | Em resposta a: #227800

Caro FMCarita,

O casamento que refere é o dos meus 7ºs Avós.
Tem apenas um pequeno lapso: Não se trata do casamento de Sebastião Serrão Andrade mas sim do casamento de Sebastião Serrão da Motta com Maria Sanches de Faria Delicado.
Gostava muito de ter as cotas desse documento para pedir uma cópia autêntica, pois desses meus Avós, só tenho os testamentos.
Sebastião Serrão da Motta, era filho de Jacinto Serrão da Motta e de Maria Lobata, ambos do Sardoal. Nasceu no Sardoal a 07.01.1654, foi Juiz do Geral, Capitão de uma das Companhias de Ordenanças da Vila do Sardoal (Cf. Arqº Histº da C.M. Sardoal). Tinha um Prazo foreiro à Ordem de Malta (Cf. Testamentos-Sardoal, Tombo particular).
Foi ele quem construíu e instituíu a Capela de Strª Catarina (de Alexandria), Capela dos Serrão da Motta, na sua Casa do Sardoal. Morreu nessa mesma Casa e Vila do Sardoal, no ano de 1711. Deixou no seu testamento 500 missas por sua alma e 300 pelas de seus familiares.

Irmãos de Sebastião Serrão da Motta:
- Dr. Alexandre Serrão da Motta, que nasceu no Sardoal no ano de 1648, bacharel formado em Cânones pela Universidade de Coimbra, a 30.07.1677. Instituíu um Morgado com todos os seus bens e nomeava o seu Irmão, Sebastião Serrão da Motta como administrador. Deixou uma cláusula no seu testamento para que fosse instituída uma Capela dedicada a Stª Ágata, na Igreja Matriz do Sardoal mas, depois de serem adicionadas pelo dito Irmão várias propriedades ao Morgado que o Dr. Alexandre instituíra, foi construída a Capela de Stª Catarina (de Alexandria), a qual passou a ser privada da Casa. Foi depois ampliada por Jacinto Serrão da Motta, para o seu casamento com D. António Temudo Caldeira de Almeida (26.12.1759). (Cf. Ttestamentos-Sardoal, Dr. Alexandre Serrão da Motta-Tombo particular).
- Maria da Motta.
- João Serrão da Motta.

Maria Sanches de Faria Delicado, era natural da Vila de Niza. Morreu no Sardoal no ano de 1713 (Cf. Tombo particular). Do seu casamento com Sebastião Serrão da Motta ocorrido aem 1700, tiveram:
- Jacinto Serrão da Motta.
Nasceu no Sardoal a 28.03.1705, baptizado a 05.04.1705 (Cf. R.P. de Sardoal LB 3 fl. 155 Verso) onde foi Juiz Ordinário. Vem nomeado na “Biblioteca Lusitana”, Vol. IV, fls. 144:
“… Militou alguns anos num regimento de Cavalaria, conservando entre os exercícios de Marte os cultos de Apólo. Da sua fecunda veia são partos as seguintes obras:
- Poesias Sérias e Jocosas, que intitulou Delicta Juventutis Mea. M.S.
- Destroços. Descrição poética da horrível tempestade que em Outubro de 1733 experimentou o reino de Portugal. É em Oitava rima, 4.
- Filosofia Política, Moral Económica, explicada por dietas e deduzidas por máximas, reduzidas a três formas, do respeito, do interesse e da hipocrisia fol. M.S. É em prosa".
Escreveu também “Memórias Restauradas do Lugar do Sardoal” M.S.
Casou na Capela de sua Casa, a 26.12.1759 (Cf. R.P. de Sardoal C5 MF 1780, fl. 129 e 130).
Morreu no Sardoal. Este teve dois filhos que legitimou, filhos de Mãe incógnita antes de 1759:
- Alexandre Serrão da Motta. Morreu menino e está sepultado no Convento de Stª Maria da Caridade (S.G.).
- Isabel da Motta. Morreu menina e foi inumada na Capela de Stª Catarina, privativa da sua Casa (S.G.).

Casou no Sardoal, na sua capela de Santa Catarina, a 26.12.1759, com D. Antónia Temuda Soares Caldeira de Almeida.
Nasceu na Vila de Abrantes a 04.04.1738, baptizada na Igreja de S. João Baptista a 14.04.1738. Herdeira de seu Pai, António Soares galhardo e Irmão, Thomás Soares Galhardo.
Morreu no Sardoal.
Tiveram: Sebastião Serrão Themudo Soares Galhardo e Motta que casou com D. Maria Paula Burguete de Oliveira, filha de D. Maria-Casimira-Inácia de Sousa, Baptizada na Fregª de Santiago de Torres Novas, a 01.01.172 e de seu marido, o Dr. José Burguete de Oliveira, natural da Fregª de S. Vicente em Abrantes onde nasceu a 19.06.1705.
Bacharel em Leis pela Universidade de Coimbra, Juiz de Fóra de Monforte.
Carta de Patente, Juiz de Fora da cidade do Funchal, 23.05.1739 (Cf. Reg.tº Geral de Mercês, D.João V, liv.30, fl.330).
Carta Patente, Superintendente do denominado caminho do Tabaco na Província de Trás-os-Montes, 05.08.1748 (Cf. Reg.tº Geral de Mercês, D.João V, liv.30, fl.330). Familiar do Santo Ofício, Carta de 8.10.1739 (Habilitações, José, maço 45, doc. 717).

Existe uma estreita relação familiar entre os Farias e os Estaços. Do livro “Memórias Restauradas do Lugar do Sardoal” M.S., escrito pelo meu 6º Avô Jacinto Serrão da Motta, envio-lhe o seguinte sobre o assuntto:

"Francisco de Parada, Tio do grande Paulo de Parada, natural que foi desta Vila (do Sardoal), depois de militar 13 anos contínuos no Estado da Índia, sendo despachado pelo Capitão-Mór D. Vasco da Gama, para a corte de Madrid, morreu nessa corte antes de lhe ser feita mercê alguma e ali fez sua herdeira de seus serviços a sua irmã Maria Fraioa, a qual os renunciou em seu sobrinho Paulo de Parada Fraião, por ele ser macebo nobre e bem disposto, o qual determinava naquele tempo (era o ano de 1623) ir servir S. M. nas partes da Índia com os quais serviços lhe foram entregues duas cartas que vieram da Índia para S.M..
Partiu o dito Paulo de Parada para Madrid a despachar os ditos serviços e não nos consta que naquele ano fosse para a Índia, nem em qualquer outro. Sabe-se que se deu ao serviço de S. M. nas guerras da Flandres onde por seus grandes merecimentos, crescera muito em honras e se fizera celebrar. Cuido que morreu em Espanha, pois me não consta que tornasse a este Reino. Mas como falamos de um herói, que mereceu o título de Grande, daremos aqui de sua origem aquela relação de que nos informa o assento de onde tiramos a nota supra e outros de que tratam nossos palimpsestos; também para livrar ao engano os que o fazem natural do Alentejo, especialmente Francisco Soares Toscano em seu "Paralelo dos Príncipes", onde até o faz de humilde nascimento, qual Mário, com quem paraleliza, do que se não deve tornar culpa a este autor, senão a quem o informara sem circunspecta certeza de que um judicioso exame, por falta do que havemos tantas notícias erradas.
O Grande Paulo de Parada, que pelo seu merecimento chegou ao posto de Mestre de Campo General, que era só um no exército, como o mesmo autor refere, foi natural desta Vila e aqui baptizado, filho de Francisco de Parada Estaço, de Marvão e de Maria Tavares. Seu Avô, Leonel de Parada, também foi desta Vila, de nobre geração. Casou na de Marvão na família dos Farias Estaços. O Avô materno de Paulo de Parada foi Paulo Roiz Fraião e sua Avó Maria Tavares.

Baronia de Paulo de Parada, natural desta Vila do Sardoal:
Foi Paulo de Parada por linha paterna, filho de Francisco de Parada Estaço, natural de Marvão, o qual casou nesta Vila aonde viveu e morreu. Serviu cargos nobres e teve foros de nobreza daqueles tempos.
Foi neto de Leonel de Prada, que casou em Marvão, o qual aqui serviu os cargos de nobreza e Cavaleiro-Fidalgo. Foi bisneto de Rodrigo de Parada, que viveu alguns anos na Vila da Sertã e depois nesta Vila, casado com Isabel Diniz, irmã de António Roiz Diniz, Cavaleiro-Fidalgo.
(Nota do Autor: Daqui em diante segue-se um erro que virá corrigido mais adiante.)
Foi 3º neto de Rui Lourenço de Parada que viveu em Portalegre, onde casou nobremente.
Foi 4º neto de Maria Anes de Parada que casou em Portalegre com Gonçalo Lourenço de Gomide, pessoa das principais daquela cidade, que foi Escrivão da Puridade do Rei D. João I e outro matrimónio foi progenitor dos Albuquerques, Senhores de Vila Verde, de quem procedem os Marqueses de Anjeja e de Marialva e Condes de S. Lourenço, de cujas casas há-de constar a ascendência do dito Gonçalo Lourenço de Gomide, 4º Avô de Paulo de Parada.
Foi 5º neto de João Gonçalves de Parada, natural do reino da Galiza, o qual passou a Portugal no reinado de D. Fernando e tendo descendência, justificou seu filho Rodrigues Anes de Parada, governando o Rei D. João I, em como seu Pai João Gonçalves de Parada, era homem bem fidalgo de linhagem, pelo que o dito Rei mandou passar carta de nobreza e fidalguia em 23 de Dezembro de 1439, fazendo-o fidalgo de solar conhecido, concedendo-lhe grandes previlégios e franquezas. teve foro de vassalo que era o melhor daquele tempo. Casou em Portalegre e dele procedem os Mouzinhos e os Malheiros.
Foi irmão de Soeiro Anes de Parada, de que procedem os Castros de Torrão, Comendador-Mór da Ordem de Santiago e Senhor da Várzea de Moura. D. Martim Anes de Parada, foi sobrinho da sobredita D. Maria Anes, 4ª Avó de Paulo de Parada, por ser irmã de Soeiro Anes de Parada e de Rodrigo Anes de Parada, todos três filhos do dito João Gonçalves de Parada.
Este apelido e família teve seu solar no lugar de Parada, junto à Vila da Corunha, na Galiza, de que usaram seus descendentes. Outros mais deste apelido se passaram a este Reino de que faz menção o Conde D. Pedro, esquecendo-se de João de Parada, que foi Reposteiro-Mór de D. Afonso III e Durão Martins de Parada, que foi mui conhecido no tempo do Rei D. Dinis.
De Paulo de Parada, o Velho, Tio de Francisco de Parada Estaço, se dirá em outro lugar"

"SUPLEMENTO `AS MEMÓRIAS DO GRANDE PAULO DE PARADA"

"Suposto que a página 93 e seguintes levamos a Baronia de Paulo de Parada, natural desta Vila, faço declaração que ali não vai com erro, mas com toda a verdade, bem que contra a opinião de Montarroyo, que faz Paulo de Parada, 3º neto de Álvaro Roiz de Parada, não o sendo, mas sim do seu irmão Francisco Leonel de Parada, Cavaleiro de Malta, Bailio de Acre, filho de Rui Lourenço de Parada e suposto que nas memórias restauradas do dito Paulo de Parada pareça aprovar este erro declarando-o 3º neto de Álvaro Roiz de Parada e à pág. 93 o meto no escuro dizendo 3º neto de Rui Lourenço, declaro ingenuamente e debaixo da verdade, segundo ciência certa que tenho por papéis que vi e logo citarei que de Gonçalo Lourenço de Gomide e de Maria Anes de Parada, nasceu Rui Lourenço de Parada, deste Álvaro Roiz de Parada e o dito F. Leonel de Parada, o qual teve Rodrigo de Parada, pai de Leonel de Parada, o Velho, que casou em Marvão com Violante de Faria ou Ana de Faria Estaço e desse e de Maria Tavares do Sardoal, nasceu Paulo de Parada e seus irmãos. E se na nas memórias restauradas vou com a opinião de Montarroyo e por modéstia de não expôr ao público uma bastardia, posto que tão honrada e me aproveito de uma opinão tão autorizada e recebida como a de José Freire de Monterroyo Mascarenhas a quem fiz esta mesma declaração para poder emendar seus livros nesta parte. Consta o referido de uma árvore de família que denota mais de 200 anos que vi no arquivo de Bento Manuel de Moura, (...) que dá Álvaro Roiz de Parada, o qual não consta que tivesse filho chamado Rodrigo, mas sim o dito seu irmão F. Leonel, como fica declarado. E pela antiguidade que denota a dita árvore, mostra foi feita em tempo que o referido se sabia e constava, sem outra controvérsia."

-Há outros apontamentes sobre Paradas de Carvalho, nomeadamente:
"... o Dr. António de Carvalho de Parada, nasceu no Sardoal no ano de 1595, estou na Universidade de Coimbra, onde se doutorou na Sagrada Teologia e foi douto em e outro Direito."
- Foi, entre outros elevadíssimos cargos, Guarda-Mór da Torre do Tombo e faleceu a 12 de Dezembro de 1655.

Com os meus cumprimentos e desejos de poder ter sido útil,

Fernando Serrão d´Andrade
(Dê-me, por favor, a cota do casamento do Sebastião Serrão da Motta com Maria Estaça de Faria Delicado)

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227828 | fmcarita | 28 Abr 2009 15:28 | Em resposta a: #227824

Caro Fernando Serrão de Andrade

Os seus ascendentes casaram em Nisa a 5 de Agosto de 1702, na freguesia da Matriz. A partir deste dado poderá pedir uma fotocópia ao Arquivo Distrital de Portalegre, respeitante a casamentos da freguesia da Matriz da vila de Nisa, onde facilmente localizarão o assento paroquial em questão.


atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227847 | FSA | 28 Abr 2009 17:21 | Em resposta a: #227828

Caro/a fmcarita
Muito lhe agradeço essas preciosas datas. De certeza que se trata do casamento de Sebastião Serrão da Motta e não de Sebastião Serrão Andrade como refere no seu primeiro "post"?
Posso anotar que Maria Sanches de Faria Delicada era natural de Nisa e casou na freguesia da Matriz, ou referrir que seria possível que ela fosse de Marvão?
Pode dizer-me, se souber, por favor, o nome dos pais de Maria Estaça de Faria, dessa que refere haver um assento de casamento em 1670 com João Dias Inchado?

No Tombo das Capelas do Espírito Santo da Vila de Nisa (Arquivo Paroquial de Nisa), há alguma referência a Galhardos ou a Vilhegas?

Vou rever um testamento de um Mimoso Caldeira, acho que também era de Nisa e foi escrito no início do XVII. Depois volto aqui.

Com os meus agradecimentos,
Fernando Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227850 | FSA | 28 Abr 2009 17:37 | Em resposta a: #227766

Caro Duarte Cruz Bucho.

Infelizmente sobre esses Cordeiro só sei o que já referi nos meus comentários anteriores. Tenho também um apontmento retirado de Manso de Lima que pouco acrescenta ao que já aqui escrevi. Contudo, tenho todo o gosto em o transcrever na íntegra para aqui. Talvez encaixe nos seus. Essa sua Avó, Joana Cordeira, casa numa data que talvez esteja muito próxima dos que constam ali. Panascoso, ou Penhascoso (como dizemos hoje) é Abrantes. E os de Abrantes é que Manso de Lima compilou. Os do Sardoal devem entroncar nos de Abrantes e serão dos que o Armorial Lusitano, refere como os Cordeiro do Sardoal.

Com os meus cumprimentos e desolado por o não poder ajudar,
Fernando Serrão d´Andrade

Manso de Lima
FAMÍLIAS DE PORTUGAL - Joaquim Leitão Manso de Lima.
TOMO VIII, Pág. 320 Letra C Vol.6

1 Miguel Cordeiro, foi Escrivão dos Orfãos em Abrantes e (Moço Fidalgo da Casa do Cardeal-Rei, D. Henrique). Casou com Brites Vieira e tiveram:
(entre parentesis retirei eu, da obra do Prof. Doutor J Candeias Silva - Anexos à Tese de Doutoramento)

2António Cordeiro Vieira que segue.
3Feliciano Cordeiro
4Joana Vieira casada com Francisco de Almeida.

E teve:
1 Isabel Vieira da Silveira, mulher de Álvaro de Sousa Camelo.
E teve:
1 António Cordeiro de Sousa, capitão mor de Abrantes, C/c sua Prima D. Jona, filha de Anna Faleira e de Jerónimo de Abreu de Mendonça.

2 Ana Faleira, mulher de Jerónimo de Abreu de Mendonça que foi Guarda Damas.
E teve:
3 D. Joana de Mendonça, mulher de seu Primo António Corderiro de Sousa, Capitão-mor de Abrantes neste título.

2 Ana Vieira da Silveira (bat. S.Vicente 30.08.1591)
3 Antónia Vieira da Silveira (bat.16.10.1593)
4 Maria Vieira da Silveira (bat. 04.05.1596).

2 António Cordeiro Vieira, filho deste Miguel Cordeiro nasceu a 3 de Março de 1576.

Fez Capela nobre no Convento da Esperança de Abrantes com 2 missas cada semana que nomeou em seu sobrinho António Cordeiro de Sousa e sua mulher D. Joana de Mendonça, por escritura feita no ano de 1655.
Viveu e casou em Abrantes com Maria Fradessa do Avellar já viúva de Luís da Silveira e filha de Pedro Gomes do Avellar e de Luisa Mendes Caldeira em título de Avellares com o qual tiveram demandas e parece que estiveram algum tempo separados, s.g.


FAMÍLIAS DE PORTUGAL - Joaquim Leitão Manso de Lima.
TOMO VIII, Pág. 322 Letra C Vol.6

§16
3 Feliciano Cordeiro, filho de Miguel Cordeiro N1 §1 (viveu em Lisboa e foi apontador dos moços fidalgos. C/c Ana Pereira, S.g. e parrece que também foi casado com Ana Grãndia, S.g.

§17
1 Brites Cordeira da Silveira, f.ª ou Irmã de (ERA FILHA) de Miguel Cordeiro, N1 §1 , c/c Bráz Álvares de Almeida (irmão de Francisco de Almeida acima no nº4).
E teve:
2 Margarida Faleira da Silveira, mulher de Gonçalo Roiz de Andrade.
E teve:
3 Ana Faleira, mulher de Pedro Gomes Pimentel

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227854 | fmcarita | 28 Abr 2009 17:55 | Em resposta a: #227847

Caro Fernando de Andrade

A sua ascendente é dita natural da freguesia da Matriz da vila de Nisa no assento de casamento.Quanto aos pais de Maria Estaça de Faria casada em 1670 na Matriz o pároco não registou os respectivos pais do casal.

No Tombo das Capelas do Espírito Santo da vila de Nisa não constam Galhardos nem Vilhegas, é um Tombo que começa em 1572 e finda no ano de 1785,salvo erro.

Há descendentes em Nisa de Afonso Vaz Vilhegas , filho de Luís Soares Galhardo e de Beatriz Caldeira. O ramo Soares Galhardo extingui-se com João Manuel Temudo Soares Galhardo casado em 1876 na Matriz da vila de Nisa com Catarina Mousinha de Vasconcelos Almadanim, sem geração.

Estou interessado no testamento desse Mimoso Caldeira de Nisa.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227869 | msubtil | 28 Abr 2009 21:28 | Em resposta a: #227770

Caro FMCarita
Muito obrigado pela prontidão na resposta. Msubtil

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227877 | Duarte scb | 28 Abr 2009 22:06 | Em resposta a: #227034

Caro fmcarita,

O meu bisavô chamava-se José da Cruz Bucho e era de Nisa. Nasceu entre 1880 e 1890 e casou em Ponte de Sôr, com Eva Machado Lobato, em 1917 (data que ainda não confirmei). Dele, natural de Nisa, não sei mais nada. Terá alguma informação sobre esta família Bucho?

Cumprimentos,
Duarte Cruz Bucho

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227882 | Duarte scb | 28 Abr 2009 22:15 | Em resposta a: #227850

Caro Fernando Andrade,

Na verdade julgo que esta Joana Cordeira é mesmo do Sardoal, ou pelo menos lá casou com Pedro Dias Falcão, também do Sardoal, e por conseguinte é desses Cordeiro do Sardoal que são referidos no Armorial Lusitano.
Obrigado pela transcrição que fez, muito embora não tenha encontrado até agora nenhuma informação útil, pois desta Joana Cordeira não encontrei ainda o registo de baptismo.
O que eu for encontrando de acerca desta família posso ir partilhando.
Mais uma vez obrigado,
Cumprimentos,
Duarte Cruz Bucho

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227886 | fmcarita | 28 Abr 2009 22:22 | Em resposta a: #227877

Caro Duarte Cruz Bucho

É fundamental saber como se chamavam os pais desse seu bisavó para o poder entroncar nos Buchos de Nisa.
Atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227946 | FSA | 29 Abr 2009 15:40 | Em resposta a: #227886

Caro fmcarita,
Do tombo de documentos que existe em minha casa, há um que tem grande interesse para os Estaços de Faria ou Faria Estaços, de Nisa.
Estou a transrever o libelo havido entre a minha antepassada, Maria Sanches de Faria e um Afonso Fernandes Dama, a respeito da administração de uma Capela instituída por um outro Afonso Fernandes em 1586, sobre umas propriedades em Salvador da Aramenha, termo de Marvão.
Conto terminar a transcrição desse documento e também da cópia da sentença hoje ou amanhã.
Tenho todo o gosto em lhe oferecer, tanto a transcrição que fiz, (que pode ter alguns erros) como um ficheiro digital com os ditos documentos.
O documento refere a existência de uma árvore genealógica anexa que, infelizmente, já não existe.

O documento em questão esclarece algumas das relações familiares das pessoas que refere num "post anterior:
"Brízida de Faria, natural de Marvão, falecida em ...1643, que fala de Leonor Estaça casada com Álvaro Semedo, morgado, natural da vila de Nisa e de Catarina Estaça casada com Sebastião Rodrigues".
Julgo do maior interesse para a minha genealogia, o documento que contém essa breve passagem. Qual é? Posso ter acesso a ele?

Se não se importar de me contactar, poderei remeter-lhe o documento que contém o libello que refiro no início deste "post", bem como a sentença e, se julgar que têm interesse, dar-lhe os meus dados genealógicos, documentados, referentes a Nisa.
O meu mail é o seguinte: serraoandradearrobagêmailpontocom

Em relação a Pedro Mimoso Caldeira e ao contrário do que lhe referi, não tenho o seu testamento, mas sim, um seu auto de compra de umas casas térreas na Rua Senhor dos Aflitos em Nisa, no ano de 1780.
Vou relê-lo e digo-lhe alguma coisa a esse respeito.

Com os meus cumprimentos,
Fernando Serrão d´Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#227954 | fmcarita | 29 Abr 2009 16:27 | Em resposta a: #227946

Caro Fernando Serrão de Andrade

De momento não tenho as fotocópias do Tombo em Lisboa.
Resumo dos apontamentos manuscritos que disponho:

Brizida de Faria faleceu em Nisa a 18 de Janeiro de de 1643.os seus pais não são nomeados.O registo de óbito não é muito extenso.
Dados genealógicos :
O documento fala de uma irmã de nome, Leonor Estaça, nora de Álvaro Semedo ... fala de seu sobrinho Francisco de Faria casado com Joana Soares ,moradores em Marvão, e de sua sobrinha Catarina Estaça casada com Bastião Rodrigues.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: A família Sampaio de Nisa

#228032 | fmcarita | 30 Abr 2009 12:05 | Em resposta a: #227954

Aos genealogistas do fórum com ascendentes Sampaio

Procuramos saber se a família Sampaio de Nisa terá descendentes nos Envendos(Distrito de Santarém). Pensamos que na 1ª metade do século XIX um membro desta família terá aí casado com uma Telo Mexia.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: A família Subtil em Nisa

#228076 | fmcarita | 30 Abr 2009 21:30 | Em resposta a: #228032

Caro Msubtil

José da Cruz Subtil casou 2ª vez em 1844, na freguesia da Matriz, com Maria Bassa filha de António Lopes Leirinha e de Maria Semedo.

atenciosamente

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#228148 | zmcm | 01 Mai 2009 23:57 | Em resposta a: #227461

Caro fmcarita:

Acabei de descobrir que afinal tinha o registo com o nome dos pais deste José Semedo ( n.c. 1770 freguesia de Nossa Senhora da Graça em Niza) filho de outro José Semedo e de Isabel Gonçalves. Sabe porventura alguma coisa desta gente que me possa ajudar? porquanto os registos de Niza estejam creio em Portalegre não tenho qualquer oportunidade de fazer pesquisas.
Agradeço a atenção dispensada,
Miguel Cabrita Matias

Resposta

Link directo:

RE: Semedos de Nisa

#228284 | fmcarita | 03 Mai 2009 12:16 | Em resposta a: #228148

Caro Miguel Cabrita Matias

Desculpe só agora ter respondido.

Encontrei os seguintes casamentos de Semedos na freguesia da Matriz da vila de Nisa:

-José Semedo casado em 1769 com Teresa Gonçalves;
-José Semedo casado em 1768 com Francisca Gonçalves;
-José Semedo casado em 1756 com Maria Martins.

Não encontrei o seu José Semedo casado com Isabel Gonçalves.

Há Semedos em outras freguesias do concelho de Nisa, a saber: Amieira do Tejo, Montalvão, S.Matias...


Atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Semedos de Nisa

#228348 | zmcm | 04 Mai 2009 01:28 | Em resposta a: #228284

Caro Fmcarita:
muito obrigado pela sua mensagem e disponibilidade. Não querendo abusar pedia-lhe se era possível disponibilizar-me os dados dos casamentos dos José Semedo e das Senhoras Gonçalves ( Teresa e Francisca) pode ser com os dados que tenho chegue lá.

muito obrigado mais uma vez,
Miguel Cabrita Matias

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#228408 | FFA | 05 Mai 2009 01:37 | Em resposta a: #227946

Caro Fernando Serrão de Andrade
Tenho bastante interesse nas familias Estaço Faria e outras de Marvão, pelo que muito lhe agradeceria se me pudesse transmitir uma cópia dos referidos documentos - Libelo e Sentença - relativos à administração da Capela instituida por Afonso Fernandes em 1586.
O meu email é fraustodazevedoarrobagmail.com .
Com os meus cumprimentos.
FA

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#228446 | FSA | 05 Mai 2009 14:51 | Em resposta a: #228408

Caro Sr/Sra,

Vou digitalizar e enviar-lhe os ditos documentos.
Gostava de saber o seu nome e também de trocar informações pois como já pôde constactar, também tenho muito inetresse nessas famílias.

Fernando S. Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#228489 | FFA | 05 Mai 2009 18:36 | Em resposta a: #228446

Caro Fernando Serrão D´Andrade

Muito obrigado pela sua gentileza.

Terei muita honra em transmitir-lhe os elementos que possuo, aliás, tenho estado a reunir os registos que lhe poderão eventualmente interessar (inflizmente não serão tantos quantos desejava). Só não os fui colocando aqui porque alguns poderão ainda carecer de confirmação.
Hoje já não terei tempo para os enviar, mas amanhã conto ter disponibilidade para o fazer.
Nesse sentido, agradecia que me indicasse o seu email.

Os meus cumprimentos.
Francisco Fraústo de Azevedo

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#228984 | FSA | 11 Mai 2009 14:20 | Em resposta a: #227854

Caro/a fmcarita,
Terminei a transcrição da Sentença e do Libelo que houve em 1767 por causa de uma Capela instituída em 1568 por Afonso Fernandes.
Estou longe de concluir a transcrição do "auto de compra que fez Pedro Mimoso Caldeira".
Não sei se está interessado/a no conteúdo destes documentos. Tenho todo o gosto em lhos facultar.

Com os meus cumprimentos,
Fernando Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229019 | fmcarita | 11 Mai 2009 19:50 | Em resposta a: #228984

Caro Fernando Serrão de Andrade


Agradeço ,desde já, a sua disponibilidade em me facultar o acesso à documentação referida. Espero que as minhas informações sobre Brizida de Faria de Marvão lhe tenham sido proveitosas.
A propósito do casamento realizado em 1672 na Matriz da vila de Nisa entre Manuel Bugalho e Joana de Almeida, o registo paroquial diz-nos que eram os dois viúvos.Poderá tratar-se da sua ascendente D.Joana de Almeida?

Conhece genealogias sobre a família Andrade da vila de Marvão?
Até agora não consegui obter informações, no fórum, sobre a referida família.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229083 | fmcarita | 12 Mai 2009 12:09 | Em resposta a: #227946

Caro Fernando Serrão de Andrade

Encontrei o registo de casamento de Catarina Estaça e de Sebastião Rodrigues realizado em 1638 na freguesia da Matriz da vila de Nisa.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229291 | amiguens | 13 Mai 2009 23:45 | Em resposta a: #229083

Caro F. M. Carita

Gostaria de saber se tem alguns dados sobre Affonso Migueins ou sobre os seus pais e se há referências no livro a publicar sobre as famílias de Nisa.
Era natural de Niza, freguesia da Graça, Byspado de Portalegre, filho de Afonso Miguens e de Maria Francisca, ambos de Nisa.
Foi capitão de infantaria em Campo Maior e lá faleceu em 1752.
Os filhos deste Affonso têm o apelido de Gonçalves Miguens, tendo a mãe o nome de Leonor Rodrigues, natural de Campo Maior.
A grafia do apelido, no caso deste Affonso, surge por vezes como Migueins, Miguens, Migués.

atenciosamente

António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229326 | fmcarita | 14 Mai 2009 13:21 | Em resposta a: #229291

caro António Miguéns


Encontrei o seguinte registo de casamento na freguesia do Espírito Santo da vila de Nisa:
Afonso Miguéns, filho de Afonso Miguéns, natural da Vila de Montalvão, e de Maria Gonçalves casou em 23 de Setembro de 1697 com Mria Clavija filha de Manuel Dias Clavijo e de Maria Dias Borochada.

Montalvão é uma freguesia do concelho de Nisa onde o apelido Miguéns é recorrente.

Pensamos tratar-se do seu ascendente.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229396 | FSA | 14 Mai 2009 23:20 | Em resposta a: #229326

Caro confrade
Gostava de lhe dar conhecimento do tal libelo e sentença de Maria Sanches de Faria Delicado mas, preferia fazê-lo para um seu endereço de mail.
Se concordar contacte-me para aqui: serraoandradearrobagmailpontocom.

Com os meus cumprimentos,
Fernando Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229402 | amiguens | 14 Mai 2009 23:55 | Em resposta a: #229326

Caro fmcarita

Estou-lhe muito grato pelas informações disponibilizadas e prontidão das mesmas.
Também penso tratar-se do meu ascendente, devido à coincidência dos nomes Afonso, Gonçalves e da temporalidade.
A dúvida que tenho respeita a Mria Clavija, quando nas minhas pesquisas tenho Maria Francisca como esposa do Afonso Miguens.
Poderá Afonso ter casado em segundas núpcias?
O livro das linhagens de Nisa a publicar refere alguns destes Miguens?
O que me aconselha para prosseguir as pesquisas destes ascendentes?
Acrescento que resido em Elvas.

Atenciosamente e agradecido

António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229447 | fmcarita | 15 Mai 2009 12:49 | Em resposta a: #229402

Caro António Miguéns

Penso que o confrade deverá procurar os seus ascendentes Miguéns na vila de Montalvão. A sua antepassada chama-se Maria Clavija e não Mria Clavija. Temos muitos ascendentes Miguéns na vila de Montalvão,quando fizer a sua pesquisa poderemos trocar impressões.
Temos ascendentes naturais de Elvas,a saber: Fernão Lobo Peixoto(morreu em Nisa cerca de 1627), natural de Elvas, filho de Francisco Lobo de Sequeira( morreu em Nisa na freguesia do Espírito Santo, no ano de 1593) e de Maria Cerveira, neto de Francisco Lobo de Sequeira e de Maria cerveira Calaça.

Gostaríamos de saber as datas de nascimento de Fernão Lobo Peixoto, filho de Francisco Lobo de Sequeira casado com Maria Cerveira e o nascimento de Francisco Lobo de Sequeira ,filho de Fraancisco Lobo de Sequeira e de Maria Cerveira Calaça, se poderão encontrar nos registos paroquiais da freguesia da Alcaçova de Elvas.

Terá disponibilidade para os procurar?

Datas possíveis: 1560 a 1580

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229624 | fmcarita | 17 Mai 2009 23:17 | Em resposta a: #228408

Caro Fernando Serrão de Andrade


Óbitos da família Soares Galhardo na freguesia do Espírito Santo da Vila de Nisa:

Juzarte Soares Galhardo faleceu a 25 de Dezembro de 1614.

Luís Soares Galhardo faleceu a 23 de Dezembro de 1648.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229633 | NISGM | 18 Mai 2009 00:46 | Em resposta a: #229624

Caro Fm Carita,

Já há novidades quanto ao horário do lançamento do livro?


Atentamente, nuno de m.

p.s. já agora, sei que existem Caritas no Entroncamento, esse sorvedouro de beirões e alto-alentejanos

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229648 | fmcarita | 18 Mai 2009 08:30 | Em resposta a: #229633

Caro Nuno


O lançamento do livro será na Casa da Cultura de Nisa a 31 de Maio de 2009,na antiga Escola Primária.
Caso a data seja alterada deixarei aqui informações.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229651 | fmcarita | 18 Mai 2009 11:57 | Em resposta a: #229402

Caro António Miguéns


Penso ter lido numa mensagem sua antiga, salvo erro de 2006, que descendia de um Afonso Miguéns,natural de Nisa que terá ido para Campo Maior na Guerra da Restauração.Seá apenas impressão minha?
Corrija-me ,por favor, se minha ideia não joga.

Há no Livro de Linhagens da vila de Nisa três entradas de Miguéns, mas nenhuma delas entronca no casal pretendido.

Com articula esse Afonso Miguéns casado com Maria Francisca e aqueloutro que foi para Campo Maior?

Os dados que dispunha no momento foram reajustados?


atenciosamente
fmcarita


P.S penso que o seu Afonso Miguéns é aquele que descende de famílias de Montalvão. A Maria Francisca poderá ser Clavijo.

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#229679 | FSA | 18 Mai 2009 15:53 | Em resposta a: #229624

Caro confrade,
Muito obrigado. Ainda não tinha essas datas.
Cumprimentos,
Fernando Serrão de Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229755 | amiguens | 19 Mai 2009 14:16 | Em resposta a: #229447

Caro fmcarita

Agradeço todas as suas informações.
Relativamente à pesquisa, que tenho todo o gosto em realizar, só me será possível em Julho. Por motivos profissionais encontro-me a trabalhar no Algarve.

atenciosamente

António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229761 | amiguens | 19 Mai 2009 14:48 | Em resposta a: #229651

Caro fmcarita

Está correcto, o pormenor da Restauração é que está errado pela minha parte, uma vez que esse Afonso faleceu em 1752.

Articulo o Afonso Miguens que foi para Campo Maior com o casal Afonso Miguens e Maria Francisca por documentação consultada no Arquivo de Elvas.
Fonte da pesquisa: Baptizados 1684-1734, maço 194, Campo Maior, Matriz.

Pela data apresentada por si, casamento em 1697, bem que o Afonso que foi para Campo Maior pode ser filho do casal, só não há concordância com o facto de serem de Montalvão.

Nos meus registos pus um ponto de interrogação em frente à naturalidade de Afonso e de M.ª Francisca, não me lembro porquê.
Não estou na posse de todos os dados, só os de suporte informático.

Nos registos do TTonline é referido um D. Afonso Miguens, cód. PT-TT-RGM/03/1092, como sendo tabelião em Montalvão em 1691.

Quais são as entradas de Miguens no Livro de Linhagens?

atenciosamente

António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229790 | fmcarita | 19 Mai 2009 20:03 | Em resposta a: #229761

Caro António Miguéns

As entradas de Miguéns fazem parte do Livro de Linhagens da vila de Nisa que será lançado pela Colibri na Casa da Cultura de Nisa a 31 de Maio de 2009, por esse facto, não as posso aqui divulgar. Queira desculpar.

Montalvão faz parte do concelho de Nisa, onde o apelido Miguéns prolifera.


atenciosamente
fmcarita

P.S. obrigado pela sua disponibilidade em poder consultar em Julho os registos de Elvas

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229791 | gmg | 19 Mai 2009 21:08 | Em resposta a: #229790

SOUSAS e BERNARDES não constam?

Cumprimentos
Luís GMG

Resposta

Link directo:

Vieira e Diniz

#229796 | mqs | 19 Mai 2009 21:22 | Em resposta a: #229790

Caro FMCarita,

Por uma questão de curiosidade, pode-me dizer se estas duas famílias de Nisa, Vieira e Diniz, com ligação ao 1º Barão do Maxial e ligadas a antepassados meus, vão constar neste livro que vai ser lançado brevemente?

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Queiroz Santos

Resposta

Link directo:

RE: Vieira e Diniz

#229855 | fmcarita | 20 Mai 2009 13:57 | Em resposta a: #229796

Caro Miguel Queiroz Santos


Há uma entrada Cardoso Vieira no Livro de Linhagens da Vila de Nisa.
Os seus ascendentes constam do Livro.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#229857 | fmcarita | 20 Mai 2009 13:59 | Em resposta a: #229791

Caro Luís GMG
Os seus Bernardes constam numa entrada respeitante a Miguéns.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

BERNARDES

#229923 | gmg | 20 Mai 2009 19:53 | Em resposta a: #229857

Caro FMCarita,

Manuel Fernandes Bernardes e Maria Domingas, casados na freg.ª de Nossa Senhora da Graça (Nisa) no dia 15.08.1637, constam no livro? E a sua respectiva ascendência?

Cumprimentos,
Luís

Resposta

Link directo:

TAVARES e BRIBALES (ou BIRBALES)

#229930 | gmg | 20 Mai 2009 20:24 | Em resposta a: #229857

Tavares, de Alegrete e Bribales, de Portalegre estarão ligados a Nisa? Constam no livro?

Atenciosamente,
Luís GMG

Resposta

Link directo:

RE: TAVARES e BRIBALES (ou BIRBALES)

#229943 | fmcarita | 20 Mai 2009 22:11 | Em resposta a: #229930

Caro Luís GMG

Desconheço qualquer ligação entre os Tavares de Nisa e os de Alegrete.

Quanto aos Bernardes os registos paroquiais não nos permitem entroncá-los em outros que existem nos livros paroquiais da freguesia do Espírito Santo da vila de Nisa.

atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: TAVARES e BRIBALES (ou BIRBALES)

#229951 | gmg | 20 Mai 2009 23:09 | Em resposta a: #229943

Caro FMCarita,

Mas afinal de contas o casal mencionado por mim, consta do livro que vai sair?

Atenciosamente,
Luís GMG

Resposta

Link directo:

RE: Vieira e Diniz

#230388 | FSA | 24 Mai 2009 19:24 | Em resposta a: #229855

Caro confrade,
Só agora terminei a leitura, sem interesse genealógico e muito aborrecido por ser muito burocrárico, do "... auto de compra de umas moradas de casas térreas situadas nos arrabaldes da Vila de Nisa, na Rua de Nossa Senhora dos Aflitos, que fez Pedro Mimoso Caldeira a Lourenço Gonçalves da Branca e sua mulher Maria Dias Curada."
A casa parte da parte de cima com casa de Rosa Josefa Mimosa e de sua irmã Isabel Rodrigues.
1780, Setembro, 26 - Nisa

Estes são os dados que seretiram do auto.
Apesar de não terem grande interesse e serem tardios, aqui lhos deixo.

Cmprimentos,
Fernando S Andrade

Resposta

Link directo:

RE: Vieira e Diniz

#230391 | fmcarita | 24 Mai 2009 20:08 | Em resposta a: #230388

Caro Fernando Serrão de Andrade

Obrigado pela sua informação.


atenciosamente
fmcarita

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#230522 | amiguens | 26 Mai 2009 14:49 | Em resposta a: #229447

Caro FMCarita

Na passada 2.ª feira desloquei-me ao AM Elvas, e pesquisei nas datas e freguesia por si apontadas.
Os registos de baptismo de Álcaçova iniciam em 1566 e pesquisei até 1586.
Não aparece nenhum Fernão, só Fernandos e nenhum é o por si indicado.
Quanto ao Francisco, visto ter falecido em 1593, não me parece poder constar nestes registos.
Pesquisei também os casamentos em Álcaçova, com ajuda da técnica do AME, tendo em vista a posterior consulta do processo, mas nada consta.

Relativamente aos meus Miguens, consultei o processo de casamento de Afonso Miguens e de Leonor Rodrigues de 1702, e revelou que o Afonso é natural de Nisa e foi baptizado em 07.03.1674 tb. em Nisa, sendo filho de Afonso Miguens e de Maria Fernandes.
O casal que me referiu Afonso Miguens e M.ª Clavija casaram em 1697, três anos depois do nascimento do "meu" Afonso, não se tratando de meus ascendentes.

Informe-me dos passos a tomar respectivamente à sua pesquisa e à minha.

Atenciosamente

António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#230528 | fmcarita | 26 Mai 2009 16:21 | Em resposta a: #230522

Caro António Miguéns


Encontrei o registo de casamento do seu antepassado realizado a 22 de Janeiro de 1673 na freguesia do Espirito Santo da vila de Nisa:

Afonso Miguens viúvo de Leonor Mendes casado com Maria Fernandes filha de Manuel Dias Tremoço e de Maria Fernandes.

Ascendentes possíveis na freguesia do Espirito Santo da vila de Nisa, os casamentos em questão não tem pais infelizmente:

Afonso Miguens casado em 1611 com Isabel Gonçalves

Manuel Miguens casado em 1642 com Maria Carrilha

Manuel Miguens casado em 1646 com Domingas Fernandes

Sebastião Miguens casado em 1649 com Maria Dias

Aparecem nos registos de baptismo do século XVI e XVII da freguesia do Espirito Santo, um Afonso Miguens casado com uma Maria Gonçalves(1591,1581), um outro Afonso Miguens casado com uma Isabel Gonçalves(1613,1616...)
Nos óbitos do Espirito Santo falece em 1599 um Afonso Miguens....

atenciosamente
fmcarita


P.s. Teria muito gosto que fosse à Feira do Livro de Nisa, onde lanço no dia 31 de Maio o Livro de Linhagens, na Biblioteca Municipal de Nisa,

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#230550 | amiguens | 26 Mai 2009 21:29 | Em resposta a: #230528

Caro fmcarita

Uma vez mais lhe agradeço as suas excelentes contribuições, das quais farei atenta análise.

Terei muito gosto em ir a Nisa para assistir ao lançamento do seu Livro de Linhagens.

Acerca dos seus Fernão e Francisco tem mais dados para eu pesquisar?

Atenciosamente

António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#230610 | fmcarita | 27 Mai 2009 15:09 | Em resposta a: #230550

Caro António Miguéns

Se pudesse pesquisar nas outras freguesias de Elvas, agradecia.

atenciosamente
fmcarita



P.S. Espero que vá à feira do livro,

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#231709 | fmcarita | 10 Jun 2009 19:57 | Em resposta a: #230550

Caro António Miguéns

Encontrei o casal Afonso Miguéns, filho de António Fernandes e de Leonor Vaz casado em 1663, na freguesia da Matriz, com Leonor Vaz, filha de Diogo Vaz.
Pensamos que se trata do 1º casamento do seu ascendente Afonso Miguéns.

Atenciosamente
Filipe Carita

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#231890 | amiguens | 14 Jun 2009 22:25 | Em resposta a: #231709

Caro Filipe Carita

Deixe-me em primeiro lugar felicitá-los pela obra e pela apresentação do dia 31 do passado mês em Nisa, onde estive presente e a adquiri.
Afazeres vários não me permitiram ainda a desejada leitura.

Informou-me FM Carita em anterior mensagem:
Encontrei o registo de casamento do seu antepassado realizado a 22 de Janeiro de 1673 na freguesia do Espírito Santo da vila de Nisa, Afonso Miguens viúvo de Leonor Mendes casado com Maria Fernandes filha de Manuel Dias Tremoço e de Maria Fernandes.

Refere-me o confrade Filipe que Afonso Miguéns casou em 1663 com Leonor Vaz.

Em ambos é Leonor, o que acalenta boas hipóteses.
Se lhes for possível esclarecerem-me desde já o agradeço.

Atenciosamente
António Miguens

Resposta

Link directo:

RE: Miguéns de Nisa ou Montalvão

#231932 | fmcarita | 15 Jun 2009 12:36 | Em resposta a: #231890

Caro António Miguéns

Trata-se do seu antepassado.

Atenciosamente
Filipe Carita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#243936 | fmcarita | 11 Nov 2009 11:12 | Em resposta a: #227034

Caros confrades
Lanço de novo o desafio:

Procurar à escala nacional nos registos paroquiais dos séculos XVI-XVII, se possível, a saga genenealógica das famílias de Nisa, de modo a poder descortinar o seu contributo para a onomástica pessoal portuguesa. Este é um desafio lançado a todos os genealogias portugueses que tenham as suas origens na vila de Nisa e/ou Concelho de Nisa e, que queiram assim partilhar as suas informações, sejam eles residentes ou não em Portugal Continental.

Em Maio passado saiu o Livro de Linhagens da Vila de Nisa leditado pela Colibri escrito em parceria com o meu pai João Maria Melato Carita.

Seria importante poder actualizar algumas das 150 entradas que constam do livro.
Espero a vossa colaboração.

Atenciosamente
fmcarita

[Voltar] [Topo]

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#244436 | brugo | 17 Nov 2009 23:31 | Em resposta a: #227034

Boa noite,

Agradecia qualquer informação sobre uma família Moura Portugal (ou Portugal de Moura), em Nisa, nos finais do séc XIX. Era desta o meu bisavô Américo e seu irmão António, este casado com uma senhora chamada Maria José Velez de Lima, também da região.
Obrigado.

Bruno Portugal

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#244464 | fmcarita | 18 Nov 2009 12:00 | Em resposta a: #244436

Caro Bruno Portugal

No Livro de Linhagens da vila de Nisa, lançado em Maio passado pela Colibri há uma entrada Moura Rosa.

Penso que aí poderá encontrar pistas.

Atenciosamente

Filipe Carita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#245938 | brugo | 13 Dez 2009 15:51 | Em resposta a: #244464

Obrigado Filipe.

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#246022 | djabaf34 | 15 Dez 2009 00:24 | Em resposta a: #227034

Caro FMCarita

Gostaria de lhe endereçar os parabêns pelo seu livro sobre Nisa, que já adquiri; gostaria de lhe pedir um favor, se for possível, e visto que tem um conhecimento aprofundado dos paroquiais de Nisa, pretendia obter informações sobre um Vigário da Matriz de Nisa, de seu nome Frei Miguel Caetano de Andrade, sei que era vigário em Nisa no ano de 1833, não sei quantos anos foi vigário em Nisa e se aí faleceu; este interesse reside no facto de ser irmão de uma minha 4ª avó, agradeço desde já a disponibilidade.

Muito obrigado, cordiais cumprimentos;
Daniel de Andrade Ferreira

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#246052 | fmcarita | 15 Dez 2009 14:51 | Em resposta a: #246022

Caro Daniel Andrade Ferreira

Não tenho dados sobre o vigário da Matriz Miguel Caetano de Andrade, mas poderá encontrar a sua habilitação de genere no Paço Episcopal de Portalegre , no caso do mesmo ser originário do distrito de Portalegre.


Atenciosamente
Filipe Carita

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#246056 | djabaf34 | 15 Dez 2009 15:28 | Em resposta a: #246052

Caro Filipe Carita

Agradeço a sua resposta; Frei Miguel Caetano de Andrade é natural de Sobreira Formosa, concelho de Proença-a-Nova; além dos seus dados pessoais, sei que se formou em Cânones pela Universidade de Coimbra. O que necessitava era de confirmar se realmente foi Vigário em Nisa, como fez investigação em Nisa poderia ter visto o seu nome nos registos paroquiais.

Obrigado mais uma vez, cumprimentos;
Daniel Ferreira

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#266831 | QUICO1970 | 14 Dez 2010 19:43 | Em resposta a: #227770

Caro fmcarita !

O meu apelido é também Subtil e tive a oportunidade de ler as mensagens que trocou com o msubtil das quais me interessaram muito, apesar de não saber ao certo se esses Subtis pertencerão à minha familia Subtil

Talvez sim, talvez não... ainda não investiguei muito a respeito dos Subtis e o que investiguei não está muito ordenado.

Sei que por via do meu Bisavô Joaquim Lopes Subtil através de um pequeno livro ou seja uma separata do Correio de Portalegre

Um Senhor chamado dr. Dias Loução, aquando do seu falecimento escreveu que pela via materna .... Joaquim Lopes Subtil ainda pertence à Família de Mousinho da Silveira....

mas como ainda não aprofundei muito a genealogia Subtil não sei onde os ramos se unem?


Desculpe este abuso da minha parte mas este tema fascina-me

Com os melhores cumprimentos

Francisco Franco Subtil
Por acaso não sabe nada a rfespeito da genealogia de José Xavier Mousinho da Silveira ??

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#266832 | QUICO1970 | 14 Dez 2010 19:43 | Em resposta a: #227770

Caro fmcarita !

O meu apelido é também Subtil e tive a oportunidade de ler as mensagens que trocou com o msubtil das quais me interessaram muito, apesar de não saber ao certo se esses Subtis pertencerão à minha familia Subtil

Talvez sim, talvez não... ainda não investiguei muito a respeito dos Subtis e o que investiguei não está muito ordenado.

Sei que por via do meu Bisavô Joaquim Lopes Subtil através de um pequeno livro ou seja uma separata do Correio de Portalegre

Um Senhor chamado dr. Dias Loução, aquando do seu falecimento escreveu que pela via materna .... Joaquim Lopes Subtil ainda pertence à Família de Mousinho da Silveira....

mas como ainda não aprofundei muito a genealogia Subtil não sei onde os ramos se unem?


Desculpe este abuso da minha parte mas este tema fascina-me

Com os melhores cumprimentos

Francisco Franco Subtil
Por acaso não sabe nada a rfespeito da genealogia de José Xavier Mousinho da Silveira ??

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#267045 | QUICO1970 | 18 Dez 2010 21:16 | Em resposta a: #227869

Caro msubtil !

Eu sou descendente de subtis de Alpalhão

Não sei se teremos algum parentesco !

Mas era engraçado trocarmos informações genealógicas dos nossos ramos

O que é que diz ?

Cumprimentos

Francisco Franco Subtil

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa-Castelo de Vide-Marvão-Portalegre

#272337 | asgodinho | 11 Mar 2011 21:43 | Em resposta a: #227034

Caro Filipe Carita e demais confrades

No seu Livro de Genealogias da Vila de Nisa não encontrei linhas que entroncassem diretamente neste meu caso, embora me pareça que não andem muito longe.

-Jacinta Maria bat. em Nisa/Esp.Santo a 07.11.1773 c.c.António Rodrigues Lopes, de Amieira, em Nisa/E.Santo, a 08.05.1792.

Filha de Vicente Gonçalves Gago (Cegonho ou Cigano no assento de casamento da filha)de Nisa/Srª da Graça e de Francisca Teresa Dinis (Castelo de Vide/Stª Maria da Deveza).

Neta paterna de Simão Gonçalves Gago (Nisa/e.Santo) e de Maria Gonçalves Salles (Nisa/Srº da Graça).
Neta materna de José Dinis (Marvão/S.Tiago) e de Isabel Maria (Aldeia de Carreiras/S.Sebastião/Portalegre.

Será que alguém me pode dar informação que me permita avançar nalgum destes caminhos.

Antecipadamente grato

António Godinho

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa-Castelo de Vide-Marvão-Portalegre

#277655 | leonorcosta | 03 Jun 2011 23:31 | Em resposta a: #272337

gostaria de saber informaçoes da familia Diniz Porto de Nisa, o meu bisavô era severino diniz porto, ainda haverá familiares por ai?
Grata
leonor

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa-Castelo de Vide-Marvão-Portalegre

#278132 | mcoliveira | 10 Jun 2011 00:30 | Em resposta a: #277655

Estimada Leonor
Há efectivamente familiares de Severino Diniz Porto, irmão de Abílio Porto famoso músico que morou na Rua Direita.
Severino Diniz Porto era pai da D. Felismina, que morava na Praça da República. Em Nisa há vários sobrinhos-netos de Severino Diniz Porto.
Se pretender mais alguma informação, contacte-me pelo e-mail portaldenisa@gmail.com
MCOliveira

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa-Castelo de Vide-Marvão-Portalegre

#278780 | leonorcosta | 16 Jun 2011 21:55 | Em resposta a: #278132

caro MC Oliveira
a sua resposta deixou-me mais confusa pois o meu bisavõ Severino Dinis Porto fpoi padre em castelo de vide durante quase 50 anos e que eu saiba só teve um filho, o meu avô,pelo que entendi há uma Felismina que seria filha???!!!
Será que estamos a falar da mesma pessoa? Ele era efectivamente de Nisa, mas,,,outra filha? deve ser confusao,julgo.
se me puder esclarecer agradeço. Ele morreu em 1941.
obrigada
Leonor

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa-Castelo de Vide-Marvão-Portalegre

#278932 | mcoliveira | 18 Jun 2011 19:37 | Em resposta a: #278780

Estimada Leonor
A confusão é apenas aparente. Houve, efectivamente, dois Severinos, exactamente com o mesmo nome. O seu bisavô, para além de padre em Castelo de Vide foi também, salvo erro, presidente da Câmara.
Era tio do Severino Diniz Porto ( na grafia da época escrevia-se Deniz) a que aludi. Tem vários familiares em Nisa e alguns com quem contactei dizem-me que o seu bisavô ainda hoje é referido como o "tio-padre".
Se quiser mais informações, agradeço o contacto pelo email que referi ou por este: mcomendes@gmail.com
Um bom fim de semana.
MC Oliveira

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa-Castelo de Vide-Marvão-Portalegre

#279137 | leonorcosta | 20 Jun 2011 23:07 | Em resposta a: #278932

Caro MC Oliveira
agradeço o seu esclarecimento.Fico contente de ter familiares com quem poderei contactar um dia.
os melhores cumprimentos
leonor

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa

#283149 | Lyrrinne | 28 Jul 2011 15:45 | Em resposta a: #227034

Exmos Senhores estou a escrever-vos pois tive antepassados em Nisa e gostaria de saber se há informações sobre os mesmos, sempre tive curiosidade em saber as origens da minha família mas nunca consegui encontrar nada, nem ninguém que quisesse partilhar muitas informações sobre quem seriam os meus bisavós, trisavós e mais alem se possível :( ... só posso fornecer os nomes dos meus avós paternos que são António da Cruz Andrade e Maria da Graça Ramos deverão ter nascido na primeira década do século 20... podem ajuda-me?

Resposta

Link directo:

RE: Familias de Nisa - Processos da Inquisição

#301839 | LProjecto | 04 Abr 2012 11:13 | Em resposta a: #227034

Caros Confrades,

Com base na informação que consta de 3 processos da Inquisição de Lisboa, relativos a gente de Nisa, apresentei as seguintes reconstituições genealógicas, que partilho no pressuposto de que possa ser de algum interesse para quem se ocupa do estudo das famílias de Nisa e arredores:

Mourão Pinheiro

http://genealogiasdoalentejo.blogspot.pt/

Rodrigues

http://genealogiasdoalentejo.blogspot.pt/2012/04/rodrigues-i.html

http://genealogiasdoalentejo.blogspot.pt/2012/04/rodrigues-ii.html

Agradece-se o envio de informações complementares e/ ou correcções relativas aos elementos apresentados.

Cumprimentos,
Luís Projecto Calhau

Resposta

Link directo:

Familias de Nisa

#376038 | ruiarias07 | 09 Dez 2016 02:37 | Em resposta a: #227034

Boa noite a todos,

Muito interessante este tópico. Baseei-me no fantástico trabalho e obra "As linhagens da Vila de Nisa", onde pelos paroquiais avancei até Afonso Vaz Vilhegas.

Pesquisei no geneall e remete-me a D. Cristóvão Vaz, que segundo Felgueiras Gayo, não tem geração.
Mas após a leitura deste tópico percebi que esta familia consta no Nobiliário Manso de Lima, Título de Galhardos.

Gostava de pedir se alguém me poderia facultar o Título de Galhardos do Manso de Lima por e-mail?

Muito Agradecido.

Resposta

Link directo:

Sampaio, Pestana e Miguens

#415385 | TeresaJackson | 06 Jun 2019 06:58 | Em resposta a: #227034

O meu avô materno chamava-se Pedro Diniz Pestana de Sampaio Miguens. Casou com Fernanda Roma Alves de Sousa. A minha avó era bisneta do Dr António Alves de Sousa. Sei que a linhagem do meu avô é de Nisa. Pode ajudar?

Resposta

Link directo:

Familias de Nisa

#415460 | Silcar | 08 Jun 2019 15:45 | Em resposta a: #415385

Boa tarde Teresa,

Tenho alguns dados dos Pestana de Nisa.
Pelos apelidos do seu avô penso tratar-se de um irmão de D. Maria Henriqueta Pestana de Sampaio Miguens, natural de Portalegre e filha de José Beato Dinis Minguens, natural de Nisa e de D. Henriqueta Pestana de Sampaio Goulão, de Monte do Claro. estes casaram em Nisa, Espirito Santo sendo ele à data Alferes de Infantaria, natural da freguesia de Nossa Senhora da Graça e filho de Brás Miguens Beato e de D. Joaquina Diniz Beato Gomes e ela ´natural de Monte Claro (freguesia de São Matias de Nisa),filha de José Pedro Pestana Goulão e de sua mulher e prima D. Maria da Graça Pestana de Sampaio Carvalhais (esta filha de António Fortunato de Carvalhais Salgueiro e de D. Maria Henriqueta Pestana de Sampaio Goulão, filha do Dr. Manuel Bernardes Pestana Goulão, também ascendentes do meu filho).
Cumprimentos,
Luís

Resposta

Link directo:

Familias de Nisa

#415462 | TeresaJackson | 08 Jun 2019 16:44 | Em resposta a: #415460

Exatamente. O meu avô tinha três irmãs: Henriqueta, Palmira e Isabel. Falou em ascendentes do seu filho?

Resposta

Link directo:

Familias de Nisa

#415467 | Silcar | 08 Jun 2019 18:06 | Em resposta a: #415462

Boa tarde,
Então parece certo. Tenho os dados de nascimento da Henriqueta mas não encontrei do seu avô.
O meu filho descende de irmãos dos avós do seu avô (Pestana Goulão, Sampaio Eça e Silveira Carvalhais)
Posso enviar-lhe o que tenho sobre a família.
carvalholapaARROBAgmail.com

cumprimentos
Luis

Resposta

Link directo:

Familias de Nisa

#415468 | TeresaJackson | 08 Jun 2019 18:18 | Em resposta a: #415467

Seria óptimo. Agradeço muito. A minha tia (filha de Pedro Dinis) está com 87 anos e já muito esquecida das datas. A irmã gêmea dela (minha mãe) já morreu. O irmão mais velho (também Pedro) também já morreu e a irmã mais velha está com 90 anos ...

Teresa

Resposta

Link directo:

Familias de Nisa

#415472 | Silcar | 08 Jun 2019 18:55 | Em resposta a: #415468

Contacte para o endereço que enviei sff

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 29 Jan 2023, 15:47

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen