(Urgente) Assento de batismo

Este tópico está classificado nas salas: Arquivos | Famílias | Genética | Pessoas | Regiões

(Urgente) Assento de batismo

#410154 | CastroGabriela | 02 Dez 2018 12:12

Primeiramente, saudações.
Não consigo encontrar o assento de batismo do meu bisavô, e é de urgência e importância a sua localização.
Na sua certidão de óbito consta que ele é de Viana do Castelo. Dois dos seus irmãos foram batizados em Castelo do Neiva, dos quais consegui os assentos, mas não consigo localizar o seu. Já procurei em todas as freguesias possíveis, inclusive em Braga (de onde o pai era), contatei o Arquivo Distrital e só o que fizeram foi dizer que devo procurar nos arquivos disponiveis na internet (algo que já fiz). Preciso de uma solução.

Indivíduo:
Antonio Gonçalves do Cruzeiro
Viana do Castelo
Nascido em 11 de Janeiro de 1888
Pai: José Gonçalves do Cruzeiro
Mãe: Rosa Vicente Noro
Irmãos batizados em Castelo do Neiva paróquia de São Tiago: Domingos Gonçalves do Cruzeiro e Anna Gonçalves do Cruzeiro.

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410160 | Jorge Resende | 02 Dez 2018 15:49 | Em resposta a: #410154

onde foi arranjar a data de 1888?

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410162 | Ajc.oliveira | 02 Dez 2018 16:26 | Em resposta a: #410160

Boa tarde.

O seu bisavô nasceu em 11-01-1882, https://digitarq.advct.arquivos.pt/viewer?id=1111026. É o 2º filho.
O mais velho é Manuel, batizado em 15-06-1879.
Os pais (seus trisavós) casaram em 05-09-1878, https://digitarq.advct.arquivos.pt/viewer?id=1111023

A freguesia É Castelo do Neiva, concelho e distrito de Viana do Castelo.

Alberto Oliveira

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410163 | Jorge Resende | 02 Dez 2018 16:43 | Em resposta a: #410154

https://digitarq.advct.arquivos.pt/viewer?id=1111023 TIF/Imagem, 366 assento 6 casamento de José Gonçalves Cruzeiro e Rosa Vicente Novo, 1878

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410165 | Jorge Resende | 02 Dez 2018 16:52 | Em resposta a: #410154

https://digitarq.advct.arquivos.pt/viewer?id=1111026 TIF 122, assento 2 batismo de António

Com a indicação do nome do batizado e dos pais, indicando também a data e a freguesia Castelo do Neiva, Distrito de Viana do Castelo, peça por email ou por carta ao Arquivo Distrital de Viana do Castelo cópia certificada caso seja para pedir nacionalidade, custa vinte e poucos euros mais despesas de correio, mas o Arquivo dará as informações corretas.
Na net veja os contatos do Arquivo Distrital de Viana do Castelo

Boa sorte
Jorge Resende

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410166 | Jorge Resende | 02 Dez 2018 16:56 | Em resposta a: #410154

Quanto ao URGENTE no seu tópico, se tivesse ido a uma agência de documentos e pesquisas talvez fosse mais rápido, de qualquer forma, fez-se o que se pôde!

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410298 | Ajc.oliveira | 06 Dez 2018 23:54 | Em resposta a: #410154

Urgente??!!

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410299 | silvestre | 07 Dez 2018 07:44 | Em resposta a: #410298

A urgência desapareceu com o "achamento" ou então perdeu o sítio. Certamente aparecerão outros pedidos de ajuda com este ou outro nome, a chamar "o indivíduo" ou "o português" ao avô. Tanta é a afinidade...

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410302 | PAIVAMANSO | 07 Dez 2018 09:57 | Em resposta a: #410299

Um pedido de ajuda datado do dia 2 e completamente resolvido com sucesso 5 dias depois !?
Isto sim é amizade competência e solidariedade graciosamente oferecida com urgência !
Castro Gabriela em princípio terá 18 anos de idade e talvez tenha perdido o sítio.
A vida é frágil e cheia de imensos “talvez” que raramente podemos prever ou verificar.
Na dúvida, copiei todas as mensagens do tópico e enviei por email para Gabriela.
Curiosamente “o individuo” pela data de nascimento dele, e a data de nascimento de Gabriela, mais me parece um Trisavô Dela do que um Bisavô.
Saúdo o vosso excelente trabalho. Pelo menos mais uma pessoa foi ajudada.
Nalguns casos, pensamos que estamos a ajudar uma pessoa e estamos a ajudar pelo menos duas… tanto melhor, podemos sempre ser optimistas.
Ajudar alguém faz bem, mesmo que sem olhar a quem !
Abraço de amizade a todos, e abraço redobrado ao meu Grande Amigo Jorge Resende.
Jorge Santos

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410306 | silvestre | 07 Dez 2018 13:52 | Em resposta a: #410302

Caro Paivamanso,
O facto de o bisavô ter idade para trisavô é o ponto menos duvidoso, pois basta um ou dois nascimentos tardios. Mas esperemos a resposta.
Cumprimentos

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410322 | PAIVAMANSO | 08 Dez 2018 01:06 | Em resposta a: #410306

Caro Silvestre
Fiz as contas a 4 gerações x 30 anos, mas concordo consigo; poderei estar errado. Confesso que estou velho e cansado. Não julgue que estou a ironizar. A estas horas da noite pior ainda e por isso não sou capaz de perceber se para ser Bisavô teria ou não de ser ao contrário e haver dois ou três nascimentos em que os Pais fossem mais precoces. Não sei se chegará alguma resposta, ou um simples agradecimento, mas uma coisa é certa: No cimo da primeira mensagem, cliquei sobre « Castro Gabriela » e li os dados disponíveis ; Cidade Formiga, Minas Gerais, Brasil – data de nascimento ano 2000 – abri a caixa para enviar um email (clicando sobre « Enviar mensagem») colei as mensagens do tópico, que previamente tinha copiado, e enviei. Terá chegado á caixa de email de Gabriela pois recebi de imediato a confirmação = mensagem enviada com sucesso.= Isso foi há 10 horas atrás, e até agora não surgiu nenhuma resposta; nem aqui no fórum, nem na minha caixa de email. A ajuda foi dada. Isso é o mais importante. Esperemos que seja bem aproveitada.
Abraço Jorge Santos

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410326 | silvestre | 08 Dez 2018 09:49 | Em resposta a: #410322

Caro Jorge,

Foi apenas um pormenor. A moça parece muito precoce, na verdade, até estranho que tenha perdido o tópico, sendo de uma geração que consegue teclar e falar de outro assunto ao mesmo tempo. Com o meu filho de 20 anos ainda só consegui que ele me levasse a comprar kit's de DNA para toda a família porque isso sim, é genealogia para ele.
Louvo a abnegação dos confrades, também houve um período em que pesquisei e ajudei sem olhar a quem. Entre tanto "joio" conheci pessoas interessantíssimas, poucas, é certo, mas que valeram e valem o esforço ao ponto de hoje eu ser a "ligação à comunidade" de uma dessas pessoas, prima do meu filho, que conheci aqui, para além de ter pesquisado os ramos não comuns até ao limite dos livros que a ligam ao distrito de Coimbra. Com outras, partilho descobertas.
Infelizmente este tipo de atitude fria estende-se em relação a outras pessoas que têm árvores abertas noutros sites e recebem estes pedidos que mais parecem ordens por parte de advogados e parentes que antes nem os conheciam. Logo que obtêm os documentos desaparecem e fica tudo como dantes. O resultado é que deixaram de responder aos pedidos de ajuda...
Como estou a fazer doutoramento, não tenho muito tempo mas vou observando, não vá aparecer algum primo que não chame "português" e "indivíduo" ao antepassado, o que reduz drasticamente as hipóteses de ajuda. Há pormenores de construção de frases, organização do texto e vocabulário que se repetem em vários tópicos.

Votos de um bom fim de semana e felicidade!

Vera

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410359 | PAIVAMANSO | 10 Dez 2018 19:15 | Em resposta a: #410326

Estimada Vera Se a moça perdeu o tópico Ela recebeu toda a informação por email. Insisto nisso por ser verdade e para lembrar que é possível enviar emails para quem colocou mensagens no fórum. Basta clicar sobre o nome do Utilizador: por exemplo no seu caso « silvestre » entrar em “enviar mensagem” digitar o texto, enviar e aguardar a resposta por email.
A Vera ajudou muita gente que depois nem resposta lhe deu, isso é mau, acontece muito por aqui e não incentiva ninguém. Quanto àqueles que cobram a terceiros, as pesquisas, as informações e os documentos que recebem gratuitamente… acredito que os destinatários finais, nem sabem como entrar aqui no Fórum, e parte dos que aproveitam para facturar, serão advogados recém-formados, ou quase sem clientes, que vêm nos Processos de Pedido de Nacionalidade um meio de negócio para seguirem em frente, com mais ou menos dificuldades. Estou a tentar ser optimista.
Ao oferecermos informações, links, documentos, a alguém que depois por necessidade cobra a terceiros, na verdade estamos a ajudar a dobrar.
Também sempre preferi ajudar directamente a quem procurava os documentos dos seus próprios ascendentes, mas que me lembre, nunca recusei as minhas tentativas de ajuda a ninguém. Infelizmente em 4 ou 5 casos a informação fundamental que mais era necessária não apareceu e isso deixou a inevitável tristeza e frustração.
Felizmente, na esmagadora maioria dos casos em que fiz parte de grupos em tópicos onde tentei ajudar… os objectivos foram alcançados; não por mim, mas por todos os que ajudaram, e isso deu-nos muitas alegrias !
Depois com mais prática aventurei-me a ajudar sozinho. Dei muitas ajudas a quem me contactou em privado por e-mail e cada sucesso alcançado foi mais uma luz que me ajudou a lutar contra o meu pessimismo. Afastei-me das ajudas aqui no Fórum por falta de saúde e por velhice, mas guardo muitas histórias de pesquisas e de pessoas fascinantes. Aventuras cheias de emoções, em que armei em “investigador” e enquanto pude, fui aos Arquivos, pessoalmente, por telefone, por email, pesquisei ao vivo nas localidades, nas Igrejas, nos Cemitérios, tirei fotografias, cada nova descoberta de mais uma peça do puzzle era uma alegria redobrada …… comprei muitas fotocópias de Baptismos, Óbitos, Casamentos, alguns registos de Passaportes, que ofereci a desconhecidos a quem nunca apareci pessoalmente. Senti prazer ao imaginar as alegrias deles ao receberem essas ofertas. As pesquisas e os estudos da história e das Árvores de Costados e Genealógicas são uma paixão saudável, um vício sem contra-indicações. Lamento só ter descoberto este fascinante site do Geneal no ano de 2009, quando já estava aposentado e com pouca saúde.
Fui recompensado em dobro. Ganhei vários Amigos e Amigas virtuais, tão importantes do que alguns Amigos de há 50 anos. Um desses Amigos virtuais ajudou-me a encontrar os meus Primos que vivem no Rio de Janeiro e que por falta de documentos e de conhecimentos de como e onde os procurarem, tinham desistido de tentar voltar a pedirem a Nacionalidade Portuguesa, que lhes havia sido negada numa primeira tentativa, mas assim que pude falar com Eles, proibi-os de desistirem, fui pesquisar os assentos de Baptismo e de Casamento necessários e meses depois o processo foi concluído com sucesso. Jamais os nossos ancestrais poderiam imaginar que um dia tudo isto pudesse vir a ser uma realidade. Peço desculpa. Não me estou a gabar, mas não resisto a deixar aqui este balanço final.
Respeitoso abraço de amizade Jorge Santos

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410371 | silvestre | 11 Dez 2018 13:11 | Em resposta a: #410359

Caro Jorge,
Já conheço o Geneall desde o tempo em que se chamava Genea Portugal e esta é uma fase em que a genealogia deu lugar a outro tipo de buscas. Por acaso foram poucos aqueles que não me responderam pois quando tal aconteceu, ponderei e passei a seleccionar, tendo em conta as características da personalidade e a veracidade do perfil.
Com as pessoas que aqui encontrei a procurar sem intermediários, fiquei a saber que tomaram as rédeas da pesquisa pois os advogados cobram por cada documento "descoberto" mais que o salário de muitos portugueses e não estou a referir-me ao salário mínimo.
Quanto à genealogia em si, acredito que os nossos ancestrais soubessem que um dia toda esta teia se gerasse, por isso foram registando nascimentos e casamentos, para além de voltarem a registar os sobreviventes das invasões, como aconteceu em Alfaiates onde um livro desapareceu. Hoje, os tetranetos dos que se perderam por outras paragens reencontariam as raízes e são esses que eu quero encontrar, quer aqui, quer através da genealogia genética.
Um bom dia feliz!
Vera

Resposta

Link directo:

(Urgente) Assento de batismo

#410440 | PAIVAMANSO | 13 Dez 2018 18:45 | Em resposta a: #410371

Cara Vera Reli a mensagem anterior e vi que poderá pensar que armei em “samaritano” e competente. Não sou nada disso, nem quero parecer o que não sou. Admiro todas as pessoas que aqui no fórum ajudaram e continuam a ajudar desconhecidos. Tenho “inveja” de quem sendo muito mais competente do que eu, consegue dar ajudas importantes sem cometer o erro de fazer discursos desnecessários como os meus.
Permita-me que pegue nas suas palavras: « os advogados cobram por cada documento "descoberto" mais que o salário de muitos portugueses e não estou a referir-me ao salário mínimo. » Acredito que sim, e isso causa-me revolta, mas se eu me tivesse concentrado nessas injustiças, decerto teria desistido cedo, e não teria ajudado nem metade das pessoas que ajudei, quando na realidade eu gostaria era de ter ajudado dez vezes mais, especialmente a quem não tem como pagar a advogados.
A Vera diz « passei a seleccionar, tendo em conta as características da personalidade e a veracidade do perfil. » Por favor não me entenda mal, eu compreendo-a e gostaria de saber fazer selecções dessas, mas a Vera concordará comigo, que tal como diz o Povo “quem vê caras não vê corações” então imagine o dilema… se nem sequer as caras vemos. «acredito que os nossos ancestrais soubessem que um dia toda esta teia se gerasse, por isso foram registando nascimentos e casamentos,» Não a quero aborrecer, mas o que aprendi é que na maioria dos casos das pessoas a quem ajudei; os Brasileiros, descendentes de Avós ou Bisavós Portugueses, por várias razões fizeram questão de não manter os laços e os contactos com seus ascendentes.
Vejo que a Vera é optimista e isso é positivo. Talvez eu seja pessimista ao pensar que se os nossos ancestrais imaginassem que um dia seriam procurados por seus netos, bisnetos e trinetos, e caso quisessem ser encontrados, teriam tido o cuidado de deixarem bem claro para seus familiares, os nomes, as naturalidades, as datas, freguesias em que pelo menos Eles e os Pais Deles foram Baptizados e Casaram, aqui em Portugal, ou no Brasil. Isso não foi feito, aliás em muitas Famílias, esses assuntos sobre os ascendentes portugueses que tinham ficado em Portugal (tanto os vivos como os mortos) eram assunto tabu, proibido de ser abordado, e só quando surgiram estas leis que facilitam a Nacionalidade Portuguesa a Brasileiros Netos de Portugueses é que se deu o inicio da grande vaga de busca de dados.
Nas ajudas que dei, li centenas de documentos onde não constam as Freguesias nem os Concelhos nem as Datas onde Nasceram ou foram Baptizados aqueles que estavam a ser procurados, muito menos os Nomes e os dados dos Pais Deles.
A Igreja Católica registou os Baptismos Casamentos e Óbitos dos Cristãos, e quatro séculos depois surgiu o Registo Civil, mas a intenção não foi a de facilitar as pesquisas das Árvores Genealógicas ou as de Costados.
Conheço listas de Mortos pelos Franceses mas não do lugar de Alfaiates. Sugiro que a Vera diga o que actualmente procura e dê alguns dados para que neste fórum várias pessoas possam tentar ajudar.
Respeitosamente e com amizade. Jorge Santos

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 16 Dez 2018, 10:14

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen