Real - Amarante - Ajuda leitura assento

Este tópico está classificado nas salas: Arquivos | Regiões

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440195 | heinrich | 27 mar 2022 22:04

Boa noite!
Pedia ajuda para decifrar os pais de Belchior Dias
https://pesquisa.adporto.arquivos.pt/viewer?id=537574
Tif 5
O 3º casamento, folha da esquerda, Belchior Dias com Antónia Gonçalves.
Obrigado
AC

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440230 | Al.Cunha | 29 mar 2022 20:32 | Em resposta a: #440195

Prezado confrade

Boa tarde
Não me considero suficientemente habilitado para ser decifrador de escrita pelo que não tencionava dar qualquer resposta ao seu pedido.

No entanto, ao ler os assentos da imagem m0005.tif, verifiquei que quem acrescentou os nomes dos nubentes na margem esquerda dos assentos estava em dia aziago.

Começando pelo lado esquerdo.

1º assento: Escreveu Manuel mas não conseguiu ler (decifrar) o seu apelido. (eu também não consegui). Pode-se ver a grafia de *Dias*, com interesse para o 3º assento

2º assento: Dá o nome de Francisco Fernandes ao esposado quando este nome é, em meu entender, o do padre que os recebeu. O correcto nome seria Belchior Duarte(?)

3º assento: O nome do esposado é Belchior mas, em meu entender, o apelido não é de forma alguma Dias. (nem sei decifrar qual seja)
Em assentos antes e depois deste encontra-se a grafia utilizada para *Dias*

4º assento: Escreveu José Gomes quando não há qualquer dúvida que o verdadeiro nome é Baltazar Gomes.

Cumprimentos

Al.Cunha

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440250 | heinrich | 30 mar 2022 15:02 | Em resposta a: #440195

Boa tarde!
Obrigado pela resposta. De facto, o padre não estava nos seus dias. Creio também que já era de muita idade.
Quanto ao apelido do Belchior era mesmo Dias. Para o nome do pai, ainda tenho uma ideia; quanto ao da mãe é que não vou lá: tentei várias hipóteses, mas nunca me agradam.
Melhores cumprimentos,
António Caetano

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440252 | Al.Cunha | 30 mar 2022 16:49 | Em resposta a: #440195

Prezado confrade

Boa tarde.

Porque estou com interesse em saber qual a correcta leitura, mantendo a declaração de ser simples amador, vou dar a minha opinião (com curiosidade em saber a sua)

Belchior (dito) Dias – No primeiro assento da página (há outros logo a seguir) encontramos a grafia de Dias, quer em Ana Dias quer no seu pai Domingos Dias a qual, em meu entender nada se assemelha com a grafia de belchior iz : aqui falta a letra d, e iz insere-se não ao nível da linha de escrita mas bastante acima dessa linha.

Quanto ao nome do pai poderia tentar ler Pedro nunes ou Pedro annes.

Quanto ao nome da mãe poderei ler Sebastiana iz. (sem saber como ler iz quer aqui quer no caso Belchior). Não penso que as últimas letras de Sebastiana puxadas para a direita possam dar miz (Martins)

Já tentei procurar na freguesia de Banho mas os assentos só se iniciam em 1638-1640.

Cumprimentos
Al.Cunha

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440253 | JLCM | 30 mar 2022 18:03 | Em resposta a: #440195

Caro António Caetano

Talvez assim:

Na margem:
Belchior Dias
Antonia Gonçalvez

No texto:
Aos dezasete dias do mes de Marso de mil e quinhentos e noventa
e douus anos recebi eu Jacome Fernandez a Balchior filho de Pedro Anes e de
sua molher Julia(?)Teixeira da freguesia de Banho com Amtonia Gonçalvez
filha de Pedro Gonçalvez ja defunto e de sua molher Ana Gonçalvez meuus fregueses.

< > significa que está entrelinhado.

Cumprimentos.
João Matos

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440254 | JLCM | 30 mar 2022 18:08 | Em resposta a: #440195

Por qualquer motivo, depois de "Balchior" não se seguiu:

Cumprimentos.

João Matos

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440256 | JLCM | 30 mar 2022 18:12 | Em resposta a: #440252

Insisto.

Depois de "Balchior" escrevi sempre a palavra "Diaz", entre parênteses angulosos, o que nunca apareceu quando publicado.

João Matos

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440258 | heinrich | 30 mar 2022 18:47 | Em resposta a: #440195

Boa tarde!
Grato aos Confrades pelo interesse.
A minha leitura do nome do pai do Belchior também é a de Pedro Anes; sem grande risco de erro, parece ser o correcto.
Quanto à da mãe, também já tentei Júlia Teixeira, mas quando lá volto, fica-me sempre a impressão de que pode ser outra coisa: Justa, Helena (Jlena) e o apelido inclusive Gervaz (Jervaiz). Não sei!
Estes padres, que 400 anos depois nos vêm dar destas angústias...
Cumprimentos,
António Caetano

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440262 | Al.Cunha | 30 mar 2022 23:55 | Em resposta a: #440258

Prezados confrades

Boa noite.

Julgo que tem interessa ver o assento em e tombo, Porto, Amarante, Real, baptismos 1580-1645, m0005.tif

Em leitura rápida (e muitas falhas):
23 do mes de .... de 1582 baptizei eu Jacome Fernandes abade a Ana filha de ....... padrinho Belchior Dias (sem dúvida alguma) filho de Jmº miS e madrinha .......

Em meu entender Jmº mis é aceitável como leitura no local onde se sugeria Pedro annes.

Cumprimentos
Al.Cunha

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440267 | Al.Cunha | 31 mar 2022 13:16 | Em resposta a: #440258

Prezados confrades.

Bom dia

Será o caso de dois irmãos casados com duas irmãs?

Ver e tombo, Porto, Amarante, Real, casamentos , m003.tif

Aos 9 dias do mês de febro? de 1589 recebi eu Jacome Fernandes a Baltazar Dias de Banho? filho de Joanes anes e de sua mulher Polonia Dias com Maria Gonçalves filha de pero Gonçalves e de sua mulher Ana Gonçalves meus fregueses testemunhas presentes ………

Dará para tirar uma conclusão?

Cumprimentos
Al.Cunha

Resposta

Link directo:

Real - Amarante - Ajuda leitura assento

#440269 | heinrich | 31 mar 2022 13:51 | Em resposta a: #440267

Boa tarde!
Até agora, só encontrei raparigas do casal Pero Gonçalves e Ana Gonçalves: Antónia, Maria, Paula e Ana. A Antónia casa com o Belchior Dias, a Maria com o Baltazar Dias, a Paula com o Amador Dias e só a Ana é que casa com o Francisco Gonçalves. Há uma coincidência (?) de apelidos que por vezes ocorre em determinadas freguesias, quer dizer, uma proliferação do mesmo nome sem ligação familiar entre essas pessoas. Creio que em Tuías ou Freixo, no Marco de Canaveses, eram os Coutos;em S. Romão de Carvalhosa, Marco, quase todos os rapazes eram Romões, e assim por diante.
Agora há aqui uma minha interpretação que talvez faça sentido. No mesmo Tif 05, há, na página da direita , 2º assento, casamento de Santos Duarte com Francisca Antónia, uma referência à mãe do dito Santos Duarte e que parece tratar-se de Isabel Gonçalves; mas este nome Isabel está escrito como se o padre, em vez de Izabel, pronunciasse Jabel, Jabel Gonçalves. E se for assim, o Jabel (Isabel) poderia ser o nome da mãe do Belchior Dias, que, reparando na maneira como o padre grafa o nome, há umas certas parecenças entre os 2 Jabeis. E em Banho, que andou sempre muito associada a Carvalhosa, aparecem umas Teixeiras e creio que até mesmo uma Isabel Teixeira. É uma ideia.
Obrigado.
Melhores cumprimentos,
António Caetano

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT. Hora actual: 17 jul 2024, 18:23

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen