Família Camelo

Este tópico está classificado nas salas: Famílias | Brasil

Família Camelo

#18413 | Paulo Camelo | 12 Mar 2002 13:37

Sou da família Camelo, ramo Camelo Pessoa, que chegou ao Brasil por volta de 1800. Meu ascendente mais antigo chamava-se José de Souza Viveiros Camelo Pessoa. Não tenho informações anteriores, nem elos com outros ramos Camelo no Brasil e outros países.

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#19298 | HCdeAlbuquerque | 05 Abr 2002 01:16 | Em resposta a: #18413

Procure na ascendência da família Holanda Cavalcanti de Albuquerque/Suassuna, que por 4 gerações usaram esse apelido/sobrenome de Camelo!

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#21564 | Juliana Areias | 18 Mai 2002 02:56 | Em resposta a: #18413

Olá, Paulo,
Primeiramente, de que região vem o seu Camelo?
Já deu uma pesquisada no tópico Moraes Valcacer? Dê uma olhada, pois eles se tornam Camelo Valcacer no nordeste brasileiro. Minha descendência vem por aí, através de um capitão chamado Francisco Camelo Valcacer, que casou-se com uma paraibana e lutou contra os holandeses em 1615, em Olinda- Pernambuco. Se seu Camelo tb vem do nordeste brasileiro, pode ser que tenhamos informações a trocar.
Dê notícias, se este for o caso.
Até mais,
Juliana Areias :-)

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#21573 | Paulo Camelo | 18 Mai 2002 15:05 | Em resposta a: #21564

Juliana, esta tua informação é interessante, pois vem de bem antes da chegada daquele que consideramos o ponto de partida da família Camelo Pessoa, ramo dos Camelo ao qual pertenço. José de Souza Viveiros Camelo Pessoa, até onde sabemos, chegou ao Brasil, vindo de Portugal, pelos idos de 1800. Porém há outros ramos de Camelo no Brasil, principalmente no Nordeste (maior presença no Ceará, Pernambuco e Alagoas) cujos elos são desconhecidos. Há menção, na história, de um Capitão José Camello Pessoa [de Melo] que viveu entre os séculos 17 e 18 no Nordeste, tendo morrido em Pernambuco, porém não conheço sua descendência. Quanto ao Camelo Valcacer, para mim é outro ramo, ainda não conhecido. Foi bom saber. Se houver mais informação, gostaria de conhecer. E se te interessar a genealogia dos Camello Pessoa (a publicada até agora), posso te enviar, e podes encontrar no livro de Lauro Ramos Bezerra e Adalis Bezerra Campelo, "Memórias genea~lógicas das famílias Bezerra e Camello Pessoa".

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#21586 | ítalo | 18 Mai 2002 19:49 | Em resposta a: #21573

Caro Paulo Camelo, também descendo de indivíduos de nome Camelo, mas são os Camelo Valcacer de que falou a prima Juliana. Deste seu ascendente José Camelo Pessoa há uma menção no livrro "Apontamentos para a história territorial da Parahyba" de João de Lyra Tavares, creio que ele pediu e recebeu uma sesmaria em 1817, salvo engano. Carlos Barata, em seu Dicionário das Famílias Brasileiras, creio que aborda os Camelo Pessoa, os quais acredito que não são aparentados dos Camelo Valcacer.
Cordialmente, Ítalo Moraes Rocha Guedes.

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#21616 | Juliana Areias | 19 Mai 2002 02:15 | Em resposta a: #21586

Olá, Primo Ítalo!!!!
Poxa, obrigadão pela sua última mensagem e desculpe-me por não ter te respondido até agora! Estas últimas semanas foram bem corridas e diferentes: dei a luz ao meu filho (Jobim Areias da Mata - é seu nome) no dia 27/4/2002 e desde então que ainda estou me adaptando a esta nova realidade de vida de mamãe, mas espero poder, em breve, me cominicar mais contigo, podendo dedicar mais tempo as nossas pesquisas e nova amizade.
Um Beijão, dos primos
Juliana, Rogério e Jobim :-) :-) :-)

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#21702 | ítalo | 20 Mai 2002 19:07 | Em resposta a: #21616

Querida prima, meus mais sinceros parabéns a você e seu esposo pelo nascimento de seu filho Jobim (belo e musical nome), mais novo fruto da frondosa árvore dos Camelo Valcacer:-)! Desculpe-me por lhe dar os parabéns pelo Genea e não por seu e-mail, mas não o consegui encontrar. De toda forma, que outro lugar mais apropriado para se celebrar uma nova vida que um site de genealogia, não é verdade? Mantenha contato. Felicidades.
Cordialmente, Ítalo Moraes Rocha Guedes.

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#21769 | Rebelo de SC | 21 Mai 2002 23:40 | Em resposta a: #21702

Paulo Camelo,
O meu amigo Fernando Camelo escreveu um extenso capítulo sobre "Ascendência e descendência dos Camelos (1570-2001)", integrado na monumental obra "Os Carvalhos de Basto", Fascículo 131.
Já o avisei da existência deste forum.
Abraço
Rebelo de SC

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#22534 | arturo | 08 Jun 2002 02:41 | Em resposta a: #21769

Estimado Amigo Rebelo:
Como puedo consultar la obra de referencia "Os Carvhalos de Basto". Justamente, desde 1586 a la actualidad, concreté el árbol genealógico de los LOPES CAMELO, en la Argentina. Puedes visitar la página familiar de su descendencia en mi país: www.geocities.com/flcamelo
Un abrazo a todos los que investigan esta enorme familia.

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#23319 | Paulo Camelo | 23 Jun 2002 15:58 | Em resposta a: #21769

Onde posso pesquisar ou adquirir "Os Carvalhos de Basto"?

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#23368 | aburma | 24 Jun 2002 18:19 | Em resposta a: #23319

(...)
Cumprimentos
Alexandre Burmester

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#25416 | LCB | 18 Ago 2002 17:39 | Em resposta a: #19298

Olá,

Vc saberia me dizer em que período a família Holanda Cavalcanti.../Suassuna "trocou" seu sobrenome, e por quê?
Ao obter recentemente a certidão de óbito de meu avô, soube que seu sobrenome era também Camelo (José Baptista Camelo, filho de João Pedro Camelo e Emília da Luz Freire). Esse dado causou-me surpresa porque apenas meu tio mais velho, o único a nascer em Portugal, tem esse sobrenome e a "lenda" que sempre ouvi era a de que esse sobrenome Camelo foi dado ao meu tio para homenagear seu padrinho. Isso explicaria, então,o fato de mais ninguém da família ter "herdado" esse sobrenome (somos todos "Baptista"). Mas agora já não sei de onde veio o Baptista...

Obrigada e um abraço,

Laura

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#25462 | HCdeAlbuquerque | 19 Ago 2002 17:02 | Em resposta a: #25416

Olá Laura!
Quantos séculos sem vir a este forum!!!
Bem, quanto à tua resposta, minha família usou o apelido "Camelo" por 3 gerações, sem motivo aparente por volta de 1.670..., vê, reproduzo a ordem que aparece em minha genealogia...

Maria Cavalcanti casou-se com António Alves dos Reis, filho deles: Marcos Cavalcanti Bezerra, que casou-se com Maria Sofia, filha destes:Maria Cavalcanti, que casou-se com Manuel Leite da Silva, filha deles: Maria Cavalcanti, que casou-se com Mateus Sá Paes, filho deles: Nuno Camelo (!!!!!), que casou-se com Maria Caldas, filho deles: Manuel Camelo de Sá (!!), que casou-se com Luzia Rosa, filho deles:António de Sá Camelo, casado com Maria Vieira...
O apelido "Cavalcanti" volta após 2 gerações...,
que coisa loooouca!
Inté!

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#25463 | LCB | 19 Ago 2002 17:09 | Em resposta a: #25462

Bota loucura nisso! Vamos ver o que eu consigo descobrir por aqui... Depois te conto.

Um abração e obrigada pelas informações,

Laura

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#25464 | HCdeAlbuquerque | 19 Ago 2002 17:26 | Em resposta a: #25463

Não há de que!
Inté!

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61074 | saferreira | 24 Mar 2004 18:24 | Em resposta a: #18413

Caro Amigo
Será que eu ainda tenho alguma relação consigo?.
Chamo-me Eduardo Manuel Camelo de Sá Ferreira e o meu sobrenome de Camelo vem de Avanca e Ovar.
Cumprimento mesmo que não seja de família

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61088 | Benedita Vasconcelos | 24 Mar 2004 21:56 | Em resposta a: #61074

Na revista Beira Alta há cópia de uma carta de armas passada a um Balthesar de Almeida Camello Fonsequa e Cayado,monteiro mór e capitão da vila de Trevoens,comarqua de Pinhel.Interessa?

Maria Benedita

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61187 | DiogoGomesdeAraújo | 26 Mar 2004 08:20 | Em resposta a: #18413

Também tenho algures um antepassado de sobrenome Camelo, da Madeira. Quando tiver oportunidade, consulto os meus registos e digo-vos mais sobre isto.

Um abraço,
DGA

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61352 | Paulo Camelo | 28 Mar 2004 03:05 | Em resposta a: #61074

Prezado Eduardo Manuel.
O conhecimento que tenho de minha família resume-se a meus antepassados que vieram de Portugal por volta de 1800. Estou procurando elos que me façam conhecer outros membros de outros ramos da família Camelo, alguns existentes no Brasil, provavelmente tamb ém em Portugal e em outros países.
Um abraço
Paulo Camelo

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61353 | Paulo Camelo | 28 Mar 2004 03:09 | Em resposta a: #61088

Interessa-me tudo que me leve a conhecer a árvore genealógica dos Camelos além do ramo de que faço parte. Não sei se esse capitão Balthesar foi meu ascendente ou colateral. Qualquer pedaço de sua genealogia pode - talvez - fazer a união. Ou não.

Obrigado.
Paulo camelo

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61369 | rmfrp | 28 Mar 2004 14:22 | Em resposta a: #61187

Caro Diogo Gomes de Araújo:

O antepassado que refere era de que época? Tenho conhecimento de alguns Camelo na Madeira, no século XIX.

Com os melhores cumprimentos,

Rui Pereira

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61501 | ffarrajota | 30 Mar 2004 00:17 | Em resposta a: #61352

Senhor Paulo,
Tenho um irmão e uma irmã de um dos meus antepassados que casaram com dois irmãos Camelo, de S.Romão-Seia-Guarda. Rosário Camelo,cc. António Marques Gracia-proprietário 22-11-1838, e Joaquim Camelo cc. Eufémia Marques Gracia 8-10-1840. Tenho também o José Francisco Camelo, da Póvoa Nova cc.Eufémia Esteves, de S.Romão 1-7-1797.
Se lhe interessar poderei fornecer-lhe a filiação desta família Camelo.
Os meus cumprimentos,
Fernanda Farrajota

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61609 | 2910 | 31 Mar 2004 12:12 | Em resposta a: #61088

Cara Maria Benedita
Estou interessado na ascendência Almeida do dito Baltazar. Se não se importar de informar, agradecia muito.

Oscar Caeiro Pinto

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#61613 | Benedita Vasconcelos | 31 Mar 2004 13:10 | Em resposta a: #61609

Caro Oscar Caeiro Pinto

Aí vai o que encontrei sobre Bathesar d'Almeida Camello Fonsequa Cayado,moteiro-mor e capitão da vila de Trvoens,comarqua de Pinhel:

7ºAvós
Balthesar d'Almeida Camello
Maria da Fonsequa
6º Avós
Jorge da Fonsequa d'Almeida
Maria Cayado de Gamboa
5ª Avós
Manuel d'Almeida Camello
Paula de Figueiredo de Távora
4º AvósBalthesar d'Almeida Camello Cayado
Luiza Maria d'Azevedo
3º Avós
Miguel António d'Almeida Cayado
Leonor de Athaide Menezes Coutinho
2º Avós
Belchior d'Almeida Cayado
Maria Flávia Xavier Corrêa da Costa
1ª Avós
Miguel d'Almeida Cayado
Ana Cândida de Azevedo e Lemos
Pais
Albano d'Almeida Coutinho e Lemos
Maria Cândida Guedes d?Almeida
Filhos
Albano Guedes d'AlmeidaCoutinho,casado comMaria Portocarreiro,da casa da Bandeirinha,Porto
Netos
Albano Portocarreiro d'Almeida Coutinho
Maria Benedicta d'Almeida Coutinho
Luis
Manuel

Balthesar d'Almeida Camello Cayado descende por varonia de Nuno Cayado Gamboa,pessoa de distinção que passou ao reino de Portugal em1526,sétimo senhor de um morgado em Trevoens,instituído em 1596,com obrigação de missas numa capela do mesmo vínculo

Cumprimentos

Maria Benedita

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#78884 | jaboo | 07 Dez 2004 04:02 | Em resposta a: #61353

Caro Paulo Camelo,

A minha bisavo chamava-se Maria Candida Camela ... por isso eu também descendo de "Camelos" mas os meus eram de Penela da Beira, concelho de Penedono no distrito de Viseu (cerca de 15 km de Trevoes, aldeia referida numa mensagem deste topico). O meu 9o avô Manuel Fernandes Camello, natural de Penaverde, Viseu, casou em Penela da Beira, onde ficou e teve descendencia. Se tiver interesse posso dar-lhe o meu ramo Camelo ...
Cordias cumprimentos
JOAO BRAZ

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#82135 | Paulo Camelo | 18 Jan 2005 18:31 | Em resposta a: #78884

João, a mim interessa tudo que possa falar ou fazer parte da genealogia dos Camelos. Sei que é difícil (dificílimo) fazer toda a genealogia. Mas alguns pontos podem ser a solução para ligar um ramo a outro (e é isso que eu quero).
Estou particularmente interessado em tentar juntar todos os ramos de Camelos que há no Brasil, e isso pode se possível - talvez - com o conhecimento da genealogia em outros países, principalmente Portugal onde se supõe tenha nascido todo o ramo principal dos Camelos.
Paulo Camelo

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#111879 | Paulo Camelo | 12 Fev 2006 15:25 | Em resposta a: #78884

João, estou novamente escrevendo em resposta a sua postagem há mais de um ano. Você disse ter informações genealógicas de sua família Camelo em Portugal, e essas informações talvez me sejam úteis. São - acredito - um elo perdido, mas outras informações podem juntá-lo às minhas informações. Agradeço desde já a sua resposta.

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#111909 | jaboo | 12 Fev 2006 20:54 | Em resposta a: #111879

Caro Paulo,

O meu antepassado Camelo "mais remoto" chamava-se "Manuel Fernandes Camelo", nascido circa 1670 em Penaverde, no concelho de Aguiar da Beira (distrito de Viseu). Não conheço a ascendência dele ... so sei que foi casar a Penela da Beira, no concelho de Penedono, c. 1690 com Maria Fernandes Lopes, dai natural. Tiveram pelo menos 3 filhos : Manuel Fernandes Camelo (meu antepassado), Maria Fernandes Lopes e Ana Fernandes Camelo. Todos casaram e deixaram muita descendência em Penela da Beira.
São demasiadas pessoas para deixar aqui nesta mensagem mas se quiser posso enviar-lhe esse meu ramo Camelo por e-mail.

Também outros "Camelos" vieram casar a Penela, mas que nada têm a ver com esses meus Camelos:

"Miguel Antonio Camelo", natural de Mello, Guarda, filho de Antonio Camello e Barbara Maria. Casou com Teresa de Jesus Maria Benta, natural de Penela da Beira, filha de Antonio José Ferreira e Teresa Luisa Benta do Sobral. Baptizaram os seguintes filhos em Penela da Beira:
1- Maria do Espirito Santo, n. 12.5.1831
2- Maria do Espirito Santo, n. 12.8.1833
3- João Bernardo, n. 1.12.1834
4- Maria Rosa, b. 14.4.1836. Essa teve os seguintes filhos, de pai incognito:
4.1- Maria da Piedade, n. 15.10.1862
4.2- Ana de Jesus, n. 7.9.1866
4.3- João Manuel, n. 12.5.1873.

Mas havia Camellos em muitas outras freguesias vizinhas de Penela. Tenho conhecimento de Camellos em Povoa de Penela, em Ranhados, em S. João da Pesqueira e em Trevoes.

Um abraço

JOAO BRAZ

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#111913 | msottomayor | 12 Fev 2006 21:49 | Em resposta a: #61609

Caro Oscar

Aqui tem a ascendência de Baltazar de Almeida, meu antepassado, e estando a dita CBA ainda na posse da minha família. Como pode ver ,a sua varonia era Almeida, pelo menos até onde tenho dados:
1. Gaspar de Almeida, Escrivão dos Orfãos em S. João da Pesqueira, N. Vilarouco, C. Com Ana da Fonseca, tiveram
2. Melchior de Almeida, Tabelião do Público e Judicial em S.João da Pesqueira (C.R. 1598), C. com Ana do Rego (Camello), ambos do Vilarouco, tiveram
3. Baltazar de Almeida Camello, Escrivão da Câmara de S.João da Pesqueira, Familiar do Santo Ofício, N.S.João da Pesqueira, C. Com Maria da Fonseca, tiveram
4. Jorge da Fonseca de Almeida, C. em 1557, em Trevões, com sua prima Maria de Almeida Cayado, 4ª Morgada de Trevões e F. 1672 (neta paterna do Nº1 acima, com varonia de Almeida), tiveram
5. Manuel de Almeida Camello, 5º Morgado de Trevões, C. 1680 com Paula de Figueiredo de Távora, tiveram
6. Baltazar de Almeida, N. Trevões, Capitão-Mor de Trevões, Familiar do Santo Ofício por carta de 1732, 6º Morgado de Trevões, C. com Maria Luiza de Azevedo,

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#111914 | msottomayor | 12 Fev 2006 22:09 | Em resposta a: #61088

Cara Benedita

Pode dizer-me sff qual o ano e numero da revista Beira Alta onde aparece a cópia da carta de armas de Baltazar de Almeida Camelo?

Miguel Sottomayor

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#111989 | jaboo | 14 Fev 2006 04:26 | Em resposta a: #111913

Caro msottomayor,

Muito obrigado pelos seus dados. As familias de Vilarouco, S. João da Pesqueira e Trevões interessam-me muito pois eu também tenho muitos antepassados nessas vilas.
Queria perguntar-lhe se teve por acaso, a oportunidade de investigar os paroquiais de Trevões. Tenho uma antepassada dai, da qual nada sei. Chamava-se Catarina de Soveral de Sousa, e casou c.1685/90 com Luis de Amaral, natural de Penela. Será que chocou com esses nomes?

Também queria pedir-lhe se conhece a ascendência (avôs) de:

D. Dulce Augusta Caiado de Azevedo Ferrão, senhora do Solar dos Almeida Figueiredo em Trevões, filha de Antonio Caiado de Almeida Figueiredo e sua mulher Francisca de Azevedo Ferrão. Tinha casado com José de Castro Correia de Lacerda, ultimo morgado da Ponte em Vila Real e Senhor da Casa da Seara em Alijó.

Desde já obrigado pela atenção.

Cumprimentos,

JOAO BRAZ

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#112052 | msottomayor | 14 Fev 2006 21:22 | Em resposta a: #111989

Caro João Braz

Infelizmente não posso ajudá-lo, pois sou um genalogista totalmente amador e nunca pesquisei nenhum arquivo para além dos de família e nobiliários.
Sei que esses Caiado Ferrão são também descendentes de um Nuno Caiado de Gambôa de que descendo, como consta descendem também todas as familias com apelido Caiado em Trevões.
Conheci um Caiado Ferrão há uns anos, a quem deixei umas notas sobre a minha família, na esperança de receber alguma coisa em troca. Até hoje ainda não consegui. Esta família ainda tem casa em Trevões, pelo que talvez não seja dificil encontrar informações sobre eles.
Tenho ideia de ter visto alguma coisa sobre essa família na obra "Fidalgos e Morgados de Vila Real". Vou procurar e depois digo-lhe alguma coisa.

Cumprimentos

Miguel Sottomayor

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#112057 | vbriteiros | 14 Fev 2006 22:27 | Em resposta a: #111989

Caro João Braz.
A obra "Brasoes e Casas Brasonadas do Douro", página 319, reproduz a pedra de armas da Casa dos Caiados Ferrões e no texto refere só 4 casas brasonadas a saber: Casa do Bispo de Lamego D. Manuel de Vasconcelos Pereira, Casa dos Caiados Ferrões , Casa dos Sarmentos e Casa do Adro.
Cumprimentos
Vasco Briteiros

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#112070 | jaboo | 15 Fev 2006 03:19 | Em resposta a: #112057

Caro Vasco,

Infelizmente não tenho como consultar essa obra. Mas mesmo assim obrigado pela informação.
Cumprimentos

JOAO

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#112071 | jaboo | 15 Fev 2006 03:20 | Em resposta a: #112052

Caro Miguel,

Obrigado pela atenção. Vou ficar então à espera e talvez com sorte, lá venha alguma coisa de interesse nessa obra.
Cumprimentos,

JOAO

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#112957 | Anamaria Nunes | 26 Fev 2006 15:32 | Em resposta a: #25462

Por gentileza, estou pesquisando o entrelaçamento da Família Camelo (de Abreu) com a Família Vieira da Silva, do nordeste do Brasil.
Em sua mensagem, você cita Antonio de Sá Camelo casado com Maria Vieira...
Seria Maria Vieira da Silva?
A informação do parentesco obtive em Carta de Sesmaria em que meu 8o avô é citado como sobrinho de Pedro Camelo de Abreu.
Agradeço qualquer ajuda.
Grata
Anamaria Nunes Vieira Ferreira

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#112988 | Mavasc | 26 Fev 2006 23:46 | Em resposta a: #111914

Caro Miguel

Só hoje vi este tópico pelo que só agora lhe respondo.
Trata-se de uma separata da Revista Beira Alta, Subsídios para um Tombo Genealógico das Beiras, de 1949. Tem a Carta de Armas de Baltazar de Almeida Camelo Fonseca e Caiado. Caso não encontre a revista mando-lhe fotocópia

Um abraço Benedita

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#117525 | Paulo Camelo | 28 Abr 2006 03:51 | Em resposta a: #111909

Prezado João Braz
Estes Camelos de que falas já são contemporâneos aos mais remotos de minha ascendência conhecida. Embora não haja elo entre eles, é de importância para mim qualquer conhecimento acerca dos mesmos, pois pode haver outra informação que os una. Como disse antes, minha intenção é descobrir se há elos familiares entre as diversas famílias Camelo no Brasil, sendo as maiores: Camelo Pessoa (inicialmente com dois eles), Alves Camello e Lins Camelo. Agradeço qualquer informação.
Paulo Camelo

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#117526 | Paulo Camelo | 28 Abr 2006 03:57 | Em resposta a: #112957

Anamaria.
O ramo de sua família Camelo é do Nordeste? Talvez tenhamos parentesco. E é isso que procuro. Sou do ramo Camelo Pessoa, de Cabaceiras, Paraíba. Procuro elos (se é que os há) entre minha família e as outras famílias Camelo, principalmente do Nordeste.

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#117527 | Paulo Camelo | 28 Abr 2006 04:01 | Em resposta a: #61501

Fernanda, desculpe tanto tempo sem responder. Perdi-me pelos entremeios da internet. É de importância para mim qualquer informação. Principalmente sabendo de dois irmãos Camelo pelos idos do início do século XIX. E na minha ascendência há mais de uma Rosário Camelo. Se possível, envie-me para camelo@correios.net.br.
Obrigado
Paulo Camelo

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#334868 | Filipe Vic | 07 Set 2013 14:36 | Em resposta a: #112957

Não sei se tem alguma ligação, de qualquer modo deixo esta informação sobre antepassados meus, (9 gerações):
Manuel de Abreu + 05/08/1679 em Benedita, Alcobaça, foi casado com Maria Camelo,
são os pais de Madalena Camelo de Abreu, a qual casou com António Ribeiro da Silva em 20/02/1686 na Igreja de Benedita, Alcobaça
Quando obtiver mais informarei
Cumprimentos
Filipe Vicente

Resposta

Link directo:

RE: Família Camelo

#334871 | Filipe Vic | 07 Set 2013 15:08 | Em resposta a: #25462

tem um Pedro Camelo que casou com Maria Vieira no dia 24.11.1640, na Igreja de Alvorninha, Caldas da Rainha.
Neste período (sec XVII) tem muitos Camelo no lugar de Pego, freguesia de Alvorninha, concelho de Caldas da Rainha.
António Camelo o velho, + 1642
Inês Camelo, + 1643
Margarida Camelo, + 1650
Francisca Camelo, casou com Manuel Fernandes em 1645
Joana Camelo, casou com Manuel Fernandes em 1626,
António Camelo, casou com Domingas Francisca em 1628, (foram testemunhas: João Veloso da Veiga, Martim da Cunha D`Eça, António Veloso e Tomé da Cunha)
Cumprimentos,
Filipe Vicente

Resposta

Link directo:

Família Camelo

#373100 | LouRodrigues | 11 Ago 2016 15:25 | Em resposta a: #18413

Estou pesquisando sobre o engenho Cordeiro/Recife-Pernambuco e encontrei como proprietário no ano de 1707 o Capitão-mor José Camelo Pessoa, mas preciso de mais alguns dados sobre ele. Alguem pode informar?

José Camelo Pessoa – Capitão-mor de Goiana. Coronel do Regimento da Ordenança de Olinda. Ouvidor da Capitania de Itamaracá. Vereador do Recife (1709).
Filho de______________________ .Descendente de Jorge Camelo c.c. D. Isabel Cardoso, que foram senhores do engenho São Pantaleão do Monteiro/Recife, adquirido por escritura pública lavrada em 05.12.1577, a Manuel Vaz c.c. D. Maria Rodrigues.
José Camelo, em torno de meados do século XVIII, doou às freiras não professas, da Igreja da Soledade do Recife, um terreno com 40 braças de testada para seu patrimônio, e outro para construção de uma casa destinada à clausura de mulheres honestas.
Último Senhor de um altar vinculado na Igreja do Colégio dos Jesuítas de Olinda, meados do século XVIII, quando se deu a extinção do colégio dos Jesuítas. Esse altar era dedicado a Nossa Senhora das Angústias ou das Dores, cuja padroeira foi conferida ao Capitão João Pessoa Bezerra, que para o seu custeio e ornato vinculou o engenho Monteiro, de sua propriedade, por especial concessão régia, estabelecendo para semelhantes fins uma pensão anual de sessenta arrobas de açúcar branco. O Capitão era uma pessoa muito distinta que foi sepultado no dito altar, em uma sepultura rasa, perpétua, em frente ao altar, selada com uma grande laje de mármore que se lê: Sepultado Capitão João Pessoa Bezerra e seu herdeiro. Fidalgo da Casa de Sua Majestade. Cavaleiro professo em 1679. CURIOSIDADES: Com a extinção das ordem Jesuítas no Brasil, os bens patrimoniais foram incorporados à coroa portuguesa, e os proprietários do engenho Monteiro deixaram de cumprir aquele encargo pio, mas em 1831, o senhor do engenho da época, João do Rego Barros e Mello, foi compelido pela Fazenda Nacional de pagar a quantia de 4:320$000 proveniente3 da pensão de 72 anos de atraso, a contar de 1759, à razão de 60$000 anuais.
Senhor do engenho São Francisco/Várzea-Recife; Cordeiro (Três Reis Magos, Scot, Straetsburch /Cordeiro-Recife; São Pantaleão do Monteiro/Monteiro-Recife
Casamento 01: (?)
Filhos: Não identificados

Resposta

Link directo:

Família Camelo

#373735 | Johnny Camello | 12 Set 2016 01:57 | Em resposta a: #18413

Boa noite Paulo! Bem a minha família vem do nordeste, Paraíba e Rio Grande do Norte, e é o ramo Alves Camello. Os meus avos paternos se chamavam Augusto Alves Camello e Francisca Alves Camello. Procuro saber o nome dos meus bisavós. Se você souber alguma informação desde já lhe agradeço.

Resposta

Link directo:

Família Camelo

#386148 | MACIANE CAMELO | 02 Nov 2017 22:14 | Em resposta a: #18413

MINHA FAMÍLIA TAMBÉM É DE CABACEIRAS PARAIBA,QUERIA SABER MINHA GENEALOGIA,MEUS AVÓS PATERNOS SÃO SEVERINO BARBOSA CAMELO E ALICE PAULINA CAMELO PORÉM O SOBRENOME DE SOLTEIRA DE MINHA AVÓ É LUCENA,DESCOBRI QUE MEUS ANTEPASSADOS VIERAM PARA O BRASIL POR VOLTA DE 1878 ALGO ASSIM E ERAM DOIS IRMÃOS QUE CHEGARAM NO PORTO DE SANTOS SAO PAULO,JOAQUIM E ANTONIO CAMELO,ALGUEM PODERIA ME DAR MAIS INFORMAÇÕES POR FAVOR SE SOMOS TODOS PRIMOS?meu email pra.maciane@hotmail.com

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 18 Fev 2019, 12:42

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen