familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

Este tópico está classificado nas salas: Famílias | Regiões | Pessoas | Cargos

familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#37428 | luisgonsalves | 09 Mar 2003 16:44

Sou descendente por parte paterna de uma familia de Coimbra e outra de Lisboa. Gostaria que alguem me pudesse dar mais elementos, ou me informar como os procurar. Isto porque o nome Gonsalves, sempre foi usado por um dos meus ramos familiares, mas não consigo usá-lo oficialmente e gostaria de o fazer. Já me foi dito que tenho direito a usá-lo, pois descendemos do nome Gundinsalves, que não faço ideia quem foi.
As informações que disponho são as seguintes:
Familia Barroso da Veiga - Lisboa
Tetravós: António José Barroso Alves da Cunha e Maria José Guimarães Barroso. Pais da minha Trisavó cujo nome era Maria Filomena Guimarães Barroso.

Tetravós: José Manuel da Veiga casado com Maria Doroteia da Rocha Henriques Veiga. Pais do meu Trisavõ Jayme Coriolano Henriques Leça da Veiga.O meu trisavô teria sido Juiz conselheiro e administrador da zona ocidental de Lisboa. Do casamento dos meus trisavós houve, segundo indicação que possuo tres filhos, uma a minha bisavó de nome Maria da Luz Barroso da Veiga e mais dois irmãos: Augusto Jaime Barroso da Veiga e Maria Doroteia Barroso da Veiga.
A minha bisavó, casa então com o meu bisavõ que se chamava Armando Augusto Leal Gonçalves (ilustre médico e humanista que foi director do Antigo Hospital das colónias portuguesas no brasil, hoje hospital dos covões em coimbra) que era natural da freguesia do espinhal, concelho de Penela e era filho de Francisco Augusto Pereira Gonçalves? ou Gonsalves e de Dona Maria Conceição Leal Gonçalves?
Se alguem me pudessse dar qualquer informação aqui no forum,ficaria muito grato.
Cumprimento todos os participantes neste forum e espero continua a fazer parte do saber de todos vós.
Cumprimentos
Luis Gonsalves

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#37463 | ajtrigueiros | 10 Mar 2003 14:40 | Em resposta a: #37428

Caro Luís Gonsalves:

Aqui lhe deixo apenas uma achega que toca na minha "comarca" - Barcelos.

O seu trisavô Jayme Coriolando, teve uma irmã de seu nome

D. THEODOLINDA AMÉLIA CRISTINA LEÇA DA VEIGA, filha do Dr. José Manuel da Veiga e de sua mulher D. Maria Dorothea da Rocha Henriques Veiga. Segundo o registo de casamento de sua filha foi baptizada no Palácio dos Marqueses de Pombal.
Esta senhora casou na igreja de S. Bartolomeu do Beato António, em Lisboa, com o Dr. António Augusto de Sousa Azevedo Vilaça.

O Dr. ANTÓNIO AUGUSTO DE SOUSA AZEVEDO VILAÇA, nascido a 2/11/1830, na Casa dos Vilaças, na rua do Terreiro (que é hoje a residência do D. Prior de Barcelos), em Barcelos era filho do Dr. Luís Martins Vilaça, natural de Santa Maria de Sequeira, Braga, Comendador, Fidalgo da Casa Real, Juiz de Direito de 1ª Instância e de sua mulher D. Joana Teresa de Sousa Melo Velho Barreto, natural de Barcelinhos. Era neto paterno de José Martins de Araújo e de Anastácia da Costa Vilaça e materno de Manuel Dias de Melo e de D. Jacinta Teresa de Sousa Azevedo (filha natural do Reverendo Bento de Sousa Azevedo, Abade de Santa Maria de Galegos e filho dos Senhores do Solar de Azevedo, na Lama).
Foi Fidalgo da Casa Real, Bacharel formado em Direito e advogado em Lisboa. Foi Administrador do concelho do 2º Bairro da cidade de Lisboa Foi senhor da referida Casa dos Vilaças, na rua do Terreiro, em Barcelos e da Quinta do Convento da Franqueira, onde assistiram por algum tempo.
D. Theodolinda e seu marido, viveram na freguesia de S. Paulo, em Lisboa, na rua da Boavista, nº 91, 2º e mais tarde na Quinta dos Machados, em Chelas.
Tiveram uma filha:

D. JOANA AUGUSTA CHRISTINA da VEIGA VILAÇA. Nasceu a 3/1/1862, na Rua da Boavista, em Lisboa e foi baptizada a 3/2/1862, na igreja de S. Paulo, em Lisboa, tendo por padrinhos seus avós paternos, então residentes em Lisboa.
Casou a 10/7/1886, na Sé de Lisboa, sendo celebrante D. Henrique José Real da Silva, Bispo de Philadélphia e coadjutor do Arcebispo de Goa, com AUGUSTO CÉSAR DE SOUSA, nascido na freguesia da Sé, em Lisboa, de 28 anos, morador na rua do Barão, 25, 1º em Lisboa, comerciante, filho de João Luís de Sousa, industrial e proprietário, natural de Santa Maria de Grade, no arcebispado de Braga e de sua mulher D. Maria Victória de Sousa, natural de Santa Maria de Almoster, Lisboa.
Foram pais de pelo menos 4 filhos, que em 1926 residiam em Lisboa e venderam a Casa e Quinta do Convento da Franqueira:

1- D. MARIA VITÓRIA VILAÇA DE SOUSA

2- D. LUZIA VILAÇA DE SOUSA (FREIRE DE MENESES, pelo seu casamento)

3- JOSÉ VILAÇA DE SOUSA

4- AUGUSTO VILAÇA DE SOUSA

Destes quatro filhos não tenho mais notícias


Algumas referências patrimoniais de Barcelos relativas a esta família:

-A 5/5/1877, o Bacharel António Augusto de Sousa Azevedo Vilaça e sua mulher D. Theodolinda Amélia Cristina Leça da Veiga Vilaça, proprietários residentes em Lisboa pediram dinheiro a juro ao Banco de Barcelos e hipotecaram as "casas torres com seu quintal e mais pertenças, sitas no Largo do Terreiro desta vila (de Barcelos), de natureza alludial e só censuária hua pequena parte do quintal á Casa da Bagoeira, as quaes confrontam do Nascente com a estrada ou rua pública, do Norte com as casas dos Herdeiros de Ayres de Mendanha, do Poente com a antiga muralha e do sul com Joaquim Pinto Pacheco". (Arquivo Distrital de Braga- Livro de Notas do Tabelião António José de Azevedo de 1877)

- A 5/8/1897, D. Joana da Veiga Villaça Sousa, de Lisboa, pagou 4:840 reis, correspondentes a 48:400 reis pela remissão que faz a Joaquim de Faria Machado, de Barcelinhos, do domínio directo de 545 reis em dinheiro, imposto na casa torre e quintal na rua do Duque de Bragança, d'esta villa. (ADB, Livros do Imposto de Siza - Fazenda Nacional- 558 (1897/1898)).

- A 2/8/1900 Luiz Monteiro Pinto Basto, d'esta villa, pagou 214:200 reis, correspondente a 2:000:000 reis, pela compra que faz a D. Joana da Veiga Vilaça Sousa, viúva, de Lisboa, da casa e quintal na rua do Terreiro, na mesma vila(ADB, Livros do Imposto de Siza - FN- 561 (1900/1901).
NOTA- Trata-se da Casa dos Vilaças reedificada em 1811 por D. Rosa Faria Barreto, tia da mulher do Dr. Luís Martins Vilaça (acima)

- A 2/8/1926, Carlos Lima, residente no Porto, na Quinta do Aleixo, paga siza com referência a 50.000$00, preço por que compra a D. Maria Vitória Vilaça de Sousa, a D. Luzia Vilaça de Sousa Freire de Meneses, José Vilaça de Sousa e Augusto Vilaça de Sousa, todos residentes em Lisboa, "a Quinta da Franqueira, composta de casas de moradia e igreja, terras de semeadura e de mato, caminho privativo com capelas e minas de água dentro e fora da propriedade, com todas as suas pertenças e servidões, situada no lugar do Pedrego, da freguesia de Pereira" (no concelho de Barcelos)- ((ADB, Livros do Imposto de Siza - FN- 585 (1926/27)).
NOTA- Trata-se da quinta do Convento da Franqueira, hoje propriedade da família britânica Gallie e que tem uma exploração agrícola produtora de vinho verde e turismo de habitação no antigo Convento.

E é tudo o que consegui reunir.

Aproveitava para pedir igualmente informações sobre actuais descendentes desta família Vilaça de Sousa ou Freire de Meneses, pois trata-se de família com profundas e antigas raízes barcelenses e que acabaram por se fixar em Lisboa.

Disponha sempre!

Cumprimentos amigos

António Júlio Limpo Trigueiros

ajtrig@hotmail.com

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#37476 | luisgonsalves | 10 Mar 2003 16:43 | Em resposta a: #37463

Caro António Limpo Trigueiros!
Não imagina quanto grato lhe estou, pelos elementos que me forneceu. No entanto neste momento não estou em condições, com muita pena minha, de lhe poder fornecer os elementos que gostaria de ter, relacionados com a descendência das familias Vilaça de Sousa e Freire de Menezes. Se por ventura nas minhas pesquisas encontrar algum elemento de interesse, poderá ficar ciente que lhe comunicarei de imediato.
Um abraço, agradecido
Luis Gonsalves

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#183516 | mjoaopneto | 04 Fev 2008 15:44 | Em resposta a: #37428

Tenho informações acerca da família. também sou descendente, por parte materna de Jaime Coriolano Henriques Leça da Veiga, que teve 8 filhos biológicos e não apenas 3 e adoptou mais dois - o tio Carlos e a tia Inês Segundo informações da minha mãe o tio Armando Leal Gonçalves era casado com a tia Luz, tia da minha avó Maria da Luz Leça da Veiga de Mendonça e Costa. Somos parentes. o pai da minha avó era Augusto Jaime Barroso da Veiga.

Tenho na sala um retrato grande da minha trisavó Filomena Barroso da Veiga, uma senhora linda!

A minha mãe pergunta qual o nome dos seus pais e avós. É sempre agradável descobrir parentes.

Cumprimentos

Maria João Pereira Neto

Filha de Maria Teresa Veiga de Mendonça e Costa Pereira Neto

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#196804 | mrose | 17 Mai 2008 17:05 | Em resposta a: #183516

Cara Maria Joao
Desculpe mas só hoje vi a sua resposta, e fiquei muito agradado. De facto somos parentes, e bem próximos.
Poderá informar a Srª sua mãe, que sou bisneto do seu tio Armando e da sua tia Maria da Luz, também ela muito bonita, pois tenho também o retrato dela. Sou neto do filho mais velho, Francisco, mas do 2º casamento.
Não tenho grande informação da familia materna do meu avô, sendo que tal sempre foi um tabu, em casa dos meus avós.Penso que tal tenha a ver com o 1ºe 2º casamento, o que hoje é normal, naqueles tempos era tabu daí esta separação de familias.
Maria João, permita-me que a trate assim, creia-me agradado com o seu contacto,
cumprimentos

Luis Gonsalves

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#221825 | LuisPedroChavesLopes | 22 Fev 2009 03:12 | Em resposta a: #196804

Caros Familiares, fico muito agradado de descobrir mais parentes, pois tenho estado a construir a árvore da família e encontrei esta referência, Jaime Coreliano Leça da Veiga é meu trisavô, e descendo dum dos seus filhos Justiniano Jaime Barroso da Veiga, meu Bisavô casado com Maria da Conceição Kluft, que tiveram vários filhos entre eles a Maria da Conceição Leça da Veiga Kluft minha avó casada com o meu ilustre avô Luis Rufino Chaves Lopes. Gostaria de descobrir todos os parentes possíveis para poder elaborar a história da nossa família para as nossas futuras gerações. De facto as referências que encontrei sobre o avô Jaime, indicam que teve 6 filhos, Justiniano Jaime Barroso da Veiga (meu bisavô), António Barroso Leça da Veiga, Filomena Cristina Barroso Leça da Veiga, Diogo Barroso Leça da Veiga, Maria da Luz Barroso Leça da Veiga e Isabel Barroso Leça da Veiga. Gostaria de saber os nomes dos outros dois filhos biológicos e dos adoptados. Ficaria eternamente grato se me pudessem fornecer copias dos retratos da avó Filomena Guimarães Barroso da Veiga minha trisavó. Espero que ainda vejam esta mensagem e aguardo o vosso contacto. Cumprimentos Luis Pedro Reis de Lima Chaves Lopes

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#221881 | luisgonsalves | 22 Fev 2009 23:13 | Em resposta a: #221825

Caro Luis Pedro, permita-me que o trate assim, também eu fico agradado sempre que algum parente aparece por aqui. Também eu tenho o sonho de elaborar a historia da nossa familia, muito embora reconheça que será uma tarefa ardua, tendo em conta o pouco tempo disponivel de que disponho.
Como já percebeu, temos o 3º avô em comum. O seu 2º avô era irmão da minha 2ª avó Maria da Luz Barroso Leça da Veiga.
Quanto aos outros filhos, aqui mesmo no genea se procurar em familia Veiga e Pessoas, encontrará o nome dos 8 biológicos, quanto aos adoptivos, só a nossa parente Mª João Neto, que me parece ter informações concretas, mas depois de lhe responder , nunca mais tive qualquer contacto.
Em tempos, alguém me falou num ramo Kluft, em Sintra, será o mesmo?
Se necessitar de alguma da ainda pouca informação que eu tenha, disponha, porque de facto é sempre agradável saber por onde andam os nossos parentes.
Receba os meus melhores cumprimentos

Luis Gonsalves

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#221889 | LuisPedroChavesLopes | 23 Fev 2009 01:34 | Em resposta a: #221881

Caro Luis,
Bom saber que não estou sozinho nesta busca, já elaborei uma parte da árvore de família

http://www.myheritage.com.pt/FP/family-tree.php?s=53465602&familyTreeID=8

que pode sonsultar, já descobri os oito filhos que faltavam se quiser consultar terei todo o prazer de trocar informações. Tem algumas fotografías ou retratos?
Melhores cumprimentos do seu primo Luis

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#221992 | luisgonsalves | 23 Fev 2009 23:41 | Em resposta a: #221889

Caro primo Luis,
Antes de mais agradeço-lhe a amabilidade que teve em enviar-me o link com a arvore da familia.
Pelo que vi, o Luis está bem adiantado, o que não é o meu caso, pois possuo algumas informações, todas elas dispersas à espera de tempo para serem colocadas nos devidos lugares. Quanto a fotografias ou retratos, infelizmente não possuo nenhuns, senão teria todo o gosto em partilha-las consigo.
De qualquer modo aqui vão alguns dados que que só aguardam suportes, relativos aos nossos 4ºs 5ºs e 6ºs avós que me parece não terá. Assim:
6º Avô - António José Veiga, casou com Esperança Joaquina Barreira, naturais de Lorvão-Penacova-Coimbra. Tiveram o nosso 5º avô - Comendador João Paulo Barreira da Veiga, que passou à Ilha da Madeira, tendo casado na Sé do Funchal em 28-11-1789, com Jacinta Rosa de Leça, nascida em 1770, filha de João Ignácio do Rego, naturais ambos da cidade de Ponta Delgada e de Ana Maria de Leça natural de S. Miguel
O Comendador João Paulo da Veiga, foi Oficial da Secretaria da Junta da Real Fazenda da Ilha da Madeira. Teve vasta descendência, entre eles o nosso 4º Avô-
Dr. José MAnuel da Veiga, que nasceu no Funchal em 18 de Outubro de 1794.
Em 1816 matriculou-se na faculdade de cânones da Universidade de Coimbra, e depois de um curso brilhante onde foi 1º em todos os anos recebeu capelo e 1822.
Parece que, ainda estudante recebeu ordens sacras e chegou a celebrar missa, tendo abandonado a carreira eclesiástica com grande escandalo. Depois de alguns anos de ensino, montou escritório de Advogado em Lisboa onde gozou de fama de distinto causidico. Fez alguns trabalhos jurídicos que lhe valeram fama notavel jurisconsulto , destacando-se o Código Penal da Nação Portuguesa publicado em 1837.
O Dicionário Bibliográfico de Inocêncio faz menção a outros trabalhos jurídicos.
Publicou uma tragedia com o título Medea e uma colecção de várias poesias. Faleceu em Lisboa a 26 de Setembro de 1859. Casou com Maria Doroteia da Rocha Henriques.
Tiveram, entre outros o nosso 3º avô Jaime Coriolando, que nasceu na freguesia da Nossa Senhora da Salvação da Arruda dos Vinhos , foi Juiz Conselheiro, Administrador do Bairro Ocidental de Lisboa, chegou a ser vereador? para a Educação da Camara Municipal de Lisboa(Penso que a CML terá no arquivo histórico deles elementos importantes sobre o avõ Jaime.Casou com Maria Filomena Guimaraes Barroso. Foram moradores na antiga Rua S.Francisco de Paula, 124 a 130 em Lisboa.
Foi autor de: Breves reflexões sobre o contrato civil no matrimónio, que poderá ser consultado na Biblioteca Nacional Portuguesa.

Caro primo Luis Pedro, se já tinha alguns destes elementos, desculpe-me pela maçada que lhe estou a dar, senão, fico satisfeito em poder fornecer-lhos.

Com os meus cumprimentos,
Luis Gonsalves

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#222007 | LuisPedroChavesLopes | 24 Fev 2009 01:40 | Em resposta a: #221992

Caro Primo obrigado pelas informações, umas já tinha mas as que me forneceu são indispensáveis. Tenho feito mais algumas descobertas pelo lado dos Leça, cheguei a Manuel Cabral de Melo da Silva, casado com Maria Silva e pai de Manuel Velho Cabral, por sua vez pai de João Inácio do Rego, ora segundo tenho entendido sendo todos dos açores, os Velho Cabral estão emparentados com Frei Gonçalo Velho Cabral 1º capitão donatário das ilhas de Santa Maria e São Miguel, e segundo o que investiguei as primeiras ilustres famílias descendem todas ou estão emparentadas com descendentes de Fernão Velho, entre elas Cabral, Rego, Velho e Silva. Dos Veigas estou parado no nosso 6º avô António José da Veiga, que segundo tenho entendido descenderá algures dos Nápoles e Veiga de Itália.

Aqui lhe deixo, caro primo, algumas informações para o entreter.

É bom saber o sangue que nos corre nas veias, e se acreditarmos no que advogam os cientistas sobre a memória contida nas células, que é transmitida através de gerações, então caro primo, no dia que a ciência conseguir ler a memória contida nas mesmas, tipo micro-chip, saberemos a informação que os antepassados nos foram passando e teremos acesso á sua memória, soa um pouco a ficção científica eu sei, mas não deixa de ser divertido, imagine o que pensaria o avô Coreliano, o que via? com quem convivia? não havia nem tv nem rádio nem internet, como se divertia…..
Abraço e até breve

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#222391 | mjoaopneto | 27 Fev 2009 19:52 | Em resposta a: #221825

Caros parentes,


Tenho andado um pouco ausente por questões profissionais. Se pesquisarem os Leças da Veiga pelo lado da minha avó materna Mria da Luz Freire de Lima Leça da Veiga de Mendonça e Costa vão encontrar os filhos biológicos da nossa antepassada Filomena Guimarães Barroso. Os adoptados foram o tio Carlos e a tia Inês. Destes não tenho muita informação mas pus a minha mãe em campo.
Quanto ao retrato da avó Filomena ele existe mas tem a dimensão de um quadro o que dificulta a sua digitalização. Está numa sala ocupando uma parede. Era uma senhora muito bonita e de uma elegância extrema. Aliás tenho numa caixa recortes da imprensa lisboeta com o seu obituário onde se destacam estas qualidades.
Não consegui ainda fazer a ligação ao lado italiano da família não apenas dos Jacobetty mas sobretudo dos Leça ( Lecca?) que ao que consta tinham ascendência italiana... Orsini.
Quem ficou com muita informação foram os herdeiros da tia Isabel falecida em 1974 ou 1975 e que foi casada com um médico Freitas Esmeraldo não tendo deixado descendência directa. A tia Isabel era filha da avó Filomena e como tal herdou joías, quadros, mobilias e outros objectos. Sei que entre os quadros havia retratos a óleo de antepassados italianos com perucas do século XVIII.

Mesmo que nem sempre dê notícias estou atenta a estes foruns!

Boas pesquisas!

Abraços

Maria João

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#222393 | mjoaopneto | 27 Fev 2009 20:09 | Em resposta a: #222007

Olá Parente,


Os nossos avós ouviam muita ópera. Posso garantir -lhe. Um deles, o Jayme Coriolano? foi administrador do Teatro S. Carlos e a família tinha frisa cativa no dito teatro. Vivi em miúda com a minha bisavó Amélia Virgínia que mesmo nos tempos em que vivia em Faro vinha passar a temporada de òpera a Lisboa ficando em casa dos sogros .
Sei também que os grandes cantores italianos que vinham cantar ao S. Carlos eram convidados a cantar nos salões da casa do nosso avô, na Lapa. a minha avó Maria da Luz contava -me que uma vez solicitaram ao seu avô que permitisse uma actuação de fados de Coimbra no São Carlos tendo ele respondido que nunca veria tal coisa... mas que ainda viria o tempo em que o piano iria descer à taberna e a guitarra ao salão!!!!
O gosto e a paixão pela ópera ainda corre nas minhas veias... sou uma melómana!
Sei também que era uma família de juristas e de lentes de Direito tendo havido inspectores de Polícia. Havia uma quinta de recreio e lazer no Barreiro junto ao rio e diversas quintas no que é hoje Chelas. Segundo o primo Carlos António que conviveu com a tia Isabel, a actual ou denominada Zona J era uma quinta da família.

Não é tarefa fácil juntar todos os cordelinhos de tão extensa família, mas se forem clicando nos Leça da Veiga com muita paciência e tempo, vão -se abrindo novas pistas. É uma família grande com imensas ramificações. Eu tenho pouco tempo e só introduzi o nome da minha mãe que é filha única, mas os irmãos da minha avó Maria da Luz não estão com os descendentes.

Boas pesquisas!

Abraços

Maria João

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#222406 | LuisPedroChavesLopes | 27 Fev 2009 21:22 | Em resposta a: #222391

Que boas noticias as que me deu, de facto o sangue tem muita força e a relação com a ópera vem confirmar muitas outras. Tenho conhecido já alguns parentes, estive ausente de Portugal durante quase 20 anos e perdi naturalmente o contacto com alguma família que me lembro de quando era pequeno, gostava muito de ter fotografias desses antepassados, sempre encontramos algumas semelhanças físicas. Gostaria de um dia se possível podermos conhecer e trocar informações.
Até breve

Pedro Chaves Lopes

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#224304 | tadeusd | 19 Mar 2009 16:56 | Em resposta a: #222406

Caro Parente .Chamo me Miguel Jorge da Veiga França Ferreira e sou descendente do irmão mais velho do Dr José Manuel da Veiga, tambem filho do João Paulo Barreira da Veiga natural de Lorvão e chamado ,João plácido da Veiga.Este ramo desta família foi o único que ficou cá pela Madeira e existem alguns descendentes dos quais eu sou um deles.Se consultar o sitio gennea portugal na internet encontra me com facilidade e seguindo o apelido Veiga a partir de mim vai ver os parentescos que lá estão.Pelo meu lado descobri acidentalmente uma tetraneta do Dr José Manuel da Veiga casada com um primo segundo da minha primeira mulher o que achei uma coincidencia engraçada.Dá se tambem o caso de me ter vindo parar à minha posse via um outro Veiga dos descendentes do Jõao Plácido, meu tetravô um quadro a óleo que me parece ter alguma qualidade do Dr José Manuel da Veiga usando trajes compatíveis com a função de sacerdote ou pelo menos de seminarista .E ainda mais um assunto para terminar esta comunicação:Um outro primo que tambem encontra fácilmente na genea chamado Jorge Manuel Monteiro da Veiga França,tem tentado descobrir a família do Jõao Paulo Barreira da Veiga (ascendencia) e como não temos acesso aos arquivos de Lorvão ainda não foi possivel essa informação.Se tiver algo sobre isso gosraria muito de ter acesso a infomação que for possível.Muito obrigado por aquilo que me possa informar e fico à espera de um contacto seu.Miguel

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#224322 | LuisPedroChavesLopes | 19 Mar 2009 19:53 | Em resposta a: #224304

De facto somos primos e muito próximos, ambos descendentes do Comendador João Paulo Barreira da Veiga, eu sou descendente directo do Dr. José Manuel da Veiga o irmão do João Plácido da Veiga efectivamente, casado com Maria Rosa de Jesus, e que eu tenha descoberto tiveram pelo menos um filho, José António da Veiga que casou com Maria Amália Drummond e tiveram uma filha Lélia Amália Drummon da Veiga; foi tudo o que consegui descobrir pelo seu lado; Não tinha conhecimento de que este lado da família tinha estado na Madeira até ter começado a pesquisa, mães é provável que antes da Madeira estar povoada vieram possivelmente de Itália “ Vega” e antes mesmo com possíveis origens na Constantinopla. Factos curiosos e muito interessantes. A tetraneta do Dr. José Manuel da Veiga penso que será minha prima filha de um dos irmão da minha avó Conceição Kluft Leça da Veiga. O seu tetravô era irmão do meu tetravô o que faz que somos primos em primeiro grau, penso... sou um pouco maçarico ainda nestas lides. A arvore genealógica da minha família pode ser vista em : http://www.myheritage.com.pt/site-53465602/reis-de-lima-chaves-lopes-web-site .

Terei todo o gosto se quiser juntar-se ao site da família assim como todos os demais parentes.
Gostaria muito se possível, que me envia-se uma fotografia do quadro que tem do meu tetravô Dr. José Manuel da Veiga. Vou consultar os nomes que me forneceu para poder completar a árvore genealógica.
Vamos manter o contacto
Abraço
Pedro

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#224329 | LuisPedroChavesLopes | 19 Mar 2009 20:27 | Em resposta a: #224322

Caro Primo,
Segui o caminho dos nomes que me indicou e consegui localizar o seu lugar na familia come lhe tinha referido cheguei pelo seu lado a Lélia Amália Drummond da Veiga sua bisavó, o primo desdende então do Salomão da Veiga França seu avô e Teresa Cecilia Ferraz da Veiga França sua mãe, pelo que pude constatar somos quintos primos em 1º grau. Na árvore consegui chegar até ao nosso antepassado António José da Veiga casado com Jacinta Rosa Barreira, mas pelo lado da nossa antepassada avó Jacinta Rosa de Leça (também origem italiana "Lecca") consegui ir até as primeiras famílias dos Açores em 1600 descendentes de irmãos ou primos de Gonçalo Velho Cabral nos 1400, estou a aguardar autorização para consultar os arquivos da Torre do Tombo e outros a nivel internacional, vamos comunicando e trocando informações.... Abraços
Primo Pedro

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#224338 | tadeusd | 19 Mar 2009 21:30 | Em resposta a: #224322

Caro parente.A Lélia Amália era mãe do meu avô materno,Salomão da Veiga França que adptou o nome Veiga, tendo nascido Perestrelo de França por ter sido criado pelo avô João António da Veiga, sobrinho do seu tetravô Dr José Manuel da Veiga.O meu email é miguelveigaff@hotmail.com.A mulher do primo segundo da minha primeira mulher e que eu não conheço (a senhora)é tambem descendente do Dr José Manuel da Veiga e chama-se Rita Vaz Freire e a sequencia é, abreviando-José Manuel-Teutónio FlávioH.Leça da Veiga-Luisa de Castro Freire Manoel de Aboim-Júlia Adelaide de Aboim da Silva Amado-Maria Luísa de Aboim Amado de Sousa -Maria Rita de Sousa Torres Vaz Freire casada com o António de Sousa Machado primo em primeiro grau do meu primeiro sogro.Um abraço Miguel.

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#233028 | salvini | 30 Jun 2009 16:23 | Em resposta a: #224338

Peço desculpa pela intromissão mas não resisti qdo vi o nome o meu bisavô a aparecer aqui, logo no inicio: Carlos Lima em 1926 compra a quinta do Convento da Franqueira - engraçado! Tb gsotava de descobrir mais sobre o passado familiar...

Ana P. V. Amorim

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#256804 | avbc | 18 Jun 2010 16:55 | Em resposta a: #222007

Caro Parente,

Ao tentar encontrar informação sobre a ascendência da minha bisavó Ofélia Maria da Paz Leça da Veiga, deparei-me com este tópico que considero de muito interesse, nem que seja como ponto de partida para uma futura investigação.
Verifiquei que alguns dos intervenientes já tinham bastante informação e cheguei mesmo a ir ao link por si sugerido para ver o que podia retirar mas, como seguiu o princípio de dar os apelidos dos maridos às respectivas mulheres, torna-se um pouco confuso dar seguimento a qualquer estudo, a não ser que me forneça (sem querer abusar) as fontes que já possui, respectivas cotas e onde se poderão encontrar. Como calcula a sua referência é absolutamente necessária em qualquer estudo científico. Assim sendo, poupar-me-ia bastante trabalho se pudesse facultar-me os dados que já possui.
Por exemplo, vejo que menciona vários comendadores, mas é importante saber de quê, quando e como; menciona também um cavaleiro da Ordem de N. Senhora de Vila Viçosa, tem em mente o alvará?
Como vê são muitas as minhas dúvidas que a sua árvore (não querendo desmercer de todo o seu trabalho, louvável, aliás) não esclarece. Peça ao moderador deste forum o meu contacto pois teria todo o gosto em falar consigo.
Espero que até breve,

António Vasco Borges Coutinho

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#259603 | marialaura | 29 Jul 2010 21:53 | Em resposta a: #233028

Ana Paula:
O setimo avô de Carlos de Lima,chamava-se Luis Gonçalves.Em 1645 era já dono de metade do Monte da Arrádida,Lordelo do Ouro.Teve um filho Pascoal da Silva que casou com Mª Francisca.Deste casal nasceu Manuel da Silva Aleixo que mais tarde casou com Francisca Luis,tiveram pelo menos três filhas:Custódia Maria,Josefa Maria e Mª Joaquina.
Custódia Maria casou com António da Costa Santos(Nevogilde)Deste casamento,nasceram oito filhos,entre eles Ana Joaquina que mais tarde casou com José Silva Lima (Leça do Balio)de onde nasceram Mª Joaquina e Joaquina Claudina
(ficaram sem mãe muito pequeninas. O pai não tardou a arranjar mulher,uma Rosa Maria que lhe deu um rancho de filhos).Joaquina Claudina,casou com Custódio José de Sousa(filho de Baltazar Pinheiro(Castelo de Paiva) e Luisa Valente.
Filha do capitão Manuel Teixeira Barbosa e Francisca Nogueira,ambos de Arouca(ele.avô do padre Vaz Pinto).do casamento
de Custódio José,nasceram seis filhos entre os quais Margarida Claudina,que casa com Luis José Monteiro(Marco Canaveses)Que vai para o Brasil e não volta mais.Deixou um filho pequeno,Joaquim José dos Santos Lima,pai de Carlos de Lima.A mãe Deolinda Moreira Paranhos,Nat. de Paranhos Filha de Joaquim Nunes Moreira(Castelo de Paiva)e de Camila Angélica,filha de Manuel Pereira,irmão de José Pereira da Rocha Paranhos,este senhor teve dois filhos;José Pereira da Rocha Paranhos que casou com Wolfanga de Al meida Crissiuma e Mª José Paranhos que teve dois casamentos O1º foi com Francisco José da Siva Rocha,filho da Baronesa,Viscondessa,Condessa,e Marquesa de Itamarati
O2º casamento foi com Francisco de Paula Mayrink,Conde de Mayrink.Os Paranhos foam grandes figuras da politica brasileira.Existem avenidas,ruas, largos com os nomes dos Paranhos,Viveram em lindos palacios .Deolinda, viveu lá,
quando a mãe morreu,era ela e as irmãs e um irmão,bem pequenos,então o pai foi para o Brasil com eles; viveram em
Tauboté. Deolinda regressou e então casou com Joaquim José Santos Lima, em Lordelo do Ouro.E assim nasceu Carlos de Lima,antigo senhor da Quinta do Aleixo e Quinta da Franqueira.Descendente do Capitão Manuel Teixeira Barbosa,
descendente de Manuel da Silva Aleixo e dos grandes senhores que foram os Paranhos.
Com cumprimentos

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#259626 | salvini | 30 Jul 2010 11:57 | Em resposta a: #259603

Obrigada pela atenção,
Se não fôr demasiado e caso lhe seja possível, gostaria de saber com quem casou Carlos Lima e por aí fora.
Obrigada
Os melhores cumprimentos

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#259793 | marialaura | 01 Ago 2010 20:29 | Em resposta a: #259626

Ana Paula;
Carlos de Lima, casou com Laura Salvína ou Salvíni da Silva; nascida em Maricá ou S. josé do Rio de Janeiro,na certidão de casamento diz ser de Maricà mas outros documentos dizem ser oriunda de S. José do rio de Janeiro.Nasceu a 27 de Agosto 1883.Era filha de Artur Pinto da Silva (Resende)e de Margarida Salvina Pascoal da Silva (Brasil),O pai ficou viuvo muito novo e veio trazer as três filhas a Portugal para os familiares as educarem.Laura, foi educada pelos padrinhos: Joaquim José de Coutinho,despachante da Alfandega do Porto e sua mulher Dona Ana Rosa de Lemos Coutinho.Casou aos 24 anos
Na Igreja de S. Miguel de Nevogilde.
Deste casamento, nasceu Helena Margarida de Lima que mais tarde casou com Manuel Alves D'Amorim,senhor da Quinta dos Leões.Av.Boavista-Porto.Filho de José Alves D'Amorim(Valadares)e de Maria Josefina D' Amorim(S. João da Pesqueira)
Eram seis filhos: Manuel,José(desaparecido no Brasil),Alberto(morto no Brasil,com febre amarela),Carolina,casada com Luis D'Aragão e Brito(director da Alfandega de Ponta Delgada e consul de Portugal em França e no Japão),Ana casada com José
Mengo e Américo,casado com Luisa Moreira.Carolina,teve um segundo casamento com o conde de Oliveira Monteiro.
Do casamento de Manuel e Helena Margarida nasceram sete filhos: Mª Helena que casou com Luis de Sousa Pereira(Penafiel),Têm como filhos;Luis Carlos(professor de história),Mª Rosário (educadora de infância),Vitor Luis (empresário) Manuel Carlos teve dois casamentos; com Georgina Mesquita de Carvalho e Mª Adelaide Varandas.
Do primeiro casamento existem os seguintes filhos: Manuela Georgina, Carlos José, Luis Filipe,Manuel Carlos,Mª
Emilia e Jorge Manuel.Do segundo casamento; Ana Paula (Ass. Social) e Helena Margarida(Educadora de Infância)
Depois do Mauel Carlos existiram Carlos José e Fernanda Laura,ambos mortos.A seguir nasceu Mª Manuela, casada
com Romualdo Paiva da Costa(Quinta da Capela,Baião)Tiveram duas filhas,Elsa Maria (médica)e Helena Maria (médica)
A seguir nasceu Vitor Manuel,casado e divorciado de Ana Mª Casais Monteiro, deste casamento nasceram: Vitor Manuel
(Empresário) Vitor José( Inspector da Policia Emigração e Fronteiras)Ana Mª (Relações Internacionais)Por ultimo Mª
Laura, casada com Altino Jorge Correia de Sousa, tendo como fillho Miguel Jorge (arquitecto).
Penso tê-la ilucidado quanto á sua familia, não falando nos colaterais que são imensos.Pois, José da Silva Lima com
o seu segundo casamento, fez a familia Lima crescer imenso e assim deu origem aos Costa Lima, Ferreira da Silva, Ramos etc. Desses Ferreira da Silva existiu uma Ana Claudina que veio a casar com um Manuel José de Sousa irmão de Margarida Claudina dona que foi da Quinta do Aleixo. Cumprimentos

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#259902 | camac41 | 04 Ago 2010 09:27 | Em resposta a: #37428

Caros Confrades

Possivelmente haverá relação com os Veiga Leal que procuram.
Transcrevo um pequeno estudo.

Não estão relacionados com o meu Leal que ´tem origem em Arrifana de sousa (Penafiel)

Melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado


GERAÇÃO 1

1. Francisco Diogo Henriques Brandão da Veiga Leal, filho do Capitão de Infantaria na Fortaleza de Póvoa de Varzim Francisco Félix Henriques da Veiga Leal e de Ana Maria Brandão, nasceu em 1747 na fregª de Nª Srª da Conceição - Póvoa de Varzim . Casou com Bernardina Inês de Azevedo Moura Veiga filha de Manuel de Azevedo Moura e de Ana Joaquina Rosa da Silveira no dia 29 de Julho de 1781 em Paços - Paços de Ferreira.
Foram pais de
i. Francisco nasceu no dia 28 de Outubro de 1782 em Meixomil.
ii. José Félix nasceu no dia 19 de Outubro de 1783 em Meixomil e foi baptizado no dia 28 de Outubro de 1783 em Meixomil.
iii. António nasceu no dia 26 de Setembro de 1784 em Meixomil e foi baptizado no dia 30 de Setembro de 1784 em Meixomil.
iv. Joaquim nasceu no dia 11 de Novembro de 1785.
v. Luísa nasceu no dia 1 de Fevereiro de 1787.
vi. José Augusto nasceu no dia 7 de Setembro de 1788.
vii. Florêncio nasceu no dia 24 de Maio de 1794 em Sobrão - Meixomil.
viii. Ana nasceu no dia 16 de Julho de 1798 em Sobrão – Meixomil e foi baptizada no dia 16 de Julho de 1798 pelo Padre António José Álvares de Meixomil.
ix. António de Pádua nasceu no dia 16 de Junho de 1798.
Francisco faleceu no dia 30 de Novembro de 1790 em Meixomil.


GERAÇÃO 2

2. Francisco Félix Henriques da Veiga Leal , filho de Bento Felix da Veiga e de Teresa Maria Henriques Leal, nasceu cerca (est) 1715 em Póvoa de Varzim.
3 Ana Maria Brandão, filha do Capitão Bernardo Pinto Brandão e de Domingas Gomes da Costa, nasceu no dia 13 de Julho de 1715 em Quintãs – Paços e foi baptizada no dia 21 de Julho de 1715 pelo Revº Manuel Pinto Brandão, abade de Vila Chã, tendo sido anteriormente baptizada em casa pelo Revº Paulo Brandão Pinto, das Quintãs em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos o Revº Paulo Brandão Pinto e sua irmã Francisca, solteira das Quintãs. Em solteira morou em casa do seu irmão, Abade de Vila Chã - Comarca de Vila Real
Casaram, residiam na Quinta da Torre – Paços e foram pais de.
i. Francisco Diogo Henriques Brandão da Veiga Leal nasceu em 1747 em Nª Srª da Conceição - Póvoa de Varzim. Casou com Bernardina Inês de Azevedo Moura Veiga no dia 29 de Julho de 1781 em Paços - Paços de Ferreira. Faleceu no dia 30 de Novembro de 1790 em Meixomil.
ii. Maria Bernarda nasceu no dia 21 de Setembro de 1750 em Quinta da Torre – Paços e foi baptizada no dia 4 de Outubro de 1750 em Paços - Paços de Ferreira.
iii. José Rodrigo Brandão Henriques da Veiga Leal nasceu no dia 1 de Novembro de 1753 na Quinta da Torre – Paços e foi baptizado no dia 5 de Nov 1753. Casou com Bernardina Angélica de S. José Leite no dia 24 de Novembro de 1782 em Carvalhosa.
iv. Bernarda nasceu no dia 22 de Outubro de 1755 em Quinta da Torre – Paços e foi baptizada no dia 2 de Novembro de 1755 em Capela da Quinta da Torre.
v. José Bernardo Henriques Brandão da Veiga

Francisco Félix Henriques da Veiga Leal foi Capitão de Infantaria na Fortaleza de Póvoa de Varzim.


GERAÇÃO 3

4. Bento Félix da Veiga {1},(Coronel do Porto , filho de Manuel Rodrigues Félix e de Escolástica da Veiga nasceu em Almedina – Coimbra e foi baptizado no dia 26 de Maio de 1675 em Matosinhos. Cópia do assento na Sé de Coimbra em 7 Set 1675
5 Teresa Maria Henriques Leal {1}, filha de Francisco Gomes Leal e de Maria Henriques Pereira, foi baptizada no dia 20 de Junho de 1677 na fregª de Nª Srª da Ressureição - Cascais.
Casaram residiam em Sintra e foram pais de:
i. Francisco Félix Henriques da Veiga Leal nasceu cerca (est) 1715 em Póvoa de Varzim. Casou com Ana Maria Brandão antes de 1747 e residiam na Quinta da Torre - Paços. Francisco Félix foi Capitão de Infantaria na Fortaleza de Póvoa de Varzim . Francisco Felix e Ana.

6. Bernardo Pinto Brandão Capitão , filho Baltasar Ferreira Pinto e de Maria Duarte, nasceu no dia 16 de Agosto de 1685 em Quintãs – Paços e foi baptizado no dia 19 de Agosto de 1685 pelo Revº Abade Manuel Pinto Brandão em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos o Padre Jerónimo de Almeida Salgado e o Padre Gonçalo Ferreira cura desta Igreja.
7. Domingas Gomes da Costa, filha de Manuel André e de Maria da Costa, nasceu no dia 18 de Abril de 1679 em Redundo - Monte Córdova e foi baptizada no dia 1 de Maio de 1679.
Casaram-se no dia 28 de Outubro de 1711 em Monte Córdova - Santo Tirso e foram pais de:
i. Bernardo nasceu no dia 5 de Agosto de 1712 em Quintãs - Paços. Bernardo foi baptizado no dia 14 de Agosto de 1712 baptizado anteriormente em casa pelo Padre Paulo Brandão Pinto depois sob condição em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos Bernardo de Lemos e Távora e sua irmã Dona Luísa da Quinta de Varziela – Vilela. Ver Felgueiras Gaio .
ii. Paulo nasceu no dia 1 de Março de 1714 em Quintãs – Paços e foi baptizado no dia 6 de Março de 1714 em Paços - Paços de Ferreira pelo Padre Paulo Brandão Pinto, foram padrinhos António Gomes da Costa da aldeia de Redundo, da fregª de Monte Cordova e Francisca, solteira, filha de Baltasar Torres e de sua mulher Maria Duarte da aldeia das Quintãs.
iii. Ana Maria Brandão nasceu no dia 13 de Julho de 1715 em Quintãs – Paços e foi baptizada no dia 21 de Julho de 1715 pelo Revº Manuel Pinto Brandão, abade de Vila Chã, tendo sido anteriormente baptizada em casa pelo Revº Paulo Brandão Pinto, das Quintãs em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos o Revº Paulo Brandão Pinto e sua irmã Francisca, solteira das Quintãs. Casou com Francisco Félix Henriques da Veiga Leal antes de 1747. Residiam na Quinta da Torre - Paços.

GERAÇÃO 4

8. Manuel Rodrigues Félix, filho João Rodrigues o Gazio, nasceu na Sé - Coimbra.
9. Escolástica da Veiga, nasceu em Almedina - Coimbra.
Foram pais de:
i. Bento Felix da Veiga {1} foi baptizado no dia 26 de Maio de 1675 em Matosinhos. Casou com Teresa Maria Henriques Leal e residiam em Sintra.

10. Francisco Gomes Leal {1, 2}, filho de Matias Leal e de Iria Gomes, foi baptizado no dia 28 de Junho de 1636 em Nª Srª da Assunção - Cascais. Proprietário do Ofício de Escrivão de Sizas da Vila de Cascais, faleceu antes de 1678.
11. Maria Henriques Pereira, filha de Francisco Leitão e de Margarida Henriques, nasceu no dia 19 de Fevereiro de 1638 em Nª Srª da Ressureição - Cascais.
Casaram-se no dia 31 de Janeiro de 1675 e foram pais de:
i. Teresa Maria Henriques Leal {1} foi baptizada no dia 20 de Junho de 1677 em Nª Srª da Ressureição - Cascais. Casou com Bento Félix da Veiga e residiam em Sintra.
ii. Matias Henriques Leal foi baptizado no dia 7 de Novembro de 1655 em Cascais.

12. Baltasar Ferreira Pinto, filho de Pedro Ferreira Pinto e de Francisca Brandão foi baptizado no dia 9 de Outubro de 1636 em Quintãs - Paços pelo Padre João Rangel e foram padrinhos o Padre Jorge Barbosa e Domingas Fernandes, de Quintela.
13. Maria Duarte, filha de João Duarte e de Ana Neto, nasceu no dia 6 de Dezembro de 1649 em Coqueda – Paços e foi baptizada no dia 12 de Dezembro de 1673 em Paços - Paços de Ferreira.
Casaram-se no dia 9 de Abril de 1673 em Paços - Paços de Ferreira e foram pais de:
i. Maria Brandão Pinto nasceu no dia 27 de Fevereiro de 1676 em Quintãs - Paços. Casou com Manuel Barbosa no dia 10 de Janeiro de 1700 em Paços - Paços de Ferreira.
ii. Agostinho nasceu no dia 1 de Dezembro de 1679 em Quintãs – Paços e foi baptizado no dia 3 de Dezembro de 1679 em Paços - Paços de Ferreira.
iii. Francisca nasceu no dia 14 de Maio de 1682 em Quintãs – Paços e foi baptizada no dia 18 de Maio de 1682 em Paços - Paços de Ferreira.
iv. Bernardo Pinto Brandão nasceu no dia 16 de Agosto de 1685 em Quintãs – Paços e foi baptizado no dia 19 de Agosto de 1685 pelo Revº Abade Manuel Pinto Brandão em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos: Padre Jerónimo de Almeida Salgado e o Padre Gonçalo Ferreira, cura desta Igreja. Bernardo e Domingas Gomes da Costa casaram-se no dia 28 de Outubro de 1711 em Monte Córdova - Santo Tirso.
v. Francisco nasceu no dia 20 de Maio de 1692 em Quintãs – Paços e foi baptizado no dia 25 de Maio de 1692 em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos o Revº Agostinho Brandão Pinto, clérigo in minoribus, e Jerónima Duarte, filha de Manuel Ferreira, todos do lugar de Quintãs da fregª de Paços.

14. Manuel André, filho de João André, foi baptizado no dia 24 de Fevereiro de 1639 em Redundo - Monte Córdova.
15. Maria da Costa, (ou Maria Antónia) foi baptizada no dia 6 de Fevereiro de 1644 em Meixomil.
Foram pais de:
i. Domingas Gomes da Costa nasceu no dia 18 de Abril de 1679 em Redundo - Monte Córdova. Domingas foi baptizada no dia 1 de Maio de 1679. Casou com Bernardo Pinto Brandão no dia 28 de Outubro de 1711 em Monte Córdova - Santo Tirso.


GERAÇÃO 5

16. João Rodrigues o Gazio. Morador no Pátio do Convento de Stª Ana – Coimbra
17. N…
Foram pais de:
i. Manuel Rodrigues Félix nasceu em Sé - Coimbra.


20. Matias Leal, nasceu cerca (est) 1595 em Nª Srª da Assunção – Cascais, filho de Jerónimo Jorge e de Marta Luís.
21. Iria Gomes, filha de Domingos Martins e de Isabel Gomes {2}, nasceu antes de 1595 em Nª Srª da Assunção - Cascais. Iria faleceu antes de 1655.
Casaram-se no dia 15 de Fevereiro de 1621 em Cascais e foram pais de:
i. Francisco Gomes Leal foi baptizado no dia 28 de Junho de 1636 em Nª Srª da Assunção - Cascais. Casou com Maria Henriques Pereira no dia 31 de Janeiro de 1675. Francisco faleceu antes 1678.

22. Francisco Leitão, nasceu em Vilar - Cadaval.
23. Margarida Henriques, filha de Simão Henriques e de Maria de Sequeira, nasceu em Nª Srª da Ressureição - Cascais.
Foram pais de:
i. Maria Henriques Pereira nasceu no dia 19 de Fevereiro de 1638 em Nª Srª da Ressureição - Cascais. Casou com Francisco Gomes Leal no dia 31 de Janeiro de 1675.
ii. Simão Henriques

24. Capitão Pedro Ferreira Pinto, filho de Baltasar Ferreira e de Maria Pinto, nasceu no dia 24 de Setembro de 1620 em Quintãs - Paços.
25. Francisca Brandão, filha de Agostinho Brandão e de Catarina Rangel, nasceu no dia 10 de Setembro de 1612 em Sobrosa – Paredes e foi baptizada no dia 17 de Setembro de 1612 em Sobrosa - Paredes tendo por padrinhos João António, dos Ferreiros e Francisca. fª de Cosme Gaspar, de Grifão, todos desta freguesia.
Casaram-se no dia 9 de Janeiro de 1634 em Paços - Paços de Ferreira e foram pais de:
i. Baltasar Ferreira Pinto foi baptizado no dia 9 de Outubro de 1636 em Quintãs - Paços pelo Padre João Rangel e foram padrinhos o Padre Jorge Barbosa e Domingas Fernandes, de Quintela. Casou com Maria Duarte no dia 9 de Abril de 1673 em Paços - Paços de Ferreira.
ii. Maria Pinto Brandão nasceu no dia 10 de Agosto de 1638 em Quintãs – Paços e foi baptizada no dia 10 de Agosto de 1638 em Paços - Paços de Ferreira tendo por padrinhos, Gonçalo Pinto da fregª de Sobrosa e Domingas Gonçalves da fregª de Monte Córdova, lugar de Molelo. Casou com João Duarte Neto casaram-se no dia 19 de Novembro de 1665 em Paços - Paços de Ferreira.
iii. Agostinho foi baptizado no dia 16 de Janeiro de 1640 em Quintãs - Paços tendo por padrinhos: Domingos André, do lugar de Bouça desta fregª e a mulher de Salvador Pinto da fregª de Freamunde.
iv. Pedro foi baptizado no dia 10 de Janeiro de 1644 em Quintãs - Paços tendo por padrinhos: Pero António e Marta Pinto mulher de Fernão Gonçalves moradores no lugar de Pegas.
v. Paulo Ferreira Brandão foi baptizado no dia 8 de Maio de 1648 em Quintãs – Paços tendo por padrinhos o Padre Paulo Machado que o baptizou , cura do Mosteiro de Vilela e Maria filha de Amador Dias e de sua mulher Francisca João, do lugar de Pigeiros, fregª de Modelos.
vi. Joana Ferreira Pinto nasceu no dia 21 de Janeiro de 1650 em Quintãs – Paços e foi baptizada no dia 23 de Janeiro de 1650 em Paços - Paços de Ferreira. Casou com João Ferreira no dia 6 de Abril de 1671 em Meixomil.
vii. Catarina Ferreira Brandão nasceu antes 1650 em Quintãs - Paços. Casou com Diogo Dias no dia 5 de Agosto de 1668 em Paços - Paços de Ferreira.
viii. Vivência Ferreira Brandão nasceu antes 1650 em Quintãs - Paços. Casou com Pedro Dias Ferreira no dia 27 de Junho de 1673 em Paços - Paços de Ferreira. Vivência faleceu depois 1724.

Pedro Ferreira Pinto teve de Mariana, solteira :
i. Catarina Pinto nasceu antes 1680 em Coqueda - Paços. Casou com Gabriel Carneiro no dia 7 de Janeiro de 1704 em Meixomil. Catarina Pinto residia em Portas - Meixomil.

26. João Duarte, filho de Domingos Duarte e de Isidora João, nasceu antes de 1625 em Coqueda - Paços.
27. Ana Neto, filha de António Neto e de Francisca Fernandes, nasceu antes 1616 em Vale - Carvalhosa.
Casaram-se no dia 5 de Março de 1645 em Carvalhosa e foram pais de:
i. João Duarte Neto nasceu no dia 6 de Maio de 1646 em Coqueda - Paços. Casou com Maria Pinto Brandão no dia 19 de Novembro de 1665 em Paços - Paços de Ferreira.
ii. Isidora nasceu no dia 25 de Janeiro de 1648 em Coqueda - Paços.
iii. Maria Duarte nasceu no dia 6 de Dezembro de 1649 em Coqueda – Paços e foi baptizada no dia 12 de Dezembro de 1673 em Paços - Paços de Ferreira. Casou com Baltasar Ferreira Pinto no dia 9 de Abril de 1673 em Paços - Paços de Ferreira.

iv. Domingos nasceu no dia 6 de Setembro de 1651 em Coqueda – Paços e foi baptizado no dia 10 de Setembro de 1651 em Paços - Paços de Ferreira.

28. João André, nasceu em Redundo - Monte Córdova.
29. N…
Foram pais de:
i. Manuel André que foi baptizado no dia 24 de Fevereiro de 1639 em Redundo - Monte Córdova.

GERAÇÃO 6

40. Jerónimo Jorge, filho de Jerónimo Jorge Leal {2} e de Brazia Jorge, nasceu cerca est 1570 em Penedo - Colares. Jerónimo faleceu antes 1621.
41. Marta Luís, filha de João Álvares e de Inês Pires, nasceu em Cobre - Cascais
Foram pais de:
i. Matias Leal nasceu cerca (est) 1595 em Nª Srª da Assunção - Cascais. Casou com Iria Gomes no dia 15 de Fevereiro de 1621 em Cascais.

42. Domingos Martins, filho de Domingos Martins e de Margarida Fernandes, nasceu antes de 1570 em Nª Srª da Assunção - Cascais.
43. Isabel Gomes {2}, filha de Jorge Pinto e de Maria Gomes, nasceu antes de 1570 em Nª Srª da Assunção - Cascais.
Foram pais de:
i. Iria Gomes nasceu antes 1595 em Nª Srª da Assunção - Cascais. Casou com Matias Leal no dia 15 de Fevereiro de 1621 em Cascais. Iria faleceu antes de 1655.

46. Simão Henriques, filho de Simão Henriques e Domingas Santa
47. Maria de Sequeira
Casaram-se em Cascais e foram pais de:
i. Margarida Henriques nasceu em Nª Srª da Ressureição - Cascais.

48. Capitão Baltasar Ferreira, filho de Baltasar Fernandes e de Catarina Antónia, foi baptizado em Outubro de 1588 em Quintãs - Paços. Baltasar faleceu no dia 21 de Fevereiro de 1665 em Quintãs - Paços.
49. Maria Pinto, filha de Pedro Afonso e de Maria Pinto, foi baptizada no dia 6 de Novembro de 1588 em Pegas - Paços.
Casaram-se em 1616 em Paços - Paços de Ferreira e foram pais de:
i. Domingas Ferreira nasceu no dia 18 de Maio de 1617 em Quintãs - Paços. Casou com André Ferreira no dia 8 de Julho de 1634 em Picofrio - Paços.
ii. Pedro foi baptizado no dia 28 de Dezembro de 1619 em Quintãs - Paços.
iii. Pedro Ferreira Pinto nasceu no dia 24 de Setembro de 1620 em Quintãs - Paços. Casou com Francisca Brandão no dia 9 de Janeiro de 1634 em Paços - Paços de Ferreira.
iv. Maria Ferreira nasceu antes 1620 em Quintãs - Paços. Casou com Domingos António no dia 25 de Setembro de 1644 em Paços - Paços de Ferreira.

50. Padre Agostinho Brandão, filho de Gonçalo Rodrigues, nasceu antes de 1585 em Sardaça - Sobrosa.
51. Catarina Rangel ou Catarina da Cruz , nasceu antes de 1590 em Sobrosa - Paredes.
Filhos de Agostinho e Catarina Rangel solteira :
i. Francisca Brandão nasceu no dia 10 de Setembro de 1612 em Sobrosa – Paredes e foi baptizada no dia 17 de Setembro de 1612 em Sobrosa - Paredes tendo por padrinhos: João António, dos Ferreiros e Francisca fª de Cosme Gaspar, de Grifão, todos desta freguesia. Casou com Pedro Ferreira Pinto no dia 9 de Janeiro de 1634 em Paços - Paços de Ferreira.
ii. André nasceu no dia 16 de Maio de 1618 em Sobrosa – Paredes e foi baptizado no dia 20 de Maio de 1618 em Sobrosa - Paredes tendo por padrinhos: André e Apolónia filhos de Gonçalo André, de Souto Longo. Deu por pai de André, Agostinho Brandão Padre , ausente no Brasil

52. Domingos Duarte, nasceu antes de 1580 em Coqueda - Paços.
54. Isidora João, nasceu antes de 1580 em Coqueda - Paços.
Foram pais de:
i. Domingos nasceu no dia 18 de Agosto de 1602 em Coqueda - Paços.
ii. Adão nasceu no dia 15 de Fevereiro de 1606 em Coqueda – Paços e foi baptizado no dia 19 de Fevereiro de 1606 em Paços - Paços de Ferreira.
iii. Verónica Duarte nasceu no dia 8 de Setembro de 1610 em Paços - Paços de Ferreira e foi baptizada no dia 12 de Setembro de 1610 em Paços - Paços de Ferreira. Casou com Roque Ferreira no dia 15 de Outubro de 1642 em Paços - Paços de Ferreira.
iv. Domingos Duarte foi baptizado no dia 21 de Abril de 1613 em Coqueda - Paços. Casou com Senhorinha João e residiam em Quintãs - Paços.
v. Catarina Duarte nasceu antes de 1615 em Coqueda - Paços. Casou com Diogo Manuel no dia 13 de Abril de 1636 em Paços - Paços de Ferreira.
vi. Jerónimo nasceu em 1617 .
vii. João Duarte nasceu antes 1625 em Coqueda - Paços. Casou com Ana Neto no dia 5 de Março de 1645 em Carvalhosa.
viii. Maria Duarte nasceu antes 1605 em Coqueda - Paços. Casou com Domingos Duarte no dia 9 de Novembro de 1628 em Paços - Paços de Ferreira. Maria faleceu antes de 1654.

54. António Neto, nasceu antes de 1595 em Vale - Carvalhosa.
55. Francisca Fernandes, nasceu antes de 1595 em Vale - Carvalhosa. Faleceu no dia 23 de Fevereiro de 1654 em Vale - Carvalhosa.
Foram pais de:
i. Ana Neto nasceu antes 1616 em Vale - Carvalhosa. Casou com João Duarte no dia 5 de Março de 1645 em Carvalhosa.
ii. António foi baptizado no dia 21 de Fevereiro de 1618 em Vale - Carvalhosa.
iii. António Neto foi baptizado no dia 13 de Maio de 1623 em Vale - Carvalhosa. Casou com Ana Ferreira no dia 26 de Maio de 1646 em Carvalhosa. António faleceu em Agosto de 1656 em Setúbal.
iv. Domingos Neto nasceu antes 1625 em Vale - Carvalhosa. Casou com Vitória Duarte no dia 12 de Dezembro de 1644 em Meixomil. Domingos faleceu no dia 14 de Agosto de 1655 em Vale - Carvalhosa.
v. Maria foi baptizada antes 1630.


GERAÇÃO 7

80. Jerónimo Jorge Leal {2}, filho de Jorge Leal, nasceu cerca (est) de 1545 em Penedo - Colares.
81. Brazia Jorge
Foram pais de:
i. Jerónimo Jorge nasceu cerca (est) de 1570 em Penedo - Colares. Jerónimo faleceu antes 1621.

82. João Álvares, nasceu em Cobre - Cascais. Por alcunha o Frade
83. Inês Pires, nasceu em Cobre - Cascais.
Foram pais de:
i. Marta Luís nasceu em Cobre - Cascais.

84. Domingos Martins, nasceu antes de 1545.
85. Margarida Fernandes, nasceu antes de 1545.
Foram pais de:
i. Domingos Martins nasceu antes 1570 em Nª Srª da Assunção - Cascais.

86. Jorge Pinto, nasceu antes de 1545.
87. Maria Gomes, nasceu antes de 1545.
Foram pais de:
i. Isabel Gomes {2} nasceu antes de 1570 em Nª Srª da Assunção - Cascais.

92. Simão Henriques {1}
93. Domingas Santa
Residiam em Vila Franca de Xira e foram pais de:
i. Simão Henriques casou com Maria de Sequeira em Cascais.

96. Baltasar Fernandes, nasceu antes de 1565 em Quintãs – Paços e faleceu antes de 1617.
97. Catarina Antónia, nasceu antes de 1565 em Quintãs – Paços e faleceu antes de 1617.
Foram pais de:
i. Maria Fernandes nasceu antes 1585 em Quintãs - Paços. Casou com Afonso Gomes no dia 25 de Janeiro de 1605 em Paços - Paços de Ferreira.
ii. Baltasar Ferreira foi baptizado em Outubro de 1588 em Quintãs - Paços. Casou com Maria Pinto em 1616 em Paços - Paços de Ferreira. Baltasar Ferreira faleceu no dia 21 de Fevereiro de 1665 em Quintãs - Paços.
iii. Domingas Fernandes nasceu antes 1595 em Quintãs - Paços.
iv. Senhorinha foi baptizada no dia 3 de Abril de 1596 em Quintãs - Paços.
v. Catarina foi baptizada no dia 25 de Abril de 1591 em Quintãs - Paços.

98. Pedro Afonso, nasceu antes de 1570 em Pegas – Paços e faleceu antes de 1631.
99. Maria Pinto, nasceu antes de 1570 em Pegas – Paços e faleceu antes de 1631.
Foram pais de:
i. Maria Pinto foi baptizada no dia 6 de Novembro de 1588 em Pegas - Paços. Casou com Baltasar Ferreira em 1616 em Paços - Paços de Ferreira.
ii. Andresa Pinto foi baptizada no dia 6 de Dezembro de 1589 em Pegas - Paços. Casou com Pedro António no dia 20 de Janeiro de 1631 em Paços - Paços de Ferreira.
iii. Gaspar foi baptizado no dia 14 de Maio de 1596 em Pegas - Paços.
iv. Manuel Pedro nasceu antes 1605 em Pegas - Paços. Casou com Senhorinha Fernandes no dia 20 de Janeiro de 1628 em Paços - Paços de Ferreira. Manuel faleceu antes de 1652.
v. Marta Pinto nasceu antes 1610 em Pegas - Paços. Casou com Fernão Gonçalves no dia 8 de Janeiro de 1631 em Paços - Paços de Ferreira.
vi. Afonso nasceu antes 1610 em Pegas - Paços.

100. Gonçalo Rodrigues, nasceu antes de 1560 em Sardaça - Sobrosa. Faleceu no dia 30 de Janeiro de 1614 em Sardaça - Sobrosa.
101. N…
Foram pais de:
i. Agostinho Brandão nasceu antes 1585 em Sardaça - Sobrosa.
ii. Brás Sanches


GERAÇÃO 8

102. Jorge Leal, filho de João Leal e de Mécia Pires, nasceu em Colares.
103. N…
Foram pais de:
i. Jerónimo Jorge Leal {2} nasceu cerca (est) de 1545 em Penedo - Colares.





GERAÇÃO 9

320. João Leal, filho de Jorge Leal e de Catarina Fernandes, nasceu em Colares e faleceu no dia 16 de Dezembro de 1562 em Gigarós - Colares.
321. Mécia Pires, nasceu em Colares e faleceu no dia 13 de Abril de 1568 em Colares.
Foram pais de:
i. Jorge Leal que nasceu em Colares.



GERAÇÃO 10

640. Jorge Leal
641. Catarina Fernandes
Foram pais de:
i. João Leal nasceu em Colares. João faleceu no dia 16 de Dezembro de 1562 em Gigarós - Colares.









CITAÇÕES

Felgueiras Gayo. {1}
Luís Filipe Marques da Gama. Dos Leais de Sintra e Colares aos da Região Oeste. {2}


BIBLIOGRAFIA

Felgueiras Gayo.
Luís Filipe Marques da Gama. Dos Leais de Sintra e Colares aos da Região Oeste.

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga - Jose Pereira da Rocha Paranhos - elo perdido

#285219 | gigimw | 21 Ago 2011 00:09 | Em resposta a: #259603

Sou trineta de Albino Pereira da Rocha Paranhos e de Joaquim Pereira da Rocha Paranhos. Meu bisavo era Fernando Pereira da Rocha Paranhos, nascido em Pernambuco. Foi vereador em Rio Claro, SP e Prefeito de Sao Fidelis, RJ entre 1929 e 1930.
Meu avo chamava-se Rubens Pereira da Rocha Paranhos.

Estou tentando pesquisar se meus trisavos (que eram irmaos) nao seriam os filhos mais velhos do patriarca Jose Pereira da Rocha Paranhos que veio para o Brasil e se casou com a carioca Maria Feliciana em 1831. Entre 1832 e 1845, ainda nao consegui informacao de nenhum dos filhos que este casal tenha tido e tento descobrir se nao teriam sido meus trisavos filhos deles.

Pelas informacoes que tenho de familia, sou tetraneta de portugueses do Porto. Portanto, a coisa toda faz sentido. So estou tentando encontrar documentos que comprovem.

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#285892 | gigimw | 28 Ago 2011 21:45 | Em resposta a: #259603

Li sobre a historia da sua familia e, com certeza e ligada a minha familia. Estou ha um bom tempo pesquisando sobre minha familia. Meu avo era Rubens Pereira da Rocha Paranhos, filho de Fernando Pereira da Rocha Paranhos (ex-vereador de Rio Claro, SP e prefeito de Sao Fidelis). Os meus trisavos era Albino Pereira da Rocha Paranhos, que era irmao de Joaquim Pereira da Rocha Paranhos. Meu bisavo casou-se com uma prima-irma dele, Lydia Amelia da Rocha Paranhos (que nunca precisou mudar o nome quando se casou).
Estou tentando descobrir onde meus trisavos se encaixam nessa genealogia e nao consigo descobrir.

Giselle

Resposta

Link directo:

Lordelo do Ouro

#292827 | abribas | 13 Dez 2011 18:17 | Em resposta a: #259603

Cara Maria Laura
O Luís Gonçalves que refere era filho de Amador Gonçalves, do Eirado, Lordelo do Ouro?
Em 7/11/1638 foi padrinho de meu avô Luís Gonçalves de Bessas, filho de Manuel Gonçalves e de Marta Gonçalves do lugar do Eirado, Lordelo do Ouro. A madrinha foi Bernarda Benta, mulher de Domingos António Gonçalves do lugar do Ouro.

Vejo que estudou um pouco famílias de Lordelo e Nevogilde. Os Costa Lima que refere noutra mensagem são anteriores e têm origem em Aldoar: uma filha de meu avô João da Costa Lima (*28/12/1727 Aldoar,+27/2/1809 Lordelo) a Ana Joaquina Rosa da Costa Lima casa em Lordelo a 23/2/1797 com José da Costa Santos (*29/3/1765 Lordelo) filho dos citados António da Costa Santos e Custodia Maria da Silva. Tenho referenciados 7 filhos deste casal mas não a Ana Joaquina referida.

Também pesquisei estas famílias de Aldoar, Nevogilde e Lordelo, e se cruzássemos informação talvez fosse interessante para ambos.
Cmpts
António
abribas[arroba]gmail[ponto]com

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga/ relacionamento com os Pereira (Rocha Paranhos)

#301828 | gigimw | 04 Abr 2012 02:59 | Em resposta a: #259603

Tenho informacoes a respeito desse Manoel Pereira, tambem conhecido como Manoel Pereira do Casal ou Manoel Pereira da Rocha Paranhos, que foi casado em segundas nupcias com Josefa Angelica. Manoel Pereira nasceu em 9/1/1770 e faleceu antes de 1852. Eles tiveram pelo menos os seguintes filhos: Maria Pereira (1815), Camila (1818), Joaquim (1820) e Albino (1824). Albino foi para o Rio de Janeiro, onde se casou com a paulista Maria Joanna Malta. Joaquim foi para Florianopolis, onde se casou com a catarinense Leopoldina Rosa de Magalhaes Fontoura, filha do Tenente Coronel portugues e vereador de Desterrro (atual Florianopolis) Jose Joaquim de Magalhaes Fontoura. Tambem acreditamos que houve um outro filho de Manoel e de Josefa Angelica de nome Francisco, que foi para o Sul do Brasil. O Manoel teve com a primeira muilher Maria Francisca, pelo menos um outro filho mais velho de nome Jose (n. 1801), que foi tambem para o Rio de Janeiro.
Maria Pereira teve descendentes que tambem foram para o Rio, integrantes da familia Fernandes Bravo.
Albino teve no Brasil, pelo menos os seguintes filhos Albino, Maria Eugenia, Elvira, Fernando, Mercedes, Lina, Oscar. Tambem temos noticias de outros possiveis filhos de Albino e Maria Joanna, que estao sendo pesquisados no momento: Abelardo e Julia.
Joaquim teve pelo menos duas filhas de que temos noticia: Lydia Amelia e Amelia Lydia, que se casaram com dois primos-irmaos, filhos do Albino, Fernando e Albino, respecitivamente.
Gostaria de trocar informacoes com pessoas interessadas nesse assunto.
gisellew@bellsouth.net

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#312956 | gigimw | 02 Set 2012 04:14 | Em resposta a: #259603

Prezada Maria Laura (ou a quem possa interessar esta mensagem),

Sei que seu post ja e antigo, mas sera que poderia nos dizer mais sobre esta Deolinda? Sabe os nomes dos irmaos dela? Tenho primas que gostariam de saber mais a respeito dela, tambem. Sei quem e a Camilia Angelica. Encontramos os registros da maioria desses filhos do Manoel Pereira (do Casal). Camila nasceu em 1818, tinha uma irma chamada Maria (1815), que se casou com um Fernandes Bravo. Camila teve pelo menos dois outros irmaos mais novos de nome Joaquim (1820) e Albino (1824) e possivelmente mais um outro Francisco. Mas nao sabemos nada a respeito da vida da Camila. Varios dos filhos do Manoel Pereira deixaram descendencia no Brasil. De acordo com relatos de primas, eles tiveram uma grande firma exportadora de couro na primeira geracao. Havia tambem muitos engenheiros nesta familia, ja na geracao seguinte.
Obrigada.
gigimw

Resposta

Link directo:

Pinto da Silva

#322422 | jamador | 04 Fev 2013 21:30 | Em resposta a: #259793

Boa noite,
As pessoas referidas entroncam na minha investigação familiar pelo que penso que podemos trocar alguma informação.
Interessa-me por exemplo conhecer a naturalidade de Artur Pinto da Silva. Este era filho de Felício Pinto da Silva e do seu segundo casamento com Emília Rosa de Lima, esta última irmã de minha trisavó.
Por outro lado sei que Artur teve (pelo menos) três irmãos: Pedro, nascido no Porto a 18-10-1852, Arminda nascida a 23-7-1857 e Laura nascida no ano seguinte. Arminda faleceu com 25 anos a 3-4-1883 e Laura com 14 anos no dia 28-12-1872.
Ignorava, até agora, a restante descendência que refere.
E já agora, Joaquim José Coutinho e Ana Rosa eram primos direitos de Artur.
Cumprimentos
Jorge Rodrigues

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#323351 | jamador | 17 Fev 2013 18:43 | Em resposta a: #259793

Boa noite,
As pessoas referidas entroncam na minha investigação familiar pelo que penso que podemos trocar alguma informação.
Interessa-me por exemplo conhecer a naturalidade de Artur Pinto da Silva. Este era filho de Felício Pinto da Silva e do seu segundo casamento com Emília Rosa de Lima, esta última irmã de minha trisavó.
Por outro lado sei que Artur teve (pelo menos) três irmãos: Pedro, nascido no Porto a 18-10-1852, Arminda nascida a 23-7-1857 e Laura nascida no ano seguinte. Arminda faleceu com 25 anos a 3-4-1883 e Laura com 14 anos no dia 28-12-1872.
Ignorava, até agora, a restante descendência que refere.
E já agora, Joaquim José Coutinho e Ana Rosa eram primos direitos de Artur.
Cumprimentos
Jorge Rodrigues

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga/ relacionamento com os Pereira (Rocha Paranhos)

#337394 | Maria Laura | 29 Out 2013 18:42 | Em resposta a: #301828

Giselle:

Por favor vá ao Forum "Familia Rocha Paranhos",que lá encontrará uma resposta minha.
Já agora a informo que,José Pereira da Rocha Paranhos,era meio irmão de Camila.
Ele, era filho do primeiro casamento de Manuel Pereira Rocha Paranhos, com Mª Francisca.
Em casa dos meus pais,existia um album fotográfico repleto de fotos dos nossos familiares
brasileiros, mas quando minha mãe faleceu,ele desapareceu,não sei quem o levou.
Entre essas fotos estavam a de José Maria Silva Paranhos e de seu filho José Maria da Silva
Paranhos Júnior,viscondes de Rio Branco.Por isso também pertencem á nossa familia.
Sei que Agostinho da Silva Paranhos e José de Freitas Paranhos eram irmãos,oriundos de Penafiel.

Um abraço

Maria Laura

Resposta

Link directo:

RE: Lordelo do Ouro

#337424 | Maria Laura | 30 Out 2013 11:15 | Em resposta a: #292827

Caro António:
Existe uma pequeno engano da minha parte e, pelo qual peço imensa desculpa;Luis Gonçalves,
casado com Mª Francisca era pai de Mª Francisca mulher de Pascoal da Silva,meus avós em nono
grau.O Luis Gonçalves a que se refere,filho de Amador Gonçalves,era casado com Domingas Dinis,
por isso não são os mesmos.Nos baptismos dos nossos familiares nessa Era,a presença mutua era
uma constante.Penso que existiam laços familiares.
Em relação a Ana Joaquina,filha de António Costa Santos e Custódia Maria,tenho a informar que nasceu
a 30 de Junho de 1762;casou com José da Silva Lima a 24 Janeiro 1787;Dote foi registado a 29 de
Novembro de 1786.e faleceu a 20 de Setembro de 1790.(meus avós em quinto grau).José da Silva Lima,
casou pela segunda vez com uma Rosa,penso, que prima de Ana Joaquina.
Quanto a Ana Joaquina Rosa, a que se refere sim, era casada com o irmão de Ana Joaquina,por isso meus
tios.
Ana Joaquina Rosa,viúvou e casou novamente com Thomás José da Costa.

Sempre ao dispor.
Um abraço

Mª Laura

Resposta

Link directo:

RE: Lordelo do Ouro

#337431 | abribas | 30 Out 2013 13:23 | Em resposta a: #337424

Cara Mª Laura
Obrigado pela mensagem.
Desconhecia que Ana Joaquina Rosa da Costa Lima tinha enviuvado e casado novamente com um Tomás José da Costa. Sabe me dizer onde? Só lhe tenho referenciada uma filha (natural) do 1º casamento, a Francisca Lima da Costa Santos n. a 5.12.1796 em Lordelo do Ouro.
A prima de Ana Joaquina que casou com José da Silva Lima depois deste enviuvar poderá ser talvez a prima direita Rosa Maria do Nascimento, filha de João da Costa Santos e de Josefa Maria da Encarnação. Prima direita é a única Rosa que tenho referenciada.
Como lhe disse anteriormente estou ao dispor no meu email abribas(arroba)gmail(ponto)com para troca de dados. Tenho relativamente bem estudada esta gente de Lordelo, Aldoar e Nevogilde.
Abraço
António

Resposta

Link directo:

RE: Jamador

#337442 | Maria Laura | 30 Out 2013 18:09 | Em resposta a: #323351

Caro Jorge:
Peço desculpa por só agora lhe responder.
Pelo que entendi, a sua trisavó era tia avó de Laura Salvina da Silva Lima,minha avó,filha de Artur
Pinto da Silva e Margarida Pascoal,estou certa?
Sobre o meu bisavô Artur,nunca se falava,apenas tive conhecimento da vinda dele a Portugal para
deixar as filhas pequeninas e partir novamente para o Brasil.Penso, que ele nasceu em Resende,mas
não posso afirmar.Gostaria muito de saber o que lhe aconteceu,lá no Brasil!...se casou ;se teve mais
filhos;quando faleceu,essas coisas todas que fazem parte da vida.
Como já disse neste Forum,minha avó Laura e (minha madrinha)foi educada por Joaquim José Coutinho
e Rosa Lemos.Estes Lemos,estiveram sempre ligados aos meus avós,assim como dr Vicente de Paula
Coutinho Almeida d´Eça e a esposa Julieta lidia Araújo Lima,que iam passar férias connosco na nossa
quinta do Convento da Franqueira em Barcelinhos.
Bem pequena conheci o Silvio Mengo,filho de Mariana.Ele era visita da nossa casa,na qiuinta do Aleixo
em Lordelo do Ouro.
Existe uma coincidência muito interessante;minha bisavó Deolinda Moreira Paranhos,era afilhada de Ana
Rosa Lemos e o meu bisavô Joaquim José dos Santos LIma,era afilhado de Joaquim José Coutinho e
Ana Rosa.Haverá grau de parentesco entre eles?
Cumprimentos
Mª Laura

Resposta

Link directo:

RE: Lordelo do Ouro

#337446 | abribas | 30 Out 2013 19:50 | Em resposta a: #337424

Cara Mª Laura
Será que a Mª Francisca mulher de Pascoal da Silva, seus nono avós, era a filha de Luis Gonçalves e de Maria Francisca nascida em Lordelo do Ouro a 19.5.1676, tendo por padrinhos Manuel Francisco Ferrº e Maria Teixeira moradora em LX?
Se sim penso que seria irmã do meu oitavo avô, Manuel Gonçalves Bessa (*16.4.1681), e isso justificaria a tal presença mutua nos baptismos dessa Era.
Abraço
António

Resposta

Link directo:

Pinto da Silva

#337591 | jamador | 03 Nov 2013 00:34 | Em resposta a: #337442

Boa noite Maria Laura,
Ainda estive alguns dias a reler aos poucos as mensagens anteriores para me situar nest ramo de família que investiguei há anos e no qual alguns pormenores me escapavam já.
Percebi que entendeu bem a relação familiar. Temos pois tetravós comuns António da Costa Lima e Ana Rosa. Dentre os cinco filhos deste casal que identifiquei está a minha trisavó Maria Rosa, a sua trisavó Emília Rosa, e a mais velha Leonor Rosa.
Esta última casou com Manuel Correia de Lemos e tiveram Ana Rosa de Lemos; esta casou com o Joaquim José Coutinho.
Refere uma 'coincidência interessante' que penso não ter entendido. A que grau de parentesco de refere? Entre quem ?
Tem uma incorreção, pois Sílvio Mengo era filho de Alice Salvina da Silva.
Todos estes poderá consultar na minha base de dados em
jamador.6te.net
Se for do seu interesse posso ainda dizer-lhe onde estão sepultados os seus trisavós (e os meus) e outros elementos da família.
Disponha
Jorge Rodrigues

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga/ relacionamento com os Pereira (Rocha Paranhos)

#338119 | gigimw | 14 Nov 2013 20:39 | Em resposta a: #337394

Ola, eu tenho a arvore desses Rocha Paranhos, dos que vieram para o Brasil. Foram uns 5 que vieram no total.

Manoel Pereira teve os seguintes filhos que vieram para o Brasil: o Jose, o Joaquim, o Albino e o Francisco. Parece que tambem veio um sobrinho, o filho de uma das irmas deles (de nome Maria ou talvez Ana), cujo nome era Joaquim Pereira Fernandes Bravo. Desse Joaquim Pereira Fernandes Bravo, tambem tenho documentacao sobre sua passagem pelo Rio de Janeiro.

Jose e Albino vieram para o Vale do Paraiba, no interior do Estado de Sao Paulo. Mas parece que acabaram se fixando no Rio de Janeiro. Joaquim veio para Desterro, atual Florianopolis, porem foi depois para o Rio de Janeiro. Francisco veio para Porto Alegre.

O Manoel nasceu em 1770. O batismo dele e o registro mais antigo que tenho dessa familia.

Eu descendo do Albino e do Joaquim. Mas tambem temos contato com primos do ramo do Jose, que foi justamente o primeiro a vir para o Brasil.

saudacoes

Resposta

Link directo:

RE: familia/Leal Gonsalves e Barroso da Veiga

#338123 | gigimw | 14 Nov 2013 21:31 | Em resposta a: #259603

Ola, Maria Laura,

Muito dessa sua historia faz sentido para mim, pois realmente sabemos de uns Paranhos que andaram por Taubate. O Jose, casado com Maria Feliciana Pacheco e pai desse Jose e da Maria Jose (Mayrink), tiveram fazendas naquela regiao. Parace que a residencia principal deles era justamente em Taubate. Alem disso, meu trisavo, o Albino Pereira da Rocha Paranhos, casou-se com Maria Joanna Malta (filha de Manoel Francisco Malta e Maria das Dores), paulista e natural daquela mesma regiao. Maria Joanna deve ter nascido por volta de 1827. Ela foi batizada em Guararema, perto de Moji das Cruzes. Era tudo mais ou menos na mesma regiao, o famoso Vale do Paraiba. Por isso os locais fazem sentido para mim!

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 20 Mar 2019, 15:04

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen