Família Pinto Carneiro

Este tópico está classificado nas salas: Formação | Brasil

Família Pinto Carneiro

#452911 | mariadeolinda | 12 mar 2024 23:56

Boa noite
O meu nome é Maria e estou a construir as árvores genealógicas diretas da minha família. Há uma Senhora de nome de solteira Lucinda Carneiro, nascida por 1865 (?). Casou com um tio bisavô e passou a assinar Silva, como nome de casada. Sabe-se isso, pois foi madrinha de batismo de uma menina em 1902. Esta Senhora era filha de um General. Terá tido irmãos que participaram nas campanhas de África. Há cerca de dois anos que tento encontrar o registo de batismo e o e casamento, pois casou (há fotos), mas não datas. Se algum dos confrades souber de algo que possa ajudar ficava grata. Não teve filhos. Existe um quadro dela em casa de família onde consta o seu nome. Existe a possibilidade de ter nascido no Brasil. Há também uma espécie de serigrafia antiga, já muito estragada, do seu pai, medalhado e fardado. Aguardo que alguém me possa ajudar. Cumprimentos, Maria Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452913 | Jorge Resende | 13 mar 2024 11:55 | Em resposta a: #452911

CLARO QUE APENAS COM ESTE HISTORIAL NÃO VAI A LADO NENHUM EM TERMOS DE AJUDA. QUEM ERA O MARIDO DE LUCINDA? QUANDO CASOU E ONDE? TIVERAM FILHOS?
SE MAIS INFORMAÇÕES HOUVER SERÁ ÚTIL, POIS NO MUNDO PODEM EXISTIR MUITAS LUCINDAS...
AJUDE PARA QUE ALGUÉM A POSSA AJUDAR.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452914 | mariadeolinda | 13 mar 2024 14:27 | Em resposta a: #452913

Obrigada pela colaboração. O marido era António Augusto Ferreira da Silva. Viveram em Mosteiro de Fráguas (Tondela) mas ela era lisboeta (viveu em Lisboa até casar). Era culta. Tocava piano, falava línguas. Sei que isto não ajuda, mas não encontro nem no #nosportugueses e outras plataformas que subscrevo. O marido foi tabelião. As pessoas de família que sabiam mais acerca dela já faleceram. Nos documentos, livros e fotos não há pistas. Só sabemos que era abastada, tinha piano em casa, pelo que deixou, nomeadamente enfeites de mulher, pela forma como se vestia e por ter colaborado com o marido, redigindo documentos. Se, de todo, não conseguir mais nada, irei consultar o espólio de Tabelião à época, que está arquivado. Estranho é ser eu que tenho a toalha de linho da mesa onde se redigiam os documentos, escrituras e outros da época, mas o tabelião era ele e não sabemos onde casou, pois ignoramos onde ela viva na cidade de Lisboa. Era num bairro rico, casa grande. Como não deixaram filhos é difícil, eu sei. Ele nasceu em 1858. Tenho a certidão de batismo dele. Em 1881 foi ao Brasil. Tenho o registo de pedido e passaporte (completo). Regressou, pois não gostou. Vou continuar a tentar e esperar que surja alguém que leia esta missiva. Sei também que teve irmãos, mas desconheço o nome deles. Grata pela ajuda. Subscrevo-me atentamente, Maria Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452931 | Jorge Resende | 14 mar 2024 18:39 | Em resposta a: #452911

D. Maria Ruas, como tem o passaporte do marido de Lucinda, p. favor diga-me qual o local de nascimento dele, e se houver, nome dos pais, pode ser que surgido o assento de batismo dele haja algum averbamento sobre o casamento dele.
A dificuldade mantém-se...

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452932 | Jorge Resende | 14 mar 2024 18:42 | Em resposta a: #452911

E como tem o assento de batismo, então dali informe o lugar de batismo, data e nome dos pais

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452933 | mariadeolinda | 14 mar 2024 19:04 | Em resposta a: #452931

Boa noite
O nome de batismo é Fernando, nascido a 4 de novembro de 1858 e batizado a 14 de novembro deste mês. O pai foi João Antunes do Mosteiro e a mãe Margarida de Jesus, de Frágoas, Mosteiro de Fráguas, Viseu. Faleceu em 13 de agosto de 1946. Foi Tabelião de S. Miguel do Outeiro desde 31/12/1888 até cerca de 1925. Era proprietário. Não teve descendência direta. Teve sobrinhos a quem pagou estudos universitários. Já é mais um pouco. Da parte dele tenho informações, mas a mulher, Lucinda Carneiro que passou a assinar Silva, após o casamento, não encontramos mais nada. Só memórias que desapareceram com o falecimento da minha sogra, sobrinha neta.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452934 | mariadeolinda | 14 mar 2024 19:06 | Em resposta a: #452911

Por sua vez, a minha sogra também foi filha única e teve um primo que já não conheci. Os descendentes desse primo nada sabem.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452935 | Jorge Resende | 14 mar 2024 19:18 | Em resposta a: #452911

TINHA DITO QUE O NOME DELE ERA ANTÓNIO AUGUSTO FERREIRA DA SILVA... MAS AFINAL ERA FERNANDO AUGUSTO FERREIRA DA SILVA, CERTO?

DEVE SOLICITAR POR CARTA OU EMAIL À CONSERVATÓRIA DE TONDELA, CÓPIA SIMPLES , REPITO CÓPIA SIMPLES, 1 EURO POR CADA FOTOCÓPIA, DO ÓBITO DELE, FALECEU EM 13 DE AGOSTO DE 1946, PODE HAVER ALI ALGUM AVERBAMENTO SOBRE O CASAMENTO DELE, OU SOBRE LUCINA, QUEM SABE...

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452936 | Jorge Resende | 14 mar 2024 19:47 | Em resposta a: #452911

fERNANDO ERA SOLTEIRO EM DEZEMBRO DE 1898, VIVIA EM MOSTEIRO DE FRAGUAS...

MAIS UM FAVOR LHE PEÇO PARA AJUDAR A PESQUISA:
DISSE NO SEU PRIMEIRO ESCRITO QUE "CASOU COM UM TIO AVÔ".... O TIO AVÔ ERA SEU OU ERA DA LUCINDA?????

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452938 | mariadeolinda | 14 mar 2024 20:28 | Em resposta a: #452936

Desculpe. No primeiro post enganei-me. Ele era Fernando. O sobrinho é que foi António. Lucinda casou com Fernando Augusto, o Tabelião.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452939 | mariadeolinda | 14 mar 2024 20:31 | Em resposta a: #452938

Ora, irei fazer isso. Posso pedir na Conservatória. Nem me tinha lembrado, pois não consta nos registos públicos. Talvez conste em Jornal da Época daqui da zona, pois era comum.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452940 | Jorge Resende | 14 mar 2024 20:59 | Em resposta a: #452911

uMA VEZ QUE VIVE EM TONDELA JUNTO DA CONSERVATÓRIA DEVE PEDIR O REGISTO DE ÓBITO DE FERNANDO, E SE PEDIR PARA PESQUISAREM POSSIVEL CASAMENTO NA ZONA DE MORTE DELE, ENTRE 1899 E.... 1905.... PODE SER QUE ELES TIVESSE CASADO POR AÍ.

SE ENCONTRAR O ASSENTO DE CASAMENTO, LÁ ESTARÁ INFORMAÇÕES SOBRE LUCINDA.
NO ARQUIVO DISTRITAL DE VIZEU, OS LIVROS DE CASAMENTOS DE MOSTEIRO ESTÃO DIGITALIZADOS ATÉ 1896, PODE TENTAR TELEF, PARA LÁ E INDAGAR SE ESTÃO OU NÃO ALI OS LIVROS DE CASAMENTOS DE 1897 EM DIANTE.
DIGA DEPOIS QUALQUER COISA, PFAVOR

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452945 | Jorge Resende | 15 mar 2024 11:37 | Em resposta a: #452911

Não se me afigura fácil a sua tarefa.
Repare no seguinte:
O pedido de passaporte desse Fernando Augusto Ferreira da Silva em 1881 diz que ele era trabalhador.
Onde foi encontrar o nome desse Fernando como sendo o do marido de Lucinda?
Ser tabelião ou modernamente notário, obrigava a pelo menos ter concluido 3º ano da Universidade de Coimbra naquela época, onde nada encontrei com esse nome como aluno, pelo que fiquei a pensar poder tratar-se de um homónimo, e também repare nisto:
o tabelião em 1898 era solteiro, se o marido de Lucinda fosse o Fernando do assento de batismo que já viu, teria em 1898 40 anos...
Os documentos que menciona ter em seu poder sobre Fernando , batismo, pedido de passaporte foi a Senhora que os foi pesquisando ou estavam na sua família há muito????
E depois, um pormenor, Lucinda diz-me que foi Silva por casamento... Mas não teria sido natural ser Ferreira da Silva????
Como chegou a Fernando Augusto Ferreira da Silva?

Fiquei com dúvidas, confesso.
Mas há dúvidas que facilmente se dissipam. Como no assento desse Fernando que apanhou o batismo em 1858 indica ano de morte, se encontrar o óbito dele na Conservatoría de Tondela, talvez aí diga o nome da conjuge na eventualidade de ter sido casado, depois se verá o nome da mulher se ali estiver indicado.

Desculpe tantas dúvidas mas só se pode chegar a uma conclusão depois de avaliados todos os factos.
cumprimentos

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452949 | mariadeolinda | 15 mar 2024 18:16 | Em resposta a: #452945

Boa tarde. Pode parecer estranho, mas ela trabalhou com ele no cartório. Ele fez estudos e ficou com o cartório por "herança". Era uma família abastada. Ele conheceu Lucinda em Lisboa, onde ia com frequência. Um retrato a carvão, em grande tamanho tem o nome dela. Não sabemos se foi Ferreira da Silva ou só Silva. Em finais do século XIX (com 23anos) vai ao Brasil e regressa. Não era ainda casado. Vem a falecer e está sepultado no cemitério de Mosteiro de Fráguas, em 1946. Nós, descendentes, não sabemos onde ela está sepultada. A minha sogra dizia que estava no mesmo cemitério. Casam tarde, daí não terem descendência. Teve um sobrinho que foi médico em Arronches, Portalegre, onde casou. Foram eles que lhes pagaram os estudos, aos sobrinhos. Temos as fotos deles juntos e do casamento. Só faltam algumas pontas, pois não há assim tantas Lucindas como eu pensava e não sabemos se foi batizada em Portugal ou Brasil. Também sabemos que a família dela tinha propriedades no Douro. A mãe, à morte do marido, não estando habituada à gestão foi enganada por um feitor. Perderam as terras e viviam em Lisboa. Sabemos da existência deles, como casal, num registo de batismo de 1903, onde surgem como casados e proprietários tendo dado à menina o nome de Lucinda. Vou consultar os registos e pedir certidões para continuar.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452950 | Jorge Resende | 15 mar 2024 18:44 | Em resposta a: #452911

HÁ UM DADO IMPORTANTE QUE SE RELACIONA COM O CASAMENTO DELES. VI O ASSENTO EM QUE ELES FORAM PADRINHOS EM 1903, E PORTANTO COMO DISSE E VI ERAM CASADOS.

COMO OS LIVROS PAROQUIAIS DE MOSTEIRO DE FRAGUAS DE 1897 ATÉ 1911 NÃO ESTÃO DIGITALIZADOS, DEVE SOLICITAR AO ARQUIVO DISTRITAL DE VISEU PESQUISA DO CASAMENTO DELES ENTRE 1897 ATÉ 1902, E SE ELES CASARAM EM MOSTEIRO, SE ENCONTRADO O ASSENTO, TUDO ACERCA DELA ESTÁ NESSE ASSENTO DE CASAMENTO.

RESUMINDO:
NA CONSERVATÓRIA DE TONDELA, DEVE PEDIR CÓPIA SIMPLES DO ÓBITO DELE EM 1946
POR EMAIL AO ARQUIVO DISTRITAL DE VISEU, DEVE PEDIR CÓPIA SIMPLES DO CASAMENTO, INDIQUE NOMES E LOCAL DE CASAMENTO,

VOU VOLTAR A PESQUISAR CASAMENTOS EM MOSTEIROS DE 1896 PARA TRÁS, PODE SER QUE TENHA SORTE. AQUI VOLTAREMOS

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452952 | Jorge Resende | 15 mar 2024 19:09 | Em resposta a: #452911

PROVAVELMENTE NÃO CASARAM EM MOSTEIRO, E TALVEZ EM LISBOA, POIS, POR TRADIÇÃO, ANTIGAMENTE, OS CASAMENTOS ERAM NAS TERRAS DE NASCIMENTO DAS NOIVAS, SE ELA VIVIA EM LISBOA, TALVEZ ALI TIVESSEM CASADO.
QUANTO À MORTE DELA, DEVE TER MORRIDO EM MOSTEIRO TAL COMO FERNANDO...

É IMPORTANTE PARA AJUDAR A ESCLARECER O MISTÉRIO QUE APANHE O REGISTO DE ÓBITO DELE.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452953 | Jorge Resende | 15 mar 2024 19:21 | Em resposta a: #452911

EM 1898 NOUTRO BATISMO EM QUE ELE FOI PADRINHO EM MOSTEIRO, ELE ERA SOLTEIRO, ASSIM O PERIODO DE CASAMENTO ENCURTA, DEVENDO PEDIR PESQUISA A VISEU DE CASAMENTO FERNANDO-LUCINDA NOS ANOS DE 1899 A 1902.

SABE QUEM MORREU PRIMEIRO? SE SOUBEREM ALGO JUNTO DO CEMITÉRIO DE FRAGUAS, NA SECRETARIA PODE PEDIR PARA VEREM DATA E REGISTO DE ENTRADA DELA ALI.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#452955 | Jorge Resende | 15 mar 2024 23:36 | Em resposta a: #452911

É uma pena não haver nomes mais completos, por exemplo, o nome do pai de Lucinda, apenas Carneiro é pouco... Mesmo o nome dela, Lucinda Carneiro que redunda em Lucinda Silva pensa-se que por ter casado com Fernando, são falhas que dificultam qualquer pesquisa.

a fotografia do casamento dela não tem um carimbo do fotografo pois poderia ficar-se a saber se casou em Lisboa ou em Mosteiro...
Porquê refere que ela pode ter nascido no Brasil? A mãe seria brasileira????

não descure a ida à Conservatória, creio que o óbito dele pode ajudar na pesquisa.
diga depois alguma coisinha!!!!

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453182 | mariadeolinda | 27 mar 2024 22:34 | Em resposta a: #452955

Boa noite
Pesquisei a certidão de óbito do meu tio e descobri que faleceu em 1941; a Lucinda Carneiro e Silva pelo casamento nasceu em Valpaços. Não casou em Valpaços, deve ter casado em Lisboa, onde viveu antes de casar e não faleceu em Valpaços, pois não foi lá sepultada, nem em Mosteiro de Fráguas; deve ter sido sepultada em Lisboa. Tenho que continuar as pesquisas. Ainda não tive tempo de ver sobre o casamento, mas como não foi aqui não está a ser fácil. No fim, há-de encontrar-se.
Cumprimentos Maria Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453183 | mariadeolinda | 27 mar 2024 22:35 | Em resposta a: #453182

Peço desculpa, faleceu em 1946 e está averbado que ela faleceu em 1930, só não refere onde.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453184 | Jorge Resende | 27 mar 2024 23:32 | Em resposta a: #452911

FALECEU EM 1946 ONDE????

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453186 | Jorge Resende | 28 mar 2024 00:32 | Em resposta a: #452911

pELO MENOS SABE QUE ELA NASCEU EM vALPAÇOS, ONDE VIU ISSO?
VI ASSENTOS DE NASCIMENTO EM VALPAÇOS 1883 A 1888 E NADA ENCONTREI SOBRE ELA.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453190 | mila1000 | 28 mar 2024 12:45 | Em resposta a: #452911

Nada localizei em nome de Fernando e Lucinda no Rio de Janeiro.

Em 1919 consta óbito de Nair Ferreira da Silva , recém nascida, filha de Augusto Ferreira da Silva, português, e , Lucinda Pereira da Silva.
Impossivel ler o documento no familysearch, Rio de Janeiro.
Não acredito que seja o Fernando ...


No Viseu vi que há passaporte de Fernando em 19/03/1881 , 22 anos, com destino Rio.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453278 | mariadeolinda | 01 abr 2024 16:25 | Em resposta a: #453190

Boa tarde
Como já fui investigando, na certidão de óbito de Fernando, esta refere ter falecido viúvo de Lucinda Carneiro e Silva, a qual falecera em 1930. Refere que o Concelho e a freguesia de nascimento foram Valpaços. Ele nasceu em 1858 em Mosteiro de Frágoas. Ele conheceu-a em Lisboa onde ia com alguma frequência a casa de amigos e aí terão iniciado noivado (fontes familiares). Na certidão de óbito nada mais refere, além de ele ser viúvo. Aqui em Tondela pesquisámos três anos antes e três depois da data referida como falecimento dela e nada foi encontrado. Ela seria um pouco mais velha que ele, de acordo com a família. Ela terá falecido em Lisboa e sido sepultada também junto da família dela. Não foi sepultada aqui e também não casou cá. Deve ter casado em Lisboa. De momento, não tenho acesso às fotos para verificar alguma pista. É tudo o que sei. Continuo a pesquisa. Grata pela ajuda, Maria Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453282 | Jorge Resende | 01 abr 2024 19:42 | Em resposta a: #452911

LISBOA TEM 10 CONSERVATÓRIAS. CORRI-AS NO ANO DE 1930, E NADA VI SOBRE LUCINDA.
CLARO QUE O DISTRITO DE LISBOA É MUITO GRANDE, DIZER-SE QUE PODE TER MORRIDO EM LISBOA, TANTO PODE TER SIDO NA CIDADE DE LISBOA, COMO NOS SEUS ARREDORES, OEIRAS, SINTRA, ETC.
CONTINUAMOS SEM PODER AJUDAR... BEM SABE QUE OMOLETAS TÊM DE LEVAR OVOS, E NESTES CASOS, SÃO PRECISAS MAIS INFORMAÇÕES, SÓ ASSIM SE PODE CHEGAR A BOM PORTO, SEM INFORMAÇÕES, É COMO PROCURAR UMA AGULHA NUM PALHEIRO.
AO DISPÔR

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453285 | mariadeolinda | 02 abr 2024 10:09 | Em resposta a: #453282

Bom dia. Agradeço sinceramente a colaboração, mas tal como só agora descobri que nasceu em Valpaços, o que não imaginavamos, também não sabemos onde faleceu, dado que não foi aqui na zona de Tondela. Como diz, tudo o que é pesquisa é bem difícil. Passei milhares de horas em Bibliotecas para fazer licenciaturas, Mestrados e Especializações e sei que nada é impossível. Já me direcionei em várias pistas. Eu pensava que seria impossível encontrar o pai de um bisavô meu. Demorei quatro anos, mas até foto já encontrei. É só uma questão de resiliência e lá chegarei. Grata pela colaboração e com o tempo tudo encontrarei.
Cumprimentos, Maria Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453286 | Jorge Resende | 02 abr 2024 10:14 | Em resposta a: #452911

TAMBÉM PODERÁ ENVIAR EMAIL PARA OS CEMITÉRIOS DE LISBOA , PRAZERES E ALTO DE SÃO JOÃO, PARA INDAGAR SE EM 1930 ALI DEU ENTRADA O CORPO DE LUCINDA... É MAIS UMA TENTATIVA DE PESQUISA...
CUMPRIMENTOS

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453287 | Jorge Resende | 02 abr 2024 10:46 | Em resposta a: #452911

https://pesquisa.adb.uminho.pt/details?id=1627966&ht=carneiro&detailsType=Description

TERIA SIDO ANTES CASADA????

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453288 | mariadeolinda | 02 abr 2024 13:28 | Em resposta a: #453287

Não ponho de parte essa hipótese, pois tenho dados que me levaram a outra pista há um ano, a qual pus de parte por não contar esse caso. Logo lhe mando os dados.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453289 | mila1000 | 02 abr 2024 14:18 | Em resposta a: #452911

Como descobriu que Lucinda nasceu em Valpaços ?

Tudo que souber, por favor, informe. Não há como ajudar sem que saibamos o que sabe.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453290 | ADB | 02 abr 2024 14:20 | Em resposta a: #453289

Caro Jorge

A que encontrou é Luísa e não Lucinda ... e mesmo que fosse, não faltarão por aí homónimas.

Abraço,

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453291 | ADB | 02 abr 2024 14:22 | Em resposta a: #453290

Cara Maria Ruas

Pode enviar-me a certidão de óbito dele por e-mail? Gostaria de a ver.

Cumprimentos,

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453294 | mariadeolinda | 02 abr 2024 17:45 | Em resposta a: #453291

Gostava imenso, mas agora o procedimento aqui no registo civil é colocarem online o registo e paga-se. Como não dão cópia, deram-me todos os elementos e registei. Não me preocupei com isso, mas posteriormente, posso requerer para colocarem on-line. Ela é Lucinda, conforme consta num retrato feito a carvão, datado de 1901, e com todas as informações da família já falecida. De momento, não tenho acesso à casa, pois é de um cunhado meu que a herdou, mas posso, logo que ele autorize, fotografá-lo, para se perceber melhor. Creio que até está assinado pelo artista, desenhador. A minha sogra referia que os irmãos dela teriam participado das Campanhas de África, mas não sei as datas. O pai teria sido general e o único que encontrei foi no Brasil, José Pinto Carneiro. Ele terá casado com uma senhora inglesa, Joanna Waddington, da qual enviuvou. Daí não teve descendência. Terá casado em Lisboa com outra senhora da qual teria tido uma descendente Lucinda Carneiro, mas esta teria casado com Nôvor Cardoso. Deixei esta pista, pois não enquadrava com o outro casamento seguinte, mas pode também ter ficado viúva e voltado a casar o que não tnhamos posto em questão.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453297 | Jorge Resende | 02 abr 2024 19:48 | Em resposta a: #452911

CARO FILIPE, DE QUANDO EM QUANDO SURGE ÁGUA DEBAIXO DOS PÉS...
TEM RAZÃO, PEÇO DESCULPA PELO MEU ERRO.
UM ABRAÇO
RESENDE

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453298 | ADB | 02 abr 2024 20:13 | Em resposta a: #453294

Cara Maria Ruas

Uma pena ...

Pelo que vejo, as Conservatórias estão a complicar a vida às pessoas. Por um lado, e é grave, não estão a cumprir a lei. Ela diz que devem incorporar livros nos Arquivos Distritais de 5 em 5 anos, sendo os nascimentos com mais de 100 anos, casamentos 50 e óbitos 30. Quase nenhuma cumpre a lei e, por incrível que pareça, ainda têm em sua posse livros do séc. 19, o que é inadmissível. As pessoas deviam reclamar para quem manda nas Conservatórias e obrigá-las a cumprir os prazos. Assim, fica a cargo dos Arquivos a disponibilização das imagens on-line, o que alguns já estão a fazer. Na pior das hipóteses colocam os índices e as pessoas podem obter cópias simples por e-mail.

Também gostaria de saber o motivo de não darem cópias simples às pessoas. Curioso que, se o procedimento for igual ao do seu caso, têm muito mais trabalho a dar as informações às pessoas (e podem cometer erros) do que digitalizar o assento e enviá-lo por e-mail. Mas é o país que temos, onde se faz o que quer e não se cumpre a lei.

Sabe se também colocam cópias simples on-line? Pensei que fossem só as certificadas.

Passando à Lucinda, o que sabe dela é por informações da sua sogra? São fiáveis? Como é que ela sabia o nome do pai (é mesmo esse José Pinto Carneiro?) e não sabe o da mãe? E que o pai tinha sido casado antes com uma inglesa ... E depois em Lisboa com a mãe da Lucinda, indo ter a filha a Valpaços? E esse 1º marido da Lucinda ...

Tente verificar as informações que tem e coloque todas as cartas na mesa.

Se ficar perto para si e eles permitirem, tente fazer uma transcrição do assento de óbito, pricipalmente da parte onde fala da Lucinda e da sua naturalidade. E veja se à margem do assento há averbamentos.

Cumprimentos,

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453300 | Jorge Resende | 02 abr 2024 21:53 | Em resposta a: #452911

"O general Pinto Carneiro, uma das sum- midades do exercito portuguez e escriptor
distinetissimo, foi recolhido doudo ao
hospital de Rilhafolles, em Lisboa."

NOTICIA NA GAZETA DE NOTICIAS DO RIO DE JANEIRO, DE 5.10.1888, EDIÇÃO 277
sERÁ O PAI DE LUCINDA????

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453301 | Jorge Resende | 02 abr 2024 22:12 | Em resposta a: #452911

https://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=891029&Pesq=%22GENERAL%20%20PINTO%20CARNEIRO%22&pagfis=8609

A MESMA NOTÍCIA ONDE SE FALA DE UMA FILHA...

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453302 | Jorge Resende | 02 abr 2024 22:25 | Em resposta a: #452911

JORNAL DE LISBOA, 4ª COLUNA

https://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=890820&pesq=%22GENERAL%20%20PINTO%20CARNEIRO%22&hf=memoria.bn.br&pagfis=22405

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453303 | Jorge Resende | 02 abr 2024 22:31 | Em resposta a: #452911

https://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=890529&pesq=%22GENERAL%20%20PINTO%20CARNEIRO%22&hf=memoria.bn.br&pagfis=5644



EM 28 DE SETEMBRO 1888 REGRESSOU A CASA - 3ª COLUNA

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453306 | mila1000 | 03 abr 2024 02:06 | Em resposta a: #452911

O nome desse general seria José Pinto Carneiro?

Batismo José na freguesia Ajuda, Lisboa em 10/07/1831 imagem 89.tif


pais: Joaquim Pinto Carneiro, cabo de esquadra de regimento de ??? da Beira Alta e de Maria José Bernarda ou Bernardes, recebidos freguesia São Dinis em Vila Real


https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4812368


Algumas noticias do general:
- em 1883 ele e familia foram hospedes caldas da Rainha

- em 21/09/1886 ele e familia se hospedaram no Hotel Costa em Caneças

- irmãs do general muito doentes na Ilha da Madeira em 1888

- sobrinha do general Josephina Pinto Carneiro Perestrallo muito doente em 1890

correspondencias e despachos do general em campo de Santanna, Lisboa

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453316 | mariadeolinda | 03 abr 2024 15:52 | Em resposta a: #453301

É interessante, dado que ela não terá casado antes do falecimento do pai, pois teria que cuidar dele. Após o seu falecimento, ela passou a ter uma "tensa", que lhe era entregue mensalmente. A minha sogra, que faleceu em 2012, era sobrinha neta de Fernando Silva. Ele não teve descendentes. A herdeira quase universal foi a minha sogra, Constança Almeida Ruas, filha única de uma sobrinha de Fernando Silva. O tio dela Virgílio Ferreira da Silva, um dos sobrinhos de Fernando Silva, Tabelião, foi médico em Arronches. Ele e a Tia Lucinda. como era conhecida de todos, ajudaram a formar os dois sobrinhos, um médico e outro em Leis, Bernardo Silva, que por sua vez teve uma irmã gémea, mãe da minha sogra, que não estudou além do que era costume em muitas mulheres destas famílias. Dedicou-se aos lavores, à casa e a orientar o pessoal doméstico. A Tia Lucinda trouxe de Lisboa à época um piano, falava várias línguas, inclusivamente conhecia o Latim e ajudou o marido na transcrição dos documentos. O acervo de S. Miguel do Outeiro até à data de 1926 passou para o arquivo distrital de Viseu. Talvez aí eu encontre respostas. Não fui lá, pois tenho profissão e a ocupação não me permite ainda tirar mais conclusões. Houve ainda outro sobrinho de Virgílio, mas há uma história complicada por causa da permanência dele na Universidade. Não posso falar dela, pois o neto e a restante família não gostam que se trate deste assunto. Até o Bispo do Porto foi abordado à época. Tem a ver com comportamentos com os quais a família não concordava, esbanjamento de bens, gastos considerados impróprios para um jovem de 18 anos, que não queria saber dos estudos. Mais tarde cai em desgraça e acaba por só herdar o piano, que já lhe tinha sido oferecido pelo casamento. Os restantes bens foram quase todos herdados pela minha sogra, dado não haver mais descendentes. Eu vou averiguar mais. No caso dos registos de Valpaçõs, as datas que eu precisava não têm os livros online. Grata.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453317 | mariadeolinda | 03 abr 2024 15:55 | Em resposta a: #453306

Vou ver tudo isto. De certeza vai ajudar. Muito obrigada.
Cumprimentos
Maria Deolinda Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453321 | Jorge Resende | 03 abr 2024 17:24 | Em resposta a: #452911

SEM PRETENDER COMPLICAR A SUA JÁ LONGA E ANSIOSA PESQUISA, RESTA-ME DIZER QUE O TAL GENERAL, QUE SEGUNDO LI ERA FREQUENTADOR DO CAFÉ SUIÇO EM FRENTE À ESRAÇÃO DE COMBOIOS DO ROSSIO, AO LAADO DO EXTINTO CAFÉ MARTINHO, NOS ANOS 80 DE FIM DE SÉCULO XIX, E LI TAMBÉM QUE AQUANDO O SEU CURTO INTERNAMENTO EM RILHAFOLES, JULGO TER SIDO O HOSPITAL PSIQUIATRICO MIGUEL BOMBARDA, O GENERAL PINTO CARNEIRO MORAVA NO CAMPO SANTANA, HOJE CAMPO MARTIRES DA PÁTRIA, FREGUESIA DE SÃO JORGE DE ARROIOS, ONDE EXISTE O PATRIARCADO DE LISBOA, A FACULDADE DE MEDICINA DA UNIV NOVA. CONVINHA PESQUISAR A MORTE DO GENERAL, SE ELE FICOU AVARIADO EM SETEMBRO DE 1888, PODE TER MORRIDO DEPOIS DISSO, E SE ENCONTRAR ASSENTO DE BATISMO, PODE DEPOIS NO JORNAL DIARIO ILUSTRADO ONLINE, VER NOTICIA DA MORTE PODE SER QUE REFIRAM NOMES DE MULHER E FILHA.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453322 | Jorge Resende | 03 abr 2024 17:33 | Em resposta a: #452911

AINDA SOBRE O PEDIDO DO REGISTO DE ÓBITO DE FERNANDO, DEVERÁ INDAGAR O PORQUÊ DE NÃO LHE DAREM EM PAPEL, CÓPIA SIMPLES, MAS DE QUALQUER FORMA, MESMO QUE LHE ENVIEM PARA COMPUTADOR, NÃO DEVE CUSTAR MAIS DE 2, 3 EUROS...

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453323 | Jorge Resende | 03 abr 2024 17:36 | Em resposta a: #452911

https://arronchesemnoticias.blogspot.com/2013/02/arronches-bicas-da-fonte-elvas.html


VIRGILIO TEM ESTÁTUA EM ARRONCHES

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453324 | Jorge Resende | 03 abr 2024 17:48 | Em resposta a: #452911

O GENERAL SERIA JOSÉ COMO INFORMOU OU JOÃO, ESTE QUE JUNTO???
oão Pinto Carneiro
Informações sobre o escritor
Nome completo: João Pinto Carneiro
Nascimento: 1817 - Rio de Janeiro, RJ
Morte: Portugal
Descrição: Militar, teatrólogo, comendador da Ordem de São Bento de Avis, da de Cristo e da de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa e oficial da Ordem da Torre e Espada, todas de Portugal, oficial da ordem francesa da Legião de Honra e condecorado com a medalha de duas campanhas de liberdade. Escreveu diversas traduções e imitações de óperas estrangeiras, que foram representadas no Teatro de Dona Maria II, de que foi diretor, e em outros, e colaborou na Gazeta Militar, na Revista Militar e em vários periódicos de Portugal, como o Jornal do Porto em sua fundação, e foi correspondente do Jornal da Bahia por mais de vinte anos.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453326 | Jorge Resende | 03 abr 2024 18:00 | Em resposta a: #452911

PODE VER SE O RETRATO A OLEO DO GENERAL É IGUAL AO DESTA GRAVURA?

https://purl.pt/14328/1/j-1244-g_1881-01-28/j-1244-g_1881-01-28_item2/j-1244-g_1881-01-28_PDF/j-1244-g_1881-01-28_PDF_24-C-R0150/j-1244-g_1881-01-28_0000_1-4_t24-C-R0150.pdf

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453327 | mariadeolinda | 03 abr 2024 19:32 | Em resposta a: #453323

Sim. Foi uma homenagem do povo. Ele nem queria. Era muito reservado. Foi em vida e ele chamava à estátua: "o boneco". Ele atendia todas as pessoas e como não precisava, não levava nada e ainda mandava dar comida aos que precisavam. Ele casou com Dona Constança Romão Tenório, tendo falecido sem descendentes diretos, pois ela não quis ter filhos. Parte dos terrenos que deixaram são nossos por herança. Casaram em 24/06/1907 na igreja de Assunção. Passaram a morar na Herdade da Figueira, que hoje não sei a quem pertence, pois tinham várias herdades. O pai dela foi Francisco Romão Tenório e a mãe, Isabel Ponces Tenório.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453329 | mariadeolinda | 03 abr 2024 20:03 | Em resposta a: #453326

bem. Guardei o jornal. Estive a ver as datas e este general foi o que encontrei no Brasil, que casou com Joana Helena Waddington no Brasil em 21 de maio de 1835. Filho de João Pinto Carneiro e Mariana Jacinta Pinto. A mulher dele seria filha de um militar inglês. Li o texto e tudo leva a crer que seja este que vem mais tarde a casar por segunda vez em Portugal. Tem uma filha que vem a casar com Ricardo Cândido de Furtado de Antas. Não o reconheço na foto, pois a outra é a cores, em formato de corpo inteiro, loiro, com grande bigode, fino e enrolado nas pontas. Está medalhado e vestido com traje de gala do exército. Não se lhe pode mexer, pois está a desfazer-se. Tenho que o fotografar, quando mo autorizarem (o meu cunhado). Além disso, a cara é diferente, mais magro. Agradeço e já guardei o documento, pois quem sabe são parentes e vai-se preenchendo o puzzle.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453330 | mariadeolinda | 03 abr 2024 20:11 | Em resposta a: #453323

Sim, é ele. Foi considerado o pai de muita gente, chegando a tratar um fugitivo pela calada da noite com grande perigo de ser preso, mas foram buscá-lo de arma em punho e ele tratou-o e não lhe fizeram mal. Era conhecido em todo o distrito de Portalegre pela sua bondade. Isto dito por quem o conheceu, nomeadamente a família e os amigos.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453331 | mariadeolinda | 03 abr 2024 20:19 | Em resposta a: #453324

Havia vários militares na família. A própria Lucinda tinha irmãos militares que foram para África. Estou desejosa de encontrar um registo dela, pode crer. As idades também têm que ser comparadas que é o que vou fazendo. Estava a estudar outra parte da família, mas da minha direta. Cheguei já a um tetravô. Agora parei essa parte para me dedicar só a esta. Uma de cada vez. Só o meu tetravô teve 18 filhos e era proprietário em Tarouca/ Cravaz, José Sarmento. Descobri parte do que precisava com um livro que herdei diretamente do meu avô, em que o meu tetravô registou datas de nascimento e até a data em que fez o recenseamento militar. É um luxo! É bem mais fácil!? Vou continuar. Obrigada.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453332 | mariadeolinda | 03 abr 2024 20:20 | Em resposta a: #453322

Sim. Logo que possa, vou lá. A Sra. é simpática. Vou conseguir.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453334 | Jorge Resende | 03 abr 2024 21:07 | Em resposta a: #453332

https://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=891029&Pesq=%22jo%c3%a3o%20pinto%20carneiro%22&pagfis=12977


veja necrologia
o general morreu em lisboa no dia 14 de abril de 1892

joão pinto carneiro

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453336 | Jorge Resende | 03 abr 2024 21:54 | Em resposta a: #452911

https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4816223
tif 746, óbito de joão pinto carneiro, casado com maria carolina pinto carneiro, deixou filha menor

freguesia da Pena

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453359 | Jorge Resende | 05 abr 2024 20:21 | Em resposta a: #452911

FICOU NO AR A PERGUNTA :
AO REFERIR COMO NATURALIDADE DE LUCINDA, A VILA DE VALPAÇOS, ONDE APANHOU ESSE DADO?

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453363 | ADB | 05 abr 2024 21:26 | Em resposta a: #453359

Caro Jorge

Parece-me ser no óbito do marido, que eu já disse que gostaria de ver ou, em alternativa, uma transcrição dessa parte do texto.

Quando a Confreira diz que de Valpaços, das datas que ela precisa, não há livros on-line, eu não vi falhas nenhumas ... É melhor esclarecer que datas são.

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453367 | Jorge Resende | 05 abr 2024 21:57 | Em resposta a: #452911

INVENTÁRIO OBRIGATORIO POR MORTE OU DE JOÃO PINTO CARNEIRO OU DE SUA MULHER, MARIA CAROLINA PINTO CARNEIRO 1892.... ANO DA MORTE DO GENERAL
https://digitarq.arquivos.pt/details?id=6213573

TALVEZ ALI FIGUREM DADOS SOBRE HERDEIROS, NESTE CASO, LUCINDA...

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453368 | Jorge Resende | 05 abr 2024 22:17 | Em resposta a: #452911

https://www.remessas.cepese.pt/remessas/mod/itsdatabase/view.php


FERNANDO AUGUSTO FOI AO BRASIL QUANDO TINHA 22 ANOS...

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453376 | mariadeolinda | 06 abr 2024 10:38 | Em resposta a: #453368

Sim, foi. Não terá gostado e regressou. Aí assumiu o cartório.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453379 | Jorge Resende | 06 abr 2024 12:09 | Em resposta a: #452911

D. Maria Ruas
Reveste-se de dificuldade enorme a sua pesquisa, mas pode haver alguma luz, quem sabe...
Sintetizando...
Se o general João Pinto Carneiro foi o pai de Lucinda, ele morreu em Lisboa, na Rua Gomes Freire, 101, rua que se inicia no Campo de Santana, hoje Campo Martires da Patria, freguesia da Pena, onde se relatou o assento de óbito em 1892, e que diz que o General de 77 anos, deixou uma filha menor, e era casado com Maria Carolina Pinto Correia, sem se dizer outros apelidos da senhora...
Assim, e para se evitar perdas de tempo, creio que, sendo menor então a filha do General e se presume fosse Lucinda, ela em 1892 teria menos de 21 anos, idade em que se atingia a maioridade então, por isso nasceu em 1870, 1871, fosse lá onde fosse... ou na tal rua Gomes Freire ou noutro local por onde o General tivesse assentado arraiais como militar.

Quanto ao casamento dela com Fernando Augusto Ferreira da Silva, que foi decerto a partir da morte em 1892 do General, fosse também onde fosse esse casamento, creio que dada a ocupação profissional do Fernando seu marido, foi para a terra da naturalidade dele que partiram e aí viveram, pois a D. Maria relatou neste tópico que Lucinda ajudava o marido no seu cartório, pelo que tudo me leva a dizer, que, certamente, por tanta proximidade, Lucinda aí tivesse morrido, a menos que houvesse alguma hospitalização fora do concelho, algum internamento em algum lar por qualquer circunstância, fora dessas zonas...

Pergunto-lhe se na Conservatória onde pesquisou o óbito de Fernando também pediu pesquisa em 1930 do óbito de Lucinda??? Se pediu pesquisa na Conservatória e nada existe, talvez na secretaria do cemitério onde Fernando ficou, talvez consiga melhor informação sobre a morte dela em 1930.
Talvez já tenha realizado estas buscas, será?
Não vejo melhor forma de ajudar.
Cumprimentos
Jorge Resende

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453380 | Jorge Resende | 06 abr 2024 12:28 | Em resposta a: #452911

Também pode indagar junto da Torre do Tombo/arquivo Distrital de Lisboa qual o custo para a execução de cópias simples, repito simples, do processo de inventário obrigatório sobre a morte do general cujos dados lhe enviei. Talvez haja algum pormenor interessante sobre Lucinda...
Cumprimentos

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453386 | Jorge Resende | 06 abr 2024 21:31 | Em resposta a: #452911

https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=7160358 tif 68
batismo de Laura, filha de Mariana, esta filha de joão pinto carneiro e Maria Carolina Pinto Carneiro.
ESTA MARIANA ERA IFMÃ DE LUCINDA, SEU NOME MARIANA PINTO CARNEIRO FURTADO DANTAS, POIS CASOU COM UM SUJEITO fURTADO dANTA.
eSTE BATISMO FOI EM S. JULIÃO DA BARRA OEIRAS 1906, E
MARIANA CASOU EM SANTA ISABEL, LISBOA, RENDO NASCIDO NA FREGUESIA DA ENCARNAÇÃO

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453387 | Jorge Resende | 06 abr 2024 21:58 | Em resposta a: #452911

https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4814890 TIF 793
FREGUESIA DA ENCARNAÇÃO, 1875, BATISMO DE MARIANA, FILHA NATURAL DO GENERAL, VIUVO, E DE MARIA CAROLINA MORAIS, SOLTEIRA.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453388 | Jorge Resende | 06 abr 2024 22:53 | Em resposta a: #452911

https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4817104
TIF 285, SANTA ISABEL, 1885
CASAMENTO DO GENERAL COM MARIA CAROLINA MORAIS, NASCIDA E BATIZADA NO SOCORRO, EM 3.11.1846

QUANTO A LUCINDA, NADA!.... NÃO FOI BATIZADA NA ENCARNAÇÃO, lISBOA COMO SUA IRMÃ MARIANA!

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453389 | Jorge Resende | 06 abr 2024 23:14 | Em resposta a: #452911

A MARIA CAROLINA MORAES PINTO CARNEIRO, QUE ERA SOLTEIRA QUANDO EM 1875 NASCEU A FILHA MARIANA CASOU COM O GENERAL, NASCEU EM 1846, 3 DE NOVEMBRO NO SOCORRO,
LISBOA, FOI FILHA DE PAIS INCOGNITOS,(ABANDONADA)TENDO SIDO PERFILHADA FRA NCISCO JOSE MORAIS E ANA URSULA DA SILVA.
TALVEZ TIVESSE SIDO EMPREGADA DA CASA DO VIUVO GENERAL, TALVEZ...

E NADA DE LUCINDA... TALVEZ A FILHA MENOR DO GENERAL, NA SUA MORTE, AFINAL FOSSE MARIANA E NÃO LUCINDA....

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453390 | mariadeolinda | 07 abr 2024 12:53 | Em resposta a: #453389

Bom dia. Li atentamente tudo o que foi pesquisado e irei indagar das pistas possíveis. Ontem, por acaso, numa pesquisa alietória à volta de Valpaçõs, encontrei outra pista. Joaquim António de Morais Carneiro, juiz desembargador, que serviu nas colônias orientais portuguesas. Nasceu em 1792 em Tinhela, Valpaços e repousa no cemitério dos Prazeres em Lisboa, desde 1873: data do falecimento: 11 de setembro deste ano em jazigo de família. Viveu na freguesia das Mercês, em Lisboa, na rua da Procissão, nº 50. A sepultura tem o n.º 1164. Pelas datas ele poderia ser tio de Lucinda, pois não deixou descendentes. Isto está na Wikipedia, daí não carecer de mais descrição. Quanto a Lucinda, Fernando conheceu-a quando ia a Lisboa tratar de assuntos seus e levava correspondência para uma criada desta família, que era de Mosteiro ou arredores. Não há notícias destas pessoas, para já. Enquanto a criada respondia às cartas, Lucinda e a mãe far-lhe-iam companhia e foi daí o inicio do seu conhecimento. Os pais dela eram casados e ela teve irmãos homens. Em 1901, ela já teria pelo menos 25 anos. Mas a idade é uma suposição. Ontem tentei ver o assento de nascimento deste Joaquim, mas na freguesia onde nasceu o livro desta data não apareceu. Vou tentar de novo. Claro que estas histórias passadas só são sustentadas por factos. Vamos ver. Já há maior proximidade.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453391 | mariadeolinda | 07 abr 2024 12:54 | Em resposta a: #453388

Já vi e não consta nenhuma Lucinda.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453392 | mariadeolinda | 07 abr 2024 12:55 | Em resposta a: #453380

Esta situação só pode ser vista pessoalmente no Arquivo Militar. Já tive essa resposta.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453393 | Jorge Resende | 07 abr 2024 13:27 | Em resposta a: #452911

Por lapso meu, indiquei o tif 285 como sendo o do casamento do general mas é o tif 287, desculpe!

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453394 | Jorge Resende | 07 abr 2024 13:31 | Em resposta a: #452911

https://pagfam.geneall.net/13050/pessoas.php?id=1196534

a mulher do general, de quem ficou viúvo
joana helena waddington

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453395 | Jorge Resende | 07 abr 2024 13:54 | Em resposta a: #452911

SE CONTINUAR A PREVALECER A NATURALIDADE DE LUCINDA COMO SENDO VALPAÇOS, NADA MELHOR QUE PESQUISAR NAS VÁRIAS FREGUESIAS DO CONCELHO PARA PODER ENCONTRAR ALGUMA LUCINDA.
TERIA ELA OUTRO NOME PRÓPRIO ASSOCIADO A LUCINDA, COMO P. EXEMPLO MARIA LUCINDA, OU OUTRO????

1/NÃO ESQUEÇA INDAGAR NA CONSERVATÓRIA DE TONDELA SOBRE SE EM 1930 EXISTE REGISTO DE ÓBITO DE LUCINDA....

2/ QUAL O INTERESSE DE QUERER PARTIR PARA OUTRA PESQUISA ACERCA DO JUIZ ????
MESMO TENDO SIDO TIO DELA, QUAL A MAIS VALIA A TIRAR DAÍ????

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453397 | ADB | 07 abr 2024 16:10 | Em resposta a: #453395

Boa tarde

Independentemente da informação de Valpaços (será verídica?), localizei o seguinte batismo, na freguesia de Socorro, de Lucinda, filha de Maria Carolina, solteira. Não tendo a mãe apelido nem sendo mencionados os avós maternos, não posso afirmar de que é ela. Como talvez o general pudesse ser ainda casado nesta altura, não poderia dar o nome à filha no batismo. Se se confirmar Valpaços, esta é uma homónima. E nesse caso, em Valpaços, até poderá ser batizada como exposta ... alguém passou por uma Lucinda exposta?
https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4821689 imagem 88.

O casamento dela, que pode não ser fácil de localizar, esclarecerá tudo isto. Até lá, fica a dúvida. Mas não seria asneira ver o inventário por morte do pai, onde consta a idade da Lucinda e o estado civil (se já era casada é uma pista mais). Se remeter para o ano de 1866, então as coisas encaminham-se.

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453418 | mariadeolinda | 08 abr 2024 22:25 | Em resposta a: #452945

Cheguei a Fernando e ao nome completo pelos documentos de família e institucionais. Tenho a certidão de nascimento dele completa, como já referi numa resposta acima. E ele já casou tarde, tal como ela. Ele nasceu em 1858. Ela terá nascido por aí ou antes, pois falava-se que ela seria mais velha. Além disso persigo a ideia de Valpaços, pois a mãe teria perdido uma quinta no Douro, enganada por um caseiro que dela tomava conta, após a morte do marido. Contudo são dados que estou a tentar confirmar.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453419 | mariadeolinda | 08 abr 2024 22:26 | Em resposta a: #453397

Já vi o documento, que realmente é sucinto, mas guardei-o. Obrigada.

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453463 | mariadeolinda | 11 abr 2024 18:47 | Em resposta a: #453321

Boa tarde,
caro Jorge Resende

Sei que a pesquisa já vai longa, (nem imagina o que já corri) mas Fernando fez o curso de Tabelião em Lisboa. Foi durante esse tempo que namoraram. Não se me tem aventurado nada fácil. Uma pergunta: onde pesquisou as estadias do general nas Caldas e no Hotel? Se me desse aqui uma ajuda, talvez eu conseguisse avançar. Tive que parar uns dias, mas vou regressar às buscas. Grata e cumprimentos
Maria Deolinda Ruas

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453465 | mariadeolinda | 11 abr 2024 18:52 | Em resposta a: #453395

Aqui não há mais nada. Não casou no Mosteiro, nem em Viseu, nem em S. Miguel do Outeiro. Começo a pensar que possam não ter casado, só adotado o apelido por parte de Lucinda, contudo sei que Fernando era católico, resta a dúvida e a certeza. Talvez nunca saiba. Restam os móveis de época, os baús de viagem de barco, as rendas, os bordados e as fotos. Talvez venha a encontrar algo entre os livros, logo que tenha tudo em minha posse.

Deolinda

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453466 | ADB | 11 abr 2024 19:35 | Em resposta a: #453465

Boa tarde Maria Deolinda

Além de não fazer qualquer sentido o que diz, sobre a Lucinda adotar o apelido do marido sem serem casados, o assento onde eles foram padrinhos não deixa margem para dúvidas: "e madrinha sua mulher Lucinda ...". Portanto eles casaram, falta saber onde. Se acha que foi em Lisboa, tem de bater todas as freguesias (começando por aquelas com que a família teria uma maior proximidade) até encontrar.

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453472 | ADB | 12 abr 2024 00:28 | Em resposta a: #453466

Boa noite

O casamento foi entre 1/12/1898 (ainda era solteiro) e 18/01/1903 (já eram casados). Portanto, não é uma pesquisa muito alargada.

Boas pesquisas.

Filipe

Resposta

Link directo:

Família Pinto Carneiro

#453476 | mariadeolinda | 12 abr 2024 10:49 | Em resposta a: #453472

Obrigada pela resposta. Estou a passar todas as possibilidades. Logo encontrarei algo.
Bom fim-de-semana
Maria Ruas

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT. Hora actual: 24 jun 2024, 07:16

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen