Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

Este tópico está classificado nas salas: Famílias | Regiões | Património | Pessoas | Cargos

Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#85993 | cp | 11 Mar 2005 20:55

Alguém conhece famílias com este apelido em Resende?
O Portal da casa do Carujeiro em Miomães, Resende, ostenta um escudo partido com armas dos Pinto e dos Rebelo.
A casa parece ter pertencido a um alto funcionário da India ( na região tido por Vice Rei) Columbano Pinto do Couto, e nos finais do sec. XVIII ao médico Manuel Pinto Dias Chaves

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#139122 | Manelinha | 04 Jan 2007 15:18 | Em resposta a: #85993

Toda a minha família paterna oriunda do concelho de Resende, é Pereira Pinto pelo lado da minha Avó e Pinto de Carvalho por parte do meu Avô. O meu Pai, que usa o brasão dos Pereira Pinto, Abel Pereira Pinto de Carvalho, sempre me disse que a Casa do Carujeiro na freguesia de Meiomães, hoje transformada em turismo de habitação e na mão do Owen Pinheiro Torres que a veio a adquirir, era de umas tias do Pai que, provavelmente no séc. XIX ali habitariam, assim como a Casa do Espírito Santo também em Meiomães, ostenta o brasão dos Pereira Pinto, e a inscrição da data de sua fundação por um António Pereira Pinto, um nosso antepassado, Governador da Ilha de Amboim, Goa, por volta de 1690 (este pequeno solar, original pela sua capela redonda, que nos anos setenta o meu pai tentou adquirir para que ela voltasse à Família, desistindo dessa aquisição com o 25 de Abril, está, na actualidade, em completo estado de ruína. Por outro lado, na freguesia de S. Cipriano, a Torre da Lagariça, célebre pela inspiração que emprestou à "Ilustre Casa de Ramires" de Eça de Queiroz, pertence, também aos primos Pinto Cochofel, tendo o antigo dono, Álvaro Pinto Cochofel, sido padrinho de casamento do meu Pai. Aliás, pela região, não há solar (e são muitos), infelizmente, na sua maioria, em estado avançado de abandono ou ruína que não tenha, de uma maneira ou de outra, ligação à nossa família desde os tempos mais remotos.

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#139291 | cp | 05 Jan 2007 14:16 | Em resposta a: #139122

Olá Manelinha
Somos, provavelmente, parentes.
O meu bisavô Frederico José de Melo e Menezes que herdou a Casa do Souto, (hoje propriedade da minha tia Maria Irene Areosa de Menezes Lopes Moreira Pereira Dias de Magalhães) e Casa da Torre, em Anreade, Resende.
Estas casas juntamente com outras como a do Outeiro, a do Carujeiro e a de Pousada, pertenciam todas às filhas do meu 4º avô José Pinto Machado Torres (último capitão mor de Aregos) que seriam, provavelmente, as tias de que fala o seu pai.
Conheci bem o tio Alvaro Pinto Cochofel (trineto de uma das tais Tias e viuvo da Tia Maria Angélica prima direita da minha avó, Maria Irene Areosa de Melo e Menezes, ambas bisnetas de outras duas das tais Tias) que chegou a visitar-nos aqui na nossa casa em Évora, e conheço a fantástica Torre da Lagariça donde descendem a maioria das famílias Pinto da região como se pode ver no monumental título dos Pintos do Felgueiras Gayo.
Cumprimentos
Manuel Calejo Pires

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#139596 | Manelinha | 08 Jan 2007 12:17 | Em resposta a: #139291

Olá Manuel:
Achei graça que tenha referido o nome da Prima Mª Angélica, assim tratada pela minha Avó Mª Olinda Pereira Pinto e que eu (agora com 52 anos de idade) e que na altura teria os meus 7 ou 8 anos, me recordo de ver como visita lá de casa, quando íamos passar férias em Setembro a S. Cipriano. Na época e pouco antes da sua morte, aliás seguida a breve trecho também da morte da minha avó paterna, era frequente encontrá-la em nossa casa...
Outras estórias (como agora se diz) prenchem o meu imaginário, desde o meu Pai, o mais novo de 7 irmãos, contar sobre as festas dadas na Lagariça e onde só iam os irmãos mais velhos ou, ainda, sobre um velho fantasma que assolava a velha torre do séc. XI e que de noite restolhava as correntes pela escadaria...enfim, de facto, durante todos estes anos há um fascínio por saber mais e melhor sobre essa época, pois muitos destes factos permanecem obscuros e há poucos dados que eu conheça por inteiro...mesmo sobre o meu Avô paterno, Alexandre Pinto de Carvalho (que morreu quando o Pai tinha 11 anos) e que ainda era primo afastado da Avó, sei muito pouco sobre esse lado da família...às vezes procuro tirar algumas dúvidas com o Pai ou com a Tia Mª da Luz (únicos sobreviventes dos 7 irmãos), mas a idade e a doença (o Pai tem Parkinson) esbatem e dificultam já, o reconhecimento de muitas lembranças...Sei, por exemplo, que somos também aparentados com o velho solar de Carrapatelo, celebrizado pelo assalto de que foi alvo pelo "Zé do Telhado" e que pertencia a uma Prima da Avó, Brízida ou Brígida...
Quanto às casas a que se refere, a da Torre em Anreade ou a de Pousada, naturalmente que também as conheço e sei que são referenciadas como sendo ou tendo sido de primos nossos.
Há cerca de 3 anos e dado que há muito tempo não ia lá acima a Resende, visto que a família está dispersa pelos 4 cantos do País (até no Algarve há uma Prima Mª Hermínia, farmacêutica, cujo filho Nuno Mergulhão, presidente da Câmara de Portimão, morreu de acidente há uns anos), resolvi levar a minha filha Constança na altura com 13 anos, a conhecer as suas raízes para que nunca se esqueça de quem é...Foi emocionante e ao mesmo tempo tristemente nostálgico rever aquela zona que em muitos casos parece ter parado no tempo...Aí me apercebi do estado de abandono de muitos desses locais, o que é uma pena...
Profissionalmente, como sou historiadora trabalho nesta área, acompanhando Planos de Pormenor de Salvaguarda de Centros Históricos ou de aglomerados de valor patrimonial e espero um dia, quando me reformar ter ainda tempo para investigar e saber mais sobre as minhas origens e história familiar. Conheço, entretanto,alguma obra escrita pelo Padre Joaquim Correia Duarte, pároco de Anreade que se dedica a investigar e a escrever sobre Resende, tendo já algumas monografias editadas pela Câmara Municipal sobre essa zona (mas que me parecem, apesar da bondade do esforço, bastante incompletas).
Eu pela minha parte, gostaria por exemplo, de investigar, um dia, se há alguma ligação do explorador Serpa Pinto, oriundo de Cinfães, aos Pintos de Resende...ou se os Pinto Balsemão, de Lamego, serão também aparentados, ou ainda sobre Egas Moniz, Afonso Henriques e o milagre de Cárquere, etc., etc.,etc....
Até breve.
Manelinha

PS:
Ah, claro que sou monárquica...

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#139609 | manelsp | 08 Jan 2007 15:05 | Em resposta a: #139596

Cara Manelinha

Li o seu post, e como parente afastado por outros Pintos (Pinto Guedes, Pinto da Silveira) senti-me na obrigação - à qual também me obriga a formação de historiador, embora desempregado neste país - de lhe dar uma dica apenas, sobre a casa de Carrapatelo. Num post iniciado por mim (gosto muito da auto-referência dos espanhóis de "un servidor") sobre a familia Barbosa Cabral da Casa de Sequeiros encontrará referências sobre Carrapatelo e alguns dos colaboradores têm mais informações. Quem sabe se não haverá alguém que lhe consiga dar uma pista? Também a Casa de Sequeiros tem, nos seus primitivos donos, origens em Pintos.
Estou ao seu dispor.
Com os melhores cumprimentos

Manuel Sarmento Pizarro

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#139676 | Manelinha | 09 Jan 2007 10:51 | Em resposta a: #139609

Caro manelsp:

Agradeço a sua informação, mas preciso (se não for uma maçada) que me explique melhor como aceder a esses elementos. Peço desculpa pela ignorância de alguém que só agora iniciou as "lides" dos forum do universo web...Será fazendo uma pesquisa, nesta mesma página, pelas palavras-chave indicadas como Carrapatelo ou Casa de Sequeiros, por exemplo?...
Obrigada, desde já.

Manelinha

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#139688 | manelsp | 09 Jan 2007 12:15 | Em resposta a: #139676

Cara Manelinha
acima destes textos que vamos escrevendo pode fazer a pesquisa, preenchendo os campos em branco com "Casa de Sequeiros" ou "carrapatelo" por exemplo. Deixe estar o "todas as salas" e o ""por tópico" que já lá estão por defeito e carregue em "pesquisar". Qualquer outra dúvida diga.
Ao seu dispor, com os melhores cumprimentos
Manel

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#185281 | Luís Cochofel | 18 Fev 2008 18:54 | Em resposta a: #139122

Caros familiares:
Quero que saibam que a Casa da Torre da Lagariça permanece na família, e que, muito pelo empenho dos actuais ocupantes da Câmara Municipal de Resende, tem sido palco de visitas de escolas (secundárias, seminários e universidades), estando nós disponíveis para a mostrar a todos.
Claro que gostaríamos que a visitassem, estando eu aberto à marcação de uma visita para todos os que queiram cá vir.
Entretanto, e para que, quando venham, tragam já ideias, críticas e sugestões, chamo a vossa atenção para o blog http://imaginarcriartentarfazer.blogspot.com, no qual exponho uma ideia para ajudar a renovar a Casa, permitindo a sua exposição permanente.
Todos os familiares são bem-vindos!
Luís Cochofel

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#185388 | cp | 19 Fev 2008 16:11 | Em resposta a: #185281

Caro parente Luis Cochofel,

Pelo que percebo é o actual proprietário da torre da Lagariça?
O último proprietário que conheci era o tio Álvaro Cochofel, de saudosa memória.
Qual é o seu parentesco com ele?

A minha avó Maria Irene de Melo e Menezes, da Casa do Souto, além de parente do tio Álvaro, era prima direita da tia Maria Angélica, foram batizadas no mesmo dia na Igreja de Anreade, e foram muito chegadas toda a vida.

Ando a estudar a genealogia dos Pintos da Lagariça e sonho fazer um trabalho genealógico que abranja todos os descendentes dos Senhores desta "Ilustre Casa", desde o casal Gonçalo Vaz Pinto e Leonor Afonso da Fonseca do sec.XIV.

Um grande abraço

Manuel Calejo Pires

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#185399 | Luís Cochofel | 19 Fev 2008 17:39 | Em resposta a: #185388

Caro Manuel Calejo Pires,

Sou, de facto, um dos descendentes do último proprietário da Casa, meu pai, Gonçalo Cochofel, ele, sobrinho do Tio Álvaro (a quem também chamava Tio, dado queera meu tio-avô). O meu pai 'herdou' a Casa directamente do Tio, que, como sabe, não teve descendentes.
Desejo-lhe os maiores sucessos na tarefa a que se propõe, e, mais uma vez, coloco-me à sua disposição para uma visita à Casa e à nossa história.

Receba um abraço,

Luís Cochofel

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#186182 | Luís Cochofel | 25 Fev 2008 19:41 | Em resposta a: #139596

Cara Manelinha,

De Carrapatelo era a minha Bisavó, Brízida Huet de Bacelar, sogra, por ser Mãe do Tio Álvaro, da sua Tia Angélica.
A relação de Carrapatelo com os Pintos provém, portanto, do casamento dela com o meu Bisavô de que procederam 9 filhos dos quais Álvaro era o mais velho e o meu Avô Duarte, o mais novo.
Volto a dizer que a casa da Torre está à Vossa disposição para visitas.
Amanhã, 3ª feira, 26 de Fevereiro, terei mais uma. desta vez é a Associação de Antigos Alunos da Escola Industrial de Braga, sendo que está prevista, também, a participação de um representante da Missão Douro, órgão da Comissão de Coordenação da Região do Norte e do responsável pelas coisas do Património do Douro Sul, entre outros.
Nessa visita (a sua, ocorra ela amanhã, ou noutra altura), para que a convido, bem como ao Manuel e a todos os outros familiares interessados, pode encontrar fotografias e textos relativos à família, que podem ser do seu interesse nesta sua pesquisa.
Tudo de bom,
Luís Cochofel

Resposta

Link directo:

RE: Cochofel

#191429 | IsabelFont | 07 Abr 2008 11:39 | Em resposta a: #185399

Bom dia
caro Confrade Luís Cochofel,

Muito agradeço me esclareça se os dados aqui constantes na base de dados do Genea dizem respeito á sua família? Isto porque, ao estudar a família Fornasini de origem Italo-moçambicana e que me é colateral, encontrei um casamento em que José Maria da Silveira Pereira Bravo Cochofel casa com Carolina Fornasini, em Moçambique. Ele deve ter nascido por volta dos anos de 1850/1860.

Gostaria de saber se o reconhece como sendo vosso familiar, já que me parece poder ser filho do casal João da Silveira Pereira Bravo Osório de Vasconcelos Cochofel e de Maria de Melo Pinto da Cunha Machado e Abreu. No entanto não se encontra nesta genealogia; poderá ser algm filho ainda não identificado?
Se o conseguir entroncar nesta árvore, poder-me-á passar alguns dados?

A propósito: de onde vem o apelido Cochofel?

Grata pela atenção
Maria Isabel

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#191445 | Costa Reis | 07 Abr 2008 12:37 | Em resposta a: #185388

Caro Manuel Calejo Pires,

Gostava de saber a sua opinião sobre o artigo "Sousa Pinto - Viscondes de São Jerónimo", da autoria de Alexandre Sousa Pinto e publicada no nº 2 da Revista Lusófona de Genealogia e Heráldica do Instituto de Genealogia e Heráldica da Universidade Lusófona do Porto
Se quiser podemos falar por e-mail pessoal

Cumprimentos
José António Reis

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#192370 | MENDES | 13 Abr 2008 16:55 | Em resposta a: #139291

Caro Manuel Calejo Pires

Em primeiro lugar um pedido de desculpa ao autor deste tópico,mas não queria deixar fugir a oportunidade de o cumprimentar, e ao mesmo tempo ,congratular me por ainda sermos parentes ,como constatei aqui no Genea,ainda por cima por vários costados.
Constato também o seu interesse por Geneologia,deveras mais interessante do que os nossos ultimos encontros relativos a outras lides em`Évora
Um abraço


João de Almeida Mendes

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#192437 | cp | 14 Abr 2008 00:14 | Em resposta a: #192370

Caro João,

Que surpresa, não sabia do seu interesse por estes temas, e ainda mais parentes.
Um grande abraço
Manel

Resposta

Link directo:

RE: Cochofel

#192637 | Luís Cochofel | 15 Abr 2008 17:06 | Em resposta a: #191429

Cara Maria Isabel
Muito obrigado pelas questões colocadas.
Infelizmente, não dediquei, até hoje, tempo ao estudo da família (até porque esse estudo me pareceu profusamente efectuado). De facto, não posso ajudá-la quanto à questão relativa ao casamento de um Pereira Bravo Cochofel com uma Fornasini, mas penso que se pode encontrar resposta a essa pergunta num dos tomos da Genealogia 'Carvalhos de Basto'.
Tenho, isso sim, a certeza de que há um braço da famíla, com aqueles três apelidos em conjunto, e acho difícil, se bem sei o que foi a prática da família até, pelo menos, 1910, que um filho de fora do casamento tenha recebido o nosso apelido.
Quanto à origem do nome, também não há, ainda, certezas, sendo certo que já vi referências ao nome relativamente a alguém que viveu durante o século XIII, e haja a ideia de que estaremos em Portugal desde a chegada do Conde D. Henrique, vindos dos Países Baixos (católicos, anteriores à Reforma Luterana), naquilo que ficou conhecido como as Cruzadas do Ocidente, e aqui ficamos. Ver, a propósito: http://www.infopedia.pt/$a-cruzada-do-ocidente .
Em finais do século XIX foi publicado um pequeno livro com o titulo 'A família dos Pintos' em que o nome aparece numa forma anterior, mas já 'aportuguesado': Chochofel.
O cópia que possuo do livro de que falo acima ('Carvalhos de Basto') não está, no momento, em minha posse, pelo que, logo que o tenha, vou pesquisar e tenta responder-lhe de forma mais positiva.
Obrigado pela sua compreensão.
Luís Cochofel

Resposta

Link directo:

RE: Cochofel

#192752 | IsabelFont | 16 Abr 2008 12:23 | Em resposta a: #192637

Boa tarde,
caro Luís Cochofel,

Agradecida pela sua explicação; fico então a aguardar a sua consulta ao ' Carvalho de Basto '.
Cumprimentos
Maria Isabel

Resposta

Link directo:

RE: Cochofel

#268427 | fgerin | 12 Jan 2011 02:32 | Em resposta a: #192637

Caro Luís Cochofel,

Gostaria de saber se existe algum estudo referente à descendência de João Pinto, Senhor da Casa da Torre da Lagariça, seu antepassado. Quantos filhos realmente ele teve? Alão cita 6 (trocando a Isabel da Fonseca pela Isabel Pinto), Gayo cita 11 e Frei Teodoro de Melo dita 12 - e parece que teve uma filha natural chamada Isabel de Leão. Sabe de alguma publicação, ou de alguém que pesquise a descendência do casal ou talvez de algum manuscrito antigo que trate dela? Agradeço antecipadamente.

Abraços de um talvez seu parente do Brasil,

Fabrício Gerin
Campinas/SP
Brasil

(p.s. - minha mãe se chama Marisa José Pinto).

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#333463 | RitaV | 05 Ago 2013 23:35 | Em resposta a: #139122

Cara Manelinha
Boa noite
Parece que entrei num túnel do tempo e não sei se ainda se interessa por esses assuntos.
De 2007 até ao tempo presente conseguiu alguma informação sobre o seu lado Pinto Carvalho?
Sou descendente de João Pinto, pai de Manoel Pinto e avô de Francisco Pinto de Carvalho natural de Lamego.
Estou muito perto de encontrar algumas ligações perdidas e gostaria de saber se há algum parentesco.

Abraço
Rita de Vasconcellos

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#333843 | Manelinha | 14 Ago 2013 16:46 | Em resposta a: #333463

Cara Rita,
De facto, já há bastante tempo que não voltei a dedicar-me a estas matérias (e apesar de, naturalmente, elas continuarem a revestir-se do maior interesse para mim, ou não fosse eu Historiadora). O tempo é que tem escasseado, por questões profissionais e pessoais. Ocorreu, entretanto a morte do meu Pai, Abel Pereira Pinto de Carvalho, que muito me abalou...
e a Tia Maria da Luz a quem eu recorria mais frequentemente para saber estas "coisas" está também muito idosa e doente com Parkinson em último estádio... Enfim, é a vida. No entanto, estou a dias ou semanas de me aposentar, o que me vai permitir muito mais tempo livre para me dedicar a estes assuntos que tanto me intrigam. Claro que enquanto estou bem informada do meu lado da Avó paterna (Pereira Pinto), o lado Pinto de Carvalho (Avô paterno) continua mais obscuro, tendo contudo acesso a alguns documentos antigos que referem a Família Pinto de Carvalho como um dos nomes mais antigos e ilustres da zona do concelho de Resende, de onde somos oriundos (Freguesias de Meiomães, S. Cipriano, Santa Maria de Cárquere, etc.).
Espero que continuemos em contacto e um dia destes é provável que tenha algumas novidades, mesmo porque em Novembro vou estar num casamento onde encontrarei grande parte da família, alguma da qual, já não vejo há longos anos.
Um abraço.
Manuela de Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#333844 | f4b2 | 14 Ago 2013 17:10 | Em resposta a: #333843

Cara Manuela de Carvalho

Estive a verificar o Anuário de Portugal de 1908 e anotei este nome,cito:

- JOSÉ DUARTE PINTO DE CARVALHO - Lavrador ou Agricultor em Meiomães (Rezende),1908

Cumprimentos

João Barroca

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#333849 | RitaV | 14 Ago 2013 19:17 | Em resposta a: #333843

Cara Manuela
Obrigada pela sua tão simpática resposta.
Recuei até Lamego e aqui ando 'ensarilhada' ... quem sabe se em Novembro não temos notícias
:-)

Abraço e até breve
Rita V

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#333865 | Manelinha | 15 Ago 2013 01:28 | Em resposta a: #333844

Caro João,

A família de Meiomães, Resende, está bem identificada, dada a existência ainda de três solares ligados à mesma, penso que mais do lado dos Pereira Pinto, embora os meus Avós paternos, a Avó Pereira Pinto e o Avô Pinto de Carvalho ainda eram primos afastados, nomeadamente: a Casa/Quinta do Carujeiro, o Solar em ruínas do Espírito Santo, com capela redonda do Séc. XVII e brasão dos Pereira Pinto e a Casa de Vigião. De qualquer forma, muito obrigada.

Manuela de Carvalho

Resposta

Link directo:

RE: Rebelo Pinto ou Pinto Rebelo?

#333870 | aníbal | 15 Ago 2013 09:30 | Em resposta a: #85993

Caro Manuel Calejo Pires,

Perguntava-lhe se,http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=35392,pertence á família do tópico em questão ?

Cumprimentos e desde já lhe agradeço,
Aníbal Pacheco

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 22 Set 2019, 00:48

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen