Viriato (herói portugues)

Este tópico está classificado nas salas: Pessoas

Viriato (herói portugues)

#71331 | lucia1965 | 16 Ago 2004 18:13

Conheci esse personagem da história portuguesa recentemente e gostaria de saber,quanto a genealogia,quem seriam seus descendentes.

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71344 | FGJ | 17 Ago 2004 00:52 | Em resposta a: #71331

Por favor, indiquem-me sitios onde se possa ler sobre Viriato.
Atenciosamente,
FGJ

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71355 | lucia1965 | 17 Ago 2004 10:45 | Em resposta a: #71344

Neste site não se pode indicar siteos.Mas se quiseres podes me mandar um e-mail
lucialampaca@globo.com

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71364 | FAmaral | 17 Ago 2004 12:22 | Em resposta a: #71331

Cara Correspondente

O que se sabe sobre a biografia de Viriato é muito pouco e problemático. Provém de vários autores clássicos. Se quiser as referências, diga.
Por maioria de razão, a sua genealogia não é, nem decerto poderá ser, conhecida.
Em minha opinião é muito provável que ele fosse efectivamente natural de território português e pastor na serra da Estrela, de humilde extracção.
O nome é celta, sem margem para dúvida. Mas os Lusitanos tinham um importante componente celta ou celtizada. Pelo que não é possível saber se provinha duma família celta, integrada nos Lusitanos, ou de outra etnia lusitana (como foram, a meu ver, a indo-iraniana e a ilírica).
Sabe-se que casou com a filha dum rico proprietário, Astolpas, que eu creio próspero senhor de terras a sul do Tejo, provavelmente baixo-alentejano ou algarvio, pois o nome parece ser anatólico. Seria cónio. E os Cónios deram-se bem com os invasores romanos. Isso explicaria o mau relacionamento que parece ter havido, no próprio dia do casamento, entre genro e sogro.
Quanto à eventual descendência de Viriato, é matéria sobre que nada se sabe.
Muitos cumprimentos
Augusto Ferreira do Amaral

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71366 | lucia1965 | 17 Ago 2004 12:42 | Em resposta a: #71364

Obrigada,mais uma vez,por sua atenção comigo.Gostaria das referencias por favor,que me oferecestes.Desde já,muito obrigada!
Lucia

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói português)

#71372 | FGJ | 17 Ago 2004 14:49 | Em resposta a: #71355

lucia1965,
Vamos aguardar as referências que FAmaral vai mandar.
Vc sabe o significado do nome Viriato?
FGJ

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói português)

#71378 | lucia1965 | 17 Ago 2004 15:54 | Em resposta a: #71372

Não sei o significado,podes me dizer?
Lucia

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói português)

#71380 | FGJ | 17 Ago 2004 16:14 | Em resposta a: #71378

Desculpe-me, mas ainda não achei.
Eu perguntei por que queria saber.
FGJ

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói português)

#71383 | Cau Barata | 17 Ago 2004 17:08 | Em resposta a: #71372

Rio de Janeiro

VIRIATO – Nome de homem, do latim Viriatus, o (ornado) de bracelete, deriv. do céltico viriae: bracelete [Mantus Guérios – Nomes e Sobrenomes, 329].

Cau Barata

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói português)

#71391 | lucia1965 | 17 Ago 2004 17:54 | Em resposta a: #71380

Manda-me um e-mail e posso te explicar melhor.
lucialampaca@globo.com

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71407 | FAmaral | 17 Ago 2004 22:44 | Em resposta a: #71366

Caros Correspondentes

Os autores clássicos que aludem a Viriato são, pelo menos, os seguintes:
Appiano
Dio Cássio
Diodoro Sículo
Tito Lívio
Estrabão
Veleio Patérculo
Suetónio
Cícero
Aurélio Vítor
Lúcio Aneu Floro
Silio Itálico
Frontino
Valério Máximo
Ammiano Marcelino
Eutrópio
Justino
Orósio


Quanto à origem do nome continua a correr a versão de que deriva de "viria" = "bracelete". Esta versão teve o apoio de Schulten, que lhe garantiu credibilidade.
Eu, porém, discordo. Prefiro a opinião dum académico espanhol, que estudou profundamente a onomástica indo-europeia da Península Ibérica antiga - Palomar Lapesa.
Entendo que ambas as palavras têm possivelmente a mesma raiz, que tem que ver com "vir-" raiz indo-europeia significante de "homem". Mas Viriato não deve derivar de "viria", mas sim directamente dessa raiz, ou de "viros" = "homem" em celtibero. Há na onomástica celta continental ocidental vários outros nomes próximos, filiáveis na mesma raiz, que não é nada provável que tenham derivado de "viria". Mas que decerto derivam de "vir-".
Outra alternativa - menos plausível - é a de que tenha o mesmo étimo que Vercingentorix, o célebre caudilho gaulês que também deu água pela barba aos Romanos. Ao que parece. o nome deste formou-se com o adjectivo gaulês "ver" = "alto", "muito".

O facto de a quase totalidade da guerra feita por Viriato aos Romanos ter tido lugar em território hoje espanhol tem levado vários autores, nomeadamente entre os "nuestros hermanos", a sugerir que ele não era "português", mas sim "espanhol". Tenho para mim que não fundamento essa hipótese. Isto, sobretudo porque as primeiras pelejas em que participou, tiveram lugar quando atravessou o Tejo e atacou Conistorgis. Ora, embora não se saiba a localização exacta desta cidade, tudo aponta para que fosse no Baixo Alentejo. E não é provável que essa campanha fosse no sentido leste-oeste, mas sim norte-sul. Daí a presunção forte de que fosse originário de montanhas portuguesas a norte do Tejo e não muito distantes deste.

Cumprimentos a todos
Augusto Ferreira do Amaral

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71418 | lucia1965 | 18 Ago 2004 10:30 | Em resposta a: #71407

Obrigada pela resposta.Muito bem explicada e aprendi muito com ela.
Lucia

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71423 | mdlp-k | 18 Ago 2004 14:31 | Em resposta a: #71364

Dear Mr do Amaral,

Using my poor knowledge of Portuguese and the little Spanish which I have picked up over the years, I believe you have touched on the possible descent of Viriatus, the famous Lusitanian hero.

I hope that my English does not constitute an unwarranted intrusion upon your forum and its members, although I am certain that, judging from the quality of your messages, you will be able to understand it.

My great-great-grandfather, Antoine de la Pole-Kraznyi kept a number of documents in his house in Colchester related to Viriatus and his family. Upon his death in 1944, aged 87, my grandfather, Jean-Sebastien - his sole remaining heir - was busy on the continent fighting a war, so was unable to take up his inheritance at the time (in fact he only knew of his grandfather's death some 4 months later). Unfotunately, my great-great-grandfather was in debt, so all his belongings were sold, including some of the family papers. Luckily most of the family archive was in the possesion of my grandfather, but the few remaining documents, which were sold with the house, were related specifically to Viriatus.

Jean-Sebastien returned from France only in 1946, by which time Antoine's house in Colchester had been demolished to make way for new office buildings. None of the family documents which had remained in the Colchester house were ever found, depsite my grandfather's many letters to the auctioneers who sold the property and to the acquirers.

Thankfully, my grandfather had seen and studied the Viriatus papers at some length many years before, and was able to recall much of the information. In short, the documents (most of which were written or transcribed by my great-great-great-great-great-great-great-grandfather, Kazimeirz Maria Manduca Kraznyi in the mid 1750's) described the ancestry of the family, with links into the various Hispanic (Castille, Leon, Aragon and Navarra) and Bohemian monarchs and, in one specific case, further back to Viriatus himself.

Although even the original documentation is questionable, as I have never been aware of any other document which substantiates it, the family tradition passed down in the family at least as far back as the 1600's, is that we are the sole surviving representatives of Viriatus. As far as the man himself is concerned, there is little information inaddition to what is already known about him, apart from the fact that he had four sons, only one of whom survived, and that he was originally from a small village close to modern Trujillo.

I hope this has not fogged the issue!

Yours,

Maurice de la Pole-Kraznyi

Resposta

Link directo:

JÁ SE LHE CONHECE DESCENDENCIA ACTUAL

#71424 | cyrne | 18 Ago 2004 15:59 | Em resposta a: #71423

Mr. Pole-Kraznyi,

Wonderful news, those you brought to us! I am amazed!

Best regards,

Vasco Cyrne

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71426 | FGJ | 18 Ago 2004 16:35 | Em resposta a: #71407

AMARAL,
Agradeço pela informação. Muito útil para um aprofundamento das buscas.
Achei bastante intrigante a manifestação de Pole-Kraznyi.
Cumprimentos,
FGJ

Resposta

Link directo:

RE: JÁ SE LHE CONHECE DESCENDENCIA ACTUAL

#71427 | DiogoGomesdeAraújo | 18 Ago 2004 16:55 | Em resposta a: #71424

Só falta agora aparecer um descendente de Nosso Senhor Jesus Cristo...

Best regards,
DGA

Resposta

Link directo:

TAMBÉM SE ARRANJA

#71428 | cyrne | 18 Ago 2004 17:17 | Em resposta a: #71427

Mas olhe que não precisa de ir muito longe, pois se ler "O Código de Da Vinci" vai ver que encontra aquilo de que falou... Este mundo é de facto maravilhoso e cheio de surpresas... que bom!

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71429 | DiogoGomesdeAraújo | 18 Ago 2004 17:42 | Em resposta a: #71428

Por acaso já comprei o "Código Da Vinci", assim como o "Código Da Vinci Descodificado". Ambos esperam a sua vez na minha mesa de cabeceira, onde prossigo a batalha com a "História do Cerco de Lisboa".

Cumprimentos (sem surpresas),
DGA

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71430 | cyrne | 18 Ago 2004 17:55 | Em resposta a: #71429

E eu que fiz diversas más opções, pois saltei do " Desasossego" para a bilia Velho Testemento e em seguida saltei para o "O Código Da Vinci", ou seja não acabei os dois primeiros e piorei a qualidade á medida que saltava de livro, mas entretanto tenho um óptimo pelo meio, francês, mas que não me lembro do nome e que é sobre a nobreza francesa...depois digo qual é.

Cumprimentos, sim sim sempre sem surpresas até porque já foi tudo inventado!

Vasco Cyrne

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71431 | DiogoGomesdeAraújo | 18 Ago 2004 18:11 | Em resposta a: #71430

Mas leia o "descodificado" (de outro autor) que, ao que ouvi dizer, parece que dá uma outra luz sobre o assunto.

Já que referiu um livro em Francês - e porque este vale mesmo a pena - há pouco li "Les croisades vue par les arabes", do Amin Malouf. É interessante como deste livro se podem tirar paralelismos impressionantes entre o que se passou naquele tempo e o que se passa hoje no mundo (e em especial no Iraque).

Um abraço,
DGA

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71432 | artur41 | 18 Ago 2004 18:56 | Em resposta a: #71428

Caro Vasco,


Comprei esse livro, há poucos dias, numa feira do livro (em Vilamoura). Para muitos constitui uma completa heresia. Há, inclusive, uma resposta do Vaticano já editada em livro, que uma sobrinha minha comprou!

Enfim...valerá como romance.


Melhores cumprimentos

Artur Camisão Soares

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71435 | tonho | 18 Ago 2004 19:11 | Em resposta a: #71331

Amiga Lucia,
Voçê faz cada pergunta.
O ti Viriato nasceu e viveu muitos séculos antes do filho de Egas Moniz criar Portugal. Hoje Viseu diz que ele era de lá mas há muitas povoações tanto em Potugal como em Espanha que dizem ser o berço de Viriato. Tudo leva a pensar que houve vários ou vários Guerreiros que se zangaram com os romanos. Depois a palavra lusitano é coisa moderna porque mesmo em Portugal, mesmo ainda hoje mais diluidas, há uma miscelandia de raças. Assim como quer você ter um descendente do ti Viriato

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71436 | cyrne | 18 Ago 2004 19:27 | Em resposta a: #71431

Obrigado pela dica, vou seguir a sugestão. Entretanto esquecime de lhe referir a inveja com que fiquei da sua actual leitura "Cerco de Lisboa" deve ser magnifica, importa-se de me dizer o autor?
Quanto ao livro françês que falei chama-se "Règlements de comtes" e é de Charles de Castries, algumas linhas da contra capa; "...Qu'est-ce que la noblesse en République? Qui sont les véritables aristocrates? Comment vivent-ils?...", mas ainda vou no principio.

Abraço,

Vasco

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71437 | cyrne | 18 Ago 2004 19:34 | Em resposta a: #71432

Caro Artur,

Sim o romance não é mau, a escrita rasoavel mas que pode e deve ser melhorada e a imaginação ou não também é fértil e engenhosa, mas quanto ao ser herética.... acho que não, até porque a própria igreja não sabe a verdade ou não quer saber sobre a sua própria história, para eles só o religiosismo é que conta, mas para mim não, para mim só conta a fé. Bom opiniões que dão para largas horas ou linhas de conversa e escrita.

Um abraço,

Vasco

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71438 | artur41 | 18 Ago 2004 19:56 | Em resposta a: #71437

Caro Vasco,


É um facto que a Igreja deve rever alguns "pontos". A fé em Deus tem que prevalecer sobre a cobiça do Homem, o que significa que os "ministros da Igreja" deverão aprender com os erros cometidos: refiro-me a determinados pecados carnais e outros (de índole monetária...)!

Vasco, por outro lado, muita coisa não se explica racionalmente. Não tenho dúvidas, porém, que o futuro se encarregará de nos trazer novidades.


Um abraço

Artur

Resposta

Link directo:

RE: Viriato (herói portugues)

#71439 | FAmaral | 18 Ago 2004 20:02 | Em resposta a: #71423

Dear Mr. de la Pole-Kraznyi

I have read with much interest your communication. However, let me have my doubts about the documentation you refer concerning Viriato. Probably that documentation consisted just in the historical refferences of the classical authors I have mentioned. It is impossible that they could permit any reconstruction of a set of Viriato's descendants, whom I, and certainly nobody, can have any idea they existed. The Lusitanians were, in that time, illiterate. The Conii, in South Portugal, had been litterate some centuries before, but they had lost their litteracy. Only Romans could make any registrations valid for genealogical purposes. But it is improbable that they made them for their enemies. And I don't know any such records, nor inscriptions, nor other texts, that mention persons of Viriato's family, unless the refferences to the wife and the father-in-law Astolpas in the classical authors.

By the way: your name Kraznyi sounds like Russian. Is it so? I refer it because the father of my grand-grand-grandfather by male line (Francisco Joaquim Ferreira do Amaral), died in KRAZNOI, near Smolensk, in 19 November 1812, in the retreat from Moscow, included in Napoleon's Great Army, under the command of Marshall Ney. Have you any connection with that village in Russia?
Best regards
Augusto Ferreira do Amaral

Resposta

Link directo:

RE: TAMBÉM SE ARRANJA

#71441 | Mavasc | 18 Ago 2004 20:09 | Em resposta a: #71432

Caro Artur Camisão Soares

Se procurar no Google em Código da Vinci aparecem n artigos sobre a posição da Igreja Católica face á questão. Como o livro redunda num ataque á própria igreja e á Opus Dei a posição é a que se esperava. Quanto ao Código Da Vinci descodificado não traz grandes novidades.A História do cerco de Lisboa é para quem gosta de Saramago, o que não é o meu caso,pelo que, para fim de férias recomendo Les reines de France au temps des Valois, de Simone Bertière ou o Império do Gore Vidal.
Melhores cumprimentos Maria Benedita

Resposta

Link directo:

Segredo dos Templários

#71450 | silvestre | 18 Ago 2004 23:12 | Em resposta a: #71427

Estranhei que um tópico sobre a descendência de Viriato tivesse tantas mensagens. E Assim de Viriato se chegou a Cristo.
Para quem se interesse pela possível descendência de Cristo, Maria Madalena, as apóstolas e a Virgem Negra no Sul de França, entre outros assuntos cuja veracidade talvez sempre desconheçamos, aconselho “O segredo dos Templários”, investigação que deu origem ao “Código Da Vinci”
Vera

Resposta

Link directo:

RE: Leituras

#71464 | DiogoGomesdeAraújo | 19 Ago 2004 10:38 | Em resposta a: #71436

Como já aqui foi dito, a "História do Cerco de Lisboa" é do Saramago. Peguei no primeiro livro do autor que me apareceu pela frente para saber do que é que tanta gente fala sem ter lido. Vou a meio, pelo que ainda é cedo para partilhar a minha opinião.

Se quiser saber mais e para não fugir mais ainda deste tema, se quiser escrever-me para o meu e-mail pessoal, disponha: misterberd @ yahoo . com

Um abraço,
Diogo

Resposta

Link directo:

RE: Segredo dos Templários

#71488 | tonho | 19 Ago 2004 20:32 | Em resposta a: #71450

Os livros que estão a surgir com motivos históricos são problematicos pois os seus autores fazem uma mistura de dados crediveis e não crediveis e tiram conclusões muito vagas com que enchem centenas de páginas. Comprei um dia destes «1425 o ano em que os Chineses descobriram o mundo»........li o livro todo e não cheguei a nenhuma conclusão.

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 04 Fev 2023, 21:51

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen