Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

Este tópico está classificado nas salas: Pessoas | Famílias | Arquivos | Regiões

Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#88937 | Jpteixeira | 19 Abr 2005 01:16

Caros Confrades:

Ando a tentar estabelecer uma ligação de naturalidade de Gago Coutinho à cidade de Faro.
Todos os livros que nos "relatam" a biografia de Gago Coutinho, dão como adquirido que este nasceu na Freguesia de Santa Maria de Belém, em Lisboa. Tenho algumas dúvidas sobre tal. Penso que nasceu em Faro e que foi baptizado em Lisboa. Para dissispar por completo esta minha dúvida, precisava de ler ou de ter acesso ao registo de baptismo de Gago Coutinho. Para tal, solicito a ajuda de algum Confrade que, eventualmente, já tenha lido ou tirado apontamentos sobre este registo. Carlos Viegas Gago Coutinho nasceu a 17-02-1869 ( não sei a data do baptismo) e era filho de José Viegas Coutinho e de Maria Fortunata. Estes casaram em Faro em 1867.
Alguém me pode ajudar no Arquivo Distrital de Lisboa ?
Gostaria de ler todo o registo para comparar com os dados que já tenho em minha mão.

Antecipadamente grato pela Vª atenção.
Com os melhores cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#88938 | jliberato | 19 Abr 2005 07:54 | Em resposta a: #88937

Caro Júlio Sousa,
E sobre os pais há alguma investigação feita?
Cumprimentos
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#88941 | Jpteixeira | 19 Abr 2005 09:09 | Em resposta a: #88938

Caro JLiberato.

Estou exactamente a pesquisar a informação referente aos pais e avós de Gago Coutinho. O avô paterno Manuel Viegas é de S. B. de Alportel e a avó paterna, Maria do Carmo, é n. de Faro.
Quanto aos avós matermos são: Pedro Cruz e Fortunata Maria. Pedro da Cruz é natural de Faro e irmão de Maria do Carmo. Quanto a Fortunata Maria não sei de onde é natural.
Julgo que, dentro de pouco tempo, já estarei munido de mais informação quanto aos ascendentes de Carlos Viegas Gago Coutinho, designadamente, as datas de nascimentos, casamentos, etc

Melhores Cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#88942 | jliberato | 19 Abr 2005 09:37 | Em resposta a: #88941

Caro Júlio Sousa,
Muito obrigado pelas sua informações. Interessa-me muito esta sua investigação.
Cumprimentos
JLiberato
Bruxelas

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91202 | Jpteixeira | 18 Mai 2005 09:27 | Em resposta a: #88937

Caro parente Rafael:

Olá, como está? Quando vier ao Algarve, diga-me. Temos aquele assunto dos Marcos da Moita Redonda e do Malhão por tratar.
Quanto ao assunto em questão, acabei de receber cópia do registo de Baptismo de Carlos Viegas Gago Coutinho. No que concerne ao apelido Coutinho, de Gago Coutinho, é um mistério, por enquanto. Estou inclinado que o mesmo é de sua mãe, Fortunata Maria. Certo é que sua avó materna, chamava-se, também, Fortunata Maria e que o seu avô materno, tinha o nome de Pedro da Cruz e era irmão da sua avó paterna, Maria do Carmo da Cruz. Efectivamente, os pais de Gago Coutinho apresentavam laços de parentesco em segundo grau de consanguinidade, conforme é descrito no registo do seu casamento.
Na realidade, não encontro, da parte paterna e até aos seus bisavós, qualquer referência ao apelido Coutinho. Certo é que o pároco, no registo de baptismo de Gago Coutinho, designa o Pai de Gago Coutinho como José Viegas Gago Coutinho e a sua mãe como Fortunata Maria Coutinho. Portanto, não há qualquer dúvida que o apelido Coutinho pertence aos pais de Gago Coutinho. Em minha opinião, o apelido Coutinho deve estar presente no avô materno de mãe de Gago Coutinho. Trata-se apenas de uma suposição uma vez que não conheço o nome desta pessoa.
Relativamente aos padrinhos são: Ângelo Joaquim José da Silva e sua mulher Joaquina da Ressurreição, moradores na mesma casa dos pais de Gago Coutinho, ou seja, Calçada da Ajuda, nº 5, em Lisboa.
Como este assunto diz respeito exclusivamente a Gago Coutinho, vou transcrever esta mensagem para aquele tópico e passarei a tratar deste assunto apenas e tão só naquele tópico.

Com os melhores cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91273 | Canavarro | 18 Mai 2005 22:19 | Em resposta a: #88937

Caro Júlio Sousa
Há três dias, passando casualmente pela Calçada da Ajuda, quem desce, do lado direito, umas centenas de metros antes do Palácio de Belém, notei numa casa de 2 pisos uma placa comemorando o nascimento, nesse lugar, do Almirante Gago Coutinho.
Será que isso responde á sua questão, ou um eventual lapso foi perpetuado na pedra?
Cumprimentos

Luis Canavarro

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91286 | Jpteixeira | 18 Mai 2005 23:39 | Em resposta a: #91273

Caro Luís Canavarro:

Em primeiro lugar, obrigado pela sua colaboração. Quanto ao assunto em questão, sei que a Câmara Municipal de Lisboa descerrou um placa na casa onde viveu Gago Coutinho, bem como os seus pais, sita na Calçada da Ajuda.
Por outro lado, sei também que os pais de Gago Coutinho eram naturais de Faro e que o pai de Gago Coutinho era marítimo, tal como é referido, no registo de casamento dos mesmos e no baptismo de Gago Coutinho.
A questão que eu levantei estava relacionada com o facto de suspeitar que Gago Coutinho teria nascido em Faro e mais tarde, com cerca de 3 meses, teria ido para Lisboa e aí teria sido baptizado.
A razão desta minha suspeita é simples: não faz nenhum sentido que uma mulher da província (como era a mãe de Gago Coutinho) tivesse permanecido em Lisboa ( cidade que desconhecia) durante toda a sua gravidez, tendo em Faro os seus pais e os seu sogros, que a poderiam ajudar durante esse período.
Note-se que o pai de Gago Coutinho era marítimo, tendo sido Sargento de mar e Guerra até 1873 e serviu na nau "Vasco da Gama" e na fragata " D. Fernando" passando longo tempo no mar, levando a que, durante esse tempo, a sua mulher ficasse sozinha em casa, sem ninguém conhecido por perto ou que a pudesse ajudar. A reforçar esta ideia, basta lembrar que, José Viegas Gago, pai de Gago Coutinho não compareceu no seu casamento, em 1867, fazendo-se representar, pois estava no mar. É perante esta situação que me parece absolutamente razoável suspeitar que, Fortunata Maria Coutinho, mãe de Gago Coutinho, teria permanecido em Faro durante a sua gravidez.
Confesso, no entanto, que a minha teoria tem pouca sustentação, uma vez que o registo de baptismo de Carlos Viegas Gago Coutinho é bem explícito, quanto ao local do seu nascimento: Calçada da Ajuda nº5, na Freguesia de Santa Maria de Belém em Lisboa, sendo que os seus padrinhos, Ângelo Joaquim José da Silva e Joaquina da Ressureição residiam precisamente na mesma casa.
Como sabe, nestas coisas, o que interessa é a sustentação documental e sendo assim a hitótese que coloquei não tem validade, por força exactamente do que é referido naquele documento. A única possibilidade que terei, é verificar, em Faro, se a mãe de Gago Coutinho foi ou não madrinha de algum casamento ou de algum baptismo, durante o seu período de gravidez. Esta seria, pelo contrário, uma prova irrefutável e que permitiria sustentar a hipótese que coloquei.

Agora, a minha última dúvida é saber de onde vem o apelido Coutinho de Gago Coutinho. Julgo que vem de sua mãe, Fortunata Maria, mas não tenho a certeza. Certo é que no registo de baptismo é referido que o Pai de Gago Coutinho chama-se José Viegas Gago Coutinho e que o seu avô paterno se chama Manuel Viegas Gago Coutinho. Deve aqui existir algo que não está certo, pois não encontrei o apelido Coutinho nas referidas pessoas, designadamente, nos seus registos de baptismo e de casamento. Por isso, as minhas dúvidas que o apelido Coutinho seja da parte paterna.

Com os melhores cumprimentos.
Júlio Sousa.

altura do casamento de seus

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91287 | Jpteixeira | 18 Mai 2005 23:42 | Em resposta a: #91286

Caro Luís Canavarro:

A última linha " altura do casamento de seus" está a mais. Peço desculpa por tal facto.

Renovados cumprimentos.
Júlio Sousa.

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Li

#91295 | Custódio Adriano | 19 Mai 2005 01:41 | Em resposta a: #91287

Caro Julio,

respondi-lhe no tópico famílias de São Brás, que no ano passado, no mês de Junho, numa das minhas idas à Fonte da Mesquita, contactei com um indivíduo, proprietário de alguns terrenos na zona, com cerca de 80 anos, talvez um pouco mais, que se intitulou como sendo neto ou bisneto do Gago Coutinho, não me recordo. Não lhe referi foi que a referida Fonte fica em Santa Catarina da Fonte do Bispo. Lembro-me desse indivíduo ter dito que o Gago Coutinho (seu avô? ou Bisavô?) era natural de Santa Catarina da Fonte do Bispo, deveria pesquisar nesta freguesia de Tavira.

Cumprimentos
Custódio Adriano

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91302 | Jpteixeira | 19 Mai 2005 08:57 | Em resposta a: #88937

Caro Custódio Adriano:

Obrigado pela ajuda.
Sobre Gago Coutinho, já tenho em meu poder o registo de baptismo e este não oferece dúvidas sobre os seus ascendentes. Por outro lado, é dado praticamente como adquirido que Gago Coutinho não casou e não se conhecem descendentes seus. Nas anotações da folha do registo de baptismo, não refere nenhum laço matrimonial, mas apenas o seu nome completo e a data do seu óbito.
Como o seu avô paterno, Manuel Viegas Gago, é natural da freguesia de S.B.de Alportel, tendo nascido por volta de 1805-1810, é natural que tenha tido irmãos, os quais deixaram descendência em S.B. de Alportel. Por outro lado, é ainda natural que algumas pessoas queiram fazer uma aproximação familiar a Gago Coutinho. Sabemos que não casos únicos quando se trata de figuras gradas da nossa história.
O avô paterno de Gago Coutinho era cabo de esquadra do Regimento de Artilharia de Faro, tendo conhecido nesta Cidade a sua futura mulher, Maria do Carmo e aí casaram em 02-06-1829, na freguesia da Sé, tendo como padrinhos o Capitão José da Fonseca Calhau e José Correia Belles.
Deste casamento nasceu, por volta de 1834, o pai de Gago Coutinho, José Viegas Gago, o qual casou com Fortunata Maria, na freguesia da Sé, em Faro, na data de 06-07-1867, ele com a idade de 33 anos e ela com a idade de 32 anos, conforme é referido no registo de casamento. Os avós paternos eram livreiros, na cidade de Faro e os maternos eram padeiros, ainda nesta cidade.
Isto mesmo é relatado por Gago Coutinho, numa entrevista que concedeu a Pinheiro Corrêa e publicada na revista Cartaz em 1969.

Outro assunto: vou precisar da sua ajuda sobre um Mendes Estaço, mas vou solicitá-la, esta noite, no tópico respectivo.

Cumprimentos.
Júlio Sousa

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91305 | LCM | 19 Mai 2005 09:04 | Em resposta a: #91302

Caro Júlio

Em relação ao nascimento de Gago Coutinho, será talvez de considerar a hipótese de terem vindo do Algarve parentes da mãe (mãe, irmãs, tias...) para a acompanhar durante o período em que esteve de esperanças.

Cumprimentos
Lourenço Correia de Matos

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91328 | josécyr | 19 Mai 2005 14:14 | Em resposta a: #91302

Caro Julio Sousa,
Há alguns anos, cerca de 6, que faleceu a mãe de uma amiga minha, Senhora de 80 anos, que em criança foi conhecer, a contra gosto, o "parente" Gago Coutinho, que estava de visita a S. Brás de Alportel. Tenho o contacto dessa família e caso necessite terei muito gosto em lho fornecer. Sei que estão ligados a outras famílias da zona, tais como Pintos e Rosas, o que é muito normal na zona, como por cá se diz.
Segundo sei também a família "desses Gagos" está ligada a outras com o mesmo apelido pelas zonas de S. Bárbara de Nexe, nomeadamente pela localidade da Bordeira.
Dos meus conhecimentos encontro Gagos em S. Brás do Alportel desde os inícios do XVII, mantendo ou não o dito apelido nas gerações futuras, quanto ao outro "Viegas", são à "rabanhita" em S. Brás, o que dificulta a busca como deve calcular.
Não recordo se li lá algo sobre...mas já deu uma vista de olhos ao "Livro do Alportel", do Estanco Louro???.
Cumprimentos
J. Cabecinha

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91334 | Custódio Adriano | 19 Mai 2005 15:29 | Em resposta a: #91302

Caro Júlio,

Lamento não me lembrar com exactidão de todo o dialogo que tive com este indivíduo.
Referiu: "é natural que algumas pessoas queiram fazer uma aproximação familiar a Gago Coutinho. Sabemos que não casos únicos quando se trata de figuras gradas da nossa história".
Não me parece que este seja o caso, porque este indivíduo se for verdade o que ele disse, durante a sua vida política foi embaixador ou governador de uma província, salvo erro em Angola.

Cumprimentos
Custódio Adriano

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91378 | Jpteixeira | 19 Mai 2005 23:34 | Em resposta a: #91305

Caros Lourenço Correia de Matos:

Obrigado pela colaboração. Na verdade, essa é uma das possibilidades a equacionar. No entanto, preciso de rever os livros da Sé de Faro, entre os anos de 1867 a Fevereiro de 1869, para ver se encontro alguma pista.

Cumprimentos.
Júlio Sousa.

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91381 | Jpteixeira | 19 Mai 2005 23:50 | Em resposta a: #91328

Caro José Cabecinha:

Obrigado pela colaboração. Estou naturalmente interessado nesse contacto, pelo que, agradecer-lhe-ia se o pudesse disponibilizar.
Efectivamente, na revista Cartaz, nº18 de 1969, no artigo da autoria de H.M. e citando a biografia de Gago Coutinho, obra da autoria do Coronel piloto aviador Pinheiro Corrêa, amigo pessoal de Gago Coutinho, este diz a dado passo: "... quanto aos meus Gagos, só sei que são de Alportel, no Algarve, onde tenho primos afastados. Creio que um deles emigrou para a Argentina..."
Conforme se pode verificar, é o próprio Gago Coutinho que refere que os seus parentes mais próximos de Alportel são primos afastados ( possivelmente, em terceiro grau de consanguinidade).
Ora, tais afirmações concordam com o que acabou de expor.
Amanhã à tarde vou ao ADFaro. Se tiver disponibilidade, apareça por lá.

Cumprimentos.
Júlio Sousa.

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91383 | Jpteixeira | 20 Mai 2005 00:08 | Em resposta a: #91334

Caro Custódio Adriano:

Obrigado também pela colaboração. Conforme referi na mensagem que acabei de
enviar ao nosso amigo Cabecinha, na revista Cartaz, nº18 de 1969, no artigo da autoria de H.M. e citando a biografia de Gago Coutinho, obra da autoria do Coronel piloto aviador Pinheiro Corrêa, amigo pessoal de Gago Coutinho, este diz a dado passo: "... quanto aos meus Gagos, só sei que são de Alportel, no Algarve, onde tenho primos afastados. Creio que um deles emigrou para a Argentina..."
Conforme se pode verificar, é o próprio Gago Coutinho que refere que os seus parentes mais próximos de Alportel são primos afastados ( possivelmente, em terceiro grau de consanguinidade).

No entanto há um dado absolutamente fundamental: a mãe de Gago Coutinho morreu quando este tinha apenas 8 anos. Gago Coutinho refere, ainda, que o seu pai esteve duarante alguns anos no Brasil, até 1866, partindo depois para Angola, onde esteve até 1918 ( presume-se que de vez em quando estava em Lisboa), regressando depois a Lisboa em 1918.
Ora, o pai de Gago Coutinho, poderia, enquanto esteve em Angola, ter algum filho ilegítimo, mas isso não está confirmado. Ele próprio nada refere sobre a existência de irmãos, deduzindo-se que não os tenha tido.

Apesar de tudo, a ligação desse Senhor de Santa Catarina da Fonte do Bispo a Gago Coutinho é de admitir, mas sempre pela ligação ilegítima do pai (se é que a houve e aqui é que entramos no reino da especulação).

Ultimamente não tenho ido à Igreja. Mas preciso de lá ir um dia destes. Depois digo-lhe.

Cumprimentos.
Júlio Sousa.

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91384 | ffarrajota | 20 Mai 2005 00:17 | Em resposta a: #91381

Caro Senhor Sousa,
Não sei se já consultou os arquivos da marinha, penso que lá terá bastante informação. Também tenho interesse pelos Gagos de S.Brás de Alportel, tenho há anos uma linha empatada por não ter conseguido encontrar o que procurava.
Os meus cumprimentos,
Fernanda Farrajota

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#91393 | josécyr | 20 Mai 2005 08:30 | Em resposta a: #91381

Caro Julio,
Não sei se vou conseguir ir até lá mas...
A sua mensagem menciona algo pode confirmar mais aquilo que sei. Se acaso o biografado escreveu isso após a década de 40, então a informação de que tinha parentes na Argentina, está mais que correcta. Houve um ramo que foi para lá, acabando depois por se radicar na Venezuela onde são os proprietários dos "Talleres Gago", uma das maiores firmas desse país.
Depois lho direi,
um abraço
Zé Cabecinha.

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#215098 | Restaurador2 | 09 Dez 2008 16:12 | Em resposta a: #91383

Caro Sr Júlio Sousa, haverá possibilidade de me enviar cópia por email do artigo revista Cartaz, nº18 de 1969?
Com os meus cumprimentos
Rui Pinto

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#215109 | carlos luiz | 09 Dez 2008 17:41 | Em resposta a: #215098

aros confrades
Sobre o nosso Gago Coutinho, sei que está sepultado no cemitério dos Prazeres, e creio que tem na escrito na pedra tumular a data do óbito, de qualquer maneira, pode pedir informaçôes neste cemitério dos Prazeres em Lisboa:
Cumprimentos
Carlos Luiz

Resposta

Link directo:

Palestra: Gago Coutinho traços biográficos RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#249198 | colombo-o-novo | 04 Fev 2010 18:21 | Em resposta a: #215109

Palestra: Gago Coutinho traços biográficos
4ª feira, 10 de Fevereiro, 16.00h Refeitório
Orador: Rui Pinto
da Academia da Marinha
e Sociedade de Geografia de Lisboa
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Santo António
Escola Básica 2,3 Santo António - Parede
http://colombo-o-novo.blogspot.com/

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#253781 | Blcn | 26 Abr 2010 23:50 | Em resposta a: #88937

Meus caros,

Sou brasileira, do Rio de Janeiro. Tenho algumas histórias distantes para narrar (passadas por algumas gerações de boca) e se vocês puderem confirmar/negar os fatos, será bastante útil para mim.

Meu nome é Bárbara Luiza Coutinho do Nascimento e estou tentando montar uma árvore genealógica da minha família.
Eu sou filha de Maria da Conceição Coutinho do Nascimento, neta de Manoel Ferreira Coutinho (português), bisneta de Maria Ferreira Coutinho (portuguesa) e tataraneta de Bonifácio Coutinho (também português).

Pelo que eu sei, minha bisavó seria prima do Gago Coutinho, assim como Aurora Ferreira Coutinho e Laura Coutinho. Sei disso porque a Aurora teria ido visitar o primo aqui no Rio quando ele chegou da travessia.

Alguém consegue estabelecer (ou excluir) alguma relação?

Obrigada desde já e um abraço,
Bárbara

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#253786 | Blcn | 27 Abr 2010 00:27 | Em resposta a: #253781

E apenas para complementar:

Bonifácio Coutinho teria se casado com Anna Ferreira. Eles teriam vindo para o Brasil, montado um comércio e depois voltado para Portugal, possivelmente para a região de trás-os-montes. Já o meu avô, teria sido um filho fora do casamento da Maria Ferreira Coutinho com um homem de sobrenome Craveiro.
Como eu disse, tudo isso são relatos passados de boca por gerações, e não sei o que é verdade ou não, mas gostaria de descobrir...
Se ajudar, posso dar acesso a vcs ao site no qual estou montando a árvore...

Abraços

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#253811 | Blcn | 27 Abr 2010 18:11 | Em resposta a: #91286

E eu acho que o registro de vcs onde não consta o sobrenome Coutinho para Manuel Viegas Gago está errado. Basta colocar "Manuel Viegas Gago Coutinho" no google: vocês irão encontrar registros de 1850 de um livreiro no faro com esse nome...

Abraços

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#341949 | CostaPPPR | 03 Fev 2014 01:57 | Em resposta a: #91381

Olá tenho motivos para crer que "um dos Gagos que emigrou para a Argentina" não foi Argentina e sim cidade do Rio Grande - Rio Grande do Sul, Brasil seu nome Manoel João Gago (velho Roda) agricultor natural de Aveiro (Requeixo), 11 de novembro 1849 – (...Manoel filho de Manoel João Gago e Maria Francisca Simões do lugar de Taipa, neto de João Antônio Gago e de Anna da Silva - certidão disponível no Arquivo Distrital de Aveiro lavrado na folha 695 r baptismos n 13 da freguesia de Requeixo Concelho de Aveiro.

Sobre essa relação de parentesco consta que numa segunda vinda de Gago Coutinho ao Brasil (possivelmente em 1943, a bordo do veleiro Foz do Douro, que refez a rota de Pedro Álvares Cabral na viagem que culminou com a descoberta do Brasil. (Portugal – Porto Seguro / Salvador, Bahia) ele se encontrou com a filha caçula de meu bisavô Manoel João Gago o nome dela era Conceição Branco Gago (Xavier nome de casada) (1906 - 2013) minha avó materna. Minha mãe já era nascida e estava presente desse encontro ficou uma foto autografada com dedicatória "à minha prima..." (segundo a lenda da família - pois ainda não vi a foto).

Encontrei também uma referência aos gagos dos Açores que segundo consta, Gago Coutinho julgava não ter parentesco:

Os “Gagos da Câmara” emigraram pela segunda metade do século XVIII do Arquipélago dos Açores, ilha de São Miguel, estabelecendo-se no litoral paulista, na então Vila de Cananéia. Alguns filhos do patriarca permaneceram no Estado de São Paulo, enquanto outros se radicaram na Bahia e no Rio Grande do Sul. No Sul do Brasil fizeram história na cidade de São Leopoldo e arredores, deixando larga e conhecida descendência. ver http://pufal.blogspot.com.br/2012/10/a-familia-gago-da-camara-de-cananeia-ao.html

a referência bibliográfica que tenho dos depoimentos do nosso mestre navegador é: Pinheiro Corrêa. Gago Coutinho, precursor da navegação aérea. Edição do Centenário (1869 - 1969) Porto, 1969 : ...os Gagos que ele sabia são de Alportel, no Algarve onde tinha primos afastados em suas palavras: ..."Creio que um deles emigrou para "Argentina". Se algum antepassado veio para o Brasil, não sei. Quanto aos Gagos dos Açores, ignoro se serão meus parentes afastados"

Agradeço outras referências a genealogia de origem dos dos Gagos e/ou sua descendência

Resposta

Link directo:

RE: Naturalidade de Gago Coutinho- ajuda no A.D.Lisboa

#341950 | CostaPPPR | 03 Fev 2014 02:55 | Em resposta a: #253786

Olá, ficarei feliz em poder ver a árvore genealógica que estás a construir. é possível?

também sou brasileiro, baiano com ascendentes portugueses por mãe e pai (na tradição patriarcal patrilinear só temos o sobrenome do pai "Pinto Rodrigues da Costa" desde meados do séc. XIX antes não sei (o primeiro deles montou uma casa de cabos depois um trapiche etc..)

mas o que interessa a mim agora é o ascendente de linha materna ligado à família Gago (meu bisavô Manoel João Gago natural de Aveiro (Requeixo), 11 de novembro 1849, minha Vó Conceição Branco Gago (1906-2013) e minha mãe Yara Gago Xavier (1932), (o nome delas escrito como em solteiras) pelo que entendi Carlos Viegas Gago Coutinho (Lisboa, 17 de fevereiro de 1869 — Lisboa, 18 de fevereiro de 1959) tem como ascendentes

pai = José Viegas Gago Coutinho natural de Faro, (Sargento de mar e guerra serviu na nau Vasco da Gama e na fragata D. Fernando até 1873) falecido em Lisboa, 1918 com 93 anos (provavelmente nasceu em 1825)

mãe = Fortunata Maria Coutinho natural de Faro, (prima em segundo grau segundo site do Instituto Camões) filha de padeiros, pequena, morena, algarvia, devia ter ascendência moura

ou seja é "duplamente" Coutinho - e o nome Gago veio junto com os Genes de um dos avós paternos dele (o navegador Gago Coutinho) pois somente o pai dele tem esse nome. Penso também que estudos de DNA possam ser interessantes especialmente no caso dos Gagos (onde talvez o nome esteja associado à gagueira (disfemia ou mutações nos supostos três genes: GNPTAB, GNPTG e NAGPA, do cromossomo XII) nem minha vó nem minha mãe ou irmãos e primos tem resta saber dos outros descendentes dos 14 irmãos minha vó Conceição. Há de se entender também a origem dos "Viegas"

de qualquer sorte já agradeço pelo esclarecimento quanto aos genes formadores associados ao nome Coutinho. Interessante ver como nos dissolvemos no passado a realidade como tomamos essa aparência - eu por exemplo branco, mediterrâneo, semelhante a mouros, sangue o+ genes para diabetes (tia materna) etc etc.

Tenho pensado num estudo de ancestralidade/ etnia via DNA em empresas tipo a deCODE ou Navigenics https://www.23andme.com/ancestry/ Que achas da idéia?

Resposta

Link directo:

Mensagens ordenadas por data.
A hora apresentada corresponde ao fuso GMT.
Hora actual: 01 Out 2014, 11:31

Enviar nova mensagem

Por favor, faça login ou registe-se para usar esta funcionalidade

Settings / Definiciones / Definições / Définitions / Definizioni / Definitionen