Jorge Amado

Este tópico está classificado nas salas: Brasil | Famílias | Pessoas

Jorge Amado

#71356 | jliberato | 17 Ago 2004 11:03

Caros confrades,
Julgo que ninguém tratou até hoje da genealogia deste grande escritor brasileiro.
Jorge Amado nasceu aos 10-08-1912 na Fazenda Auricídia em Ferradas, Bahia. Era o filho mais velho de João Amado de Faria e de Eulália Leal. Teve três irmãos: Jofre, Joelson e James.
Alguém sabe alguma coisa sobre os ascendentes portugueses de Jorge Amado? Interessam-me em especial os apelidos Leal e Amado, ambos figurando nos meus costados.
Cumprimentos
JLiberato

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#71456 | doria_gen | 19 Ago 2004 01:32 | Em resposta a: #71356

Não tenho dados muito precisos, mas eles são colaterais de Gilberto, Gilson, Gildásio, Genolino Amado, que descendem de um irmão do Cônego Antonio Luiz de Azevedo, este meu tetravô.

fa

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#71463 | Carlos Silva | 19 Ago 2004 10:03 | Em resposta a: #71356

Caro J Liberato,

interessanre de facto embora os recursos internet nào digam, me parece, nada sobre a familia Leal.

Podemos começar modestamente pelo incio com o pouco que sabemos :

Como referiu Jorge Amado (Jorge Leal Amado de Faria) nasceu a 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, no distrito de Ferradas, município de Itabuna, sul do Estado da Bahia. Filho do comerciante sergipano e depois fazendeiro de cacau « coronel » João Amado de Faria e de Eulália Leal Amado.

Eulália Leal era Baiana.

Tiveram mais dois filhos, o neuropediatra Joelson Amado e o escritor James Amado (e o Jofre que nào viveu).

A casa da família Amado se acha no Centro histórico de Ilhéus (actual Rua Jorge Amado, 21) construida para o pai do escritor por Maximiano Coelho.
Passou por vários proprietários, entre eles o Estado. Ali foi instalada a Faculdade de Direito e mais tarde funcionou a Receita Estadual. O Estado doou-a ao Município, com a condição de ser transformada em casa de cultura, e foi inaugurada como museu dinâmico, com acervo amadiano e recursos audiovisuais.

O Quarteirão Jorge Amado é a área do Centro histórico directamente ligada à obra e à vida do romancista assim definida e denominada em 2000.

O avô José amado tinha casa em Itaporanga, do Sergipe.

O Gilberto referido pelo Fa Doria deve ser Gilberto de Lima Azevedo Souza Amado de Faria (1887-1969) poeta, romancista, jornalista, deputado, senador, embaixador e presidente da Comissão de Direito Internacional da Organização das Nações Unidas.
Primeiro dos 14 filhos do casal Melchisedech Amado e Ana Amado.

O Genolino deve ser Genolino Amado (1902-1989), jornalista, professor, cronista, ensaísta e teatrólogo, da academia brasileira de letras, natural de Itaporanga.

O Gilson suponho que é o Gilson Amado (1908-1979) natural de Itaporanga, combatente contra a cultura comercial da televisão brasileira, que criou a Televisão Educativa.

Quanto ao Gildasio deve ser o professor Gildasio Amado (1906-1976), natural de Itaporanga, ilustre educador que contribuiu de modo especial para que se efectivasse a instalação, em Colatina, de uma fundação voltada para os interesses educacionais : A União de Educação e Cultura Gildasio Amado.

... completando assim a inclita geraçào referida dos JJ Amados e dos GG Amados de Itaporanga.

Pelo menos é uma base de trabalho.

Melhores cumprimentos
Carlos Silva

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#72321 | magalp | 04 Set 2004 12:42 | Em resposta a: #71356

Caro J Liberato

Existem aqui no Porto familiares relativamente próximos de Jorge Amado, inclusivamente até nesta BD esperando por certo maior e melhor informação.
Temos assim, D. Madalena Morais da Silva Amado.
http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=46078
Uma distintíssima Senhora ligada a uma família de larga tradição nesta cidade, que se salientou pela sua invulgar inteligência e cultura geral; amante da música e da sua história, com excepcionais capacidades pedagógicas, fundou e dirigiu um conhecido colégio onde deu aulas de piano e sobretudo incentivou o gosto pela música entre os seus muitos alunos, adolescentes.
De espírito aberto e muito avançado não raro entrou em choque na sociedade mais conservadora que a rodeou e da qual era parte… imaginará quão raro na sua geração e meio, ser crítico do Dr. Salazar, admirador e defensor de D. António Ferreira Gomes, o célebre Bispo do Porto!
Creio que não teve nunca o culto das famílias, mas, em vez disso a formação de adolescentes e jovens de todos os quadrantes sociais, dentro dos mais sólidos princípios igualitários.

Tenho ideia de que já li intervenções dum seu neto (Leite de Castro) neste Fórum, mas não fixei o respectivo “nickname”. Imagino que saiba as origens da senhora sua avó, bem como as relações de parentesco com este grande escritor brasileiro que tão querido nos é!
Jorge Amado foi aluno predilecto do Pe. Luís Gonzaga Pereira Cabral, SJ, (intelectual, orador e epistólogo de vulto, que era Provincial da Companhia em 1910), na Bahia.

Cmptos.
M.Magalhães

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#72325 | jliberato | 04 Set 2004 14:30 | Em resposta a: #72321

Caro M. Magalhães,
Muito obrigado pela sua mensagem. Estou curioso de ver de onde vem o Amado.
Vamos ver se alguém sabe.
Cumprimentos
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#72331 | zamot | 04 Set 2004 15:34 | Em resposta a: #72321

Caro Manuel

Salvo erro referes-te a:

ruicastro

que pertence a Rui de Brito e Cunha Leite de Castro. Aliás devo dizer-te que no Guarda Mor está colocada nas Páginas Familiares uma página com a familia Leite de Castro desenvolvida pelo Rui que já conta com 112 nomes.

Aqui fica um abraço para o Rui irmão da minha querida amiga e colega Madalena.

Para ti

Um enorme abraço


Zé Tomaz

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#72340 | magalp | 04 Set 2004 20:46 | Em resposta a: #72331

Caro Zé Tomaz

Deveria ter-te perguntado a ti, pois não há dúvida de que conheces a maioria dos intervenientes no Fórum, mesmo que não se identifiquem!
Rui Leite de Castro, neto paterno da dita Sr.ª D. Madalena Amado é com certeza o comunicador que encontrei já no Fórum a propósito não sei já de quê.
Pois nas novas facilidades do Genea confesso que não tive ainda a curiosidade de espreitar “páginas familiares”, continuo fiel à BD que consulto diariamente, tantas vezes com prejuízo de outros afazeres. Não raro tenho grandes surpresas, tal como hoje mesmo. Não me sabia Soutomaior por tantas vias!

Acabei de ver as “páginas familiares” que sugeriste mas infelizmente ali, tal como na BD, não informa a relação de parentesco com o simpático escritor brasileiro, sequer as origens de Amado, aquilo que está a interessar o Dr. Nunes Liberato a quem tentei ajudar aqui do meu cantinho.

Grande abraço e até breve!
Manuel Maria

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#72346 | doria_gen | 04 Set 2004 22:13 | Em resposta a: #71463

Certíssimo, Carlos!

Acrescente-se que Henriette Amado, mulher de Gildasio, foi educadora de renome, com idéias revolucionárias, que aplicou num colégio estadual no Rio, o ``André Maurois,'' nos anos 60. Henriette além de parente era muito amiga de Conceição [Doria], minha tia.

fa

Resposta

Link directo:

Ramos Amado e Leal

#72351 | jliberato | 04 Set 2004 22:33 | Em resposta a: #72346

Caro Doria,
Tem informação sobre quando estes Amados passaram ao Brasil?
Como verá pelas outras mensagens haverá ascendentes Amado em Portugal relativamente recentes (fins do século XIX?).
E sabe alguma coisa do ramo Leal do grande escritor?
Cumprimentos
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#72352 | jliberato | 04 Set 2004 22:35 | Em resposta a: #72340

Caro Manuel Maria,
Muito obrigado pelo seu interesse.
Cumprimentos
Jliberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Ramos Amado e Leal

#72355 | doria_gen | 04 Set 2004 22:46 | Em resposta a: #72351

Infelizmente não tenho a menor idéia. São parentes, vários deles, e gente com quem convivi na infância, como disse. Mariana Amado Costa, neta do Jorge, filha da Paloma, foi minha aluna; é neta também de Odylo Costa, filho, grande jornalista e escritor.

Minha mulher conviveu mais com eles; vou perguntar a ela. Gdes abcs, fa

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#74013 | valadares | 26 Set 2004 16:59 | Em resposta a: #72352

Boa tarde,
Eis algumas anotações que tenho sobre a família Amado (destacando apenas as suas personalidades).

I – Barnabé Amado, criador de gado as margens do Rio Real (Sergipe) e segundo a família, de origem cristã-nova (final do séc. XVIII). Pai de :
II – Emerenciana Amado, c.c. o português João Francisco de Faria, pais de :
III – José Amado de Faria c.c. ____________________. Pais de :

1 (IV) – Melchisedech Amado de Faria, que segue no § 1.
2 (IV) – João Amado de Faria, que segue no § 2.

§ 1

IV – Melchisedech Amado de Faria, comerciante, c.c. Ana de Lima Azevedo Sousa Ferreira. São os pais de :

1 (V) – Gilberto de Lima Azevedo Sousa Ferreira Amado de Faria (Estância, 1887 – Rio de Janeiro, 1969), diplomata, político e escritor (membro da Academia Brasileira de Letras).
2 (V) – Genolino Amado de Faria (Itaporanga, 1903), professor e jornalista (membro da Academia Brasileira de Letrss).
3 (V) – Gilson Amado de Faria c.c. Henriete de Holanda (João Pessoa, 1913). Pais da atriz Camila Amado.
4 (V) – Gileno Amado (1891-1969) c.c. Amália Berbert Tavares, fª do riquíssimo Coronel Misael Tavares, c.g.

§ 2

IV – João Amado de faria (1880-1962), c.c. Eulália Leal. Pais de :

1 (V) – Jorge Leal Amado de Faria, político e romancista (membro da Academia Brasileira de Letras). Casado com Matilde Garcia Rosa e a escritora Zélia Gattai (também membro da Acedmia Brasileira de Letras). Pais de : Eulália Dalila Amado (1935-1949), João Jorge Amado e a escritora Paloma Jorge Amado.
2 (V) – Dr. Joelson Amado (1920), cardiologista, c.c. Fanny Rechulski (1924-1999), c.g.
3 (V) – James Amado (1922), jornalista e escritor, c.c. 1) Jacinta Passos, 2) Gisela Magalhães e 3) Luisa Ramos. Pais dentre outros : Janaína Amado (historiadora).


a) Paulo Valadares
Cx. Postal nº 1025
Campinas, SP, Brasil
13001-970

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#74015 | jliberato | 26 Set 2004 17:27 | Em resposta a: #74013

Caro Paulo Valadares,
Muito obrigado pelas suas oportunas informações.
Resta saber quem eram os pais de Barnabé Amado e, mais tarde, de Eulália Leal.
Entretanto vou lançar aqui no Forum brevemente o tópico "Amados de Ponte Lima", meus antepassados. Agradecia que o visse e comentasse se o entender.
Cumprimentos
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#74390 | jliberato | 02 Out 2004 13:01 | Em resposta a: #72340

Caro Manuel Maria,
Tomo a liberdade de o convidar a ver o tópico "Família Amado de Ponte de Lima" e a nele intervir se o entender.
Cumprimentos
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#74501 | Cau Barata | 05 Out 2004 04:54 | Em resposta a: #74013

Fonte: DICIONÁRIO DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS, Tomo I, Vol. I, Ano: 1999


AMADO DE FARIA - Importante família de escritores, professores e intelectuais, estabelecida no Sergipe.

Procedem de José Amado de Faria, nascido por volta de 1853, que deixou ilustre descendência do seu casamento com Maria do Espírito Santo.
Pais de:

I - o filho, Melchisedech de Souza Amado de Faria [c.1862 -], estabelecido no Município de Estância, Sergipe. Deixou importante descendência do seu casamento com Anna de Lima Azevedo Souza Ferreira. Desse último casamento, originou-se um seleto grupo de professores e escritores:

Pais de:

= = = = I-1. Gilberto de Lima Azevedo Souza Ferreira Amado de Faria, Gilberto Amado [07.05.1887, Estância, SE – 1969, Rio de Janeiro, RJ], escritor, advogado, político e diplomata. Diplomado pela faculdade de Direito do Recife, PE [1909]. Professor da faculdade de Direito do Recife [1911-1930]. Deputado Federal, pelo Sergipe [1914-1925]. Senador Federal, pelo Sergipe [1926-1930]. Embaixador, desde 1935. Delegado do Brasil na ONU [1946]. Membro da Academia Brasileira de Letras, ocupando a Cadeira n.º 26. Agraciado com a Ordem do Mérito do Chile. Oficial da Ordem de Santiago, de Portugal. Comendador da Legião de Honra, da França. Com geração do seu cas. com Alice do Rego Barros Gibson;

= = = = I-2. Gileno Amado [04.01.1891, Itabuna, BA - 1969], advogado e banqueiro. Diplomado pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro [1911]. Vereador municipal, na Bahia [1913-1924]. Deputado Federal [1934]. Secretário de Finanças do Estado da Bahia [1934-1937]. Diretor-Presidente do Isntituto Central de Fomento Econômico da Bahia. Diretor do antigo Banco do Distrito Federal S.A. Membro da Ordem dos Advogados do Brasil. Com geração do seu cas. com Amélia Berbet Tavares;

= = = = I-3. Genolino Amado de Faria [03.08.1902, Itaporanga, SE -], professor, escritor e jornalista. Diplomado pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Chefe de Censura Teatral e Cinematográfica, no Estado de São Paulo. Redator Chefe do Departamento de Propaganda, Rio, RJ. Diretor da Sgência Nacional. Professor da Faculdade de Filosofia. Membro da Associação Brasileira de Imprensa, da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais e do Sindicato dos Jornalistas;

= = = = I-4. Gildásio Amado [31.08.1906, Itaporanga, SE -], professor e escritor de livros didáticos de Química. Diplomado pela Faculdade Nacional de Medicina, RJ. Professor Catedrático de Química, no Colégio Pedro II e no Isntituto de Educação. Diretor do Externato do Colégio Pedro II. Presidente da Comissão Nacional de Livro Didático. Com geração do seu cas. com Marília Matoso Maia;

= = = = I-5. Gennylson Amado [08.12.1913, Aracajú, SE -], médico e professor. Diplomado pela Faculdade Nacional de Medicina, RJ [1935].Assistente técnico da Presidência do IPASE [1947]. Chefe da Divisão de Ambulatórios de Serviços Técnicos Auxiliares do IPASE [1950]. Chefe da Divisão de Assistência Médico-Hospitalar do Departamento de Assistência do IPASE [1951 e 1954]. Diretor do Hospital dos Servidores do Estado [1952] e 1957]. Presidente da Associação Brasileira de Hospitais [1959-1961]. Professor do Colégio Pedro II. Secretário Geral de Saúde e Assistência do Estado do Rio de Janeiro. Membro do Conselho Deliberativo da Associação dos Servidores Civis do Brasil. Vice-Presidente da Associação Médica do Rio de Janeiro, do Isntituto Brasileiro de Desenvolvimento de Pesquisas Hospitalares, São Paulo, da Associação Paulista de Hospitais, etc. Cidadão carioca honorário [1958]. Sócio benfeitor da Associação Brasileira de Imprensa. Com geração do seu cas. com Dalva Fossati;

= = = = I-6. ESTE É INFORMAÇÃO DO DR. PAULO VALADARES, em sua mensagem do dia 26.09.2004: 3 (V) – Gilson Amado de Faria c.c. Henriete de Holanda (João Pessoa, 1913). Pais da atriz Camila Amado.

II - o escritor Augusto Amado, nascido em 1878, Campos, SE, guarda-livro, poliglota, jornalista e escritor;

III - João Amado de Faria, nascido em 1880 e falecido em 1962, que deixou geração do seu casamento, por volta de 1908, com Eulália Leal;
Pais de:

= = = = III-1. o grande e renomado escritor, de fama internacional, Jorge Leal Amado de Faria, Jorge Amado [10.08.1912, Itabuna, BA -], filho do anterior. Diplomado pela Faculdade Nacional de Direito, RJ. Em 1928, ainda estudate, colaborou em alguns jornais, como A Folha e as revistas Meridiano e A Semana. Em 1930, transferiu-se para o Rio de Janeiro, ingressando na Faculdade de Direito. Publicou seu primeiro livro em 1931. Membro da Academia de Ciências e Letras, da antiga República Democrática Alemã e da Academia Brasileira de Letras, onde ocupa a Cadeira N.º 23. Prêmio Graça Aranha, da Academia Brasileira de Letras [1936]. Prêmio Internacional Stalin [1951]. Prêmio Luisa Cláudio de Souza [1959]. Prêmio Machado de Assis [1959]. Prêmio Jaboti [1959]. Prêmio Carmen Dolores Barbosa [1959]. Prêmio Paula Brito [1959], etec. Autor, entre outras, das seguintes obras: O País do Carnaval [romance, 1931]; Cacau [romance, 1933]; Suor [1934]; Jubiabá [1935]; Mar Morto [1936 - Prêmio Graça Aranha]; Capitães de Areia [1937]; A Estrêla do Mar [poemas em prosa, 1938]; ABC de Castro Alves [1941]; O Cavalheiro da Esperança - Vida de Luís Carlos Prestes [biografia, 1942]; Terras do Sem Fim [1943]; São Jorge dos Ilhéus [1943]; O Amor de Castro Alves [teatro, 1944]; Bahia de Todos os Santos [roteiro turístico, 1945]; Seara Vermelha [romance, 1946]; O Mundo da Paz [1948]; Os Subterrâneos da Liberdade [trilogia, 1952]; Gabriela, Cravo e Canela [romance, 1958]; O Amor do Soldado; Os Velhos Marinheiros [romance, 1961]; Pastôres da Noite [romance, 1964]. É o escritor brasileiro cuja obra é mais difundida no exterior.

= = = = III-2/3. outros dois citados pelo Dr. Paulo Valadares, na mensagem do dia 26.09.2004:

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#74945 | jliberato | 13 Out 2004 20:50 | Em resposta a: #74501

Caro Cau Barata,
Muito obrigado pela sua mensagem.
O que me transmite é do maior interesse. Mas as minhas dúvidas permanecem. De onde vinha José Amado de Faria? E Eulália Leal?
Sabe alguma coisa sobre estes?
Um abraço
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#74978 | vbriteiros | 14 Out 2004 11:53 | Em resposta a: #72340

Caro Manel
E esse neto de D Madalena será também Pereira de Lima ?
Um abraço
Vasco

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#75008 | magalp | 14 Out 2004 19:00 | Em resposta a: #74978

É sim Vasco.

http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=22860

Como verás, 3º neto do teu tio Wenceslau de Sousa Pereira de Lima, c.c. D. Antónia Cândida Ferreira de Lima, dos Ferreiras da Régua, do ramo a que pertence igualmente o sábio Prof. Luís M. C. Ferreira (psiquiatra), que de quando em vez se ri muito consultando este Fórum...

Reparei agorma mesmo que nestes costados se encontram uns Vieira, do Marco de Canavezes, que me palpitam serem os mesmos que respeitam aos nossos sábios Conde e JA Costa Reis, a mim e a muita mais gente nesta terra.
Outro abraço
Manel

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#75461 | llealfilho | 21 Out 2004 08:44 | Em resposta a: #74945

Eles são originarios de um Distrito de Valença- Bahia. Os Faria estão vinculados com os parentes do Desembargador Jorge de Faria Goes, de Belmonte e Canavieiras. Os Leal de Eulalia são muito mais complexos pois se espalham pelo Reconcavo baiano, sul da Bahia e se entrelaçam com inúmeras famílias baianas que tem o Leal.
Conversei com James Amado uma certa feita e ele me passou algumas informações. São LEAL FERREIRA e ainda não é conhecida a origem do LEAL deles, mas tudo indica que quase todos os LEAL são aparentados, excetuando-se os LEAL que os Gonçalves e Teixeira Leal adotaram.
Não me proponho a lhe fornecer mais detalhes, vez que tenho outros trabalhos para concluir, mas o caminho é Valença/BAHIA e certamente o Reconcavo Baiano e baixo sul da Bahia Trabalho bem interessante !

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#115539 | giovanni amado | 31 Mar 2006 17:02 | Em resposta a: #72346

Os Amados que foram para Sergipe vieram do interior da Bahia, onde exploravam ouro e diamante, devido a guerra de Mata Marotos, que opôs brasileiros e portugueses na crise do Primeiro Reinado, os Amados por serem portugueses e outros de origem lusa passaram a ser perseguidos e tomaram o rumo norte até chegarem a Sergipe.

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#115754 | Dalmo Faria | 04 Abr 2006 01:42 | Em resposta a: #115539

Prezado Giovanni,
A origem dos ascendentes da família Amado é muita controvertida, alguns acham que são de origem Lusitana, outros acreditam que foi herdado do judeus convertidos. Certa vez Jorge Amado escreveu que: “Os Amado teriam vindo na comitiva do Príncipe Nassau (1630), governador da província holandesa do Brasil. Quanto ao propalado sangue holandês, a chegada dos Amado em Pernambuco com Nassau, existem certa razão de ser e dúvidas de origem. A razão de ser baseia-se no fato de que Nassau trouxe para o Brasil muitos daqueles cristãos novos que se haviam exilado na Holanda. Judeus convertidos e nem assim perdoados pela Inquisição, abandonaram a península Ibérica, Espanha e Portugal, em busca de liberdade e de paz. Alguns historiadores consideram que esses cristãos novos eram os cidadãos mais cultos não só da colônia holandesa mas de todo o Brasil.” (Ensaio escrito por Jorge Amado).
Fatos que colaboram com a obra do historiador Flávio Mendes de Carvalho em "As raízes judaicas no Brasil" com os sobrenomes de cristãos-novos, brasileiros ou residentes no Brasil, condenados pela Inquisição nos séc. XVII e XVIII e que constam nos arquivos da Torre do Tombo em Lisboa e na lista retirada do livro consta os nomes Amado e Faria.
O que é que você sabe a respeito?
Abraço fraterno,

Dalmo Faria

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#115790 | giovanni amado | 04 Abr 2006 17:10 | Em resposta a: #115754

Prezado Dalmo,
Segundo Gilberto Amado "João Francisco de Faria, filho de portuguêses, casou-se com Emerenciana, filha de Barnabé Amado, tb de origem portuguêsa, mas de família brasileira, já antiga na colônia", portanto levo a crer que a família de Barnabé é brasileira de pai e mãe que tiveram origem portuguêsa. Ascendentes próximos a ele, talvez avós ou bisavós eram portugueses. Essa família Amado provavelmente vieram para o Brasil, na segunda metade do século XVIII, período que coincide com o aumento da procura pelo ouro na região da Chapada Diamantina, na província da Bahia. Familiares em Aracaju me passaram o histórico que a família vivia no interior da Bahia e foram para Sergipe perseguidos por causa da Guerra de Mata Marotos. A crise no Primeiro Reinado, que culmina na Abidicação de D.Pedro I, opõe brasileiros e portugueses diante da possibilidade de recolonização através da união dos reinos do BRasil e PorTugal pelo monarca. Estou tentando montar a árvore genealógica a partir desse casal João Francisco e Emerenciana, ja solicitei um http ao site que estou aguardando. Espero encontrar ajuda aqui.
abraço fraterno
Giovanni Amado de Oliveira

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#115811 | Dalmo Faria | 04 Abr 2006 20:57 | Em resposta a: #115790

Prezado Giovanni
Sugiro que você consulte meu blog no www.gazzag.com/ (Dalmo Faria Almeida)
onde coloco algumas informações sobre os descendentes do casal João Francisco Faria e Emerenciana Amado, pais do meu Bisavó Joviniano de Faria Amado. Caso queira saber mais sobre a árvore genealógica da família posso passá-la através de e-mail.
Atualmente estou interessado em conhecer os ascendentes do nosso genearca Barnabé Amado.
Abraço confrade,
Dalmo Faria
PS - Vc por acaso é filho de Nidia Amado, filha de Francisco Amado (NôChico)? em caso afirmativo somos parentes próximos.

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#115899 | giovanni amado | 05 Abr 2006 18:44 | Em resposta a: #115811

Caro Dalmo
Realmente somos primos, sou filho de Nídia!! E vc? é filho de Normélia ou de Delcy?? é vc casado com a Joice, filha de Floriano?? Dalmo é um prazer conhece-lo, ficaria realmente feliz em saber mais sobre a árvore, meu email é gamadoliveira@gmail.com . Dei uma olhada no seu blog, muito legal, é parecido com o discurso do João Freire por ocasião do Encontro Fraterno da Família Amado, recebi uma cópia da filha dele esse ano qd. ela veio ao Rio. A conheci pelo o orkut. Vc tá preocupado com os ascendentes e eu com os descendentes. Já identifiquei mais de 30 pessoas no orkut descendentes do casal Emerenciana e João Francisco, só do Melchisedech até agora localizei 8 pessoas. Para me auxiliar fiz uma comunidade. Vc tem orkut? posso te enviar o convite, preciso do seu email.
Um abraço fraterno.
giovanni

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado e os Amados de Itaporanga

#116029 | Dalmo Faria | 07 Abr 2006 00:09 | Em resposta a: #115811

Caro Geovanni
Aguarde minha resposta através do seu e-mail.

Abraços fraternos
Dalmo

Resposta

Link directo:

RE: Jorge Amado

#241137 | sandralavigne | 04 Out 2009 19:41 | Em resposta a: #74013

a esposa de gileno é amélia e não amália

Resposta

Link directo:

Jorge Amado

#415268 | Eduardo Amado | 01 Jun 2019 04:03 | Em resposta a: #72346

Boa noite

Gostaria de fazer uma correção, Henriette Amado era casada com Gilson Amado, mãe da atriz Camila Amado, Gildásio Amado era casado com Marilia do Paço Matoso Maia

Resposta

Link directo:

Jorge Amado

#441637 | joserocha | 22 Jun 2022 20:39 | Em resposta a: #71356

Tenho vários ramos Amado, todos por ligar na zona de Viseu, especificamente na freguesia de Caria que foi de Sernancelhe e agora é de Moimenta da Beira. Ao ver passaportes no CEPESE, verifiquei de de facto foram algumas dezenas de Amados para o Brasil, especialmente dessa zona de Viseu em que viveu Aquilino Ribeiro. Não quero iniciar aqui uma disputa sobre as origens dos Amados, mas seria mesmo interessante explorar as origens destes Amados fabulosos.

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 04 Fev 2023, 22:21

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen