Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

Este tópico está classificado nas salas: Famílias | Pessoas

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#355959 | girafa | 20 Mar 2015 22:01

Caros confrades
Pretendo saber se alguém possui os nomes, datas e locais de nascimento dos pais de Vicente Álvares e de sua mulher Escolástica Brandão.
Nota: descendo de Francisco Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto.
Cumprimentos
M. Carvalh

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#355991 | girafa | 21 Mar 2015 19:29 | Em resposta a: #355959

Renovo o pedido.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#355992 | isabel71 | 21 Mar 2015 19:40 | Em resposta a: #355959

Caro M. Carvalho,

Eu também descendo de Francisco Brandão e apenas consegui obter registos de óbito de Vicente Alves e Escolástica Brandão. Possuo o registo de nascimento dos 8 filhos mas nunca consegui encontrar o registo de casamento ou de baptismo. Caso consiga descobrir alguma coisa informo-o.
Cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356033 | PP | 22 Mar 2015 21:02 | Em resposta a: #355959

Caros senhores,

Sugiro que possam encontrar alguma coisa nas freguesias de Cete, Paredes; Santão, Felgueiras; Coreixas, Penafiel; Mouriz, Paredes; e Marecos, Penafiel, onde encontrei algumas pessoas de apelido Brandão.

Tentem talvez primeiramente Coreixas, antiga freguesia de Penafiel... pode ser que tenham sorte.

É só um palpite...

Cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356037 | girafa | 23 Mar 2015 00:08 | Em resposta a: #355992

Cara Isabel Ferreira

Obrigado, pelas informações.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356038 | girafa | 23 Mar 2015 00:08 | Em resposta a: #356033

Caro PP

Obrigado, pelas informações.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356107 | isabel71 | 25 Mar 2015 00:28 | Em resposta a: #356033

Muito obrigada pela sua mensagem. Tentarei pesquisar nas freguesias que indicou.
Cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356152 | RCCORREIA | 26 Mar 2015 09:38 | Em resposta a: #355959

Caro M Carvalho

Vicente Álvares falecido em Antelgar a 04.12.1679, filho de Pantaleão Álvares, o velho falecido a 22.01.1646 em S. Lourenço, PS, Penafiel

Escolástica Brandão, Senhora da Casa de Antelgar, falecida em Antelgar a 23.07.1685, filha de Diogo Barbosa e Antónia de Leão, neta paterna de Gaspar Barbosa e Maria Fernandes e materna de António Garcia e Beatriz de Leão (nascida depois de 1587).

Cumpts,
RCC

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356171 | girafa | 26 Mar 2015 17:38 | Em resposta a: #356152

Caro RCCorreia

Obrigado, pelas informações e confirmo que são meus ascendentes diretos.
Será que possui mais informação que me possa disponibilizar. Também desde já me disponibilizo para lhe dar informação do meu ramo caso necessite.

Cumprimentos
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356172 | isabel71 | 26 Mar 2015 17:58 | Em resposta a: #356171

Caro RCCorreia

Eu também agradeço as informações dadas. No entanto em relação a Vicente Alves parece-me que a data de óbito será 4 de Janeiro e não de Dezembro. Será possível confirmar?
Muito obrigada.

Cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356190 | RCCORREIA | 27 Mar 2015 09:16 | Em resposta a: #356172

Cara Isabel

A informação de Vicente Álvares que passei é a que está na base de dados (sem referir fonte). Se tem o registo certamente esse trará a data certa e deve ser corrigida a BD na ficha pessoal http://geneall.net/pt/nome/1621406/vicente-alvares/

Cumpts
Rui C Correia

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356207 | NISGM | 27 Mar 2015 21:00 | Em resposta a: #355959

Cara Isabel Ferreira e caro M. Carvalho,

Já agora, depois de ler estes avanços nos nossos avoengos comuns, fiz mais umas pesquisas aqui no Genea. Embora ignorem Antónia de Leão, mãe de Escolástica Brandão, parece haver mais informação sobre António Garcia e Beatriz de leão, Leia-se.



http://www.guardamor.com/livro.php?id=1550

e

http://geneall.net/pt/forum/162644/miguel-de-liao-barbosa-descendente-da-honra-de-barbosa-rans/#a351698

atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356209 | NISGM | 27 Mar 2015 21:07 | Em resposta a: #356207

E, já agora,

http://www.soveral.info/mas/MeirelesBarreto.htm

Se tiver tempo este fim-de-semana, resumo. Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356222 | isabel71 | 27 Mar 2015 23:21 | Em resposta a: #356190

Caro Rui C Correia,

Mais uma vez agradeço a sua resposta. Possuo de facto o registo de óbito de Vicente Alves, mas como a letra do padre não é muito legível, continuo com dúvida em relação ao mês em que ocorreu o óbito.

Com os melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356227 | RCCORREIA | 28 Mar 2015 00:22 | Em resposta a: #356222

Cara Isabel

Não há dúvida que a data é 04 de Janeiro de 1679, até pelos registos anteriores e seguintes que o confirmam.

Haverá que corrigir na base de dados.

Cumprimentos,
Rui C Correia

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356228 | isabel71 | 28 Mar 2015 00:31 | Em resposta a: #356207

Caro Nuno,

Muito obrigada por todas as informações que partilhou. Foi para mim uma surpresa saber a origem destes meus antepassados.
Com os melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356230 | isabel71 | 28 Mar 2015 00:34 | Em resposta a: #356227

Caro Rui C Correia,

Mais uma vez agradeço a sua ajuda. No entanto não sei como posso corrigir a data na base de dados já que não fui eu que a introduzi. Há alguma forma de a alterar?

Com os melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356239 | NISGM | 28 Mar 2015 11:36 | Em resposta a: #356228

Cara Isabel Ferreira,

Pela rápida leitura que fiz aqui, neste e noutros tópicos, ou seja, tudo informação tirada da net e sem base documental, salvo eventais erros de leitura, virá então que

Escolástica Brandão era filha de Diogo Barbosa e de Antónia de Leão. Neta paterna de Gaspar Barbosa e de Mariana Fernandes e neta materna de António Garcia e de Beatriz de Leão.

Sobre os avós paternos de Escolástica, não achei mais notícia na net.

Quanto aos avós maternos de Escolástica, fazendo uma busca pelo casal António Garcia e Beatriz de Leão dei com os tais Carneiros Leões. No tópico http://geneall.net/pt/forum/162644/miguel-de-liao-barbosa-descendente-da-honra-de-barbosa-rans/#a351698 refere-se que o dito António Garcia seria filho de João Garcia e de Madalena Velho (smn, leia-se, sem mais notícia) e que Beatriz de Leão é filha de António Leão da Fonseca e de Cecília Fernandes. Depois fui cruzando com os textos de Manuel Abranches de Soveral (http://www.soveral.info).

Esta Cecília Fernandes será filha de um Francisco Fernandes de quem não achei mais notícia.

Saltemos, então, agora, para a ascendência paterna desta Beatriz de Leão, que vem indicada como avó materna de Escolástica Brandão. O pai de Beatriz de Leão, bisavô de Escolástica Brandão, seria António Leão da Fonseca.

António Leão da Fonseca, bisavô de Escolástica Brandão, para não nos perdermos, era filho de Gaspar Barbosa e de (outra, claro, que não a já citada) Beatriz de Leão. António Leão da Fonseca era ainda neto paterno de Jorge Barbosa e de Catarina de Sousa e neto materno de Pedro Leão e de Beatriz da Fonseca.

Foquemos-nos na Beatriz da Fonseca, avó materna de António Leão da Fonseca. Esta era filha de Álvaro da Fonseca e de Catarina Pires, neta materna de Pedro Dias e de Isabel Fernandes, neta paterna de Catarina Gonçalves e de Vasco da Fonseca. Por dedução que a cautela sugere necessitar de crítica documental (eventualmente inexistente), este Vasco da Fonseca é dado, nos textos de Soveral, como filho de um Diogo da Fonseca, filho de um Gonçalo da Fonseca, bastardo de Vasques Fernandes Coutinho, primeiro conde de Marialva.

Foquemo-nos agora em Jorge Barbosa, avô paterno de António Leão da Fonseca, esse mesmo António Leão da Fonseca que é bisavô de Escolástica Brandão. Jorge Barbosa vem no Felgueiras Gayo. Vem no Título de Barbosas, $219, N21 e entronca no originário Sancho Nunes de Barbosa que pelo primeiro casamento, indicado pelo Gayo, e que não é a linha de Escolástica Brandão, foi genro de Afonso Henriques. Veja-se o digital de Biblioteca Nacional - http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/110

Mais umas notas, Pedro de Leão foi juiz das sisas de Aguiar de Sousa. O pai de António Leão da Fonseca foi notário apostólico. Álvaro da Fonseca escudeiro do arcebispo de Braga. Vasco da Fonseca foi juiz dos órfãos de Lamego e coudel de Aregos. Pode ser que isso permita pesquisar mais qualquer coisa.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356240 | isabel71 | 28 Mar 2015 14:01 | Em resposta a: #356239

Caro Nuno,

Não sei como lhe posso agradecer todo o seu trabalho! Toda esta informação me deixa encantada. Vou com calma processar todos os nomes que me enviou e meter mãos à obra para enriquecer (e de que maneira!) a minha árvore genealógica. Tenho muito trabalho de pesquisa pela frente, pois todos estes nomes merecem uma investigação aprofundada.
Mais uma vez o meu muito obrigada!

Com os meus melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356241 | NISGM | 28 Mar 2015 14:41 | Em resposta a: #356240

Cara Isabel Ferreira,

É informação tirada da net. De qualquer modo Escolástica Brandão, via o filho Francisco, também me interessa. E assim compilada, facilita a vida a todos. Esqueci-me de acrescentar que Álvaro da Fonseca, além de escudeiro do arcebispo de Braga, foi também escrivão dos feitos do mar e dos reguengos do Porto, cerca do ano de 1481.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356256 | RCCORREIA | 28 Mar 2015 22:58 | Em resposta a: #356230

Cara Isabel

Já tratei dessa correção enviando a informação certa. Possivelmente demora algum tempo a ter efeito mas logo aparecerá.

Já tinha verificado a coincidência do nome Escolástica Brandão com outros nalguns trabalhos do Manuel A Soveral conforme o Nuno bem reparou e documentou a ligação.

Espero que consigam progredir as vossas pesquisas e ficarei atento.

Cumprimentos,
Rui

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356257 | isabel71 | 28 Mar 2015 23:40 | Em resposta a: #355959

Agradeço a vossa preciosa colaboração! Já estou a compilar todos os textos que me indicaram e a pesquisar todos os nomes dos meus antepassados para poder obter toda a informação possível. Se encontrar alguma coisa de novo, partilho-a aqui neste tópico.

Com os meus melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356258 | girafa | 29 Mar 2015 02:13 | Em resposta a: #356207

Caro Nuno
obrigado pela informação que partilhou. Vou cruzar com a minha árvore e em breve darei notícias.
Ao dispor de alguma informação que necessite.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356277 | isabel71 | 30 Mar 2015 00:01 | Em resposta a: #355959

Boa noite,

Nas minhas pesquisas em Paço de Sousa, descobri o óbito de uma Antónia de Leão do lugar de Esmegilde, no dia 9 de Fevereiro de 1687. A mãe de Escolástica Brandão (que morre em 1685), da qual não encontrei nenhum dado nas pesquisas fornecidas, chamava-se Antónia de Leão, mas neste registo não referem se era casada ou viúva. Poderá ser a mesma? Deixo aqui o link da página do registo (3º registo da página direita). http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=751409
Obrigada.

Cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356279 | girafa | 30 Mar 2015 03:52 | Em resposta a: #355959

Caros confrades Isabel Ferreira e RC Correia,
Quanto aos ascendentes de Jorge Barbosa “visitem” o digital de Biblioteca Nacional nos seguintes endereços:

http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/110
§219 http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/108
§42 http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/42
§29 http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/36
§28 http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/34
http://purl.pt/12151/3/hg-40104-v/hg-40104-v_item3/index.html#/18

Com os melhores cumprimentos,
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356283 | NISGM | 30 Mar 2015 12:07 | Em resposta a: #356277

Cara Isabel Ferreira, e outros confrades,

Não fui ver a indicação do ADP que dá, que estou com um problema na visualização de imagens destas. Pedia-lhe, entretanto, indicação de página.

Em princípio diria que não são as mesmas Antónias, pelas datas de óbito daqueles que seriam seus irmãos e tios de Escolástica Brandão. Explico porquê.

Eu nestas coisas, tendo sempre a querer documentos, elementos positivos, e por minha mão, e com a V. ajuda na sugestão de registos paroquiais, neste e noutros tópicos, regredi apenas até ao casal Vicente Álvares e Escolástica Brandão, meus décimos avós, pais de Francisco Brandão, meu nono avô, e avós paternos de Pedro Brandão da Silva, meu oitavo avô e genro de Bento Rebelo Leite e de Senhorinha Pereira.

Subsistem-me, por isso, algumas dúvidas documentais no que toca à ascendência do casal Vicente Álvares e Escolástica Brandão. Para já, tenho dificuldades em ligá-los realmente aos familiares que neste tópico estão elencados.

No livro “Família Carneiro Leão – com origem em Carvalhosa – Paços de Ferreira”, tal como já tínhamos por aqui visto, vem indicada a descendência do casal António Garcia e Beatriz de Leão. Mas nada os liga ao casal Vicente Álvares e Escolástica Brandão, que nem vem referido nesta obra.
Ignoro que documentação confirma a ligação filial de Vicente Álvares ao alegado pai Pantaleão Álvares, o Velho (só os vi aqui no Genea, neste tópico, mas sem indicação de fonte documental positiva). Ignoro ainda que documentação liga Escolástica Brandão aos alegados pais (também só os vi aqui no Genea, neste tópico e nas mesmas condições de Pantaleão, sem fonte documental positiva) Diogo de Barbosa e Antónia de Leão.

Pode ser falha minha que não tenho acesso ao Geneall Plus, mas, cauteloso, o confrade RCCorreia avisou que os costados referidos eram tirados da base de dados do Geneall. E entretanto já lhe toparam erros para os quais trataram de sugerir correcções.

Até ver, pois, não tenho informação que ligue Escolástica Brandão nem a um Diogo de Barbosa, nem a uma tal Antónia de Leão. E também não tenho informação que ligue Antónia de Leão a António Garcia e a Beatriz de Leão, tirando a BD do Genea.

No dito “Família Carneiro Leão”, o que vem escrito sobre os alegados avós maternos de Escolástica Brandão e que me leva a achar que a Antónia que refere é uma outra?

Diz-se que António Garcia casou a 24.08.1587, em Parada de Todeia, Paredes, com Beatriz (Barbosa) de Leão. Viveram na Quinta de Real, em Carvalhosa, Paços de Ferreira. Ele morreria, de desastre, a 15.02.1616 (ADP, Carvalhosa, lvº M – fl. 1) e ela morreria a 2.12.1632 (ADP, Carvalhosa, lvº M – fl. 8). No «Família Carneiro leão», entre os filhos, tal como acima dito, salvo erro, no meu primeiro comentário a este tópico, não existe nenhuma Antónia de Leão casada com Diogo de Barbosa, alegados pais de Escolástica Brandão. Embora existam várias Antónias e Antónios saídos do casal Garcia e Leão. Parece indicação do uso do nome do pai, António, como patronímico - o que levou, aliás, os autores do livro a deduzir algumas filiações.


Herdeiro de António Garcia e de Beatriz (Barbosa de Leão) ficaria o filho

1. António Garcia de Leão, nascido em 1595, em Real – Carvalhosa (ADP, Sanfins de Ferreira, lvº M – 1, fl. 148 v).

Quem são os irmãos deste António Garcia de Leão, outros filhos, segundo o «Família Carneiro Leão»?

2. Ana António, nascida c. 1588-1589, casou-se com Gonçalo Francisco e viveram em Vila Cova, Sanfins de Ferreira. Faleceu a 10.03.1644 (ADP, Sanfins de Ferreira, Lvº M – 1, fl. 228). Diz-se: “Embora sem prova documental, dada a falta de registos anteriores a 1616 em Carvalhosa, tudo indica, com elevado grau de segurança, ser esta filiação de Ana Antónia e de sua irmã Anastácia Antónia: a relação de consanguinidade entre um bisneto de Ana Antónia e uma neta de Domingas Antónia; o uso do mesmo patronímico, Antónia; os lugares e as afinidades nas relações sociais.

3. Anastácia Antónia, nasceu c. 1590, em Real – Carvalhosa. Faleceu a 23.6.1627, nessa freguesia (ADP, Carvalhosa, Lvº M – 1, fl. 5). Casou-se com Pedro da Maia, natural de Sanguinhais, Carvalhosa. Filiação também deduzida.

4. Catarina. Surge como madrinha da sobrinha Catarina, filha de Anastácia (ADP Carvalhosa, Lvº M-1, fl. 42v)

5. Isabel de Leão. Nascida c. 1600. Casou-se com Pantaleão Afonso. Faleceu a 6.7.1661 (ADP, Sanfins de Ferreira, Lvº M- 1, fl. 103).

6. Domingas Antónia. Nascida c. de 1600. Casou-se a 10.09.1620 (ADP Carvalhosa, Lvº M-1, fl. 22v), com Domingos Machados, filho de Simão Machado e de Senhorinha Gonçalves, moradores em Beitalho, Sanfins de Ferreira

7. Maria de Leão. Nascida c. 1605. Casou-se a 21.03.1633 (ADP, Carvalhosa, Lvº M- 1, fl. 25) com Manuel Coelho, filho de Gonçalo Gaspar e de Margarida Coelho

O casal tem pois sete filhos identificados na obra «Família Carneiro Leão», a Antónia de Leão cujo óbito foi identificada pela Isabel, teria de ser quase centenária se fosse a alegada mãe de Escolástica, e teria morrido cerca de uma geração após a morte dos alegados irmãos. Inclinar-me-ia antes para uma sobrinha (ou filha) da mesma Antónia. Netos de António Garcia e de Beatriz (Barbosa) de Leão, temos:

A. Da alegada filha Ana Antónia, teve uma Maria Antónia (Leão), de Vila Cova, Sanfins de Ferreira, e uma Luísa Antónia, que casou com Simão Ferreira, de Beitalho, Sanfins de Ferreira – andou.

B. Da alegada filha Anastácia Antónia, uma outra Anastácia Antónia, que se casou em Carvalhosa, a 7.02.1664 (ADP, Carvalhosa, LVº M – 1, fl. 170)

A falta de elementos anteriores de 1616 para a paróquia da Carvalhosa pode justificar a falta de referências a uma Antónia de Leão, filha de António Garcia e Beatriz (Barbosa) de Leão casada com um Diogo Barbosa . Mas a falta de elementos, o silêncio das fontes, leva-me a ter ainda reservas quanto a esta filiação. Gostava de ter mais elementos para ligar Escolástica aos pais referidos na BD do Geneall e de seguida para ligar estes pais aos referidos no «Família Carneiro Leão». E note-se, que Escolástica é a primeira Brandão, seria do Brandão por via paterna?

Sobre este arrazoado todo, quid juris?

Atentamente, Nuno de M.


Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356301 | isabel71 | 30 Mar 2015 17:34 | Em resposta a: #356283

Caro Nuno,

Partilho de todas as suas dúvidas. De facto não há qualquer documento que comprove a filiação de Escolástica Brandão e de Vicente Alves e até ter encontrado aqui este tópico não sabia desta possível ascendência. O mesmo de passa com a Antónia Leão que ,como muito bem referiu, nunca aparece como filha de António Garcia e Beatriz de Leão.
Relativamente ao óbito que encontrei, está na página 680 do seguinte livro: http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=751409

Com os melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#356303 | isabel71 | 30 Mar 2015 17:35 | Em resposta a: #356279

Caro M. Carvalho,

Muito obrigada pelos links que partilhou.

Com os melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358758 | girafa | 22 Jun 2015 00:46 | Em resposta a: #356152

Caro RCC,

será que me pode informar da data de casamento de Diogo Barbosa com Antónia de Leão?
Onde conseguiu o nome dos pais deste casal?
Fico a aguardar a sua colaboração.

cumprimentos,
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358811 | RCCORREIA | 23 Jun 2015 00:49 | Em resposta a: #358758

Caros confrades

A informação que fui partilhando foi vista na base de dados deste espaço que muitas vezes se apoia no Nobiliário de Felgueiras Gaio, que habitualmente consulto para confirmar ou obter mais informações.

Depois vejo outros trabalhos como sejam os referidos nalgumas mensagens deste tópico e quando possível as fontes primárias, como sejam os registos paroquiais.

Ao deparar com o novo pedido de ajuda voltei a pesquisar aqui para tentar situar o casamento do Diogo Barbosa com Antónia de Leão. Fui ainda aos Barbosas do Gaio §221 que refere alguns dos referidos neste tópico mas não estes.

De todas as formas achei uma Antónia de Leão (nascida a 02.09.1620 BDG) filha de Diogo Gaspar e Isabel de Leão, sendo esta filha de António Leão da Fonseca (falecido em 1607) e Cecília Fernandes (os filhos usaram Fonseca, Barbosa e Leão como apelidos).
Desconheço se o dito Diogo Gaspar seria Barbosa e se Isabel seria também Antónia.
Vi também que uma irmã desta Isabel de nome Luisa (de Leão) foi casada com Pedro Gaspar Barbosa.

A base G tem uma segunda Antónia de Leão dita filha de António Garcia e Brites de Leão, esta última igualmente filha de António Leão da Fonseca e Cecília Fernandes, ou seja irmã de Isabel e Luisa. É desta que se diz ter casado com Diogo Barbosa e virem os Brandões.

Caindo alguns eventos antes do surgimento dos registos será dificil provar ou progredir, a não ser que se encontre alguma referência nos registos ou nalguma inquirição de descendentes.

Irei manter os nomes nos meus estudos pendentes,

Cumpts,
RCC

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358814 | girafa | 23 Jun 2015 01:38 | Em resposta a: #358811

Caro RCC,

muito agradeço a sua colaboração.
Li, atentamente, a informação que me disponibilizou. Corroboro que sem as fontes jamais podemos considerar as ligações familiares.
Consegui chegar aos pais de Escolástica Brandão mas necessito do casamento deles, Diogo Barbosa com Antónia de Leão, para dar continuidade. Não está fácil mas não vou desistir!!
Se entretanto conseguir ,darei conhecimento.

Também já me deparei com Gaspar Barbosa , Brites de Leão , Francisco Leão entre outros. Mas... conseguir a ligação aos meus é que não.

cumprimentos,
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358819 | NISGM | 23 Jun 2015 11:25 | Em resposta a: #358814

Caro M. Carvalho,

Já coloquei a questão noutro tópico, mas não deve ter visto.

Podia indicar a fonte/documentação que confirma a nossa comum Escolástica Brandão, como filha dos referidos indivíduos?

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358851 | NISGM | 24 Jun 2015 12:50 | Em resposta a: #358811

Caro RCCorreia,

Claríssimo o que diz, mas permita-me, por causa dos avanços neste e noutro tópicos que entretanto foram feitos e que me terão passado despercebidos.

Será que já existe indicação fonte/documentação que confirma a Escolástica Brandão, como filha dos referidos indivíduos?

Tanto quanto sei, não existe outra informação nem foi avançada mais nenhum informação além daquela que atenciosamente veiculou neste mesmo tópico com recurso à base de dados aqui do Genea - o que vincou na devida altura.

Não vi até ao momento nenhuma indicação acerca dos documentos/trabalhos coevos, etc., que liguem Escolástica Brandão aos pais apontados na BD do Geneal e por si referidos. O mesmo se passa aliás com o marido Vicente Álvares, indicado como filho de Pantaleãos Álvares. Na Base de Dasos do genea foi entretanto lançado qualquer informação indicando a origem da ligaçãoa qui lançada?

É que sem a existência de uma referência concreta, continuo a achar fantasioso seguir uma linha assente na (hipotética e não documentalmente fundada) referida ligação entre Escolástica Brandão e o casal Diogo Barbosa e Antónia de Leão.

Existirá agora no geneall alguma indicação quanto à origem dos dados transcritos?


Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358852 | PP | 24 Jun 2015 13:10 | Em resposta a: #358851

Caros confrades,

Num estudo de um confrade a que tive acesso, e sobre o qual tenho particular apreço, também não consta nenhuma Escolástica como filha de Diogo Barbosa e Antónia de Leão.

Será que valerá a pena seguir a descendência de João Brandão (filho dos anteditos) e de Maria Rodrigues?
Ou ainda a descendência de Francisco Barbosa Brandão (idem) e Helena Dinis?

Há também Brandão na freguesia de Cete, Paredes...

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358880 | NISGM | 25 Jun 2015 14:28 | Em resposta a: #358852

Caro confrade PP,

Mas João Brandão vem indicado como filho de Diogo Barbosa e Antónia de Leão? Podia indicar-se fonte, por favor? Serão, segundo me parece agora os paroquiais de Fonte Arcada. Confirma-se?

No entanto, já questionara e pesquisara, por aqui, a origem dessa informação, não tendo dado com ela, o que, aliás, indiquei em http://geneall.net/pt/forum/168541/casamento-de-diogo-barbosa-e-antonia-de-leao-em-penafiel/#a358448. Terá sido publicada, ou o confrade teve acesso particular a ela?

Julgo poder valer a pena seguir a pista que sugere, referente a João Brandão. Às tantas surgirá alguma referência a uma tia Escolástica, casada com Vicente Álvares. Mas antes de ir por aí gostava de saber de onde surge a indicação de que Escolástica é filha de Diogo Barbosa e de Antónia de Leão.

Sobre a ascendência do Diogo Barbosa e da Antónia Leão, julgo estar mais ou menos esmiuçada, com fontes, em http://geneall.net/pt/forum/168199/escolastica-brandao-de-paco-sousa-penafiel-porto/#a356239
e
http://geneall.net/pt/forum/168199/escolastica-brandao-de-paco-sousa-penafiel-porto/#a356283


Onde não vejo serem indicadas fontes é no que liga o dito casal a Escolástica Brandão e a Vicente Álvares, meus n-ésimos avós.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358884 | girafa | 25 Jun 2015 15:26 | Em resposta a: #358880


Caros confrades
Escolástica Brandão nasceu em 25-07-1623 e casou com Vicente Álvares a 10-02 -1643 na freguesia da Fonte de Arcada.
Seus pais são Diogo Barbosa e Antónia de Leão (vem no documento de casamento de Escolástica e Vicente).
Relativamente ao casamento de Diogo Barbosa e Antónia de Leão ainda não o consegui.

cumprimentos,
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358896 | PP | 26 Jun 2015 01:16 | Em resposta a: #358880

Caro confrade Nuno de M.,

Relativamente à sua 1.ª questão, a resposta é sim. João Brandão c.c. Maria Rodrigues, em Fonte Arcada, a 03.03.1647, e foi b. a 03.01.1626.

Tenho acesso particular à dita investigação, daí a minha expressão «o seu a seu dono», atendendo a que a investigação não é da minha autoria.

Quanto à Escolástica, desconheço... tento apenas ajudar-vos, dado que nem tenho interesse nestas pessoas, pelo menos para já.... Chamou-me apenas a atenção o nome Diogo Barbosa.

Desculpe de não dar resposta atempada, mas... por vezes passa... atendendo, tal com antedisse, não fazer parte da minha investigação.

Familiares de apelido Brandão só tenho, de momento, em Mouriz, Paredes; Penafiel; e Sedielos, Peso da Régua.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358897 | PP | 26 Jun 2015 01:28 | Em resposta a: #358884

Caro confrade M. Carvalho,

Correctíssimo: os dados e a filiação de Escolástica, tal como o casamento desta.

Quanto ao casamento de Diogo Barbosa, infelizmente não posso ajudar pois nada sei. Não o encontrou em Fonte Arcada?

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358899 | girafa | 26 Jun 2015 02:35 | Em resposta a: #358897

Caro confrade PP,

Relativamente ao casamento de Diogo Barbosa com Antónia de Leão nada sei (aguardo cópias completas dos livros de batismo e casamento de Fonte da Arcada).


Alguns dos filhos de Diogo Barbosa e de Antónia de Leão têm TRANSCRITO os seus batismos em Fonte da Arcada.

Esta minha convicção resulta do padre de Fonte da Arcada não dizer baptizei, mas sim, que fulano …. foi baptizado pelo Padre Gervásio Nunes Rebelo (provedor da misericórdia de Penafiel) ou pelo Padre Bento Brandão.

Alguém sabe a que freguesias pertenciam estes padres?

Esta informação é importante, pois pode indiciar o local onde Diogo e Antónia eram naturais.

cumprimentos,
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358909 | RCCORREIA | 26 Jun 2015 16:06 | Em resposta a: #358899

Caro M.

O padre da Fonte de Arcada corretamente registava quem tinha feito o baptizado com a sua licença.

O provedor da misercórdia (lugar de destaque) ou o outro padre que deveria ser familiar dos baptizados O provedor não deveria ter paróquia ou seria a Misericórdia. Quanto ao outro Padre Bento pode tentar-se encontrar nos registos eclesiásticos. Também a sua inquirição de genere (possivelmente em Braga) pode ser especialmente útil para os Brandões.

Rui

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358911 | RCCORREIA | 26 Jun 2015 16:11 | Em resposta a: #358909

Pela década de 1620-30 havia um Padre Bento Brandão Borges, reitor em Sampaio, Pousada (Braga).
Pode ser este.

RCC

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358919 | girafa | 26 Jun 2015 19:19 | Em resposta a: #358897

Caro Paulo Pacheco (ou PP),

pelo que pude pesquisar no Forum do GeneAll, verifiquei que desde 2009 participa neste forum, assim como, em 04 de agosto de 2011 afirma que "Se nasceu em Penafiel, darei notícias, pois já li quase todos os livros, faltam-me muito poucos..." (http://geneall.net/pt/forum/19174/familia-ferreira-pacheco/#a19174).
Ora bem, face a esta afirmação, das duas uma, ou já sabia as fontes e não quis divulgar, ou então se tem acesso a um estudo restrito do confrade Carlos Leal Machado (CAMAC41), porque não nos informou?
Esperou que eu desse as fontes referentes a Escolástica Brandão (que as consegui com muitas horas de pesquisa e que com grande alegria pessoal encontrei e tive o cuidado de partilhar com os confrades) para me responder "correctíssimo"!!!!

Desculpe a minha interpretação da sua resposta, mas este "correctíssimo" não me soou bem, parece-me por em causa a informação que dei em 1º mão.

Bem, mas nada abala as minhas pesquisas e estarei sempre disponível para partilhar informação com TODOS os confrades.

cumprimentos ,
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358920 | girafa | 26 Jun 2015 19:32 | Em resposta a: #358909

Caro Rui (RCCORREIA),

agradeço a sua colaboração, obrigada.
Vou seguir as suas sugestões e tentar encontrar a inquirição de genere. Quando tiver novidades darei.

Quanto ao nosso Diogo Barbosa com Antónia de Leão é que não está fácil encontrar o casamento mas pelo menos já os conseguimos ligar a Escolastica Brandão, com as respectivas fontes documentais (bom avanço, digo eu...).

cumprimentos,

M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358921 | isabel71 | 26 Jun 2015 20:18 | Em resposta a: #358884

Caro M. Carvalho,

Muito obrigada pela sua mensagem. Eu já tinha desistido de procurar pelo casamento e nascimento da Escolástica.
Com os melhores cumprimentos,

Isabel Ferreira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#358922 | PP | 26 Jun 2015 20:42 | Em resposta a: #358919

Caro senhor,

Eu, de facto, já estou aqui há muito tempo e de boa fé.

Mas sinceramente desagradou-me bastante esta sua intervenção e «investigação», bem como algumas considerações que aqui tece.

O facto de lhe ter dito «correctíssimo», foi apenas no sentido de dizer que estava correcta a sua descoberta pois fui verificar aos assentos.... Mais valia ter estado quieto.

Na investigação do confrade que assinala não constava lá absolutamente nada sobre a dita Escolástica como se pode depreender das mensagens anteriores. Por que motivo coloquei aqui tudo sobre o que havia e não colocaria a dita pessoa? Simplesmente porque não lá estava.

Não esperei por nada, como afirma, pois nem são assuntos da minha área de interesse.

Volto afirmar-lhe que estou aqui de boa fé e não para pôr o trabalho em causa dos outros, nem muito menos para «esperar» pelo trabalho de outros.

PP.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359090 | NISGM | 03 Jul 2015 14:52 | Em resposta a: #358884

Caro confrade M. Carvalho,

Agradeço a informação, até por que, infelizmente, não tenho como aceder aos referidos paroquiais. Teremos que aguardar a disponibilização digital para me poder juntar a este esforço concreto de pesquisa do casamento de Antónia de Leão e de Diogo Barbosa.

Entretanto, fora do disponível paroquialmente, consultei um dos estudos de Manuel Abranches de Soveral publicado somente em papel. Julgo que tem interesse, pois por lá se sugere mais informação sobre a ascendência materna de Jorge Barbosa, provável trisavô da nossa Antónia de Leão.

Como se sabe, Soveral indica, deduz e justifica uma longa linha de ascendentes deste casal de avôs nosso, designadamente de Antónia de Leão, mãe de Escolástica Brandão.

Assim, em forma de dedução justificada apresenta ascendentes maternos de Jorge Barbosa, filho de Fernão Gonçalves Barbosa, segundo o Gaio, e de Leonor Vaz Malheiro.

A ascendência provável da nossa provável Leonor Vaz Malheiro vem em
Manuel Abranches de Soveral, «Reflexões sobre a origem dos Rocha, dos Aguiã, dos Calheiros e dos Jácome», in revista Raizes & Memórias, nº 29, Dezembro de 2012, páginas 149 a 196.

Transcrevo em formato de tabela

N0. Diogo Afonso Malho (ou Malheiro), almoxarife de Ponte de Lima
c.c. Ana Furtado, filha de Frei Pedro Furtado, abade de São Romão.
têm
1. Vasco Afonso [sic] Malheiro. SEGUE

N1.Vasco Afonso [sic] Malheiro, senhor da Torre de Refoios (de Ponte de Lima) e escudeiro da casa do Infante D. Pedro, duque de Coimbra.
c.c. Beatriz Anes (detentora de casas na rua das Eiras, Porto)
têm
2. Leonor Vaz Malheiro SEGUE

N2. Leonor Vaz Malheiro, nascida cerca de 1433.
c.c. Fernão Gonçalves Barbosa (no Gaio)
têm
3. Jorge Barbosa (no Gaio), trisavô deduzido de Antónia de Leão, tetravô da nossa Escolástica Brandão.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359091 | NISGM | 03 Jul 2015 14:55 | Em resposta a: #358896

Caro confrade PP,

Obrigado pela informação disponibilizada. Podem não entroncar para já, mas sempre alargam os colaterais.

Não sendo informação digital não tenho acesso a ela, mas espero que no futuro sirva para através de ascendências de primos sugira pistas para os meus.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359142 | girafa | 04 Jul 2015 22:45 | Em resposta a: #359090

Caro confrade,

muito agradeço a sua colaboração, obrigada.

Estive, no entanto, a pesquisar a ligação da nossa Antónia de Leão e não consegui encontrar!!

Será que me pode enviar o link onde se encontra esta ligação, nos estudos de Soveral?

Ficarei a aguardar a sua disponibilidade.


Relativamente ao casamento de Diogo Barbosa e Antónia de Leão continuo a pesquisar e caso encontre "esta agulha no palheiro" logo darei conhecimento. Que grande desafio...

cumprimentos,

M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359143 | NISGM | 04 Jul 2015 23:10 | Em resposta a: #359142

Caro M. Carvalho,

Tem razão. Erro meu. Continuamos ser ter informação que ligue Antónia de Leão a António Garcia e a Beatriz de Leão, tirando a BD do Genea - que, segundo parece, não indica a fonte. Para esses, sim, encontra-se informação em Soveral. Depois de ver a sua descoberta dos pais de Escolástica em Fonte Arcada fiquei convencido de que estava resolvida a ligação, mas, de facto, ainda faltava, ligar documentalmente uma geração. Demasiada vontade de resolver este ele, é o que é.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359926 | girafa | 25 Jul 2015 05:27 | Em resposta a: #356152

Caro RCCCORREIA

Podia informar-me qual a fonte/documento que refere Escolástica Brandão como Senhora da Casa de Antelgar.

Atenciosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359979 | RCCORREIA | 27 Jul 2015 00:18 | Em resposta a: #359926

A informação consta na ficha pessoal dessa pessoa (aqui) mas não refere fonte documental.

Cumpts,
RCC

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#359983 | girafa | 27 Jul 2015 01:48 | Em resposta a: #359979

Caro RCC,

obrigada pela colaboração.
Não consigo encontrar documentação que estabeleça esta relação. Caso tenha conhecimento darei informação.

cumprimentos,

M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#362610 | mariacampo | 20 Out 2015 01:59 | Em resposta a: #359983

http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=751176
13 tif

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#362647 | mariacampo | 20 Out 2015 22:36 | Em resposta a: #355959

http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=751168 36tif

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#362664 | mariacampo | 21 Out 2015 17:18 | Em resposta a: #355959

http://pesquisa.adporto.pt/viewer?id=751185 / 5tif

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#362665 | girafa | 21 Out 2015 18:12 | Em resposta a: #362664

Cara Maria Campos,

agradeço desde já a sua colaboração, obrigada.
No entanto, relativamente ao casamento do Vicente Alvares com Escolástica Brandão e o assento de baptismo de Escolástica Brandão já tinha conhecimento de ambos.
O assento de óbito de Diogo Barbosa é que estava em falta, obrigada.

Mas... continuo sem encontrar o nome dos pais de:
- Vicente Alvares
- Diogo Barbosa
- Antónia de Leão
Caso saiba e queira partilhar, agradeço desde já.

Se necessitar de alguma informação terei todo o gosto em partilhar.

Por curiosidade, Vicente Alvares e Escolástica Brandão são seus avoengos?

cumprimentos,
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#363192 | girafa | 06 Nov 2015 16:56 | Em resposta a: #362664

Cara Confrade e confrades,

Gostaria de saber se algum dos confrades possui o testamento de Escolástica Brandão. e porquê? Porque no testamento pode a Escolástica referenciar os pais e, assim, teríamos o nosso problema resolvido.

Obrigado
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#363238 | girafa | 07 Nov 2015 23:20 | Em resposta a: #363192

Cara Confrade e confrades renovo pedido,

Gostaria de saber se algum dos confrades possui o testamento de Escolástica Brandão. e porquê? Porque no testamento pode a Escolástica referenciar os pais e, assim, teríamos o nosso problema resolvido.

Obrigado
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#363317 | girafa | 10 Nov 2015 10:16 | Em resposta a: #363238

Renovo pedido.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#367027 | girafa | 15 Mar 2016 15:15 | Em resposta a: #363317

Caros Confrades

Descobri que o Padre Bento Brandão Borges é filho de Francisco Brandão e Maria Fonseca.
Este facto vem encontra-se documentado na ANTT, Inquisição de Coimbra, livro 665, folhas 107 Verso e 108 (Imagem 76 ) cujo o link é:
http://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=2361988

Esta descoberta liga-nos ao Francisco Brandão Borges descrito por Manuel Abranches de Soveral, “Meirelles Barreto de Moraes das Casas do Pinheiro de Cête, Sermanha de Sedielos e Outeiro de Mouriz”. E porquê? Porque Francisco Brandão Borges tem os mesmos pais que o Bento Brandão Borges.

Outro facto também , não menos interessante (retirado do Blog Heróis do Homem e Cávado, com o seguinte endereço electrónico: http://origenshc.blogspot.pt/2011/11/braga-pousada-sampaio.html ) é que o Padre Bento Brandão Borges tem como sobrinho um Diogo de Morais.

No referido Blog, Diogo de Morais está descrito no assento de casamento de Francisco Afonso com Antónia Francisca como sobrinho do Padre Bento Brandão Borges (O assento de casamento encontra-se nos paroquiais de Braga / Braga / Pousada a 4 – 10 – 1633 – imagem 627).

Será este Diogo de Morais casado com Escolástica Brandão, irmã de Antónia de Leão? como vem descrito no Blog: http://geneama.blogspot.pt/2015/10/casa-de-antelagar-paco-de-sousa.html

E, ainda, outro facto relatado no Blog Heróis do Homem e Cávado (com o seguinte endereço electrónico: http://origenshc.blogspot.pt/2011/11/braga-pousada-sampaio.html ) que diz “Pedro, b. 19.4.1648, filho de Pedro Martins, Bouça, P. João de Brito e Escolástica Brandão, irmã reitor, Padre Diogo de Morais, reitor”. De notar, também, que o Padre Diogo de Morais assina Diogo Morais Brandão.
Este assento de nascimento encontra-se nos paroquiais de Braga / Braga / Pousada de 1578 a 1650 – imagem 616).


Será que algum dos confrades possui mais informação que me possa disponibilizar.
Cumprimentos
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#367120 | NISGM | 17 Mar 2016 12:23 | Em resposta a: #355959

Caro confrade e parente M. Carvalho,

Devido a problemas informáticos, estou por estes dias a poder consultar a net apenas por telemóvel e estou com algumas dificuldades em abarcar a totalidade da informação que, mais uma vez, generosamente aqui acrescenta sobre Escolástica Brandão e Vicente Álvares, nossos antepassados comuns. Deixo uma questão: Até que ponto se sabe se esta nova ascendência está provada documentalmente?

Diria que, segundo a informação que investigou e compilou surgem novas hipóteses de ascendência para os nossos comuns (meus décimos-avós) Escolástica Brandão e Vicente Álvares. E bem diferente da pista anterior dada pela BD aqui do Genea. Vou explaná-la, pois julgo que pode ajudar-nos a todos a reflectir e a encontrar falhas (como as minhas quando, por exemplo, já por duas vezes assumi que se sabiam com certeza documental a ascendência de Diogo Barbosa e de Antónia de Leão - na realidade, essa apenas existe para os pais de Escolástica Brandão e graças ao trabalho de M. Carvalho, entretanto aqui complementado pelo menos com um óbito por mariacampo).


No blogue Geneama o nosso avô Vicente Álvares surge não como filho de Pantaleão Álvares, mas sim como neto do dito. Ora, segundo se pode ler mais acima, neste mesmo tópico, o Genea dava-o, dá-o, como filho de Pantaleão Álvares, o Velho - o que é indiciador de haver dois Pantaleões. Se Vicente fosse filho de um Pantaleão e neto de outro Pantaleão, seria impossível que se referissem ao pai como O Velho, pois esse epíteto caberia ao avô.

Quanta a Escolástica, cruzando o dito Geneama (por exemplo, http://geneama.blogspot.pt/2015/09/origem-do-apelido-brandao-catarina.html e http://geneama.blogspot.pt/2015/10/casa-de-antelagar-paco-de-sousa.html) com Manuel Soveral (http://www.soveral.info/mas/MeirelesBarreto.htm), a sua ascendência fugirá completamente à ascendência aqui anteriormente descrita. No entanto, tanto quando sei, persiste a falta de base documental quanto aos ascendentes de Diogo Barbosa e Antónia de Leão, pais de Escolástica Brandão. O Genea indicava que os avós paternos de Escolástica era, Gaspar Barbosa e Maria Fernandes e que os avós maternos eram António Garcia e Beatriz Leão.

A nova informação de Geneama e Manuel Soveral indica que os avós maternos de Escolástica Brandão, os pais da documentalmente comprovada mãe Antónia de Leão, seriam Francisco Brandão Borges e Maria Fonseca. Entre outros filhos, e além de Antónia de Leão, teriam uma filha, Escolástica Brandão, tia da nossa avó.

Francisco Brandão Borges seria filho de Pedro Brandão Borges e de Catarina Lopes. Pedro Brandão Borges é dado como filho de Pedro Brandão e de Maria Borges. Esta Maria Borges vem como filha de Aldonça Borges e Pedro Brandão é indicado como provável bastardo de Diogo Brandão Pereira com D. Mécia (filha de Simão de Faria).

Diogo Brandão Pereira seria filho sucessor de Fernão Brandão e de Isabel de Pina, neto paterno de João Brandão e Beatriz Pereira e neto materno do cronista Rui de Pina.


Diria, no entanto, que continuamos no ponto documentalmente comprovado em que M. Carvalho nos posicionara. Ou seja, Escolástica Brandão, filha de Diogo Barbosa e de Antónia de Leão, casada com Vicente Álvares. Ou falhei alguma ligação documental?


Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#367133 | girafa | 17 Mar 2016 18:05 | Em resposta a: #367120

Confrade nuno de m.
Infelizmente continuamos em termos documentais no mesmo ponto (Diogo Barbosa e Antónia de Leão como pais de Escolástica Brandão).
Os dados aqui lançados são pistas.
Foi minha intenção partilhar estas informações (pistas) com os interessados neste tópico, para ver se algum dos confrades possui algum documento/informação que nos permita ligar Diogo de Morais (casado com Escolástica Brandão) à sua, possível irmã, Antónia de Leão como vem descrito no blog:
http://geneama.blogspot.pt/2015/10/casa-de-antelagar-paco-de-sousa.html
Esta ligação, se se conseguisse provar, abriria novas hipóteses ( e facilmente documentáveis) de ascendência para este ramo das nossas famílias.

Atenciosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#367136 | girafa | 17 Mar 2016 18:47 | Em resposta a: #367133

Caro Nuno de M.

na mensagem anterior por lapso escrevi que o Diogo de Morais é irmão de Antónia de Leão, o que não é verdade.

A Escolástica Brandão (mulher de Diogo de Morais), é que é a possível irmã de Antónia de Leão.

Atenciosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#368415 | NISGM | 20 Abr 2016 12:43 | Em resposta a: #367133

Caro M. Carvalho, E, de facto, parece-me que não se consegue obter indicações documentais para a filiação dos pais da N. Escolástica e do N. Vicente Álvares. Nunca ninguém responde fora daqui do fórum. Nem por uma filiação, nem por outra.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#368443 | GoldenDays | 21 Abr 2016 00:18 | Em resposta a: #355959

Caros confrades,

Encontrei no decurso de outras minhas pesquisas nos paroquiais de Sedielos os seguintes assentos que poderão estar ou não relacionados com este tópico. Deixo aqui a informação a quem possa eventualmente interessar!

Filhos de Diogo de Morais, natural de Cete, e Escolástica Brandão de Sermanha:

a) N. 1613-04-05 Diogo, batizado em Sedielos em 1613-04-22. Padrinhos: Francisco de Almada e Maria Camelo, mulher de António Guedes, todos de Sedielos;

b) N. 1615-03-07 Escolástica, filho de Diogo de Morais de Sermanha e de sua mulher Escolástica Brandão. Batizada em Sedielos em 1615-03-13. Padrinhos: Gonçalo Pereira da Portela e Maria ??? Cardoso de Sermanha;

c) N. ????-??-?? Jerónima de Morais, filha de Diogo de Morais. Aparece como madrinha de Francisco B. 1631-03-01 em Sedielos.

Óbito de Escolástica Brandão:
+ 1632-07-28 Escolástica Brandão, mulher de Diogo de Morais da Sermenha

Cumprimentos
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#368717 | girafa | 29 Abr 2016 01:05 | Em resposta a: #368443

Caro Ribeiro de Araújo
obrigado pela informação que partilhou.
Vou cruzar com a minha árvore e em breve darei notícias.
Ao dispor de alguma informação que necessite.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#368718 | girafa | 29 Abr 2016 01:12 | Em resposta a: #368415

Caro Nuno

Lendo o assento n.º 138 do livro de batismos de Fonte de Arcada (1591 a 1671) verificamos que Francisco Brandão e Antónia de Leão são irmãos.
Será este Francisco Borges o Francisco Brandão Borges que casou com Isabel Pais, descrito no livro de casamentos de Fonte de Arcada (1603 a 1671, pág 84, imagem 10) ?

Se a estas novas descobertas adicionarmos o que já sabemos:
- que o Padre Bento Brandão Borges é filho de Francisco Brandão e Maria Fonseca;
(Este facto vem encontra-se documentado na ANTT, Inquisição de Coimbra, livro 665, folhas 107 Verso e 108 (Imagem 76 ) cujo o link é:
http://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=2361988 )

- que este facto liga-nos ao Francisco Brandão Borges porque Francisco Brandão Borges tem os mesmos pais que o Bento Brandão Borges;

- que o Padre Bento Brandão Borges tem como sobrinho um Diogo de Morais;
(ver Blog Heróis do Homem e Cávado, com o seguinte endereço electrónico: http://origenshc.blogspot.pt/2011/11/braga-pousada-sampaio.html )

- que Diogo de Morais é sobrinho do Padre Bento Brandão Borges;
(ver assento de casamento encontra-se nos paroquiais de Braga / Braga / Pousada a 4 – 10 – 1633 – imagem 627).

- que Diogo de Morais é casado com Escolástica Brandão e que esta é irmã de Antónia de Leão;
(descrito no Blog:http://geneama.blogspot.pt/2015/10/casa-de-antelagar-paco-de-sousa.html )

- que Escolástica Brandão é irmã do reitor Padre Diogo de Morais (Diogo Morais Brandão).
(ver Blog Heróis do Homem e Cávado, com o seguinte endereço electrónico: http://origenshc.blogspot.pt/2011/11/braga-pousada-sampaio.html )



Podemos fazer a ligação documental ao Francisco Brandão Borges descrito por Manuel Abranches de Soveral, “Meirelles Barreto de Moraes das Casas do Pinheiro de Cête, Sermanha de Sedielos e Outeiro de Mouriz” ?

Desde já agradeço a sua colaboração.

Atencosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#368960 | NISGM | 03 Mai 2016 23:49 | Em resposta a: #368718

Caro M. Carvalho,

Mal possa tentarei corresponder ao seu pedido.

Peço desde já desculpa, mas há umas semanas que estou à espera de uma solução para um problema informático.

Apenas estou a usar o telemóvel, pelo que a consulta dos documentos que descobriu está seriamente dificultada com um mínimo de eficiência.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#368987 | girafa | 04 Mai 2016 14:56 | Em resposta a: #368960

Caro Nuno
envio-lhe um resumo deste nosso ramo (Escolástica Brandão).
I - FRANCISCO BRANDÃO BORGES(1)
Casou com Maria da Fonseca e tiveram os seguintes filhos:
1(II) ANTÓNIA DE LEÃO(2) , que segue.
2(II) FRANCISCO BRANDÃO BORGES(3) - que casou com Isabel Pias
3(II) BENTO BRANDÃO BORGES(4) (Padre)
4(II) ESCOLÁSTICA BRANDÃO - Casou com Diogo Gomes Moraes Congominho. Diogo Gomes
Moraes Congominho é filho de Francisco de Moraes Congominho e de Maria Barreto. Diogo
Moraes e sua mulher tiveram uma filha de nome Jerónima de Moraes que casou com Gaspar
Barbosa que é filho de António de Leão - Senhor da Quinta do Lago (Soveral, 1998).

II - ANTÓNIA DE LEÃO casou antes de 1623 com Diogo de Barbosa, possivelmente em Fonte de Arcada, onde faleceu em 3/8/1668.
Filhos:
1(III) ESCOLÁSTICA BRANDÃO (BARBOSA) , que segue.
2(III) Francisco - Baptizado em Fonte da Arcada a 15/04/1622.
3(III) Antónia - Baptizada em Fonte da Arcada a 09/03/1636.
4(III) Francisco Barbosa Brandão - Baptizado em Fonte da Arcada a 06/04/1627 e foram padrinhos
de baptismo: Diogo de Morais e sua filha Jerónima de Morais. Casou a 25/5/1665 em S.
Miguel Entre-os-Rios com Helena Dinis.
5(III) Ana - Baptizada em Fonte da Arcada a 30/09/1640.

Notas:

(1) Soveral (1998) refere que Francisco Brandão Borges é “morador em Paço de Sousa, que teve carta de armas a 26.4.1584 para Brandão e Borges, com um cardo de prata florido de verde por diferença, onde consta como filho de Pedro Brandão Borges e neto de Pedro Brandão e sua mulher Maria Borges. Aquele Francisco Brandão Borges aparece no Tombo de Paço de Sousa de 1594 como Francisco Brandão, com sua mulher Maria da Fonseca, moradores no Casal de Borbedes, em Paço de Souza, prazo que ele trazia do dito mosteiro em 3ª .”.

(2) No assento n.º 138 do livro de batismos de Fonte de Arcada (1591 a 1671) verificamos que Francisco Brandão e Antónia de Leão são irmãos.

(3) Ver livro de casamentos de Fonte de Arcada (1603 a 1671, página 84, imagem 10).

(4) Padre Bento Brandão Borges é filho de Francisco Brandão e Maria Fonseca. Este facto vem documentado na ANTT, Inquisição de Coimbra, livro 665, folhas 107 Verso e 108 (Imagem 76) cujo o link é:
http://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=2361988 .

Mais, Bento Brandão Borges tem como sobrinho um Diogo de Morais de acordo com o assento de casamento de António Rodrigues (Ver livro casamentos de paroquiais de 1589 a 1650 de Braga/Braga/Pousada de 4/10/ 1633, página 39 verso, imagem 627).

Atenciosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373108 | NISGM | 11 Ago 2016 19:33 | Em resposta a: #368987

Caro M. Carvalho,

Acabei por não lhe agradecer a disponibilização dos dados em melhor forma para me facilitar a consulta. Esperava que me arranjassem o pc mais cedo - continuo sem ele.

Pelo lido, julgo que as suas considerações são pertinentes, mas, no entanto, julgo que se mantém o impasse documental acerca desta nossa avó. Seria bom que no geneama dissessem mais quaqluer coisinha sobre as fontes de Antelagar.

Vou tentar, dar uma melhor vista de olhos aos documentos, que estou com outro computador em mãos.

Atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373132 | girafa | 12 Ago 2016 16:42 | Em resposta a: #373108

Caro Nuno é bom tê-lo de volta.

É verdade o impasse documental acerca desta nossa avó mantém-se.

Na minha mensagem de 4 Maio 2016, por lapso (tal não era a vontade de resolver este “puzzle”) afirmo que no assento n.º 138 do livro de batismos de Fonte de Arcada (1591 a 1671) Francisco Brandão e Antónia de Leão são irmãos, o que não é verdade e, assim a dedução é essencialmente uma intuição e por isso não tem validade.


Atenciosamente,
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373143 | GoldenDays | 13 Ago 2016 00:10 | Em resposta a: #373132

Prezado confrade M. Carvalho,

Esta sua última mensagem deixou-me intrigado pois o que leio no referido assento é o seguinte:

"Batizei Gaspar filho de João Francisco o
moço de Vales e de sua mulher
aos 6 de janeiro de 653 foram
padrinhos Francisco Brandão e
Antóna de Leão sua irmã"

Gostaria que me esclarecesse por favor o que o leva agora a não considerar válida a informação contida no assento de que Francisco e Antónia são irmãos.

Como o assunto me interessa fico desde já grato pela sua resposta.

Cumprimentos.
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373145 | girafa | 13 Ago 2016 10:39 | Em resposta a: #373143

Caro confrade Ribeiro de Araújo,

A minha afirmação resulta que confundi o assento n.º 138 com o 158.
Assim, o que afirmo, na mensagem de 4 Maio 2016, volta a fazer sentido.

Obrigado pela sua colaboração (correção).

Atenciosamente
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373147 | GoldenDays | 13 Ago 2016 12:18 | Em resposta a: #373145

Caro confrade M. Carvalho,

Fica então esclarecida a leitura deste assento após a sua concordância.

Por uma questão de consistência deixo aqui outra pequena atualização à sua mensagem 368987 de 4 de Maio último:

- onde diz “4(III) Francisco Barbosa Brandão - Baptizado em Fonte da Arcada a 06/04/1627 e foram padrinhos de baptismo: Diogo de Morais e sua filha Jerónima de Morais” os padrinhos foram Gonçalo Rebelo e Maria Rebela, neta de Margarida Rebelo (Imagem: PT-ADPRT-PRQ-PPNF12-001-0001_m0040_derivada.jpg).

Como já referi anteriormente ando a estudar este assunto nas fontes primárias por via da ligação aos Morais e espero brevemente poder colocar online as ligações que encontrei.

Cumprimentos.
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373169 | GoldenDays | 15 Ago 2016 16:00 | Em resposta a: #355959

Prezados confrades,

No âmbito da pesquisa de uma das minhas linhas ancestrais que passa pelos Morais Cogominho de Sedielos procurei estabelecer apenas com base em fontes primárias a ligação às casas de Cete e Fonte Arcada.

Os assentos compulsados permitiram-me sistematizar e representar graficamente essas ligações, bem como acrescentar as notas que deles coligi e que considerei relevantes para o meu propósito. Incluí algumas notas sobre pequenas inconsistências que encontrei na informação disponibilizada no notável trabalho de Manuel Abranches de Soveral sobre os Meirelles Barreto de Moraes das casas de Cête, Sermanha e Mouriz.

Apesar de ser possível automatizar alguns links para as imagens dos assentos cujas fontes indico não foi meu propósito fazê-lo. Com o código da freguesia e o número da imagem indicado será fácil aceder através do eTombo.

Caso tenham interesse na consulta desta informação disponibilizo aqui o correspondente URL:
http://araujo.pt/Ligacao_BrandaoBorges_MoraisCogominhos.htm

Em caso de dificuldade de leitura o zoom para 125% da página poderá ajudar um pouco. Em alternativa, e caso me solicitem para o endereço de e-mail indicado no referido URL, poderei enviar o ficheiro em pdf.

Cordiais cumprimentos.
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373188 | tmacedo | 16 Ago 2016 06:58 | Em resposta a: #355959

Caro confrade Ribeiro de Araújo,

Já há alguns anos coloquei alguns dados dos Morais Barreto na base de dados do geneall que o podem esclarecer.

Vicente Carneiro (Borges) e Maria Barreto (de Morais) - que em solteira é referida como Maria Pereira - casaram em Cete, 11.06.1606, como pode ver na base de dados (informação que coloquei em linha) ou nos paroquiais. Ela é filha de Francisco de Morais Cogominho e de outra Maria Barreto (esta filha de António Monteiro e de Inês Barreto), como consta na base de dados. O marido de Escolástica Brandão, Diogo Gomes de Morais, é irmão de Maria Barreto (casado com Vicente Carneiro). Daí Escolástica brandão ser referida como tia no amadrinhamento.

Cumprimentos,
António Taveira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373193 | GoldenDays | 16 Ago 2016 11:42 | Em resposta a: #373188

Prezado confrade António Taveira,

Agradeço-lhe a explicação e correção que já me permitiu atualizar a informação nos apontamentos disponibilizados no referido link.

Poderá igualmente comprovar no correspondente assento paroquial que o casamento de Vicente Carneiro e Maria Barreto ocorreu a 11 de Julho de 1606.

Cumprimentos.
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373195 | tmacedo | 16 Ago 2016 13:10 | Em resposta a: #355959

Caro confrade Ribeiro de Araújo,

Confundi Junho com Julho na data de casamento de Vicente Carneiro Borges com Maria Barreto de Morais. Ele era filho de Pedro Borges Carneiro ("parente" dos Borges e Carneiros da quinta da Torre em S. Cosme de Besteiros) e de sua mulher Guiomar da Cunha Coutinho (da quinta do Real, cuja ascendência desbravei).

Cumprimentos,
António Taveira

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#373199 | NISGM | 16 Ago 2016 18:32 | Em resposta a: #373132

Caro M. Carvalho,

Finalmente, parece que consigo retomar os paroquiais. Para já estou, lentamente, a tentar reconstruir raciocínios.

Para já, não me é automática a questão do Bento Brandão Borges da inquisição ser o padre. Mas isto ainda me está bastante confuso, em termos de gerações.

Até breve, atentamente, nuno de m.

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#375801 | girafa | 01 Dez 2016 21:44 | Em resposta a: #373145

Caros confrades,
consultem o seguinte blog:

http://manuel1961.blogs.sapo.pt/

Cumprimentos.

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#375809 | GoldenDays | 02 Dez 2016 11:42 | Em resposta a: #375801

Prezado confrade Manuel Carvalho,

Tenho muito gosto em o cumprimentar pela iniciativa e pela agradável apresentação gráfica e ordenação dos dados no seu blog que apreciei bastante.

Existe, naturalmente, lá informação em relação a alguns meus ancestrais ou colaterais que procurarei verificar com a informação de que disponho. Espero voltar a este tópico no decurso da próxima semana para lhe dar conta dessa verificação.

Mais uma vez os meus agradecimentos e votos de bom fim de semana.

Cumprimentos.
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#376049 | GoldenDays | 09 Dez 2016 15:55 | Em resposta a: #375809

Caro confrade Manuel Carvalho,

Conforme prometido (e perdoe-me a ousadia) aqui lhe deixo alguns comentários após uma breve revisão da informação sobre os primeiros ancestrais contidos no seu blog.

Prosseguirei logo que tenha a gentileza de me esclarecer sobre o seguinte ponto:

a) Em 1.1 onde refere que Antónia de Leão é filha de Francisco Brandão Borges e Maria da Fonseca não encontro qualquer fonte citada que valide ou confirme essa afirmação. Trata-se, portanto e salvo opinião contraditória devidamente fundamentada, de uma sua dedução.

Eu deduzo que Antónia de Leão é filha de Pedro Brandão Borges e da sua mulher “XXXX de Leão” e, como tal, irmã do referido Francisco Brandão Borges que o caro confrade lhe dá como pai. Soveral indica que Francisco Brandão Borges é filho de Pedro Brandão Borges.

Se tiver fundamentação para o que afirma no seu blog na Internet agradeço que a coloque aqui para esclarecimento de todos nós. Caso não tenha prefiro continuar a acreditar na minha dedução.

Está confirmado igualmente que Antónia de Leão é irmã do Abade Gaspar Fernandes, conforme um assento de batismo de 12 de Abril de 1614 em Paredes, o qual não vejo “retratado” no seu blog. Assim sendo temos que Antónia de Leão, Francisco Brandão e Gaspar Fernandes são irmãos entre si.

Por uma questão de consistência sugiro que seja alterado para “Cogominho”o apelido “Congominho”, até porque assim está referido nas referências citadas.

Por idêntico motivo sugiro a alteração de “Fonte de Arcada” para “Fonte Arcada” que é e sempre foi segundo me consta o nome correto da freguesia;

Informo, ainda, que Antónia de Leão faleceu em 3/7/1868 (e não em 3/8/1868). Foi decerto buscar essa informação a umas minhas notas de pesquisa dos paroquiais que publicara na Internet e que já estão retificadas. (Ver em http://araujo.pt/Ligacao_BrandaoBorges_MoraisCogominhos.htm).

Tendo Francisco, filho de Diogo Barbosa e Antónia de Leão, sido batizado em 15 de Abril de 1622 é verosímil que o seu casamento se tenha verificado em ano anterior a 1622 (e não 1623 como refere).

Fico, pois, a aguardar os seus amáveis esclarecimentos sobre a alegada filiação da Antónia de Leão que sustenta no seu blog cuja apresentação, como já lhe disse anteriormente, aprecio devidamente.

Cordiais cumprimentos.
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#376066 | girafa | 10 Dez 2016 01:03 | Em resposta a: #376049

Caro confrade Ribeiro de Araújo.

Na sequência da sua mensagem de 13-08-2016 chegámos à conclusão que Francisco Brandão e Antónia de Leão são irmãos.

Se a este facto adicionarmos a informação, por si prestada, de que Antónia de Leão é irmã do Abade Gaspar Fernandes, penso que não existe dúvida de que Antónia de Leão é filha de Francisco Brandão Borges e de Maria da Fonseca.

Relativamente ao Bento Brandão Borges (Padre) irei proceder à respectiva alteração


Cumprimentos.
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#376067 | girafa | 10 Dez 2016 01:32 | Em resposta a: #376049

Caro confrade Caro confrade Ribeiro de Araújo,

Francisco Brandão, Antónia de Leão e Gaspar Fernandes são irmãos e filhos de Pedro Brandão Borges, assim é que está correcto.

Atenciosamente

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#376131 | girafa | 12 Dez 2016 21:11 | Em resposta a: #355959

Caros confrades,
existe um "livro" com o nome "Inventario do Fundo Documental De Évora - no Arquivo Documental da Universidade de Coimbra” onde constam ( páginas 46, 47 e 48 ) prazos, sentenças, tombos, (...) da Mesa Abacial de Paço de Sousa e que, eventualmente, podem dar resposta a algumas questões levantadas neste tópico. O endereço electrónico é:
file:///C:/Users/josec/Downloads/&id=331294%20(1).pdf
Neste livro, por exemplo, no ficheiro -U.102- Évora, vem referido Pantaleão Alvares.

(1) Ver páginas 46, 47 e 48 do “Inventario do Fundo Documental De Évora - no Arquivo Documental da Universidade de Coimbra”
Atenciosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#376132 | GoldenDays | 12 Dez 2016 21:31 | Em resposta a: #376131

Prezado confrade,

Reveja por favor o link que enviou que é ... o da pasta no seu computador!

Obrigado!

Cumprimentos
Ribeiro de Araújo

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#376136 | girafa | 12 Dez 2016 22:06 | Em resposta a: #376132

Caro Confrade

o Link e:
http://www.uc.pt/auc/fundos/ficheiros/UE_Inventario_Universidade_Evora

Ver páginas 46, 47 e 48.

Obrigado
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#378080 | girafa | 25 Fev 2017 16:50 | Em resposta a: #355959

Caros confrades
por gentileza alguém saberia informar o local onde se realizou a inquirição do Padre Inácio José de Magalhães.

Aliás, este assunto já foi abordado por alguns outros por alguns confrades no tópico Magalhães do Arco de Baúlhe, Cabeceiras de Basto.

Obrigado

M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Escolástica Brandão de Paço Sousa-Penafiel-Porto

#378798 | girafa | 18 Mar 2017 14:19 | Em resposta a: #358921

Cara prima Isabel Ferreira
Espero que esteja tudo bem consigo, pois à bastante tempo que não participa no fórum.

Venho contactá-la porque preciso da sua ajuda para interpretar o tópico da Família Lopes da Silva Ferreira Machado, publicado no: http://pagfam.geneall.net

A minha curiosidade é saber como a referida família vai ligar ao filho de Marcos Carvalho (nosso antepassado comum) de nome Agostinho Carvalho nascido a 19/08/1729 no L.Pedra-Cavez-Cabeceiras Bastos e casado com Eugénia Maria Araujo Pinta a 05-01-1747 no Arco de Baúlhe.

Outra curiosodade é a sua antepassada Maria da Conceição Leite Campos. Vem referido no tópico da Família Lopes da Silva Ferreira Machado que ela é descendente de António Leite de Sousa Lobo. A minha curiosodade reside em saber se este Sousa Lobo é familiar de António Sousa Lobo (natural e casado 27-04-1708 no Arco Baúlhe). Se assim for eles ligam uma segunda vez a antepassados comuns, mais própriamente à nossa ascendente Vicência Costa Araújo casada com ???????.
Passo a explicar:
António Sousa Lobo casou 27-04-1708, no Arco Baúlhe, com Senhorinha Teresa.
Senhorinha Teresa é filha de João da Costa e de Luísa Magalhães da Costa.
João da Costa é filho de Pedro da Costa (Pedro casou a 8-09-1690 no Arco do Baúlhe).
Pedro da Costa é filho de João Dinis e de Maria Costa (Arco Baulhe-Cabeceiras Basto)
---
João Dinis e de Maria Costa tiveram um filho de nome João Costa (natural do Lugar Arco-Arco Baulhe e casou duas vezes: a 1ª vez a 28-01-1692 e uma 2ª a 12-09-1700, ambas no A.Baúlhe.
Do 2º casamento com Margarida Araújo nasceu uma filha de nome Vicência Costa Araújo que casou com Marcos de Carvalho (nosso antepassado – filho do famoso Pedro Borges de Carvalho – “o desaparecido”).
Aguardo a sua resposta.
Atenciosamente
M. Carvalho

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 26 Ago 2019, 09:05

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen