Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

Este tópico está classificado nas salas: Famílias | Regiões | Pessoas | Títulos | Brasil

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#68059 | Cau Barata | 21 Jun 2004 19:59

Prezados confrades Ricardo de Oliveira, Rui Pereira, Rogério Penha Ferreira e Carlos Leal Machado

Peço-lhes desculpas por estar abrindo este título dos Carneiro Leão. Na verdade, é uma continuação de suas pesquisas, sobre os Carneiro, do Porto, que vem sendo desenvolvida no topico CARNEIRO DE CAMPOS, S. SDOR DE PENAMAIOR, S.XVIII.

Apenas quiz evitar de embaralhar as informações de uma e outra família, embora os temas estejam bem relacionados. Quaisquer dados que eu venha ter sobre os Carneiro de Campos, colocarei naquele tópico, já aberto pelo Ricardo. Os referentes aos Carneiro Leão, achei que seria melhor colocar em tópico exclusivo a eles

Segue os levantamentos que tenho, feitos há alguns anos quando estudava as famílias de Pernambuco, que podem ajudar-nos na ligação entre os Carneiro Leão e os Carneiro de Campos.

Quanto aos Carneiro Leão, vieram para o Brasil dois ramos, um para Pernambuco e outro para o Rio de Janeiro, cuja ligação entre eles já está estabelecida. Conjeturou-se, também, que os Souza Leão, de Pernambuco, eram aparentados com os Carneiro Leão, no entanto, nada consegui, por ora, encontrar.

Vi em vossas mensagens, no tóico no topico CARNEIRO DE CAMPOS, S. SDOR DE PENAMAIOR, S.XVIII., a citação do encontro dos Carneiro de Campos e Carneiro Leão, com famílias Barbosa e Ferreira, as quais, apresento outras incidências que, talvez somada a de vocês, possa estabelecer as ligações que buscamos.

O trabalho é longo, e nunca o publiquei. Apenas aproveitei alguns dados, que ainda estão manuscritos (não digitei nem datilografei), no Dicionário das Famílias Brasileiras. Se me permitirem, vou resumi-los, mais uma vez, procurando, no entanto, me aproximar dos pontos que foram aqui abordados.

Aos mesmo grupos, pertencem as famílias Carneiro da Silva e Carneiro Belens.

Vamos em frente:

Pedro Carneiro, que viveu no Porto, nascido por volta de 1615 e falecido antes de 1681, foi a origem da união dos dois apelidos, por via do seu casamento com Maria Antônia de LEÃO.
Tiveram seis filhos, a saber:

I.1. MARIA CARNEIRO, que foi batizada a 18 de fevereiro de 1639,no Porto, segundo consta do Livro 1.º (ou M1), fols. 26, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa ? lugar de origem de todos estes ?Carneirinhos?

I.2. JOANA CARNEIRO (LEÃO), - que segue § 1

I.3. ANTONIO CARNEIRO (LEÃO) , que foi batizada a 9 de Outubro de 1644, no Porto, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 5, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa.

I.4. MANUEL CARNEIRO (LEÃO) , que foi batizada a 10 de Maio de 1648, no Porto, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 9, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa. Casado, a 24 de Outubro de 1681, na mesma freguesia do seu nascimento, Livro corrente, fl. 182, com Catarina FERREIRA ? outra união com os Ferreira ? batizada a 18 de fevereiro de 1657, na mesma freguesia de São Tiago de Carvalhosa, Livro M2º, fls. , 17, filha de Antônio Ferreira e de Maria Barbosa. Catarina tinha, pelo menos mais quatro irmãos.

I.5. FRANCISCO CARNEIRO (LEÃO) , que segue § 2

I.7. PEDRO CARNEIRO, que foi batizada a 5 de Março de 1654, no Porto, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 14, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa.



§ 1

I.2. JOANA CARNEIRO (LEÃO), que foi batizada a 29 de Dezembro de 1641,no Porto, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fls. 2, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa. Deixou descendência do seu casamento com MANUEL FERREIRA ? aqui aparece a ligação com os Ferreira, da mesma forma que os que mencionou Rui Pereira, ao falar dos carneiro do lugar de Cô.
Tiveram dois filhos, entre eles, de maior interessa para estas notas relacionadas com o Brasil:

II-2. TERESA CARNEIRO LEÃO, nascido por volta de 1668,na freguesia da Carvalhosa, Braga. Casada a 12 de Agosto de 1705, na dita freguesia São Thiago da Carvalhosa ,livro M3.º de Matrimônios, à fl. 196,com Agostinho FERREIRA PINTO ? novamente um encontro com os Ferreira, natural de Santa Eulália de Poços, Porto, e filho de Simão Fernandes e de Agueda Ferreira Pinto.

Aqui surge um primeiro ramo migrado para o Brasil, estabelecido em Pernambuco, ou seja, Teresa e Agostinho são pais de João Batista Carneiro Leão, que vem citado na obra de Antônio Borges da Fonseca, Nobiliarquia Pernambucana, Tomo II, pág. 302, deixando geração do seu casamento com Maria Lins de Albuquerque. Nada tem haver, de forma direta, com o ramo de Minas Gerais, que são colaterais, e com o outro ramo de Pernambuco, do Engenho de São Braz, também seus colaterais.




§ 2

I.5. FRANCISCO CARNEIRO (LEÃO) , que foi batizada a 20 de Novembro de 1650, no Porto, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 11 da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa. Casado, a 25 de Outubro de 1681, na mesma freguesia do seu nascimento, Livro corrente, fl. 182, - no dia seguinte do casamento de seu irmão ? com Luiza BARBOSA ? que era irmã da esposa de seu irmã, a dita Catarina Ferreira ? batizada a 5 de Março de 1662, na mesma freguesia de São Tiago de Carvalhosa, Livro M2º, fls. , 17, filha dos mesmos Antônio Ferreira e de Maria Barbosa.

Deste casamento, tiveram nove filhos, dos quais somente três nos interessa, por suas relações com os Carneiro de Campos e Carneiro Leão, do Brasil.

II-2. Manuel, que segue
II-7. Serafina, que segue.
II-9. Rafaela, que segue.



II-2. MANUEL CARNEIRO LEÃO, batizado a 28 de Outubro de 1685, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 68 verso, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa.. Foi um dos grandes patriarcas no Brasil, de um dos ramos da Família Carneiro Leão, de PERNAMBUCO. Passou para Pernambuco, onde adquiriu as terras do antigo Engenho Carnijó, que se encontrava abandonado, desde a invasão holandesa. Seu filho ergueu nestas terras, no ano de 1749, a Capela e a Casa Grande do Engenho Macujé. Em 1740,vivia em ?Contraçude?, ou seja, era proprietário do Engenho de Contraçude, em Jaboatão. Foi prior da Ordem terceira do Carmo, na vila do recife, Pernambuco.

Deixou larga descendência do seu casamento com Rosa Maria de Barros, integrante da família Barros Barreto, de abastados proprietários de Engenho.

Manuel Carneiro Leão também consta da obra de Antônio Borges da Fonseca, Nobiliarquia Pernambucana, Tomo I, pág.,160, onde lhe traça a descendência até cerca de 1770, data dos últimos apontamentos feito por Borges da Fonseca.

Manuel Carneiro Leão vem a ser terceiro avô de BRAZ CARNEIRO LEÃO, de Pernambuco (nada tem haver com o de Minas gerais/Rio de Janeiro), que nasceu por volta de 1799,em Pernambuco ? portanto já não consta da obra de Borges da Fonseca, e faleceu em 3 de fevereiro de 1876. Foi agraciado pelo Governo Brasileiro com o título de BARÃO DE SÃO BRAZ, deixando larga descendência, ainda hoje residente em Pernambuco.


II-7. SERAFINA CARNEIRO LEÃO (irmã de Manuel, II-2.acima), batizada a 24 de Setembro de 1695, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 218, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa.. Foi também uma das grandes patriarcas no Brasil, de outro ramo da Família Carneiro Leão, de PERNAMBUCO.

Por ocasião do seu casamento, residia no lugar de Fontaim, Freguesia de S. Tiago da Carvalhosa, onde casou, a 6 de Abril de 1723, segundo consta do Livro 3.º (ou M3), fls. 229, com José NETTO FERREIRA, natural de São Tiago de Figueiró de Ferreira.

Além da união com mais um Ferreira, este apelido NETTO, vai se r muito difundido nos Carneiro Leão do Porto, de Pernambuco e de Minas Gerais.

Tiveram três filhos, dos quais dois são de grande importância para a história desta família, no Brasil. Um, foi um grande patriarca de Pernambuco e, outro, de Minas Gerais, o seja:

==III-2. MANUEL NETTO CARNEIRO LEÃO, nascido por volta de 1726 e falecido a 14 de Julho de 1805, Pernambuco, em seu Engenho de São Braz. Professou a 9 de Maio de 1751. Deixou importante e extensa descendência em Pernambuco, do seu casamento com sua parenta Francisca Tereza de Jesus Barros, que descendia do outro ramo dos Carneiro Leão, de Pernambuco.

==III-3. ANTONIO NETTO CARNEIRO LEÃO, nascido por volta de 1730, em Portugal. Capitão de Milícias. Chefe do ramo dos Carneiro Leão, das Minas Gerais. Estabeleceu-se na Cidade de Paracatú, em Minas gerais, onde falece, e onde casou com Ana Maria Leme, natural do Tijuco (hoje Diamantina),Minas Gerais, procedente dos tradicionais Leme, do Estado de São Paulo.

Entre os descendentes deste último casal, Antônio Netto e Ana Leme, registro:

====== 1. o neto, o MARQUÊS DO PARANÁ, Honório Hermeto Carneiro Leão, nascido a 11 de Janeiro de 1801, em São Carlos de Jacuí, Estado de Minas gerais, e falecido a 3 de Setembro de 1857, no Rio de Janeiro. A biografia do marquês do Paraná e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete dos Carneiro Leão, Tomo I, do Volume I, de 1999.

====== 2. a neta, a MARQUÊSA DO PARANÁ, MARIA HENRIQUETA NETTO CARNEIRO LEME, nascida a 1º de Maio de 1809, no Arraial do Tijuco - em Paracatu, MG, e falecida a 1º de Dezembro de 1887, na Fazenda do Lordelo, Porto Novo da Cunha, MG. Foi sepultada no Rio de Janeiro, no cemitério de São João Batista. Foi casada a 22 de Maio de 1826, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 3.º de matrimônios da Freguesia de Santa Rita, fl. 211, com seu primo Honório Hermeto Carneiro Leão, marques do Paraná, citado acima.

====== 3. o neto, o VISCONDE DE CRUZEIRO, Jerônimo José Teixeira Júnior, nascido a 25 de Novembro de 1830,no Rio de Janeiro, e falecido a 26 de dezembro de 1892,em Roma. Foi agraciado com o título de Visconde de Cruzeiro, por Decreto de 13 de junho de 1888. Casado a 24 de dezembro de 1853, com sua prima, Maria Henriqueta Carneiro Leão, citada adiante. A biografia do Visconde de Cruzeiro e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete dos Teixeira, Tomo I, do Volume II, de 1999.

====== 4. o neto, o BARÃO DE SANTA MÔNICA, Nicolau Netto Carneiro Leão, nascido em 1824,em Ouro Preto, Minas Gerais, e batizado a 29 de Julho de 1829, em Tiradentes, Minas gerais, onde faleceu a 16 de dezembro de 1894. Foi agraciado com o título de Barão de Santa Mônica, a 17.05.1871. A biografia do Barão de Santa Mónica e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete dos Carneiro Leão, Tomo I, do Volume II, de 1999.

====== 5. o bisneto, o BARÃO DO PARANÁ, Henrique Hermeto Carneiro Leão, filho do Marquês do mesmo título, nascido a 20 de Novembro de 1847, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 3.º de batizados da Freguesia de Nossa Senhora da Glória, fl. 23, e falecido a 15 de Março de 1916, na mesma cidade, onde foi sepultado no Cemitério de São João Batista. A biografia do barão do Paraná e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete dos Carneiro Leão, Tomo I, do Volume I, de 1999.

====== 6. a bisneta, a VISCONDESSA DO CRUZEIRO, Maria Henriqueta Carneiro Leão, irmã do anterior, nascida a 11 de Fevereiro de 1834, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 1.º de batizados da Freguesia da Lagoa, fl. 229 verso, e falecido a 23 de Agosto de 1913, na mesma cidade. Foi casada a 24 de dezembro de 1853, com seu primo. Jerônimo José Teixeira Júnior, Visconde do Cruzeiro, citado acima.

====== 7. a bisneta, a BARONESA DE SÃO JOÃO DE ICARAÍ, Maria Emília Carneiro Leão, irmã da anterior, nascida a 18 de Dezembro de 1827, em São Sebastião, Estado de São Paulo, e falecida a 17 de Dezembro de 1895, em Menton, França. Casada a 21 de Junho de 1845, no Rio de Janeiro, com Constantino Pereira de Barros, nascido a 27 de janeiro de 1821, no Rio de Janeiro, e falecido a 15 de Janeiro de 1896,em Menton, França. Foi agraciado, por Dec. De 14.03.1867, com o título de barão de São João de Icaraí. A biografia do barão de São João de Icaraí e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, nos verbetes Carneiro Leão (vol. I) e Pereira de Barros (vol.II), de 1999.

====== 8. a bisneta, a CONDESSA MENDES DE ALMEIDA, Maria da Glória Carneiro Leão, nascida a 2 de Outubro de 1874, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 7.º de batizados da Freguesia de Nossa Senhora da Glória, fl. 23 verso, e falecida em Julho de1966,no Rio de Janeiro. Casada a 17deJaneiro de 1894, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 12.º de matrimônios da Freguesia de São Francisco Xavier do Engenho velho, fl. 4, com Cândido Mendes de Almeida Júnior, nascido a 1.º de Fevereiro de 1886, em Paraíba do Sul, Província do Rio de Janeiro, e falecido a 1.-º de Outubro de 1939, às 21:00 horas, na rua Senador Vergueiro, número 14,bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 108.º de óbitos da Freguesia de Nossa Senhora da Glória, fl. 148). O título de Conde Mendes de Almeida, era papal. A biografia do Conde Mendes de Almeida e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Mendes de Almeida, Tomo I, vol.II, de 1999.

====== 9. a bisneta, a BARONESA DE OLIVEIRA ROXO, Joaquina Clara Carneiro Leão, nascida em 1856, em Mendes, Província do Rio de Janeiro, e falecida a 7 de Agosto de 1945, no Rio de Janeiro. Foi casada com seu tio materno, Matias Gonçalves de Oliveira Roxo, agraciado com o título de barão de Oliveira Roxo. A biografia do Conde Mendes de Almeida e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Oliveira Roxo, Tomo I, vol.II, de 1999.




(aqui entra a relação com a família CARNEIRO DE CAMPOS, citada pelo confrade Rogério Penha Ferreira)

II-9. RAFAELA CARNEIRO LEÃO (irmã de Manuel, II-2.acima, e de Serafina,II-7,acima), batizado a 27de Fevereiro de 1699, no Lugar de Fontam, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols. 227 verso, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa, Porto, tendo por padrinho Rafael (solteiro), filho de Manuel Ferreira e de Maria de André.

Foi casada a 3 de Setembro de 1725, no Porto, segundo consta do Livro 3.º (ou M3), fols. 233, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa, com o Capitão Manuel Martins Carneiro, nascido a 8 de Julho de 1687,e batizado a 13 de Julho, segundo consta do Livro corrente de batizados da Freguesia de Pena Maior, fl.41v.

O Capitão Manuel Martins Carneiro era irmão, entre outros, do padre Baltazar CARNEIRO DA SILVA, nascido a 5 de Junho de 1691,e batizado a 1o de Junho, segundo consta do Livro 2.º de batizados da Freguesia de Pena Maior, fl.48.

Razão de ter citado no início destas notas o duplo apelido Carneiro da Silva.

Eram filhos de João Martins (Carneiro) Salgado e de Catarina Carneiro.

De Rafaela descende os Carneiro da Costa e os Maciel da Costa, do Rio de Janeiro. Foram pais de dez filhos.

Entre os descendentes de Rafaela e Manuel , registro:

1. o filho, Braz Carneiro Leão, autor de umas notas genealógicas sobre a família Carneiro Leão.


2. a neta, MARIA JOSEFA CARNEIRO DA COSTA, nascida em 1775, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 7.º de batizados da Freguesia de Nossa Senhora da Candelária, e falecida a 31 de Agosto de 1792, no Rio de Janeiro. Foi a matriarca da família Bellens e Carneiro Bellens, do Rio de Janeiro, por seu casamento, em 09.06.1790, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 8.º de matrimônios da Freguesia de Nossa Senhora da Candelária, com o Capitão Geraldo Bellens, nascido a 1º de Novembro de 1757, no Porto, batizado a 15 de Novembro, segundo consta do Livro B-6.º, da freguesia de São Nicolau, fl.55, padrinho: Thomaz Carneiro Leão, e falecido no Rio de Janeiro. Descendente de Geraldo van Sehult, natural de Hamburgo. A biografia do Visconde de Mirandela e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Bellens, Tomo I, vol.I, de 1999.

3. o neto, brigadeiro JOSE FERNANDO CARNEIRO DA COSTA, nascida em 30 de Maio de 1782, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 8.º de batizados da Freguesia de Nossa Senhora da Candelária, fls. 18, e falecida a 30 de Maio de 18322, em Niterói, Estado do Rio de Janeiro. Foi agraciado com o título de Barão de Vila Nova de São José, com honras de Grandeza, a 12.10.1825. A biografia do barão de Vila Nova de São José e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Carneiro Leão, Tomo I, vol.I, de 1999.

4. o neto, VISCONDE DE SÃO SALVADOR DE CAMPOS, José Alexandre Carneiro Leão, diplomata, nascido a 28 de Março de 1793, no Rio de Janeiro, batizado a 27 de Abril, segundo consta do Livro 8.º de batizados da Freguesia de Nossa Senhora da Candelária, fls. 372, e falecido a 2 de Setembro de 1863, no Rio de Janeiro, na praia do Flamengo. Agraciado com o título [11.09.1843] de Visconde com honras de grandeza de São Salvador de Campos. Deixou geração do seu casamento, a 02.07.1829, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 4.º de matrimônios da Freguesia de São José, fls. 195, com sua sobrinha, Elisa Leopoldina Carneiro Leão, citada adiante. A biografia do Visconde de São Salvador de Campos e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Carneiro Leão, Tomo I, vol.I, de 1999.

5. a neta, MARQUESA DE BAEPENDI, Francisca Mônica Carneiro da Costa, nascida a 4 de Maio de 1795, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 8.º de batizados da Freguesia de Nossa Senhora da Candelária, fls. 410 verso, e falecida a 11 de Maio de 1869. Dama do Paço da 1ª Imperatriz do Brasil e marquesa de Baependi. Casada a 7 de Agosto de 1809,com Manuel Jacinto Nogueira da Gama, nascido a 8 de Setembro de 1765, em São João del Rei, MG, e falecido a 15 de Fevereiro de 1847.. Foi agraciado com o título de visconde de Baependi, com honras de grandeza [Decreto de 12.10.1825]. Foi elevado ao título de marquês de Baependi, em sua vida [Decreto de 12.10.1826]. A biografia do Marquês de Baependi e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Nogueira da Gama, Tomo I, vol.II, de 1999.

6. a bisneta, VISCONDESSA DE MIRANDELA, Ana da Silva e Souza, nascida em 1794 e falecida a 5 de Setembro de 1846. Foi casada com o brigadeiro Antônio Doutel de Almeida machado Vasconcellos Madureira Feijó, nascido a 25 de Abril de 1775,em Portugal. Título nobiliárquico passado a 19.12.1822, para um integrante da família Doutel. Foi, anteriormente, Visconde de Mirandella [Dec. de 13.05.1810. Portugal], e Visconde de Mirandela, no Brasil, sem grandeza, por seu casamento com a Viscondessa de Mirandella [Carta de 17.05.1815. Brasil. Livro 31.º das Mercês, fl. 114v]. Título de origem toponímica. Vila de Portugal. A biografia do Visconde de Mirandela e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Doutel, Tomo I, vol.I, de 1999.

7 - a bisneta, MARQUESA DE JACAREPAGUÁ, Mariana Laurentina da Silva e Souza, nascida em 1796, bat. 10 de Dezembro de 1802, na freguesia de Santa Rita, Rio de Janeiro, e falecida a 17 de Janeiro de 1862, Rio, RJ. Casada cerca de 1820, com Francisco Maria Gordilho Veloso de Barbuda, nascido por volta de 1793, em São Sebastião de Setúbal, Portugal, e falecido a 1º de Maio de 1836, no Rio de Janeiro. Foi agraciado, sucessivamente com os títulos de barão de Pati do Alferes [12.10.1825], trocado pelo de visconde de Lorena [22.01.1826], e trocado, finalmente, pelo de marquês de Jacarepaguá [Dec. 17.10.1826]. A biografia do Marquês de Jacarepaguá e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Veloso de Barbuda, Tomo I, vol.II, de 1999.

8. o bisneto, 2.º VISCONDE DA CACHOEIRA, Conselheiro de Estado Luiz José Carneiro de Carvalho e Mello, nascido em 1808 e falecido, solteiro, em 1827. Foi agraciado com o título [12.10.1827] de 2.º visconde da Cachoeira. A família Carvalho e Mello consta do Dicionário das Famílias Brasileiras, no Tomo I, vol.I, de 1999.

9. o bisneto, 3.º VISCONDE DA CACHOEIRA, Pedro Justiniano Carneiro de Carvalho e Mello, nascido a 25de Dezembro de 1811, no Rio de Janeiro, onde falecido a 8 de Janeiro de 1895. Comendador da Ordem de Cristo. Foi agraciado com o título [12.10.1828] de 3.º visconde com honras de grandeza da Cachoeira. A família Carvalho e Mello consta do Dicionário das Famílias Brasileiras, no Tomo I, vol.I, de 1999.

10. a bisneta, MARQUESA DE MACEIÓ, Guilhermina Adelaide Carneiro Leão, nascida a 2 de Janeiro de 1804, em Lisboa, e batizada a 18 de Janeiro, segundo consta do Livro 20º (B-20),da freguesia da Encarnação,fl.263 verso, em casa de seu avô materno, Antônio Martins Pedra, na rua da Espera, Lisboa, e falecida a 18 de Agosto de 1856, em Lisboa. Dama Honorária da 1.ª Imperatriz do Brasil. Por seu casamento, a 14.08.1824, no Rio de Janeiro, na freguesia de São José, com Dom Francisco Maurício de Souza Coutinho, tornou-se marquesa de Maceió. A biografia do Marquês de Maceió e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Souza Coutinho, Tomo I, vol.II, de 1999.

11. a bisneta, VISCONDE DE SÃO SALVADOR DE CAMPOS, Elisa Leopoldina Carneiro Leão, nascida a 10 de Agosto de 1808, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 9º, da freguesia de Nossa Senhora da Candelária, fl.200. Dama Honorária da 2.ª Imperatriz do Brasil. Por seu casamento, a 2 de Julho de 1829, no Rio de Janeiro, segundo consta do Livro 4.º de matrimônios na freguesia de São José, fl. 195, com seu tio José Alexandre Carneiro Leão, tornou-se a viscondessa de São Salvador de Campos, com honras de Grandeza. A biografia do Visconde e da Viscondessa de São Salvador de Campos e outras informações genealógicas, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Carneiro Leão, Tomo I, vol.I, de 1999.

12. a bisneta, MARQUESA DA CUNHA, Maria do Loreto Carneiro Viana, nascida a 26 de Junho de 1808, no Rio de Janeiro, e falecida a 30 de Maio de 1826,no Rio de Janeiro. Casada com o General, Dom Francisco da Costa de Souza Macedo, nascido em Portugal, onde faleceu depois da esposa. Segundo consta, foi Visconde e Marqu6es da Cunha, em Portugal.

13. o bisneto, CONDE DE SÃO SIMÃO, Paulo Fernandes Carneiro Viana, nascido a 10.03.1804, no Rio de Janeiro, onde faleceu a 14 de Dezembro de 1865. Agraciado sucessivamente com o senhorio de São Simão [12.10.1810], e com os títulos: pelo governo português [06.02.1818] de barão de São Simão, e pelo governo brasileiro, barão com honras de grandeza [22.01.1823] e finalmente [12.10.1826] conde de São Simão. A genealogia do Conde de São Simão, segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Carneiro Viana, Tomo I, vol.I, de 1999.

14. a bisneta, DUQUESA DE CAXIAS, Ana Luiza Carneiro Viana, nascida a 30 de Dezembro de 1816 e falecida a 23 de Março de 1874. Foi casada a 6 de Janeiro de 1833, na fazenda de Sant?Ana, no Estado do Rio de Janeiro, com Luiz Alves de Lima e Silva, agraciado sucessivamente com os títulos de barão de Caxias, por Decreto de 18.07.1841, Carta Imperial de 31.07.1841 - Registrado no Livro 7.º de Registro de Leis, Alvarás e Cartas, fls. 172; conde de Caxias, por Designação de 25.03.1845, Carta Imperial de 02.04.1845 - Registrado no Livro 7.º de Registro de Leis, Alvarás e Cartas, fls. 204A; marquês de Caxias, por Decreto de 26.06.1852, e, finalmente, duque de Caxias [23.03.1869]. A genealogia dos Duques de Caxias, segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, nos verbetes Carneiro Leão, Tomo I, vol.I, de 1999;e Lima e Silva, Tomo I, vol.II.

15 o bisneto, CONDE DE BAEPENDI, Braz Carneiro Nogueira da Costa e Gama, que segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Nogueira da Gama, Tomo I, vol.II, de 1999.

16 o bisneto, BARÃO DEJUPARANÃ , Manuel Jacinto Carneiro Nogueira da Gama, que segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Nogueira da Gama, Tomo I, vol.II, de 1999.

17 o bisneto, BARÃO DE SANTA MÔNICA, Francisco Nicolau Carneiro Nogueira da Gama, que segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Nogueira da Gama, Tomo I, vol.II, de 1999.

18 a terceira neta, CONDESSA DE CARAPEBÚS, Francisca Jacinta Nogueira da Gama, que segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Neto dos Reis, Tomo I, vol.II, de 1999.

19 a quarta neta, VISCCONDESSA DE TOURINHO, Francisca Maria Neto dos Reis, que segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Tourinho, Tomo I, vol.II, de 1999.

20 o terceiro neto0, CONDE DE CARAPEBÚS, José Inácio Neto dos Reis, que segue no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Neto dos Reis, Tomo I, vol.II, de 1999.


Enfim, sonhei em colocar todas estas informações no Dicionário das Famílias porém, fui obrigado a resumir informações de milhares de verbetes (são 17.500 no Primeiro Tomo), para poder abranger um número maior de apelidos. O maior verbete do Dicionário, foi o da família Cavalcanti, que também fazia parte das pesquisas sobre Pernambuco.

Prezados amigos e confrades,
Meus cumprimentos
Cau Barata

Ricardo, quanto a data de nascimento, outros dados biográficos e ancestralidade de João José de Oliveira Junqueira, coloquei no Dicionário das Famílias Brasileiras, no verbete Oliveira Junqueira.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#68086 | rpf | 22 Jun 2004 00:41 | Em resposta a: #68059

Prezado confrade Cau Barata

Foi óptimo ter aberto este tópico com tanta informação e comentários.
Em face de tantos dados, vou ter que os "digerir" com calma.
A hipotese de parentesco que coloquei, seria entre o Cap. Manuel Martins Carneiro e Carneiros de Campos, por terem o mesmo apelido e serem da mesma freguesia. Outra questão será quem era o Pedro Carneiro cc Mª Antónia de Leão. Não creio que todos os Carneiros sejam da freg da Carvalhosa, é mais provável que sejam de Penamaior. Estamos mais perto do centro de difusão do apelido e onde aparece primeiro, creio. Seria interessante tentar descobrir se houve outros que passaram o Brasil, mesmo que com menos sucesso e brilho ou que tenham retornado (Carneiros, Netos, Ferreiras etc.). Não tem mais dados sobre o Pedro Carmeiro n. cerca 1615?
Como diz o confrade Ricardo Oliveira terá ser ser feita investigação documental, nos registos paroquiais e outras fontes.

Prezado confrade,
Com os meus melhores cumprimentos
Rogério Penha Ferreira

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#68102 | Ricardo de Oliveira | 22 Jun 2004 02:23 | Em resposta a: #68059

Caros Cau Barata e Rogério Ferreira

Parabéns pelo tópico. É isso que todo genealogista gosta de ler.

Um abraço

Ricardo

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#68130 | Conde | 22 Jun 2004 15:40 | Em resposta a: #68059

Caro Confrade:
Carvalhosa não é Marco de Canaveses? Então devem ser dos mesmos Carneiros dos de Penhalonga e Sande que já têm tópico aqui.
Cumprimentos.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#68142 | camac41 | 22 Jun 2004 17:27 | Em resposta a: #68059

Caros Confrades, Cau Barata, Ricardo Oliveira, Rui Pereira, Rogério Penha Ferreira

Nas pesquisas do meu lado paterno na zona de Paços Ferreira, Paredes, Lousada, tenho verificado a existência do apelido Carneiro e Leão em diversas freguesias.
Por exemplo um António Carneiro da freguesia de Sobrosa-Paredes, morreu no Brasil e a mulher voltou a casar em 1667. Nos livros de óbitos aparece muitas vezes a indicação de óbitos no Brasil e da celebração de responsos de pessoas que foram para o Brasil e não deram mais notícias. No final de alguns dos livros dos Registos Paroquiais aparecem também o pedido de certidoões para habilitação a heranças de pessoas falecidas no Brasil. Também há casos em que no registo do casamento se indica que os banhos se realizaram no Brasil.
Estou em Lisboa e para facilitar a pesquisa do meu ramo do Norte adquiri cerca de 50 microfilmes da zona,atrás referida, tendo alguns completamente digitalizados e em CD, que posso enviar.
Tenho uma base de dados com cerca de 11.000 registos, da referida zona, no programa Cumberland Family Tree (disponivel na internet) que ponho à disposição indicando o vosso e-mail pra camacarrobanetcabopontopt.
Penso que tenho um ramo Ferreira Leal na zona de Pernambuco, pelas fotografias de que disponho pois foram tiradas nessa cidade.

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

A morte do Prof. Sousa Franco

#68147 | sapeca | 22 Jun 2004 19:41 | Em resposta a: #68142

Caro Carlos Leal Machado:
Nos meus ascendentes, conta-se uma Maria Carneiro, natural do Casal de Ranhõ, em Santa Eulália da Ordem, Lousada, que viveu na 1ª metade do século XVII. Como os livros paroquiais dste feeguesia começam muito tardiamente, nada pude apurar acerca destes Carneiros.
Acontece que, tendo ela casado com Jerónimo Henriques, duns Henriques da Quinta do Pedregal, em Sabrosa, Aguiar de Sousa, irmão dum Diogo Henriques que foi tabelião de Aguiar de Sousa, constatei que nesta última freguesia também havia muitos Carneiros, desde datas remotas.
A proximidade geográfica das freguesias da Ordem, Sabrosa e outras, que se estendem pelos actuais concelhos de Paredes, Paços de Ferreira e Lousada, entre outros (sendo que na época os 2 primeiros pertenciam ao de Aguiar de Sousa), leva a supôr que possa haver tronco comum entre estes Carneiros.
Aceite os meus cumprimentos.
Fernando de Sá Monteiro

Resposta

Link directo:

RE: A morte do Prof. Sousa Franco

#68164 | camac41 | 23 Jun 2004 01:11 | Em resposta a: #68147

Caro Fernando de Sá Monteiro

Transcrevo o que tinha na minha base de dados

Jerónimo Henriques, do Pedregal - Sobrosa casou com Maria Carneiro e teve os seguintes filhos:
1 – Domingos, baptizado a 20 de Janeiro de 1638, (Mistos 1 65v – Sobrosa);
2 – Manuel, baptizado a 28 de Março de 1639, (Mistos 1 67 – Sobrosa);
3 – Angela, nascida a 9 de Setembro de 1640, nascida no Pedregal (M1 69 – Sobrosa)
4 – Serafim, baptizado a 19 de Outubro de 1651 (Mistos1 82v – Sobrosa).
5 – Maria Carneiro, natural do Pedregal- Sobrosa, casou com Diogo Dias Moreira (viúvo) da freguesia de Ferreira, em 1 de Julho de 1684 em Sobrosa- Paredes (Mistos 1 158 – Sobrosa) (a mãe Maria Carneira era na altura viúva);

Este Jerónimo, nascido no Pedregal a 29 de Maio de 1613 e baptizado a 2 de Junho de 1613 (M1 36 – Sobrosa) é filho de Henrique Pires e de Maria Antónia. Este Henrique Pires teve de Maria (solteira) um filho Domingos, nascido a 30 de Março de 1618 (Mistos 1 42 – Sobrosa)

Aparece também um Jerónimo Henriques do Pedregal – Sobrosa, casado com uma Maria Luís (defuntos em 1635) e tiveram os seguinte filhos:
1 – Maria Henriques, casou com André Gonçalves em 2 de Agosto de 1635 (M1 99v – Sobrosa). Este André Gonçalves tinha casado anteriormente com Antónia Miguel em 16 de Janeiro de 1622 em Santa Marta – Lordelo. Tiveram uma filha Maria Gonçalves casada com António da Costa em 27 de abril de 1653 em Lordelo – Paredes (Mistos1 180/180v – Lordelo). Este André Gonçalves (do Crasto – Lordelo) era filho de André Gonçalves (do Outeiro-Lordelo) e de Maria Gonçalves (do Crasto- Lordelo), casados em 5 de Março de 1595 (M1 146v/147 – Lordelo. Neto paterno de André Gonçalves e de Mécia Gonçalves e neto materno de Pedro Dias e de Catarina Gonçalves.
2 – Henrique Pires, casado com Maria Antónia em 20 de Dezembro de 1610 em Lordelo – Paredes (Mistos1 158v – Lordelo).
Se me indicar o seu e-mail mando cópias dos assentos em Jpg.
ao seu dispor

Melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

A morte do Prof. Sousa Franco

#68179 | sapeca | 23 Jun 2004 14:24 | Em resposta a: #68164

Caro Carlos Leal Machado:
Fico-lhe grato pelos elementos enviados e tenho o maior interesse nas cópias dos assentos.
Relativamente aos assentos de Sobrosa e S. Pedro de Ferreira, consultei-os ainda que não tenha ficado com cópia dos assentos.
Por outro lado, permito-me discordar na ascendência que dá a Jerónimo Henriques casado com Maria Carneiro. É factualmente um pouco confusa a dita ascendência, mas tenho como certo que não é ele o filho de Henrique Pires. Quando muito será neto.
Na verdade, no processo para FSO de seu neto o capitão-mor Francisco Moreira Carneiro, diz-se que o Jerónimo Henriques seria filho de Domingos Henriques e mulher Maria Antónia. Até esta ascendência me coloca dúvidas. É que, como verificará pelos assentos, não me parece minimamente possivel essa filiação, sendo mais provável que fosse seu irmão.
O que me parece mais certo é serem ambos filhos do casal Jerónimo Henriques e Maria Luís, do Pedregal.
De qualquer modo, terei todo o interesse em trocar opipniões consigo sobre este assunto.
Se lhe interessar, o meu contacto de e-mail é:
fsm_porto@netcabo.pt ou
fmsamonteiro@clix.pt
Relativamente ao contacto de tlm:914527468
Aceite os meus melhores cumprimentos.
Fernando de Sá Monteiro

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro

#68241 | cmvsgfcb | 24 Jun 2004 10:14 | Em resposta a: #68164

"5 – Maria Carneiro, natural do Pedregal- Sobrosa, casou com Diogo Dias Moreira (viúvo) da freguesia de Ferreira, em 1 de Julho de 1684 em Sobrosa- Paredes (Mistos 1 158 – Sobrosa) (a mãe Maria Carneira era na altura viúva); "
Conseguem dar-me a descendência deste casal?
Cumprimentos
Catarina Baptista

Resposta

Link directo:

Carneiro

#68307 | sapeca | 24 Jun 2004 18:54 | Em resposta a: #68241

Carissima Catarina Baptista:
Entre a numerosa (julgo) descendência deste casal, Diogo Dias Moreira, senhor da quinta de Fundevila, em S. Pedro de Ferreira, e de sua mulher Maria Carneiro, de Sobrosa, quinta do Pedregal, conto-me eu.
Tenho elementos sobre esta gente e alguns dos seus descendentes, mas não aprofundei nem desenvolvi os outros ramos descendentes deste casal.
De qualquer modo, poderei facultar-lhe o que possuo.
Se quiser, escreva: fsm_porto@netcabo.pt
Os melhores cumprimentos.
Fernando M. Moreira de Sá Monteiro

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#68790 | Rafael Henriques | 03 Jul 2004 00:03 | Em resposta a: #68059

Acabo de imprimir os dados aqui expostos. Repassarei para um amigo, grande estudioso dessa família: Reinado Carneiro Leão, do ramo do Barão de São Braz. Abcs

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro

#68890 | cmvsgfcb | 05 Jul 2004 14:45 | Em resposta a: #68307

Caro Fernando de Sá Monteiro:
muito agradeço se me puder enviar as informações que tem para o meu mail catarina.baptista@sapo.pt.
Os meus melhores cumprimentos,
Catarina Baptista

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#68931 | camac41 | 05 Jul 2004 20:01 | Em resposta a: #68059

Caro Cau Barata

Muito grato pelos dados fornecidos pois permitiram-me alguns esclarecimentos. Desconhecia que a minha ascendencia ligava aos Carneiros Leão. Na realidae descendo de Manuel Carneiro (Leão) casado com Catarina Ferreira também conhecida por Catarina Barbosa, através do filho Rafael Carneiro Barbosa
cuja descendência anexo (só uma geração)
- Rafael Carneiro Barbosa, nasceu no dia 10 de Novembro de 1686 (Mistos 2 70 - Carvalhosa ) em Sanguinhães – Carvalhosa, filho de Manuel Carneiro natural de Funtão – Carvalhosa e de Catarina Barbosa (Catarina Ferreira) natural de Carvalhosa - Paços de Ferreira.
- Joana Alvares de Sousa, nasceu no dia 11 de Agosto de 1686 (Mistos 2 69 – Carvalhosa) na Carvalhosa - Paços de Ferreira. É filha de Manuel Alves de Sousa (Capitão) natural de Carvalhosa - Paços de Ferreira e de Francisca Fernandes natural de Vila Real.
Casaram-se no dia 23 de Novembro de 1704 (Mistos 3 194 – Carvalhosa) na Carvalhosa – Paços de Ferreira residiam em Sanguinhães – Carvalhosa e tiveram os seguintes filhos:
i. Manuel, nasceu em Sanguinhães - Carvalhosa e foi baptizado no dia 25 de Outubro de 1705 (Mistos 3 9v - Carvalhosa) pelo Padre Manuel Álvares de Sousa que foi padrinho sendo madrinha Ana Maria filha de Manuel Alvares do Moinho Velho. Faleceu no dia 3 de Maio de 1768.
ii. Francisco, nasceu no dia 15 de Julho de 1708(Mistos 3 22 - Carvalhosa ) em Sanguinhães – Carvalhosa e foi baptizado no dia 22 de Julho de 1708 na Carvalhosa - Paços de Ferreira tendo por padrinhos, António Carneiro Leão, da Cidade do Porto, tio paterno do baptizado e Catarina, solteira, filha de Catarina Barbosa, tia paterna do baptizado. Faleceu no dia 28 de Dezembro de 1796.
iii. João, nasceu no dia 2 de Fevereiro de 1711 (Mistos 3 38v - Carvalhosa) em Sanguinhães – Carvalhosa e foi baptizado pelo Revº Doutor Manuel Alvares de Sousa, Tesoureiro do Mosteiro de S. Pedro de Ferreira no dia 8 de Fevereiro de 1711 em Carvalhosa - Paços de Ferreira tendo por padrinhos, António Carneiro Leão, de Paços e Luisa Monteiro mulher de João Alvares de Sousa, moradores na Quinta do Moinho Velho.
iv. António Carneiro, nasceu em Sanguinhães - Carvalhosa.
v. Francisco Xavier Carneiro, nasceu no dia 8 de Julho de 1716 (Mistos 3 67/67v - Carvalhosa) em Sanguinhães – Carvalhosa e foi baptizado em Carvalhosa - Paços de Ferreira pelo Revº Doutor Manuel Alvares de Sousa, Tesoureiro do Mosteiro de S. Pedro de Ferreira tendo por padrinhos, Manuel Carneiro, do Funtão - Carvalhosa e Maria Carneira mulher de Francisco Leão, da Raimonda.
vi. Fernando, nasceu no dia 27 de Fevereiro de 1719 (Mistos 3 84 - Carvalhosa) em Sanguinhães – Carvalhosa e foi baptizado no dia 3 de Março de 1719 em Carvalhosa - Paços de Ferreira tendo por padrinhos, Francisco Ferreira, de Ferreira e Mariana filha do Capitão João Alvares de Sousa, da Quinta do Moinho Velho.
vii. Rafael, nasceu no dia 22 de Junho de 1721(Mistos 3 95 - Carvalhosa) em Sanguinhães – Carvalhosa e foi baptizado no dia 29 de Junho de 1721 em Carvalhosa – Paços de Ferreira tendo por padrinhos o Revº Francisco Carneiro Leão do Lugar do Funtão - Carvalhosa e Dionísia Carneira, solteira, filha de Maria Carneira, viúva, do Lugar de Rosende - Raimonda.
viii. Ana Maria Carneiro, nasceu no dia 25 de Junho de 1725(Mistos 3 117/117v - Carvalhosa) em Sanguinhães – Carvalhosa e foi baptizada no dia 27 de Junho de 1725 em Carvalhosa - Paços de Ferreira tendo por padrinhos, António Ferreira Leão e Clara, filha de Maria Carneira, viúva ambos do Lugar da Torre - Raimonda. Casou com António Ferreira Leal na Igreja Paroquial de Paços, no dia 19 de Outubro de 1752 (Mistos 2 180v - Modelos) sendo testemunhas o Revº Manuel Ferreira, cura de Seroa, o Pe Manuel Ferreira Leal, da freguesia de Modelos e o Revº António Coelho. Faleceu antes de 1816.
ix. Clara Maria, nasceu em Sanguinhães - Carvalhosa.

Melhores cumprimentos e ao seu dispor

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro

#69303 | sapeca | 10 Jul 2004 12:53 | Em resposta a: #68890

Carissima Catarina Baptista:
Peço-lhe desculpa por não ter ainda enviado os elementos que me pediu.
Estou de férias, a tentar ausentar-me do Porto (com dificuldade, pois muitos assuntos me tentam estragar uns dias de repouso), e tenho que transferir para o pc os elementos que tenho em caderno manuscrito. São variadíssimos dados genealógicos que fui coligindo durante anos em consultas nos Arquivos e na Torre do Tombo.
Não me esquecerei, porém, de si. Só lhe peço um pouco de paciência e logo que possa enviarei o que me pede para o seu e-mail.
Aceite os meus respeitosos cumprimentos.
Fernando de Sá Monteiro

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#69457 | Cau Barata | 12 Jul 2004 23:24 | Em resposta a: #68931

Rio de Janeiro

Prezado Leal Machado

Fico feliz que os dados sobre as raízes dos Carneiro Leão tenham sido úteis. Quanto aos filhos do casal Manuel Carneiro (leão) e Catarina Ferreira, não os tinha. Já lancei todos no fichário, com as devidas referências.

Quanto a Catarina Ferreira, esta matriarca do seu ramo, tenho ainda anotado o nome dos seguintes irmãos:

1. Maria, batizada a 07.03.1655, em São Tiago da Carvalhosa (Mistos 2 fl. 15v)

2. Catarina Ferreira, sua antepassada, batizada a 18.02.1657, em São Tiago da Carvalhosa (Mistos 2 fl. 17)

3. Serafina, batizada a 26.01.1659, em São Tiago da Carvalhosa (Mistos 2 fl. 19)

4. Luiza Barbosa, batizada a 05.03.1662, em São Tiago da Carvalhosa (Mistos 2 fl. 21v). Casada a 25.10.1681, no Porto (São Tiago da Carvalhosa, Mistos, fl. 182), com Francisco Carneiro (Leão), irmão do seu antepassado Manuel Carneiro (Leão), casado com a catarina Ferreira, número 2, acima.

5. Joana, batizada a 21.12.1664, em São Tiago da Carvalhosa (Mistos 2 fl. 26v)

Meus cumprimentos
Cau Barata

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#69472 | camac41 | 13 Jul 2004 10:23 | Em resposta a: #69457

Caro Cau Barata

Muito grato pelos dados que me enviou pois prmitiram-me acrescentar mais alguns dados à minha base de dados de pessoas da região de Paços de Ferreira, onde aparecem alguns Carneiro Leão, Leão e Carneiro dos quais não fiz ainda a ligação pois são ramos colaterais.
Indique-me o seu e-mail para camac@netcabo.pt pois poderei enviar a referida base de dados pois poderá eventualmente interessar-lhe
Ao seu dispor
Melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro

#69480 | cmvsgfcb | 13 Jul 2004 11:25 | Em resposta a: #69303

Muito obrigada. Ficarei à espera pacientemente.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#71295 | Alfredo Neto | 15 Ago 2004 20:01 | Em resposta a: #68059

Prezado Cau Barata,
Sou descendente dos Carneiro Leão e gostaria de saber se o senhor possui outras informações e se puder ajuda-lo em algo, também estarei a disposição.
Sou bisneto de Carmem Carneiro Leão, filha do Dr. Virgínio Marques Carneiro Leão.
Ela era casada com Luiz Antônio Cabral de Mello.
Grato,
Alfredo Ferreira Neto

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#83026 | ALVARO DUARTE | 29 Jan 2005 22:24 | Em resposta a: #69472

Prezado senhor Carlos Leal Machado,

Quando tenho tempo pesquiso sobre a família Carneiro leão e gostaria de ter acesso a base de informações sobre os Carneiro leão de Paços de Ferreira para fazer as ligações com dados que tenho.
Busco mais informações sobre dois filhos de SERAFINA CARNEIRO LEÃO e tento consegui os assentamentos, são eles : MANUEL NETTO CARNEIRO LEÃO, nascido por volta de 1726 e falecido a 14 de Julho de 1805, Pernambuco, em seu Engenho de São Braz. Professou a 9 de Maio de 1751. Deixou importante e extensa descendência em Pernambuco, do seu casamento com sua parenta Francisca Tereza de Jesus Barros, que descendia do outro ramo dos Carneiro Leão, de Pernambuco.
==III-3. ANTONIO NETTO CARNEIRO LEÃO, nascido por volta de 1730, em Portugal. Capitão de Milícias. Chefe do ramo dos Carneiro Leão, das Minas Gerais. Estabeleceu-se na Cidade de Paracatú, em Minas gerais, onde falece, e onde casou com Ana Maria Leme, natural do Tijuco (hoje Diamantina),Minas Gerais, procedente dos tradicionais Leme, do Estado de São Paulo.
Quanto a seu ramo da família que saiu de Pernambuco,mande-me as indicações que pesquisarei com maior prazer.
Atenciosamente,
Álvaro Duarte
alvaroduarte7@ig.com.br
Recife-Pernambuco

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#83036 | camac41 | 30 Jan 2005 00:56 | Em resposta a: #83026

Caro Álvaro Duarte

Vou enviar para o seu mail a base de dados (Gedcom) em que estão vários Carneiro Leão. O meu ramo vem de Pedro Carneiro (1328) casado com Maria Antónia de Leão através do seu filho Manuel Carneiro Leão casado com Catarina Barbosa e do filho destes Rafael Carneiro Barbosa. Penso que este ramo não foi para o Brasil. Para o Brasil - Pernambuco foram alguns meus ancestrais Ferreira Leal.
Não base de dados não consta António Neto Carneiro Leão pois só desenvolvi o meu ramo.

Melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#83038 | Marco | 30 Jan 2005 02:17 | Em resposta a: #68059

Prezado Cau Barata,

Descendants of Rafaela Carneiro de Leão


Generation No. 1

1. RAFAELA CARNEIRO3 DE LEÃO (FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born 27 Fev 1698/99 in Carvalhosa, Paços de Ferreira. She married CAPITÃO MANUEL MARTINS CARNEIRO 03 Set 1725 in Carvalhosa, Paços de Ferreira, son of JOÃO SALGADO and CATARINA CARNEIRA. He was born 08 Jul 1687 in Meixomil, Paços de Ferreira.

Children of RAFAELA DE LEÃO and CAPITÃO CARNEIRO are:
i. BALTAZAR CARNEIRO4 DE LEÃO, b. 03 Jun 1726, Meixomil, Paços de Ferreira.
ii. FRANCISCO CARNEIRO DE LEÃO, b. 05 Out 1727, Meixomil, Paços de Ferreira.
2. iii. FELÍCIA MARIA CARNEIRO DE LEÃO, b. 10 Dez 1728, Meixomil, Paços de Ferreira.
iv. BRÁS CARNEIRO DE LEÃO, b. 03 Fev 1731/32, Meixomil, Paços de Ferreira.
v. ANA MARIA CARNEIRO DE LEÃO, b. 10 Mai 1733, Meixomil, Paços de Ferreira.
vi. THOMÁSIA CARNEIRO DE LEÃO, b. 06 Out 1734, Meixomil, Paços de Ferreira.
vii. PAULA CARNEIRO DE LEÃO, b. 03 Jun 1736, Meixomil, Paços de Ferreira.
viii. EUFRÁSIA CARNEIRO DE LEÃO, b. 01 Fev 1737/38, Meixomil, Paços de Ferreira.
ix. MARIA CARNEIRO DE LEÃO, b. 11 Mar 1760, Meixomil, Paços de Ferreira.


Generation No. 2

2. FELÍCIA MARIA CARNEIRO4 DE LEÃO (RAFAELA CARNEIRO3, FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born 10 Dez 1728 in Meixomil, Paços de Ferreira. She married FERNANDO JOSÉ CARNEIRO, son of MANUEL CARNEIRO and CATARINA BARBOSA. He was born 17 Jun 1738 in Penamaior, Paços de Ferreira.

Notes for FERNANDO JOSÉ CARNEIRO:
ADP, Registos Paroquiais, PPFR 13, Lv. 3, Fls. 171v e 172


Children of FELÍCIA DE LEÃO and FERNANDO CARNEIRO are:
i. ANTÓNIO JOSÉ CARNEIRO5 LEÃO, b. 21 Set 1758, Penamaior, Paços de Ferreira.
ii. CUSTÓDIA MARIA CARNEIRO LEÃO, b. 22 Jul 1759, Penamaior, Paços de Ferreira.
3. iii. MARIA JOSEFA CARNEIRO LEÃO, b. 21 Dez 1760, Penamaior, Paços de Ferreira.
iv. TEODORA MARIA CARNEIRO LEÃO, b. 09 Set 1763, Penamaior, Paços de Ferreira.
v. EUFRÁSIA MARIA CARNEIRO LEÃO, b. 01 Dez 1764, Penamaior, Paços de Ferreira.
vi. TEDORA MARIA CARNEIRO LEÃO, b. 11 Abr 1766.
vii. ANTÓNIO JOSÉ CARNEIRO LEÃO, b. 28 Nov 1768, Penamaior, Paços de Ferreira.
viii. TERESA DE JESUS CARNEIRO LEÃO, b. 29 Jun 1770, Penamaior, Paços de Ferreira.
ix. FELÍCIA MARIA CARNEIRO LEÃO, b. 08 Jun 1772, Penamaior, Paços de Ferreira.


Generation No. 3

3. MARIA JOSEFA CARNEIRO5 LEÃO (FELÍCIA MARIA CARNEIRO4 DE LEÃO, RAFAELA CARNEIRO3, FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born 21 Dez 1760 in Penamaior, Paços de Ferreira. She married ANTÓNIO JOSÉ FERREIRA DIAS DA CRUZ 29 Jun 1795 in Penamaior, Paços de Ferreira, son of JOÃO DIAS and MARIA DA CRUZ. He was born cerca 1752 in Penamaior, Paços de Ferreira.

Notes for MARIA JOSEFA CARNEIRO LEÃO:
ADP, Registos Paroquiais, PPFR 13, Lv. 3, Fl. 267 e 267v

Child of MARIA LEÃO and ANTÓNIO DA CRUZ is:
4. i. MARIA CUSTÓDIA FERREIRA6 DIAS, b. cerca 1798, Penamaior, Paços de Ferreira.


Generation No. 4

4. MARIA CUSTÓDIA FERREIRA6 DIAS (MARIA JOSEFA CARNEIRO5 LEÃO, FELÍCIA MARIA CARNEIRO4 DE LEÃO, RAFAELA CARNEIRO3, FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born cerca 1798 in Penamaior, Paços de Ferreira. She married ANTÓNIO JOSÉ CARNEIRO NETO 05 Mai 1821 in Penamaior, Paços de Ferreira, son of MANUEL NETO and TERESA BARBOSA. He was born 23 Mai 1791 in Penamaior, Paços de Ferreira.

Notes for ANTÓNIO JOSÉ CARNEIRO NETO:
ADP, Registos Paroquiais, PPFR13, Lv. 4, Fls. 262v


Children of MARIA DIAS and ANTÓNIO NETO are:
i. EULÁLIA CARNEIRO7 NETO, b. 20 Mar 1825, Penamaior, Paços de Ferreira.
ii. FLÁVIA CARNEIRO NETO, b. 18 Mar 1829, Penamaior, Paços de Ferreira.
5. iii. MARIA CARNEIRO NETO, b. 09 Out 1830, Penamaior, Paços de Ferreira.
iv. FLAUTILA CARNEIRO NETO, b. 10 Mai 1832, Penamaior, Paços de Ferreira.
v. FRAILANO CARNEIRO NETO, b. 18 Mar 1835, Penamaior, Paços de Ferreira.


Generation No. 5

5. MARIA CARNEIRO7 NETO (MARIA CUSTÓDIA FERREIRA6 DIAS, MARIA JOSEFA CARNEIRO5 LEÃO, FELÍCIA MARIA CARNEIRO4 DE LEÃO, RAFAELA CARNEIRO3, FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born 09 Out 1830 in Penamaior, Paços de Ferreira. She married MANUEL JOÃO FERREIRA 23 Set 1852 in Penamaior, Paços de Ferreira, son of MANUEL JOÃO and MARGARIDA CARNEIRO. He was born 01 Mar 1819 in Frazão, Paços de Ferreira.

Notes for MANUEL JOÃO FERREIRA:
ADP, Registos Paroquiais, PPTR 7, Lv 6, 224v


Child of MARIA NETO and MANUEL FERREIRA is:
6. i. JOSÉ JOÃO8 FERREIRA, b. 30 Dez 1861, Frazão, Paços de Ferreira.


Generation No. 6

6. JOSÉ JOÃO8 FERREIRA (MARIA CARNEIRO7 NETO, MARIA CUSTÓDIA FERREIRA6 DIAS, MARIA JOSEFA CARNEIRO5 LEÃO, FELÍCIA MARIA CARNEIRO4 DE LEÃO, RAFAELA CARNEIRO3, FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born 30 Dez 1861 in Frazão, Paços de Ferreira. He married JOAQUINA ALVES BARBOSA 28 Out 1882 in Frazão, Paços de Ferreira, daughter of ANTÓNIO BARBOSA and TERESA ALVES. She was born 17 Jan 1861 in Frazão, Paços de Ferreira, and died 23 Nov 1952 in Frazão, Paços de Ferreira.

Child of JOSÉ FERREIRA and JOAQUINA BARBOSA is:
7. i. MARIA FERREIRA9 BARBOSA, b. 16 Mai 1881, Frazão, Paços de Ferreira.


Generation No. 7

7. MARIA FERREIRA9 BARBOSA (JOSÉ JOÃO8 FERREIRA, MARIA CARNEIRO7 NETO, MARIA CUSTÓDIA FERREIRA6 DIAS, MARIA JOSEFA CARNEIRO5 LEÃO, FELÍCIA MARIA CARNEIRO4 DE LEÃO, RAFAELA CARNEIRO3, FRANCISCO2 CARNEIRO, PEDRO1) was born 16 Mai 1881 in Frazão, Paços de Ferreira. She married JOAQUIM ALVES DE SOUSA 28 Jun 1900 in Frazão, Paços de Ferreira, son of JOSÉ DE SOUSA and ERMELINDA VILELA. He was born 16 Nov 1880 in Penamaior, Paços de Ferreira.

Child of MARIA BARBOSA and JOAQUIM DE SOUSA is:
i. ARNALDO ALVES10 DE SOUSA, b. 03 Ago 1909, Frazão, Paços de Ferreira; m. EMÍLIA DE PENHA FERREIRA, 17 Out 1936, Frazão, Paços de Ferreira; b. 21 Nov 1908, Carreira, Sº. Tirso.

Cumprimentos

José António Reis

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#83146 | ALVARO DUARTE | 31 Jan 2005 13:09 | Em resposta a: #83036

Caro Carlos Leal Machado,
Fico satisfeito em saber que tenho o mesmo nome e sobrenome do teu avô e
gostaria de ajudá-lo também,mande-me as fotos digitalizadas dos teus
parentes da parte de Pernambuco e tentarei identificar o local ,como também
os dados específicos que pesquisarei, como já havia falado.
Eu li em outro e-mail teu, que tu tens uma quantidade grande de dados
digitalizados,dessa forma te pergunto ?
Tu terias os assentamento de nascimento de Pedro Carneiro e Maria Antonio
de Leão e do seu filho Francisco Carneiro Leão casado com Luísa Barbosa ou
do seu neto cap. Manuel Carneiro Leão casado com Rosa Maria de Barros,Estes
fazem parte do ramo principal de minha esposa.
* Pedro Carneiro
casado por volta de 1636
--------------------------------------

*Maria Antônio de Leão
-------------------------------------

1650, e batizada a 20 de Novembro de 1650, no Porto, segundo consta do Livro
2.º (ou M2), fols. 11 da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa.
-----------------------------------------------------------------

Cap. M Manoel Carneiro Leão
batizado a 28 de Outubro de 1685, segundo consta do Livro 2.º (ou M2), fols.
68 verso, da Freguesia de São Tiago de Carvalhosa..
-----------------------------------------------------------------
Quanto à base de dados chegou perfeitamente( trabalho extraordinário)que
ajudará muito.
Favor confrontar as datas de nascimento de Pedro Carneiro e Maria Antônio
de Leão e as datas dos seus filhos . Não há como eles terem nascido em
1630,visto que seus filhos começam a nascer à partir de 1639.
Um grande abraço
e muito obrigado novamente,
Álvaro Duarte
alvaroduarte7@ig.com.br
Recife-Pernambuco-Brasil.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#83196 | camac41 | 31 Jan 2005 19:56 | Em resposta a: #68059

Caros Confrades

Anexo os dados que pesquisei sobre os Carneiro Leão

No processo de Diligência de Genere de Francisco Carneiro Leão, (Pº 28693 – Pasta 1259 do Arquivo Distrital de Braga), filho de Francisco Carneiro e de Luísa Barbosa indica:
como avós paternos:
- Pedro Carneiro, de Funtão – Carvalhosa
- Maria Antónia de Vila Cova, de Sanfins de Ferreira
como avós maternos
- António Ferreira, de Sanguinhais
- Maria Barbosa, de Vilar – Paços de Ferreira.
Procurei em Sanfins de Ferreira e encontrei em Mistos 1 pág 208 o casamento, em 4 de Março de 1638, de Pedro Carneiro (filho de António André e de Catarina Afonso) com Maria Antónia (filha de Gonçalo Francisco e de Ana Antónia).
Os registos do Arquivos Paroquiais de Carvalhosa só estão deponíveis após 1616. Não encontrei o nascimento de Pedro Carneiro, pelo que o seu nascimento deve ser anterior a 1616, (possivelmente cerca de 1612 data de nascimento da mulher Maria Antónia). Encontrei o falecimento dos pais (António André falecido a 27 Setembro de 1633 de Funtão-Carvalhosa Mistos 1 pág 9 – Carvalhosa) e da mãe Catarina Afonso (falecida a 30 de Dezembro de 1645 em Funtão-Carvalhosa, Mistos 1 pág 18).
Maria Antónia, foi baptizada em 18 de Setembro de 1612 (Mistos 1 pág 125 – Sanfins de Ferreira, os pais eram moradores em Vila Cova – Sanfins de Ferreira e foram padrinhos, Pantaleão Afonso e Isabel Antónia, mulher de João António de Vila Cova.
O casamento dos pais deve ter sido entre 1608 e 1611 pois faltam os registos desta data.
O casal Gonçalo Francisco teve além de Maria Antónia
- Francisco, baptizado em 28 de Outubro de 1614 (Mistos 1 pág 129);
- Anastácia, baptizada em3 de Março de 1618 (Mistos 1 pág 134v)
Gonçalo Francisco teve de Juliana (filha de António Gonçalves, das Ribas), sua parente os seguintes filhos:
- Maria, baptizada em 22 de Outubro de 1608 (Mistos 1 pág 122v);
- António, baptizado em 17 de Julho de 1610 (Mistos 1 pág 124);
- Gonçalo, baptizado em 9 de Março de 1613.
Pela consulta de baptismos em que Gonçalo Francisco foi padrinho sou levado a concluir que era filho de Francisco António, falecido em Vila Cova em 14 de Fevereiro de 1623 (Mistos 1 pág 222v) e de Catarina Anes, falecida em Vila Cova em 13 de Julho de 1604 (Mistos 1 pág 219v).

Melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#103104 | ferleao | 16 Out 2005 03:31 | Em resposta a: #83196

Sou descendente dos Carneiro Leão e gostaria de saber se alguem sabe alguma
coisa destes nomes: Manuel dos Santos Carneiro Leão, Florêncio dos Santos Carneiro Leão, ou António dos Santos Carneiro Leão.
Este ultimo deve ser o meu 4º Avô.
Eu ja tenho a Arvore Genealogica + ou - pronta até ao António dos Santos Carneiro Leão.
Se Quiserem posso enviar a Arvore Genealogica por E-Mail.
Ass. Fernando Carneiro Leão

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#103163 | AlvaroDuarte | 17 Out 2005 02:14 | Em resposta a: #103104

Prezado Fernando Leão,

Gostaria que me enviasse a árvore genealógica que fez e tentarei fazer a ligação com as informações que tenho.
Favor enviar para alvaroh.duarte@gmail.com e brevemente mandarei notícia ... o

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#144177 | ACB | 15 Fev 2007 11:44 | Em resposta a: #68059

Caro Confrade Cau Barata,

Como tive necessidade de saber mais sobre a família Barbuda (ramo de Setúbal), deparei com alguma imprecisão na data de nascimento (variando conforme a fonte, entre 1760 e 1793) do Marquês de Jacarepaguá FRANCISCO MARIA GORDILHO VELOSO DE BARBUDA.

Pesquisando no Arquivo Distrital de Setúbal, consegui localizar o assento de baptismo que segue:

“Filho legítimo do Doutor José Júlio Henrique Cabral Gordilho e de D. Maria Bárbara Benedita Cabral de Barbuda elle batizado na freguezia de Santa Maria da Graça desta Villa ella na de S. Julião donde forão recebidos, nasceo em sete de Janeiro de mil e sete centos e outenta e quatro e o batizei e lhe puz os santos oleos em catorze do mesmo mês: foram padrinhos o Reverendo Doutor Manoel Ignacio de Arouche , e D. Maria Eugenia Henriques Cabral por seu procurador o Capitão João António de Barbuda de que se fez este termo q assignei
O Benef.º Brás Ant.º Allonso ? de Mattos”
(S. Sebastião – Setúbal, Baptismos, Livº de 01/03/1778 a 22/05/1785, fls 143)

Não sendo um dado fundamental, não quis deixar de o comunicar.
Cumprimentos
ACB

Resposta

Link directo:

RE: Leão - Vila Real

#144407 | br1629 | 17 Fev 2007 00:35 | Em resposta a: #68142

Caro confrade, Carlos Leal Machado

Tenho dedicado algum tempo à pesquisa da família Leão com o objectivo de encontrar a ascendência João de Araújo Leão, que foi casado com Apolónia Moutinho de Macedo e residiram em Favaios, Vila – Real, nos anos 1620 a 1650.
O pai do João de Araújo Leão foi Tabelião Público em Vila Real (processo de inquirição de génere – ADB, do seu bisneto), apenas faz referência ao ofício de Tabelião, não indicando o nome.
Gostaria de saber se este meu ascendente pertence a um dos ramos da familia Carneiro Leão que está a estudar.

Com os melhores cumprimentos
M Ferreira

Resposta

Link directo:

RE: Leão - Vila Real

#144423 | camac 41 | 17 Fev 2007 10:23 | Em resposta a: #144407

Caro M Ferreira

Não tenho dados que me permitam ligar o seu ramo Leão de Vila Real ao ramo dos Carneiro Leão. Estes tiveram origem em Paços de Ferreira e estenderam-se para o Porto e para o Brasil.
No recente livro ditado sobre "Leitura de Bachareis - Indice dos Processos" existem alguns com o a apelido Leão. Há um João Teodósio de Araújo Leão mas com um data muito posterior (1824). Existe no entanto o processo de um António Carneiro de Leão (1667 - Maço 8 - nº 13)) que consultei na T.T. mas que devolvi não retirando qualquer informação por ter verificado não ter ligação com os Carneiro Leão da zona de Paços de Ferreira.

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#149325 | gustavo35 | 20 Mar 2007 18:30 | Em resposta a: #68059

Prezado Senhor Carlos Eduardo Barata,

Gostaria de entrar em contato com o senhor.

Escrevi-lhe um tópico hoje, 20.03.07, com o título "Descendência da Casa Torre de Garcia D'avila", onde explico a situação.

Gostaria muito de ter a honra de contar com sua orientação.

Cordialmente,

Gustavo Adolfo Dutra

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#177829 | jaimemoura | 26 Dez 2007 13:43 | Em resposta a: #68142

Desculpem se sou intrometido, mas sou curioso e não sou habitual nestas andanças, mas vou lançar alguns dados aqui que poderão ser uteis:

- A minha avó chamava-se Paulina Carneiro Leão e nasceu em 1900 natural de paços de Ferreira, tinha 2 irmãs (uma chamava-se penso eu Dora Carneiro Leão) que viveram também em P.Ferreira e um irmão que foi viver para o Brasil ainda muito novo, penso que para o rio janeiro, o meu bisavô chamava-se Joaquim ... Carneiro Leão e penso que era natural de Penamaior.

- Esta ramificação dividiu-se em vários sobrenomes como ex: a minha "Leão de Moura", "Leão malheiro da Silva", "malheiro dos Santos" etc...

- A minha Avó habitava junto à Pacense (transportes), e todas as outras viviam nas imediações.

- Lembro-me que havia um Srª que chamava-mos Tia de Figueiras (porque morava em Figueiras - Lousada).

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#177861 | camac 41 | 26 Dez 2007 21:22 | Em resposta a: #177829

Caro Jaime Moura

Agradeço muito os seus dados pois de momento estou a fazer o levantamento dos Carneiros Leão da Zona. Os dados da sua avó e os do casamento do seu avô devem ainda estar na Conservatória do Registo Civil de Paços de Ferreira. O que torna a consulta mais difícil
No Arquivo Distrital do Porto estão os baptismos até 1883 e os casamentos até 1868. Vou tentar localizar o nascimento de um Joaquim em Penamaior antes de 1883 em que os pais tenham o apelido Carneiro Leão. Penso que depois me será fácil ligar este ramo ao casal que deu origem aos Carneiro Leão, Pedro Carneiro e Maria Antónia de Leão que casaram a 4 de Março de 1638 em Sanfins de Ferreira.
Se fosse possivel agradecia que me indicasse a data de nascimento (dia/mê/ano) da Paulina Carneiro Leão e me confirmasse se nasceu na freguesia de Paços e me autorizava a que pedisse uma certidão de nascimento pois lá constarão os nomes dos pais e dos avós.
Se tiver uma certidão de nascimento do seu progenitor do ramo Carneiro Leão lá normalmente consta o nome dos pais e avós e a sua naturalidade.
Depois de conseguir entroncar o seu ramo forneço-lhe a lista completa dos seus antepassados Carneiro Leão.

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#177918 | jaimemoura | 27 Dez 2007 12:44 | Em resposta a: #177861

Caro Carlos Machado,

Obrigado pela resposta.

Vou tentar recolher informações junto de familiares, e é possivel que no jazigo da minha familia consiga mais informações mas, devido a compromissos profissionais poderá demorar algum tempo, logo que haja algo, passo a informação.

Cumprimentos.
Jaime Moura

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#177939 | camac 41 | 27 Dez 2007 17:18 | Em resposta a: #177918

Caro Jaime Moura

Agradeço, quando tiver disponibilidade, o envio dos dados.

Ao seu dispor

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#179937 | jaimemoura | 10 Jan 2008 20:57 | Em resposta a: #177918

Caro Carlos Machado,

Antes de mais os meus cumprimentos.

Vou-lhe dar alguns dados que investiguei, sei que não é muito, mas devido ao pouco tempo disponível já foi muito bom.

Nome do meu Bisavô: JOAQUIM RODRIGUES CARNEIRO LEÃO (Não sei o nome da minha Bisavó, no jazigo só tem a foto dos dois)
Filhos: ("minha Avó"- PAULINA CARNEIRO LEÃO 12/11-1900 - 18/2/1983)
(CORINA CARNEIRO LEÃO 6/1/1899 - 29/9/1980)
(ADÉLIA CARNEIRO LEÃO 11/9/1895 - 20/9/1947)
(DÓRIA CARNEIRO LEÃO)
(UM IRMÃO "CARNEIRO LEÃO" do qual tenho algumas duvidas)
(NOÉMIA CARNEIRO LEÃO - Também tenho duvidas)

NASCIDOS NA FERGUESIA DE PAÇOS DE FERREIRA (não tenho a certeza)

CONFORME ME PEDIU E SE ASSIM O ENTENDER, PODE PEDIR A CERTIDÃO DE NASCIMENTO DA MINHA AVÓ.

Os dados são um pouco vagos mas sei que o meu Pai herdou antes falecer uma quantia pela venda de uma propriedade atrás da Igreja Matriz de P.de Ferreira, sendo que essa propriedade já pertencia à minha Avó e irmãos (penso que terá sido através do meu Bisavô), vou tentar com tempo descobrir o historial da propriedade.

O nome do meu pai terminava em "Leão Pacheco de Moura", não sei se terá dados ou informações sobre "Pacheco de Moura".

Fico a aguardar novidades, eu da minha parte logo que descubra algo, passo a informação.

Obrigado e cumprimentos.
Jaime B. Leão de Moura

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#180007 | jaimemoura | 11 Jan 2008 11:25 | Em resposta a: #177939

Acrescento:
A dita propriedade é no Lugar de S.Domingos, Freguesia de Carvalhosa, Concelho de Paços de Ferreira, mas que devido à sua localização geografica se encontra praticamente no centro da Cidade.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#180270 | camac 41 | 13 Jan 2008 17:16 | Em resposta a: #179937

Caro Jaime Leão de Moura

Obrigado pela informação
Com os dados que me forneceu vou tentar andar para trás. Vou ver se consigo apanhar algum Joaquim nascido ante de 1880 cujos pais tenham o apelido Carneiro Leão
O apelido Moura é bastante antigo na Freguesia da Carvalhosa. O apelido Pacheco é mais vulgar na freguesia de Ferreira, mas havia grande mobilidade entrea as pessoas.
Quando tiver informações darei notícias

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#206228 | jaimemoura | 24 Ago 2008 18:36 | Em resposta a: #180270

Agradeço o envio de novidades se existtirem, Obg,

JBLM

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#206238 | valboa | 24 Ago 2008 21:24 | Em resposta a: #69472

Caro Carlos Leal Machado

Em um assento de baptismo da freguesia de Santiago de Rebordões de 7.10.1753, aparece como padrinho PEDRO BARBOSA CARNEIRO LEÃO de Meixomil - lugar do Fontelo

Gostaria de saber se tem informações sobre onde entronca nos Carneiro Leão.

Se tiver informações que possa dar-me agradeço.

cump.

Jorge Albuquerque da Quinta

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#206249 | camac 41 | 24 Ago 2008 23:51 | Em resposta a: #206238

Caro Jorge Albuquerque da Quinta

Obrigado pela informaçã.
O referido Pedro Barbosa Carneiro Leão srá possivelmente o Pedro, nascido a 11 Março de 1717 em Fontelo-Meixomil filho do casal Pedro Barbosa de Sousa e de Catarina Carneiro Leão, esta filha de Manuel Carneiro Leão e neta de Pedro Carneiro e de Maria Antónia(Leão). Estes são os que deram origem à vasta família Carneiro Leão.
Possivelmente deve tyer-se casado em Rebordões
Se tiver mais informações sobre a sua descêndencia agradeço.

Com os melhores cumprimentos.

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#206255 | camac 41 | 25 Ago 2008 00:34 | Em resposta a: #206228

Caro Jaime Leão de Moura

Ainda não consegui fazer a ligação dos seus Carneiro Leão com os ascendentes.
Os assentos de da freg de Paços, do cocelho de Paços de Ferreira, que estão disponíveis em microfilme, vão só até 1874.
Pela internet só disponibizam cópias dos assentos salvo erro a partir de 1907
Na referida freguesia encontrein no lugar da Igreja os seguintes casamentos:
- Florinda Carneiro Leão com Joaquim Pereira do Couto em 17 Jan 1867;
- Maria Carneiro Leão com António de Sousa Moreira a 2 Junho de 1867;
- Tomásia Carneiro Leão com Joaquim Leal de Sousa e Lima a 19 de Abril de i849;
- Eufrásia Carneiro Leão com Aleixo Nunes da Costa a 22 Maio de 1856.
Ainda não tive oportunidade3 de buscar os possíveis filhos nem de pesquisar o nascimento do seu Bisavô Joaquim Rodrigues Carneiro Leão em Penamaior pois só digitalizei o microfime de Penamaior há poucos dias, espero encontrar lá um Joaquim cujos pais sejam Carneiro Leão.
Vou dar prioridade a esta pesquisa.

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#206258 | jaimemoura | 25 Ago 2008 00:56 | Em resposta a: #206255

Caro Carlos leal Machado,

Agradeço a sua pronta resposta.
Fico a aguardar novidades e disponha se necessitar de algo.

Cumprimentos,
Jaime Leão de Moura

Resposta

Link directo:

RE: Leão - Vila Real

#206272 | luis262 | 25 Ago 2008 11:06 | Em resposta a: #144407

Caro M.Ferreira,
Tomé de Leão Carneiro foi bp. em Vinhais em 1673, fiho de um João de Leão, de Bragança e de s.m. Ana Rodrigues, de Vinhais e neto paterno de Tomé de Leão e de s,m. Frasncisca Cardoso.

A descendência destes Leões ( dados que consegui graças a colaboração de Filipe Pinheiro de Campos, que tem vindo de há muito a estudar as famílias Transmontanas) está documentada até aos finais do séc. XIX e parcialmente editada no Geneall.

http://www.geneal.net/P/per_page.php?id=528441

Cumprimentos,
Luís Piçarra

Resposta

Link directo:

RE: Leão - Vila Real

#206273 | luis262 | 25 Ago 2008 11:10 | Em resposta a: #206272

Corrijo:

http:www.geneall.net/P/per_page.php?id=528441

Cps.
LP

Resposta

Link directo:

RE: Leão - Vila Real

#206274 | luis262 | 25 Ago 2008 11:14 | Em resposta a: #206273

Peço desculpa, pois estou a escrever à pressa, mas à terceira é de vez...

http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=528441

Liuís Piçarra

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#206823 | valboa | 31 Ago 2008 16:04 | Em resposta a: #206249

Caro Carlos Leal Machado

Muito obrigado pela sua informação.

É um ponto de partida para aprofundar esta linha.

Quando tiver mais informação, não deixarei de lha comunicar.

cumprimentos

Jorge Albuquerque da Quinta

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211105 | FQM | 20 Out 2008 18:59 | Em resposta a: #103104

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211106 | FQM | 20 Out 2008 19:02 | Em resposta a: #103163

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211107 | FQM | 20 Out 2008 19:03 | Em resposta a: #83196

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#211109 | FQM | 20 Out 2008 19:05 | Em resposta a: #177829

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#211110 | FQM | 20 Out 2008 19:06 | Em resposta a: #177861

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA/PAÇOS FERREIRA?.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211111 | FQM | 20 Out 2008 19:07 | Em resposta a: #68790

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA/PAÇOS FERREIRA?.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211112 | FQM | 20 Out 2008 19:09 | Em resposta a: #71295

SOU DESCENDENTE DE FAMÍLIA CARNEIRO LEÃO. DESTA? MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, TEVE ÚNICO IRMÃO JOSÉ CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ, AMBOS NASCIDOS EM FREGUESIA DE SOUZELA CONCELHO DE LOUSADA/PAÇOS FERREIRA?.
HÁ PARENTE QUE NÃO CONHECI, ENGENHEIRO CARNEIRO LEÃO,QUE FOI DIRECTOR DA cOMPANHIA PORTUGUESA DO COBRE ATÉ SE REFORMAR, EMPRESA QUE ESTAVA NA ESTRADA EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO - JUNTO A ESTRDA ANTIGA PARA RIO TINTO - PORTO.
DURANTE ANOS PARENTE MEU POR AFINIDADE FOI TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC. HAVIA MONOGRAFIA NA QUAL, A PROPÓSITO DE MEMBRO EMINENTE DA FAMÍLIA, FEZ, JULGO, BIOGRAFIA/GENEALOGIA DA FAMÍLIA.
SEI QUE RESPONDO A DESTEMPO À SUA INTERVENÇÃO MAS SOU MEMBRO MUITO RECENTE DO GENEALL PLUS.
SE TIVER DISPONIBILIDADE E A GENTILEZA DE ME ENVIAR O SEU TRABALHO, AGRADEÇO QUE ME INFORME PARA QUE O MEU EMAIL LHE CHEGUE A CASA.
MUITO OBRIGADO E DESCULPR O INCÓMODO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#211120 | camac41 | 20 Out 2008 20:25 | Em resposta a: #211110

Caro Confrade

Penso que a sua avó paterna

1. Maria Cristina Vasconcelo Carneiro Leão de Queirós, é filha de
2. Manuel José Carneiro Leão Queirós, natural de Fontelo de Baixo-Meixomil e de
3. Antónia Carneiro de Beça Vasconcelos, natural de Roriz - Santo Tirso.

Casou com o Dr. Augusto Machado de S. Martinho do Campo

e tenho referenciado a filha

Maria Cristina Queirós Machado.

Ente em contacto para o meu endereço camacarrobaclixponto pt para lhe enviar mais dados

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#211125 | FQM | 20 Out 2008 21:09 | Em resposta a: #211120

CARO CONFRADE! PARENTE TAMBÉM? -- FICO-LHE MUITÍSSIMO GRATO PELA GENTILEZA E PELA ENORME RAPIDEZ DA RESPOSTA.
vOU ENTRAR EM CONTACTO COM O EMAIL QUE ME DEU E TER A SORTE DE CONSEGUIR OS HORIZONTES DESTE LADO DA FAMÍLIA QUE NÃO OCNHEÇO MUITO BEM.
EM TUDO O QUE EU LHE PODER SER ÚTIL É MAIS QUE ÓBVIO QUE ESTOU AO SEU DISPOR.
ATÉ AO MAIL, ABRAÇO DO fRANCISCO QUEIROZ MACHADO
PS AUGUSTO MACHADO, MÉDICO EM SÃO MARTINHO DO CAMPO TAL COMO MEU PAI, FOI MEU PADRINHO TENHO OCORRIDO O SEU DECESSO QUANDO EU TINHA NOVE MESES - NASCI EM SETEMBRO DE 1946.
ACHA QUE VAI SER POSSÍVEL CONSEGUIR ARVORE GENEALÓGICA DOS CARNEIRO lEÃO?
RECONHECIDAMENTE
fRANCISCO qUEIROZ mACHADO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#211136 | camac41 | 20 Out 2008 22:42 | Em resposta a: #211125

Caro Primo

O apelido "Carneiro Leão" iniciou-se com o casamento de Pedro Carneiro (tenho o nome dos pais) com Maria Antónia (de Leão) (tenho o nome dos pais e avós) em 4 de Março de 1638. Depois até à actualidade tenho bastantes ramos desbravados.
O seu vai até às origens.
Ao seu dispor

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#211246 | FQM | 21 Out 2008 22:05 | Em resposta a: #211136

CARO PRIMO CARLOS,
MUITO OBRIGADO PELO SEU MAIL! O CONTACTO FEITO LEVOU-ME À MINHA FAMÍLIA NO RAMO QUE PARTILHAMOS! GOSTO, TAMBÉM, POR SABÊ-LO MACHADO (ESTE MEU NOME VEM DO AUGUSTO MACHADO QUE REFERE - MEU AVÔ, PADRINHO, MÉDICO DE QUEM ME VIM A ACHAR COLEGA, TAL COMO MEU PAI FRANCISCO, 'CONDIÇÃO' QUE VEM DE 1894; LEVE FARDO O MEU! QUE O 'CARREGO DESDE 221008, AMANHÃ, PORTANTO!).
O MEU EMAIL MAIS USADO É: fqm1209@gmail.com . ESTE ENDEREÇO, PARA O QUE PRECISAR, ESTÁ AO SEU DISPOR!
DOS MEUS AVÓS MARIA CRISTINA E AUGUSTO, IREI MANDAR O QUE SEI DOS SEUS EPÍGONOS, SEUS FAMILIARES. TEREI, AINDA, QUE PEDIR AJUDA À ÚNICA PESSOA QUE É VIVA DA MINHA GERAÇÃO, NO QUE DIZ RESPEITO À PRECISÃO DOS NOMES E CORRESPONDENTES DATAS.
ABRAÇO DO
FRANCISCO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211791 | FQM | 28 Out 2008 09:43 | Em resposta a: #103104

TAMBÉM SOU CARNEIRO LEÃO - MINHA AVÓ PATERNA, MARIA CRISTINA VASCONCELOS CARNEIRO LEÃO DE QUEIROZ! RELATIVAMENTE AOS NOMES QUE COLOCA NÃO PODEREI, INFELZMENTE, SER ÚTIL...
PODERIA EU BENEFICIAR DA GENEROSA OFERTA QUE FAZ E PEDIR O ENVIO POR EMAIL DA ÁRVORE GENEALÓGICAQUE ELABOROU? MUITO OBRIGADO. fqm1209@gmail.com
CUMPRIMENTA RECONHECIDAMENTE,
FRANCISCO QUEIROZ MACHADO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211909 | ferleao | 29 Out 2008 14:02 | Em resposta a: #211107

Olá

Esse Engenheiro Carneiro Leão que diz que foi director da CPC era meu tio
Angelo Carneiro Leão, e o filho dele é o meu padrinho que também trabalhou na CPC.

Por favor indique o Email para o envio da árvore genealógica.

Fernando Leão

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#211924 | FQM | 29 Out 2008 17:48 | Em resposta a: #211909

BOA TARDE!

E MUITO OBRIGADO, CLARO.

O MEU MAIL É: fqm1209@gmail.com

CPTS
Francisco Queiroz Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#212052 | FQM | 30 Out 2008 23:51 | Em resposta a: #211909

BOA NOITE!

JULGO SEMPRE TER OUVIDO QUE O SENHOR SEU TIO E PAI DE SEU PADRRINHO, ANGELO CARNEIRO LEÃO, ERA O DIRECTOR FABRIL DA CPC A QUAL SE ENCONTRAVA NA EST. INTERIOR E NÃO EXTERIOR DA CIRCUNVALAÇÃO QUE, COMO REPAROU, É MOTIVO PARA LAPSO MEU.

LEMBRO-ME QUE NESSA EMPRESA HAVIA TAMBÉM QUADRO SUPERIOR, ENGENHEIRO ALMIR, QUE TINHA FUNÇÕES DE ADJUNTO DO ADMINISTRADOR CUJO NOME NÃO ME RECORDO. ESTOU MUITO ERRADO? O SEU TEXTO FAZ-ME PENSAR QUE NÃO TEREI SIDO SUFICIENTEMENTE CORRECTO... PF PODE ELUCIDAR?

O MESMO ENGENHEIRO ALMIR TINHA BONITA CASA QUE EXISTE AINDA HOJE E COM BOM ASPECTO – MAS NÃO TÃO LUZENTE COMO ERA, TODAVIA – NA FREGUESIA DE RORIZ, SANTO TIRSO, BEM PERTO DO MOSTEIRO DOS MONGES DE SINGEVERGA.

PELO NOME AQF – ANGELO DA FONSECA: SABE SE VOS/NOS ESTÁ LIGADO?

TEM CONHECIMENTO DE MONOGRAFIA SOBRE UM CARNEIRO LEÃO? FOI ANGELO CARNEIRO QUEM MOSTROU A FAMILIAR MEU POR AFINIDADE (TAMBÉM ENGENHEIRO NA CPC, MÁRIO LUCRÉCIO CORREIA, QUE ERA CASADO COM MINHA PRIMA CARNEIRO LEÃO, MARIA LUISA DE VASCONCELOS MACHADO ALMEIDA COSTA, FINADA EM 1984). PERDI O RASTO A ESTE EX-PARENTE MAS VI TAL TRABALHO NO INÍCIO DA DÉCADA DE 70. E FOTOCOPIADORAS...

OBRIGADO, DE NOVO.
Francisco Queiroz Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#214885 | Bernardo Relvas | 06 Dez 2008 22:13 | Em resposta a: #212052

Olá a todos

visto que isto está meio adormecido vou tentar completar o vosso conhecimento da nossa família e atirar mais alguma lenha para a fogueira.

O meu nome é Bernardo Carneiro Leão Relvas n. em 07/07/1985. Tenho 1 irmão (Ivo n.1989) e uma irmã (Carolina n.1991). Os meus pais chamam-se Rita Adilia de Sá Carneiro Leão (n.10/08/1956) e Anselmo Relvas (n.19/07/1953). A minha mãe tem 2 irmãs e 1 irmão: Ana Leão, Maria Ângela Leão e Manuel Leão. O meu avô era o já citado Ângelo Carneiro Leão (n.1917 - f. 1991), engenheiro electrotécnico pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (aprox 1950), administrador da CPC-Companhia Portuguesa do Cobre. O meu avô era casado com Albertina Vieira de Sá (n.1923), a minha avó. O meu avô era filho de Manoel dos Santos Carneiro Leão e Rita Carneiro da Silva. O meu avô tinha 4 irmãos e 7 irmãs: Manuel, Faustino,Luis, Francisco, Joaquina, Francisca, Laura, Rosalina, Ermelinda, Ana e Pudenciana. A descendência é vasta excepto no caso Faustino, Ana e Pudenciana que escolheram ou lhes foi imposta a vida eclesiástica no mosteiro de Singeverga. Esta catrafada de irmãos e seus pais viviam na Casa de Fontelo, Meixomil, Paços de Ferreira, que ainda nos pertence.

Grandes feitos: Ângelo Carneiro Leão, foi o primeiro da família a tirar um curso universitário;
Rosalina Carneiro Leão, foi a primeira mulher a tirar a carta de conduçao em Paços de Ferreira.

Espero que esta exposiçao vos seja util.
Disponham sempre
Bernardo Relvas.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#214894 | FQM | 07 Dez 2008 01:33 | Em resposta a: #214885

CARO BERNARDO E PRIMO CL,
QUE BOM SABER DE SI CARO PRIMO! E, AINDA POR CIMA, NETO DO ENGENHEIRO DE EXCELÊNCIA ÂNGELO CARNEIRO LEÃO QUE ESTEVE À FRENTE DOS DESTINOS DA CPC, CIRCUNVALAÇÁO - PESSOA DE CRAVEIRA EXEMPLAR QUE COMANDOU A EMPRESA CPC COM ESPECIAL MESTRIA. FAMILIARES NOSSOS CONVIVERAM EM CONTINUADADE COM O SENHOR SEU AVÔ ÂNGELO, PESSOA DE SUPERIOR ESTATURA - PF VER MEUS CONTACTOS ANTERIORES NESTE FORUM.

O MEU MAIL PESSOAL É fqm1209@gmail.com. ESTÁ ÀS SUAS ODENS, BERNARDO.

ABRAÇO DO FRANCISCO QUEIROZ-MACHADO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#214895 | FQM | 07 Dez 2008 01:34 | Em resposta a: #214885

CARO BERNARDO E PRIMO CL,
QUE BOM SABER DE SI CARO PRIMO! E, AINDA POR CIMA, NETO DO ENGENHEIRO DE EXCELÊNCIA ÂNGELO CARNEIRO LEÃO QUE ESTEVE À FRENTE DOS DESTINOS DA CPC, CIRCUNVALAÇÁO - PESSOA DE CRAVEIRA EXEMPLAR QUE COMANDOU A EMPRESA CPC COM ESPECIAL MESTRIA. FAMILIARES NOSSOS CONVIVERAM EM CONTINUADADE COM O SENHOR SEU AVÔ ÂNGELO, PESSOA DE SUPERIOR ESTATURA - PF VER MEUS CONTACTOS ANTERIORES NESTE FORUM.

O MEU MAIL PESSOAL É fqm1209@gmail.com. ESTÁ ÀS SUAS ODENS, BERNARDO.

ABRAÇO DO FRANCISCO QUEIROZ-MACHADO

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#252267 | joseleaofi | 27 Mar 2010 01:07 | Em resposta a: #68059

Apesar de nascido em Pernambuco, creio que meu ramo Carneiro Leão veio do Rio de Janeiro. Meu avô paterno chamava-se Pedro Augusto Carneiro Leão Sobrinho e casou-se com Maria Ana Monteiro da Cruz Carneiro Leão.
Meu pai era José Carneiro Leão. Eu gostaria de saber se é possível identificar minha ascendencia, inclusive por que minha avó materna, Lucila Moreira Caseiro era filha de portugueses.

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#261857 | camac41 | 10 Set 2010 00:55 | Em resposta a: #206258

Caro Jaime Leão Moura

Foram publicados na internet pelo ADP os assentos paroquiais da fregª de Paços do concelho de Paços de Ferreira.
Pde ter acesso a eles atravé do etombo.
Não consigo fazer a ligação aos "Carneiro Leão" pois o seu bisavô Joaquim Rodrigues Carneiro Leão aparece como filho de pai incógnito. Pelo apelido é muito possível que haja ligação mas não consigo comprovar.

O dados que tirei são os seguintes

Joaquim Rodrigues Carneiro Leão natural de Frazão - Paços de Ferreira.

Os pais de Joaquim Rodrigues Carneiro Leão são: Pai incógnito e Maria Ferreira natuaral de Frazão - Paços de Ferreira.

Joaquim Rodrigues Carneiro Leão e Maria Ferreira da Costa (filha de Casimiro da Costa e de Felicidade Ferreira) casaram-se no dia 27 de Outubro de 1899 (Assento 13/1899) em Paços - Paços de Ferreira.
Filhos de Joaquim Rodrigues Carneiro Leão e Maria Ferreira da Costa :

i. Doria Carneiro Leão nasceu no dia 31 de Março de 1888 (Assento 10/1888) em Ponte Nova - Paços. Doria Carneiro Leão e Bernardo Alves Gomes de Oliveira casaram-se no dia 14 de Novembro de 1908 (Assento 3/1908 - Paços) em Paços - Paços de Ferreira. Legitimada por casamento posterior.

ii. Paulina Carneiro Leão nasceu no dia 12 de Novembro de 1900 (Assento 42/1900 - Paços) em Ponte Nova - Paços. Paulina Carneiro Leão e Joaquim Pacheco de Moura casaram-se no dia 2 de Dezembro de 1925 em Paços - Paços de Ferreira.

iii. Ernesto nasceu no dia 20 de Março de 1903 (Assento 10/1903 - Paços) em Ponte Nova - Paços. Ernesto foi baptizado no dia 24 de Março de 1903 (Assento 10/1903) em Paços - Paços de Ferreira.
É natural que tenham tido mais filhos mas não os pesquisei.

Melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#262851 | magda magali | 25 Set 2010 04:37 | Em resposta a: #252267

caro josé leão filho, fiquei mais feliz ao saber que vc pertençe a familia leão de pernambuco. Meu bisavô se chamava henrique souza leão e não sei quase nada sobre ele e sua familia. Será que vc podria me passar mais informações sobre essafamília tão imensa?

Um grande abraço!!
Magda Magali

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#266077 | Ortigão | 29 Nov 2010 21:49 | Em resposta a: #214885

Caro Bernardo

O seu tio-avô Luís, não é o Luís Barbosa Carneiro Leão, n. Paços de Ferreira, c. com Margarida Ortigão Almeida e Silva?

cptos,
Rodrigo Ortigão de Oliveira

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVII

#266188 | carloslapa | 01 Dez 2010 22:32 | Em resposta a: #266077

Rodrigo,

Se me permite a intromissão, é esse o casamento, e são também dos seus 'Ortigão'.
Também foram estudadas as famílias da Casa das Chouzas , em Lufrei - Amarante, àcerca de quem me lembro de ter visto uma antiga pergunta sua noutro tópico. Alguma novidade sobre as 'armas ornamentais' de 'Pinto' e 'Leão' nessa casa?

Abraço

CL

Resposta

Link directo:

RE: Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#304356 | bomdia1 | 28 Abr 2012 13:51 | Em resposta a: #68059

Boa tarde,

Poderiam informar quais os ascendentes de Maria Antônia de LEÃO? Sou descendente de Pantaleão Afonso e Isabel de Leão, filha de António Garcia e Beatriz de Leão. Haverá alguma relação entre eles?
Obrigada,
Margarida

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#357835 | girafa | 21 Mai 2015 19:27 | Em resposta a: #304356

Cara Margarida,
também descendo de uma Antónia de Leão.
Será possível informar-me com quem casou a sua Maria Antónia de Leão?
Fico a aguardar.

cumprimentos,
M.Carvalho

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#357842 | camac41 | 22 Mai 2015 00:50 | Em resposta a: #357835

Caros confrades

Transcrevo parcialmente os dados das minhas pesquisas que respondem às perguntas fomuladas:

1. António Garcia

Os pais de António Garcia são:

2. João Garcia nasceu antes 1540 em Real - Carvalhosa.

3. Madalena Velho nasceu antes 1540 em Real - Carvalhosa.

António Garcia nasceu antes 1565 em Real - Carvalhosa.

António Garcia e Beatriz Barbosa de Leão (filha de António de Leão da Fonseca e de Cecília Fernandes) casaram-se no dia 24 de Agosto de 1587 (M1 103 - Parada de Todeia) em Parada de Todeia - Paredes.

Filhos de António Garcia e Beatriz Barbosa de Leão :

4. i. Ana Antónia Leão nasceu antes 1590 em Real - Carvalhosa. Ana Antónia e Gonçalo Francisco casaram-se cerca (est) 1610. Ana Antónia faleceu no dia 10 de Março de 1644 (M1 228 - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira. Ana Antónia e Gonçalo Francisco residem em Vila Cova - Sanfins de Ferreira.

5. ii. Anastácia Antónia nasceu cerca (est) 1595 em Real - Carvalhosa. Anastácia faleceu no dia 23 de Junho de 1627 (M1 5 - Carvalhosa) em Carvalhosa.

6. iii. António Garcia de Leão nasceu antes 1595 em Real - Carvalhosa. António Garcia de Leão faleceu depois 1651.

7. iv. Domingas Antónia nasceu antes 1600 em Real - Carvalhosa. Domingas e Domingos Machado casaram-se no dia 10 de Setembro de 1620 (M1 22 - Carvalhosa) em Carvalhosa.

8. v. Maria de Leão nasceu cerca (est) 1605 em Real - Carvalhosa. Maria de Leão e Manuel Coelho casaram-se no dia 21 de Março de 1633 (M1 25 - Carvalhosa) em Carvalhosa.

9. vi. Isabel de Leão nasceu antes 1610 em Real - Carvalhosa. Isabel e Pantaleão Afonso casaram-se. Isabel faleceu no dia 6 de Julho de 1661 (M2 103 - Sanfins de Ferreira) em Sanfins de Ferreira.

António Garcia faleceu no dia 15 de Fevereiro de 1616 (M1 1 - Carvalhosa) em Real - Carvalhosa.

Senhor da Quinta de Real em Santiago da Carvalhosa, Paços de Ferreira
Morreu de desastre
__________________________________
1. Ana Antónia Leão

Os pais de Ana Antónia Leão são:

2. António Garcia nasceu antes 1565 em Real - Carvalhosa. António Garcia e Beatriz de Leão casaram-se no dia 24 de Agosto de 1587 (M1 103 - Parada de Todeia) em Parada de Todeia - Paredes. António Garcia faleceu no dia 15 de Fevereiro de 1616 (M1 1 - Carvalhosa) em Real - Carvalhosa.

3. Beatriz de Leão nasceu antes 1565 em Lágea - Parada de Todeia. Beatriz Barbosa de Leão e António Garcia casaram-se no dia 24 de Agosto de 1587 (M1 103 - Parada de Todeia) em Parada de Todeia - Paredes. Beatriz Barbosa de Leão faleceu no dia 2 de Dezembro de 1632 (M1 8v - Carvalhosa) em Real - Carvalhosa.

Ana Antónia nasceu antes 1590 em Real - Carvalhosa.

Ana Antónia e Gonçalo Francisco (o filho de Francisco António e de Catarina Gonçalves) casaram-se cerca (est) 1610.

Filhos de Ana Antónia e Gonçalo Francisco :

4. i. Maria Antónia de Leão foi baptizada no dia 18 de Setembro de 1612 (M1 125 - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira por Padrinhos: Pantaleão Afonso, solteiro, morador na Igreja e Isabel Antónia, mulher de João António, moradores no mesmo lugar de Vila Cova. Maria Antónia de Leão e Pedro Carneiro casaram-se no dia 4 de Março de 1638 (M1 208v - Sanfins de Ferreira) em Sanfins de Ferreira. Maria Antónia de Leão faleceu no dia 14 de Fevereiro de 1685 (M2 109 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa.

5. ii. Francisco de Leão foi baptizado no dia 28 de Outubro de 1614 (M1 129v - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira por Padrinhos: Francisco Simões, mancebo solteiro e Maria filha de Gonçalo Brás de Bouça Monte. Francisco de Leão faleceu no dia 9 de Novembro de 1660 (M2 101v - Sanfins de Ferreira) em Sanfins de Ferreira.

6. iii. Anastácia foi baptizada no dia 3 de Março de 1618 (M1 134v - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira por Padrinhos: Sebastião Francisco, filho de Francisco Fernandes dos Carvalhinhos e Maria filha de Senhorinha Gonçalves de Beitalho todos da mesma freguesia..

7. iv. Beatriz foi baptizada no dia 13 de Novembro de 1625 (M1 144v - Sanfins de Ferreira) em Beitalho - Sanfins de Ferreira por Padrinhos: Adão Fernandes da fregª de Carvalhosa e Maria fª de António Francisco, das Lavandeiras.

8. v. António de Leão foi baptizado no dia 16 de Junho de 1630 (M1 148v - Sanfins de Ferreira) em Beitalho - Sanfins de Ferreira por Padrinhos: António Garcia Leão e Catarina Antónia mulher de António Gonçalves de Vila Cova. António de Leão e Maria Francisca casaram-se no dia 12 de Maio de 1658 (M2 69v - Sanfins de Ferreira) em Sanfins de Ferreira.

9. vi. Luísa Antónia de Leão nasceu antes 1630 em Vila Cova - Sanfins de Ferreira.

Ana Antónia faleceu no dia 10 de Março de 1644 (M1 228 - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferre
__________________________
Maria Antónia de Leão

Os pais de Maria Antónia de Leão são:

2. Gonçalo Francisco foi baptizado no dia 14 de Fevereiro de 1580 (M1 101 - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira. Gonçalo Francisco e Ana Antónia Leão casaram-se cerca (est) 1610. Gonçalo Francisco e Ana Antónia residem em Vila Cova - Sanfins de Ferreira.

3. Ana Antónia Leão nasceu antes 1590 em Real - Carvalhosa. Ana Antónia e Gonçalo Francisco casaram-se cerca (est) 1610. Ana Antónia faleceu no dia 10 de Março de 1644 (M1 228 - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira. Ana Antónia e Gonçalo Francisco residem em Vila Cova - Sanfins de Ferreira.

Maria Antónia de Leão foi baptizada no dia 18 de Setembro de 1612 (M1 125 - Sanfins de Ferreira) em Vila Cova - Sanfins de Ferreira por Padrinhos: Pantaleão Afonso, solteiro, morador na Igreja e Isabel Antónia, mulher de João António, moradores no mesmo lugar de Vila Cova.

Maria Antónia de Leão e Pedro Carneiro (o filho de António André e de Catarina Afonso) casaram-se no dia 4 de Março de 1638 (M1 208v - Sanfins de Ferreira) em Sanfins de Ferreira.

Filhos de Maria Antónia de Leão e Pedro Carneiro :

4. i. Maria Carneiro foi baptizada no dia 18 de Fevereiro de 1639 (M1 56 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa por Padrinhos: João António, da Carvalhosa, e Maria filha de Gonçalo Francisco da Carvalhosa..

5. ii. Joana Carneiro Leão foi baptizada no dia 29 de Dezembro de 1641 (M2 2 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa por Padrinhos: Salvador Neto, de Aldosinde - Carvalhosa e Maria, filha de Gonçalo Francisco de Sanfins de Ferreira. Joana e Manuel Ferreira casaram-se no dia 7 de Junho de 1676 (M2 180 - Carvalhosa) em Carvalhosa. Joana faleceu no dia 17 de Dezembro de 1725 (M3 300v - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa.

6. iii. António Carneiro Leão foi baptizado no dia 9 de Outubro de 1644 (M2 5v - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa.

7. iv. Manuel Carneiro de Leão foi baptizado no dia 10 de Maio de 1648 (M2 9 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa por Padrinhos: João Ferreira de Sanfins e Maria, filha de Amador Francisco de Funtão. Manuel e Catarina Barbosa casaram-se no dia 24 de Outubro de 1681 (M2 182 - Carvalhosa) em Carvalhosa. Manuel faleceu no dia 3 de Março de 1698 (M2 128v - Carvalhosa) em Sanguinhães - Carvalhosa. Manuel e Catarina Barbosa residem em Sanguinhães - Carvalhosa.

8. v. Francisco Carneiro Leão foi baptizado no dia 20 de Novembro de 1650 (M2 11 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa por Padrinhos: Francisco Clemente, de Sanfins e Beatriz, solteira, sua irmã. Francisco Carneiro Leão e Luísa Barbosa Ferreira casaram-se no dia 25 de Outubro de 1681 (M2 182 - Carvalhosa) em Carvalhosa. Francisco Carneiro Leão faleceu no dia 3 de Dezembro de 1736 (M3 321v - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa.

9. vi. Pedro Carneiro de Leão foi baptizado no dia 5 de Março de 1654 (M2 14 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa por Padrinhos: Francisco, fº de Maria Antónia, do Fontão, e Senhorinha fª de Amador Francisco, todos do Fontão. Pedro Carneiro de Leão e Maria Nunes casaram-se no dia 26 de Janeiro de 1689 (M1 105v - Nevogilde) em Nevogilde - Lousada. Pedro Carneiro de Leão faleceu no dia 11 de Maio de 1720 (M1 125v - Casais) em Casais - Lousada.

Maria Antónia de Leão faleceu no dia 14 de Fevereiro de 1685 (M2 109 - Carvalhosa) em Funtão - Carvalhosa.
____________________________

Cordialmente

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#359587 | gparacatu | 16 Jul 2015 18:44 | Em resposta a: #68059

Prezado Cau Barata

Estudo há anos as genealogias de Paracatu, em Minas Gerais.
Em relação ao Antonio Netto Carneiro Leão, que lá viveu e deixou descendência, parece-me que, à luz do registro de batismo de seu filho João Carneiro Leme, seus pais foram outros, a saber: Antonio Netto Carneiro Leão era filho de Francisco Carneiro Leão e de Maria Netta.

fonte: Livro de batismos da Matriz de Santo Antonio da Manga de Paracatu - 1774 - 1777

A polêmica está lançada ou não. Pessoalmente, devo acreditar no assento de batismo como fonte documental.

Abraços
gparacatu

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#359706 | almacor | 19 Jul 2015 23:18 | Em resposta a: #68059

Prezado Cau Barata

Sendo descendente de José Fidelis Lopes da Costa, cunhado de Brás Carneiro Leão, tenho efetuado alguma pesquisa neste ramo. Assim passo a informar que Francisco Maria Gordilho Veloso de Barbuda nasceu efetivamente em São Sebastião - Setúbal, mas em 07 de Janeiro de 1784.

Cordialmente

Almacor

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#359717 | camac41 | 20 Jul 2015 13:09 | Em resposta a: #359587

Caro confrade

Não vou discutir o caso vertente nem entrar em polémica.
Não há dúvida nenhuma que os Assentos Paroquiais são de primordial importância para as pesquisas de genealogia mas de facto não estão isentos de erros com informações contraditórias relativos a outros registos. Deste facto já me deparei com imensos casos.

Cordialmente

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#364119 | gparacatu | 07 Dez 2015 23:40 | Em resposta a: #359717

Prezado confrade Carlos Leal,

O problema não é polemizar, aliás, as polêmicas são salutares. O problema são os figurões da genalogia admitir equívocos.
Encontrei outros registros de batismos de filhos de Antonio Netto Carneiro Leão, cujo pais são os que referí. Seria muitos erros sobre uma mesma filiação de um personagem importante, na comunidade em que vivia.

Atenciosamente, um inepto na matéria.

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#364125 | camac41 | 08 Dez 2015 12:17 | Em resposta a: #364119

Caro confrade

Polémica é uma discussão amigável e acalorada, eu preferia que o assunto vertente fosse apenas uma discussão amigável ou melhor uma troca amigável de informações factos e opiniões.
Na realidade o que refere e ao ser repetitivo duas hipóteses se podem dar:
- Estamos a falar de um António Neto Carneiro Leão diferente; ou
- Há um equivoco na atribuição da sua paternidade.
Na realidade há um Francisco Carneiro Leão nascido no dia 5 de Outubro de 1727 (Mistos 3 47v - Meixomil) em Ponte de Sobrão - Meixomil baptizado no dia 9 de Outubro de 1727 em Meixomil. Foi para o Brasil e do qual não sei o rasto.
O ideal era encontrar o casamento de António Neto Carneiro Leão.
Agradecia que me enviasse, se assim entender, a informação disponível para camac41 arroba gmail ponto com.

Cordialmente

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#420064 | gparacatu | 16 Dez 2019 22:16 | Em resposta a: #68059

Confrades,
remeto-lhes o meu entendimento a respeito da origem filial de Antônio Netto Carneiro Leão:

TRONCO DE PARACATU, MINAS GERAIS

Reverendo padre FRANCISCO CARNEIRO LEÃO e MARIA NETTO, naturais do lugar de Fontão, Santiago de Carvalhosa, Paços de Ferreira, Bispado do Porto, em relacionamento sacrílego, foram os pais do filho natural:

1 – Antônio Netto Carneiro Leão, nasceu em 14/07/1726 no lugar de Fontão, e foi batizado dois dias aos depois de nascido aos 14/07 na igreja do Salvador de Freamunde, vila próxima (cerca de 3 km) (imagem de batismo abaixo);

Controvérsia: genealogistas de renome o dão como filho de Serafina Carneiro e seu marido José Netto Ferreira, irmão de Manoel Netto Carneiro Leão que foi para Pernambuco. Ao nosso sentir parece ser um equívoco essa filiação. Em documentos paroquiais da Matriz de Santo Antônio da Manga das Minas do Paracatu (atual Paracatu, Minas Gerais), ele informa ao padre batizante serem avós paternos de seus filhos, Francisco Carneiro Leão e Maria Netto, informação esta rechaçada por alguns genealogistas de proa.
Transcrição de um dos batismos:*Assento de batismo: "Aos 28 de Maio de mil settecentos e settenta e cinco nesta Matriz de Santo Antônio da Manga, Bispado de Pernambuco baptizei e pus os santos oleos aJoão nascido a 16 do dito mes eano, filho legitimo de Antônio Netto Carneiro e de Ana Maria Lemes neto pela parte paterna de Francisco Carneiro Leam, ede sua mulher Maria Netta, e pela materna do cap. Antonio Soares Paes e de sua mulher Ana Maria Lemes. Forão P.P Manoel Roiz de Aguiar e Ana Maria Lemes, e para constar mandei fazer este asento que pela verdade asignei. Padre Francisco José Pereira."

Para reforçar a informação acima, localizamos assentos de batismos existente nos livros paroquiais de Freamunde e de Carvalhosa, que nos parece dirimir essas dúvidas, se confrontados com as informações contidas nos batizados existentes nos livros paroquiais da igreja do arraial de Paracatu; senão vejamos: na igreja do Salvador de Freamunde existe este assento: “Antônio, filho de Maria, solteira, assistente de presente em casa de Manoel Pinheiro do lugar de bouça desta freguesia do Salvador de Freamunde, da comarca de Penafiel, bispado do Porto a qual disse ser filha de Izabel Antônia do lugar de Fontão, freguesia de Santiago de Carvalhosa, Arcebispado de Braga. Nasceu aos onze dias do mês de julho de mil setecentos e vinte e seis anos e foi batizado aos quatorze do dito mês e era acima por mim Lucas Gomes Ferreira, Reitor desta dita freguesia, solenemente na pia batismal desta igreja; deu a dita Maria, solteira, por pai o reverendo Padre Francisco Carneiro, o dito do lugar de Fontão, freguesia de Carvalhosa. Foram padrinhos: Antônio, estudante, filho de Rafael Carneiro e Serafina, solteira, ambos da freguesia de Carvalhosa. Foram testemunhas Manoel Ferreira de Louçã e Cosme Gomes, sobrinho do padre ambos de Freamunde. E por tudo assim a favor da verdade fiz este assento e assinei. Dia mês e ano ut supra.” (Fonte: livro paroquial da freguesia do Salvador de Freamunde, 1724-1758)

Outrossim nos livros paroquiais de Santiago de Carvalhosa encontramos assento de batismo semelhante, com supressão de algumas informações, sendo a principal delas a omissão do nome do pai da criança, dado pela mãe no outro documento de batismo: Transcrição: “Antônio, filho de Maria, solteira, a manca, moradora no lugar de Fontão desta freguesia de Santiago de Carvalhosa. Nasceu aos doze (sic) dias de julho de mil setecentos e vinte e seis e foi batizado na igreja do SALVADOR DE FREAMUNDE (grifo nosso), bispado do Porto pelo reverendo Lucas Ferreira, pároco dela e lhe pôs os santos óleos aos quatorze dias do dito mês e ano declarado. Foram padrinhos: Antônio, solteiro, filho de Rafael Carneiro, de Sanguinhães e madrinha Serafina, filha de Izabel Antônia, viúva, de Fontão, desta sobredita freguesia de Carvalhosa e por ser verdade fiz este termo era ut supra. Pároco Paulo da Silva.” (Fonte: livro de batismo da igreja de Santiago de Carvalhosa,1703-1738)

O batismo da criança realizado em igreja de outra freguesia, bem como a omissão de dados dos personagens envolvidos é emblemático: era uma conhecida estratégia usada para dissimular paternidades inconvenientes, que não se quer assumir publicamente, e acontecia notadamente nas famílias mais abastadas, bem como quando havia o envolvimento de padres nos relacionamentos sacrílegos.

Para nós, não há dúvidas à luz desses documentos eclesiais, ser realmente Antônio Netto Carneiro Leão, filho do padre Francisco Carneiro Leão e Maria Netto. Esse batismo vem corroborar a informação dada por ele por ocasião dos batismos dos filhos, no tocante aos nomes dos avós paternos.
É a minha versão, com nexo de casualidade.

Resposta

Link directo:

Joaquim Avelino de Castro Carneiro Leão - Francisca Bárbara de Vasconcelos Machado

#420065 | FilipeFlard | 16 Dez 2019 23:07 | Em resposta a: #68059

Prezados confrades,

Venho esclarecer um ponto obscuro da pesquisa genealógica relativa às personagens supracitadas.

O nome correto da mãe de Joaquim Avelino de Castro Carneiro Leão é Francisca Bárbara de Vasconcelos Machado e não Francisca Barbosa de Vasconcelos Machado, conforme se lê claramente nos assentos de nascimento de seus netos Eugênio e João:

Imagem 469 / Fólio 19: https://www.familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HY-69T3-HFJ?cc=1582573

Imagem 610 / Fólio 123 https://www.familysearch.org/ark:/61903/3:1:S3HY-DZKP-HF?cc=1582573

Joaquim Avelino de Castro Carneiro Leão foi exposto na casa dos avós maternos, o Capitão Joaquim Inácio Ribeiro e sua mulher Maria das Dores Beralda de São José, que foram seus padrinhos quando do baptismo realizado em 23 de junho de 1841 na Sé de São Paulo:

Imagem 154 / Fólio 201v: https://www.familysearch.org/ark:/61903/3:1:939F-G99Z-WR?i=153&wc=M5J6-PTL%3A371870001%2C372113201%2C373286501&cc=2177299

Posteriormente, Joaquim foi reconhecido como filho natural por Luís Joaquim de Castro Carneiro Leão, sem menção do nome da mãe, conforme se lê na dispensa matrimonial:

Imagem 40 / Fólio 36: https://www.familysearch.org/ark:/61903/3:1:939F-L1DK-1?i=39&wc=M5J8-Y4S%3A371870001%2C373676502%2C373854801&cc=2177299

Francisca Bárbara de Vasconcelos Machado faleceu em Vassouras no dia 23 de fevereiro de 1909, fato que foi noticiado por jornais do Rio de Janeiro, nenhum dos quais se referiu a ela como mulher de Luís Joaquim (ainda vivo à época), embora fosse reconhecida publicamente como mãe de Joaquim Avelino:

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=224782&pesq=Fran%20cisca%20barbosa%20vasconcellos%20machado

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=178691_03&pesq=D.%20Francisca%20Barbosa%20Vasconcellos%20Machado

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=030015_02&pesq=D.%20Francisca%20Barbosa%20Vasconcellos%20Machado

Quando da morte do Coronel Flamínio Antônio de Vasconcelos Machado, também filho do Capitão Joaquim Inácio Ribeiro e de sua mulher Maria das Dores Beralda de São José, Joaquim Avelino foi incluído nos necrológios como sobrinho, o que revela que Francisca Bárbara de Vasconcelos Machado era irmã de Flamínio Antônio de Vasconcelos Machado:

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=100439_04&pesq=joaquim%20avelino%20de%20castro%20carneiro%20le%C3%A3o

http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=364568_09&pesq=vasconcellos%20machado

Vê-se que o erro de transcrever "Bárbara" como "Barbosa" proliferou-se pelos jornais, que devem ter sido usados como fontes nas pesquisas anteriores.

Ressalto que a descoberta da ascendência materna de Joaquim Avelino de Castro Carneiro Leão permite uni-lo a diversos troncos da "Genealogia Paulistana", já que Maria das Dores Beralda de São José, filha de Jerônimo Pereira Crispim de Vasconcelos — que foi filho de Manuel Pereira Crispim e Francisca Maria da Encarnação de Vasconcelos — e de Ana Florinda da Cruz, descende dos Prados, Garcias Velhos, Maciéis, Nunes Siqueiras etc.

Cumprimentos,

Filipe

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#420093 | camac41 | 18 Dez 2019 12:31 | Em resposta a: #420064

Caro confrade
Pelos factos apresentados o António Neto Carneiro Leão casado com Ana Maria Leme é filho de Francisco Carneiro Leão e de Maria Neto.
Existe portanto um equívoco em ligar o António Neto Carneiro Leão (n. 27/10/1735) filho de José neto Ferreira e de Serafina Carneiro Leão) como marido de Ana Maria Leme.
Na realidade, com o refere, existe um António (Carneiro Leão) nascido em 1726 filho do Padre Francisco Carneiro Leão e de Maria filha de Isabel Antónia, bem aceite pela família Carneiro Leão tendo em atenção os padrinhos.
É bem possível que seja este o marido de Ana Maria Leme, não descarto esta hipótese.
No entanto vou fazer de advogado do diabo como costumamos dizer. Nos assentos que refere diz que Francisco Carneiro Leão é casado com Maria Neto (os padre não casavam). Por outro lado a mãe do António é referida só como Maria filha de Isabel Antónia não é indicado o apelido Neto. Ao ser este António Neto Carneiro Leão pai de João nascido em 1775 foi-o com cerca de 49 anos. Não refere se há filhos anteriores, caso não haja parece-me um casamento tardio, mas possível.

Só quero lembrar que existe um Francisco Carneiro Leão. (n. 5/10/ 1727 (Mistos 3 47v - Meixomil) em Ponte de Sobrão - Meixomil filho de Manuel Martins Carneiro e de Rafaela Carneiro de Leão que foi para o Brasil, irmão do destacado Brás Carneiro Leão ( este foi para o Brasil com cerca de 15 anos para casa do seu irmão Francisco Carneiro Leão mais velho 4 anos). Não será este Francisco que casou com a Maria Neto ?
Na minha opinião para tirar dúvidas seria importante encontrar o assento de casamento de António Neto Carneiro Leão com Ana Maria Leme ou de Francisco Carneiro Leão com Maria Neto.

Com os melhores cumprimentos

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#420096 | gparacatu | 18 Dez 2019 13:16 | Em resposta a: #420093

Prezado,
Advogado do diabo tem que ser mais esperto. Genealogia, além de requerer provas documentais, exige também um exercício intuitivo/dedutivo acerca do que se pesquisa. Existe um ditado alemão que diz: " o diabo aparece nos mínimos detalhes".
Eu pesquiso genealogia há 40 anos, não sou profissional como o senhor, sou diletante. Qualquer idiota sabe que padres não casam, eu também.
É evidente que ali é equivoco do escrevente. Aí é intuição pura.
Este homem chegou em Paracatu por volta 1755. Aliás, a idade média do homem português que passava ao Brasil colônia girava em torno dos 30 anos.
Antes de casar ele teve filha com escrava que gerou um tronco paralelo na região, a família Netto de Siqueira.
Quanto ao filho tardio, é uma reflexão típica da falta também de intuição: tá claro que a transcrição deste assento foi somente ilustrativa, até porque era a mais legível.
É evidente que ele teve filhos mais velhos, como o coronel Antônio Netto Carneiro, 1769, o filho Pedro de 1765, a Angélica e o Francisco, os primogênitos.
Sugiro que o Sr leia os processos de habilitação dos dois irmãos, filhos da Rafaela. Lá, o Sr vai compreender que inverteu as bolas: o Francisco foi levado pelo tio materno Antônio, aos quinze anos para viver com ele. Se tornou um próspero negociante, com filiais no Rio de Janeiro. Nunca viveu no Brasil.
Foi ele que enviou o irmão mais novo Brás Carneiro Leão para trabalhar na sua casa comercial no Rio de Janeiro. Por favor, leia atentamente os depoimentos das testemunhas.
O Sr não tem cacoete para ser advogado do diabo, não.
Abraços,

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#420429 | gparacatu | 03 Jan 2020 16:54 | Em resposta a: #68059

Prezados confrades,
Ainda os Carneiro Leão de Paracatu, Minas Gerais, Brasil:
Antônio Neto Carneiro Leão, filho do padre Francisco Carneiro Leão e Maria Neto.

Sobre Maria Neta: filha legítima de Antônio Netto e de Izabel Antônia, dos lugares de Sanguinhães/ Fontão (distância de 1 km). Antônio faleceu em 1697 no lugar de Sanguinhães. No assento de batismo do filho Antônio na igreja de Freamunde, ela disse ser filha de Izabel Antônia, do lugar de Fontão; no mesmo documento, a madrinha da criança foi Serafina, moça solteira, da freguesia de Carvalhosa; na duplicata do batismo de Antônio, existente na igreja de Carvalhosa, a madrinha Serafina é referida como filha de Izabel Antônia, viúva, de Fontão. Diante destas premissas, se conclui que Maria e Serafina eram irmãs. Este parentesco entre elas se confirma nos livros de óbitos de Carvalhosa, onde encontramos o assento de Izabel Antônia que transcrevemos um trecho: “Izabel Antônia, viúva, do lugar de Fontão desta freguesia de Santiago de Carvalhosa faleceu aos sete dias de junho de mil setecentos e trinta e quatro com todos os sacramentos fez testamento vocal no qual dispôs: deixava a sua terça a sua filha SERAFINA (grifo nosso) com obrigação de lhe mandar dizer trinta missas de mais os três ofícios costumados e que o quinhão que herdara (ou herdará) de sua filha MARIA (grifo nosso) o deixará ao seu neto ANTÔNIO (grifo nosso) de esmola… está sepultada(...)
Para confirmarmos a paternidade e o sobrenome das irmãs, localizamos o assento de casamento de Serafina, ocorrido exatamente um ano após o falecimento da mãe aos 07/06/1735, que transcrevemos o trecho conclusivo: “Antônio Ferreira, filho legítimo de Domingos Francisco e de Joana Ferreira de Santa Eulália dos Passos, bispado do Porto e Serafina Neta, filha que ficou de Antônio Neto e de sua mulher Izabel Antônia, já defuntos, do lugar de Fontão (…).
Conclusão: Maria, solteira, a manca, foi filha de um Antônio Neto, que diante de evidências concretas, foi mãe natural de Antônio Neto Carneiro Leão, que houve com o padre Francisco Carneiro Leão.
Nota1: Antônio Neto faleceu precocemente em 1697 no lugar de Sanguinhães.
Nota2: Serafina Neta nasceu em Sanguinhães em 29/01/1696 e faleceu em 07/10/1784 em Fontão, com testamento que não localizamos online.
Teve dois filhos Custódio (1736) e Manoel José (1738).

Fontes: livros de batismos, casamentos e óbitos de Santiago de Carvalhosa.

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#422004 | Rui C Barros | 24 Fev 2020 17:31 | Em resposta a: #420093

Caro Sr Carlos A Leal Machado:
Desculpe me contacta-lo como confrade neste site do sapo geneall.net .
Mas ate ao momento, e face a sua ultima data de intervencao no forum de dez 2019, talvez seja mais seguro e rapido.

Enviei-lhe ha umas 3 semanas um conjunto de MSN pelo messanger de facebook. E que aqui anexo: """Exmº Sr Carlos Leal Machado: Penso que é o 3º autor do livro sobre os CL em paços ferreira (casa do funtão-carvalhosa), que possuo e li em pormenor partes de interesse da Raimonda e arredores.
Li tb uma observaçao sua no forum do Sapogenall, sobre os descendentes em Lousada e Paços de Ferreira da Honra de Barbosa em Rans (PNF). E sobre a continuaçao da Honra de Barbosa, atraves dos Leao e Ferreira de Leão (de Pedregal em Lustosa).
Atraves desse artigo seu, recuei num ramo da minha genealogia de familia e em julho agosto 2019 realizei o entroncamento geral ate sec III dC pela Honra de Barbosa, e claro que ate 1400 aC pela casa real portuguesa descendente de Borgonha e daí de França de Viena de Bizancio da Armenia antiquissima da Persia e claro que final/ dos avós de Ramses II (sec XIV aC).
No seu artigo do forum em que refere os Ferreira de Leão, penso que ha umas imprecisoes e comecei a ler os AParoq de lustosa e continuei a ler os da Raimoda Figueiro e Carvª Sanfins e escrevi um texto extenso em julho agosto set 2019 (de cerca de 15 Mb, pois tem extractos dos registos paroquiais) que poderia enviar-lhe, se me pudesse facultar seu email pessoal.
Poderei contar com sua amabilidade cooperacao e interesse ?? Tudo isto podera ate ter reflexos numa 2ª edicao do vosso tao procurado livro sobre os CL.
Cmpts e agradecimentos. RCB
Meus emails sao: ruicb52@gmail.com ; rcb@fe.up.pt ; mobile: 91-4385405 """. ((Fim da conversa de chat))


Seria possivel ter seu email pessoal, para lhe enviar anexo que menciono e trocar-mos depois info's por email na medida da sua disponibilidade e interesse ??

Cmpts e agradecimentos por seu tempo.
RCB

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#422005 | camac41 | 24 Fev 2020 17:50 | Em resposta a: #422004

Caro Rui

Agradeço-lhe o seu mail
Estou com problemas com o meu Gmail (camac41@gmaii.com) pelo peço que me envie para o meu mail alternativo
camac41@sapo.pt.
Desde já lhe agradeço o documento que elaborou. bem como as imprecisões que detetou.
Ao seu dispor

Cordialmente

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#433776 | IvoneClar | 16 Mai 2021 17:59 | Em resposta a: #68059

Boa tarde a todos. Encontrei este tópico e reconheço alguns nomes. No assento de Penamaior, Paços de Ferreira tenho : Anna, filha de Baltazar Carneiro Barbosa e Margarida Carneiro Leão, neta materna de José Caetano de Beça e Eufrásia Carneiro Leão de Meixomil. Nasceu em 19 Junho 1839. Sei pelo óbito que Margarida terá nascido por volta de 1813 mas não encontro o nascimento dela nem em Penamaior nem em Meixomil. Esta Eufrásia será filha de Felícia Carneiro Leão? As datas não me parecem coincidir.

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#433778 | camac41 | 16 Mai 2021 19:01 | Em resposta a: #433776

Cara Ivone

Em resposta às suas dúvidas transcrevo os seguintes dados

Cordialmente

Carlos Leal Machasdo

___________________

1. Eufrásia Maria Carneiro de Leão

Os pais de Eufrásia Maria Carneiro de Leão são:

2. Manuel Coelho Ferreira nasceu no dia 9 de Agosto de 1738 (M2 211 - Sobrosa) em Tourilhe - Sobrosa. Manuel Coelho Ferreira foi baptizado no dia 12 de Agosto de 1738 em Sobrosa - Paredes por Padrinhos: António Coelho, soltº, filho de Domingos coelho da fregª de Santiago de Modelos. Manuel Coelho Ferreira e Maria Josefa Carneiro de Leão casaram-se no dia 20 de Fevereiro de 1764 (M3 211v/212 - Meixomil) em Meixomil.

3. Maria Josefa Carneiro de Leão nasceu no dia 11 de Março de 1730 (Mistos 3 53 - Meixomil) em Ponte de Sobrão - Meixomil. Maria Josefa Carneiro de Leão foi baptizada no dia 14 de Março de 1730 em Meixomil. Maria Josefa Carneiro de Leão e Manuel Coelho Ferreira casaram-se no dia 20 de Fevereiro de 1764 (M3 211v/212 - Meixomil) em Meixomil.

Eufrásia Maria Carneiro de Leão nasceu no dia 26 de Março de 1772 (M4 22v - Meixomil) em Sobrão - Meixomil.

Eufrásia Maria Carneiro de Leão foi baptizada no dia 26 de Março de 1772 (Baptizado pelo Revº Baltasar Carneiro da Silva) em Meixomil por Padrinhos: o referido padre baptizante e Eufrásia, moça solt.ª, filha do Capitão Manuel Martins Carneiro.

Eufrásia Maria Carneiro de Leão e José Caetano de Beça (o filho de Alexandre José Teixeira e de Custódia Maria de Beça) casaram-se no dia 1 de Junho de 1806 (M5 143/144 - Meixomil) em Meixomil.

Filhos de Eufrásia Maria Carneiro de Leão e José Caetano de Beça :

4. i. Margarida Carneiro de Leão nasceu no dia 1 de Maio de 1808 (M5 60v - Meixomil) em Sobrão - Meixomil. Margarida Carneiro de Leão foi baptizada no dia 3 de Maio de 1808 (Baptizada pelo Pároco desta fregª o Padre Manuel da Costa Araújo Barros) em Meixomil por Padrinhos: o avô materno Manuel Coelho Ferreira e sua filha Tomásia, de Sobrão - Meixomil. Margarida Carneiro de Leão e Baltasar Carneiro Barbosa casaram-se no dia 9 de Janeiro de 1828 (M5 355 - Penamaior) em Penamaior. Margarida Carneiro de Leão faleceu em 1880.

5. ii. Tomásia Ferreira Coelho Carneiro Leão nasceu no dia 28 de Abril de 1807 (M4 25 - Figueiras) em Figueiras - Figueiras. Tomásia Carneiro Leão foi baptizada no dia 3 de Maio de 1807 (Baptizado pelo padre Joaquim Carneiro de Leão da freg.ª de Meixomil) em Figueiras - Lousada por Padrinhos: o padre Joaquim Carneiro de Leão, tio da baptizada e sua irmã Tomásia, solteira do dito Lugar de Sobrão da freg.ª de Meixomil. Tomásia Carneiro Leão e António José Pinto Lobo casaram-se no dia 4 de Setembro de 1826 (M5 165 - Meixomil) em Meixomil. Tomásia Carneiro Leão faleceu no dia 21 de Fevereiro de 1896 (Assento 8/1896 - Paços) em Igreja - Paços.

6. iii. Joaquim José Ferreira teve por profissão a de (Padre).
__________________________

Os pais de Margarida Carneiro de Leão são:

2. José Caetano de Beça nasceu no dia 1 de Dezembro de 1780 (M3 52v/53 - Figueiras) em Figueiras - Lousada. José Caetano de Beça foi baptizado no dia 5 de Dezembro de 1780 (Baptizado pelo Padre Ricardo de Almeida professor régio de Gramática Latina na Cidade do Porto) em Figueiras - Lousada por Padrinhos: José Caetano de Freitas Barros, abade de Stª Marinha de Lodares e o Reverendo Padre Manuel José Borges de Carvalho da fregª de S. Pedro da Boavista. José Caetano de Beça e Eufrásia Maria Carneiro de Leão casaram-se no dia 1 de Junho de 1806 (M5 143/144 - Meixomil) em Meixomil.

3. Eufrásia Maria Carneiro de Leão nasceu no dia 26 de Março de 1772 (M4 22v - Meixomil) em Sobrão - Meixomil. Eufrásia Maria Carneiro de Leão foi baptizada no dia 26 de Março de 1772 (Baptizado pelo Revº Baltasar Carneiro da Silva) em Meixomil por Padrinhos: o referido padre baptizante e Eufrásia, moça solt.ª, filha do Capitão Manuel Martins Carneiro. Eufrásia Maria Carneiro de Leão e José Caetano de Beça casaram-se no dia 1 de Junho de 1806 (M5 143/144 - Meixomil) em Meixomil.

Margarida Carneiro de Leão nasceu no dia 1 de Maio de 1808 (M5 60v - Meixomil) em Sobrão - Meixomil.

Margarida Carneiro de Leão foi baptizada no dia 3 de Maio de 1808 (Baptizada pelo Pároco desta fregª o Padre Manuel da Costa Araújo Barros) em Meixomil por Padrinhos: o avô materno Manuel Coelho Ferreira e sua filha Tomásia, de Sobrão - Meixomil.

Margarida Carneiro de Leão e Baltasar Carneiro Barbosa (o filho de João Carneiro e de Maria Custódia Carneiro Barbosa) casaram-se no dia 9 de Janeiro de 1828 (M5 355 - Penamaior) em Penamaior.

Filhos de Margarida Carneiro de Leão e Baltasar :

4. i. José Barbosa Carneiro nasceu no dia 26 de Outubro de 1828 (M5 285 - Penamaior) em Inveja - Penamaior. José Barbosa Carneiro foi baptizado no dia 2 de Novembro de 1828 (Baptizado por António José Alvares Barbosa, Reitor desta igreja) em Penamaior por Padrinhos: o Padre Bernardo José Carneiro e Dionísia Carneiro Barbosa, solteira, do lugar da Bouça, ambos desta fregª. José Barbosa Carneiro e Amélia Carneiro Leal casaram-se no dia 19 de Maio de 1881 (Assento 5/1881 - Penamaior) em Penamaior. José Barbosa Carneiro faleceu no dia 7 de Junho de 1908.

5. ii. Tomásia Carneiro Leão nasceu no dia 23 de Janeiro de 1830 (M5 292v - Penamaior) em Inveja - Penamaior. Tomásia foi baptizada no dia 24 de Janeiro de 1830 (Baptizado por António José Alvares Barbosa, Reitor desta igreja) em Penamaior por Padrinhos: o Revº Joaquim José Ferreira e sua irmã, solteira, do lugar de Sobrão da fregª de Meixomil. Tomásia e Joaquim Alves de Sousa casaram-se no dia 3 de Abril de 1856 (M 6 120v - Penamaior) em Penamaior.

6. iii. Eufrásia foi baptizada no dia 21 de Julho de 1631 (Baptizada pelo Reitor de Penamaior António José Álvares Barbosa) em Penamaior por Padrinhos: o avô paterno e a avó materna. Eufrásia nasceu no dia 20 de Julho de 1831 (M5 301/301v - Penamaior) em Inveja - Penamaior. Eufrásia faleceu no dia 12 de Outubro de 1843 em Penamaior.

7. iv. Bernardo José nasceu no dia 26 de Janeiro de 1833 (M5 373v - Penamaior) em Inveja - Penamaior. Bernardo foi baptizado no dia 26 de Janeiro de 1833 (Baptizado pelo Revº António José Alvares Barbosa, Reitor desta Igreja) em Penamaior por Padrinhos: João Carneiro, avô paterno e Maria Teresa, solteira, tia paterna.

8. v. António Joaquim Carneiro Leão nasceu no dia 25 de Junho de 1834 (M5 380/380v - Penamaior) em Inveja - Penamaior. António Joaquim Carneiro Leão foi baptizado no dia 29 de Junho de 1834 (Baptizado pelo Revº José Felis Machado coadjutor desta Igreja) em Penamaior por Padrinhos: António José Pinto Lobo, do lugar de Stª Eulália da fregª de Paços e Florinda, mulher de Joaquim Ferreira Torres, do lugar de Portas da fregª de Meixomil. António Joaquim Carneiro Leão e Maria de Jesus Coelho Leal casaram-se no dia 9 de Dezembro de 1869 (Assento 3/1869 - Vila Cova de Carros) em Vila Cova de Carros.

9. vi. Felicidade Barbosa Carneiro Leão nasceu no dia 11 de Agosto de 1836 em Inveja - Penamaior. Felicidade e António da Silva Machado Souto casaram-se no dia 2 de Fevereiro de 1862 (Assento 1/1862 - Penamaior) em Penamaior Testemunhas: Manuel José Carneiro, alfaiate, casado, morador 'nesta residência' (Igr.ª ) e Natário José Machado, lavrador caseiro, do lugar de Silva.

10. vii. Ermelinda Carneiro Leão nasceu no dia 26 de Outubro de 1838 (M6 13 - Penamaior) em Bouça - Penamaior. Ermelinda Carneiro Leão foi baptizada no dia 27 de Outubro de 1838 em Penamaior por Padrinhos: o Revº Joaquim José Ferreira e sua irmã Tomásia Carneiro de Leão, tios maternos da baptizada. Ermelinda Carneiro Leão e Manuel Moreira da Costa casaram-se no dia 11 de Fevereiro de 1866 (Assento 1/1866 - Penamaior) em Penamaior. Ermelinda Carneiro Leão e Zeferino da Costa casaram-se no dia 12 de Outubro de 1880 (Assento 2/1880 - Penamaior) em Penamaior.

11. viii. Ana Joaquina Carneiro Leão nasceu no dia 9 de Junho de 1839 em Inveja - Penamaior. Ana e José Custódio Ferreira Jorge casaram-se no dia 1 de Junho de 1857 (M6 122v/123 - Penamaior) em Penamaior.

12. ix. Joaquim nasceu no dia 8 de Março de 1841 em Inveja - Penamaior.

13. x. Maria nasceu no dia 19 de Outubro de 1842 (M6 59v - Penamaior) em Inveja - Penamaior. Maria foi baptizada no dia 19 de Outubro de 1842 em Penamaior por Padrinhos: José e Manuel José, irmãos solteiros moradores no lugar do Outeiro de Penamaior. Maria faleceu no dia 10 de Setembro de 1843 em Penamaior.

14. xi. João nasceu no dia 3 de Julho de 1844 em Inveja - Penamaior. João foi baptizado no dia 4 de Julho de 1844 em Penamaior por Padrinhos: o avô materno João Carneiro e Tomásia irmã do baptizado..

15. xii. Florêncio nasceu no dia 23 de Fevereiro de 1846 (M 6 53 - Penamaior) em Inveja - Penamaior. Florêncio foi baptizado no dia 24 de Fevereiro de 1846 (Baptizado pelo Reitor desta fregª José Felis Machado) em Penamaior por Padrinhos: os irmãos do baptizado João e Tomásia, ambos solteiros.

16. xiii. Maria nasceu no dia 22 de Julho de 1847 em Inveja - Penamaior. Maria foi baptizada no dia 22 de Julho de 1847 em Penamaior por Padrinhos: o avô paterno João Carneiro e Bernardo, irmão do baptizado..

Margarida Carneiro de Leão faleceu em 1880.

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#433781 | IvoneClar | 16 Mai 2021 21:07 | Em resposta a: #68059

Caro Carlos Leal Machado.
Nem imagina como lhe agradeço. Agora posso completar a árvore.

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#433799 | camac41 | 17 Mai 2021 09:50 | Em resposta a: #433781

Cara Ivone
Disponha pra mais informação
Pode-me contactar ora camac41arrobagmail.com

Cordialmente

Carlos Leal Machado

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#436781 | mdmalca | 03 Out 2021 12:55 | Em resposta a: #68059

Boa Tarde a todos , gostaria de saber se alguem teria alguma informacao sobre o ramo da familia carneiro da freguesia de Sobrosa-Paredes. Tenho pesquisado António Carneiro que morreu no Brasil e a mulher voltou a casar em 1667.
Muito obrigado desde ja
SandrO.

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#436796 | camac41 | 04 Out 2021 06:38 | Em resposta a: #436781

Caro Sandro
Consultando os meus dados tenho o que irei indicar abaixo. Algumas datas são estimadas
Ao dispor
Cordialmente
Carlos Leal Machado
________________
1. António Carneiro

Os pais de António Carneiro são:

2. Pedro Henriques nasceu antes 1575 em Sobrosa - Paredes. Pedro Henriques e Paula Carneiro casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Pedro Henriques faleceu depois 1627.

3. Paula Carneiro nasceu antes 1575 em Paços - Besteiros. Paula Carneiro e Pedro Henriques casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Paula Carneiro faleceu no dia 5 de Junho de 1642 em Sobrosa - Paredes.

António Carneiro nasceu no dia 27 de Novembro de 1606 (M1 25 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

António Carneiro e Maria da Silva casaram-se cerca (est) 1643.

Filhos de António Carneiro e Maria da Silva :

4. i. Tomé Carneiro foi baptizado no dia 27 de Dezembro de 1643 (M1 74v - Sobrosa) em Igreja - Sobrosa por Foi baptizado em casa por Guiomar João, da Torre e assistiu João Carneiro, capitão e mulher de Besteiros.. Tomé Carneiro e Maria Gaspar casaram-se no dia 13 de Março de 1658 (M1 196 - Casais) em Casais - Lousada. Tomé Carneiro faleceu antes 1677.

5. ii. António Carneiro foi baptizado no dia 26 de Dezembro de 1645 (M1 76 - Sobrosa) em Igreja - Sobrosa. António Carneiro e Isabel da Mota casaram-se no dia 5 de Agosto de 1667 (M1 151 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. António Carneiro faleceu no dia 5 de Agosto de 1687 em Sobrosa - Paredes.

6. iii. Manuel foi baptizado no dia 6 de Julho de 1651 (M1 82 - Sobrosa) em Igreja - Sobrosa.

7. iv. Diogo da Silva nasceu antes 1645 em Igreja - Sobrosa. Diogo da Silva e Maria da Costa casaram-se no dia 15 de Março de 1670 (M1 61v - Freamunde) em Freamunde. Diogo da Silva faleceu em 1672 em Freamunde.

António Carneiro faleceu em 1667 em Brasil.

António Carneiro e Francisca Antónia casaram-se.

Filhos de António Carneiro e Francisca Antónia :

8. i. Baptista foi baptizado no dia 21 de Março de 1632 (M1 57v - Sobrosa) em Salvadores - Sobrosa.

9. ii. Maria nasceu no dia 14 de Janeiro de 1634 (M1 60v - Sobrosa) em Salvadores - Sobrosa.

Ver M1 63v - Sobrosa (Domingos)
__________________
1. Pedro Henriques

Os pais de Pedro Henriques são:

2. Diogo Henriques nasceu antes 1555 em Sobrosa - Paredes.

3. Filipa Mendes nasceu antes 1555 em Sobrosa - Paredes. Filipa Mendes faleceu no dia 29 de Julho de 1620 (M1 191 - Sobrosa) em Igreja - Sobrosa.

Pedro Henriques nasceu antes 1575 em Sobrosa - Paredes.

Pedro Henriques e Paula Carneiro (a filha de Simão de Couros e de Maria Carneiro) casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

Filhos de Pedro Henriques e Paula Carneiro :

4. i. Ana nasceu no dia 25 de Julho de 1601 (M1 19v/20 - Sobrosa) em Igreja - Sobrosa.

5. ii. António Carneiro nasceu no dia 27 de Novembro de 1606 (M1 25 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. António Carneiro e Maria da Silva casaram-se cerca (est) 1643. António Carneiro faleceu em 1667 em Brasil.

6. iii. Maria Carneiro nasceu no dia 23 de Março de 1609 (M1 29v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. Catarina e António Francisco casaram-se no dia 17 de Agosto de 1637 (M1 100v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. Catarina faleceu em 1671 em Sobrosa - Paredes. Catarina e António residem em Igreja - Sobrosa.

7. iv. Catarina nasceu no dia 8 de Dezembro de 1611 (M1 33v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. Catarina foi baptizada no dia 12 de Dezembro de 1611 (M1 33v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

8. v. Miguel Carneiro nasceu no dia 30 de Setembro de 1615 (M1 38v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. Miguel Carneiro foi baptizado no dia 6 de Outubro de 1615 (M1 38v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. Miguel Carneiro e Maria Ferreira casaram-se no dia 3 de Março de 1636 (M1 100 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. Miguel Carneiro faleceu no dia 24 de Março de 1684 (M1 174v - Sobrosa) em Grifão - Sobrosa. Miguel Carneiro e Maria Ferreira residem em Ouzarem - Sobrosa.

9. vi. João nasceu no dia 25 de Abril de 1617 (M1 40 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes. João foi baptizado no dia 29 de Abril de 1617 (M1 40 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes por Padrinhos: Domingos Dias, de Quintela - Ferreira e Maria fª de Pedro Leonel.

10. vii. Diogo foi baptizado no dia 3 de Abril de 1619 (M1 44 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

11. viii. Francisco foi baptizado no dia 16 de Janeiro de 1621 (M1 47v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

12. ix. Francisco foi baptizado no dia 11 de Janeiro de 1622 (M1 48v - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

13. x. Filipa Carneiro nasceu cerca (est) 1625 em Sobrosa - Paredes. Filipa Carneiro faleceu no dia 17 de Junho de 1678 em Sobrosa - Paredes.

14. xi. Brás Carneiro foi baptizado no dia 6 de Fevereiro de 1627 (M1 52 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

Pedro Henriques faleceu depois 1627.

Pedro Henriques e Maria casaram-se.

Filhos de Pedro Henriques e Maria :

15. i. Catarina Pedro nasceu antes 1610 em Sobrosa - Paredes. Catarina e Manuel António casaram-se no dia 30 de Dezembro de 1632 (M1 99 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.
____________________
1. Diogo Henriques

Diogo Henriques nasceu antes 1555 em Sobrosa - Paredes.

Diogo Henriques e Filipa Mendes (a filha de ? e de Camila Mendes) casaram-se.

Filhos de Diogo Henriques e Filipa Mendes :

2. i. Pedro Henriques nasceu antes 1575 em Sobrosa - Paredes. Pedro Henriques e Paula Carneiro casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Pedro Henriques faleceu depois 1627.

3. ii. Amador Henriques nasceu antes 1585 em Sobrosa - Paredes. Amador Henriques e Maria de Barros casaram-se no dia 24 de Abril de 1611 em Casais - Lousada. Amador Henriques faleceu antes 1617.
_______________
1. Filipa Mendes

Os pais de Filipa Mendes são:

2. ?

3. Camila Mendes faleceu no dia 11 de Agosto de 1602 (M1 182 - Sobrosa) em Sobrosa - Paredes.

Filipa Mendes nasceu antes 1555 em Sobrosa - Paredes.

Filipa Mendes faleceu no dia 29 de Julho de 1620 (M1 191 - Sobrosa) em Igreja - Sobrosa.

Filipa Mendes e Diogo Henriques casaram-se.

Filhos de Filipa Mendes e Diogo Henriques :

4. i. Pedro Henriques nasceu antes 1575 em Sobrosa - Paredes. Pedro Henriques e Paula Carneiro casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Pedro Henriques faleceu depois 1627.

5. ii. Amador Henriques nasceu antes 1585 em Sobrosa - Paredes. Amador Henriques e Maria de Barros casaram-se no dia 24 de Abril de 1611 em Casais - Lousada. Amador Henriques faleceu antes 1617.
______________________
1. Paula Carneiro

Os pais de Paula Carneiro são:

2. Simão de Couros nasceu antes 1545 em Paços - Besteiros. Simão de Couros faleceu no dia 13 de Março de 1632 (M1 166 - Besteiros).

3. Maria Carneiro nasceu antes 1545 em Paços - Besteiros. Maria Carneiro faleceu no dia 2 de Julho de 1628 (M1 165v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

Paula Carneiro nasceu antes 1575 em Paços - Besteiros.

Paula Carneiro e Pedro Henriques (o filho de Diogo Henriques e de Filipa Mendes) casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

Filhos de Paula Carneiro e Pedro Henriques : já listados anteriormente.
_______________________
1. Simão de Couros

Os pais de Simão de Couros são:

2. Gonçalo Dias nasceu antes 1520 em Canas - Penafiel.

3. Maria de Couros nasceu antes 1520. Maria de Couros faleceu no dia 9 de Dezembro de 1588 (M1 161 - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

Simão de Couros nasceu antes 1545 em Paços - Besteiros.

Simão de Couros faleceu no dia 13 de Março de 1632 (M1 166 - Besteiros).

Simão de Couros e Maria Carneiro casaram-se.

Filhos de Simão de Couros e Maria Carneiro :

4. i. Isabel de Couros nasceu antes 1575 em Paços - Besteiros. Isabel de Couros faleceu no dia 4 de Agosto de 1650 (M1 203 - Vilela) em Varziela - Vilela. Isabel de Couros e Gaspar Barbosa Cabral residem em Varziela - Vilela.

5. ii. Paula Carneiro nasceu antes 1575 em Paços - Besteiros. Paula Carneiro e Pedro Henriques casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Paula Carneiro faleceu no dia 5 de Junho de 1642 em Sobrosa - Paredes.

6. iii. Maria Carneiro nasceu antes 1580 em Paços - Besteiros. Maria Carneiro e Pedro Coelho casaram-se no dia 20 de Outubro de 1597 (M1 208v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

7. iv. Catarina de Couros nasceu antes 1580 em Paços - Besteiros. Catarina de Couros foi crismado no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. Catarina de Couros e Gaspar Soares casaram-se no dia 21 de Abril de 1602 (M1 209v - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Catarina de Couros faleceu no dia 30 de Abril de 1630 (M1 165v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

8. v. Antónia Carneiro nasceu antes 1585 em Paços - Besteiros. Antónia Carneiro foi crismada no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. Antónia Carneiro e Baltasar da Rocha casaram-se no dia 30 de Junho de 1606 (M1 209v - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Antónia Carneiro faleceu no dia 23 de Outubro de 1629 (M1 82v - Arreigada) em Arreigada.

9. vi. João Carneiro nasceu antes 1590 em Paços - Besteiros. João Carneiro foi crismado no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. João Carneiro e Catarina de Freitas casaram-se no dia 30 de Janeiro de 1612 (M1 210v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

10. vii. Clara Carneiro nasceu antes 1590 em Paços - Besteiros. Clara Carneiro foi crismada no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. Clara Carneiro e João Ferreira casaram-se no dia 26 de Março de 1613 (M1 210v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

11. viii. Francisco nasceu no dia 6 de Junho de 1590 (M1 3v - Besteiros) em Paços - Besteiros. Francisco foi baptizado no dia 10 de Junho de 1590 em Besteiros - Paredes.

12. ix. Francisca Carneiro nasceu no dia 14 de Maio de 1592 (M1 5 - Besteiros) em Paços - Besteiros. Francisca Carneiro e António Ferreira casaram-se no dia 6 de Março de 1613 (M1 210v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

13. x. Maria nasceu no dia 18 de Julho de 1594 (M1 5v - Besteiros) em Paços - Besteiros. Maria foi baptizada no dia 24 de Julho de 1594 em Besteiros - Paredes.

Simão de Couros e Maria Pedro casaram-se.

Filhos de Simão de Couros e Maria :

14. i. Maria Carneiro nasceu antes 1585 em Modelos - Paços de Ferreira. Maria Carneiro e Pedro Gonçalves casaram-se no dia 22 de Fevereiro de 1615 (M1 60v - Modelos) em Modelos - Paços de Ferreira.

Tabelião de Penafiel
Escudeiro fidalgo, Capitão do julgado de Aguiar de Sousa, Senhor da quinta do Paço da Torre (Besteiros)
Fonte:1. Simão de Couros

Os pais de Simão de Couros são:

2. Gonçalo Dias nasceu antes 1520 em Canas - Penafiel.

3. Maria de Couros nasceu antes 1520. Maria de Couros faleceu no dia 9 de Dezembro de 1588 (M1 161 - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

Simão de Couros nasceu antes 1545 em Paços - Besteiros.

Simão de Couros faleceu no dia 13 de Março de 1632 (M1 166 - Besteiros).

Simão de Couros e Maria Carneiro casaram-se.

Filhos de Simão de Couros e Maria Carneiro :

4. i. Isabel de Couros nasceu antes 1575 em Paços - Besteiros. Isabel de Couros faleceu no dia 4 de Agosto de 1650 (M1 203 - Vilela) em Varziela - Vilela. Isabel de Couros e Gaspar Barbosa Cabral residem em Varziela - Vilela.

5. ii. Paula Carneiro nasceu antes 1575 em Paços - Besteiros. Paula Carneiro e Pedro Henriques casaram-se no dia 20 de Abril de 1599 (M1 209 - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Paula Carneiro faleceu no dia 5 de Junho de 1642 em Sobrosa - Paredes.

6. iii. Maria Carneiro nasceu antes 1580 em Paços - Besteiros. Maria Carneiro e Pedro Coelho casaram-se no dia 20 de Outubro de 1597 (M1 208v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

7. iv. Catarina de Couros nasceu antes 1580 em Paços - Besteiros. Catarina de Couros foi crismado no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. Catarina de Couros e Gaspar Soares casaram-se no dia 21 de Abril de 1602 (M1 209v - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Catarina de Couros faleceu no dia 30 de Abril de 1630 (M1 165v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

8. v. Antónia Carneiro nasceu antes 1585 em Paços - Besteiros. Antónia Carneiro foi crismada no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. Antónia Carneiro e Baltasar da Rocha casaram-se no dia 30 de Junho de 1606 (M1 209v - Besteiros) em Besteiros - Paredes. Antónia Carneiro faleceu no dia 23 de Outubro de 1629 (M1 82v - Arreigada) em Arreigada.

9. vi. João Carneiro nasceu antes 1590 em Paços - Besteiros. João Carneiro foi crismado no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. João Carneiro e Catarina de Freitas casaram-se no dia 30 de Janeiro de 1612 (M1 210v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

10. vii. Clara Carneiro nasceu antes 1590 em Paços - Besteiros. Clara Carneiro foi crismada no dia 9 de Maio de 1599 em Besteiros - Paredes. Clara Carneiro e João Ferreira casaram-se no dia 26 de Março de 1613 (M1 210v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

11. viii. Francisco nasceu no dia 6 de Junho de 1590 (M1 3v - Besteiros) em Paços - Besteiros. Francisco foi baptizado no dia 10 de Junho de 1590 em Besteiros - Paredes.

12. ix. Francisca Carneiro nasceu no dia 14 de Maio de 1592 (M1 5 - Besteiros) em Paços - Besteiros. Francisca Carneiro e António Ferreira casaram-se no dia 6 de Março de 1613 (M1 210v - Besteiros) em Besteiros - Paredes.

13. x. Maria nasceu no dia 18 de Julho de 1594 (M1 5v - Besteiros) em Paços - Besteiros. Maria foi baptizada no dia 24 de Julho de 1594 em Besteiros - Paredes.

Simão de Couros e Maria Pedro casaram-se.

Filhos de Simão de Couros e Maria :

14. i. Maria Carneiro nasceu antes 1585 em Modelos - Paços de Ferreira. Maria Carneiro e Pedro Gonçalves casaram-se no dia 22 de Fevereiro de 1615 (M1 60v - Modelos) em Modelos - Paços de Ferreira.

Tabelião de Penafiel
Escudeiro fidalgo, Capitão do julgado de Aguiar de Sousa, Senhor da quinta do Paço da Torre (Besteiros)
Fonte: M. António Fernandes - Famílas Genuinas do Porto - Os Baliáguas - Revista Lusófona de Genealogia e Heráldica - nº1 - pág 186
e ANTT
________________

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#436823 | mdmalca | 04 Out 2021 19:39 | Em resposta a: #436796

Caro Carlos Leal Machado, ual essas informacoes sao preciosissimas ! Nao tenho palavras para expressar minha gratidao e pelo andar das respostas ao topicos achava que haveria almenos alguns meses ate que recebesse uma informacao. Sim eu havia chegado ate o Antonio Carneiro pela minha genealogia aqui no Brasil, depois me deparei com um grande cerca que nao conseguia traspassar por falta de dados mas que gracas 'as suas informacoes as coisas tem ficado mais faceis.
Meu interesse ao momento eh tentar descobrir um cristao novo em algum eixo da familia visto que sei que Portugal tem oferecido cidadania aos que sao decendentes destes. Como moro na Russia as coisas ficam um pouco mais dificil ir em busca de tudo isso. Nao sei se o caro senhor teria alguma informacao a respeito disso tambem mas se nao eu ja estou muito grato.
Muito obridado por isso
Ate ja
Sandro Araujo

Resposta

Link directo:

Carneiro Leão - do Porto ao Brasil - XVII/XVIII

#436877 | PP | 06 Out 2021 17:59 | Em resposta a: #436796

Caro CLM,

Se me permite a achega, o apelido da mulher de Amador Mendes Henriques é «Bairros» (Maria Ribeiro de Bairros), filha de Luís Nunes de Bairros e neta paterna de João de Bairros.

O dito apelido parece ser de origem toponímica, atendendo a que residiam no Lugar do Bairro, freg.ª de Casais, Lousada.

Cordiais cumprimentos, PP.

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 08 Dez 2021, 01:19

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen