Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

Este tópico está classificado nas salas: Regiões

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307557 | PP | 05 Jun 2012 22:32

Caros confrades,

Gostaria de trocar algumas impressões com alguém que investigue ou tenha investigado na freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307588 | RCCORREIA | 06 Jun 2012 16:19 | Em resposta a: #307557

Caro PP

Pode ser mais específico. Já passei nessa freguesia por causa de alguns apelidos.

Cumpts,
Rui C Correia

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307601 | Mário Palm | 06 Jun 2012 18:29 | Em resposta a: #307557

Ao PP (?):

Tenho alguns antepassados directos de Vial Boa de Quires.
Cito alguns nomes: Bernardo Ribeiro do Babo e Manuel de Araújo Ribeiro, Duarte Ribeiro, João Ribeiro, etc.
Agradeço qualquer informação sobre estes.
Poderei também fornecer a informação que já recolhi.

Cumprimentos,

Mário Palmeira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307628 | PP | 07 Jun 2012 00:57 | Em resposta a: #307588

Caro Rui Correia,

Gostaria de saber mais sobre indivíduos de apelidos Mota e Pais.
Procuro encontrar os ascendentes do casal Manuel da Mota e Maria João, do lugar de Buriz, VBQ, que casaram em 13.04.1695 na dita freguesia.
Neste assento de casamento não constam os pais dos nubentes pelo que me encontro com algumas dificuldades em continuar a pesquisa.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307629 | PP | 07 Jun 2012 01:03 | Em resposta a: #307601

Caro Mário Palmeira,

Gostaria de saber mais sobre indivíduos de apelidos Mota e Pais.
Procuro encontrar os ascendentes do casal Manuel da Mota e Maria João, do lugar de Buriz, VBQ, que casaram em 13.04.1695 na dita freguesia.
Neste assento de casamento não constam os pais dos nubentes pelo que me encontro com algumas dificuldades em continuar a pesquisa.

Agradeço a sua atenção, mas quanto aos apelidos que refere nada tenho na minha base de dados. Só tenho Mota, Mota Pais, e Ferreira.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307653 | RCCORREIA | 07 Jun 2012 15:13 | Em resposta a: #307628

Caro PP

Não tenho esses nos meus estudos.

Sugiro que pesquise registos dos baptismos de filhos, irmãos e sobrinhos.

Rui

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307677 | f4b2 | 07 Jun 2012 19:16 | Em resposta a: #307601

Caro Mário Palmeira

Tenho estes nomes que retirei do Anuário de Portugal de 1909,cito:

- ABEL RIBEIRO - 1º Aspirante da Repartição de Fazenda de Marco de Canavezes,1909

- ADRIANO RIBEIRO da SILVA - Escrivão do Juizo de Paz de Vila Boa de Quires,1909

- ANTÓNIO TEIXEIRA MAGALHÃES e JOSÉ TEIXEIRA MAGALHÃES - Lavradores ou Agricultores em Vila Boa de Quires,1909

Cumprimentos

João Barroca

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307679 | f4b2 | 07 Jun 2012 19:20 | Em resposta a: #307601

Rectificando os dois últimos nomes:

- ANTÓNIO TEIXEIRA RIBEIRO MAGALHÃES e JOSÉ TEIXEIRA RIBEIRO MAGALHÃES - Lavradores ou Agricultores em Vila Boa de Quires,1909.

Peço desculpa pelo erro.

Cumprimentos

João Barroca

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307687 | joaoggralves2 | 07 Jun 2012 21:07 | Em resposta a: #307601

Caros confrades,

Não tendo informações quanto aos indivíduos mencionados no tópico, venho deixar alguns apelidos que pesquiso nesta freguesia: Almeida, Rebelo, Ferraz, Nogueira, Pires, Pinto, Moreira, Teixeira, entre outros mais comuns.

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307721 | Conde | 08 Jun 2012 12:15 | Em resposta a: #307628

São meus avós. De certeza que ligam com os Motas de Penidos. De que linha vem? Mota Silva Almeida? São os meus.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307740 | PP | 08 Jun 2012 16:05 | Em resposta a: #307721

Caro confrade,

Obrigado pela sua atenção.
Manuel da Mota e Maria João são seus avós, correto?
Por acaso conseguiu descobrir os seus ascendentes?
Já estudei filhos e sobrinhos, mas até agora nada de conclusivo.
A linha é Mota.
Qualquer dado pode ser importante, pois estou um pouco «preso» nestes meus ascendentes.
Tinha muito interesse em desenvolver este ramo, principalmente a ascendência de Maria João.
Agradeço qualquer informação.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307741 | PP | 08 Jun 2012 16:16 | Em resposta a: #307687

Caro João Guilherme,

Quanto aos apelidos que refere, interessava-me saber mais sobre os seguinte indivíduos:

1. Maria Teixeira, f.ª de João de Almeida e de Maria Teixeira, de Abragão, Penafiel. Maria Teixeira c.c. Manuel da Mota, de VBQ;

2. Maria Pinto c.c. António da Mota, ambos de VBQ, residentes no lugar da Devesa. Maria Pinto é f.ª de João Pinto e de Maria de Aguiar, do dito lugar e freg.ª;

3. João da Silva c.c. Maria da Mota, residentes no lugar da Torre, freg.ª de VBQ. João da Silva é f.º de André da Silva e de Vitória de Almeida, do dito lugar e freg.ª.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307944 | joaoggralves2 | 11 Jun 2012 23:25 | Em resposta a: #307741

Caro confrade,

Não tenho informações concretas sobre nenhum dos casais que elencou, no entanto, o primeiro deve ter relação com o tronco dos Almeidas descendentes do padre António de Almeida de Vila Boa de Quires. O seu bisneto João de Almeida (c.1674 c/Catarina Teixeira) deu origem a grande parte dos Almeidas de Abragão. Não sei se lhe interessa esta via, mas se me localizar no tempo o casal referido talvez consiga perceber aonde encaixa.

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307945 | PP | 11 Jun 2012 23:53 | Em resposta a: #307944

Caro João Guilherme,

Agradeço-lhe a sua atenção e sugestão, bem como a informação enviada que desconhecia.

Não consegui encontrar o casamento de João de Almeida e de Maria Teixeira. Apenas sei que a sua f.ª M.ª Teixeira casou em 13.04.1695 em Abragão com Manuel da Mota/Manuel da Mota Pais?, de Buriz, VBQ.

Esse João de Almeida c.c. Catarina Teixeira casou em 1674, certo? Sabe onde moravam?

O «meu» João de Almeida deverá ter casado antes de 1667, pois em Julho do dito ano surge-me o batismo de um Manuel, f.º de João de Almeida, residente em Louredo, Abragão.

Tiveram ainda uma filha Ana, cujo padrinho de batismo foi o R.dp P.e António Real de Almeida. Será este o padre que o confrade assinala?! Porém, este padre é dado como da freguesia de Abragão e não de Quires...

Grato pela sua disponibilidade.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307960 | Conde | 12 Jun 2012 12:24 | Em resposta a: #307741

O João da Silva tenho eu até ao século XVI

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307973 | joaoggralves2 | 12 Jun 2012 13:49 | Em resposta a: #307945

Caro confrade,

Lembro-me agora desse casal, que cheguei a confundir com o que referi, visto que os filhos de ambos nascem intercaladamente aproximadamente no mesmo período. Não cheguei a perceber se terão alguma relação de parentesco os dois homónimos... João de Almeida e Catarina Teixeira moraram no lugar de Miragaia, tiveram doze filhos e pelo menos sete tiveram descendência.

Quanto ao padre António de Almeida que referia, já era abade de Quires em 1586, quando começam os paroquiais da freguesia, por isso não será o mesmo.

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307987 | PP | 12 Jun 2012 16:18 | Em resposta a: #307960

Caro confrade,

Obrigado pela sua atenção.
Manuel da Mota e Maria João são seus avós, correto?
Por acaso conseguiu descobrir os seus ascendentes?
Já estudei filhos e sobrinhos, mas até agora nada de conclusivo.
Qualquer dado pode ser importante, pois estou um pouco «preso» nestes meus ascendentes.
Tinha muito interesse em desenvolver este ramo, principalmente a ascendência de Maria João.

O João da Silva sobre o qual tem os ascendentes é o filho de André da Silva e de Vitória de Almeida?
Fico-lhe grato se entender por bem em partilhar o que sabe sobre os ascendentes do dito João da Silva.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307988 | PP | 12 Jun 2012 16:23 | Em resposta a: #307973

Caro confrade,

Vou começar a lançar os filhos de João de Almeida e de Maria Teixeira na minha base de dados.
Se encontrar alguma ligação, dar-lhe-ei boa notícia.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#307998 | Conde | 12 Jun 2012 17:32 | Em resposta a: #307987

Exacto. Eu sou descendente do Francisco Carneiro e da Maria da Motta da Silva , ambos neste site. O ramo Silva e Almeida dá gente muito ilustre, todos descendentes do André da Silva e da Vitória de Almeida. Posso dar o que tenho.Volto em breve.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308002 | PP | 12 Jun 2012 18:03 | Em resposta a: #307998

Caro confrade,

Pelos vistos somos parentes.

Manuel da Mota e Maria João também são meus avós (9.ºs avós).
Só ainda não sei quem são os seus pais, pois não consta a filiação no assento de casamento.

Todavia, os filhos deste casal aparecem, muito raramente, como Pais, ex: Manuel da Mota Pais, António da Mota Pais, pelo que presumo que a Maria João deverá ser Pais.

Se tiver dados que queira partilhar, fico-lhe grato e, claro, também estou à disposição.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308018 | joaoggralves2 | 12 Jun 2012 19:18 | Em resposta a: #307998

Caro Conde,

Há uma Vitória de Almeida falecida em Quires em 1593... é desta que fala? Não terá também parentesco com o Padre António de Almeida?

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308023 | PP | 12 Jun 2012 20:39 | Em resposta a: #308018

Caro confrade,

Desculpe a intromissão, mas a resposta à sua questão é não; dado que a dita Vitória de Almeida faleceu em 13.12.1688, em Quires.
Quanto ao possível parentesco, desconheço.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308170 | Conde | 14 Jun 2012 12:32 | Em resposta a: #308002

A Maria da Motta é irmã de um Manuel da Motta Paes que nasceu em Vª Boa de Quires e casou numa freguesia de fora. Já encontrei o assento mas não o trouxe de casa. A Vitória de Almeida deve ser a cujo obito se encontra. Por cruzamentos de pequenos indícios, parece-me neta materna do Padre Dr. António de Almeida Reitor de Quires. Aconselho a leitura de LINHAGENS DE PORTUGAL, Moreiras Pessanhas de Canaveses, ed 1977, onde estão dados importantes destes Almeidas.
Caro Parente: desejo -lhe cordiais cumprimentos.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308201 | PP | 14 Jun 2012 21:26 | Em resposta a: #308170

Caro confrade,

Agradeço as informações e a referência bibliográfica.

Se lhe interessar, Manuel da Mota Pais c.c. Maria Teixeira em 13.04.1695 em Abragão, Penafiel. Foi batizado em 02.09.1665 em Vila Boa de Quires. É filho de Manuel da Mota e de Maria João, que casaram a 21.04.1664 em Vila Boa de Quires.

No meu entendimento, o apelido Pais deve vir da Maria João.

Tem alguns dados sobre quem serão os pais de Maria João?

Encontrei este assento de batismo que, presumo, deve ser o de Maria João, mas com algumas reservas. (1.º assento do fólio direito).

Ver em: http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ImageFullScreen.aspx?DigitalObjectID=27733&FileID=_1190876

Quanto ao óbito da Vitória de Almeida não há dúvida de que é ela, pois nele consta o nome do seu marido: Faleceu numa segunda-feira, «apressadamente, não fez testamento, fica obrig.do (obrigado) aos bens dalma[sic] (da alma) o d.º (dito) André da Silva, seu marido, que lhe mandou fazer um off.º (ofício) de 9 p.es (padres) e havião[sic] (havia) de ser 10 o que falta se suprira no 2.º off.º (ofício) e com o corpo presente lhe mandou oferecer mil réis, enterrou-se na igr.ª (igreja)».

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308232 | Conde | 15 Jun 2012 12:13 | Em resposta a: #308201

Caro Parente:
Vejamos pois o que tenho:
1-Jorge Gonçalves foi morador em VBQ onde teve casa na Portela. casou com...e foi pai de:
2- Gonçalo Jorge que nasceu cerca de 1570 casando em VBQ a 23.SET.1586 com Maria Pires filha de Belchio Pires, da Portela e de sua primeira mulher.
3- Maria Jorge que casou em VBQ a 08.09.1631 com André da Silva , dono da Casa do Ribeiro da Torre, filho de Gonçalo Pires e de s.m. Briolanja Gonçalves. André da Silva era irmão de Apolónia Gonçalves casada a 03.12.1599 em VBQ com Bastião Vieira filho de outro homónimo e de sua mulher Maria Fernandes, de Constance.
André da Silva e Maria Jorge tiveram:
4- André da Silva que segue,
4-António que morreu cedo8 n.5.4.1638 e fal 11.4.1634.
4-Maria da Silva bap. 31 de Julho de 1633 em Vila Boa de Quires onde casou com Francisco Nogueira filho de André Nogueira e de sm Maria de Almeida,np de António Pires "o Vite" de caíde, lavrador honrado, e de sm Catarina Fernandes, e mat. de André Pires x VBQ 3.2.1608 Margarida de Almeida, bisneto poe estes de André Pires de Vilarelho e de Isabel Gonçalves, e de Padre Licenciado António de Almeida Reitor de Vila Boa de Quires e de Isabel Moreira de Quires, solteira.O Padre era Vigário da Comenda de VBQ e tinha uma herdade em Canavezinhos (Vide Vol Paço de Sousa)
4-António da Silva casado VBQ a 27.03.1639 com Francisca João filha de Aleixo João e de s.m. Maria Ribeira filha do Padre António Gonçalves e de Paula Francisca solteira.
4- André da Silva bap 9.3.1636 herdeiro da casa. Casou com Vitória de Almeida que julgo parente próxima do cunhado..
Tiveram:
5-João da Silva e Almeida casado a 30.07.1696 com Maria da Motta e pais da Maria da MOTTA da Silva casada a 25.06.1718 com Francisco Carneiro, que já estão nesta base de dados.
5-Manuel da Silva e Almeida casado em Penhalonga com Dona Catarina de Andrade em 04.02.1701 filha de Manuel Nunes de Andrade sr, da Quinta das Figueiras e de sua m. Isabel Francisca. Foram os paisde João da Silva e Almeida Cavaleiro Professo na Ordem de Cruisto casado na Sé do Porto com D. Teresa Caetana de Jesus, pais estes do Desembargador António da Silva e Almeida (Leitura de Bachareis M30-11 ANTT), prop. dos oficios de Escrivão da Almotaçaria e escrivão dos orfãos por alvarás da Rainha D. Maria (Liv. 30-170v e liv. 66-212) e do Dr. Farncisco Caetano da Silva e Almeida bap. Sto Ildefonso Advogado no Rio (Justificações Ultramarinas no ANTT M252 doc. 14 cx 453).
Há mais mas a estrutura é esta.
Cumprimentos.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308233 | Conde | 15 Jun 2012 12:15 | Em resposta a: #308201

PS: Quanto ao assento só pode ser esse pois o apelido Pais é incontornavel nesse irmão Manuel da Motta Pais. Antes não há Pais em Motta.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308249 | Conde | 15 Jun 2012 15:09 | Em resposta a: #308201

Quanto aos Mottas de VBQ:
Padre Pero da Motta, Morgado de Penidos e Adm. da capela teve bb:
2-Padre Pedro da Motta, sucessor,
2- Anastácia da Mota em Isabel Maria. casou em Quires com Jerónimo Carneiro B de António Pamplona Carneiro Rangel e de Maria João, solteira (Cerca de 1605)
2-Ana da Motta cc no Outeiro de Maureles com Gonçalo Francisco, pais de Catarina da Motta cc escritura de dote e 18.05.1617 no Tabelião Sanhudo com Frutuoso Francisco, n. Casal Novo, Travanca, Santa Cruz . Têm imensa geração em Maureles, Peroselo, Abragão, Luzim, etc.
2- António da Motta havido em Joana André, de Urrô casada. Casou a 15.05.1607 com Maria Alvares, filha de Gonçalo Dias de Lordelo e de s.m. Maria Alvares, da Portela. Um dos filhos, Francissco da Motta, n. 13.10.1635 em VBQ.
2- Maria da Motta de Inácia Gonçalves mulher solteira de Canavezinhos. Casou a 21.07.1608 com João Gaspar filho de Gaspar André e de sm Iria Gonçalves, de Peroselo.
A nossa linha deve estar ligada a esta filharada do Morgado que, não primando pela virtude da castidade, se calhar ainda teve mais.
Cumprimentos.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308252 | joham_mac | 15 Jun 2012 15:43 | Em resposta a: #308249

Caros Conde e PP

Também sou descendente de André Nogueira/Maria de Almeida (através do filho Manuel de Almeida) e, também, de Manuel Mota/Maria João (através do filho António da Mota).
Relativamente a Manuel Mota não consegui descobrir os progenitores, mas no que respeita à Maria João concluí que ela é filha de António Pais/Maria João de Boris (este lugar ainda existe e fica na parte sudoeste de VBQ, junto à “fronteira” entre os concelhos do Marco e Penafiel).
De qualquer modo, seja filha deste casal ou de António João/Maria Pais, Maria João terá como avós Bartolomeu Ribeiro/Olaia (Eulália) Pais, de Abragão e André Gonçalves/Catarina João, de VBQ, pois António João é irmão de Maria João e Maria Pais é irmã de António Pais.
Por que razão concluí que Maria João é filha de António Pais/Maria João?
1 - Normalmente as mulheres adoptavam os apelidos das mães.
2 – A madrinha de Manuel (2/9/1665), filho de Manuel da Mota/Maria João, foi sua tia Francisca.
3 – O António Pais e Maria João tiveram, entre outros, Maria (30/11/1631) e Francisca (1/3/1639). A madrinha de Francisca foi sua irmã Maria.
4 – Ou seja Maria, madrinha, de Francisca, quis que esta fosse madrinha do seu 1º filho!

Quanto ao abade António de Almeida, ele tinha um primo em Fornos, Pedro de Almeida, que foi testemunha num casamento em VBQ em 29/5/1606.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308254 | Conde | 15 Jun 2012 16:05 | Em resposta a: #308252

Good point! Parece uma boa justificação para o Pais. Quanto ao Motta varra-se VBQ e arredores e vai tudo parar aos mesmos. O Parente Antonio Monteiro Novais Sanhudo é quem tem mais sobre isto.
Quanto a Almeidas de Canaveses a questão é mais delicada. A Casa do Patim estava infamada de xxnn.
Sugiro a Leitura:
Da Pedatura Tomo 3 vol.2 pag. 25.
Dos processos IC4460 de Catarina de Alvarenga ANTT;
IC-M108-1170 de Jerónima de Almeida;(esta é neta materna de Cristovão Fernandes, de Lamego cc Isabel Francisca prima co-irmã de Gaspar de Almeida pai da Catarina de Alvarenga presa do processo anterior,irmã de Agostinho de Almeida, bap. Sé de Lamego cc sua prima Jerónima de Almeida (preso também por judaísmo) e de D. Verónica de Sequeira de Alvarenga cc Simão da Veiga e Vasconcellos (FCA) cg em Gouveia de Riba -Tamega. Aparecem como irmãos de Gaspar de Almeida o Padre António de Almeida Vigário de VBQ e Ana de Almeida, beata, solteira. Todos estes seriam filhos de Gonçalo Gonçalves rendeiro em Canaveses com parentes honrados e sacerdotes, e de s.m. Senhorinha de Almeida. Noutro processo chama-se a este Gonçalo o "Boca de sapo" judeu infamado. A baralhada é relativa.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308262 | PP | 15 Jun 2012 18:06 | Em resposta a: #308232

Caro parente,

Agradeço os dados disponibilizados: já estou a estudá-los com atenção.

Permita-me para já algumas ressalvas, a saber:

No ponto 5, Maria da Mota da Silva deverá ter casado em Julho e não em Junho, mas queira, por favor, conferir. Ver em: http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ImageFullScreen.aspx?DigitalObjectID=65768&FileID=_2887912;

Casaram numa segunda-feira de manhã, tendo a cerimónia sido celebrada pelo reitor Gabriel Rebelo; foram testemunhas: Manuel da Mota (provavelmente o irmão da nubente ou o avô materno da nubente) «de Buris»[sic] (lugar de Buriz), freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, «e o mesmo» João da Silva (pai da nubente), todos da freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

No ponto 5, eu costumo actualizar o nomes dos lugares, pelo que o nome actual é Penha Longa; julgo que a data do casamento também não deverá estar correta: Manuel da Silva de Almeida casou com Catarina de Andrade a 14.11.1701.

Catarina de Andrade é filha de Manuel Nunes de Andrade ou de Manuel Nunes Pereira? No assento está uma abreviatura que me parece ser «Pr.ª»... Não será Pereira? Ou será erro de quem grafou o assento?

No ponto 4, há erro na data de falecimento de António.

No ponto 3, Bastião Vieira e Apolónia Gonçalves casaram a 3 de «fev.ro» (Fevereiro) de 1599 e não em Dezembro.

No ponto 2, gostaria que me confirmasse a data de casamento de Gonçalo Jorge, dado que não encontro assentos posteriores a 08.02.1587.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308264 | PP | 15 Jun 2012 18:37 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

Mais um parente...

O António da Mota que refere é o António da Mota Pais nascido em 09.08.1668, certo? Que casou com Maria Pinto...
Também não consegui descobrir os pais de Manuel da Mota.

O nome actual do lugar é Buriz.

Já vi que tem a mesma incerteza do que eu: ainda não sei se a Maria João é filha de António João e de Maria Pais ou de António Pais e de Maria João? Eu não concluí (em definitivo) que ela era filha de António Pais e de Maria João, mas de momento é o que de melhor encaixava, atendendo à passagem do apelido João de mãe para filha.

Também já me tinha «agarrado» a este dado no assento de batismo de Manuel da Mota Pais: Foi batizado pelo «p.e D.os» (padre Domingos) Moreira, tendo sido padrinhos de batismo: António «Zanhudo» (Sanhudo) de Castro e «Fr.ca soltr.ª» (Francisca, solteira), «tia do batizado». Será tia materna ou paterna?

Pela sua pesquisa deverá ser a que nasceu em 01.03.1639, certo?

O seu estudo parece-me bem estruturado e fundamentado. Vou ver os assentos, que ainda desconheço...

Agradeço todos os dados enviados.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: Se interessar, deixo-lhe todos os dados que consegui obter sobre António da Mota Pais.

1694-11-07 - Freguês da Igreja de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

1696-12-27 - Residente na Devesa (lugar da devesa), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

1700-02-07 - Era do lugar da Devesa, freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

1700-02-14 - Era do lugar da «De Vera»[sic] (Devesa), freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses. Apadrinha o seu sobrinho Manuel, filho de João da Silva e de Maria da Mota, do lugar da Torre da dita freguesia e concelho (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1693-08-08 a 1704-05-22) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1693-08-08 a 1704-05-22), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.3, fólio 35, assento de 1700-02-14).

1700-05-09 - Era do lugar da Devesa, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses. Apadrinha a sua sobrinha Mariana de Mota, filha de Manuel da Mota e de Maria Teixeira, do lugar de Buriz da dita freguesia e concelho (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1693-08-08 a 1704-05-22) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1693-08-08 a 1704-05-22), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.3, fólios 38v e 39, assento de 1700-05-09).

1710-11-02 - Era «da Devesa» (lugar da Devesa), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

1711-11-08 - É provável que seja a testemunha no casamento de João da Mota, filho de João Álvares e de Maria da Mota, do lugar do Outeiro, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e de Margarida Moreira de Castro, filha de Francisco Vieira de Castro e de Francisca Vieira; era do lugar da Devesa, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1704-07-28 a 1738-06-24) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1704-07-28 a 1738-06-24), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/9/1 - 1.1, fólio 110v, assento de 1711-11-08).

1713-05-08 - Era do lugar da Devesa, freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

1713-11-06 - É provável que seja a testemunha no casamento de João de Sousa e de Rosa Maria, filha natural de Domingos Pinto Pais, da freguesia de Abragão, São Martinho de Arrifana de Sousa (Penafiel), e de Brites Pais, da freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era «da Devesa» (lugar da Devesa), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1704-07-28 a 1738-06-24) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1704-07-28 a 1738-06-24), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/9/1 - 1.1, fólios 114v e 115, assento de 1713-11-06).

1716-01-16; 1719-02-16 - Era do lugar da Devesa, freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

1719-02-18 - Enviúva.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308267 | joham_mac | 15 Jun 2012 19:23 | Em resposta a: #308264

Caro pp

O António da Mota é esse, casado com Maria Pinta.
A Maria João nasceu em 30/11/1631.Quem nasceu em 1639 foi a sua irmã Francisca.
António Pais e Maria João casaram em 6/3/1631,
Bartolomeu Ribeiro e Olaia Pais casaram em Bustelo (Penafiel) em 21/3/1594.
Não encontrei os assentos dos nascimentos de António Pais e Maria Pais. Teriam nascido entre 1596 e 1605. Os irmãos nasceram em Abragão.
André Gonçalves e Catarina João casaram em VBQ em 10/2/1597.
Maria João, mulher de António Pais, nasceu em VBQ em 10/12/1600.
António João nasceu em 10/4/1606.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308279 | joham_mac | 15 Jun 2012 21:25 | Em resposta a: #308264

Caro PP

A Maria filha de António João e Maria Pais casou 2 vezes:
Em 20/6/1660 com Manuel Mendes
e em 4/2/1663, como se vê a seguir:

http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ODDisplay.aspx?move=next&DigitalObjectID=65766&FileID=_2887827

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308282 | joaoggralves2 | 15 Jun 2012 21:47 | Em resposta a: #308254

Caro Confrade,

Estou sem palavras. Sobre os Almeidas já me havia recomendado uma obra sua aqui há tempos, mas ainda não tive oportunidade de a consultar. Tenho bem estudada parte da larga descendência seiscentista e setecentista do Reitor António de Almeida, de quem descendo também, e não me ocorria sequer a hipótese de poder recuar mais uma geração, embora já tivesse tentado esboçar algumas relações hipotéticas de parentesco (parece que acertei com Ana de Almeida, se corresponder à que faleceu em Quires em 1616).

Assim que tiver hipótese vou consultar os interessantes processos que generosamente nos indicou. Entretanto, não querendo abusar da boa vontade, gostaria de perguntar-lhe se tem conhecimento da localização da referida Casa do Patim, e se virá referida nos ditos processos.

Muito obrigado.

Com os melhores cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

Ana da Silva

#308299 | PP | 15 Jun 2012 23:29 | Em resposta a: #308232

Caro parente,

Ainda relativamente aos filhos de André da Silva e de Vitória de Almeida, tenho conhecimento de uma filha chamada Ana da Silva, que casou com Domingos António em 15.05.1689, em VBQ.

Casaram num domingo, tendo a cerimónia sido celebrada pelo «P.e» (padre) encomendado Simão «M.ra?» (Moreira?); foram testemunhas: «Ant.º» (António) de Sousa e João «Ribr.º» (Ribeiro) «de Quires» (lugar de Quires), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e João de «Alm.da» (Almeida) «de Caniva» (lugar de Caniva).

Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1646-11-12 a 1692-06-08) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-11-12 a 1692-06-08), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 231, assento de 1689-05-15.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308326 | joham_mac | 16 Jun 2012 12:35 | Em resposta a: #308282

Caro João Guilherme

A Vitória Almeida e a Ana Almeida, que refere, eram irmãs mas não faleceram em VBQ, mas sim em S. Nicolau de Canavezes.
Um dos testamenteiros de Ana Almeida foi Simão da Veiga, referido pelo confrade Conde, que casou em S. Nicolau em 16/11/1608, com Verónica de Sequeira, filha de Gaspar de Almeida e Filipa Sequeira de Alvarenga. Por isso é bem provável que sejam irmãs do padre António de Almeida. O Simão da Veiga era da família dos Mendes de Vasconcelos do Morgadio de Fontelas, em Cepelos (Amarante)
Ver
http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=400387

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308327 | PP | 16 Jun 2012 13:26 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

A sua dedução parece-me ser a mais plausível.

Se entendi correctamente, Maria João deverá ser filha de António Pais e de Maria João, do lugar de Buriz, VBQ, neta paterna de Bartolomeu Ribeiro e de Olaia Pais, da freguesia de Abragão, Penafiel, e neta materna André Gonçalves e de Catarina João, da freguesia de VBQ.

No seu entendimento, a Maria, nascida em 1631, foi a madrinha de batismo da sua irmã Francisca, nascida em 1639, correcto? Podia ser madrinha de batismo com pouco mais de sete anos de idade?

Por acaso não sabe que é o Domingos Pinto Pais que teve um relacionamento com Brites Pais, ambos da freguesia de Abragão, Penafiel?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308330 | Metalbrain | 16 Jun 2012 14:49 | Em resposta a: #307557

Boa tarde,

Nas minhas pesquisas tenhos as seguintes pessoas de Vila Boa de Quires:

- Anna da Silva (Vila Boa de Quires) casada com José Teixeira (Abragão) - não tenho nenhuma data referente a eles
Tiveram uma filha de nome Maria da Silva (Abragão) que se casou a 29-12-1732 em Abragão.

- Manoel Ferreira de Sousa (Vila Boa de Quires) casado com Maria de Souza (Vila Boa de Quires) - não tenho nenhuma data referente a eles
Tiveram um filho de nome Manoel de Souza (Vila Boa de Quires) que se casou a 22-12-1710 em Duas Igrejas com Izabel Ferreira (Duas Igrejas)

- Manoel de Almeida (Vila Boa de Quires) casado com Izabel Ribeiro (Vila Boa de Quires) - não tenho nenhuma data referente a eles
Tiveram um filho de nome António de Almeida (Abragão) que se casou a 08-05-1702 em Abragão.

Se alguém tiver alguma coisa sobre esses 3 casais que me possa indicar, agradecia muito!!

Obrigado
Vitor Silva

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308331 | joham_mac | 16 Jun 2012 15:36 | Em resposta a: #308327

Caro PP

A verdade é que tal aconteceu. Maria João foi madrinha da irmã com menos de 8 anos.
Os pais casaram em 1631, Maria nasceu em 1631, a irmã nasceu em 1639…

Sobre idades mínimas para padrinhos fiquei a saber, agora, consultando a internet, que, na actualidade, é necessário ter 16 ou mais anos de idade e ter recebido os três sacramentos da iniciação Cristã: Baptismo, Eucaristia (Comunhão) e Confirmação (Crisma).
Posso, no entanto, garantir, porque tenho casos na família, que isto não foi sempre assim. Em meados do séc. passado uma familiar minha foi madrinha com 12 anos. É natural que naqueles tempos bastassem os tais 3 sacramentos e, nessa altura, a idade mínima para o crisma (o 3º sacramento) era de 5 anos. Agora (vi, também, na internet) a idade mínima para o crisma é 14 anos!

Sobre o Domingos Pais e Brites Pais, nada sei.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308333 | Conde | 16 Jun 2012 16:38 | Em resposta a: #308262

Quanto a datas agradeço as correcções pois estou a ver apontamentos meus antigos. O Manuel Nunes Pereira usou também Manuel Nunes de Andrade. É o mesmo.Faz parte dos Andrades do Agrelo, Penhalonga, que eu tenho por parentes dos Andrades de Paços de Gaiolo e dos Andrades Caminhas. Mas isso é outro tema.

Resposta

Link directo:

RE: Ana da Silva

#308335 | Conde | 16 Jun 2012 16:38 | Em resposta a: #308299

Já a tinha. Não puz tudo.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308336 | Conde | 16 Jun 2012 16:49 | Em resposta a: #307557

Parente PP:
Ia pedir-lhe um favor:depois de toda esta troca de elememtos, como autor deste chat não se importa de nos resumir os pontos assentes e as dúvidas? Era útil estabilizar um ponto de discussão dos Silvas. Obrigado. Cumprimentos.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308342 | joaoggralves2 | 16 Jun 2012 18:18 | Em resposta a: #308326

Caro João Machado,

Tem toda a razão. Recentemente perdi muita informação por avaria dos discos duro e externo que usava, e neste caso apenas me sobraram apontamentos incompletos com as datas de falecimento, que supus que fossem de Quires. Não percebi na altura quem seria o Simão da Veiga, nem conhecia o casamento com Verónica de Sequeira. Parece-me que estão assim bem identificados os quatro irmãos. Faltará, segundo o que entendi, perceber a ligação quase certa da outra Vitória de Almeida.

Outros nomes que apontei foram: Margarida de Almeida, Luísa de Almeida e o Lº Francisco de Almeida, todos falecidos na última década de quinhentos...

Eu descendo de André de Almeida (n. 1620), fº de André Pires e Margarida de Almeida, que casou em Abragão. No Brasil ainda existem descendentes por varonia deste casal.

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308343 | joaoggralves2 | 16 Jun 2012 18:23 | Em resposta a: #308330

Caro Vitor Silva,

Esse Manuel de Almeida era bisneto do Padre António de Almeida que já tem vindo a ser falado. Quanto aos outros nomes, tenho de ver com mais calma.

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308348 | Conde | 16 Jun 2012 19:21 | Em resposta a: #308343

Atenção que na obra que citei Linhagens... 1977 há vários processos para familiar do Santo Ofício reprovados ou muito dificultados por causa da ascendência Almeida deste Reitor e que dão uma quantidade de informações importantes. Um João Rebelo,um Fonseca Leão,um Soares, todos parentes e mal tratados o que significa espiolhados.Aconselho também a leitura de ENSAIOS E DOCUMENTOS, ed. Pedro Ferreira,1996, pag.131 e seguintes, onde se trata dos Rebelos de Andiade, VBQ e de Almeidas do Reitor.

Resposta

Link directo:

Silvas - Vila Boa de Quires

#308350 | PP | 16 Jun 2012 19:34 | Em resposta a: #308336

Caro confrade,

O ponto de situação, no meu estudo, é mais ou menos o seguinte:

Falta-me um dado para continuar a estudar os seus dados: sabe a data de casamento de André da Silva e de Vitória de Almeida?

As dúvidas que ainda tenho são as seguintes:

1. Não consegui encontrar o assento de casamento de António da Silva e de Francisca João na data indicada (27.03.1639);

2. Gostaria de saber se sabe a data de casamento de Maria da Silva e de Francisco Nogueira;

3. Gostaria que conformasse nos seus estudos a data de falecimento de António, filho de André da Silva e de Maria Jorge; Não pode ser 1634, pois ele nasceu em 1638. É, com certeza, uma gralha;

4. Só conheço 3 filhos do casal João da Silva e de Maria da Mota: Maria da Mota da Silva, Manuel e João, se tiver conhecimento de mais, agradeço que me informe.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#308357 | PP | 17 Jun 2012 00:13 | Em resposta a: #308252

Caros confrades João Machado e Conde,

Na procura do assento de batismo de Manuel da Mota estive a «bater» os assentos de batismo de VBQ.

Se Manuel da Mota, que casou em 1664, não tivesse menos de 18 anos quando casou, e fosse natural de Vila Boa de Quires, poderá ser filho de:

Francisco Ferreira e de Maria da Mota, residente no lugar da Telha, VBQ; teria nascido em 1633 e casado com 31 anos (ver fólio 116);

Maria, solteira, do lugar de Sampaio, VBQ, sendo pp. Manuel da Mota, freg.ª de N.ª Sr.ª de Maureles, Marco de Canaveses (ver fólio 121v) - é apenas uma possibilidade, mas com muitas reservas;

António Fernandes e de sua mulher, sendo pp. Manuel da Mota, da freg.ª de Maureles (ver fólio 122v) - a sua mulher seria Mota?!

António da Mota, do lugar da Portela, e de sua mulher (ver fólio 137).

Não li a partir de 1646 (dado que teria casado com menos de 18 anos) e parei em 1625 (dado que teria casado com mais de 39 anos).

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#308384 | joham_mac | 17 Jun 2012 18:46 | Em resposta a: #308357

Caro PP

Estive a dar uma vista de olhos pelos paroquiais de VBQ e, para mim, a hipótese mais provável é ser o Manuel da Mota filho da Maria, solteira, de S. Paio. Os pais de Maria seriam João(?) Gonçalves e Catarina Fernandes (dados retirados do casamento da sua provável irmã Isabel Fernandes, no dia 29/9/1638, dia de S. Miguel). Hoje e amanhã de manhã não poderei continuar com as pesquisas. Amanhã à tarde talvez lhe diga alguma coisa.

João Machado

Resposta

Link directo:

Manuel da Mota - mais assentos de batismo prováveis.

#308409 | PP | 17 Jun 2012 23:54 | Em resposta a: #308384

Caro João Machado,

Estou a ler tudo à procura de qualquer indício. Em breve dou-lhe novidades.

Há mais três assentos que podem encaixar, mas então, atendendo à data, Manuel da Mota teria casado muito novo, a saber:

• fólio 8, 1647, M.el, f.º de Jerónimo Fernandes e de M.ª da Mota (teria casado com 17 anos, pelo que é um assento a considerar);

• fólio 11, 1649, M.el, f.º de Isabel, moça solteira, pp. Ana da Mota, f.ª de Adão da Mota e de M.da? João, m.ora em Maureles (teria casado com 15 anos, o que me parece algo improvável; e também não consta o nome do pai...);

• fólio 16, 1650, M.el, f.º de Gaspar de Couto e de Maria da Mota, m.ores em Paço, VBQ (teria casado com 14 anos, o que me parece também improvável).

O que é certo é que em 1719, Manuel da Mota ainda era vivo. (Conferir em: 1719-02-16 - Era do lugar de «Buris»[sic] (Buriz), freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses. Testemunha no batismo da sua neta Arcângela, filha de António da Mota, seu filho, e de Maria Pinta, do lugar da Devesa, da dita freguesia e concelho, juntamente com o seu filho Manuel da Mota, tio paterno da dita batizada (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1704-05-17 a 1730-07-15) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1704-05-17 a 1730-07-15), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/9/2 - 5.5, fólio 80v, assento de 1719-02-16).

Entre o seu casamento e 1719 decorreram 55 anos, pelo que já deveria andar próximo, julgo eu, dos 70-75 anos de idade.

Quanto à sua hipótese, bem fundada por sinal, de que Maria João é filha de António Pais e Maria João, julgo ter encontrado um dado que poderá ajudar a alicerçar a sua hipótese.

Já li os assentos de batismo de Quires, um a um, até 1672. Até 1663 aparecem-me alguns assentos cuja madrinha de batismo foi Maria, filha de António Pais... Curiosamente, a partir desta data, não apareceu, até agora, mais nenhuma vez, e a coincidência é ter casado a Maria João em 1664. Certo que não quer dizer muito, mas é curiosa a coincidência.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#308442 | joham_mac | 18 Jun 2012 16:14 | Em resposta a: #308357

Caro PP
Comecemos do seguinte modo:
O padre Manuel da Mota e sua irmã Maria, de Maureles, eram filhos de Manuel da Mota e Ana Ferreira (ver baptismo de fº de Francisco da Mota em Maureles, em 6/11/1661-folha 85)
Manuel da Mota, pai dos anteriores, era fº de André Gonçalves (e Eva da Mota) (ver baptismo de filha de Frutuoso Francisco, em Maureles, em 21/1/1633-folha 40).

Admitamos,então, que Manuel da Mota é filho de Maria, solteira, de S. Paio.
O padrinho foi Manuel da Mota, de Maureles (o que em cima aparece, como casado com Ana Ferreira).
A madrinha foi Isabel, irmã da Maria, a tal que teria casado com Domingos Fernandes, em VBQ, no dia de S. Miguel (29/9) de 1638 (folha 194v). Assim sendo, Maria seria filha de João Gonçalves e Maria Fernandes (que casaram em VBQ, em 18/11/1601) e teria nascido em 1/4/1614.

Vejamos, agora, os padrinhos dos filhos dos nossos avós Manuel Mota/Maria João.
Maria (7/6/1671)-pedrinhos: padre Manuel Mota e sua irmã Maria, de Maureles (eram os filhos do padrinho do ”nosso” Manuel da Mota.
António (9/5/1668)-madrinha: Maria, filha de Domingos Fernandes de S. Paio (o tal que casou com Isabel Fernandes). Ou seja, esta Maria seria prima do “nosso” Manuel da Mota.
Ainda há outro pormenor: João Gonçalves, o provável, avô materno de Manuel da Mota, foi padrinho de um filho de André Gonçalves/Eva da Mota (avós paternos do padre Manuel da Mota e de Maria) em Maureles, em 2/4/1621-folha 29.

Há, então, aqui 2 famílias, ligadas por 3 gerações!

Quanto ao pai do “nosso” Manuel da Mota, provavelmente nunca saberemos quem foi. Culpa do padre que se esqueceu do nome na altura em que fez o assento de baptismo. Até pode não ser Mota! Mas na altura havia, também, muitos Motas em Maureles.

Convencido que não encontraria outra solução mais provável, dou por terminada a pesquisa neste ramo da minha árvore.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308453 | MSS | 18 Jun 2012 18:08 | Em resposta a: #307998

Caro Confrade,

Descendo de uma Beatriz Carneiro que casa em Quires em 1636: http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1344335.

Uma vez que este seu ascendente Francisco Carneiro também casa em Quires (ainda que 72 anos mais tarde...), não saberá o confrade algo sobre esta minha gente? Agradeço o seu interesse.

Cumprimentos,

MSS

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308460 | MSS | 18 Jun 2012 18:37 | Em resposta a: #307687

Caro confrade,

Das famílias que o confrade pesquisa, Almeida, Nogueira e Teixeira são apelidos de gente da região do Marco que me são familiares. Mais concretamente, de Quires, descendo de uma Maria de Almeida que lá casa em 1652: http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=188898. Será que se cruza com as suas pesquisas?

Agradeço a informação.

MSS

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308500 | PP | 18 Jun 2012 22:10 | Em resposta a: #308267

Caro João Machado,

Se tiver as datas de batismo dos irmãos de António Pais e quiser partilhar, agradeço.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#308508 | PP | 18 Jun 2012 22:46 | Em resposta a: #308442

Caro João Machado,

O seu estudo/pesquisa parece-me simplesmente brilhante.
Já tenho todos estes assentos, vou estudá-los com rigor.
Em breve darei notícias,

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308511 | PP | 18 Jun 2012 23:24 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

Deixo-lhe aqui um dado que lhe poderá interessar:

Jorge Ribeiro, f.º de Bartolomeu Ribeiro e de Olaia Pais, já defunta, residentes em Fundo de Vila, Abragão, casou com Maria Pinta, em 07.01.1639.

(Cf. fólio 169).


Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308536 | joham_mac | 19 Jun 2012 10:38 | Em resposta a: #308511

Caro PP

Encontrei, em Abragão, os seguintes irmãos de António Pais:
Francisca, nasceu em29/2/1595
Madalena e Catarina, nasceram em 16/7/1606
Maria Pais, casou com António João filho de André Gls e Catª João, em 18/4/1633
Isabel Pais, casou em Abragão em 29/4/1630 e teria voltado a casar, com o nome de Isabel Vieira (?) em 6/2/1639
Páscoa, faleceu em 2/6/1638
João Ribeiro, nasceu em 6/10/1614 e casou em 7/1/1639

Quanto aos progenitores:
Bartolomeu Ribeiro faleceu em 30/3/1644 e Olaia Pais faleceu em 14/12/1628
Bartolomeu era filho de Gonçalo Afonso e Isabel Pires. Tinha um irmão, Gonçalo Afonso, que casou em Bustelo, em 21/3/1594 (no mesmo dia em que Bartolomeu casou), com Donisa Pais, irmã de Olaia (filhas de Francisco Pais e Francisca Gonçalves)

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308547 | PP | 19 Jun 2012 12:09 | Em resposta a: #308536

Caro João Machado,

Agradeço, uma vez mais, os dados enviados.

Gostaria de lhe propor o seguinte: se tiver interesse e achar bem, indique-me o seu e-mail e envio-lhe um relatório sobre Manuel da Mota, Maria João e seus descendentes, pois pode ser que, como vai mais avançado do que eu, tenha algum dado nos meus estudos que possa ser relevante e eu o tenha indevidamente menosprezado.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: em alternativa deixo-lhe o meu contacto: pnnfp (arroba) hotmail (ponto) com

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308569 | joham_mac | 19 Jun 2012 16:19 | Em resposta a: #308547

Caro PP

Há cerca de 15 dias, quando saí de casa para passar uma semana “de férias”, andava a fazer as minhas pesquisas genealógicas por terras muito distantes de VBQ. Quando regressei deparei com este tópico relacionado com os nossos antepassados Manuel da Mota e Maria João, que eu já tinha estudado há cerca de 2 anos e decidi participar nele pricipalmente para disponibilizar todos os dados que eu tinha. Isso já foi feito.
Participei neste tópico com muito prazer, mas, como escrevi num post anterior, neste momento dou por terminado este ramo dos meus antepassados. Vou regressar às outras pesquisas que, há 15 dias, andava a efectuar por noutras paragens
Até à próxima e boa sorte.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308758 | Metalbrain | 21 Jun 2012 22:31 | Em resposta a: #308343

Caro João Guilherme,

Agradeço a sua resposta!

Será que sabe quem são os pais e os avós do Manuel de Almeida? E se tiver alguma coisa da sua esposa também era muito bom...

Atenciosamente,
Vitor Silva

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308796 | PP | 22 Jun 2012 16:25 | Em resposta a: #308569

Caro João Machado,

Obrigado pela sua atenção.

Entretanto, deixo-lhe apenas mais um dado que corrobora a sua teoria quanto aos pais de Maria João serem António Pais e Maria João.

Na freguesia de VBQ, a 04.02.1633, casaram Manuel de Campos, f.º de Amaro Gonçalves e de Catarina Gonçalves, residentes na freg.ª de S. Pedro de Croca, Penafiel, e Maria Antónia, viúva que ficou de Manuel Mendes, e f.ª de António João e de Maria Pais.

Assim, parece-me muito improvável que António João e Maria Pais tivessem tido duas filhas Maria: uma Maria João e outra Maria Antónia.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308802 | joham_mac | 22 Jun 2012 18:15 | Em resposta a: #308796

Caro PP

No post que escrevi neste tópico em 15-06-2012 às 21:25 já tinha colocado essa informação. A data que indicou é a do 2º casamento de Maria Antónia.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308817 | joaoggralves2 | 22 Jun 2012 23:19 | Em resposta a: #308330

Caro parente Vítor Silva,

Seguem alguns dados.

3.2. ANA DE ALMEIDA, nasceu em Janeiro de 1612 em Vila Boa de Quires, filha de Margarida de Almeida (2.1) e de André Pires seu marido. Casou a 17-Ago-1637 na igreja paroquial da mesma freguesia com António do Couto, filho de Gaspar Fernandes e de Catarina do Couto, moradores em Vila Boa de Quires. Viveram no lugar de Caniva de Vila Boa de Quires. António do Couto faleceu a 20-Nov-1659 em Vila Boa de Quires, tendo feito testamento.
Tiveram:

4.2. Manuel de Almeida, nasceu a 1-Fev-1641 em Vila Boa de Quires. Casou a 28-Jan-1669 na igreja paroquial da mesma freguesia com Isabel Ribeira, filha de Aleixo João e de Maria Ribeira sua mulher, moradores no Lugar de Cima de Vila de Vila Boa de Quires. Viveram neste lugar de Cima de Vila.
Tiveram:
5.1. Maria de Almeida, n. 4-Nov-1669
5.2. Manuel, n. 8-Abr-1671
5.3. António, n. 9-Abr-1673
5.4. João, n. 7-Dez-1678

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308825 | PP | 23 Jun 2012 01:10 | Em resposta a: #308267

Caro João Machado,

Estive a ler o assento de casamento de António Pais e de Maria João e parece-me que casaram a 3 de Março e não a 6.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308858 | PP | 23 Jun 2012 19:15 | Em resposta a: #308536

Caro João Machado,

Parece não haver dúvida de que Isabel Pais e Isabel Vieira são a mesma pessoa. Porém, não encontrei o assento de óbito de António Mendes, seu primeiro marido, na freguesia de Abragão.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308871 | PP | 24 Jun 2012 01:33 | Em resposta a: #308536

Caro João Machado,

Apenas uma correcção: Olaia Pais faleceu a «quinze» de Dezembro e não a 14.
Agradeço-lhe, uma vez mais, os dados enviados.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308878 | PP | 24 Jun 2012 11:44 | Em resposta a: #307973

Caro João Guilherme,

Não sei se lhe interessará este dado, mas encontrei um assento de óbito que poderá fornecer uma pista relativamente à ascendência de Maria Teixeira casada com João de Almeida.

Em 1695 faleceu Agostinho Teixeira, viúvo do lugar de Portela, freg.ª de VBQ, tendo as exéquias sido feitas pelo seu genro João de Almeida, da freg.ª de Abragão.

É possível que este Agostinho Teixeira seja o pai da Maria Teixeira.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308882 | jnt | 24 Jun 2012 12:41 | Em resposta a: #307628

Caro confrade

Sou descendente do casal José da Mota e Catarina Ribeiro, os quais casaram em Maureles a 16-05-1686 (vide assento em http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ImageFullScreen.aspx?DigitalObjectID=24888&FileID=_1000202).
Penso que este José da Mota seja filho de Domingos da Mota, do Outeiro. Este Domingos da Mota tem um filho de nome Manuel da Mota.
É possível que haja relação entre estes Mota de Maureles e os Mota de VBQ.

Cumprimentos
Joaquim Neto Teixeira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308892 | PP | 24 Jun 2012 16:00 | Em resposta a: #308882

Caro confrade,

Embora não tenha ainda lido nada da freguesia de Maureles, tenho uma leve desconfiança de que poderei nela encontrar algum dado que me leve à descoberta do pais de Manuel da Mota c.c. Maria João.

Todavia, deixo-lhe aqui a única ligação que tenho a Maureles:

Maria da Mota, filha de Manuel da Mota e de Maria João, nasceu a 07.06.1671, e foi baptizada pelo «P.e D.os» (padre Domingos) Moreira, de licença do [reitor] «Fr.co (Francisco) Macias da Grr.ª (Guerra)», tendo sido padrinhos de batismo: o «p.e M.el» (padre Manuel) da Mota, «m.or» (morador) em «Maurelles»[sic] (Maureles), e sua irmã «M.ª» (Maria).

E, à parte do dado anterior, tenho apenas este dado que poderá dar uma hipótese de um possível irmão de Manuel da Mota:

Manuel da Mota, em 1689-04-06, era residente em «Buris»[sic] (lugar de Buriz), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses. A sua filha Maria da Mota apadrinha Maria, filha de Domingos da Mota e de Justa da Cruz, residentes no lugar de Portela, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 186v, assento de 1689-04-06).

Será Manuel da Mota irmão de Domingos da Mota? Será este Domingos da Mota da freg.ª de Maureles? Já leu algo sobre ele?

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308896 | jnt | 24 Jun 2012 16:40 | Em resposta a: #308892

Caro confrade

Confesso que ainda não estudei este ramo ao pormenor, mas irei fazê-lo mal dê por concluído um outro que tenho estado a investigar na freguesia de Gémeos (Celorico de Basto).
Em todo o caso, posso dizer que o meu José da Mota é irmão de um Manuel da Mota (tenho de confirmar qual o assento que o indica). Por outro lado, no assento relativamente ao qual enviei a hiperligação pode ver-se que nas testemunhas constam um Domingos da Mota e seu filho Manuel da Mota. Até ver, estou em crer que o pai do meu José da Mota será este Domingos da Mota. O referido Domingos da Mota pode realmente ser irmão do seu Manuel da Mota e terem origem em Maureles (ou em VBQ).
Parece haverem, pelo menos, 3 Manuel da Mota (um dos quais padre) e 2 Domingos da Mota (a menos que sejam o mesmo).
O que é certo é que tanto VBQ como Maureles têm "Mota" com fartura.
Penso que, para se poder tirar mais conclusões, terá de se investigar assentos onde eles sejam mencionados (como testemunhas ou padrinhos) esperando que indiquem parentescos e posicioná-los cronológicamente.

Cumprimentos
JNT

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308907 | PP | 24 Jun 2012 17:35 | Em resposta a: #308896

Caro confrade,

Sugiro-lhe ainda a freguesia de Abragão, onde também há muitos indivíduos de apelido Mota.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308958 | jnt | 25 Jun 2012 14:19 | Em resposta a: #308907

Caro confrade

Obrigado pela sugestão. Vou explorar as várias hipóteses, especialmente VBQ pelas razões que conhecemos, mas também pelo facto de outro confrade ter mencionado que um ramo evoluiu em Maureles.
Entretanto, agradeço que informe caso encontre alguma relação.

Cumprimentos
JNT

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#308989 | Metalbrain | 25 Jun 2012 22:34 | Em resposta a: #308817

Boa noite caro João,

Muito Obrigado pela informação que me enviou, foi-me realmente muito útil.

Atenciosamente,
Vitor Silva

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309002 | PP | 26 Jun 2012 01:25 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

Apenas uma questão: por acaso sabe se o João, filho de António Pais e de Maria João, é o João Nogueira casado com Luísa Ferreira, moradores em Caniva?

É que me apareceu um assento onde consta:

f. 98v, 1682, Luísa, f.ª de P.º da Mota e de Luísa Nog.ra, m.ores em Romazelhes, pp. João Nogueira, tio do batizado, e Luísa Ferr.ª sua m.er, m.ores em Caniva;

e noutro consta que João Nogueira (!) é irmão de Francisca, filha de António Pais!
Apenas estou a estranhar de onde vem o Nogueira...

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309022 | joham_mac | 26 Jun 2012 11:59 | Em resposta a: #309002

Caro PP

O João Nogueira que refere, casado com Luísa Ferreira, era filho natural de André Nogueira, com se vê no assento do seu casamento
http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ODDisplay.aspx?move=next&DigitalObjectID=65766&FileID=_2887842
Quando um padre escreve, num assento de batismo, que os padrinhos são ... e fulana sua irmã, esta frase pode significar que fulana é irmã do pai da criança.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309024 | Conde | 26 Jun 2012 12:28 | Em resposta a: #308892

Uma nota: geograficamente Buris é muito próximo da Portela.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309026 | PP | 26 Jun 2012 13:34 | Em resposta a: #309022

Caro João Machado,

Obrigado pela ajuda.

No fólio 70, surge uma Ana, filha de João Nogueira Pais e de Francisca «M.ra?» (Moreira?), pelo que poderá ser o tal João filho de António Pais e de Maria João.

Veja, por favor, este assento (2.º assento do fólio direito): http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ImageFullScreen.aspx?DigitalObjectID=65758&FileID=_2886986.

Parece ser claro que os padrinhos João Nogueira e Francisca são filhos de António Pais.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Mota no livro de assentos de batismo de 1646-02-17 a 1692-09-14 em Vila Boa de Quires.

#309029 | PP | 26 Jun 2012 14:14 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Para aqueles que se dedicam ao estudo dos Mota em Vila Boa de Quires, deixo aqui uma espécie de listagem/guia que realizei sobre os Mota que surgem no livro de assentos de baptismo de 1646-02-17 a 1692-09-14 na dita freguesia.

Pode ser que ajude nas vossas pesquisas e tentativas de encontrar relacionamentos.

Cumprimentos, PP.

• f. 4, João, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Ant.ª, pp. Ana da Mota, todos de VBQ;
• f. 5, João, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Gaspar;
• f. 8, 1647, M.el, f.º de Jerónimo Fernandes e de M.ª da Mota;
• f. 10v, M.ª, f.ª de Ant.º da Mota, de Romazelhas, e de M.ª Gaspar, m.ores em Romazelhas;
• f.11, 1649, M.,el, f.º de Isabel, moça. Solteira, pp. Ana da Mota, f.ª de Adão da Mota e de M.da? João, m.ora em Maureles;
• f. 11v, D.os, f.º de Fr.co da Moa e de M.ª Gomes, de Vila Boa, VBQ;
• f. 16, 1650, M.el, f.º de Gaspar de Couto e de Maria da Mota, m.ores em Paço, VBQ;
• f. 16v, M.ª, pp. Ant.º da Mota, de Romazelhas;
• f. 17, Gonçalo?, f.º de Fr.co Teixeira e de Maria da Mota;
• f. 17 e 17v, G.lo, f.º de Jerónimo Frz? e de M.ª da Mota;
• f. 17v, 1651, Fr.co, f.º de P.º Frr.ª e de Catarina da Mota;
• f. 19, 1652, An.to, pp. M.ª G.ar, m.er de An.to da Mota, de Maureles;
• f. 20, 1652, M.el, f.º de João Ferreira e de Ana da Mota, de Lordelo, pp. Justa da Mota c.c. Fr.co da Mota, de Luzim;
• f. 21v e 22, M.ª, f.ª de pais incógnitos, pp. Fr.co da Mota, de Vila Boa;
• f. 25v, 1654, Luísa, pp. Ant.º da Mota, f.º de M.ª Ant.ª, viúva, da Portela, e Luísa, irmã do dito Ant.º da Mota, todos de Quires;
• f. 26, 1655, Pedro, f.º de S.mo?? Frz, do Rio, e de M.ª da Mota;
• f. 27, M.ª e Breites, f.ºs de P.º Teixeira, do Rio, e Cn.ª da Mota;
• f. 28, Jerónimo, f.º de João Ferreira e de Ana da Mota;
• f. 29, 1656, M.ª, f.ª de M.el Moreira e de M.ª da Mota;
• f. 29, 1656, Cristóvão, f.º de Fr.co Tex.ra? e de M.ª da Mota, do l. de Quires;
• f. 29, Marg.da, pp. o capitão Fr.co da Mota, da freg.ª de Abragão;
• f. 30, Ant.º, f.º de Ant.º da Mota, do Botelho, e de Ant.ª Ferreira;
• f. 31, D.os, f.º de Fr.co? e de M.ª da Mota;
• f. 32, Fr.co, f.º de Ana da Mota, soltr.ª, m.ores do l. de São Cristóvão, e deu por pai o p.e P.º da Fonseca, cura de Maureles;
• f. 33, 1658, Clara, f.ª de G.ar Glz e de Cn.ª João, pp. G.lo da Mota, da freg.ª de Maureles;
• f. 33v, 1658, Fr.ª?, f.º de João da Mota, do Souto, e de M.ª da Ant.ª;
• f. 34v, 1658, Cn.ª?, f.ª de M.el Moreira, do Cabo, e de M.ª da Mota, pp. Ângela, irmã da M.ª da
• Mota;
• f. 35v, 1659, M.ª, pp. Fr.co da Mota, de Maureles;
• f. 35v, João, f.º de João da Mota e de M.ª Ant.ª, do Souto;
• f. 36, 1657, M.el, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Ant.ª, de Portela;
• f. 37, 1660, M.ª, f.ª de Ant.º da Mota, do l. do Botelho e de M.ª Ferr.ª;
• f. 38, 1660, M.ª, f.ª de Fr.co da Mota e de [?[ [?], de Portela;
• f. 40, 1661, D.os, f.º de João da Mota, do Souto, e de M.ª Ant.ª;
• f. 40, 1661, Fr.co, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Ant.ª, de Portela;
• f. 40v, 1662, Ant.º, f.º de Miguel Moreira e de Luísa da Mota, de Portela, pp. Ana da Mota c.c. B.eu? Mendes;
• f. 41, 1661, M.ª, f.ª de João Ferreira e de Ana da Mota, de Lordelo;
• f. 41, 1661, Isabel, f.ª de M.el Moreira, do Cabo, e de M.ª da Mota;
• f. 43, 1662, Fr.co, pp. o capitão Fr.co da Mota, de Abragão;
• f. 43v, 1662, D.os, f.º de Fr.co da Mota e de Marta Frz;
• f. 44v, 1663, Luísa, f.ª de Ant.º da Mota e de M.ª Ferreira, de Botelho;
• f. 44v, 1663, M.el, pp. Marg.da Frz c.c. Fr,co da Mota, de Avessões;
• f. 45v, M.ª, f.ª de João da Mota e de M.ª Ant.ª, do Souto;
• f. 46, 1669, M.ª, f.ª de Miguel Moreira e de Luísa da Mota, todos de Quires;
• f. 47v, 1665, Bento, f.º de M.el da Mota e de M.ª Ant.ª, da Telha, de Quires;
• f. 47v, 1665, D.os, pp. João da Mota c.c. Luísa da [?], de Romazelhes;
• f. 48v, M.el, f.º de M.el da Mota e de M.ª João;
• f. 49, Ant.ª. f.ª de João Ant.º? e de Ana da Mota, m.ores em Lordelo;
• f. 50v, 1666, M.el, f.º de Ant.º P.to e de Ana da Mota, m .ores em Portela;
• f. 51, 1666, M.ª, f.ª de Fr.co da Mota e de Marta Frz, m.ores em Portela, pp. Fr.ca, f.ª de Ant.º Pais, de Buriz, Quires;
• f. 51v, Luísa, f.ª de João da Mota e de M.ª Ant.ª, m.ores em Souto, Quires;
• f. 53v, 1667, G.lo, f.º de Belchior Tex.ra e de M.ª da Mota;
• f. 54, 1667, M.el, f.º de M.el de Ant.º da Mota e de Marta ou Maria Ferreira, m .ores em Botelho;
• f. 54v, 1667, M.ª, f.ª de M.el da Mota, da Telha, e de M.ª Ant.ª, pp. M.ª, tia da bapt.;
• f. 54v, 1664, M.el, f.º de João da Mota, de Romazelhes, e de Luísa da Cruz, todos de Quires;
• f. 55, 1668, M.ª, pp. Fr.co da Mota, de Portela;
• f. 58v, 1668, M.el, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Pereira?, m.ores em Buriz;
• f. 56, 1668, Adão, f.º de Ant.º da Mota, de Buriz, e de M.ª Ant.ª;
• f. 56, 1668, M.ª, f.ª de Ant.º P.to e de Ana da Mota, pp. M.el da Mota, da Telha, e sua irmã M.ª, ambos tios da bapt.;
• f. 57v, 1669, André e Domingos, pp. M.ª Pereira c.c. Ant.º da Mota, todos de VBQ;
• f. 57v, 1669, Ant.ª, f.ª de Belchior Tx.ra e de M.ª da Mota, m.ores em Venda Nova;
• f. 58, 1669, M.el, f.º de André Frz e de M.ª da Mota, m.ores em Outeiro;
• f. 61v, 1669, Luísa?, pp. João da Mota e Luísa da Cruz, m.res em Romazelhas, todos de VBQ;
• f. 61v, M.el, f.º de João da Mota e de M.ª Ant.ª;
• f. 62, 1670, M.ª, f.ª de Ant.º da Mota e de M.ª Pereira, m.ores em Buriz, pp. M.el Gaspar e sua esposada Custódia Moreira, f.ª da M.ª da Mota, de Gaia;
• f. 63, 1670, João, f.º de Ant.º da Mota e de Luísa da Cruz, do l. de Romazelhaes, pp. M.el e Ant.ª, ambos f.ºs de M.ª Ant.ª, de Vila Meã, tios da bapt.;
• f. 63v, 1671, Luísa, f.ª de Belchior Tex.ra e de M.ª da Mota, m.ores em Venda Nova, pp. M.ª, f.ª de Ant.º? Moreira?, de [?];
• f. 63v, 1671, Isabel, pp. Belchior Tex.ra e de M.ª da Mota, m.ores na Venda Nova;
• f. 64, 1671, Cn.ª, f.ª de M.el da Motae de M.ª Ant.ª, m.ores em [?];
• f. 64v, 1670, M.el, f.º de M.el P.ra e de Luísa da Mota, m.ores em Portela;
• f. 65, 1671, M.el, f.º de João Alvres e de M.ª da Mota, m.ores em Oitr.º;
• f. 65, 1671, Ant.º, f.º de M.ª Ant.ª, viúva que ficou de Ant.º da Mota, pp. Fr.ca, f.ª de Ant.º [?], de Buriz;
• f. 65v, 1671, M.el, pp. Ant.º da Mota, seu vizinho, e sua f.ª Custódia;
• f. 66, 1671, M.el, f.º de D.os Soares e de M.ª João, m.ores em Vessadas, pp. Jerónima, f.ª de Ana da Mota, viúva, de Lordelo;
• f. 61v, 1672, Ant.º, f.º de André Frz e de Maria da Mota, m.ores no Oitr,º:
• f. 66v, 1672, Cn.ª, f.ª de Ant.º da Mota e de M.ª Pereira;
• f. 67, 1672, Ana, pp. M.el da Mota, da d.ta aldeia de Buriz, e Maria João, m.er de Ant.º Ferr.ª, de Vilarelho;
• f. 67,v, 1672, Margarida, f.ª de Ant.º P.to e de Ana da Mota, m.ores em Portela, pp. João, f.º de Gonçalo Jorge, e Margarida, f.ª de Fr.co Ferr.ª, ambos tios;
• f. 68, 1672, M.ª, f.ª de Ana, soltr.ª, m.ora em Avessão, e deu por pai Fr.co da Mota, de Portela;
• f. 68v, 1672, Domingos, f.º de M.el da Mota e de M.ª Ant.ª, m.ores em Quires;
• f. 70, 1673, Ana, f.ª de João Nog.ra Pais e de Francisca Moreira?, m.ores em Buriz, pp, Ana, tia da batizada;
• f. 70, 1673, Ant.º, pp. Ant.º da Mota, do Botelho, e sua f.ª Ant.ª;
• f. 70, 1672, Adão, f.º de João Alvz e de M.ª de Mota, m.or no Outr,º;
• f. 70v, 1673, M.ª, f.ª de João da Mota, do Rio, e de M.ª de Queirós;
• f. 71v, 1673, M.ª, f.ª de João da Mota e de Luísa da Cruz;
• f. 72, 1673, M.ª, pp. M.ª da Mota, viúva, m.ora em Gaia?;
• f. 72v, 1674, M.ª, pp. Inácia, f.ª de M.el da Mota, de Maureles;
• f. 72v, 1674, D.os, f.º de M.el Pereira e de M.ª da Mota, m.ores em Portela, pp. Ant.ª?, f.ª de Ant.º da Mota, do Botelho;
• f. 73, 1674, Luzia, pp. Ant.ª, f.ª de Ant.º da Mota, do Botelho;
• f. 73, 1679, M.el, pp. M.el, f.º de M.ª da Mota, viúva, de Lordelo;
• f. 73v, 1679, Marg.da, f.ª de Ant.º Pinto e de Ana da Mota, m.ores em Portela;
• f. 75v, 1675, Maria, f.ª de João Alvres e de M.ª da Mota, m.ores em Oitr.º, pp. M.el e Jerónima, f.ºs de Ana da Mota;
• f. 76, 1675, M.el, pp. M.ª João, m.er de M.el da Mota, m.ores na aldeia de Buriz;
• f. 76, 1675, Fr.co. f.º de Ant.º da Mota, m.or em Quires;
• f. 87, 1676, M.ª, pp. Helena da [?], m.re de M.el da Mota, da freg.ª de S.ta M.ª de Maureles;
• f. 87v, 1676, Teresa, pp. M.el e [?], f.ºs de Ana da Mota, m.ores em Loredelo;
• f. 88, 1676, Cn.ª, f.ª de M.el da Mota e de M.ª Ant.ª, m.ores em Quires, pp, Margarida, tia da bapt.;
• f. 88v, João, f.º de João Alz e de M.ª da Mota, pp. Domingas, soltr.ª, tia do bapt., m.or em Abragão;
• f. 90v, 1677, Antónia, pp. Ant.ª, f.ª de Ant.º da Mota, do Botelho, todos de VBQ;
• f. 90v, 1678, Ant.º, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Pereira;
• f. 90v, 1678, Brites, pp. M.ª, f.ª de Ant.º da Mota, m.or no Botelho;
• f. 91v, 1678, M.ª, f.ª de P.º da Mota e de Luísa Nog.ra, m.ores em Romazelhes;
• f. 92, 1678, Ant.º, pp. Ant.ª, f.ª de Ant.º da Mota, m.or no Botelho;
• f. 93, 1679, M.ª, bapt. por Ant.º da Mota, m.or no Botelho, pp. Ant.º da Mota;
• f. 95v, 1680, Ant.ª, f.ª de M.el Pereira e de Luísa da Mota, m.ores em Portela;
• f. 96v, 1680, Ant.º, pp. M.ª. f.ª de Ant.º da Mota, do Botelho;
• f. 96v, 1681, M.el, f.º de Fr.co da Mota e de M.ª Frz, m.ores em Avessão;
• f. 96v e 97, 1681, M.el, foi bapt. por Ant.º da Mota, da aldeia de Botelho;
• f. 98, 1682, João, f.º de Ant.º da Mota e sua m.er, m.ores em Quires;
• f. 98v, 1682, Luísa, f.ª de P.º da Mota e de Luísa Nog.ra, m.ores em Romazelhes, pp. João Nogueira, tio do batizado, e Luísa Ferr.ª sua m.er, m.ores em Caniva;
• f. 99, 1682, Bento, pp. Ana do Couto, m.er de G.lo da Mota, de Caniva, e tia do baptizado;
• f. 101v, M.ª, pp. M.ª Ferr.ª e sua irmã Jerónima da Mota, m.ores em Lordelo;
• f. 102, 1683, M.el, pp. M.el da Mota, m.or em Buriz;
• f. 102, 1683, M.ª, f.ª de M.ª, soltr.ª, f.ª de [?] da Mota;
• f. 102v, 1684, M.el, pp. Maria, f.ª de Ant.º da Mota, m.or em Botelho;
• f. 103, 1689, Marta?, pp. M.ª, soltr,ª, f.ª de Ant.º da Mota, do Botelho;
• f. 103, 1685, Cristóvão?, f.º de Ant.º da Mota e de M.ª Pereira, m.ores em Quires;
• f. 103, 1685, Luísa, pp. M.ª, f.ª de Ant.º da Mota, do Botelho;
• f. 103v, 1685, Brites, f.ª de P.º da Mota e de Luísa Nogueira;
• f. 103v, M.el, pp. M.el, f.º de M.el da Mota;
• f. 104, 1685, Ant.º, f.º de Fr.co da Mota e de M.ª Frz, m.ores em Avessão;
• f. 104, 1685, Ana, pp. M.el e M.ª, ambos soltr.ºs, f,ºs de Ant.º da Mota, do Botelho;
• f. 105v, M.ª, f.ª de M.el da Mota e de Cn.ª Pinta, m.ores em Portela;
• f. 106, 1686, Isabel, f.ª de M.el Soares e de M.ª da Mota, m.ores na Quebrada;
• f. 106, 1686, M.el, f.º de Bernardo da Silva e de [?] da Mota, m.ores em Souto?;
• f. 106v, 1687, Marg.da, pp. Ant.º, f.º de M.el da Mota, de Buriz;
• f. 106v, 1687, M.el, f.º de P.º da Mota e de Luísa Nog.ra, m.ores em Romazelhes;
• f. 107, 1687, Clara?, f.ª de Ant.º da Mota e de M.ª Pr.ª, m.ores em Quires;
• f. 185v, Brites, f.ª de Fr,co da Mota e de M.ª de [?], m.ores em Avessão;
• f. 186v, M.ª, f.ª de D.ºs da Mota e de Justa de Cruz, m.ores em Portela;
• f. 186v, M.el, f.º de G.lo da Mota e de Marg.da de Sousa, todos m.ores em Quires;
• f. 187v, 1689, João, f.º de M.el P.to e de Ana da Mota, m.ores em Quires;
• f. 188, 1689, Ana, pp. João Nogueira Pais, m.or em Buriz;
• f. 189v, 1690, Fr.co, f.º de Fr,co da Mota e de M.ª Frz, m.ores em Avessão, pp. D.os, moço soltr,º, f.º de João da Mota, do Souto, e M.ª, f.ª de João de Almeida, de Quires, todos de VBQ;
• f. 190 e 190v, 1690, Ant.º, f.º de M.el Fr.ª e de Luísa da Mota, pp. Ant.º, moço soltr.º, f.º de Luísa da Mota e M.ª, f.ª de Isabel Tex.ra, soltr.ª;
• f. 191v, 1691, D.os, f.º de G.lo da Mota, do l. de Quires;
• f. 193v, 1691, M.ª, pp. M.el, f.º de Ant.º da Mota, do l. de Quires;
• f. 193v, 1691, Úrsula, f.ª de M.el P.to, do Cabo, do l. de Quires, e de M.ª Ana da Mota, pp. Isabel, f.ª de M.el M.ra e de M.ª da Mota;
• f. 193v, 1691, M.el, pp. Ant.º da Mota, soltr.º, f.º de Luísa da Mota, l. Portela;
• f. 194, 1690?, M.el, pp. M.el de Sousa, f.º de Ant.º da Mota, do Botelho:
• f. 194v, 1691, Úrsula, f.ª de M.el Pinto, do Cabo, e de Ana da Mota;
• f. 196v, 1692, Bernarda, f.ª de Fr.co da Mota «O Velho» e de M.ª de Sousa, l. de Avessões, VBQ;
• f. 197, M.el, enjeitado, q se entregou a Fr.co da Mota, de Avessão, VBQ;
• f. 198v, Cn.ª, f.ª de M.el da Mota, de Portela, e de Cn.ª Pinta?;
• f. 199, 1692, Mariana, f.ª de M.el Ferreira e de Luísa da Mota, l.de Anguelas, VBQ, pp. M.ª, f.ª de Luísa da Mota, do l. de Portela, tt.as M.el da Mota.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309032 | MSS | 26 Jun 2012 15:05 | Em resposta a: #308882

Caro confrade e parente JNT,

Também descendo do mesmo casal José da Mota e Catarina Ribeiro (através da sua filha mais velha, Maria da Mota). Eles já estão na base de dados do Geneall: http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1340889. De qual dos filhos é que o confrade descende?

Cumprimentos,

MSS

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309040 | joham_mac | 26 Jun 2012 16:01 | Em resposta a: #309026

Caro PP

Esse joão Nogueira é realmente filho de António Pais e Maria João. Ver casamento em
http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ODdisplay.aspx?DigitalObjectID=65766&FileID=_2887831

Curiosamente, lá está, como testemunha, o padre Manuel da Mota de Maureles.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309043 | jnt | 26 Jun 2012 16:28 | Em resposta a: #309032

Boa tarde parente MSS

Também descendo da Maria da Mota, depois da filha desta de nome Caetana da Mota, e depois do filho desta última de nome José Pinto, e depois de Luís Pinto de Sousa (que não está na BD do Geneall).
Conseguiu progredir nos antepassados deste casal?

Cumprimentos
Joaquim Neto Teixeira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309046 | PP | 26 Jun 2012 16:51 | Em resposta a: #309040

Caro João Machado,

Isto está a começar a «encaixar»!
Então o nome dele é João Nogueira Pais, conforme se pode ver no assento de batismo da sua filha Ana, em 1673. (ver fólio 70).

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309048 | MSS | 26 Jun 2012 16:54 | Em resposta a: #309043

Caro parente Joaquim Neto Teixeira,

O que conheço é o que está na BD.
Entretanto já introduzi na BD o Luis Pinto de Sousa. Explique como chega a si.

Um abraço,
Marcos Soromenho Santos

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309052 | jnt | 26 Jun 2012 17:17 | Em resposta a: #309048

Caro parente Marcos Soromenho Santos

Luís Pinto de Sousa e Ana Maria são pais de Manuel Pinto de Sousa que consta na BD em http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=2003473
Luís Pinto de Sousa nasceu em VBQ a 6-5-1778.
Eu consto em http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=23135

Cumprimentos
Joaquim Neto Teixeira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309053 | PP | 26 Jun 2012 17:34 | Em resposta a: #309040

Caro João Machado,

Não sei se já reparou que o João Nogueira Pais que aparece como testemunha no assento de casamento de António da Mota Pais e Maria Pinta é, portanto, tio materno do nubente!

Ver em: 1694-11-07 - Testemunha no casamento do seu sobrinho António da Mota Pais, filho de Manuel da Mota e de Maria João, sua irmã, residente no lugar de Buriz, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e de Maria Pinta, filha de João Pinto, já defunto, e de Maria de Aguiar (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1693-08-17 a 1704-05-19) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1693-08-17 a 1704-05-19), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.3, fólio 183, assento de 1694-11-07).

O aparecimento do «Nogueira», julgo que nos pode abrir perspectivas de desenvolvimento.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309054 | PP | 26 Jun 2012 17:39 | Em resposta a: #308958

Caro confrade,

Dê uma vista de olhos no tópico: «Mota no livro de assentos de batismo de 1646-02-17 a 1692-09-14 em Vila Boa de Quires», vai encontrar ligações a Maureles.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309055 | MSS | 26 Jun 2012 17:55 | Em resposta a: #309052

Caro parente,

Somos então primos em 11º grau, e estamos ligados na BD.

Este tópico fez-me voltar aos paroquiais do Marco (felizmente agora on-line). Não descobri por enquanto nada de novo para a nossa árvore, mas tenho boas pistas para investigar. Quanto aos Motas, descendemos de dois núcleos de Maureles que hão de estar ligados (http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=2037013 e http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1340889) e de um de Quires (http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1344470).

Os dois núcleos Teixeira, provindos de Constance (http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1344417) e de Santa Cristina de Figueiró (http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=188879) que se encontram em Quires, também mereciam novamente a nossa atenção.Conto consigo.

Para além do que está na BD, tem alguma informação que possa partilhar?

Um abraço,

Marcos

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309062 | jnt | 26 Jun 2012 19:38 | Em resposta a: #309055

Caro parente,

Tenho de investigar esses ramos. É o que se segue na calha. Até lá vou acabar de "espremer" o 1º livro de Gémeos.

Quanto aos nossos ascendentes comuns (a partir de José Pinto e Eugénia Maria de Sousa), o que tenho a mais relativamente ao que consta na BD é:
a) Quanto a Clemente Vieira em http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1340887, posso acrescentar que nasceu a 27-11-1643 e é filho de Diogo Barbosa e Maria de Andrade.
b) Quanto ao José da Mota em http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1340889, suponho que seja filho de Domingos da Mota (a confirmar).

Um abraço
JNT

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309070 | joaoggralves2 | 26 Jun 2012 20:48 | Em resposta a: #308460

Caro Confrade MSS,

Já tinha reparado nessa sua antepassada aqui na base de dados, e desconheço de quem herdará o Almeida... Se não estou em erro, não me lembro sequer de haver nesta família um único caso em que o apelido salte uma ou mais gerações. No entanto, se me cruzar com alguma informação nova lembrar-me-ei do confrade.

Cumprimentos,
João Guilherme

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309077 | MSS | 26 Jun 2012 23:05 | Em resposta a: #309070

Caro Confrade João Guilherme,

Fico-lhe grato.

Cumprimentos,

MSS

Resposta

Link directo:

Renovo o pedido - Ponto de Situação.

#309212 | PP | 28 Jun 2012 16:26 | Em resposta a: #308336

Caro parente,

O ponto de situação, no meu estudo, é mais ou menos o seguinte:

Falta-me um dado para continuar a estudar os seus dados: sabe a data de casamento de André da Silva e de Vitória de Almeida?

As dúvidas que ainda tenho são as seguintes:

1. Não consegui encontrar o assento de casamento de António da Silva e de Francisca João na data indicada (27.03.1639);

2. Gostaria de saber se sabe a data de casamento de Maria da Silva e de Francisco Nogueira;

3. Gostaria que conformasse nos seus estudos a data de falecimento de António, filho de André da Silva e de Maria Jorge; Não pode ser 1634, pois ele nasceu em 1638. É, com certeza, uma gralha;

4. Só conheço 3 filhos do casal João da Silva e de Maria da Mota: Maria da Mota da Silva, Manuel e João, se tiver conhecimento de mais, agradeço que me informe.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309268 | PP | 29 Jun 2012 02:25 | Em resposta a: #308267

Caro João Machado,

André Gonçalves e Catarina João, que casaram em 1597.02.10, são filhos de, respectivamente: Heitor Gonçalves e de João (não consta o nome das mães dos nubentes).

Gostaria de saber se tem mais alguns dados sobre este dois últimos que queira partilhar.

Agradeço qualquer informação.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309280 | joham_mac | 29 Jun 2012 11:00 | Em resposta a: #309268

Caro PP

A mulher de Heitor Gonçalves, pai de André Gonçalves, era Maria Martins (ver óbito desta em 24/12/1590)
A mulher de João Gonçalves, pai de Catarina João, era Catarina Anes (ver óbito desta em 19/4/1599)
este casal teve os seguintes filhos: Vitória João (casou em 25/11/1601), João Gonçalves (casou em 18/11/1601)), Gaspar (nasceu em 28/4/1589) e Isabel (nasceu em 20/3/1590).

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309283 | PP | 29 Jun 2012 11:49 | Em resposta a: #309280

Caro João Machado,

Agradeço-lhe, uma vez mais, as informações enviadas.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309309 | PP | 29 Jun 2012 19:02 | Em resposta a: #309280

Caro João Machado,

Os seus dados têm-se revelado preciosos para o desenvolvimento destes meus ascendentes.

No entanto, queria colocar-lhe uma dúvida para a sua consideração:

A Isabel, que nasceu a 20.03.1590, é dada como filha de João Gonçalves, de «São Domingos», (lugar de São Domingos) e de sua mulher.

Sendo este do lugar de São Domingos e não do lugar de «São Paio» (actual lugar de Sampaio), não será filha de João Gonçalves e de Maria Gonçalves do dito lugar de São Domingos em vez dos «nossos» João Gonçalves e de Catarina Anes?

Pode confirmar a existência do casal no fólio 182v, assento de casamento de 12.06.1617.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309355 | joham_mac | 30 Jun 2012 11:44 | Em resposta a: #309309

Caro PP

Tem toda a razão. Confusão de santos!
Obrigado pela rectificação.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309434 | PP | 02 Jul 2012 01:20 | Em resposta a: #309355

Caro João Machado,

Permita-me outro pedido de colaboração.
Tem alguns dados que me façam retroceder relativamente aos casais: Heitor Gonçalves e Maria Martins, e João Gonçalves e Catarina Anes?

Estou a ler todos os assentos de batismo de VBQ desde 1586-11-30 a 1646-12-28, tendo encontrado, de momento, os seguintes dados que poderão ajudar:

No fólio 7v, consta um assento de batismo de Margarida, cujo pp. foi João, mancebo, solteiro, cunhado e criado de João Gonçalves, do lugar de Sampaio; o mesmíssimo João surge no fólio 11v, 1588, no assento de batismo de André;

No folio 13, 1589, consta um assento de batismo de Domingas, cujo pp. foi Francisco Enez, m.or em Maureles, e Catarina, filha de João Gonçalves, do lugar de Sampaio;

Será que este Francisco Enez tem alguma relação com Catarina Anes?

Quanto aos Enez, já encontrei um Pedro Enez e um Afonso Enez, mas sem qualquer ligação, para já...

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309438 | joham_mac | 02 Jul 2012 08:50 | Em resposta a: #309434

Caro PP

Sobre o assunto que referiu não tenho qualquer informação.
Só uma observação:
Naquela altura os padres não tinham grandes cuidados com a escrita, o que poderá levar a interpretações incorrectas.
Quando o padre escreveu:
"João, mancebo, solteiro, cunhado e criado de João Gonçalves", talvez quisesse informar que o João era cunhado do pai da criança e criado do João Gonçalves.
Já num post anterior tinha alertado para situações em que o padre escreveu, por exemplo: "foram padrinhos ... e fulana sua irmã" e esta fulana não era irmã do padrinho mas sim do pai da criança.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309439 | joham_mac | 02 Jul 2012 09:13 | Em resposta a: #309434

Caro PP

Ao escrever o post anterior não me lembrei do seguinte:

Quando andávamos à procura dos pais de Manuel da Mota (casado com Maria João), foi considerada a hipótese dele ser filho de uma Maria Fernandes e de pai desconhecido.
Essa Maria Fernandes era filha de João Gonçalves e de Catarina Fernandes (casados em 18/11/1601) e este João Gonçalves era filho dos mesmos João Gonçalves/Catarina Anes que agora refere.
Assim sendo Manuel da Mota e Maria João seriam parentes.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Renovo o pedido - Ponto de Situação.

#309544 | Conde | 03 Jul 2012 15:34 | Em resposta a: #309212

Caro Parente: Dê-me uns dias pois estou no meio de um trabalho imenso que não pode esperar. Vou responder. Cordialmente.

Resposta

Link directo:

RE: Renovo o pedido - Ponto de Situação.

#309549 | PP | 03 Jul 2012 16:08 | Em resposta a: #309544

Caro parente,

Não se preocupe, leve o tempo que quiser. Apenas considerei a possibilidade de não ter visto a mensagem.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#309876 | PP | 09 Jul 2012 00:53 | Em resposta a: #309355

Caro João Machado,

Encontrei um assento de batismo que deve ser, este sim, da tal Isabel, filha de João Gonçalves, do lugar de Sampaio, freg.ª de VBQ; nasceu em 03.03.1593, em Quires.

Ver, por favor, no fólio 28v, penúltimo assento.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Antónia, filha de Heitor Gonçalves...

#310039 | PP | 11 Jul 2012 23:35 | Em resposta a: #309439

Caro João Machado,

Por acaso, nos seus estudos, conseguiu encontrar uma Antónia, filha de Heitor Gonçalves, do lugar de Buriz, Vila Boa de Quires?
Penso que deverá ser o «nosso» Heitor Gonçalves...

Encontrei um assento de batismo de um Manuel, cuja madrinha é a antedita Antónia. Pode confirmar no fólio 20, 1.º assento (1591).

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Antónia, filha de Heitor Gonçalves...

#310057 | joham_mac | 12 Jul 2012 10:25 | Em resposta a: #310039

Caro PP

Não tinha, efectivamente, essa Antónia na minha "base de dados". Agradeço-lhe a informação.

João Machado

Resposta

Link directo:

João Gonçalves

#310064 | PP | 12 Jul 2012 13:49 | Em resposta a: #310057

Caro João Machado,

Gostaria de lhe perguntar se investigou a descendência do casal João Gonçalves e de Maria Fernandes, que casaram em 18.11.1601, em Vila Boa de Quires. Ele filho de João Gonçalves e de Catarina Anes.

É que, pelo que estou a ver, há pelo menos três João Gonçalves no lugar de Sampaio:

1. João Gonçalves «O Novo»;
2. João Gonçalves, sapateiro;
3. João Gonçalves c.c. Maria Fernandes;
4. João Gonçalves c.c. Catarina Fernandes.

Digo três pessoas, pois estou julgo que João Gonçalves «O Novo», deve ser o filho de João Gonçalves e de Catarina Anes, mas que deve ser o sapateiro. Mas com muitas reservas...

Se tiver alguma achega sobre o assunto, agradeço.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Óbito de Antónia, filha de Heitor Gonçalves...

#310114 | PP | 13 Jul 2012 16:01 | Em resposta a: #310057

Caro João Machado,

Antónia faleceu a 31.08.1598, em VBQ. Conferir em: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires (1586-12-24 a 1646-01-08) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-12-24 a 1646-01-08), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 211v, assento de 1598-08-31.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#310116 | PP | 13 Jul 2012 16:28 | Em resposta a: #309280

Caro João Machado,

Heitor Gonçalves faleceu a 13.02.1597, em VBQ (Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires (1586-12-24 a 1646-01-08) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-12-24 a 1646-01-08), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 210v, assento de 1597-02-13).

Nota: atendendo a que no assento de casamento do seu filho André Gonçalves consta que já tinha falecido a 10.02.1597 (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1587-02-08 a 1645-11-13) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1587-02-08 a 1645-11-13), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 174v, assento de 1597-02-10), é provável que tenha falecido nessa data e sido sepultado apenas a 13.02.1597.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

António, filho de Heitor Gonçalves, falecido em 02.07.1596, em VBQ.

#310124 | PP | 13 Jul 2012 16:44 | Em resposta a: #310057

Caro João Machado,

Heitor Gonçalves teve ainda um filho chamado António, que faleceu em 02.07.1596, em VBQ.

(Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires (1586-12-24 a 1646-01-08) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-12-24 a 1646-01-08), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 210, assento de 1596-07-02).

Segundo consta no assento de óbito: «(...) o qual Ant.º (António) era homem posto q? filius familias do d.to (dito) seu pai. E não fez testam.to (testamento)».

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

RE: João Gonçalves

#310126 | joham_mac | 13 Jul 2012 17:34 | Em resposta a: #310064

Caro PP

Há cerca de um mês, quando andávamos às voltas com o Manuel da Mota, percorrendo os livros de VBQ um pouco à pressa encontrei o tal assento de casamento do João Gls com Mª Frs. Pensei que o padre se tinha equivocado escrevendo Mª em vez de Catª. Afinal o erro foi meu. Aliás já nessa altura eu tinha encontrado um assento de baptismo onde a madrinha era Catª Frs, mulher de João Gls, que reforçou a minha ideia de que o padre se tinha enganado no referido assento. Acontece que esse baptismo foi a 13/4/1601, cerca de 7 meses antes do casamento referido.
Neste momento, depois de analisar com mais cuidado os livros de VBQ, estou convencido do seguinte:
O João Gls, sapatrº, casou com Catarina Fernandes, depois da sua primeira mulher, Briolanja Frs, ter falecido em 6/7/1595.
João Gls e Briolanja tinham casado em 18/6/1593. João Gls era fº de João Anes, de Sampaio e irmão de Catarina Anes, mulher de João Gls, o velho (pai do outro João Gls, o mais novo). Com efeito João Gls, sapatrº, foi testamenteiro do seu cunhado João Gls (o velho) quando este faleceu (23/7/1607).
A Isabel que casou em 29/9/1638, fª do João Gls/Catª Frs, nasceu em 7/10/1605.
Procurei em várias freguesias, à volta de VBQ, o assento de casamento de João Gls e Catarª Frs, mas não o encontrei.

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: João Gonçalves

#310127 | joham_mac | 13 Jul 2012 17:44 | Em resposta a: #310126

Esqueci-me de referir que, nesse caso, a provável mãe de Manuel da Mota, Maria Fernandes, teria nascido em 1/4/1614. Nessa altura já o João Gls, sapatrº, era referido com o velho (era tio do outro).

João Machado

Resposta

Link directo:

Os «João Gonçalves» do lugar de Sampaio, VBQ.

#310136 | PP | 13 Jul 2012 19:55 | Em resposta a: #310126

Caro João Machado,

Aqui ficam alguns dados que nos poderão ajudar e fazer meditar:

1. Quando Briolanja Frz falece, em 1595, o seu marido João Glz era conhecido pelo «O Novo», tal como está no dito assento de óbito;

2. Em 14.08.1602, nasce António, f.º de João Glz, «O mais novo», do lugar de Sampaio, sendo padrinho Gonçalo Fernandes, esposado de Quires, cunhado do dito João Glz (no meu entendimento este Gonçalo Frz deve ser o marido de Vitória João, casados em 25.01.1601, pois Vitória João e João Gonçalves são irmãos; assim teríamos que João Gonçalves «O Velho» é o casado com Catarina Anes e João Gonçalves «O mais novo» é casado com Maria Fernandes);

Mas agora a «coisa» complica-se:

3. Em 02.12.1602 (em menos de 4 meses!) nasce João, f.º de João Glz, sapateiro, sendo madrinha Margarida, f.ª de João Glz «O Velho», viúvo, do lugar de Sampaio, todos de VBQ;

Ora, João Glz «O mais novo» não deverá ser o João Glz, sapateiro... acho eu.

4. Em 1605, nasce Isabel, f.ª de João Glz, sapateiro, do lugar de Sampaio;

5. Em 1607, nasce André, f.º de João Glz, «O mais novo», do lugar de Sampaio (repare que neste assento reaparece a designação «O mais novo»);

6. Em 1609, nasce André, f.º de João Glz, «O mais velho», do lugar de Sampaio (julgo que não deverá ser o João Gonçalves casado com Catarina Anes...);

7. Em 1614, nasce Maria, f.ª de João Glz, «O Velho», do lugar de Sampaio.

A sua teoria para um segundo casamento de João Glz, depois do falecimento de Briolanja Frz, parece muito aceitável.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

Possíveis filhos de João Gonçalves e de Catarina Anes.

#310151 | PP | 13 Jul 2012 23:34 | Em resposta a: #310126

Caro João Machado,

Se lhe interessar esta nota, coloquei-a nas minhas notas sobre o dito casal:

É provável que Gaspar, nascido a 28 de abril de 1589, em Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, seja filho de João Gonçalves e de Catarina Anes (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 13v, assento de 1589-05-02).

Tal como é provável que o dito casal tenha tido uma filha chamada Maria, que foi madrinha de batismo de Gaspar, nascido a 19 de abril de 1594, filho de André Afonso, do lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólios 31v e 32, assento de 1594-04-24)

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

João Gonçalves c.c. Catarina Anes

#310152 | PP | 14 Jul 2012 00:01 | Em resposta a: #310126

Caro João Machado,

Junto todos os dados que tenho sobre este nosso ascendente, pode ser que encontre alguma ligação, já que me parece mais avançado do que eu.

Quando aparece o termo «é provável», significa que não tenho 100% de certeza de que poderá de facto ser o João Gonçalves, filho de João Gonçalves e de Catarina Anes.

1589-02-12 - Era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e freguês da Igreja de Santo André da dita freguesia. A sua filha Catarina João, ainda solteira, apadrinha Domingas, filha de Gaspar Pires, do lugar de Urrô, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 13, assento de 1589-02-12).

1591-03-09 - É provável que o seu filho João Gonçalves, ainda solteiro, tenha sido o padrinho de batismo de Anastásia, filha de André Gonçalves, do lugar de Vilarelho, e freguês da Igreja de Santo André, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 20v, assento de 1591-03-09).

1591-05-17 - É provável que o seu filho João Gonçalves, mancebo solteiro, tenha sido o padrinho de batismo de Maria, filha de Luís Gonçalves, do lugar de Sampaio, e freguês da Igreja de Santo André, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio), na dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 21v, assento de 1591-05-17).

1591-08-25 - A sua mulher Catarina Anes apadrinha Maria, filha de Catarina, moça solteira, residente no lugar de Sampaio da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 21v, assento de 1591-08-25).

1592-12-18 - A sua filha Catarina João, ainda solteira, apadrinha Manuel, filho de Gaspar Soares, do lugar de São Cristovão e freguês da igreja de Santo André na dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 27v, assento de 1592-12-18).

1592-12-25 - A sua filha Catarina João, ainda solteira, apadrinha Domingas, filha de Manuel Fernandes?, do lugar de Cimo de Vila e freguês da Igreja de Santo André, na dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 27v, assento de 1592-12-25).

1592-12-28 - A sua filha Catarina João, solteira, apadrinha Catarina, filha de André Fernandes, do lugar do Outeiro da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 27v, assento de 1592-12-28).

1593-03-07 - Era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e freguês da Igreja de Santo André da dita freguesia e concelho.

1593-03-19 - É provável que o seu filho João Gonçalves, ainda solteiro, tenha sido o padrinho de batismo de Pedro, filho de João Martins, do lugar de Portela, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 29, assento de 1593-03-19).

1594-11-20 - A sua filha Vitória João, ainda solteira, apadrinha Francisco, filho de Catarina, moça solteira, do lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e de António Sanhudo (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 33v, assento de 1594-11-20).

1595-02-12 - É provável que o seu filho João Gonçalves, ainda solteiro, tenha sido o padrinho de batismo de João, filho de Gaspar Francisco, residente no lugar de Buriz, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio) da dita freguesia. Também se pode depreender do dito assento que poderá ter sido madrinha de batismo a sua filha Maria e, portanto, irmã do padrinho de batismo, João Gonçalves (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 34, assento de 1595-02-12).

1596-04-19 - Os seus filhos João Gonçalves, mancebo solteiro, e Vitória João apadrinham Vitória, filha de Miguel Correia, residente no lugar de Buriz e freguês da Igreja de Santo André, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 37v, assento de 1596-04-19).

1597-02-10 - Era da freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e residente em «São Paio» (lugar de Sampaio), na dita freguesia.

1597-04-28 - A sua filha Vitória João apadrinha Anastásia, filha de André Gonçalves, residente no lugar de Vilarelho da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 40v, assento de 1597-04-28).

1597-05-18 - É provável que o seu filho João Gonçalves, ainda solteiro, tenha sido o padrinho de batismo de Catarina, filha de André Afonso, do lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «São Paio»[sic] (lugar de Sampaio), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 41, assento de 1597-05-19).

1598-03-29 - Os seus filhos João Gonçalves, «mancebo soltr.º (solteiro)», e Vitória João, «moça soltr.ª (solteira)», apadrinham André, filho de André Gonçalves, do lugar de Romazelhas, da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 42, assento de 1598-03-29).

1598-05-24 - A sua filha Vitória João, «moça solteira», apadrinha João, filho de Domingos Pires, do lugar de Vilarelho, e freguês da Igreja de Santo André da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 42v, assento de 1598-05-24.

1599-04-19 - Enviúva e fica testamenteiro de sua mulher (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires (1586-12-24 a 1646-01-08) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-12-24 a 1646-01-08), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 212v, assento de 1599-04-19).

1601-11-18 - Segundo consta no assento de casamento do seu filho João Gonçalves, era «beubo[sic] (viúvo) (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1587-02-08 a 1645-11-13) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1587-02-08 a 1645-11-13), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 175, assento de 1601-11-18).

1601-11-25 - Segundo consta no assento de casamento da sua filha Vitória João, era «beubo[sic] (viúvo) (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires (1587-02-08 a 1645-11-13) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1587-02-08 a 1645-11-13), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 175, assento de 1601-11-25).

É provável que Gaspar, nascido a 28 de abril de 1589, em Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, seja filho de João Gonçalves e de Catarina Anes (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 13v, assento de 1589-05-02). Tal como é provável que o dito casal tenha tido uma filha chamada Maria, que foi madrinha de batismo de Gaspar, nascido a 19 de abril de 1594, filho de André Afonso, do lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólios 31v e 32, assento de 1594-04-24). De facto, num assento de batismo de 12 de fevereiro de 1595, parece poder-se depreender do dito assento que foram padrinhos de batismo João [Gonçalves] e Maria, filhos de João Gonçalves (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 34, assento de 1595-02-12).

Cumps. PP.

Resposta

Link directo:

RE: João Gonçalves

#310153 | PP | 14 Jul 2012 00:28 | Em resposta a: #310126

Caro João Machado,

Se interessar o dado... em 07.01.1627, casam Jorge Soares e Catarina João, filha de João Gonçalves e de Catarina Fernandes, do lugar de Sampaio, VBQ.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

Assento de óbito de João Gonçalves «O Novo».

#310181 | PP | 14 Jul 2012 13:22 | Em resposta a: #310126

Caro João Machado,

Deixo-lhe aqui uma possível explicação sobre quem é quem, relativamente aos João Gonçalves do lugar de Sampaio, VBQ.

Atendendo à descoberta do assento de óbito de João Gonçalves, do dito lugar, penso que:

1. Em Dezembro de 1650 faleceu João Gonçalves, deixando por herdeiro e testamenteiro o seu filho António Fernandes, bem como o seu filho André Fernandes, residente em São Martinho;

Assim, estes deverão ser filhos de João Gonçalves conhecido por «O mais novo», dado que em 14.08.1602, nasce António, f.º de João Glz, «O mais novo», do lugar de Sampaio, e em 1607, nasce André, f.º de João Glz, «O mais novo», do lugar de Sampaio.

Se reparar, ficou, de facto, como herdeiro e testamenteiro, o filho mais velho - o António Fernandes.

Atendendo a que são os dois únicos filhos que encontrei, filhos de João Gonçalves «o mais novo», acho claramente que João Gonçalves, sapateiro, é outra pessoa.

Em suma, no meu entendimento temos:

1. João Gonçalves c.c. Catarina Anes, pais de João Gonçalves «O Novo», que c.c. Maria Fernandes e tiveram: António Fernandes e André Fernandes.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

Falecimento de António, f.º de António Pais

#310185 | PP | 14 Jul 2012 13:43 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

Se interessar, deixo-lhe aqui a seguinte nota:

António, f.º de António Pais, f. a 31.03.1658 e foi sepultado a 01.04.1658. Faleceu num domingo, com cerca de 24 anos de idade.

«(...), teve no dia do enterro um off.º (ofício) de cinco padres, e missa cantada, e deu seu pai de oferta dois alqueires de pão, e um cântaro de v.º (vinho), e uma galinha. Teve mais um off.º (ofício) de cinco padres».

No averbamento do assento de óbito consta: «Teve mais ao mês cinco missas e deu sete tostões das ofertas anuais; tem quitação».

Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires (1646-02-14 a 1693-06-27) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-14 a 1693-06-27), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 123v, assento de 1658-04-01.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

Assento de óbito de Maria João c.c. António Pais.

#310195 | PP | 14 Jul 2012 16:00 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

Se interessar, Maria João faleceu a 24.02.1674, em VBQ.

Faleceu num sábado, tinha 73 anos de idade, «tendo recebido todos os sacramentos, e por virtude de uma escritura está obrigado o d.to (dito) António Pais seu marido a mandar-lhe fazer três off.ºs (ofícios) de dez p.es (padres) cada um com todas as obradações e amentações costumadas, e por virtude de um testamento que fez a mandar-lhe dizer cem missas rezadas com esmola de cinquenta réis cada uma em Nossa Sr.ª (Senhora) da Ajuda da Rifana, e não as querendo-la dizer pela d.ta (dita) esmola lhas dissessem nesta igr.ª (igreja); deram de off.ta (oferta) a corpo presente mil réis».

No averbamento do assento de óbitro consta: «Teve os três off.ºs (ofícios) continuados de dez p.es (padres). Deram do anual mil réis e teve satisfeito [?] escritura. [Quanto?] ao testamento me deram a certidão q (que) tinham mandado dizer as missas em Nossa Sr.ª (Senhora) da Ajuda como dela [?]. Tem quitação».

Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires (1646-02-14 a 1693-06-27) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-14 a 1693-06-27), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 154v, assento de 1674-02-24.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

Assento de óbito de António Pais c.c. Maria João.

#310197 | PP | 14 Jul 2012 16:48 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

Se interessar, António Pais faleceu a 05.01.1682, em VBQ.

Do que consegui ler, apresento: «tendo recebido todos os sacramentos, fez testamento, em o qual [?] testamentr.os (testamenteiros) e herd.ros (herdeiros) de seus bens [?] e alguns de [?] que tinha na condição de lhe mandarem dizer dez missas em Nossa Sr.ª (Senhora) da Ajuda da Rifana com esmola de cem réis d[?] e oito com esmola de oitenta réis além? do bem da sua a que os d.tos? (ditos?) seus herd.ros? (herdeiros?) lhe devem [?] satisfazer, por virtude? de uma escritura de dote que [?] [?] lhe havia feito a saber [?] off.os (ofícios) da dos sacerdotes com as obradações e amentações costumadas enterrou-se na Igr.ª (igreja) e teve no dia do enterro um off.º (ofício) de dez p.es (padres) e? com o corpo presente mil réis em dr.º (dinheiro) de obrada».

No averbamento do assento de óbito consta: «Teve mais outro off.º (ofício) de dez p.es (padres). Teve outro off.º (ofício) de dez p.es (padres). Deram de anual mil réis. Tem satis.to (satisfeito)».

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#310231 | PP | 15 Jul 2012 14:01 | Em resposta a: #308536

Caro João Machado,

Isabel Pais casou, em Abragão, em 29.04.1630, mas faleceu em 28.07.1658, na dita freguesia, como mulher de António Mendes [Lameira?].

Assim, não poderá ter casado com Baltasar de Brito em 06.02.1639. Em suma, Isabel Pais e Isabel Vieira não deverão ser a mesma pessoa.

A não ser que haja outra Isabel Pais e outro António Mendes... Por favor veja se consegue perceber o que diz a seguir a «António Mendes» no assento de óbito. Será Lameira??

Ver no fólio 138v, 2.º assento.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

João, filho de António Pais e de Francisca «A Mascota».

#310243 | PP | 15 Jul 2012 18:56 | Em resposta a: #308252

Caro João Machado,

António Pais, f.º de Bartolomeu Ribeiro teve um filho, João, de Francisca «A Mascota», em Abragão.

João, n. 23.02.1630, em Abragão: foi batizado por «Ant.º Piz» (António Pires), cura da dita igreja, tendo sido padrinhos de batismo: Pêro do Couto «de São mil»[sic] (lugar de Samil), freguesia de Abragão, São Martinho de Arrifana de Sousa (Penafiel), e Maria, «f.ª» (filha) de Joana «Frz» (Fernandes), ambos da freguesia de Abragão, São Martinho de Arrifana de Sousa (Penafiel).

Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Abragão (1586-06-29 a 1670-05-07) (Abragão, Penafiel, Porto, Portugal, Paróquia de Abragão, 1586-06-29 a 1670-05-07), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/20/1/6 - 22.3, fólio 74, assento de 1630-02-25.

Cumps, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#313259 | jmmoreira | 07 Set 2012 01:57 | Em resposta a: #307628

Caros confrades,

Ao ler este tópico verifico que muitos dos apelidos que são aqui referidos constam, muitos deles, da ascendência do meu trisavô Vitorino Augusto Ferreira d'Almeida, natural de Vila Boa de Quires. No entanto, talvez pelo facto de os dados que tenho irem só do séc. XVIII em diante, não consegui cruzar os meus dados com a informação que disponibilizaram neste tópico.
Pergunto se me poderão ajudar.
Deixo os dados que tenho da ascendência do meu trisavô (utilizo a notação dos múltiplos de 2):
Geração 1
1. Vitorino Augusto Ferreira d'Almeida, n. em VBQ.
Geração 2
2. Vitorino Ferreira, n. VBQ; f. em 7-9-1894, em Constance.
3. Maria Marcelina d'Almeida, n. 23-10-1817, em VBQ
2 e 3 casaram em 20-8-1840, em VBQ. Viveram em Buriz, VBQ.
Geração 3
4. Carlos Ferreira Soares, n. em VBQ
5. Maria da Silva Teixeira, n. em VBQ
4 e 5 casaram em 3-5-1804, em VBQ. Viveram em Buriz, VBQ.
6. José Bernardo da Silva, n. VBQ.
7. Maria d'Almeida Pinheiro, n. VBQ
6 e 7 casaram em 4-2-1799, em VBQ. Viveram em São Sebastião, VBQ.
Geração 4
8. José Ferreira Soares, n. VBQ.
9. Maria Joana da Silva, n. VBQ.
8 e 9 viveram em Agrela, VBQ.
10. Custódio José Ferreira, n. VBQ.
11. Ana Maria, n. Maureles.
10 e 11 viveram em Buriz, VBQ.
12. Bernardo Mendes, n. VBQ.
13. Antónia Maria da Silva, n. VBQ.
12 e 13 viveram em Caniva de Baixo, VBQ.
14. Custódio d'Almeida, n. VBQ.
15. Custódia Maria Rosa, n. VBQ.
14 e 15 viveram em Cimo de Vila, VBQ.
Geração 5
16. João Ferreira Soares, n. VBQ.
17. Maria Josefa, n. VBQ.
18. João da Silva, n. VBQ.
19. Maria Joana, n. VBQ.
20. António Ferreira, n. VBQ.
21. Maria da Silva, n. VBQ.
22. Manuel da Mota, n. Maureles.
23. Maria Teixeira, n. Maureles
24. Belchior Mendes, n. Santa Marta
25. Úrsula de Magalhães, n. Santa Marta.
24 e 25 viveram em Casa Nova, VBQ.
26. António Ribeiro, n. VBQ.
27. Maria da Silva, n. Maureles.
28. António de Almeida, n. VBQ.
29. Teresa Pinheiro, n. São Veríssimo.
Geração6
48. Manuel Mendes
49. Beatriz Ferreira
50. Álvaro de Sousa
51. Maria de Magalhães

Cumprimentos,

jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#313369 | Andre_86 | 09 Set 2012 20:39 | Em resposta a: #308817

Um casamento em Oliveira - Amarante muito importante para as famílias que estão a ser objecto de estudo neste tópico.

Pedro Nogueira e Ana de Sampaio

http://pesquisa.adporto.pt/cravfrontoffice/WebSearch/ODdisplay.aspx?DigitalObjectID=15536&FileID=_530850

Nota 1: o pai de Pedro Nogueira é António Pires e não Amador Pires como refere o vigário de Oliveira
Nota 2: o pai de Ana de Sampaio, Francisco Carvalho é filho de João Glz Carvalho, Cav. Fid. Casa Real, 1 cap.-mor de Santa Cruz de Riba Tâmega.

André Leitão Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#313383 | PP | 10 Set 2012 10:47 | Em resposta a: #313259

Caro confrade,

Relativamente aos nomes que revela, não encontro ligação na minha base de dados, excepto, possivelmente, Manuel da Mota e Maria Teixeira. Contudo, Maria Teixeira n. em Abragão e Manuel da Mota n. em VBQ, pelo que não deverão, julgo eu, serem as mesmas pessoas? Ou serão...

Manuel da Mota (Pais) e Maria Teixeira casaram em 13.04.1695 em Abragão.

Se tiver mais dados que ajudem a esclarecer se são as mesmas pessoas, agradeço.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#313389 | jmmoreira | 10 Set 2012 12:18 | Em resposta a: #313383

Caro confrade,

A única data que me permite situar esse casal no tempo, é o casamento de uma neta no ano de 1804.
Parece-me impossível que os seus avós tenham casado em 1695, em particular a avó.
Assim, creio que serão casais diferentes, que viveram em épocas diferentes e em freguesias diferentes: os meus terão vivido em Maureles, em meados do século XVIII enquanto os seus serão de Abragão e VBQ e terão vivido na transição dos séculos XVII e XVIII. É a interpretação que faço.

Agradeço a ajuda.

jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#313393 | Conde | 10 Set 2012 13:48 | Em resposta a: #307741

João da Silva e Almeida cc Maria da Motta de VBQ. Os costados dele estão no site.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#313413 | PP | 10 Set 2012 20:07 | Em resposta a: #313393

Caro confrade,

No site do Geneall existem algumas informações incompletas sobre a data de nascimento do dito casal, a saber:

João da Silva n. em 08.04.1662, VBQ e Maria da Mota n. em 07.06.1671, VBQ.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Almeidas, de Vila Boa de Quires

#324531 | evieira | 02 Mar 2013 20:05 | Em resposta a: #308170

Caro Conde, e demais confrades descendentes de Almeidas de VBQ:

Acaso possuem informações adicionais sobre a família de ISABEL DE ALMEIDA (n.c.1565), moradora com seu marido ANTÓNIO GONÇALVES na "Telha de Quires"?

tiveram, bp. em VBQ:

Francisco bp.11.12.1589 (Francisco de Almeida, casou 1616 em Amarante)
Pascoal bp.1.4.1592
Margarida bp.27.2.1594
Jerónimo bp.10.3.1596
Pedro bp25.3.1598
António bp.12.3.1600
Angela bp.15.6.1602
Leonor bp.15.10.1606 (Leonor de Almeida, casou 1638 em VBQ)

Agradeço qualquer informação,
Cmpts,
E.Simões

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#330329 | PP | 04 Jun 2013 00:28 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

A quem interessar este dado:

João Pinto da Mota, filho de António da Mota Pais e de Maria Pinto, casou em 22.07.1722, na freguesia de Croca, Penafiel, com Jacinta Pereira.

Fonte: IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Croca (1698-05-19 a 1740-06-12) (Croca, Penafiel, Porto, Portugal, Paróquia de Croca, 1698-05-19 a 1740-06-12), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/20/2/5 - 19.2, fólio 185, assento de 1722-07-22.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Pedido de confirmação - Manuel dos Reis e Mota, f.º de José da Mota e de Josefa Luísa.

#330665 | PP | 10 Jun 2013 21:58 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Gostaria de contar com a ajuda de quem estuda os Mota de Vila Boa de Quires.

Alguém tem conhecimento de um Manuel dos Reis e Mota, do Lugar de Buriz, Vila Boa de Quires, c.c. Custódia Maria Mendes?

É que a filha do dito casal - Antónia Joaquina Mendes - é dada como neta paterna de José da Mota e Josefa Luísa.

Estou em crer que José da Mota e Josefa Luísa deverão ser os mesmos José da Mota e Luísa Josefa de Campos, de Buriz, Vila Boa de Quires.

Se, por acaso, quem se interessa pelos Mota, tiver algo a acrescentar sobre o assunto agradeço.

Agradeço a ajuda, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#333650 | Lourval | 09 Ago 2013 19:24 | Em resposta a: #308249

Caro Conde,

Em Vila Boa de Quires, você conhece o casal Francisco da Mota e Maria de Sousa? Tiveram uma filha Maria de Sousa nascida cerca de 1700 sendo que esta teve filha Adriana Maria nascida cerca de 1730.

Eu não consegui localizar o casamento deste Francisco da Mota e Maria de Sousa.

Agradeço desde já
Lourval

Resposta

Link directo:

Vila Boa de Quires: Domingos de Torres

#333653 | Lourval | 09 Ago 2013 20:21 | Em resposta a: #309029

Caro PP,

Acabo de perceber que Francisco da Mota, sendo viúvo de Margarida Fernandes, casa-se em 07.11.1682 com Maria de Sousa. Ele filho natural de Domingos da Torre e de Brites Fernandes. Ela filha de Manuel Gonçalves e de Domingas Peixoto.

Você saberia quem é Domingos de Torres?

Lourval

Resposta

Link directo:

RE: Vila Boa de Quires: Domingos de Torres

#333655 | PP | 09 Ago 2013 21:59 | Em resposta a: #333653

Caro Lourval,

Infelizmente não poderei ajudá-lo, dado que nada tenho sobre as pessoas em causa.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#336390 | mba55 | 07 Out 2013 17:32 | Em resposta a: #308384

Caro João Machado

Não acha que Manuel da Mota cc Maria João poderia ser filho de Francisco Ferreira e de Maria da Mota? Afinal Francisco Ferreira era de Buriz. Apenas Maria da Mota era natural da Telha.

Cumprimentos,

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#336432 | joham_mac | 08 Out 2013 10:26 | Em resposta a: #336390

Cara Margarida Antunes

A filiação do dito Manuel da Mota foi, aqui neste tópico, bastante debatida há cerca de um ano e a hipótese que agora coloca já tinha sido considerada nesse debate. Penso eu que, apesar dos esforços então desenvolvidos, não foi possível obter uma conclusão suficientemente fiável.

Cumprimentos

João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#336546 | mba55 | 10 Out 2013 16:27 | Em resposta a: #336432

Caro João Machado

De facto não se consegue provar a filiação de Manuel da Mota àquele casal.

Agradeço na mesma a sua resposta.

Cumprimentos,

Margarida A.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#336551 | aapamp | 10 Out 2013 17:07 | Em resposta a: #313369

Boa tarde
O Pedro Nogueira e a Ana de Sampaio são os pais da Maria de Sampaio casada em Quires em 23 Janeiro de 1651 com André Vieira de Castro?
Algum confrade sabe algo sobre a ascendencia deste André ou pode acrescentar algo à ascendencia deste casal?
Cumprimentos
Antonio Mendes

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#337071 | aapamp | 21 Out 2013 17:23 | Em resposta a: #336551

Caros confrades
Coloquei nas paginas familiares a ascendencia da minha avó cujos pais eram ambos de Vila Boa de Quires e que toca muitas das familias e pessoas faladas neste tópico se quiserem ver a pagina é:

http://pagfam.geneall.net/10610/

Agradecia qualquer ajuda/correção para conseguir completar alguns antepassados.
Cumprimentos
Antonio Mendes

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#337187 | MSS | 24 Out 2013 12:59 | Em resposta a: #309062

Caro parente,

Acrescente que o pai da nossa ascendente Jerónima da Mota ( http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=1344421 ) é o morgado de Penidos.

Um abraço,

MSS

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#337940 | jmmoreira | 10 Nov 2013 23:18 | Em resposta a: #308232

Caro confrade Conde,

Permita-me algumas correcções e acrescentos à sua mensagem que reproduzo como base da minha resposta. Coloco os meus comentários entre []. Quando nada é dito, os assentos que refiro são de Vila Boa de Quires. Tenho muito interesse neste ramo porque descendo quer da Maria Jorge quer da Marta Jorge. Também descendo dos dois Aleixo João que refiro num dos comentários.

1-Jorge Gonçalves foi morador em VBQ onde teve casa na Portela. casou com...e foi pai de:
2- Gonçalo Jorge que nasceu cerca de 1570 casando em VBQ a 23.SET.1586 [é 23.SET.1596] com Maria Pires filha de Belchior Pires, da Portela e de sua primeira mulher.
3- Maria Jorge que casou em VBQ a 08.09.1631 com André da Silva, dono da Casa do Ribeiro da Torre, filho de Gonçalo Pires e de s.m. Briolanja Gonçalves. André da Silva era irmão de Apolónia Gonçalves casada a 03.12.1599 em VBQ com Bastião Vieira filho de outro homónimo e de sua mulher Maria Fernandes, de Constance
[Não estou certo que Apolónia fosse irmã de André da Silva porque no seu casamento aparece como filha de Mª Gonçalves. A mãe de André da Silva chamava-se Briolanja Gonçalves. Se o fosse, Jorge Gonçalves testemunha no dito casamento também o era. O andré Silva tinha pelo menos mais dois irmãos: (1) Domingos que foi pai a 10-4-1623 e Manuel antónio que casou a 25-5-1615].
[3- Marta Jorge que casou em VBQ a 23-10-1641 com Agostinho Teixeira de Maureles filho de Mateus Fernandes e de sua mulher. Tiveram: Maria (b. 3-12-1642), Isabel Teixeira (b. 15-10-1644, cc Adão da Costa a 8-4-1668)]
André da Silva e Maria Jorge tiveram:
4- André da Silva que segue,
4-António que morreu cedo8 n.5.4.1638 e fal 11.4.1634. [O António que nasceu a 5-4-1638 deve ter sido o António da Silva que casou em VBQ a 27-03-1639]
4-Maria da Silva bap. 31 de Julho de 1633 em Vila Boa de Quires onde casou com Francisco Nogueira filho de André Nogueira e de sm Maria de Almeida,np de António Pires "o Vite" de caíde, lavrador honrado, e de sm Catarina Fernandes, e mat. de André Pires x VBQ 3.2.1608 Margarida de Almeida, bisneto poe estes de André Pires de Vilarelho e de Isabel Gonçalves, e de Padre Licenciado António de Almeida Reitor de Vila Boa de Quires e de Isabel Moreira de Quires, solteira.O Padre era Vigário da Comenda de VBQ e tinha uma herdade em Canavezinhos (Vide Vol Paço de Sousa)
[Não estudei este ramo]
4-António da Silva casado VBQ a 27.03.1639 com Francisca João filha de Aleixo João e de s.m. Maria Ribeira filha do Padre António Gonçalves e de Paula Francisca solteira.
[Chamo a atenção que nessa época havia dois Aleixo João, um de Buriz cc Maria Gaspar e outro de Cimo de Vila cc Maria Ribeiro. A Francisca João era de Buriz, filha de Maria Gaspar, tendo sido baptizada a 24.03.1624. O António da Silva e a Francisca João tiveram (pelo menos) três filhos: Gabriel (n. 21-4-1660), Maria (n. 16-8-1661), António da Silva (n. 15-4-1665, cc Luísa da Mota em Castelões de Recesinhos a 6-8-1699)].
4- André da Silva bap 9.3.1636 herdeiro da casa. Casou com Vitória de Almeida que julgo parente próxima do cunhado..
Tiveram:
5-João da Silva e Almeida casado a 30.07.1696 com Maria da Motta e pais da Maria da MOTTA da Silva casada a 25.06.1718 com Francisco Carneiro, que já estão nesta base de dados.
5-Manuel da Silva e Almeida casado em Penhalonga com Dona Catarina de Andrade em 04.02.1701 filha de Manuel Nunes de Andrade sr, da Quinta das Figueiras e de sua m. Isabel Francisca. Foram os paisde João da Silva e Almeida Cavaleiro Professo na Ordem de Cruisto casado na Sé do Porto com D. Teresa Caetana de Jesus, pais estes do Desembargador António da Silva e Almeida (Leitura de Bachareis M30-11 ANTT), prop. dos oficios de Escrivão da Almotaçaria e escrivão dos orfãos por alvarás da Rainha D. Maria (Liv. 30-170v e liv. 66-212) e do Dr. Farncisco Caetano da Silva e Almeida bap. Sto Ildefonso Advogado no Rio (Justificações Ultramarinas no ANTT M252 doc. 14 cx 453).

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#337964 | Conde | 11 Nov 2013 12:57 | Em resposta a: #337940

Agradeço muito as correcções. E dos Mottas não adiantou pela varonia ? E, já agora, o apelido Silva virá como? Tenho ideia que o ramo do Porto usou um escudo de Silva e Almeida no século XVIII . É claro que tal não prova nada a não ser desafogo económico. Mas era interessante ver de onde provêm.
Cumprimentos cordiais.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#337976 | jmmoreira | 11 Nov 2013 18:54 | Em resposta a: #337964

Boa noite,

Mais uma correcção: o casamento de António da Silva com Francisca João foi em VBQ a 27.03.1659, e não 27.03.1639.

Sobre os Motas: estudo vários. Alguns já consegui ligar a Penidos, outros não.
- João da Mota era filho de Manuel António e de Catarina ou Cristina (?) Mendes. Cc Maria Antónia em 1657. Viveram no Souto. Tiveram filhos entre 1658 e 1669.
- António da Mota filho de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota do lugar do Rio. Cc Maria Pereira em 1666. Tiveram filhos entre 1668 e 1687. Viveram no lugar de Quires. Jerónimo Fernandes e Maria da Mota casaram em 1640. Tiveram filhos entre 1641 e 1655.
- Pedro Teixeira cc Catarina da Mota - irmã da anterior Maria da Mota - do Rio (filhos entre 1652 e 1655).
Estes Motas do lugar do Rio eram descentes do morgado de Penidos.
- António da Mota cc Maria Antónia de Buriz (filhos entre 1629 e 1646).
- António da Mota cc Maria Ferreira de Botelho (filhos entre 1656 e 1667).

As minhas pesquisas em VBQ ainda não terminaram. Informarei se encontrar novidades.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#338006 | Conde | 12 Nov 2013 09:50 | Em resposta a: #337976

Obrigado mais uma vez. Os de Buriz devem ser todos parentes muito próximos.

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#343388 | Conde | 07 Mar 2014 14:59 | Em resposta a: #308357

Caro Confrade:
Descobri hoje um António da Mota casado em Constance com Maria Ribeiro fiha de João Cerqueira e de s.m. Vitória Ribeira e o dito António filho de Antonio da Mota então já falecido e de sua mulher Maria Antónia, ambos de Portela VBQ. Constance M1está cheio de gente de VBQ.
Cumprimentos.

Resposta

Link directo:

RE: Manuel da Mota - assentos de batismo prováveis.

#343392 | PP | 07 Mar 2014 15:36 | Em resposta a: #343388

Caro confrade Conde,

Muito obrigado pela sua gentileza de se ter lembrado.

Ainda não investiguei a freguesia de Constance, mas, pelo que diz, tenho que lhe dedicar algum tempo.

Quanto ao referido casal, não consigo de momento estabelecer qualquer ligação.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

João Fernandes e Sebastiana de Almeida

#343590 | PP | 10 Mar 2014 21:22 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Alguém tem informações sobre o casal João Fernandes e Sebastiana de Almeida, residentes no Lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, que casaram antes de 1689?

Grato, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345249 | jmmoreira | 19 Abr 2014 01:09 | Em resposta a: #308252

Caros confrade,

Pergunto se têm informações dos pais de João Rebelo da Cruz e de Maria de Almeida. Sei que casaram em VBQ a 20-03-1661. Tiveram pelo menos nove filhos. Sei que a Maria de Almeida era irmã de um André Nogueira e o marido era irmão de uma Antónia. Tanto ela como o marido terão nascido no lugar da Nogueira mas vivido no Botelho onde tiveram os filhos. Também devia ser familiar próxima de João de Almeida de Caniva. No assento de casamento não contam os nomes dos pais.

Agradeço desde já a ajuda.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345253 | PP | 19 Abr 2014 02:21 | Em resposta a: #345249

Caro confrade,

Da minha parte nada tenho sobre as pessoas em causa.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345256 | mba55 | 19 Abr 2014 09:14 | Em resposta a: #345249

Caro confrade jmmoreira,

Relativamente a João Rebelo da Cruz nada lhe posso dizer, no entanto quanto à Maria de Almeida, tenho na minha BD uma Maria de Almeida, de Caniva, cc André Nogueira em VBQ a 21 Jan 1630. Não sei se tiveram uma filha Maria e um filho André, os quais deverão ter nascido por volta de 1630/1640, tendo em conta a data de casamento da Maria com João Rebelo. Achei curiosa a coincidência de nomes e penso que valeria a pena começar a investigar os ascendentes de Maria por aquele casal.

Cumprimentos,

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345278 | jmmoreira | 19 Abr 2014 17:26 | Em resposta a: #345256

Cara Margarida Antunes,

Muito agradeço a informação que me deu que parece ir na direcção certa. De facto, André Nogueira e Maria de Almeida foram pais de seis filhos entre os quais: um João, n/bp a 10-11-1632. Fl. 114v; uma Maria, n/bp a 21-11-1640, Fl. 132; um André n/bp a 1-6-1644, Fl. 139. A Maria de Almeida mulher de André Nogueira veio a falecer a 24-7-1644.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345282 | mba55 | 19 Abr 2014 18:29 | Em resposta a: #345278

Caro jmmoreira

Fico contente por ter ajudado.

Uma Boa Páscoa

Margarida A.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345317 | Truta59 | 21 Abr 2014 10:57 | Em resposta a: #345278

Caro JMMoreira

Também sou descendente do casal João Rebelo da Cruz/Maria Almeida pela filha Maria Rebelo.

Da análise feita dos diversos registos, cheguei à seguinte conclusão:

Do registo de baptismo (Lugar do Botelho, V. Boa de Quires, 2/11/1669) de Manuel filho do casal João Rebelo e Maria Almeida, lê-se que oos seus padrinhos são: André Nogueira, irmão da mãe do baptizado e Antónia irmã do Pai.

PT-ADPRT-PRQ-PMCN31-001-0002_m0592.tif

André Nogueira e Maria Almeida são filhos do casal André Nogueira e Maria Almeida, tendo nascido o André no ano de 1644 e a Maria em 21/11/1640, ambos em Vila Boa de Quires.

Seguindo os registos existentes aqui no geneall a Maria Almeida é descendente do Reitor de Vila Boa de Quires, António Almeida, também Vigário da Comenda de Vila Boa de Quires e proprietário de uma herdade em Canavezinho.

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345320 | jmmoreira | 21 Abr 2014 13:33 | Em resposta a: #345317

Obrigado,

Da Maria de Almeida já descobri.
Maria de Almeida era filha de André Nogueira e de Maria de Almeida.
Maria de Almeida era neta paterna de António Pires e de Catarina Fernandes (esta Catarina Fernandes era filha de Amador Pires e de uma segunda Catarina Fernandes e neta materna de uma terceira Catarina Fernandes).
Maria de Almeida era neta materna de André Pires e de Margarida de Almeida. O André pires era filho de outro André Pires e de Isabel Gonçalves. A Margarida de Almeida era filha do Reitor António de Almeida e de Isabel Moreira.

João Rebelo da Cruz deve ser este: João, 14-9-1639, Fl. 130 filho de Francisco Rebelo e de sua mulher de São Cristovão.
O pai de João Rebelo da Cruz tinha uma irmã de nome Antónia. Houve um Francisco Rebelo cc Maria da Cruz a 4-12-1608 que moraram na Lagea. Tiveram um filho Francisco 22-3-1614, Fl. 63v e uma filha Antónia, 17-1-1612, Fl. 58. Deve ser este o pai de João Rebelo da Cruz.
Resumindo: suspeito que João Rebelo da cruz seja filho de Francisco Rebelo de São Cristovão e de sua mulher, neto paterno de Francisco Rebelo da Lagea e de Maria da Cruz.
Falta-me encontrar o assento de casamento do pai mas parece ser esta a direcção certa.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345321 | heinrich | 21 Abr 2014 15:05 | Em resposta a: #345282

Boa tarde.
Algum Confrade tem informação sobre Maria Angélica Moreira que c. c. Manuel Teixeira, de Fornos, possivelmente 1ª metade de 700?
Obrigado

Heinrich

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345326 | jmmoreira | 21 Abr 2014 16:45 | Em resposta a: #345320

Boa tarde,

Faço uma correcção pela qual peço desculpa. O João nascido a 14-9-1639 em VBQ, Fl. 130 era filho de Francisco Nogueira (e não de Francisco Rebelo) e de sua mulher de São Cristovão. Troquei o nomes. De resto, parece-me muito provável que o João Rebelo da Cruz descenda (provavelmente neto) de Francisco Rebelo cc Maria da Cruz.
Agradeço informações que possam ter sobre estas pessoas.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345339 | joham_mac | 21 Abr 2014 19:25 | Em resposta a: #345320

Caro jmmoreira

Só agora me apercebi que no passado dia 19 me tinha perguntado se tinha algumas informações sobre João Rebelo da Cruz e Maria de Almeida. Não são meus antepassados. Sou descendente dos pais dessa Maria de Almeida, mas por outro ramo. Desses já está aqui, neste tópico, toda a informação disponível.
Sobre João Rebelo da Cruz não tenho qualquer informação.

Cumprimentos
João Machado

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345418 | Truta59 | 23 Abr 2014 22:08 | Em resposta a: #345320

Caro JMMoreira

Não sei se vou dar alguma novidade ou se já terá este novo dado.

Como se diz no batismo do filho de João Rebelo da Cruz, este terá uma irmã de nome Antónia.

A fls 110 do livro de batismos de Vila Boa de Quires existe um registo de batismo de uma Antónia filha de Francisco Nogueira e de sua mulher Ana Sampaio cujos padrinhos são: Francisco rebelo e a sua filha Antónia Rebelo.

A dat do batismo é 1 de Setembro de 1630.

LinK http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=478961

PT-ADPRT-PRQ-PMCN31-001-0001_m00424.tif

Assim verifica-se que a mulher de Francisco Nogueira é Ana Sampaio e estes terão alguma ligação a Francisco Rebelo e sua filha Antónia Rebelo.

Vou continuar a minha pesquisa e se obtiver mais informações farei chegar até si.

Contudo gostaria de lançar alguma outra informação que retirei do grupo de Genealogia Marcoense, de uam anotação feita pelo Confrade José António Reis que com certeza poderá dar mais uns pontos de interesse neste estudo:
- "1 Francisco Nogueira
Instituiu o Vínculo do Saveiro, na freguesia de Vila Boa de Quires, concelho de Marco de Canaveses .
Casou com Vitória Rebelo, que faleceu viúva, a 6.5.1608 , na fregª de Vila Boa de Quires.

Filhos:

2.1 Maria Rebelo
C. a 27.4.1587 , na igreja paroquial da fregª de Vila Boa de Quires, com António Gonçalves, sapateiro, filho de João Afonso, f. a 18.12.1590 , na fregª de Vila Boa de Quires e de sua mulher, Catarina Gonçalves, do lugar da Lágea, fregª de Vila Boa de Quires
Foram testemunhas do casamento, Gonçalo Gonçalves, da Lágea, Maria Gonçalves, mulher de Gonçalo Pires, o Velho, da Torre e Francisca, solteira, sua filha e Amador Pires, da Nogueira e Marquesa, solteira, do Ribeiro
Viveram na Quinta do Saveiro.

Filhos:

3.1 Francisco
N. a 2.5.1587 e foi b. a 7.5.1587, na igreja paroquial da fregª de Vila Boa de Quires, não sendo referidos os padrinhos.

3.2 Jerónimo
N. a 30.11.1591 e foi b. a 5.12.1591, na igreja paroquial da fregª de Vila Boa de Quires, sendo padrinhos, Cosme, filho de Ana Fernandes, de Quires e Águeda, filha de Francisco Gonçalves.

3.3 Luís Rebelo, que segue no Parágrafo 1º

3.4 Manuel Rebelo, que segue no Parágrafo 2º

3.5 Pedro
N. a 12.1.1604 e foi b. a 16.1.1604, na igreja paroquial da fregª de Vila Boa de Quires, sendo padrinhos, João de Azevedo, morador em Vilarelho e Maria Francisca, mulher de Belchior Pires, da Portela.

2.2 Ana Nogueira
C. com Gaspar Teixeira, filho de Gonçalo Teixeira e de sua mulher, Isménia Barbosa
Viveram na Quinta da Figueira, na fregª de Vila Boa de Quires.
Gaspar Teixeira, f. a 22.10.1614 , na fregª de Vila Boa de Quires, com testamento.
Á margem: “Andão na taboa das obrigações das missas desta igreja Des Missas que Gaspar Teixeira era obrigado mandar dizer pella alma de seu sogro Francisco Nogueira cada anno e esta obrigado a estas missas a terra e campos que pessuiya na Ribeira da Torre que agora pessue Francisco Teixeira as quais missas se não dizem do que he necessario acudir com as dar aos resíduos”

Filhos………"

Com os melhores cumprimentos

Arnaldo Silva

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345424 | Truta59 | 23 Abr 2014 23:43 | Em resposta a: #345418

Caro JMMoreira

A informação anterior não está de todo correta, pois encontrei o casamento de Francisco Nogueira, livro de casamentos de Vila Boa de Quires fls 195, casou com Catarina Fernandes, filha de Jorge Francisco e Maria Fernandes do Lugar de S. Cristóvão. O casamento ocorreu no dia 22 de Novembro de 1638.

O Francisco Nogueira é filho de António Pires e Catarina Fernandes.

Link:http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=479018

PT-ADPRT-PRQ-PMCN31-002-0001_m0501.tif

Assim quase de certeza que o joão filho do casal Francisco Nogueira e Catarina fernandes ão é o João rebelo da Cruz.

Contudo ainda vou explorar o casal Francisco Rebelo e Maria da Cruz.

Quanto à outra informação tirada do post do Confrade José António Reis não é de excluir e também ela será trabalada.

Cumprimentos

Arnaldo Silva

Resposta

Link directo:

RE: Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#345427 | jmmoreira | 24 Abr 2014 00:48 | Em resposta a: #345424

Caro Arnaldo Silva,

Veja por favor a informação que coloquei sobre a ascendência de João Rebelo da Cruz no tópico sobre o Rebelos da Casa de Andeade. Informação só possível com a preciosa colaboração do confrade Conde.
Vou lá colocando o que encontrar.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#350250 | jmmoreira | 16 Set 2014 00:24 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Caso interesse, Maria Paes de Buriz faleceu a 15 de Janeiro de 1635, fl. 149.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#350265 | PP | 16 Set 2014 17:34 | Em resposta a: #350250

Caro confrade,

Sabe se a dita falecida Maria Pais é a mulher de António João?

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#350279 | jmmoreira | 16 Set 2014 21:00 | Em resposta a: #307557

Caro confrade PP,

Não sei responder. Mas ao percorrer ao assento de óbito não estive atento ao nome António João. Pode ser que encontrando o seu assento de óbito haja alguma informação sobre elementos da sua família. Mas continuarei a pesquisar por estes assentos mais uns tempos e estarei atento ao nome António João.

Outros assentos que podem interessar:
- Maria João mulher de António Pais de Buriz faleceu em os 24 de Fevereiro de 1674 (fl. 154v)
- António Pais de Buriz faleceu a 5 de Janeiro de 1682 (fl. 167)

Melhores cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#350299 | PP | 17 Set 2014 00:26 | Em resposta a: #350279

Caro confrade,

Há uma Maria Pais c.c. um António João, em 1633...

Obrigado pela sua atenção: se entretanto aparecer algo...

Os restantes assentos já tinha conhecimento deles, mas agradeço de qualquer forma.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353754 | PP | 18 Jan 2015 22:43 | Em resposta a: #308252

Caro confrade e parente João Machado,

Gostaria de lhe perguntar se por acaso já encontrou o assento de óbito de Manuel da Mota? ;)

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353762 | joham_mac | 19 Jan 2015 12:04 | Em resposta a: #353754

Caro PP

Manuel da Mota, viúvo, de Buris, faleceu em VBQ em 8/4/1726.

Cumprimentos

João Machado

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353763 | PP | 19 Jan 2015 12:31 | Em resposta a: #353762

Caro João Machado,

Permita-me ainda perguntar-lhe se por acaso encontrou o assento de óbito de Manuel da Mota/Manuel da Mota Pais, filho do supracitado, e da sua mulher Maria Teixeira.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353764 | joham_mac | 19 Jan 2015 12:43 | Em resposta a: #353763

Caro PP

Não procurei esses assentos (sou descendente de António da Mota Pais).
Para complementar a informação anterior: no assento do óbito de Manuel da Mota é referido o seu genro João da Silva (o qual tinha casado com a sua filha Maria da Mota em 30/7/1696).

Cumprimentos
João Machado

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353765 | PP | 19 Jan 2015 12:58 | Em resposta a: #353764

Caro João Machado,

Obrigado pela atenção.

Não conseguiu nada sobre a ascendência de Manuel da Mota, c.c. Maria João?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353768 | joham_mac | 19 Jan 2015 13:51 | Em resposta a: #353765

Caro PP

Sobre a ascendência do "nosso" Manuel da Mota, nada mais consegui apurar. Houve, no entanto, um Manuel da Mota que foi uma das testemunhas na IG do padre Bernardo Ribeiro de Aguiar, em 1707 e que tinha "59 anos mais ou menos". Nesse caso não poderia ser o Manuel, filhoº de Maria Fernandes que nasceu em 3/2/1636.

Cumprimentos
João Machado

Resposta

Link directo:

Dados sobre Manuel da Mota c.c. Maria João.

#353774 | PP | 19 Jan 2015 15:28 | Em resposta a: #353768

Caro João Machado,

Aqui ficam todos os dados que obtive sobre Manuel da Mota. Pode ser que algum dado abra alguma pista.

1664-04-21 - Era da freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e residente «em Buriz» (Lugar de Buriz) na dita freguesia e concelho.

1669-06-11 - A sua mulher Maria João baptiza Maria, filha de Francisco Fernandes e de Ana Fernandes, residentes na «aldea de Buris»[sic] (aldeia de Buriz), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era residente no dito lugar (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Baptismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 58, assento de 1669-06-11).

1674-06-06 - É provável que seja a testemunha no casamento de Francisco Fernandes, residente no Lugar de Buriz, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e de Ana Pinta, do Lugar de Pardieiro, da dita freguesia e concelho; residente na «aldeia de Buriz» da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-11-12 a 1692-06-08) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-11-12 a 1692-06-08), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 220, assento de 1674-06-06).

1675-07-07 - A sua mulher Maria João apadrinha Manuel, filho de Manuel de Campos e de Maria Antónia, residentes no Lugar de Buriz, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; residente em «Buris»[sic] (Lugar de Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 76, assento de 1675-07-07).

1685-11-02 - Os seus filhos Manuel da Mota Pais e Maria da Mota, ainda solteiros, apadrinham Luísa, filha de Baltasar Mendes e de Maria? Moreira?, residentes no Lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «Buris»[sic] (Lugar de Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 105, assento de 1685-11-02).

1687-01-22 - O seu filho António da Mota Pais apadrinha Margarida, filha de João Fernandes e de Sebastiana de Almeida, residentes no Lugar de Sampaio, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; era de «Buris»[sic] (Lugar de Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 106v, assento de 1687-01-22).

1689-04-06 - A sua filha Maria da Mota apadrinha Maria, filha de Domingos da Mota e de Justa da Cruz, residentes no Lugar de Portela, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; residente em «Buris»[sic] (Lugar de Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 186v, assento de 1689-04-06).

1689-04-26 - Os seus filhos Manuel da Mota Pais e Maria da Mota apadrinham Ana, filha de João Fernandes e de Sebastiana de Almeida, residentes «em S. Paio[sic]» (Lugar de Sampaio), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, juntamente com a sua irmã Maria da Mota; era de «Buris»[sic] (Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 186v, assento de 1689-04-26).

1689-10-16 - É provável que o seu filho António tenha sido o padrinho de batismo de Manuel, filho de Manuel do Couto e de Ana Mendes (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 187v, assento de 1689-10-16).

1702-01-17 - Testemunha no baptismo da sua neta Ana, filha de António da Mota, seu filho, e de Maria Pinta, do Lugar da Devesa, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, juntamente com o seu filho Manuel da Mota, tio paterno da dita baptizada; era da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1693-08-08 a 1704-05-22) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1693-08-08 a 1704-05-22), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.3, fólios 49v e 50, assento de 1702-01-17).

1710-11-02 - Testemunha no baptismo do seu neto Manuel, filho de António da Mota, seu filho, e de Maria Pinta, do Lugar da Devesa, freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, juntamente com o seu filho Manuel da Mota, tio paterno do dito baptizado; era do Lugar de «Buris»[sic] (Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1704-05-17 a 1730-07-15) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1704-05-17 a 1730-07-15), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/9/2 - 5.5, fólio 3, assento de 1710-11-02).

1713-04-13 - Enviúva (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Óbito de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1704-10-03 a 1738-07-30) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1704-10-03 a 1738-07-30), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/9/1 - 1.1, fólio 8, assento de 1713-04-13).

1719-02-16 - Testemunha no baptismo da sua neta Arcângela, filha de António da Mota, seu filho, e de Maria Pinta, do Lugar da Devesa, freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, juntamente com o seu filho Manuel da Mota, tio paterno da dita baptizada; era do Lugar de «Buris»[sic] (Buriz) da dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1704-05-17 a 1730-07-15) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1704-05-17 a 1730-07-15), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/9/2 - 5.5, fólio 80v, assento de 1719-02-16).

1726-04-08 - Falece no estado civil de viúvo; era do Lugar de Buriz, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353775 | joham_mac | 19 Jan 2015 15:29 | Em resposta a: #353765

Caro PP

Pode ver o testemunho de Manuel da Mota, de Buris, que referi na mensagem anterior, na imagem 57 de
http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=482906

Cumprimentos
João Machado

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#353955 | aapamp | 23 Jan 2015 21:50 | Em resposta a: #307557

Caros confrades
Alguém sabe alguma coisa de André Vieira de Castro http://geneall.net/pt/nome/2283124/andre-vieira-de-castro/ que foi tabelião em Portocarreiro na segunda metade do sec XVII?No seu casamento com Maria de Sampaio não dá ascendentes,e na mulher consegui avançar mas dele não sei nada.
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#354091 | Samuel C O Castro | 26 Jan 2015 14:26 | Em resposta a: #353955

Olá Antonio Mendes,

Em minha base dos Castros não tenho esse André Vieira de Castro.

No livro "Arquivo do Distrito de Aveiro", Edições 121-132, 1965, aqui em https://www.google.com.br/?gws_rd=ssl#q=%22andr%C3%A9+vieira+de+castro%22+%22maria+de+sampaio%22&tbm=bks , mostra o nome dos pais dele. Eis o texto que aparece ao entrar no link acima:

"neto paterno de André Vieira de Castro, natural de Vila Boa de Quires, filho de Pedro Nogueira e de Maria Vieira, da mesma freguesia, e de Maria de Sampaio, igualmente de Quires, da Casa de Nogueira, filha de Domingos Fernandes de"

Entrando no link da obra e fazendo a busca por "Maria de Sampaio", chega-se aqui em https://books.google.com.br/books?ei=CEvGVMDHOaK1sQT2n4Aw&hl=pt-BR&id=bWANAQAAIAAJ&dq=%22andr%C3%A9+vieira+de+castro%22+%22maria+de+sampaio%22&focus=searchwithinvolume&q=%22maria+de+sampaio%22 , mostrando na pg 204, a ascendência dela.

Em minha base dos Castros tenho uma Maria Vieira, que aparece abaixo, mas não tenho o nome completo do esposo e nem a descendência do casal:

"Simão de Castro - Sr. da Caso do Outeiro - Esp: Isabel Antônia - Herdeira da Casa do Outeiro, na Freguesia Vila Cova ou Freguesia de São João do Grilo - NFP, vol V, Gouveia, $95, N14 - Fhs:
a) Maria de Castro - Esp: Manuel Monteiro de Queiróz – Da Quinta do Paço de Gozende - NFP, Gouveia, $95, N15 e, Vieira, $6, N14-15 - Fhs:
1) Manuel Antônio - Esposa: Maria Vieira – c. g"

É o que tenho para informá-lo. Continuo a disposição. Abraço fraterno.

Samuel de Castro

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#354275 | aapamp | 30 Jan 2015 16:35 | Em resposta a: #354091

Caro Samuel Castro
Muito obrigado pela sua ajuda,embora não consiga ler o texto todo,que já conhecia,penso tratar-se de um processo para familiar do Santo Oficio de um neto do André Vieira de Castro.
Julgo que não dá a ascendência do André embora só consiga ler excertos"confusos",mas pelos paroquiais a ascendência de Maria de Sampaio que consta no geneall está correta pois André Vieira de Castro aparece no óbito de um deles como genro.Ou seja o que parece ser a ascendência do André nesse livro é a da mulher.
Agradecendo uma vez mais a sua ajuda
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#354976 | PP | 23 Fev 2015 17:37 | Em resposta a: #308536

Caro confrade João Machado e demais,

Se interessar, Olaia e Donisa Pais tiveram um irmão chamado António Pais, atendendo a que num assento de baptismo consta: «António Pais, filho de Francisca Gonçalves».

Como o assento é de 1599 e Francisca Gonçalves já era viúva, pois o seu marido Francisco Pais faleceu em data anterior a 21 de março de 1594, presumo que seja de facto irmão das sobreditas.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#354990 | PP | 23 Fev 2015 22:54 | Em resposta a: #308536

Caro confrade João Machado e demais,

Penso ter descoberto uma ligação a Bustelo, Penafiel.

A 10-08-1625 nasce Gonçalo, filho de Gonçalo Rodrigues e de Maria Pais, do Lugar do Ribeiro, freguesia de Bustelo, Penafiel, constando no assento de baptismo: «Foi baptizado por Manuel de Sousa, tendo sido padrinhos de baptismo: «G.lo de palhaes[sic]» (Gonçalo, do Lugar de Palhais), freguesia de Bustelo, São Martinho de Arrifana de Sousa (Penafiel) e «M.ª» (Maria) [Pais], filha de Bartolomeu «Ribr.º» (Ribeiro) e de Olaia «Paes»[sic] (Pais) «da bragão»[sic] (freguesia de Abragão), São Martinho de Arrifana de Sousa (Penafiel).

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#355002 | joham_mac | 24 Fev 2015 10:46 | Em resposta a: #354990

Caro PP

A ligação a Bustelo já tinha sido encontrada. Recordo que Bartolomeu Ribeiro e Olaia Pais casaram em Bustelo em 21/3/1594 e que no assento de casamento o padre escreveu que os pais de Olaia eram Francisco Pais e Francisca Gonçalves “deste couto”.
Já agora, em que freguesia encontrou o óbito de Francisco Pais? Em Bustelo não encontrei.

Cumprimentos
João Machado

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#355003 | joham_mac | 24 Fev 2015 10:51 | Em resposta a: #354990

Retiro da mensagem anterior a pergunta final. Na sua mensagem não tinha referido a data de óbito de Francisco Pais mas sim que na data de casamento da filha já era "defunto".

Cumprimentos
João Machado

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#355005 | PP | 24 Fev 2015 11:09 | Em resposta a: #355002

Caro confrade João Machado,

A ligação a Bustelo de facto já era conhecida... Mas, pelo menos da minha parte, desconheço a ascendência de Francisco Pais.

Daí que julgo ter encontrado «uma» possível ligação entre Olaia Pais e sua filha Maria com Maria Pais c.c. Gonçalo Rodrigues.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: também não encontrei ainda o assento de óbito de Francisco Pais. Estou a investigar todos os Pais de Bustelo.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#355150 | PP | 28 Fev 2015 18:07 | Em resposta a: #308536

Caro João Machado,

Se interessar, Donisa Pais teve um filho chamado Manuel.

Pelo assento de crisma, do dito Manuel, subentende-se que o seu pai Gonçalo Afonso já teria falecido antes de 21 de julho de 1613.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#355270 | PP | 03 Mar 2015 21:13 | Em resposta a: #308536

Caro confrade João Machado,

Se interessar, Donisa Pais/Dionísia Pais faleceu a 31 de janeiro de 1632, na freg.ª de Bustelo, Penafiel.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#357337 | PP | 07 Mai 2015 18:30 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Se interessar o dado, suponho que Maria de Aguiar deverá ser irmã do reverendo padre Manuel de Aguiar Vieira, da freguesia de Abragão, Penafiel.

Maria de Aguiar faleceu a 21.01.1733, em Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

Faleceu numa quarta-feira; tinha 82 anos de idade; «com todos os sacramentos»; «está sepultada dentro nesta Igreja»; «a qual fez testamento, no qual testamento, primeiramente declarou, que seu corpo fosse sepultado dentro da igreja de Vila Boa de Quires donde era freguesa, em um hábito da religião de Santo António dos milhares, e seu corpo seria acompanhado, com música de canto de órgão, a qual viria à porta e levaria mais dez clérigos de missa, e se lhe pagaria, a doze vinténs vindo à porta, e mais cinco clérigos, que não digam missa que se lhe dará de esmola cento cinquenta a cada um, vindo todos acompanhar o corpo dela testadora, da porta para a sepultura, os quais quinze clérigos me fariam um ofício, em o dia que seu corpo for enterrado, sendo a horas e não o sendo, se fará o dito ofício no dia seguinte, pela esmola acima dita, e este ofício será fora dos estados de minha alma, que meu genro António da Mota, está obrigado a mandar fazer, na forma da escritura, e mais além disto deixo que meu testamenteiro me dirá ou mandará dizer quatro missas em o altar privilegiado da Senhora da Ajuda da Arrifana de Sousa de esmola de cento e vinte cada uma, e todas estas deixas serão pagas da minha terça; e mais meu testamenteiro me mandará fazer seis alqueires de milho para dar aos pobres no mesmo dia de meu enterro, ou em outro qualquer dia; mais deixo um alqueire de milho a um pobre que chame gente para acompanhar meu quando for para a sepultura, mais deixo que meu testamenteiro me dirá ou mandará dizer cinco anos depois de meu falecimento as missas do Natal, que se lhe dará de esmola seiscentos réis, e todas estas deixas disporá meu testamenteiro sem o pároco da dita freguesia se intrometer em as mandar satisfazer per si, não se continha mais no dito testamento enquanto ao pio, a cujo teor me remeto, e para satisfação das deixas acima ditas, instituía por testamenteiro ao Reverendo Manuel de Aguiar Vieira, da freguesia de São Pedro de Abragão desta mesma Comarca e Bispado».

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#357341 | jmmoreira | 07 Mai 2015 20:37 | Em resposta a: #357337

Caro confrade PP,

Sem querer confundir informo que a 21-11-1674 casaram em Vila Boa de Quires Francisco Teixeira de Avessões filho de Amaro Teixeira e de Maria André com Maria de Aguiar filha natural de Francisco de Aguiar e de Maria Francisca. É muito natural que tenha falecido em 1733 com 82 anos. Nesse caso teria nascido cerca 1651 e casado com cerca de 23 anos. Não sei se esta Maria de Aguiar terá sido a mesma que foi casada com João Pinto. É só uma hipótese.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#357343 | PP | 08 Mai 2015 00:09 | Em resposta a: #357341

Caro confrade Jmmoreira,

Obrigado pela sua atenção.

Eu acho que esta é seguramente a Maria de Aguiar, c.c. João Pinto, atendendo a que: a dita era residente no Lugar da Devesa, na freguesia de Vila Boa de Quires; era viúva, e de facto João Pinto já tinha falecido a 10.03.1685; e a filha de Maria de Aguiar - Maria Pinto - ser casada com António da Mota, que aparece citado no dito assento de óbito: «que meu genro António da Mota, está obrigado a mandar fazer, na forma da escritura».

Acresce ainda que Maria de Aguiar é neta materna de Manuel Fernandes e de Isabel Vieira, daí que apareça como seu testamenteiro o dito reverendo padre Manuel de Aguiar Vieira, que poderá ser filho dos ditos Manuel Fernandes e de Isabel Vieira, do Lugar de Samil, Abragão, Penafiel.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#357344 | PP | 08 Mai 2015 00:28 | Em resposta a: #357341

Caro confrade Jmmoreira,

A Maria de Aguiar é filha de outra Maria de Aguiar c.c. André Moreira, pelo que Maria de Aguiar (filha) é que poderá ser irmã do dito padre Manuel de Aguiar Vieira, atendendo à idade de falecimento desta...

Mas até pode ser sobrinha do dito padre... mas pela idade de falecimento - 82 anos... não acho crível.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359511 | FFSILVA | 14 Jul 2015 17:40 | Em resposta a: #307557

Caros confrades

Tenho uma antepassada minha, Sebastiana Pinta da Mota, filha do casal António da Mota e Maria Pinta - casal já referido neste tópico –, que casou na freguesia de São Bartolomeu do Troviscal, do concelho de Oliveira do Bairro, distrito de Aveiro.
Sebastiana Pinta da Mota nasceu na freguesia de Vila Nova de Quires em 16 de Dezembro de 1707, conforme se infere do assento de baptismo in http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=478967.
A dita Sebastiana casou no dia 31 de Agosto de 1732, na Igreja de São Bartolomeu do Troviscal, freguesia de Oliveira do Bairro, com Manuel da Fonseca Carvalho, conforme assento de casamento in http://digitarq.adavr.arquivos.pt/viewer?id=1094887.
Pelo menos tiveram duas filhas (ainda não pesquisei mais nenhum filho) com o mesmo nome, Maria Joseja, uma baptizada a 22 de Junho de 1733 e outra baptizada a 19 de Fevereiro de 1736, conforme assentes de baptismo in http://digitarq.adavr.arquivos.pt/details?id=1094836. No primeiro dos assentos de baptismo, refere-se que é neta pela parte paterna de António da Mota, natural que foi do lugar de Buris e morador, ele e a mulher Maria Pinta, em Casal da Devesa da freguesia de Santo André de Vila Boa de Quires, no segundo assento apenas é referido que são naturais e moradores nesta freguesia.

Com os melhores cumprimentos
Francisco Ferreira da Silva

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359638 | mba55 | 18 Jul 2015 11:59 | Em resposta a: #359511

Caro confrade Francisco Ferreira da Silva

Também descendo do casal Sebastiana Pinto da Mota cc Manuel da Fonseca de Carvalho, mas através do seu filho António José da Mota cc Mariana Joaquina da Conceição e, tanto quanto descobri, existem ainda os seguintes filhos além dos nossos antepassados:
- Feliciana da Fonseca da Mota cc Joaquim Francisco da Silva em 17.01.1758, no Troviscal.
- José da Mota de Carvalho (n. 20.08.1747, Troviscal) cc Bárbara Joaquina dos Santos.
- Manuel da Fonseca de Carvalho cc Francisca Maria em 11.10.1768 no Troviscal.

Cumprimentos,

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359797 | FFSILVA | 22 Jul 2015 17:46 | Em resposta a: #307557

Caros Confrades

Começo por agradecer à Margarida Antunes a informação prestada, que me foi útil e depois de ler a sua resposta, estive a pesquisar os filhos que o casal Sebastiana Pinto da Mota cc Manuel da Fonseca Carvalho tiveram, que foram os que indicou mais as duas filhas, a que deram o mesmo nome, Maria Josefa. Uma delas minha avó e que foi casada com Manuel da Silva (casamento em 2/02/1755).

Quando me deparei com uma antepassada, avó, natural de uma freguesia, que desconhecia e que é bastante distante da localidade do cônjuge com quem casou, tal facto intrigou-me. Contudo, verifiquei que o padre cura da Igreja de São Bartolomeu do Troviscal, à data do casamento da dita Sebastiana Pinto da Mota, filha de António da Mota e Maria Pinto, tinha sido coadjuctor do reitor da Igreja de Santo André de Vila Boa de Quires.
Por outro lado, verifiquei que o nome do padre cura, Manuel Pinto de Aguiar, remetia para o casal (também já referido neste tópico) João Pinto cc Maria de Aguiar – pais de Maria Pinto cc António da Mota, e que deduzo também fossem pais do referido padre Manuel Pinto de Aguiar.
Ora, no assento de baptismo da Sebastiana Pinto da Mota, que identifiquei no último post por mim colocado, aparece como testemunha um Manuel Pinto de Aguiar, que presumo que seja o mesmo padre cura, ainda que não apreça o título de clérigo, talvez porque ainda não tivesse concluído os estudos nem sido ordenado.
Outro facto que atesta que o padre cura que vem sendo referido ser de Vila Boa de Quires, apurei na análise de dois assentos de baptismo dos filhos do casal Sebastiana Pinto da Mota cc Manuel da Fonseca Carvalho – do Manuel b. a 12/11/1741 e do José b. em Agosto de 1747, do lugar da Póvoa do Carreiro, freguesia de São Bartolomeu do Troviscal – em que a madrinha, de ambos, é uma Mariana Josefa, filha de Francisco Moreira, de Vila Boa de Quires. Sendo que no assento do Manuel é referido que a Mariana Josefa é prima do cura padre Manuel Pinto de Aguiar.
Assim, penso que o padre Manuel Pinto de Aguiar fosse tio materno da Sebastiana Pinto da Mota e que esta, por algum motivo, tivesse vindo residir com ele na altura em que este tomou posse como cura da Igreja de São Bartolomeu do Troviscal. Os primeiros assentos assinados por este padre aparecem em no ano de 1722 (em Julho o de óbitos, em Outubro o de baptismos e em Janeiro de 1723 o de casamentos). O referido padre faleceu na freguesia do Troviscal, tendo sido sepultado na capela mor da Igreja de São Bartolomeu do Troviscal, em 29 de Abril de 1750.
Assim, e uma vez que sou natural de Sangalhos e resido em Coimbra, agradecia aos confrades que iniciaram o presente tópico que, se puderem e tiverem mais alguma informação sobre a Sebastiana Pinto da Mota e sobre o padre Manuel Pinto de Aguiar, a pudessem partilhar, agradecendo desde já a disponibilidade.

Com os melhores cumprimentos
Francisco Ferreira da Silva

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359878 | PP | 24 Jul 2015 00:50 | Em resposta a: #359511

Caro confrade Francisco Ferreira da Silva,

Grato pela partilha de dados aqui colocada.

Pelo que aqui consta, temos os mesmos antepassados: Manuel da Mota e Maria João.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359880 | PP | 24 Jul 2015 01:00 | Em resposta a: #359638

Cara confreira Margarida Antunes,

Grato pela partilha de dados aqui colocada.

Pelo que aqui consta, temos os mesmos antepassados: Manuel da Mota e Maria João.

Gostaria de lhe perguntar se por acaso saberá a data de casamento de António José da Mota com Mariana Joaquina da Conceição.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359881 | PP | 24 Jul 2015 01:15 | Em resposta a: #359797

Caro confrade Francisco Ferreira da Silva,

O Manuel Pinto de Aguiar que refere deve ser o Manuel Pinto, filho de João Pinto e de Maria de Aguiar, e que nasceu a 04.12.1685, na freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 105, assento de 1685-12-04).

Em 1702-01-17, era dado como estudante e da freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses. Apadrinha a sua sobrinha Ana, filha de António da Mota e de Maria Pinta, do Lugar da Devesa, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1693-08-08 a 1704-05-22) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1693-08-08 a 1704-05-22), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.3, fólios 49v e 50, assento de 1702-01-17).

Espero que estes dados o tenham ajudado.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: o casal João Pinto e Maria de Aguiar tiveram ainda outro filho chamado Manuel, que nasceu a 13.10.1683, na dita freguesia (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1646-02-17 a 1692-09-14) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1646-02-17 a 1692-09-14), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.2, fólio 102, assento de 1683-10-21).

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359964 | mba55 | 26 Jul 2015 16:56 | Em resposta a: #359797

Caro Francisco Ferreira

Para mim o facto de ter uma antepassada nascida tão longe do Troviscal não foi uma surpresa tão grande, uma vez que já tinha ouvido uma pessoa da família afirmar que parte da nossa família tinha origem no Norte. Não se sabia era de onde eram exactamente, há quanto tempo tinham vindo para o Troviscal e porquê, mas a sua hipótese de ela ser sobrinha do pároco do Troviscal é interessante. Obrigada pela informação.

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359965 | mba55 | 26 Jul 2015 17:02 | Em resposta a: #359880

Caro PP

O António José da Mota e a Mariana Joaquina da Conceição casaram no Troviscal a 16/Jan/1771, como pode confirmar no Livro de Casamentos de 1759 a 1825 (imagem 30).

Cumprimentos,

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#359967 | PP | 26 Jul 2015 18:19 | Em resposta a: #359965

Cara confreira Margarida Nunes,

Grato pela partilha de informação.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

João de Almeida e Maria Teixeira, residentes em Louredo, freguesia de Abragão, Penafiel.

#363011 | PP | 02 Nov 2015 19:56 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Gostaria de saber se alguém conseguiu algum dado sobre a ascendência do casal João de Almeida e de Maria Teixeira, residentes em Louredo, freguesia de Abragão, Penafiel?

Grato, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#363213 | Goimilmil | 06 Nov 2015 22:26 | Em resposta a: #308896

Vamos aos “Domingos Motas” de Maureles.
Adão da Mota de Maureles casou em Maureles com Margarida João natural de S. Paio de Vila Boa de Quires, em 12 de Julho de 1610 (baptismos de Maureles, folha 130); a 07 de Março de 1612, nasceu o seu filho Domingos da Mota (baptismos de Maureles, folha “talvez” 140). Este Domingos Mota viria a casar com Isabel Gaspar (registo de casamentos de Vila Boa de Quires, folha 201); a 04 de Julho de 1654 nasce Domingos da Mota, filho de Domingos da Mota e neto do Adão da Mota.
Naturalmente que mais “motas” de Maureles casaram em Vila Boa de Quires e não só. Por exemplo, dois irmãos, filhos do nosso Domingos da Mota de Maureles, o mais novo, casaram no mesmo dia em Vila Boa de Quires – 08 de Janeiro de 1679, registos de baptismo, folha 221 – que, por sua vez, geraram outros “motas”. Ajudou?
Abraço
Fernando Barbosa de Maureles
Mensagem

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367764 | Andre_86 | 01 Abr 2016 01:57 | Em resposta a: #307557

Fica provado que Maria João, mulher de Manuel da Mota, de Buris, é filha de António Pais e de sua mulher Maria João, do mesmo lugar, e bem, pois o testemunho de João Nogueira Pais, prova-o, mais o seu casamento, deste João. Mais, que esta Maria filha do António Pais, deixa de ser madrinha, na condição de solteira pela data do seu casamento, 1664. Quanto ao Manuel da Mota será filho de António da Mota e de sua mulher Maria Antónia, do lugar da Portela, embora não esteja confirmado. Mas há-de ser! Precisamente deixa de ser padrinho na condição de solteiro em janeiro de 1664. Nasce a 29.05.1643. O António da Mota e sua mulher ainda não se sabe quem sejam. Filhos deste casal: Santos em 1629; António da Mota em 1630 cc Maria Ferreira, morador no Botelho; Francisco em 1635; Luísa da Mota em 1638 cc Miguel Moreira e depois com Manuel Pereira, moradores na Portela;Manuel da Mota em 1643 e documentado como solteiro até janeiro de 1664; e João em 1646 e fal. 1664.

Com os melhores cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367765 | jmmoreira | 01 Abr 2016 02:51 | Em resposta a: #367764

Caro confrade AL Carvalho,

Faz sentido o que diz mas dou agora por incerto a certeza que tinha de que João filho de António da Mota e de Maria Antónia da Portela seria o que casou com Domingas Ferreira em VBQ a 27-11-1688.

Qual seria o João filho de António da Mota e de Maria Antónia? O soldado João que faleceu a 16-1-1664 ou o João Oliveira que casou com Dominngas Ferreira em VBQ a 27-11-1688?

Com os melhores cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367770 | PP | 01 Abr 2016 12:23 | Em resposta a: #367764

Caro confrade AL. Carvalho,

Relativamente a esta sua afirmação: "Fica provado que Maria João, mulher de Manuel da Mota, de Buris, é filha de António Pais e de sua mulher Maria João, do mesmo lugar, e bem, pois o testemunho de João Nogueira Pais, prova-o, mais o seu casamento, deste João.", corroboro a sua afirmação, dado que cheguei também à mesma conclusão por via documental.

Há dois casais com o mesmo nome ainda que poderão entroncar: Francisco da Mota c.c. Maria Fernandes. O primeiro Francisco da Mota nasceu no Lugar de Avessões, Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses; o segundo, filho deste, Francisco da Mota, viveu no Lugar do Eido, Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, em 08.09.1755.

Recomendo ainda a leitura dos assentos paroquiais de Croca, pois há por lá muitos Mota de Vila Boa de Quires a casarem na dita freguesia.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367775 | Andre_86 | 01 Abr 2016 15:34 | Em resposta a: #307557

Sem dúvida alguma que é o João falecido a 16.01.1664, filho de Maria Antónia. Veja o Seguinte: António da Mota e Maria Antónia. Ele falece em 15.03.1649. Ela falece a 31.081667.
O outro casal, do mesmo nome, Ele falece em 25.04.1671. Este António era filho de Pedro Gaspar e de sua mulher Ana Jorge, casados em 1637. Pedro Gaspar falece em 08.02.1671, Ana Jorge em 21.03.1670.

Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367885 | jmmoreira | 05 Abr 2016 00:52 | Em resposta a: #367775

Caro confrade AL Carvalho,

Agradeço a ajuda. Descendo dos dois casais Antonio da Mota e Maria Antonia. Tinha-os baralhado por não me ter apercebdo que eram dois casais diferentes.
Pº Gaspar e Ana Jorge casaram a 6-11-1634. A segunda Maria Antonia faleceu a 31-12-1701.
Sobre a Ana Jorge tenho mais duas gerações, caso tenha interesse.
Não tenho a ascendencia do primeiro Antonio da Mota nem de nenhuma das duas Marias Antonias.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367888 | jmmoreira | 05 Abr 2016 05:02 | Em resposta a: #367885

Acresce:
O segundo casal, António da Mota e Maria Antónia, casaram em Abragão a 9-9-1658 (fl. 179v).

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367892 | Conde | 05 Abr 2016 11:56 | Em resposta a: #307557

Caros Confrades:
Chegados tão longe neste tópico, alguém me pode dizer quem são os pais da "minha" Maria da Motta casada com o João da Silva e Almeida?
Fico muito agradecido.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367896 | PP | 05 Abr 2016 13:05 | Em resposta a: #367892

Caro confrade Conde,

Se se refere ao João da Silva, filho de André da Silva e de Vitória de Almeida, então a Maria da Mota é filha de Manuel da Mota e de Maria João.

E se forem seus ascendentes, significa que somos parentes.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367897 | PP | 05 Abr 2016 13:12 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Por acaso alguém encontrou dados que permitam saber de quem era filho Manuel da Mota, que casou com Maria João, a 21-04-1664, na Igreja de Santo André, Vila Boa de Quires?

Grato, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367908 | Conde | 05 Abr 2016 16:42 | Em resposta a: #367896

Refiro sim, a esses mesmo. Ou seja somos parentes por aqui. Boa. Mas só há certezas sobre a ascendência dela, pelo que percebi. Dele Manuel da Mota a melhor hipótese descrita já faz tempo, é a de ser o casado com 18 anos e ser filho do Fernandes. A ser assim, a mulher que será Mota, pertence a que ramo? Desculpe a maçada. E já agora porque não acrescentam estes dados certos à base do Geneall?
Cumprimentos e obrigado.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367913 | PP | 05 Abr 2016 18:14 | Em resposta a: #367908

Caro confrade Conde,

Eu, infelizmente, não tenho pistas sobre a ascendência do Manuel da Mota casado com a Maria João.

Julgo não estar a perceber correctamente esta questão: «A ser assim, a mulher que será Mota, pertence a que ramo?». A mulher de quem?

A mulher de Manuel da Mota é Maria João, filha de António Ribeiro Pais e de Maria João. A mulher de João da Silva é Maria da Mota, filha dos ditos Manuel da Mota e de Maria João.

O Manuel da Mota, casado com Maria João, tinha 18 anos de idade quando casou? É preciso ter algum cuidado, dado que assim fazia 15 anos de diferença da sua mulher, nascida em 1631...é possível, mas tenho reservas.

Não posso acrescentar dados, atendendo a que não sou assinante do Geneall.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: Quanto filhos encontrou para os seguintes casais: Manuel da Mota e Maria João e João da Silva e Maria da Mota?

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#367924 | Conde | 05 Abr 2016 22:20 | Em resposta a: #367913

A ser assim a melhor hipótese é ser filho de um Ferreira (e não Fernandes) como há anos se aventou e caiu a tese por falta de provas. Nesse caso a mulher seria Mota e a versão que está nas páginas familiares faz a senhora descendente do Padre Pedro Dias (da Mota Giraldes), morgado de Penidos como sempre achei mais ou menos inevitável. Pelos paroquiais já não se vai lá. É preciso um prazo conventual ou processos de inquirição de genere. Mas até lá é licito formular hipóteses alternativas plausíveis.A minha pergunta ia mais nesse sentido.
Obrigado.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368353 | Andre_86 | 18 Abr 2016 18:45 | Em resposta a: #307557

Analisando bem o caso Manuel da Mota

Qual é a dúvida de afirmar que é filho de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota? Não entendo!
Manuel da Mota a 12.01.1707 declara ter 59 anos de idade pouco mais ou menos. Portanto falamos do ano de 1648!
Ora o filho do Jerónimo Fernandes é o único Manuel filho de Motas a nascer por essa altura. Batizado a 03.11.1647.
Para mim está o assunto resolvido!
Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368355 | mba55 | 18 Abr 2016 19:08 | Em resposta a: #368353

Caro Confrade AL Carvalho

Apesar da afirmação que faz, as minhas dúvidas relativamente aos ascendentes de Manuel da Mota cc Maria João persistem. Embora não considere impossível ele ter casado tão novo (16 anos) com uma mulher que tinha o dobro da idade na altura, não acho isso muito comum.
Tem a certeza que a declaração que refere diz respeito a este Manuel da Mota?

Cmc

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368356 | jmmoreira | 18 Abr 2016 19:25 | Em resposta a: #368355

Caro confrade AL Carvalho,

Há vários exemplos em que o filho toma um nome que não o de nenhum dos pais.
A título de exemplo: João da Mota cc Maria Antónia a 3-5-1657 (em Vila Boa de Quires) era filho de Manuel António e Catarina [?] Mendes.
Ou seja, eu pessoalmente não arrisco esse tipo de dedução peremptória sem prova documental. Estou certo que já me teria equivocado várias vezes se o tivesse feito.
É só uma opinião.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368360 | PP | 18 Abr 2016 19:49 | Em resposta a: #368356

Caro confrade JMMoreira,

Relativamente ao que afirma, está absolutamente correcto. Há vários exemplos em que o filho toma um apelido que não o de nenhum dos pais...

E nada como a freguesia de Croca, Penafiel, para nos «endoidecer»... Pois há os Campos, e há também o Lugar de Campos, onde alguns (muitos!) foram buscar o apelido Campos - origem toponímica. E saber quem é quem é um verdadeiro quebra-cabeças.

E de facto há aqui algo de estranho. Não é nada comum uma diferença tão grande idade! 17 anos de diferença, e ainda por cima ela mais velha, não me parece crível. Porém, nada deixa de ser curioso que faleceram com 13 anos de diferença.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368361 | PP | 18 Abr 2016 19:52 | Em resposta a: #368360

Caros confrades,

Errata: onde se lê: «nada[sic] deixa», leia-se, obviamente, «não deixa».

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368367 | Conde | 18 Abr 2016 22:25 | Em resposta a: #368353

Caro Confrade: eu acho bem que se firmem hipóteses plausíveis como a sua. Não estamos em Paris nem no século XX. O morgadio de Penidos suscitava a lassidão dos administradores Padres para produzirem um parente mais próximo do último administrador que fosse também ele sacerdote. Pelo meio ficavam legiões de meninas ( Mottas ) que mantinham a linhagem á portuguesa. A minha hipótese é esta: estes Mottas são todos parentes e próximos.
Um abraço.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368373 | Andre_86 | 19 Abr 2016 01:52 | Em resposta a: #368367

As provas são evidentes! Cada um tem o direito de questionar. Existem Motas que não são da linhagem de Penidos, mas tem ligações de afinidade com Motas, por exemplo esse João da Mota, filho de Manuel António e de Catarina Mendes. Acontece que esse Manuel António casa com Juliana da Mota em primeiras núpcias e tem uma filha chamada Ana da Mota. Os filhos do segundo casamento adoptam todos o apelido de Mota. Outro exemplo de adopção do apelido Mota é do filho natural de Domingos Torres, Francisco da Mota, de Avessões. Domingos Torres (adopta o apelido Torres por ser natural do lugar da Torre, irmão de André da Silva) casa com Maria da Mota (esta com 44 anos de idade) e ainda tem uma filha que falece menor. O filho natural adopta o apelido de sua enteada, o qual foi herdeiro. Ainda existem mais dois casos, o de Maria da Mota filha de Salvador Gonçalves e de Filipa Fernandes. Neste caso ainda não entendi onde foram buscar o apelido, mas não era usado por nenhum irmão ou irmã da mesma, que usavam o apelido Fernandes, exemplo Tomé Fernandes. O último caso é do de Ana da Mota (com entroncamento fantasioso em Carvalhos de Basto), mãe de Vicente Mendes Carneiro, do Ribeiro, S. Martinho de Recesinhos, e filha natural de Isabel Gonçalves e de Amador Pires, da Nogueira, a qual não consegui apurar qual a ligação a Penidos. O António da Mota filho de Pedro Gaspar adopta o apelido Mota por causa do padrinho, António da Mota, da Portela. Este último ainda não está entroncado. Os restantes Motas estão a cerca de 80% entroncados. Se temos uma pessoa a jurar a idade e se analisando linha a linha entre 1646 a 1650 os batismos só é compatível com uma pessoa.
O comum nem sempre é comum!
Nota: Se não é ele só pode ser o Manuel filho de Frutuoso Gonçalves e de Antónia Ribeiro, de Buris, nascido em 1648.
Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368375 | Andre_86 | 19 Abr 2016 02:10 | Em resposta a: #368373

No entanto o filho de Frutuoso Gonçalves e de Antónia Ribeiro, de Buris chama-se Manuel Ribeiro!

Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368377 | jmmoreira | 19 Abr 2016 07:34 | Em resposta a: #368373

Caros confrades,

Acrescento o caso de António da Mota cc Maria Antónia em 9-9-1658. Ele era filho de Pedro Gaspar e Ana Jorge, neto paterno de Gaspar Fernandes e de Catarina Gonçalves e materno de Gonçalo Jorge e de Maria Pires. Não sei de onde vem o Mota. Acresce que, pelo menos um dos filhos desse António da Mota cc Maria Antónia, usava o nome de Oliveira, João de Oliveira. O Oliveira não consta nem no nome dos pais nem dos avós quer paterno quer materno. Enfim, mistérios ...

Sobre o João da Mota, pergunto se alguém tem o casamento dos pais dele: Manuel António cc Catarina Mendes que não se importe de partilhar.

Desde já agradeço,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368378 | Conde | 19 Abr 2016 10:30 | Em resposta a: #368375

Pois é, e não sendo impossível, não faz sentido nenhum ter mudado de apelido, coisa que o crisma não permitia se o tivesse já adoptado. Como sabe só se referia ao nome próprio.Eu estou consigo sem esforço.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368381 | Andre_86 | 19 Abr 2016 12:43 | Em resposta a: #307557

Manuel António casou 2.ª vez, a 29.12.1622, na igreja de Constance, com Catarina Mendes, filha de António Mendes e de sua mulher Isabel de Sousa, e foram pais de: I – João da Mota, batizado a 25.07.1624, na igreja de Vila Boa de Quires, onde casou a 03.05.1657, com Maria Antónia, os quais viveram no lugar do Souto, e estes pais de Francisco da Mota, casado a 29.11.1679, na igreja de Vila Boa de Quires, com Maria Fernandes, filha de António Fernandes e de sua mulher Catarina Vieira, de Avessões; II – Catarina, batizada a 26.05.1628, na igreja de Vila Boa de Quires, e falecida a 19.06.1674, no lugar de Avessões; III – Maria da Mota falecida solteira a 29.12.1690, no lugar de Avessões.

Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368384 | PP | 19 Abr 2016 13:24 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Por acaso alguém tem a data de nascimento de Manuel Francisco da Mota c.c. Joana Maria de Magalhães?

Manuel Francisco da Mota é filho de Francisco da Mota e de Maria Fernandes, e terá nascido por volta de 1730.

Grato, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368388 | Andre_86 | 19 Abr 2016 16:01 | Em resposta a: #307557

Analisando o dote de casamento de António da Mota, filho de Manuel da Mota e de Maria João, a assinatura em cruz é a mesma.
Esta escritura não nos informa grande coisa, para além das propriedades da esposada. Quanto ao António é dotado pelos pais em dinheiro, 150.000 reis em dinheiro contado.
Esta escritura ocorre a 05.09.1694, entre António da Mota, mancebo solteiro, filho de Manuel da Mota e de Maria João, de Buris, e Maria Pinto, moça solteira, filha de Maria de Aguiar, viúva de João Pinto.

Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368390 | PP | 19 Abr 2016 16:52 | Em resposta a: #368388

Caro confrade AL Carvalho,

Permita-me algumas questões:

Poderia, por favor, indicar-me se é possível consultar «on-line», e onde, a escritura de dote de António da Mota?

Na sua investigação, quantos filhos encontrou para o dito casal Manuel da Mota e Maria João?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368418 | Andre_86 | 20 Abr 2016 14:59 | Em resposta a: #307557

Quanto aos filhos são três: António, Manuel e Maria
Relativamente ao dote terá de deslocar-se ao Arquivo Distrital do Porto, Cartório Notarial de Penafiel, 4.º Ofício, L.º 938, fls. 118 a 121, pois não está online.
Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368419 | Andre_86 | 20 Abr 2016 15:09 | Em resposta a: #368418

Uma nota curiosíssima

O segundo filho de Manuel da Mota e Maria João, António, batizado a 11.05.1668, tem como padrinho António Fernandes, do lugar de Sampaio. Acontece que este é tio de um Manuel, filho de António da Mota e de Maria Antónia, da Portela, nascido a 29.05.1643, o tal que foi padrinho a 27.01.1664, e não aparece mais na condição de solteiro.
De relembrar que Manuel da Mota e Maria João casam a 21.04.1664.
Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368422 | PP | 20 Abr 2016 15:45 | Em resposta a: #368419

Caro confrade Al Carvalho,

Grato pela informação. Também só encontrei esses três filhos...

Outra nota a acrescentar é que a Maria João, c.c. Manuel da Mota, apadrinha alguns filhos de casais com apelido Fernandes e/ou Mota, e que estou a compilar.

Uma pista que ainda não descartei é a da ascendência do padre Manuel da Mota e sua irmã Maria, residentes na freguesia de Maureles, e que apadrinham a Maria, filhos dos anteditos.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368423 | Andre_86 | 20 Abr 2016 16:17 | Em resposta a: #368422

O padre Manuel da Mota era filho de Manuel da Mota e de Ana Ferreira, de Maureles, portanto parentes.

AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368429 | PP | 20 Abr 2016 18:28 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Há aqui um dado curioso que merece alguma reflexão:

António da Mota é filho de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota. Quando o dito António da Mota casa com Maria Pereira, em 18.09.1664, no assento de casamento consta que Jerónimo Fernandes é «do Rio», (Lugar do Rio), freguesia de Vila Boa de Quires. Ou seja, "deveria" então ser residente no dito Lugar do Rio.

Quando Manuel da Mota casa com Maria João, em 21.04.1664, é dado claramente como «morador em Buriz» (Lugar de Buriz) na dita freguesia.

Há apenas pouco mais do que 5 meses entre os dois assentos...

Se Manuel da Mota for filho de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota, temos aqui um dado algo contraditório.... a não ser que os dois lugares (do Rio e Buriz) sejam muito próximos... Porém, atendendo ao rol de crismados da freguesia de Vila Boa de Quires, os dois lugares são perfeitamente distintos.

E não me parece muito aceitável que Manuel da Mota vivesse noutro lugar da freguesia com apenas 16 anos, fora do local de residência de seus pais.

Alguém sabe se o casal Jerónimo Fernandes e Maria da Mota são sempre dados como residentes no Lugar do Rio?

Em suma, no meu entendimento, continuam a existir mais dúvidas do que certezas.

Passo a passo lá chegaremos... quem sabe...

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368433 | jmmoreira | 20 Abr 2016 19:34 | Em resposta a: #368429

Caros confrades,

Jerónimo Fernandes e Maria da Mota viveram, de facto, no lugar do Rio tendo tido os seguintes filhos:
- João, n. 12-9-1641
- António, bp. 29-3-1643
- Maria, bp. 13-11-1645
- Manuel, bp. 3-11-1647
- Gonçalo, n. 29-7-1651
- Pedro, n. 17-2-1655

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368437 | PP | 20 Abr 2016 20:23 | Em resposta a: #368433

Caro confrade JMMoreira,

Pois, de facto, assim parece ser...

E poderemos ainda acrescentar, para já, o seguinte:

Para além do António da Mota, os seus irmãos João da Mota e Gonçalo da Mota, quando casaram, os seus pais - Jerónimo Fernandes e Maria da Mota, são dados como residentes no Lugar do Rio.

Posto isto, até, pelo menos, 21 de Janeiro de 1680 (data de casamento de Gonçalo da Mota), Jerónimo Fernandes e Maria da Mota são dados como residentes no dito lugar.

No meu entendimento, fica, de momento, afastada a hipótese de Manuel da Mota ser filho dos anteditos.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368448 | Conde | 21 Abr 2016 07:51 | Em resposta a: #368429

Caro Confrade:
Permita-me discordar da teoria de que com 16 anos um rapaz não pode viver noutro local. Tenho casos em que gente mais nova tenha embarcado para o império ultramarino de então ou para Lisboa ou Porto. Quantos e quantos. É uma questão de emprego ou de formação. Esta gente, ainda que de origem nobre vivia mal. Uma família extensa tinha dificuldades. Além do mais estamos a falar de uma distancia pequena que se faz e fazia, então por maioria de razão, a pé. A mobilidade geográfica é muito maior, nesta altura, do que os meios de locomoção deixariam imaginar.
Cumprimentos.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368451 | PP | 21 Abr 2016 10:58 | Em resposta a: #368448

Caro confrade,

Na minha afirmação não lê o que deduziu - «que com 16 anos um rapaz não pode viver noutro local». Eu não escrevi, nem o poderia ter feito.

O que eu disse foi que não me parece «muito aceitável» que Manuel da Mota vivesse noutro lugar da freguesia com apenas 16 anos, fora do local de residência de seus pais, quando os seus irmãos viviam aparentemente com os seus pais.

Reafirmo, uma vez mais, que com os dados que tenho é tudo muito pouco consistente.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368499 | PP | 22 Abr 2016 19:05 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Relativamente aos filhos de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota, a saber: João da Mota, António da Mota, Gonçalo da Mota, Pedro da Mota e Maria da Mota, todos, sem excepção, nos seus respectivos assentos de casamento, está indicado que os seus pais eram moradores no Lugar do Rio, freguesia de Vila Boa de Quires.

Quanto às idades: a Maria casa com 40 anos de idade; o Pedro com 21 anos; o Gonçalo com 35 anos; o João com 32 anos e o António com 21 anos de idade.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368512 | Conde | 23 Abr 2016 09:54 | Em resposta a: #368499

Caro Confrade:
É um bom argumento, sem dúvida. Mas o Manuel não se pode ter evaporado. Onde está? Seria interessante nas inquirições "de genere" de Vila Boa de Quires, desta época, tentar ver se aparece como testemunha o Manuel. Ou num prazo...
A questão pode ser posta ao avesso: para onde foi o Manuel? É que pelos paroquiais não parece ter ficado no lugar do Rio tal como todos os outros irmãos.
Em todo o caso mantenho a teoria de que se não for este, é parente próximo. Valia a pena reconstituir a descendência de Penidos. Tem uns buracos negros que só se preenchem por dedução, pois os documentos são vagos e insuficientes. Sei que o confrade António Monteiro Novais Sanhudo tem um trabalho muito adiantado nesta família. Oxalá os queira publicar. Ou podemos todos fazer uma "vaquinha" como se dizia antigamente. Cumprimentos e obrigado a todos.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368517 | PP | 23 Abr 2016 12:46 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Gostaria de vos perguntar o seguinte: se alguém já estudou a hipótese de Manuel da Mota ser filho de Jerónimo Ferreira e de Maria da Mota, do Lugar de Quires, freguesia de Vila Boa de Quires?

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368518 | PP | 23 Abr 2016 13:12 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

A pergunta que formulei atrás é válida, mas pouco provável... Por isso o que pretendia dizer era se alguém estudou a possibilidade de Manuel da Mota ser irmão de Ana da Mota e, portanto, ser filho de Francisco Ferreira e de Maria da Mota, residentes no Lugar de Quires?

Alguém tem dados sobre o casal Domingos da Mota e Justa da Cruz? Os filhos de Manuel da Mota apadrinham filhos deste casal...

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368593 | mba55 | 25 Abr 2016 15:31 | Em resposta a: #368518

Caro PP

Não consigo encontrar uma "ligação válida" entre Ana da Mota e Manuel da Mota, para além de eu descender dos dois! Sabe-se que Ana da Mota é filha de Francisco Ferreira, de Buriz, e de Maria da Mota, da Telha. Em tempos pus a hipótese de Manuel da Mota também ser filho deste casal porque Manuel da Mota é de Buriz e este casal é o único que encontro, da geração dos seus pais, com ligação a Buriz e ao nome Mota. Esta probabilidade foi, na altura, rejeitada e nunca percebi porquê. Serei a única a não perceber? Alguém consegue explicar-me as razões que levaram à exclusão desta hipótese?

Cumprimentos,

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368594 | mba55 | 25 Abr 2016 15:34 | Em resposta a: #368593

Peço desculpa, não sou descendente de Ana da Mota mas de um irmão de seu marido.

Margarida.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368604 | PP | 25 Abr 2016 19:27 | Em resposta a: #368593

Cara confreira Margarida,

Dado que, de momento, não estou a aceder ao meu trabalho de pesquisa, por favor podia indicar-me se esta Ana da Mota é a casada com António Pinto, e que viveram no Lugar de Portela, freguesia de VBQ?

Compreendo o seu ponto de vista.

Da minha parte, relativamente aos Mota, não tenho nem me parece haver conclusões definitivas e seguras. Talvez o trabalho colaborativo dê frutos...

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368614 | PP | 25 Abr 2016 23:46 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Relativamente à possibilidade de Manuel da Mota ser irmão de Ana da Mota e, portanto, ser filho de Francisco Ferreira e de Maria da Mota, residentes no Lugar de Quires, a hipótese está "certa".

Contudo, não é o Manuel da Mota casado com a Maria João que estávamos a considerar, mas sim o Manuel da Mota casado com Maria Antónia.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368621 | mba55 | 26 Abr 2016 06:35 | Em resposta a: #368604

Caro PP

É verdade, referia-me à Ana da Mota cc António Pinto.

Cumprimentos,

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368639 | PP | 26 Abr 2016 18:46 | Em resposta a: #307557

Cara confreira Margarida,

Permita-me perguntar-lhe se poderá partilhar a ascendência de Ana da Mota, mais concretamente sobre os filhos de Francisco Ferreira e de Maria da Mota e de Salvador Gonçalves e de Maria Fernandes.

Quantos filhos encontrou do casal António Pinto e Maria da Mota?

Grato e cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368644 | mba55 | 26 Abr 2016 21:34 | Em resposta a: #368639

Caro PP

Não sei se os meus conhecimentos àcerca do que pergunta vão além daquilo que provavelmente já sabe, mas é claro que não me importo de partilhar os dados que possuo.

- Francisco Ferreira, nasceu em Buriz a 04-10-1591, filho de Gaspar Francisco, falecido em Buriz a 22-09-1644, e de Maria Gonçalves, falecida a 02-03-1632 também em Buriz. Casou com Maria da Mota a 08-03-1620 em VBQ.
- Maria da Mota nasceu a 20-09-1599 em Telha, filha de Salvador Gonçalves e de Filipa Fernandes casados em VBQ a 15-10-1587. Salvador era filho de Gonçalo Anes (ou Enes) e Filipa era filha de outra Filipa Fernandes.
- Francisco Ferreira e Maria da Mota tiveram os seguintes filhos:
- Maria, nascida na Telha a 14-10-1621
- Manuel, nascido a 25-12-1623
- Francisco, nascido a 29-05-1625
- Maria, nascida em Quires a 25-03-1629
- Ana da Mota, nascida na Telha a 06-12-1630
- Manuel, nascido a 21-08-1633
- Catarina, nascida em Quires a 06-04-1636
- Maria, nascida na Telha a 13-12-1637
- Margarida, nascida a 10-07-1640

Relativamente ao casal Salvador Gonçalves e Filipa Fernandes, descobri os seguintes filhos, além da Maria da Mota atrás mencionada:
. Tomé Fernandes, n. a 21-12-1596 em Telha, casado a 04-05-1631 com Maria de Oliveira, fª de Gaspar Gonçalves e de Brites Gonçalves.
- Isabel, n. a 11-06-1603, em Quires
- Baltazar, n. a 31-05-1606, em Quires
- Um indivíduo do sexo masculino (sem nome), n. a 21-10-1608, em Quires
- Jerónimo, n. a 23-12-1609, na Telha

Quanto ao casal António Pinto e Ana da Mota, apenas tenho conhecimento de 2 filhos:
- Maria, por ter sido madrinha de seu primo Manuel, fº de João Pinto e de Maria de Aguiar
- Manuel Pinto, n. a 15-02-1666. na Portela.

De momento, é o que sei.

Cumprimentos,

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368645 | mba55 | 26 Abr 2016 21:38 | Em resposta a: #368644

PS

Salvador Gonçalves era do Cimo da Vila, fº de Gonçalo Anes e de Maria Pires.
Filipa Fernandes era fª de um outro Gonçalo Anes e de Filipa Fernandes.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368647 | PP | 26 Abr 2016 22:31 | Em resposta a: #368644

Cara confreira Margarida,

Muitíssimo obrigado pela sua gentileza de partilhar o seu trabalho.

Foi muito bom partilhar, pois eu estava com dúvida no facto de poder existir dos casais com o mesmo nome, sendo um do Lugar de Quires e outro do Lugar da Telha. Porém, são o mesmo casal.

Eu ainda tinha elementos escassos sobre a ascendência de Ana da Mota; embora não seja minha ascendente é mais um ramo a completar no sentido de saber quem é quem....

Quanto aos filhos de Francisco Ferreira e de Maria da Mota, permita-me as seguintes achegas/sugestões:

Julgo que o João, baptizado em 16.12.1620, deverá ser também filho dos anteditos. (Cf. IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Batismo de Vila Boa de Quires (1586-11-30 a 1646-12-28) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1586-11-30 a 1646-12-28), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 77v, assento de 1620-12-16);

O Manuel [da Mota] nasceu em 21 de Outubro de 1633, e não em Agosto. Repare que está grafado «8.bro».

Quanto ao casal António Pinto e Ana da Mota, existem mais dois filhos, a saber:

Margarida, n. em 20.04.1672, e b. em 24.04.1672; «Foi baptizada por «Fr.co Macias da Grr.ª» (Francisco Macias da Guerra), tendo sido padrinhos de baptismo: João [Pinto] (tio paterno da baptizada), «f.º» (filho) de Gonçalo Jorge (avô paterno da baptizada), e Margarida (tia materna da baptizada), «f.ª» (filha) de «Fr.co Frr.ª» (Francisco Ferreira) (avô materno da baptizada), «ambos tios da baptizada». No averbamento do assento de baptismo consta: «Não levou os s.tos (santos) óleos; Já os tem».

E outra Margarida, n. em 01.10.1674, e b. em 06.10.1674; «Foi baptizada por «Fr.co Macias da Grr.ª» (Francisco Macias da Guerra), tendo sido padrinhos de baptismo: o «p.e D.os» (padre Domingos) Moreira, «m.or» (morador) «em Quires» (Lugar de Quires), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, e «Marg.da f.ª de Fr.co Frr.ª» (Margarida (tia materna da baptizada), filha de Francisco Ferreira (avô materno da baptizada)) «da Telha» (Lugar da Telha), freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, «tia [materna] da baptizada».

Grato uma vez mais pela sua colaboração e partilha.

Cordiais cumprimentos, PP

PS: nunca sabemos tudo.... eu não tinha a Maria, n. em 14.10.1621.

Resposta

Link directo:

Fundo de Vila

#368653 | jmmoreira | 27 Abr 2016 04:32 | Em resposta a: #368647

Caros confrades,

Pergunto se o lugar de Fundo de Vila é uma espécie de "sub-lugar" de Quires.
Pergunto isto por ter havido um Gonçalo Fernandes de Fundo de Vila e (será outro?) Gonçalo Fernandes de Quires que suspeito serem a mesma pessoa. Creio que o lugar de Quires tinha os "sub-lugares" de Cimo de Vila, de Vila Meã e de Fundo de Vila. Sendo todos esses "sub-lugares" parte integrante do lugar de Quires.

Se assim for, o Gonçalo Fernandes filho de Gonçalo Fernandes e de Ana Rodrigues de Fundo de Vila que casou a 25-11-1601 em Vila boa de Quires (fl. 75) com Vitória João filha de João Gonçalves e de Catarina Agnez do lugar de Sampaio foi pai de pelo menos três filhos:
- Maria, nascida em 18-9-1602 no lugar de Fundo de Vila, Vila Boa de Quires
- João, nascido em 13-9-1605 no lugar de Quires, Vila Boa de Quires
- Jerónimo Fernandes, nascido em 5-7-1613 no lugar de Fundo de Vila, Vila Boa de quires

Ou será que o Gonçalo Fernandes pai do João é uma pessoa e o Gonçalo Fernandes pai de Maria e de Jerónimo Fernandes é outra pessoa?

Agradeço desde já,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368655 | mba55 | 27 Abr 2016 06:57 | Em resposta a: #368647

Caro PP

Agradeço-lhe também a partilha e "achegas".

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368660 | PP | 27 Abr 2016 14:07 | Em resposta a: #368653

Caro confrade JMMoreira,

Aparentemente para ser uma designação mais específica de um determinado lugar. Contudo, nalgumas freguesias, já reparei que era mesmo um lugar e que até deu nome a rua.

Também tenho o Gonçalo Fernandes dado como casado com Vitória João, na data que apresenta; que viveu em «Fundo de Vila de Quires» (repare na designação).

Eu tenho a Catarina citada em 4 assentos como «Anes» e «Annes».

A Maria [Fernandes], nascida em 18.09.1602, c.c. João Gaspar, em 20.02.1634;

A Catarina Fernandes, c.c. Manuel da Silva, em 02.1635.

Os outros filhos que aponta não os tinha referenciado, pelo que vou investigar.

Ainda não desenvolvi os descendentes de João Gonçalves e de Catarina Anes, que muito me interessam.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368661 | PP | 27 Abr 2016 14:28 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Por acaso alguém sabe de quem é filha a Maria da Mota que casou em 30.07.1664 com André Fernandes?

Não encontro filhos do casal na freguesia de Vila Boa de Quires até 1667...

Grato, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368665 | Andre_86 | 27 Abr 2016 16:18 | Em resposta a: #368661

É filha de António da Mota, de Romaselhas, e de sua mulher Maria Gaspar.

Cumprimentos
AL Carvalho

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368671 | PP | 27 Abr 2016 19:54 | Em resposta a: #368665

Caro confrade,

Grato pela informação.

Já agora, não saberá de quem é filha a Maria da Mota casada com Manuel Pinto, do Lugar da Quebrada? E em que data terão eles casado.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368713 | PP | 28 Abr 2016 22:49 | Em resposta a: #368655

Cara confreira Margarida,

Gostaria de lhe perguntar se desenvolveu alguma linha de descendentes do casal António Pinto e Ana da Mota.
Por acaso sabe algo sobre os casamentos dos filhos do dito casal?

Permita-me mais uma correcção: Salvador Gonçalves e Filipa Fernandes casaram no dia 25.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368714 | PP | 28 Abr 2016 23:06 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Aqui vos deixo um dado que poderá ser interessante:

Em 21 de Janeiro de 1633, nasceu Ângela, filha de Frutuoso Francisco e de Catarina da Mota, do Lugar do Outeiro, freguesia de VBQ, tendo sido padrinho de baptismo Manuel da Mota, filho de André Gonçalves, «todos desta freguesia».

Porém, não deverá ser seguramente o Manuel da Mota c.c. Maria João... Mas será filho de André Gonçalves e de Catarina João? E, portanto, tio materno da Maria João, mulher de Manuel da Mota?

Em principio não deverá ser, dado que o casal André Gonçalves e Catarina João, deram os apelidos João ou Gonçalves aos filhos...

Fica a curiosidade de quem será este André Gonçalves. Se alguém poder ajudar....

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368723 | mba55 | 29 Abr 2016 08:57 | Em resposta a: #307557

Caro PP

Relativamente ao casal António Pinto cc Ana da Mota, não fui além do baptismo dos filhos Maria e Manuel. Como não descendo deste casal, acabei por avançar noutras direcções.

Quanto à hipótese do Manuel da Mota (cc Maria João) ser filho de André Gonçalves e de Catarina João, é uma hipótese, mas acho pouco provável pelo seguinte:
- Os filhos conhecidos do dito casal nasceram, tanto quanto eu saiba, no início dos anos de 1600.
- O Manuel da Mota também poderia ter nascido nessa época e ter-se casado com uma mulher bem mais nova, mas sabemos que morreu em Abril de 1726. Se fosse filho do André Gonçalves e da Maria João teria falecido com mais de cem anos, o que acho pouco provável.

Com os melhores cumprimentos,

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368725 | PP | 29 Abr 2016 11:20 | Em resposta a: #368723

Cara confreira Margarida,

O casal André Gonçalves e Catarina João tiveram, pelo menos, filhos até 1606. Não me recordo se procurei mais. Se ele tivesse nascido em 1605, teria então 28 anos de idade. Portanto, até é possível, que possa ser filho do dito casal embora muito pouco provável mais por causa do apelido.

Certo é que deveria já ter alguma idade para ser tratado como «Manuel da Mota filho de André Gonçalves»...julgo eu.

Concordo consigo que não será o «nosso» Manuel da Mota, mas estou interessado em saber quem seria a mulher de André Gonçalves.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: por acaso alguém saberá quem são os pais da Ana da Mota c.c. João Ferreira (que parece ser de outra freguesia), em 1651? O assento está de difícil leitura no fólio 202 verso.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368731 | mba55 | 29 Abr 2016 12:40 | Em resposta a: #368725

Caro PP

Na minha BD consta um André Gonçalves, do Outeiro, cc Eva da Mota, pais de:
- Manuel, baptizado a 12 (ou 2?)-10-1611 em Maureles.
- André, baptizado a 29-10 (?)-1616 em Maureles

Poderá ser este André Gonçalves, o que procura?

Quanto a Ana da Mota cc João Ferreira, nada sei.

Cumprimentos,

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368732 | PP | 29 Abr 2016 13:00 | Em resposta a: #368731

Cara confreira Margarida,

Obrigado pela informação: é bem provável que seja este.

Por acaso conhece os ascendentes de Catarina da Mota, c.c. Frutuoso Francisco, que casaram em Maureles (1617), mas que parecem ter ido viver para VBQ?

Grato e cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368734 | mba55 | 29 Abr 2016 13:15 | Em resposta a: #368732

Caro PP

Não tem que agradecer.

Quanto a Catarina da Mota cc Frutuoso Francisco, não constam da minha BD e, de momento, não consigo ajudá-lo..

Cmc

Margarida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368736 | MSS | 29 Abr 2016 14:31 | Em resposta a: #368732

Caro confrade,

Veja aqui no post do confrade "Conde" de Conde | 15 Jun 2012 15:09 |
"Quanto aos Mottas de VBQ:
Padre Pero da Motta, Morgado de Penidos e Adm. da capela teve bb:
2-Padre Pedro da Motta, sucessor,
2- Anastácia da Mota em Isabel Maria. casou em Quires com Jerónimo Carneiro B de António Pamplona Carneiro Rangel e de Maria João, solteira (Cerca de 1605)
2-Ana da Motta cc no Outeiro de Maureles com Gonçalo Francisco, pais de Catarina da Motta cc escritura de dote e 18.05.1617 no Tabelião Sanhudo com Frutuoso Francisco, n. Casal Novo, Travanca, Santa Cruz . Têm imensa geração em Maureles, Peroselo, Abragão, Luzim, etc.
2- António da Motta havido em Joana André, de Urrô casada. Casou a 15.05.1607 com Maria Alvares, filha de Gonçalo Dias de Lordelo e de s.m. Maria Alvares, da Portela. Um dos filhos, Francissco da Motta, n. 13.10.1635 em VBQ.
2- Maria da Motta de Inácia Gonçalves mulher solteira de Canavezinhos. Casou a 21.07.1608 com João Gaspar filho de Gaspar André e de sm Iria Gonçalves, de Peroselo.
A nossa linha deve estar ligada a esta filharada do Morgado que, não primando pela virtude da castidade, se calhar ainda teve mais.
Cumprimentos.#

Cumprimentos,

MSS

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368757 | PP | 29 Abr 2016 17:56 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

De facto parece que os Mota, de VBQ, e os Campos, de Croca, vieram para «atormentar» as minhas pesquisas. Ainda bem... Só não precisava de ser tanto.

Comecei a investigar a freguesia de Maureles e, por pura sorte, dei com um assento de casamento de João da Mota com Ana de Sousa (1701).

E, nem de propósito... É precisamente por causa de descobertas como esta que é preciso ter muito cuidado com alguns apelidos e com algumas ligações - como é o caso dos Mota, que tanto nos tem entretido.

Então vejamos (e agora toca-me a mim!):

João da Mota é dado como filho de Pedro Vaz e de Maria da Cunha, da freguesia de Beire, Paredes. E agora pergunto-me: De onde vem o apelido Mota?!

E o motivo para tal exclamação prende-se com o facto de conhecer relativamente bem este casal - Pedro Vaz e Maria da Cunha - e seus descendentes, mas que deram aos seus filhos o apelido Sousa!

O motivo do meu espanto prende-se apenas com o facto de Pedro Vaz e Maria da Cunha serem meus ascendentes - 9.ºs avós.

E, como se poderá antever, mais um nó para desatar.

Moral da história: todos os cuidados são poucos, pois quando menos se espera...

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368763 | jnt | 29 Abr 2016 19:19 | Em resposta a: #368757

Caro confrade PP

Curiosamente, no meu caso, tenho 2 casais 9ºs avós em Maureles, com o apelido Mota:
a) Gonçalo da Mota e Maria Pinto (n. talvez cerca de 1635); 2 gerações depois continuou com o apelido Pinto;
b) José da Mota e Catarina Ribeiro; 3 gerações depois continuou com o apelido Pinto anterior.
À 4ª geração passa a Sousa.

Cumprimentos
Joaquim Neto Teixeira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368801 | PP | 01 Mai 2016 00:06 | Em resposta a: #337976

Caro confrade JMMoreira,

Agradecia, se puder, que me confirmasse o seguinte:

Francisco da Mota, c.c. Maria Fernandes, e Manuel da Mota, c.c. Catarina da Mota, são netos paternos de Manuel António e de Catarina ou Cristina (?) Mendes, correcto?

Grato e cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368802 | jmmoreira | 01 Mai 2016 00:18 | Em resposta a: #368801

Caro confrade PP,

Correcto. Os avós paternos de Francisco da Mota e de Manuel da Mota que refere são Manuel António e Catarina Mendes que casaram em 29-12-1622 em Constance. Este foi o segundo casamento de Manuel António que tinha casado em primeiras núpcias com Juliana da Mota em 16-12-1612 em Vila Boa de Quires.

Disponha. Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368803 | PP | 01 Mai 2016 00:21 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Uma correcção que importa aqui realizar:

António da Mota casou com Maria Pereira em 18.09.1667 e não em 1664 como atrás referi.

Conferir aqui: http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=479020; ficheiro 742.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368804 | PP | 01 Mai 2016 00:34 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Mais uma correcção relativamente à minha mensagem:

"Relativamente aos filhos de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota, a saber: João da Mota, António da Mota, Gonçalo da Mota, Pedro da Mota e Maria da Mota, todos, sem excepção, nos seus respectivos assentos de casamento, está indicado que os seus pais eram moradores no Lugar do Rio, freguesia de Vila Boa de Quires.

Quanto às idades: a Maria casa com 40 anos de idade; o Pedro com 21 anos; o Gonçalo com 35 anos; o João com 32 anos e o António com 21[sic] anos de idade."

António da Mota casou com 24 anos de idade e não 21.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368806 | jmmoreira | 01 Mai 2016 00:45 | Em resposta a: #368804

Caro confrade PP,

Se me puder dizer a data de casamento do João filho de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota, agradeço.
Informo que Jerónimo Fernandes e Maria da Mota tiveram pelo menos mais um filho de nome Manuel nascido em 3-11-1647.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368807 | PP | 01 Mai 2016 00:53 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Se interessar, existe um casamento de um João da Mota, do Lugar do Rio, freguesia de VBQ, com Ana de Babo, filha de António Pinto, já defunto, e de Isabel de Babo, do Lugar de Cabo, freguesia de Maureles. Os nubentes foram dispensados no 4.º grau de afinidade.

O assento de casamento é de 10.06.1685.

Por acaso saberão se é o João da Mota, filho de Jerónimo Fernandes? Teria casado duas vezes?

Outra questão: a Maria da Mota, c.c. Jerónimo Fernandes, é filha de Jerónimo ou Jerónima da Mota?

Grato e cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368808 | jmmoreira | 01 Mai 2016 01:00 | Em resposta a: #368807

Caro confrade PP,

A Maria da Mota é filha de Gaspar Duarte e de Jerónima da Mota do lugar do Rio, neta paterna de Gsspar Gonçalves e de Filipa Fernandes da Quintã, São Martinho de Recesinhos e materna do Padre Pedro da Mota de Penidos e de Ana Gonçalves que viveu no lugar do Rio.

Desculpe a insistência: sabe-me dizer a data do eventual primeiro casamento de João da Mota filho de João da Mota e de Maria Antónia?

Desde já agradeço.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368809 | jmmoreira | 01 Mai 2016 01:03 | Em resposta a: #368808

Adenda: O João da Mota filho de João da Mota e de Maria Antónia nasceu no lugar do Souto.
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368810 | PP | 01 Mai 2016 01:06 | Em resposta a: #368806

Caro confrade JMMoreira,

João da Mota c.c. Maria de Queirós em 05.05.1673;
António da Mota c.c. Maria Pereira em 18.09.1667;
Maria da Mota c.c. Manuel Soares em 10.11.1689;
Gonçalo da Mota c.c. Ana do Couto em 21.01.1680;
Pedro da Mota c.c. Luísa Nogueira em 13.09.1676.

Por acaso não tem dados sobre João da Mota c.c. Ana de Sousa? Sei que casaram em Maureles (em 27.07.1701), tiveram um filho chamado Domingos, mas não encontrei mais nada... João da Mota é filho de Pedro Vaz e Maria da Cunha, da freguesia de Beire, Paredes.

Grato pela ajuda, cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368811 | jmmoreira | 01 Mai 2016 01:10 | Em resposta a: #368809

Segunda adenda: O João filho de Jerónimo Fernandes e de Maria da Mota nasceu no lugar do Rio em 12-9-1641.
Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368813 | jmmoreira | 01 Mai 2016 01:17 | Em resposta a: #368810

Caro confrade PP,

Desse casal não tenho nada.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368814 | PP | 01 Mai 2016 01:20 | Em resposta a: #368808

Caro confrade JMMoreira,

Infelizmente não tenho o casamento de João da Mota, filho de João da Mota e de Maria Antónia.

Os únicos filhos, de momento, que conheço do dito casal são o Francisco da Mota e o Manuel da Mota.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368815 | jmmoreira | 01 Mai 2016 01:40 | Em resposta a: #368814

Caro confrade PP,

1-João da Mota bp. 25-7-1624, Igreja paroquial de Santo André - Vila Boa de
Quires, f. 25-1-1702, Souto - Vila Boa de Quires
+Maria Antónia bp. 16-1-1627, Vila Boa de Quires, f. 23-12-1687, Vila Boa de
Quires
João da Mota cc Maria Antónia em VBQ em 3-5-1657. Viveram no lugar do souto onde tiveram os seguintes filhos:
|--2-Francisco da Mota n. 25-4-1658, Souto - Vila Boa de Quires
| +Maria Fernandes
|--2-João n. 15-3-1659, Souto - Vila Boa de Quires
|--2-Domingos n. 27-2-1661, Souto - Vila Boa de Quires
|--2-Maria da Mota bp. 4-10-1663, Vila Boa de Quires
| +Bernardo da Silva
|--2-Luísa n. 30-8-1666, Souto - Vila Boa de Quires, f. 21-4-1684, Souto - Vila
| Boa de Quires
|--2-Manuel da Mota n. 12-11-1669, Souto - Vila Boa de Quires
+Catarina da Mota n. 14-2-1672, Quires - Vila Boa de Quires, f. 3-3-1709,
Quires - Vila Boa de Quires
|--3-Manuel da Mota n. 28-2-1706, Quires - Vila Boa de Quires, f. 30-6-1781,
| Ribeira - Maureles
|--3-Francisco n. 2-12-1707, Quires - Vila Boa de Quires
+Sebasteana Ferreira

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368816 | PP | 01 Mai 2016 01:44 | Em resposta a: #368653

Caro confrade JMMoreira,

Julgo que Catarina Fernandes, c. c. Manuel da Silva, no dia 1[?].02.1635, em VBQ, também será filha de Gonçalo Fernandes e de Vitória João.

(Cf IGREJA CATÓLICA, Livro de Assentos de Casamento de Vila Boa de Quires - Marco de Canaveses (1587-02-08 a 1645-11-13) (Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, Porto, Portugal, Paróquia de Vila Boa de Quires, 1587-02-08 a 1645-11-13), Arquivo Distrital do Porto, Rua das Taipas, n.º 90, 4050-598 Porto, Portugal, E/12/8/6 - 24.1, fólio 193, assento de 1635-02-1[?]).

Caso encontre mais filhos do casal Gonçalo Fernandes e de Vitória João, agradeço a partilha.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368819 | PP | 01 Mai 2016 02:16 | Em resposta a: #368815

Caro confrade JMMoreira,

Grato pela sua gentileza de partilhar a informação.

Podia, por favor, apenas confirmar-me a data de baptismo de Maria Antónia?

Eu encontrei uma Maria, em 17.01.1627, filha de António Gaspar e de Domingas Fernandes. Serão as mesmas pessoas?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368821 | jmmoreira | 01 Mai 2016 02:54 | Em resposta a: #368819

Caro confrade PP,

Tem razão. É 17-01-1627 e não 16-01-1627.

Agradeço a correcção.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368823 | jmmoreira | 01 Mai 2016 03:36 | Em resposta a: #368807

Caro confrade PP,

É seguramente um segundo casamento de João da Mota do Rio.
Maria de Queirós, a primeira mulher faleceu em 5-7-1673.
Assim, o João da Mota do Rio que casou em 10-6-1685 em Maureles só pode ser esse.
Já verifiquei que não faleceu antes dessa data.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368824 | PP | 01 Mai 2016 10:57 | Em resposta a: #368821

Caro confrade JMMoreira,

Relativamente à mãe de Maria Antónia:

Maria Fernandes e Domingas Fernandes são a mesma pessoa, correto?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368827 | PP | 01 Mai 2016 11:44 | Em resposta a: #368815

Caro confrade JMMoreira,

Podia, por gentileza, confirmar-me a data de falecimento de João da Mota, dado que não consigo encontrar na referida data?

Grato e cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368828 | PP | 01 Mai 2016 11:49 | Em resposta a: #368815

Caro confrade JMMoreira,

Já dei com o assento de óbito de João da Mota: é 1703. Está grafado 1702, mas depois o ano foi corrigido pelo pároco.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368832 | PP | 01 Mai 2016 12:30 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Aqui fica um dado muito interessante:

No dia 31 de Dezembro de 1701 faleceu Maria Antónia, viúva, residente no Lugar de Portela de Cima, freguesia de Vila Boa de Quires.

E «(...) de que mandou seu filho Manuel da Mota seis vinténs de oferta (...)».

Quem será este Manuel da Mota?! O filho de João da Mota e de Maria Antónia não pode ser....

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368833 | jmmoreira | 01 Mai 2016 14:08 | Em resposta a: #368832

Caro confrade PP,

Não tenho informação que Maria Fernandes e Domingas Fernandes sejam a mesma pessoa.
Como chegou a essa conclusão?

A Maria Antónia da Portela de Cima era outra. Casou com António da Mota em Abragão em 9-9-1658.
Foram pais de Manuel da Mota (n. 1659), Francisco (n. 1661), António (n. 1669) e João de Oliveira (casou em VBQ em 27-11-1688).

Em Vila Boa de Quires há, nessa época, muitas Marias Antónias.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368855 | PP | 01 Mai 2016 20:49 | Em resposta a: #368833

Caro confrade JMMoreira,

No assento que considera ser de baptismo de Maria Antónia, em 17.01.1627, o assento é de uma Maria, filha de António Gaspar e de Domingas Fernandes.

A Maria Antónia não é filha de António Gaspar e de Maria Fernandes? Daí que eu tenha perguntado se Maria Fernandes e Domingas Fernandes seriam a mesma pessoa.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368866 | PP | 01 Mai 2016 23:24 | Em resposta a: #368815

Caro confrade JMMoreira,

Relativamente à data do assento de baptismo de Catarina da Mota, eu leio «em os 4 de Fevereiro»; o «s» é que parece dar ideia de «1». Por favor, confira.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368871 | jmmoreira | 02 Mai 2016 01:25 | Em resposta a: #368855

Caro confrade PP,

De facto confundi os nomes.
Não obstante, estou convencido que a Maria Fernandes e a Sabina Fernandes são a mesma pessoa.
António Gaspar cc Sabina Fernandes em VBQ em 9-2-1626. Viveram no lugar do Souto onde tiveram pelo menos três filhos: Maria (n./bp. 17-1-1627), Maria (n./bp. 18-4-1629) e António (n./bp. 18-9-1633). Maria Antónia cc João da Mota viveram no lugar do Souto sendo o João da Mota de Avessões. No assento de casamento diz que eram todos de VBQ. As testemunhas do casamento eram de Avessões e do Souto. Tiveram filhos entre 1658 e 1669.
Entre 1624 e 1640, data provável do nascimento de Maria Antónia, os filhos de Antónios Gaspares que constam são:
- Maria filha de António Gaspar e de Maria Francisca, n./bp. 24-1-1624.
- Catarina filha de António Gaspar de Buriz folha 189.
- Manuel filho de António Gaspar e de Maria Francisca de Buriz, n./bp. 3-1-1626.
- Maria filha de António Gaspar e de Domingas Fernandes do Souto, n./bp. 17-1-1627.
- Francisco filho de António Gaspar de São Cristóvão e de Margarida Fernandes, n./bp. 1-6-1628.
- Maria filha de António Gaspar e de Domingas Fernandes do Souto, n./bp. 18-4-1629.
- Isabel filha de António Gaspar e de sua mulher do lugar de Buriz, n./bp. 17-2-1636.
Bem sei que não é conclusivo, mas acresce ao que expus o facto de não encontrar nenhuma referência a António Gaspar cc Maria Fernandes para além da que consta no assento de casamento de Maria Antónia com João da Mota. Suspeito que tenha sido erro do Padre. Assim, estou convencido que a data correta de nascimento/baptismo será 18-4-1629. Falta a prova documental.
Falta ver os assentos de óbito.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368872 | jmmoreira | 02 Mai 2016 01:30 | Em resposta a: #368866

Caro confrade PP,

Sim concordo. Agradeço a correção.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368875 | jmmoreira | 02 Mai 2016 02:31 | Em resposta a: #368871

Caro confrade PP,

Ainda sobre os pais de Maria Antónia. Veja por favor os assentos de óbito de Domingas Fernandes (f. 30-8-1657, fl. 122) e de António Gaspar (f. 4-4-1666, fl. 139). O António Gaspar do Souto era o sogro de João da Mota, é lá dito. É o único António Gaspar referidos nos assentos de baptismo que é do Souto. Os outros são de Buriz e de São Cristóvão. A mulher desse António Gaspar do Souto é Domingas Fernandes. Tudo parece bater certo inclusive as datas de nascimento das filhas Maria (a última das quais nasceu em 18-4-1629). Sendo esta a Maria Antónia terá casado então com 28 anos de idade tendo tido o último filho com 40 anos de idade.

Com isto fico convencido.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368892 | PP | 02 Mai 2016 18:27 | Em resposta a: #368871

Caro confrade JMMoreira,

Vou tentar esclarecer (-me), pois há aqui alguns dados menos certos, a saber:

"António Gaspar cc Sabina (?!) Fernandes em VBQ em 9-2-1626."

O assento de casamento de 09.02.1626 é de António Gaspar com Domingas Fernandes; «Ant.º Gp.ar com D.ªs Frz».

"(...) pelo menos três filhos: Maria (n./bp. 17-1-1627); Maria (n./bp. 18-4-1629) e António (n./bp. 18-9-1633) - correto.

Ou seja, para já temos claramente dois casais distintos: António Gaspar com Domingas Fernandes, que viveram no Lugar do Souto, e que casaram a 09.02.1626; e António Gaspar com Maria Francisca, que viveram no Lugar de Buriz, e que casaram antes de 24.01.1624, data do nascimento de Maria.

E ainda temos o casal António Gaspar e Margarida Fernandes, do Lugar de São Cristóvão. Será mesmo Margarida? Não poderá ser «M.da» Madalena? Não tenho, ainda, a certeza..

Não será que o pároco, no assento de casamento de João da Mota com Maria Antónia, em vez de Maria Francisca escreveu erradamente Maria Fernandes?

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: Não tem nenhum dado sobre o casal Manuel da Mota e Maria Ribeira que, em 24.05.1757, residiam no Lugar de Avessões, VBQ? Foram pais de Manuel Ribeiro, que c. c. Maria Soares.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368893 | PP | 02 Mai 2016 18:54 | Em resposta a: #368875

Caro confrade JMMoreira,

Bom trabalho!

Parece "encaixar", mas eu, em Vila Boa de Quires e em São Pedro de Croca, sou como o São Tomé!

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368894 | jmmoreira | 02 Mai 2016 19:31 | Em resposta a: #368892

Caro confrade PP,

Eu e os nomes! Onde está Sabina devia estar Domingas.
Não se esqueça do lugar. Manuel Gaspar era do lugar do Souto.
Havia outros de Buris e de São Cristovão. Mas do Souto só havia um à época e foi casado com Domingas Fernandes.

Em relação ao casal Manuel Ribeiro que c. c. Maria Soares: são meus ascendentes. Tenho esse ramo muito pouco explorado. Não fui além disso. Ou seja, nem sabia quem eram os pais do Manuel Ribeiro. Sei que um filho de Manuel Ribeiro cc Maria Soares, de nome Luís Soares, era de Recesinhos (terá lá nascido, creio). Cc Ana Maria Soares de Vila boa de Quires. Viveram em Aguelas, VBQ. Mas não tenho assentos quase nenhuns. De facto, ainda não exporei esse ramo.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368895 | jmmoreira | 02 Mai 2016 19:34 | Em resposta a: #368894

Correcção: onde escrevi Manuel Gaspar era do lugar do Souto devia ter escrito António Gaspar era do lugar do Souto.
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368899 | PP | 02 Mai 2016 20:58 | Em resposta a: #368894

Caro confrade JMMoreira,

Eu tenho referenciado o casal Luís Manuel e Antónia Luísa de Magalhães (meus parentes), que casaram a 24.05.1757, na Igreja de São Pedro, Croca, Penafiel.

Ele filho de Manuel Ribeiro e Maria Soares, do Lugar de Avessões, Vila Boa de Quires, n. p. de Manuel da Mota e de Maria Ribeira, do dito lugar, e n. m. de Gaspar Pinheiro e de Maria Soares.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368900 | jmmoreira | 02 Mai 2016 21:11 | Em resposta a: #368899

Caro confrade PP,

Tenho referenciados 2 filhos deste casal:
Para além do Luís Soares que já referi, há o Manuel Ribeiro que viveu em Aguelas, VBQ, casado com Ana Maria de quem teve pelo menos duas flhas: Taviana Maria Soares cc António de Almeida em Maureles em 8-5-1763; e Maria Soares cc José Soares de Melo também em Maureles em 19-1-1761.
O Luís Soares teve pelo menos uma filha, Josefa Maria Soares que casou em VBQ em 15-10-1787.

Avançando um pouco na ascendencia de Manuel Ribeiro e de Maria Soares estou fortemente convencido que entroncarei com ramos já estudados de Vila Boa de Quires. Isto porque descendo de uns Ferreira Soares que eram de Aguelas e cuja linha já a tenho bastante desenvolvida. Assim como descendo de muitos e variados Motas.

Agradeço a partilha do que encontrar da ascendência dessa gente. Farei o mesmo.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368905 | PP | 02 Mai 2016 22:15 | Em resposta a: #368900

Caro confrade JMMoreira,

É, sem dúvida, interessante a quantidade de vezes que as nossas investigações se cruzam...

Em tempos andei às voltas com uns Gomes da freguesia de Milhundos, Penafiel.

Mas, tenho aqui qualquer coisa que não bate certo....

Tenho um casal Luís Gomes c. c. Teresa Mendes (casados em 04.09.1817, em Milhundos), f.º de José Gomes e de Josefa Maria Soares; sendo que o Luís Gomes é dado como neto materno de Luís Soares e de Ana Maria.

Deve haver aqui algo que não bate certo.... mas devem ser as mesmas pessoas...

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368906 | jmmoreira | 02 Mai 2016 22:34 | Em resposta a: #368905

Caro confrade PP,

Tem toda a razão, são muitos os cruzamentos!
Sim, são essas mesmas pessoas. Esse Luís Gomes é meu tetravô. Viveu na Casa de Pieres de Baixo em Marecos porque casou com Teresa Mendes Dias, que era de lá. O pai dele era de Milhundos e a mãe de VBQ. No entanto pouco ou nada confirmei. O que tenho é do estudo feito sobre a Casa de Pieres de Baixo da autoria de Monaquino, i.e., o Padre A. Moreira da Rocha. Eu descendo do Luís Gomes e de Teresa Gomes Dias pela filha Joaquina Mendes Gomes, minha trisavó.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368916 | PP | 02 Mai 2016 23:43 | Em resposta a: #368906

Caro confrade JMMoreira,

Consegue identificar qual é aqui o erro:

No casamento de Luís Gomes com Teresa Mendes (04.09.1817, em Milhundos), consta que ele é f.º de José Gomes e de Josefa Maria Soares e neto materno de Luís Soares e de Ana Maria.

Porém, no casamento de José Gomes e de Josefa Maria Soares (15.10.1787, em Quires), consta que Josefa Maria Soares é filha de Manuel Soares e Ana Soares.

Quer isto dizer que os avós maternos de Luís Gomes, no assento de casamento deste, estão errados?

Grato pela ajuda.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368919 | jmmoreira | 03 Mai 2016 00:20 | Em resposta a: #368916

Caro confrade PP,

Creio que o pai de Josefa Maria Soares no seu assento de casamento está errado. Devia estar Luís Soares e não Manuel Soares.

Mas isto basendo-me apena no trabalho do Padre A. Moreira da Rocha. O erro pode estar no assento de casamento de Luís Gomes, o que seria mais natural ...

Só mesmo vendo nos assentos de Milhundos e de VBQ. Mas hoje parece que não vai ser possível ...

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368947 | PP | 03 Mai 2016 20:10 | Em resposta a: #368919

Caro confrade JMMoreira,

Em 27.07.1794, em Milhundos foi baptizado António, f.º de José Gomes e de Josefa Maria, do Lugar da Aveleira da dita freguesia; n. p. de António Gomes, do dito lugar, e de Ana Maria, já defunta, natural do Lugar das Moleiras, freguesia de Marecos; n. m. de Manuel Soares, já defunto, natural do Lugar de Aguelas, freguesia de VBQ, e de Ana Soares, da freguesia de Maureles.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: estou à procura do assento de baptismo de Luís...

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368949 | jmmoreira | 03 Mai 2016 20:27 | Em resposta a: #368947

Caro confrade PP,

Tenho nos meus registos os seguintes dois casais:
- Luís Soares filho de Manuel Ribeiro e de Maria Soares (do lugar de Avessões) cc Ana Maria Soares filha de Manuel Pinto (n. Maureles) e de Teresa Soares (n. Freixo).
- Manuel Soares filho dos mesmo Manuel Ribeiro e de Maria Soares cc Ana Maria (n. 22-10-1705 em Buriz) filha de André Ferreira da Costa (n. 30-11-1673, Aguelas; f. 17-4-1741, Aguelas) e de Justa Soares da Mota (n. Melres; f. 4-7-1751, Aguelas).
A ascendência desta última Ana Maria tenho-a bem estudada.

Repare nas coincidencias de nomes. De qualquer modo, como lhe disse antes, a informação que tenho dos filhos de Manuel Ribeiro cc Maria Soares, foi muito pouco explorada por mim. Terá ainda de ser validada.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368953 | PP | 03 Mai 2016 21:38 | Em resposta a: #368949

Caro confrade JMMoreira,

Por favor podia-me confirmar se a Joaquina Mendes Gomes é filha de Luís Gomes e de Teresa Mendes e, portanto irmã de Francisco Gomes; Joaquim; Ana Mendes; Matilde da Conceição Gomes e Maria de Jesus?

Podia fornecer-me a data de nascimento da dita Joaquina Mendes Gomes?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368955 | jmmoreira | 03 Mai 2016 22:17 | Em resposta a: #368953

Caro confrade PP,

O que tenho é:
- Francisco Gomes, n. 14-9-1819
- Joaquim Gomes, n- 14-8-1821
- Ana Mendes, n. 14-6-1823
- Joaquina Mendes Gomes, n. 11-10-1825
- Matilde da Conceição Gomes, n. 12-6-1829
- Maria de Jesus Gomes, n. 31-7-1831
No trabalho do Padre A. Moreira da Rocha faltava um filho e trocou Joaquina por Joaquim.

Informo ainda que:
Só encontrei o assento de baptismo de um filho de José Gomes Ferreira cc Joseja Maria Soares:
- António Gomes (n. 24-7-1794, Milhundos). Lá diz que os pais de Josefa Maria são:
Manuel Soares natural de Aguelas já defunto e de sua segunda mulher Ana Soares, ele da freguesia de Vila Boa de Quires e ela da freguesia de Santa Maria de Maureles.

No assento de casamento de José Gomes Ferreira com Josefa Maria Soares (c. 15-10-1787, VBQ) diz que os pais de Josefa Maria são:
- Manuel Soares e Ana Soares já defuntos e moradores que foram no lugar de Aguelas. Neta paterna de Manuel Ribeiro e de sua mulher Maria Soares do lugar de Avessões desta mesma freguesia e materna neta de Manuel Pinto do lugar do Cabo da freguesia de Maureles e de sua mulher Teresa Soares natural do lugar de Fontes da freguesia de Freixo da comarca de Sobre Tamega.

Não me espantaria, mera hipótese, que Luís Soares e Manuel Soares filhos de Manuel Ribeiro e de Maria Soares fossem uma única pessoa (crisma) que casou duas vezes com:
- Ana Maria Soares filha de Manuel Pinto e de Teresa Soares.
- Ana Maria filha de André Ferreira da Costa e de Justa Soares da Mota.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368956 | PP | 03 Mai 2016 22:54 | Em resposta a: #368955

Caro confrade JMMoreira,

Permita-me algumas correcções:

- Francisco Gomes, n. 14-9-1819 [sic]

"9 Francisco Gomes, n. a[sic] (em) 14-9-[sic] (31-8)-1819. Era solt.º em 1858." (Fonte: ROCHA, António Moreira da (A.M.R.) - "Casa e Quinta de Pieres de Baixo - Marecos", publicado em Boletim de Cultura da Câmara Municipal de Penafiel, pág. 94).

Faltava-me a Joaquina Mendes Gomes...

- Matilde da Conceição Gomes, n. 12-6-1829[sic]

"9 Matilde da Conceição Gomes, n. 12-6-1829[sic] (1828). Solteira em Junho de 1860." (Fonte: ROCHA, António Moreira da (A.M.R.) - "Casa e Quinta de Pieres de Baixo - Marecos", publicado em Boletim de Cultura da Câmara Municipal de Penafiel, pág. 94).

- Maria de Jesus Gomes, n. 31-7-1831 [sic]

"9 Maria de Jesus Gomes, n. a 31[sic] (13)-7[sic]-(5)-1831. D. Maria de Jesus Mendes Gomes, f.ª l. de Luís Gomes e de Teresa Mendes, da Casa de Pieres (...). Foram moradores em Pieres." (Fonte: ROCHA, António Moreira da (A.M.R.) - "Casa e Quinta de Pieres de Baixo - Marecos", publicado em Boletim de Cultura da Câmara Municipal de Penafiel, pág. 94).

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368957 | jmmoreira | 03 Mai 2016 23:12 | Em resposta a: #368956

Caro confrade PP,

Agradeço as correcções mas peço-lhe o seguinte esclarecimento.
Pergunto se as correções que fez tiveram por base os assentos paroquiais. É que o trabalho do Padre A. Moreira da Rocha tem as datas que coloquei, apenas com as diferenças que assinalei no Joaquim (que tinha a data de nascimento da Joaquina) e na Joaquina que não constava. Não percebi muito bem as correções ...

Veja o assento de casamento de 25-5-1751 entre Manuel Soares viuvo que ficou de Ana Maria já defunta com Ana Maria Soares viuva que ficou de Manuel Monteiro (fl. 183).

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368961 | PP | 04 Mai 2016 00:44 | Em resposta a: #368957

Caro confrade JMMoreira,

As correcções baseiam-se na leitura que fiz dos paroquiais. Se quiser posso-lhe mandar todos os assentos que lhe interessam e assim confirmar os erros que assinalo.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368962 | jmmoreira | 04 Mai 2016 01:41 | Em resposta a: #368961

Caro confrade PP,

Agradeço a boa vontade mas não é necessário.
Estranhei apenas o facto de só ver referência ao trabalho do Padre A. Moreira da Rocha, não tendo percebido quais os valores que usou para a correcção.

Obrigado,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368980 | PP | 04 Mai 2016 12:39 | Em resposta a: #368955

Caro confrade JMMoreira,

Poderia, por gentileza, partilhar as datas destes casamentos?

Ana Maria Soares filha de Manuel Pinto e de Teresa Soares, e Ana Maria filha de André Ferreira da Costa e de Justa Soares da Mota.

Grato e cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#368992 | jmmoreira | 04 Mai 2016 16:09 | Em resposta a: #368980

Caro confrade PP,

O casamento de Ana Maria Soares (n. Maureles 2-10-1712) filha de Manuel Pinto e de Teresa Soares foi em Vila Boa de Quires em 25-5-1751. Viveram em Aguelas. Este foi o seu segundo casamento. Foi antes casada com Manuel Monteiro (f. Aguelas - VBQ em 5-1-1749), Maureles, 30-8-1736.
O casamento Ana Maria filha de André Ferreira da Costa e de Justa Soares da Mota não consegui encontrar. Sei que a Ana Maria n. Buriz - VBQ em 22-10-1705 e f. VBQ em 9-8-1746.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369005 | PP | 04 Mai 2016 20:46 | Em resposta a: #368992

Caro confrade JMMoreira,

Se interessar, encontrei o assento de baptismo de Jacinta Luísa, em 19.07.1763, na freguesia de Croca; f.ª de Luís Manuel e de Antónia Luísa de Magalhães, n. p. de Manuel Ribeiro e de Maria Soares, da freguesia de VBQ.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369006 | PP | 04 Mai 2016 20:59 | Em resposta a: #368900

Caro confrade JMMoreira,

Peço-lhe o favor de rever este seu dado: "O Luís Soares teve pelo menos uma filha, Josefa Maria Soares que casou em VBQ em 15-10-1787."

No dito assento de casamento consta que Josefa Maria Soares é filha de Manuel Soares e de Ana Soares, já defuntos, residentes que foram no Lugar de Aguelas, freguesia de VBQ.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369008 | jmmoreira | 04 Mai 2016 21:30 | Em resposta a: #369006

Caro confrade PP,

Se reparar, em mensagem que escreveu em 2-5-2016:
--
No casamento de Luís Gomes com Teresa Mendes (04.09.1817, em Milhundos), consta que ele é f.º de José Gomes e de Josefa Maria Soares e neto materno de Luís Soares e de Ana Maria.

Porém, no casamento de José Gomes e de Josefa Maria Soares (15.10.1787, em Quires), consta que Josefa Maria Soares é filha de Manuel Soares e Ana Soares.
--
Eu também tinha essa informação contraditória. Já não sei precisar em que assento. Mas parece-me que, nos assentos "mais recentes", ele aparece como Luís Soares e nos "mais antigos" como Manuel Soares. Terá havido mudança de nome por crisma? Seria um Padre mais distante que trocou o nome do avô pelo do neto? Que é manifestamente erro ou mudança de nome, só pode ser. A mesma pessoa só tem um pai! Isso é certo. Logo: (1) ou há mudança de nome do pai; (2) ou duas Josefas Marias diferentes com nomes de pais muito parecidos; (3) ou erro no registo do assento. Não vejo outras possibilidades. A opção 2, não me parece: demasiadas coincidencias. A opção 1, não seria a primeira vez que veria isso em VBQ. A opção 3, vai acontecendo de vez em quando, como sabemos.

Podemos tentar identificar todos os assentos em que Maria Josefa Soares aparece como filha de Luís Soares para tentarmos encontrar um padrão ...

Que lhe parece?

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369018 | PP | 05 Mai 2016 00:28 | Em resposta a: #369008

Caro confrade JMMoreira,

Parece-me bem a sua explicação e hipóteses, bem como a ideia de se tentar identificar.

Proponho uma outra hipótese, mas que até poderá não ser muito válida... mas, quem sabe....

Não poderá ser o nome do dito Manuel Luís Soares ou Luís Manuel Soares e, por vezes, trocariam-lhe o nome? Sei que é raro, mas já reparei que, por vezes, isso acontece, acho que tenho pelo menos um caso.

Bom, é só uma ideia....

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369035 | PP | 05 Mai 2016 22:08 | Em resposta a: #369008

Caro confrade JMMoreira,

Aqui ficam mais alguns desenvolvimentos:

Josefa Maria Soares, c. c. José Gomes, nasceu em 12.02.1757 na freg.ª de VBQ. (fólio 144v);

Teresa, f.ª de Manuel Soares e de Ana Soares, nasceu em 01.11.1753 (fólios 120v e 121).

e António, f.º dos anteditos, nasceu em 23.04.1755 (fólio 133).

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: Estranho o facto de, entre 1787 e 1794, não encontrarmos mais filhos do casal José Gomes e Josefa Maria Soares.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369036 | jmmoreira | 05 Mai 2016 22:27 | Em resposta a: #369035

Caro confrade PP,

E ainda há mais um filho de Manuel Soares e de Ana Soares:
- José, n. 29-8-1752 VBQ
O Manuel Soares do casamento com Ana Maria teve:
- Ana, n. 21-9-1742 VBQ
- Luísa, n. 8-9-1745 VBQ
- Maria Soares que casou em Maureles em 19-1-1761
- Taviana Maria Soares que casou em Maureles em 8-5-1763
Outros filhos haverá nascidos entre 1730 e 1741 mas os assento de baptismo desse período não estão disponíveis via web.
Não encontrei filhos do primeiro casamento de Ana Soares (com Manuel Monteiro em 30-8-1736)
Tenho alguns desenvolvimentos da ascendencia de Ana Maria e de Ana Maria Soares que posso partilhar caso haja interesse..

Sò volto a pegar neste assunto segunda feira.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369037 | jmmoreira | 05 Mai 2016 22:35 | Em resposta a: #369036

Caro confrade PP,

Procurei sem sucesso filhos de José Gomes cc Josefa Maria Soares no período que refere em:
Milhundos, Marecos, Vila Boa de Quires e Maureles. Procuraria em Penafiel se os assentos de baptismo desse período estivessem disponíveis na web.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369043 | jmmoreira | 06 Mai 2016 04:56 | Em resposta a: #369037

Caro confrade PP,

O casamento de Manuel Ribeiro com Maria Soares parece ser o que ocorreu em 1-2-1702.
Digo parece porque há algumas diferenças entre os nomes dos pais aí referidos e aqueles que me deu tendo em conta um assento em Croca.
Procurando os filhos, encontrei estas duas situações que também deixam dúvidas:
- Maria, n. 7-3-1703 (fl. 54) filha de Manuel Ribeiro e de sua mulher Teresa Maria de Resois [???, será Avessões?]. Repare na nota à esquerda com referência a um averbamento sobre a Teresa.
- Manuel, n. 18-3-1711 (fl. 4v do livro 0004 Registos de baptismos 1704-05-17/1730-07-15) filho de Manuel Ribeiro e de sua mulher Maria Soares da Portela. Ora os nossos eram de Avessões ... será este o assento de baptismo do nosso Manuel Soares?
- António, n. 20-7-1713 (fl. 22v do livro 0004 Registos de baptismos 1704-05-17/1730-07-15) filho de Manuel Ribeiro e de sua mulher Maria Teresa da Torre. Repare de novo, à esquerda, na referência a um averbamento. [Este é de certeza outro casal tendo em conta o nascimento de João. Há outros assentos de filhos deste Manuel Ribeiro da Torre cuja mulher se chamava Maria Teresa. Era outro casal que não o nosso.]

Assentos que não deixam dúvidas:
- João, n. 17-1-1714 (fl. 26-26v do livro 0004 Registos de baptismos 1704-05-17/1730-07-15) filho de Manuel Ribeiro e de sua mulher Maria Soares de Avessões.
- António, n. 11-12-1716 (fl. 55v-56 do livro 0004 Registos de baptismos 1704-05-17/1730-07-15) filho de Manuel Ribeiro e de sua mulher Maria Soares de Avessões.
- Mariana, n. 14-5-1719 (fl. 86v-87 do livro 0004 Registos de baptismos 1704-05-17/1730-07-15) filho de Manuel Ribeiro e de sua mulher Maria Soares de Avessões.

Pesquisei o livro 1704-05-17/1730-07-15 até ao ficheiro 1079 inclusivé. Falta o restante.
Falta também o livro 0005 Registos de baptismos 1704-08-23/1724-02-23.
Continurei segunda feira.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369063 | PP | 06 Mai 2016 18:30 | Em resposta a: #369036

Caro confrade JMMoreira,

Se interessar, o António de Almeida tem os seguintes irmãos, a saber: Domingos de Almeida c. c. Brites da Silva da Mota (c. em 26.05.1734, VBQ) e Felícia Maria c. c. António Barbosa (c. em 14.07.1734, em VBQ).

Por acaso no nome «Taviana» não será um «F» em vez do «T», ou seja, «Faviana»[sic] (Fabiana)?

Grato pela partilha e cordiais cumprimentos, PP.

PS: não se preocupe com o facto de não responder atempadamente, esteja à vontade. O facto de eu colocar imediatamente aqui algumas mensagens é para que não eu me esqueça de alguns assuntos pois os ramos de pesquisa já são muitos...

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369064 | PP | 06 Mai 2016 18:54 | Em resposta a: #369036

Caro confrade JMMoreira,

Se na ascendência de Ana Maria ou de Ana Maria Soares aparecer o apelido Mota, agradeço-lhe a partilha.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369066 | PP | 06 Mai 2016 19:16 | Em resposta a: #369043

Caro confrade JMMoreira,

Vou estudar estes dados com rigor.

Entretanto, veja este assento que me faz alguma apreensão: Teresa, f.ª de Manuel Soares e de Ana Maria, do Lugar de Avessões, VBQ (ver fólio 88v).

A data do assento é de 13.06.1751!

Se tudo estiver correto, não poderá ser o Manuel Soares, viúvo de Ana Maria, que casou com a Ana Maria Soares no dia 25.05.1751.

Agora parece ficar tudo um pouco complicado...

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369080 | PP | 06 Mai 2016 22:24 | Em resposta a: #369043

Caro confrade JMMoreira,

Pelo que vi noutros assentos o nome do lugar que está grafado é seguramente Avessões, dado que no dito assento consta: «(...) Teresa Maria do Luguar da Besois (...)»[sic] (do Lugar de Avessões).

Não faça dúvida, dado que já encontrei grafado «do Lugar da Bessois», por exemplo.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369213 | jmmoreira | 10 Mai 2016 20:19 | Em resposta a: #369064

Caro confrade PP,

A Ana Maria era filha de André Ferreira da Costa e de Justa Soares da Mota, sendo esta filha do Abade Manuel Soares de Faria e de Ana de Sousa. A ascendencia do Abade Manuel Soares de Faria está bem estudada e nos seus ascendentes mais para trás existe o nome Mota.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369225 | PP | 10 Mai 2016 23:23 | Em resposta a: #369213

Caro confrade JMMoreira,

Se puder partilhar informação no que respeita a datas e locais sobre os ascendentes de Ana Maria, fico-lhe grato.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369232 | jmmoreira | 11 Mai 2016 00:27 | Em resposta a: #369225

Caro confrade PP,

Aqui vai:
André Ferreira da Costa: n. 30-11-1673 Aguelas, VBQ; f. 17-4-1741 Aguelas, VBQ
Justa Soares da Mota: n. Melres (?); f. 4-7-1751 Aguelas, VBQ
O pai de Justa Soares da Mota era o Abade Manuel Soares de Faria, Senhor da Quinta de Pensos na freguesia de Santa Clara do Torrão, Marco de Canaveses. Nasceu na Fonte da Nogueira, Torrão.
Manuel Soares de Faria era filho de Manuel Soares Barbosa e de Maria de Azeredo Ferraz.
Neto materno de André Soares da Mota e de Maria de Azeredo Ferraz. Ver:
http://www.soveral.info/mas/BrandaoMacedoeMello.htm
Informação da ascendência de Manuel Soares de Faria em:
- http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=435286
- Carvalho de Basto, Vol. I , folha 215 , referente à Quinta de Pensos, Santa Clara do Torrão, Marco de Canaveses
- Felgueiras Gayo, ttº Carvalhos, Par. 173, N.16

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#369660 | jmmoreira | 21 Mai 2016 23:30 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Viveram em Avessões e aí tiveram os seus filhos, Manuel Fernandes cc Maria Ribeiro.
Não encontrei o casamento deles em VBQ.
Filhos:
- João, n. 20-12-1675 VBQ (fl. 77v). Padrinhos: Francisco filho de Manuel Dias da Lage e Maria filha de Francisco Nogueira de São Cristovão.
- Manuel, n. 17-5-1678 (fl. 91). Padrinhos: Francisco Teixeira e Isabel solteira filha de Domingos Fernandes, viuvo, e tio do baptizado.
- António, n. 11-11-1680 (fl. 96). Padrinhos: António filho de António Fernandes da mesma aldeia [Avessões] e Maria filha de André Nogueira de São Cristovão.
- (dúvidas no lugar, a mãe aparece como Maria Nogueira) Maria, n. 2-1-1684 (fl. 102). Padrinhos: António Sanhudo morador na dita aldeia e Luísa filha de Francisco Nogueira de São Cristovão.

O Francisco Nogueira que refiro é o casado com Maria da Silva c. 1655.

Pergunto de alguém tem informações sobre estas pessoas, em particular sobre a ascendência deles.

Agradeço desde já,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#383908 | Conde | 24 Ago 2017 17:26 | Em resposta a: #368614

No bap. de Teresa a 4.6.1713 filha de João da Silva da Torre VBQ e de s.m. Mª da Motta foram padrinhos Manuel da Silva e sua irmã Maria, da Torre e testemunhas António da Mota e Manuel da Mota seu irmão da Devesa. Devem ser parentes.
No bap. de António n. 12.5.1711 fº de Manuel de Sousa, de Buris e de sua mulher Maria da Silva, foi pad. João da Silva, da Torre... e testemunhas Manuel da Motta e seu neto António de Buris.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#383989 | PP | 29 Ago 2017 16:19 | Em resposta a: #383908

Caro confrade Conde,

Gostaria, por gentileza, que me informasse quantos assentos de baptismo encontrou de filhos de João da Silva e de Maria da Mota, do Lugar da Torre, freguesia de VBQ.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429388 | vsuzano | 04 Dez 2020 18:13 | Em resposta a: #324531

o unico antonio gonçalves "da telha" que conheço nessa zona terá sido casada a prmeira vez com filipa moreira, com descendência,e talvez seja o mesmo pois sei que casou segunda vez.....

ver o casamento em vila boa de quires de gaspar pires com isabel moreira em 7.1.1599

sabe as datas de obitos do casal antonio gonçalves e isabel de almeida??

cumprimentos

Vitor Suzano

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429403 | PP | 05 Dez 2020 17:47 | Em resposta a: #429388

Caro confrade Vítor Suzano,

Há horas felizes...

Por causa do apelido Moreira, deu-me para ir ver o assento de casamento de Gaspar Pires e de Isabel Moreira (que aqui colocou) e, com imensa sorte, acabo por descobrir o assento de casamento de Gaspar Pires João e de Maria Gonçalves Moreira (1601), meus ascendentes. E, assim, recuei mais uma geração.

Sabia que o casal residia em São Martinho de Recesinhos, mas não tinha qualquer pista da freguesia de casamento.

Bem haja por ter colocado esta mensagem.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429408 | PP | 05 Dez 2020 19:52 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Por acaso alguém tem dados sobre a ascendência do casal António Gonçalves e Felipa Moreira, do Lugar da Telha, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, que possa, gentilmente, partilhar?

E, ainda, dados sobre o possível segundo casamento deste com Isabel de Almeida, ou a ascendência desta?

Grato pela atenção.

Cordialmente, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429411 | mba55 | 05 Dez 2020 20:15 | Em resposta a: #429408

Caro PP

De acordo com a Diligência de Habilitação para o TSO de Domingos Mendes de Vasconcelos, Filipa Moreira cc António Gonçalves, da Telha, era a filha mais velha de Diogo Pires, do Reguengo (S. Mamede de Recezinhos), e de sua mulher Isabel Moreira irmã de Lopo Teixeira.
Diogo Pires e Isabel Moreira vêm mencionados em Felgueiras Gaio no título de Teixeiras, parágrafo 39.

Quanto a António Gonçalves, também não consegui dados sobre a sua ascendência ou sobre o possível 2º casamento.

Cmc

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429420 | PP | 05 Dez 2020 22:38 | Em resposta a: #429411

Cara confreira Margarida Antunes,

Muito obrigado pela partilha deste dado importante

Sabe se é possível consultar a diligência de habilitação de Domingos Mendes de Vasconcelos?

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

António Gonçalves, da Telha

#429426 | evieira | 06 Dez 2020 00:26 | Em resposta a: #429388

Caro Vitor Suzano, e mais confrades,

Efetivamente António Gonçalves, morador da Telha, terá casado 2 vezes. Assim, temos:

António Gonçalves, presum. natural da Telha de Quires, onde viveu, casou I com Filipa Moreira, nat. Reguengo/S.Mamede de Recezinhos, filha de Diogo Pires e Isabel Moreira. tiveram:

1.1 - Isabel Moreira, n.c.1579, cas 5 Jan 1599 Gaspar Pires
1.2. - Maria Moreira, n.c.1581, cas 8 Jan 1601 Gaspar João

Filipa Moreira terá falecido por volta de 1587. António Gonçalves casou segunda vez com Isabel de Almeida, e tiveram:

1. 3 - Francisco de Almeida bp.11.12.1589 ( casou 18 Jun 1616 em Amarante)
1.4 - Pascoal bp.1.4.1592 smn
1.5 - Margarida bp.27.2.1594 smn
1.6 - Jerónimo bp.10.3.1596 smn
1.7 - Pedro bp25.3.1598 smn
1.8 - António bp.12.3.1600 smn
1.9 - Angela bp.15.6.1602 smn
1.10 - Leonor de Almeida bp.15.10.1606 (casou 30 Mai 1638 c. André da Costa)

António Gonçalves, da Telha aparece como padrinho nos livros de VBQ pelo menos 7 vezes entre 1590 e 1601, e sua mulher 2 vezes, em 1588 e 1590. António Gonçalves já era defunto em 1616 e Isabel de Almeida terá falecido depois desta data.

Desconhecemos a filiação mas é possível que seja parente próximo de Salvador Gonçalves casado com Filipe Fernandes, moradores também na Telha, e que são padrinhos de dois dos seus filhos.

Em relação a Isabel de Almeida, possivelmente terá vindo de Sobretamega (vários Almeidas daí naturais são testemunhas no casamento de sua enteada) ou de Canaveses (de onde vem um padrinho Almeida de seu filho). Possivelmente ainda seria parente do Reitor de VBQ, António de Almeida.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429433 | mba55 | 06 Dez 2020 06:27 | Em resposta a: #429420

Caro PP

Através do site do Arquivo Nacional da Torre do Tombo (digitarq.arquivos.pt) consegue aceder. Só terá que escrever em Pesquisa de Documentos o nome do documento que pretende ou apenas algumas palavras chave. Por ex: Diligência de habilitação de e o nome da pessoa que pretende consultar.

Cmc

Margarida Antunesr

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429448 | vsuzano | 06 Dez 2020 14:42 | Em resposta a: #307557

Agradecido a todos pelas respostas.

Cumprimentos, e boas pesquisas

Vitor Suzano

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429483 | PP | 06 Dez 2020 22:40 | Em resposta a: #429426

Caro confrade Vítor Suzano,

Permita-me a achega, Isabel Moreira casou com Gaspar Pires no dia 7 de janeiro de 1599.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429484 | PP | 06 Dez 2020 22:55 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Necessitava, por gentileza, da seguinte colaboração: alguém tem dados sobre a ascendência de João de Meireles Moreira c. c. Francisca Leitão Moreira (filha de Gaspar Moreira e de Helena Leitão Aranha), em 26.05.1681, em Castelões, Penafiel?

Agradecia a partilha, pois é um dado muito importante relativamente a uma «ponta solta» que ainda permanece na minha investigação.

Grato pela atenção.

Cordialmente, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429658 | PP | 11 Dez 2020 22:29 | Em resposta a: #429411

Cara confreira Margarida Antunes,

Salvo melhor opinião, o marido de Isabel Moreira é Diego Pires.

Tirando o assento de óbito, onde consta «Deogo»[sic] (Diogo), nos demais assentos encontrei sempre grafado Diego.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429664 | mba55 | 12 Dez 2020 09:18 | Em resposta a: #429658

Caro PP

Nunca encontrei o assento de óbito de Diogo Pires. Sabe quando e onde ocorreu?

De qualquer modo, quanto à grafia do nome, admito que por vezes possa vir escrito Diego. Também já vi o nome Diogo escrito como Dioguo. Estamos nos finais do século XVI, princípio do séc. XVII. Mas em Portugal, o nome é Diogo.

Cmc

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429671 | PP | 12 Dez 2020 15:05 | Em resposta a: #429664

Cara confreira Margarida,

O Diego Pires faleceu em 14.11.1601, em São Mamede de Recesinhos, Penafiel.

Quanto ao nome, vou optar por registar Diego pois já notei que existe a variante do nome. Tenho na minha base de dados alguns Diegos no período que refere a par do nome Diogo. E, ainda, um registado já nos finais do século XVII.

Acresce ainda o facto do filho do antedito se chamar também Diego.

Note que, em Portugal, já é reconhecido o nome Diego. Ou seja, é possível registar este nome.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429673 | mba55 | 12 Dez 2020 16:02 | Em resposta a: #429671

Boa tarde PP

Obrigada pela informação prestada.

Quanto à opção de usar Diogo ou Diego, para mim não é muito relevante. De facto nos últimos anos é autorizado o registo de nomes tradicionalmente "não portugueses", mas só nos últimos anos com a vinda de muitos imigrantes, sobretudo do Brasil, penso eu. É por este motivo que continuo a chamar este nosso antepassado pelo nome de Diogo e não de Diego que é um nome que considero espanhol, embora possa estar errada ...

Cmc

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429682 | PP | 13 Dez 2020 02:55 | Em resposta a: #429411

Cara confreira e parente Margarida Antunes,

A genealogia proporciona-nos momentos e histórias muito curiosas, passo a explicar:

Há uns quatro anos atrás apresentaram-me uma pessoa num encontro de automóveis clássicos e, fruto da mesma intensa paixão por uma determinada marca, tornámo-nos amigos. Só dois anos mais tarde, por um acaso, fiquei a saber que era filho de uma reconhecida figura pública, sobre a qual, como se vê, guardou sempre reserva.

Após ter tido conhecimento desse facto, decidi, atendendo ao legado de seu pai, homenageá-lo, oferecendo-lhe a sua árvore genealógica.

Fiquei com algumas «pontas soltas», que depois de devidamente unidas, fiquei há pouco a saber que partilhamos os mesmos ascendentes: Diogo Pires e Isabel Moreira.

Bem haja por ter colocado a partilha da ascendência de Felipa Pires Moreira.

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429683 | mba55 | 13 Dez 2020 08:21 | Em resposta a: #429682

Caro PP

Também a mim a genealogia me tem proporcionado momentos muito agradáveis.

Não sou genealogista; apenas me tenho interessado pelos meus antepassados (são a minha História) e tenho pena de, na maioria das vezes, não conseguir saber o que faziam e ficar apenas com o nome deles. Quanto muito, fico apenas com uma noção do meio social em que estavam inseridos.

E estes fóruns também me têm ajudado muito. Sem eles não teria conseguido descobrir muita coisa. Há sempre muitas pessoas interessantes que sabem bem mais do assunto do que eu e que nos conseguem levar a avançar mais gerações na nossa investigação.

Por isso, também lhe estou grata

Cmc

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429690 | jmmoreira | 13 Dez 2020 15:10 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Viveram nos lugares de Pombal e de Vila Boa em Vila Boa de Quires Manuel do Couto (f. 3-4-1700 em VBQ) casado com Maria Coelha (f. 27-6-1702 em VBQ).
No casamento a 12-8-1655 em VBQ nada diz sobre a ascendência dos nubentes.
Este casal teve os seguintes filhos:
- Maria, bp. 13-9-1656: foi madrinha Dona Catarina, cunhada de Manuel Pamplona. Não teve padrinho.
- Manuel, bp 7-12-1659: foram padrinhos Duarte, filho morgado de Matheus Mendes de Carvalho e Dona Maria mulher de Manuel Pamplona fregueses desta igreja.
- Domingos, bp 16-12-1663: foram padrinhos o Padre Domingos Moreira e sua irmã Cristina ? Moreira da Telha de Quires
- Beatriz, bp 22-2-1667: foram padrinhos António Fernandes de São Pedro e Brites moça solteira filha de Catarina de Almeida da dita Vila Boa [lugar de VBQ] todos desta freguesia
- Isabel, bp 8-1-1670: foram padrinhos António do Couto de Caniva e Isabel da Costa mulher de Belchior do Couto do Pombal.
- João, bp. 13-1-1673: foram padrinhos Domingos João rendeiro desta comenda e Maria Coelha irmã do baptizado
- António, bp. 8-10-1675: foram padrinhos Francisco do Couto de Caniva e Catarina Teixeira mulher de Domingos João rendeiro desta comenda
- Francisco, bp. 3-3-1680: padrinhos Miguel de Castro morador na freguesia de Santa Maria de Maureles e Francisca do Presépio familiar em casa de Matheus Mendes de Carvalho
- Mariana, bp. 27-11-1683: padrinhos João Alvares Pamplona e sua mulher Dona Mariana ? ... sua quinta do Pombal

Sei que o Manuel do Couto tinha um irmão de nome Ambrósio que faleceu a 12-2-1693.

Agradeço qualquer informação que possam ter sobre a ascendência deste casal.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429700 | aapamp | 13 Dez 2020 17:36 | Em resposta a: #429690

Caro jmmoreira
Do Manuel do Couto não tenho a certeza da ascendência,embor suspeite ser filho de António Fernandes e Maria do Couto.
Quanto à Meia Coelho o que está no Geneall está correto.
Começando um pouco pelo fim .
Vejo o casamento em Quires do neto deste casal,António de Magalhães Portugal(filho de joao coelho(que em alguns assentos aparece como joao coelho de magalhaes)filho de Manuel do couto e Maria Coelho ) e de Mariana de Babo,com Petuliana Luisa filha de Joao de Magalhães Coutinho e Batista da Fonseca de Queiros realizado em 9 abril de 1727 em que havia impedimento.
No Geneall estava a ascendência da noivas e do noivo eu tinha-a menos no casal que pede informações, assim tinha de estar aí o impedimento.
Veja igualmente o obito em Quires de Gracia em 19 maio de 1685,sogra de Manuel do Couto.
E por fim o batismo de Maria Coelha em 22 março de 1637 também em Quires,onde fica esclarecido o impedimento.
O pai de Maria é Domingos Coelho de Magalhães de Constance,filho de Isabel Pinto de Magalhães e Belchior Dias,irmão do Avõ da Petuliana Luisa.
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429706 | PP | 13 Dez 2020 18:52 | Em resposta a: #429690

Caro JMMoreira,

Aqui fica uma achega que poderá dar pistas:

«Domingos, bp 16-12-1663: foram padrinhos o Padre Domingos Moreira e sua irmã Cristina ? Moreira da Telha de Quires».

Será o padre Domingos Gonçalves Moreira, filho de Francisco Gonçalves e de Felipa Gonçalves Moreira, do Lugar da Telha, Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Casa e Quinta de Vila Nova.

#429709 | PP | 13 Dez 2020 20:01 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Por acaso alguém pode confirmar se a casa e quinta de Vila Nova, no Lugar de Vila Nova, freguesia de Castelões, Penafiel, onde nasceu Lopo Moreira c.c. Maria Teixeira, é a que se encontra aqui?

Ver em: https://www.google.com/maps/place/Casa+de+Vila+Nova/@41.2339755,-8.1958232,18z/data=!4m13!1m7!3m6!1s0x0:0x0!2zNDHCsDE0JzA2LjMiTiA4wrAxMSczOC44Ilc!3b1!8m2!3d41.235089!4d-8.194112!3m4!1s0xd24942144d5fe3d:0x8ddc4561bfcc8629!8m2!3d41.2339501!4d-8.1948164

Grato pela atenção, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429713 | jmmoreira | 13 Dez 2020 23:14 | Em resposta a: #429700

Caro António Mendes,

Muito obrigado.
Sim, bate certo. Também creio que o Manuel do Couto será filho de António Fernandes e Maria do Couto, mas também não tenho prova documental, ainda, digo eu, porque me parece possível lá chegar. Se tiver novidades, informarei.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429715 | aapamp | 13 Dez 2020 23:46 | Em resposta a: #307557

Caro Joao
O unico problema para provar é o batismo do Ambrosio,que diz que é filho do António Fernandes de corujeiras em vez de ser da Caniva,embora vendo no mapa uma coisa é junta à outra, e francamente parece ser o mesmo António Fernandes,que é o que morre em 1642 .
Nao encontro outro a morrer até 1666 altura em que morre Maria do Couto.
Com o obito de Maria do Couto e do seu irmão Padre Joao do Couto em 1667 acho que fica provado Manuel do Couto ser filho de António Fernandes da Caniva/Corujeiras
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429716 | jmmoreira | 14 Dez 2020 00:42 | Em resposta a: #429706

Caro PP,

Não tenho informação sobre essas pessoas.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429720 | PP | 14 Dez 2020 01:26 | Em resposta a: #429683

Cara Margarida Antunes,

Vou seguir a sua sugestão e manter o nome Diogo Pires, dado que estive a pesquisar todos os assentos de batismo até ao seu falecimento e não há coerência, por parte do mesmo pároco, na grafia do nome.

Posto isto, encontrei grafado: Diogo «Piz»; «Deogo Piz»; «Diougo Piz»; «D.º Piz»; «Dioguo Piz»; «Di.º Piz»; «Dieguo Piz» e Diego «Piz», o que dá uma belíssima coleção... e ainda «S.ºr Dioguo Piz».

Presumo que tenha o assento de óbito de Isabel Moreira, caso contrário aqui fica: 18.11.1604, em São Mamede de Recesinhos, Penafiel.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429734 | mba55 | 14 Dez 2020 15:51 | Em resposta a: #429720

Caro PP

De facto já tinha o registo do óbito de Isabel Moreira, mas agradeço o cuidado.

Ainda quanto ao Diogo Pires, sabe quem são os seus ascendentes? Também me deixou curiosa a referência a Senhor. Senhor do Carvalhal? No entanto acho estranho só ter visto esta referência a Senhor Diogo Pires uma vez.

Com os melhores cumprimentos,

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429739 | PP | 14 Dez 2020 20:10 | Em resposta a: #429734

Cara Margarida Antunes,

No que respeita à ascendência de Diogo Pires ainda não tive oportunidade de investigar. Julgo que o mesmo deverá ser natural do Lugar do Reguengo, São Mamede de Recesinhos, Penafiel, e terá nascido no séc. XVI (II - III quartel).

Salvo melhor opinião, ele deverá ser Senhor da Casa do Reguengo, pois residiu no antedito lugar até ao seu falecimento (1601).

Confirmo que, nos assentos de batismo pesquisados e até ao falecimento deste (1601), apenas encontrei uma vez a referência de «S.or» (Senhor), em 1590.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429741 | mba55 | 14 Dez 2020 20:46 | Em resposta a: #429739

Caro PP

Sim, concordo que ele talvez tenha sido Senhor da Casa do Reguengo. A sua mulher Isabel Moreira herdou de seus pais o Casal do Reguengo em S. Mamede de Recezinhos, segundo vem referido na diligência de habilitação para o TSO de Domingos Mendes de Vasconcelos.

Cmc

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429753 | jmmoreira | 15 Dez 2020 02:26 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Pergunto se alguém tem informação que possa partilhar sobre o Gaspar Pires marido de Isabel Moreira para além de se saber ser filho de Bastião Pires.

Agradeço desde já.

Cuimprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429758 | aapamp | 15 Dez 2020 12:04 | Em resposta a: #429753

Caro jmmoreira
A mãe é Catarina Pires,crismas de S.Martinho de Recezinhos 1583
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429765 | PP | 15 Dez 2020 17:22 | Em resposta a: #429741

Cara Margarida Antunes,

Se me permite o conselho, caso tenha muito interesse no desenvolvimento deste ramo, deverá estudar os assentos paroquiais de São Mamede de Recesinhos, dado que já pude constatar que a diligência de habilitação de Domingos Mendes de Vasconcelos está muito incompleta; nomeadamente na designação do número de filhos dos vários casais.

Quanto filhos conhece ou encontrou do casal Diogo Pires e Isabel Teixeira Moreira?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429766 | mba55 | 15 Dez 2020 19:25 | Em resposta a: #429765

Caro PP

Não sei se tenho todos os filhos de Diogo Pires e de Isabel Moreira porque devem ter nascido antes do primeiro assento que existe em S. Mamede de Recezinhos, mas entre os que vêm referidos na diligência de habilitação de Domingos Mendes de Vasconcelos e os que encontrei como padrinhos de várias crianças naquela freguesia, contei 7:
- Filipa Moreira cc António Gonçalves
- Lopo Teixeira
- Isabel Moreira cc António de Campos
- Baltazar Moreira cc Margarida Francisca
- Diogo Moreira cc Paula de Moura
- Amador Moreira e
- Manuel Moreira

Será que existem mais?

Mas tem razão quando diz que devo estudar melhor os assentos de Recezinhos. Ao estudar outras freguesias ligadas aos meus antepassados já tenho encontrado dados que não encontrei na primeira vez que li os assentos.

Grata pela colaboração

Margarida Antunes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#429784 | PP | 16 Dez 2020 17:46 | Em resposta a: #429766

Cara Margarida Antunes,

Muito obrigado pela partilha da informação.

Solicito ainda a sua ajuda no seguinte: qual foi a fonte em que se documentou para juntar aos filhos do dito casal o Lopo Teixeira? Se foi nos assentos paroquiais, ainda que por via indirecta, podia, por gentileza, partilhar esse dado.

Eu não tenho esse dado ou, erradamente, coloquei-o como filho de Lopo Moreira e de Maria Teixeira. Daí que só tenha encontrado, até ao momento, seis filhos do casal.

Grato pelo esclarecimento.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Sebastião Pires de Leirós

#429786 | aapamp | 16 Dez 2020 18:22 | Em resposta a: #307557

Caro Jmmoreira
Relativamente à mulher de Sebastião Pires ,mãe de Gaspar Pires de Leirós desconsidere a minha mensagem anterior.
Provavelmente chama-se Catarina Pires mas a certeza não é nenhuma.
Há em Leirós uma Catarina Pires casada com Sebastião Pires mas não aparece nenhum Gaspar a ser crismado e pela data do casamento poderia já ter idade para isso, ou não.
Há um Gaspar a ser crismado filho de uma Catarina Pires que não é a mesma...
Só com mais dados lá se chega
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431284 | Alpha01021990AK01037 | 16 Fev 2021 15:20 | Em resposta a: #307557

Boa tarde.

Pertenco á Casa do Ribeiro da Torre em Vila boa de Quires.
Se alguém Investiga alí eu posso ajudar ou participar.

André Pires da Silva, da Torre com Maria Jorge, da Portela
Joäo da Silva e Almeida, da Torre com Maria da Mota, de Büris
Manuela da Mota---Maria Joäo
André da Silva, da Torre Com Vitoria D,Almeida

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431288 | jmmoreira | 16 Fev 2021 16:32 | Em resposta a: #431284

Caro confrade,

Sobre:
André Pires da Silva, da Torre com Maria Jorge, da Portela
- André da Silva, Dono da Casa do Ribeiro da Torre [ver assento de óbito]. Faleceu a 20-2-1663. Era filho de Gonçalo Pires e de Briolanja Gonçalves (f. 3-2-1634), e neto paterno de Gonçalo Pires o velho (f. 12-5-1590) e de Maria Gonçalves (f. 18-2-1599)
- Maria Jorge (n. 17-7-1597, bp. 20-7-1597, f. 25-2-1665) era filha de Gonçalo Jorge (f. 6-2-1658) e de Maria Pires (f- 26-1-1638), neta paterna de Jorge Gonçalves e materna de Belchior Pires e de Catarina Manuel (2ª mulher de Belchior Pires). O Belchior Pires era filho de António Pires (f. 24-9-1590) e de Catarina Pires (f. 28-1-1591)

Joäo da Silva e Almeida, da Torre com Maria da Mota, de Büris
- Tenho pouca informação desta gente de quem não descendo.

Manuela da Mota---Maria Joäo
- Nada sei

André da Silva, da Torre Com Vitoria D,Almeida
Este André Silva era filho do André Pires da Silva acima referido. Dono da Casa do Ribeiro da Torre. Nasceu a 9-3-1636. Descendo de um irmão deste andré, chamado António da Silva (n. 5-4-1638).

Disponha. Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431296 | PP | 16 Fev 2021 22:53 | Em resposta a: #431284

Caro confrade,

João Almeida da Silva e Maria da Mota são meus parentes, sendo que ela é filha do meu 9.º avô Manuel da Mota e Maria Pais João.

Por acaso não tem informações sobre os ascendentes de Manuel da Mota que possa gentilmente partilhar?

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431298 | PP | 16 Fev 2021 23:32 | Em resposta a: #431288

Caro JMMoreira,

Por acaso pode confirmar se o Agostinho Teixeira que consta como genro de Gonçalo Jorge no assento de óbito deste último, é o mesmo Agostinho Teixeira que casou com Marta Jorge?

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431299 | jmmoreira | 16 Fev 2021 23:53 | Em resposta a: #431298

Caro PP,

Sim, é o mesmo. A Marta Jorge, filha de Gonçalo Jorge e de Maria Pires, casou com o Agostinho Teixeira em VBQ a 23-10-1641.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431322 | Conde | 18 Fev 2021 14:46 | Em resposta a: #429709

Não é. É na freguesia de Castelões de Recezinhos ao pé de Vila Meã, na convergência de 3 concelhos: Amarante, Penafiel e Marco.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431334 | Alpha01021990AK01037 | 18 Fev 2021 19:55 | Em resposta a: #307557

Caro Parente JMMoreira. antes de mais queria muito atenciosamente agradecer por uma cópia sobre estas pesquisas que alguém deste grupo teve a gentileza de entregar na Casa do Ribeiro, da Torre em V/B de Quires. Sou primo do atual dono da casa e como tal e era muito sabido que pesquisava alí na Freguesia, esse meu primo me ofereceu a cópiaa qual eu achei verdadeiramente interessante. Através desta e outras informacöes foram para mim uma grande ajuda. Também pesquiso através do Arq, Dig, no Porto, pois eu vivo em Berlim.
Sou descendente do André Pires da Silva até ao Lugar de Marecos, VBQ, aonde nasci em 1955. Sim eu tenho muita informacäo recolhida embora ainda um pouco desorganisada pois continuo corregindo no entanto poderei com tempo adiantar informacöes que lhe possam facilitar a sua pesquisa. Até breve,,,,, Leal Berlim

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431366 | PP | 19 Fev 2021 18:39 | Em resposta a: #431322

Caro confrade Conde,

Desculpe-me a clarificação: o dito lugar e casa não é no lugar onde está situada a empresa vinícola Casa de Vila Nova?

Na ligação que deixei na mensagem original não ficou como ligação todo o «link» ativo.... vamos ver se agora sai melhor... não será aqui?

https://www.google.com/maps/place/Casa+de+Vila+Nova/@41.2343315,-8.1976999,16z/data=!4m13!1m7!3m6!1s0xd24968252c02f0f:0x500ebbde490f590!2sCastel%C3%B5es!3b1!8m2!3d41.2304298!4d-8.1873578!3m4!1s0xd24942144d5fe3d:0x8ddc4561bfcc8629!8m2!3d41.2339496!4d-8.1948164

Grato pela atenção e ajuda.

Atentamente, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431367 | Conde | 19 Fev 2021 18:46 | Em resposta a: #431366

Esta casa de Vila Nova é em Sande, por sinal da Família da Mãe do actual Barão da Várzea do Douro e representante do Visconde de Garcez que é dono de outra casa de Vila Nova que produz vinhos e que é em Castelões de Recezinhos. A casa tem a varonia Moreira e está nessa varonia desde sempre até hoje. Entretanto passou a chamar-se Teixeira/Monterroio/de Lencastre e Menezes/Garcez de Lencastre/ Pinto Basto de Lencastre. Produz muito bem vinho. Muito e bom.
Vem tudo no Geneall.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431812 | PP | 08 Mar 2021 17:36 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Para aqueles que se interessam pela ascendência de Manuel da Mota, casado com Maria Pais João, em 1664, em Vila Boa de Quires, informo que encontrei um dado que pode abrir pistas: Manuel da Mota é dado como natural do Lugar da Portela de Baixo, da antedita freguesia.

Por acaso alguém terá dados ou sugestões sobre quem serão os seus pais, sabendo que terá nascido em data, provavelmente, anterior a 1644?

Grato pela colaboração, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431814 | abribas | 08 Mar 2021 18:58 | Em resposta a: #431812

Caro confrade PP
Aterrei por acaso aqui atrás de um Manuel da Mota do lugar de Romazelhas, Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, que foi casado com Ana Pinto, nascida a 6.2.1672 no lugar do Cabo, Maureles, e que tiveram uma filha Custódia Maria da Mota que casou a 20.5.1726 em VBQ com Tomás Ribeiro de Aguiar, de Sobreira, Constance, Marco de Canaveses, ascendentes da minha mulher.
No meio de tantos Manuel da Mota, de VBQ, será que este entronca nesses?
Obrigado, cmpts
António

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431815 | jmmoreira | 08 Mar 2021 19:21 | Em resposta a: #431812

Caro confrade PP,

Uma dica:
- Pero gaspar, n. 5-3-1596 em Aguelas - Vila Boa de Quires, f. 8-2-1671 em Portela - VBQ, casou a 6-11-1637 VBQ com Ana Jorge, n. 7-6-1602 em Portela - VBQ, f. 21.3.1670 em Portela - VBQ
Tiveram um filho, chamado António da Mota n. 6-11-1639 VBQ, f. 29-4-1671 na Portela - VBQ. Foram padrinhos António da Mota da Portela e Luísa filha de Gonçalo Jorge da Portela.
- Não sei se este casal teve mais filhos. Tenho a ascendência deste casal de quem descendo.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431816 | PP | 08 Mar 2021 19:22 | Em resposta a: #431814

Caro confrade António,

Não me parece que entronque, dado que o casal Manuel da Mota e Maria Pais João moraram no Lugar de Buriz, em Vila Boa de Quires, e o seu é dado como natural do Lugar de Romazelhas.

Sugiro que «explore» o casal André Fernandes e Maria da Mota, sendo que esta era dada como residente no dito lugar em 1664.

Eu já encontrei treze indivíduos com o nome Manuel da Mota..... e ainda não desisti.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431817 | aapamp | 08 Mar 2021 20:01 | Em resposta a: #307557

Caro abribas
Tenho como ascendentes o casal Manuel da Mota casado com Ana Pinto.
foi um pouco complicado avançar por causa de mudarem os nomes no crisma mas aqui vai.
Casaram em 2 fev 1709 em Maureles.
A Ana nasceu a 6 fev de 1672 em Maureles com o nome de Eva,e no crisma mudou o nome.
Os pais da Eva quando ela nasceu eram Adão Pinto e Maria Vieira,mas o pai mudou o nome para António em 1675.Parece uma embrulhada mas se vir os paroquiais e as mudanças de nome que estão nos crismas percebe.O casal António(Adão) Pinto e Maria Vieira está no Roglo e aí vai conseguir perceber bem esta embrulhada aparente.Para traz a ascendência de Baltazar Pinto que lá está é que não me convence nada.Também a ascendência da Maria Vieira que lá aparece não me convence.
Quanto ao Manuel da Mota é filho de Joao da Mota e Luisa da Cruz casados em 18 fev1664 Vila Boa de Quires e a partir daí avança nos paroquiais até ao padre Pedro da Mota Geraldes,morgado de Penidos.
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431822 | abribas | 08 Mar 2021 22:52 | Em resposta a: #431817

Caro António, muito obrigado.
Se eu puder ser útil de alguma forma, disponha.
Já agora, descende também de Custódia Maria?
Cmpts
António

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431827 | aapamp | 09 Mar 2021 11:26 | Em resposta a: #431822

Caro Abribas
Sim descendo da Custódia Maria
Se quiser mande-me um mail para antoniopachecomendes@gmail.com e envio-lhe os dados que disponho.
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431846 | PP | 11 Mar 2021 11:14 | Em resposta a: #337940

Caro confrade JMMoreira,

Permita-me a sugestão de correção, salvo melhor opinião, a Maria Teixeira, filha de Agostinho Teixeira e de Marta Jorge, foi baptizada em 13 de Dezembro e não no dia 3.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431850 | PP | 11 Mar 2021 16:04 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Se interessar a informação, a Maria Teixeira, casada com João de Almeida, em data anterior a 1667, é a Maria, baptizada em 1642, filha de Agostinho Teixeira e de Marta Jorge que viveram no Lugar da Portela, freguesia de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses.

Posto isto, presumo que acabo de encontrar aqui mais alguns parentes meus... que participam activamente neste tópico.

Atentamente, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431852 | jmmoreira | 11 Mar 2021 16:28 | Em resposta a: #431846

Agradeço a correção.
Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431902 | PP | 13 Mar 2021 18:23 | Em resposta a: #308232

Caro confrade Conde,

Permita-me a correção, salvo melhor opinião, relativamente a Gonçalo Jorge, filho de Jorge Gonçalves: o dito Gonçalo Jorge casou em 22 («vinte he dous») de Setembro de 1596.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431934 | Alpha01021990AK01037 | 14 Mar 2021 15:19 | Em resposta a: #307557

Caro Confrade PP
Em resposta ao nosso antigo Parente, Jorge Goncalves da Casa da Portela e sua Esposa
Pais de Goncalo Jorge, casado que nasceu cerca de 1570.
Casou com Maria Pires, filha de Belchior Pires casados em 23.9.1586.
Maria Pires teve vários Irmäos. Goncalo Jorge também.
Daqui decendem os Goncalos e Pires da Casa do Ribeiro da Torre, em Vila Boa.

Comprimentos, Leal ,,Berlim

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431935 | jmmoreira | 14 Mar 2021 15:42 | Em resposta a: #431934

Caro confrade Leal,

Pergunto se tem informação sobre quem seria a esposa de Jorge Gonçalves ou dos antepassados de ambos. Creio que não se consegue obter essa informação pelos registos paroquiais, mas como pode ter fontes previlegiadas desta família, tomo a liberdade de perguntar.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431940 | PP | 14 Mar 2021 17:27 | Em resposta a: #431934

Caro confrade e parente Leal,

Gonçalo Jorge e Jorge Gonçalves são meus ascendentes.

Se a data que aponta (23.09.1586), é a data de casamento de Gonçalo Jorge com Maria Pires, salvo melhor opinião, está errada, pois casaram em 22 de Setembro de 1596. (noventa).

Fico-lhe grato se puder partilhar informações/datas sobre os irmãos de Gonçalo Jorge e de Maria Pires.

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#431942 | jmmoreira | 14 Mar 2021 17:51 | Em resposta a: #431940

Caro confrade PP,

Nada tenho sobre os irmãos de Gonçalo Jorge.
Sobre os irmãos de Maria Pires tenho 2 irmãos (filhos de Belchior Pires e Catarina Manuel, tal como a Maria Pires: Francisca e Belchior) e 11 meios irmãos filhos de Belchior Pires e de Maria Francisca.
Posso enviar-lhe por email toda a informação que tenho sobre esse ramo.

Ao dispôr.
Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432007 | PP | 16 Mar 2021 23:57 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Por acaso alguém tem dados que queira partilhar sobre o casal Gonçalo Jorge e Ana Pinto que moraram no Lugar da Portela, na freguesia de Vila Boa de Quires?

O dito casal casou em data anterior a 1647.

Agradeço antecipadamente a colaboração, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432021 | aapamp | 17 Mar 2021 13:11 | Em resposta a: #432007

Caro PP
Gonçalo Jorge e Ana Pinto casaram em Sobretamega a 16 nov 1643,tif 304.
O assento não dá pais, mas da Ana Painto acho que avancei um pouco.
Julgo ser filha de Gaspar Pinto e Maria Antónia,neta paterna de Salvador Gonçalves e Maria Pinto e materna segundo Gaio,titulo Ferraz pag 246 &25n12 de Francisco Ribeiro(cavaleiro da Ordem de Santiago) e Gracia Cerqueira.
Do Gonçalo Jorge não sei nada, mas talvez tenha que ver com os falados anteriormente.Já agora descende deles?Eu descendo do filho Manuel PAinto Ribeiro nascido em Quires a 24 dez 1644.
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432028 | PP | 17 Mar 2021 17:23 | Em resposta a: #432021

Caro confrade António Mendes,

Grato pela preciosa partilha.

É provável que Ana Pinto seja filha de Gaspar Pinto, nome que aparece referenciado nos assentos de batismo de filhos do dito casal - Gaspar Pinto do Lugar da Quebrada, freg.ª de VBQ.

Encontrei seis filhos do casal... conhece mais?

Quanto ao Gonçalo Jorge, pode ser oriundo de Bustelo, Penafiel, mas sem certezas.

Não descendo deles. mas ando em sua volta, pois Gonçalo Jorge e Ana Pinto são avós paternos de Maria Aguiar Pinto, que casou com António da Mota Pais, meu 9.º tio-avô.

Manuel Pinto Ribeiro c.c. Maria de Oliveira em 07.01.1665, em Bustelo, Penafiel.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432029 | aapamp | 17 Mar 2021 17:53 | Em resposta a: #432028

Caro PP
Só tenho igualmente 6 filhos.
Em relação ao Gaspar Pinto da Quebrada não sei bem onde fica, mas deve ser na fronteira de Sobretamega com Quires,pois aparece tanto em Quires como Sobretamega o Gaspar Pinto da Quebrada,e até o seu obito a 26 ago 1669 aparece nas 2 freguesias.Já os seus filhos são todos batizados em Sobretamega.
Cumprimentos
António Mendes

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432175 | PP | 22 Mar 2021 17:42 | Em resposta a: #431942

Caro confrade JMMoreira,

Aqui ficam alguns casamentos na freguesia de Vila Boa de Quires que poderão interessar-lhe:

Gonçalo Jorge e Maria Pires, em 22.09.1596;

André Silva e Maria Jorge, em 08.09.1631;

Pedro Gaspar e Ana Jorge, em 06.11.1637;

Agostinho Teixeira e Marta Jorge, em 23.10.1641;

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432176 | PP | 22 Mar 2021 17:50 | Em resposta a: #432029

Caro confrade António Mendes,

Salvo melhor opinião, o Lugar da Quebrada poderá ser a atual Rua da Quebrada, situada a Oeste do Lugar de Capela, na freg.ª de Sobretâmega, Marco de Canaveses.

Coordenadas: 41.19529055789976, -8.174088690945075 (copiar e colar diretamente na barra de endereços.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432210 | jmmoreira | 23 Mar 2021 16:53 | Em resposta a: #432175

Caro confrade PP,

Agradeço o cuidado.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432219 | PP | 24 Mar 2021 00:08 | Em resposta a: #343388

Caros confrades Conde e JMMoreira,

Se interessar, o António da Mota (casado com Maria Ribeiro, em Constance), é filho de António da Mota e de Maria Antónia, do Lugar de Portela, freg.ª de VBQ, e neto paterno de Pedro Gaspar e de Ana Jorge do dito lugar.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432224 | jmmoreira | 24 Mar 2021 10:42 | Em resposta a: #432219

Caro confrade PP,

Pergunto quantos filhos de António da Mota e de Maria Antónia tem. Eu tenho os seguintes:
- Manuel da Mota, bp. 22-7-1659
- Francisco, bp. 28-3-1661
- António da Mota, n. 24-6-1671, casado a 10-1-1695 com Maria Ribeiro em Constance
- João de Oliveira, f. 25-9-1735, casado a 27-1-1688 com Domingas Ferreira

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432236 | PP | 24 Mar 2021 15:43 | Em resposta a: #432224

Caro confrade JMMoreira,

Eu não tinha ainda nenhum filho do casal António da Mota e Maria Antónia identificado.

O que pude notar é que tinha o dito casal duplicado na minha base de dados, pois tinha seguido, em tempos, a ascendência de António José Teixeira (que casou com Ana Joaquina da Mota Mendes) e fui dar com o dito casal António da Mota e Maria Antónia.

Ao encontrar o casamento de António da Mota com Maria Antónia, em 09.09.1658, em Abragão, é que uni aqui algumas pontas soltas e duplicados.

Ainda bem que, muito gentilmente, aderiu a esta troca de dados, pois eu já tinha referenciado o casal João de Oliveira e Domingas Ferreira, mas desconhecia os seus ascendentes. As peças começam a encaixar...

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432237 | PP | 24 Mar 2021 16:51 | Em resposta a: #432224

Caro confrade JMMoreira,

Ainda que este terreno de Vila Boa de Quires e dos Motas seja propício a «escorregadelas», por acaso o Adão, n. em 18.07.1668, o Francisco, n. em 18.07.1675 e o João, n. em 29.10.1681 não serão também filhos de António da Mota e de Maria Antónia?

É certo que não constam como moradores no Lugar de Portela, mas num está Buriz e noutros Quires.... ainda assim, fica a hipótese.

Manuel da Mota casou com Catarina Pinto em 15.02.1685, sendo dado como filho de António da Mota (dado como falecido) e de Maria Antónia.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432239 | PP | 24 Mar 2021 18:32 | Em resposta a: #432237

Caro confrade JMMoreira,

Desconsidere parte da minha mensagem anterior, dado que António da Mota faleceu em 29.04.1671, em VBQ.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432240 | PP | 24 Mar 2021 18:39 | Em resposta a: #432237

Caro confrade JMMoreira,

Errata.

Onde consta: «Manuel da Mota casou com Catarina Pinto em 15.02.1685[sic] (1683), sendo dado como filho de António da Mota (dado como falecido) e de Maria Antónia.

Atentamente, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#432248 | jmmoreira | 25 Mar 2021 02:54 | Em resposta a: #432237

Caro PP,

O Francisco e o João que refere não podem ser filhos do António da Mota cc Maria Antónia porque o António da Mota faleceu em 1671. Também não creio que o Adão seja filho deles.
No entanto, parece-me que o João é o João nascido no lugar da Lama em Abragão a 3 de Agosto de 1664. Foi padrinho António filho de Maria Antónia. Admitindo que a Maria Antónia é a mãe (o nome da mãe não consta do assento) então a mãe ou foi casada antes ou foi mãe solteira. Em Abragão não casou antes do casamento com António da Mota. Falta-me verificar se há um António filho de uma Maria da Lama, local onde a Maria Antónia nasceu.
Outra nota: uma irmã da Maria Antónia chama-se Isabel de Oliveira, daí o nome do João.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#433235 | Alpha01021990AK01037 | 28 Abr 2021 21:27 | Em resposta a: #431935

Caro Parente JMMoreira

Perdäo pela demora em responder. Em referencia ao Jorge Goncalves ou os seus antepessados também encontro dificuladades, alguém na Famíla escreveu mas também näo conseguiu chegar lá. Mas tudo indica que os Goncalves näo säo de V/B de Quires. Vieram de fora.

O António da Silva N/ 05.04.1638 e cas, com Francisca Joäo N/ 27.03 1627
Cas. em 27.03.1659. Ainda näo encontrei filhos deste casal.
António tem mais 4 Irmäos se precisar disponha.

Estou com dificuladades sobre nascimento de, André Pires da Silva e de sua Nora
Vitória de Almeida do ( André da Silva ). È por eles que segue a minha descendência.

Por favor disponha, pois será um prazer naquilo que me for possivel.


Cumprimentos, Leal,,,Berlim

Se

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#433442 | PP | 03 Mai 2021 00:45 | Em resposta a: #433235

Caro confrade,

Se interessar, o casal António da Silva e Francisca João tiveram, pelo menos, o António da Silva que casou com Luísa da Mota. Casaram em 06.08.1699, na freguesia de Castelões. Penafiel.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#433444 | PP | 03 Mai 2021 01:23 | Em resposta a: #433235

Caro confrade,

Se me permite a achega, Francisca João foi batizada em 24 de Março de 1624 (o 4 parece um 7, mas é, de facto, um 4, como se pode confirmar pela sequência cronológica dos assentos).

Posto isto, Francisca João seria 15 anos mais velha do que António da Silva e, portanto, esta teria casado com cerca de 35 anos.

Ainda que seja possível e aceitável, salvo melhor opinião, coloco algumas reticências que este seja o assento de baptismo de Francisca João, dado que há dois casais distintos neste período, a saber: Aleixo João e Maria Gaspar e Aleixo João e Maria Ribeiro.

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#433447 | jmmoreira | 03 Mai 2021 01:51 | Em resposta a: #307557

Caros confrades PP e Leal,

Descendo dos dois Aliexo João.
Aleixo João e Maria Gaspar tiveram 9 filhos incluindo Francisca João. Nasceram todos na Gena de Buriz.
Aleixo João e Maria Ribeiro tiveram pelo menos 6 filhos mas é possível que tenham tido mais. Só encontrei o registo de batismo de 4 desses 6 filhos. Eram de Cimo de Vila.
Sobre o António da Silva cc Francisca João casaram a 27-3-1859 em VBQ e tiveram 3 filhos: Gabriel (1660), Maria (1661) e António da Silva (1665).
O António da Silva (o pai) era filho de André da Silva e de Maria Jorge. Também tenho registo de este António da SIlva ter 3 irmãos: duas Marias e um André.
O André Pires da Silva cc Maria Jorge era filho de Gonçalo Pires e de Briolanja Gonçalves. O Gonçalo Pires era filho de Gonçalo Pires o velho e de Maria Gonçalves.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#433468 | PP | 03 Mai 2021 17:16 | Em resposta a: #433447

Caro confrade JMMoreira,

Por acaso saberá quem é a filha de André Pires da Silva e de Maria Pires Jorge que casou com Francisco Nogueira?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#433488 | jmmoreira | 04 Mai 2021 00:56 | Em resposta a: #433468

Caro confrade PP,

É a Maria da Silva que foi baptizada a 31-7-1633 e casou a 2-12-1657, tudo em Vila Boa de Quires.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#434364 | PP | 10 Jun 2021 19:01 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Gostaria de saber se alguém tem dados sobre os ascendentes de Domingos Vieira, de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses, que casou em 18.12.1651, na freguesia de Castelões, Penafiel, com Maria Cardoso, filha de Francisco Cardoso de Oliveira.

Agradeço antecipadamente a partilha de informação.

Atentamente, PP.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#434367 | jmmoreira | 11 Jun 2021 00:38 | Em resposta a: #434364

Caro confrade PP,
Nada tenho sobre essas pessoas.
Mas tenho alguns Vieiras e Cardosos de Vila Boa de Quires dessa época que pode, eventualmente, interessar-lhe.
Caso queira, posso disponibilizar.
Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#434859 | PP | 04 Jul 2021 19:05 | Em resposta a: #434367

Caro confrade JMMoreira,

Grato pela sua pronta disponibilidade.

O referido casal tem como padrinhos de baptismo dos seus filhos as seguintes pessoas (sendo as únicas ligadas à freg.ª de Vila Boa de Quires que me poderão dar pistas):

Mateus Carneiro de Meneses e sua irmã Dona Jerónima;

Duarte, filho de Mateus Carneiro de Meneses;

O capitão-mor Manuel Carneiro de Sousa e Teles Carneiro, como procurador de Dona Maria, mulher de Duarte Carneiro;

Por acaso tem algo sobre estas pessoas que possa partilhar?

Grato pela atenção.

Cordiais cumprimentos, PP.

PS: desculpe-me o atraso no contacto e agradecimento, mas, como sabe, são muitas «frentes de batalha»...

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#435258 | heinrich | 21 Jul 2021 23:04 | Em resposta a: #307557

Boa noite!
Busco informações sobre Francisco Nogueira, meados de 600, que morou no lugar de Nogueira, V B de Quires, e tinha 2 filhos de nomes Francisco e Francisca.
Obrigado
AC

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#435260 | jmmoreira | 21 Jul 2021 23:36 | Em resposta a: #435258

Caro confrade Heinrich,
Tenho vários Franciscos Nogueira de Vila Boa de Quires registados:
1. Francisco Nogueira cc Maria da Silva em VBQ a 2-12-1657
Ele era filho de André Nogueira e de Maria de Almeida (n. 1610, f. 1644 no lugar de Nogueira)
Ela era filha André da Silva (f. 1663) e de Maria Jorge (n. 1597, f. 1665)
Este Francisco Nogueira tinha uma irmã chamada Maria de Almeida (n. 1640, f. 1688)
2. Francisco Nogueira n. 16-3-1620
Era filho de Pedro Nogueira (n. 1594, f. 1672) e de Ana de Sampaio (n. 1587, f. 1654)
Tinha 3 irmãs, 1 meio irmão e duas meias irmãs
3. Francisco Nogueira cc Vitoria Rebelo a 27-4-1587
Foram pais de Maria Rebelo cc António Gonçalves a 27-4-1587
4. Francisco Nogueira cc Maria Ferreira
Foram pais de Sebasteana Ferreira cc Manuel da Mota (n. 1669) a 17-1-1712
Espero que seja útil. Disponha.
Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#435265 | jmmoreira | 22 Jul 2021 10:42 | Em resposta a: #435260

Correção: A data de casamento de 3. Francisco Nogueira cc Vitoria Rebelo está errada. Não tenho informação sobre esse casamento.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#435270 | heinrich | 22 Jul 2021 15:23 | Em resposta a: #307557

Prezado confrade JMMoreira,, boa tarde!
Obrigado pela informação. Já tinha reparado que havia vários Franciscos Nogueiras e que os assentos são bastante ambíguos.
Vou explorar estes dados, parecendo-me que o FN que procuro deve ser o filho de Pedro Nogueira.
Obrigado pela disponibilidade.
Melhores cumprimentos,
António Caetano

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#435281 | heinrich | 23 Jul 2021 12:53 | Em resposta a: #313369

Boa tarde!
Sabe-se quem era a mulher de João Gonçalves de Carvalho, capitão-mor de Sta. Cruz?
Obrigado
AC

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#437959 | Alpha01021990AK01037 | 08 Dez 2021 16:22 | Em resposta a: #307601

Caro conterraneo....Mário Palm,

Isto säo informacöes relacionadas com a casa de Caniva, em vila Boa, correto.

Se poder ser mais especifico, contacte-me pelo E/Mail, " texy2015@g.mail.com e, eu poderei
ajudar. Sou também descendente da Casa de Caniva. Uma linhagem familiar bem interessante.

Cumprimentos, disponha,

Leal ,,,berlim...

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#437961 | MiguelBarros | 08 Dez 2021 17:35 | Em resposta a: #307557

Boa tarde. Eu procuro obter informações acerca dos Vasconcelos de Constance e Vila Boa de Quires, Marco de Canavezes. Tenho informações até à minha bisavó, Maria Aurora Magalhães e Vasconcelos (nascida me 1893), mas tudo o que está para trás desconheço. Ou seja, do casal Vitorino Augusto Ferreira de Almeida e de Maria da Conceição Magalhães e Vasconcelos (pais da Maria Aurora), desconheço por completo. Na verdade, queria saber se estes Vasconcelos do Marco de Canavezes têm alguma ligação com os Vasconcelos de Amarante, família do escritor Teixeira de Pascoaes. E procuro também um amigo pessoal de Pascoaes que dava pelo nome de Simão Vasconcelos, também escrevia, e que terá falecido numa missão em Moçambique.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#437967 | jmmoreira | 08 Dez 2021 23:39 | Em resposta a: #437961

Caro primo, Miguel Barros.

A sua bisavó era irmã da minha bisavó, Maria da Piedade de Magalhães e Vasconcelos.
Tenho informação de 12 filhos do Vitorino Augusto Ferreira de Almeida e de Maria da Conceição de Magalhães e Vasconcelos. Após a morte da Maria da Conceição, o Vitorino Augusto casou segunda vez com Laura Vaz da Silva de quem tenho registo de mais três filhas. Já ouvi referência à existência de 18 filhos do Vitorino mas só tenho registo desses 12+3.
Tenho a ascendência bastante completa do Vitorino Augusto que era ele e grande parte da sua ascendência de Vila Boa de Quires. Também tenho, mas não tão completa a ascendência da Maria da Conceição que era de Constance com muita ascendência de Soalhães. Caso queira mais informações, peço-lhe para me contactar através do email genejmm da Google.
As nossas bisavós tinham um irmão de nome Francisco Augusto que foi Padre jesuíta e que terá falecido em África. Era um ano mais novo que o Teixeira de Pascoaes. Seria o tal Simão, este Francisco Augusto? Dos 15 filhos do Augusto que tenho registados, nenhum deles se chamava Simão.

Cumprimentos,
jmmoreira

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#441585 | abarbosa85 | 20 Jun 2022 12:28 | Em resposta a: #307557

Bom dia a todos,

Procuro família Barbosa na Freguesia de Maureles, Marco de Canaveses.
Nomeadamente informações sobre Casimiro Teixeira Barbosa e Maria José Jesus, pais de António Teixeira Barbosa.
Supostamente residiam no "Lugar da Vinha", em Maureles. Ao pesquisar no Google Maps, aparece-me "Rua do Vale da Vinha". Não sei se será o mesmo local.

Obrigado a todos.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#441646 | abarbosa85 | 22 Jun 2022 23:32 | Em resposta a: #441585

Ao que parece a participação neste fórum / site, é paga ao fim de X tempo. E desconheço se continuarei a ter acesso aqui ao fórum.
Portanto, fica aqui o meu email caso alguém me possa ajudar:

Obrigado a todos

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#441657 | Geneall | 23 Jun 2022 10:39 | Em resposta a: #441646

Caro confrade abarbosa85,

As participações aqui não são nunca pagas. Não percebemos de onde raio é que tirou essa ideia.
Um dos princípios que orientam todo o sítio Geneall e particularmente este Fórum GRATUITO é a partilha de informações com a generalidade dos participantes interessados em determinado tópico ou determinada sala. É nesse sentido (de globalidade e gratuitidade) que os moderadores deste Fórum entendemos que se deve evitar a troca de informações particular, quando a conseguem fazer neste espaço público e gratuito. Assim servem a TODOS, de modo gratuito, utilizando este espaço, tal como o proporcionamos e fazemos (já agora, "às nossas custas") há 22 anos.

Geneall

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#441700 | abarbosa85 | 25 Jun 2022 18:41 | Em resposta a: #441657

O "raio" do local onde fui ver isso, foi numa parte do meu perfil onde referia "Validade Geneall Plus expira em: 23 Junho 2022" e onde tinha opções para fazer pagamentos.
Foi do "raio" desse lugar.
Obviamente que a construção desatualizada e algo retro do fórum, me induziu em erro e fiquei preocupado por não vir a ter mais acesso ao fórum de forma GRATUITA.
Já vi que foi lapso meu e saúdo o facto de manterem o site há 22 anos. Não que eu tenha questionado, mas que fazem questão de esclarecer como se fosse essa a minha questão inicial.
Uma vez esclarecida a questão, resta-me agradecer a vossa celeridade para defender o vosso espaço. Mantenham o espírito....mas deixem de parte o "raio" que só fica mal.
Obrigado pelo vigoroso esclarecimento.

Saudações.

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#441715 | Geneall | 27 Jun 2022 10:47 | Em resposta a: #441700

De nada. Sempre ao dispor.
Cumprimentos vigorosos,

Geneall

Resposta

Link directo:

Alguém investiga na freg.ª de Vila Boa de Quires, Marco de Canaveses?

#441884 | PP | 05 Jul 2022 22:08 | Em resposta a: #307557

Caros confrades,

Gostaria de saber se alguém tem dados sobre os seguintes casais que queira partilhar, a saber:

Jerónimo José MENDES c. c. Margarida Luísa Ferreira MOREIRA (casaram em Croca, Penafiel, em 1767), sendo que ele é filho de:

Mateus MENDES c. c. Inácia Luísa NUNES, e ele filho de:

António MENDES c. c. Maria ANTÓNIA, ambos naturais do Lugar de Quires, freg.ª de Vila Boa de Quires.

Agradeço antecipadamente alguma informação, dado que não encontro descendentes do primeiro casal.

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 09 Dez 2022, 11:31

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen